Página 10 dos resultados de 67836 itens digitais encontrados em 0.042 segundos

‣ "A atenção em Diabetes Mellitus no serviço de medicina preventiva - SEMPRE: um estudo de caso" ; "The attention of diabetes mellitus in the service of preventive medicine–Sempre: case-study"

Teixeira, Carla Regina de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.385664%
Estudo de caso do Serviço de Medicina Preventiva-SEMPRE na atenção em diabetes mellitus no interior do estado de São Paulo, com o objetivo de avaliar o impacto do SEMPRE utilizando alguns indicadores de saúde na atenção em diabetes mellitus. Para tanto, os dados foram obtidos por meio de consulta manual nos Sistemas Informatizados Serious e Qualidade de Vida e registrados em planilhas construídas no Microsoft Excel-1997 dos usuários cadastrados no período de junho a novembro de 2001. A coleta de dados ocorreu de novembro 2002 a abril de 2003 Participaram do estudo, 42 pessoas diabéticas que completaram um ano de participação no SEMPRE, sendo 36 (85,7%) do tipo 2 e 6 (14,2%) do tipo 1. Para a análise dos dados utilizamos a avaliação em saúde “estrutura-processo-resultado” (Donabedian, 1980). A estrutura ou capacidade que são as características que favorecem o oferecimento de serviços, o processo ou desempenho envolve ações dos profissionais de saúde no sistema, as ações das populações e dos pacientes, e o resultado reflete vários aspectos do estado de saúde. No SEMPRE a estrutura que compõe a organização de serviços tem o trabalho grupal realizado pela equipe multiprofissional como uma estratégia de mudança no processo de “fazer saúde”. Os resultados predominantes foram: 69...

‣ Os distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1

Pereira, Inês Sofia Soares
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Introdução: A diabetes mellitus tipo 1 e os distúrbios alimentares são doenças frequentes na adolescência. Em ambas as condições, os pacientes dão uma grande importância ao peso corporal e à dieta. Assim, estima-se que os pacientes com diabetes mellitus tipo 1 tenham uma grande vulnerabilidade para o desenvolvimento de distúrbios alimentares (incluindo a diabulimia, um comportamento compensatório particular), que podem ter repercussões significativas na sua qualidade de vida. Os objectivos deste trabalho são: determinar os sinais e os sintomas de alerta, a prevalência e as repercussões clínicas dos distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1; determinar a prevalência e as repercussões clínicas da diabulimia na diabetes mellitus tipo 1; e avaliar a eficácia do tratamento e da prevenção dos distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1. Metodologia: Pesquisa de artigos científicos com estudos nesta área e selecção da bibliografia mais relevante, utilizando a base de dados electrónica PubMed. Resultados: Existem vários sinais e sintomas que podem alertar para o desenvolvimento de distúrbios alimentares em pacientes com diabetes mellitus tipo 1. Em 30 estudos, envolvendo um total de 3832 pacientes...

‣ Prevalência de hipertensão e diabetes e taxa de mortalidade dos idosos do município de Marcelino Ramos (RS)

Kamijo, Claudio Frederico
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
A hipertensão arterial sistêmica (HAS) e diabetes mellitus (DM), constituem sério problema de saúde pública em todo o mundo, particularmente no Brasil. O processo de envelhecimento populacional acarreta importantes alterações cardiovasculares, o que explica a freqüente associação da hipertensão e diabetes às mudanças fisiológicas desse processo. O objetivo principal deste estudo foi estudar a prevalência de hipertensão e diabetes mellitus e taxa de mortalidade dos idosos do município de Marcelino Ramos, RS, Brasil no ano de 2008. Foi realizado estudo transversal abrangendo toda a população de indivíduos com idade igual ou superior a 60 anos e atendidos pela Unidade Básica de Saúde, sendo um total de 1017 idosos. A prevalência de hipertensão arterial sistêmica encontrada foi de 51,8% (48,9% no sexo masculino e 54,1% no sexo feminino) e de diabetes mellitus foi de 8,9% (8,5% do sexo masculino e 9,3% do sexo feminino). A prevalência de HAS e DM no mesmo indivíduo chegou a 3,9% (43,8% dos indivíduos diabéticos também são hipertensos). Observou-se que a prevalência de hipertensão tende a aumentar com a idade, não ocorrendo o mesmo com diabetes mellitus. Não houve diferença entre os gêneros quanto à prevalência de uma ou outra condição. A taxa de mortalidade geral da população de idosos (60 anos ou mais) do município foi de 15...

‣ Avaliação do retinol em parturientes com diabetes mellitus gestacional no pós parto imediato

Resende, Fernanda Barros Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Micronutrient deficiencies affect individuals mainly in developing countries, where vitamin A deficiency is a public health problem worldwide more worrying, especially in groups with increased physiological needs such as children and women of reproductive age. Vitamin A is supplied to the body through diet and has an important role in the visual process, cell differentiation, maintenance of epithelial tissue, reproductive and resistance to infection. The literature has demonstrated the relationship between vitamin A and diabetes, including gestational, leading to a risk to both mother and child. Gestational diabetes is any decrease in glucose tolerance of variable magnitude diagnosed each the first time during pregnancy, and may or may not persist after delivery. Insulin resistance during pregnancy is associated with placental hormones, as well as excess fat. Studies have shown that retinol transport protein produced in adipose tissue in high concentrations, this would be associated with resistance by interfering with insulin signaling. Therefore, this study aimed to evaluate the concentration of retinol in serum and colostrum from healthy and diabetic mothers in the immediate postpartum period. One hundred and nine parturient women were recruited...

‣ Eletrofisiologia da vis?o em modelo experimental de ratos com diabetes e hipotireoidismo

GUIMAR?ES, Glenda Figueira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
O diabetes mellitus constitui um problema de sa?de p?blica mundial devido ao seu potencial de morbidade e mortalidade. Esta patologia ? caracterizada como uma desordem metab?lica com hiperglicemia cr?nica, resultado de uma defici?ncia absoluta ou relativa na secre??o e/ou a??o da insulina. Associado a esse quadro, problemas com a tireoide s?o frequentemente encontrados em pacientes acometidos por diabetes, principalmente com o avan?ar da idade. Al?m disso, h? um corpo de conhecimento que descreve que tanto o diabetes quanto o hipotiroidismo provocam isoladamente perdas visuais, no entanto, n?o h? muitas publica??es acerca da fisiologia envolvendo em conjunto ambas patologias com as complica??es visuais. O presente trabalho objetivou investigar quest?es relevantes para uma compreens?o mais detalhada do quadro de evolu??o do comprometimento retiniano em modelos animais acometidos concomitantemente por duas doen?as: diabetes e hipotireoidismo. Para isso, foram utilizados 50 ratos Wistar machos (Rattus norvegicus), com dois meses de idade, pesando entre 80 a 120 gramas, divididos em quatro grupos: um grupo controle sem procedimentos; um grupo com hipotireoidismo optando por um modelo experimental de tireoidectomia bilateral; um grupo com diabetes...

‣ Monounsaturated fatty acid, carbohydrate intake, and diabetes status are associated with arterial pulse pressure

Vaccaro, Joan; Huffman, Fatma G.
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Background Diabetes is a global epidemic. Cardiovascular disease (CVD) is one of the most prevalent consequences of diabetes. Nutrition is considered a modifiable risk factor for CVD, particularly for individuals with diabetes; albeit, there is little consensus on the role of carbohydrates, proteins and fats for arterial health for persons with or without diabetes. In this study, we examined the association of macronutrients with arterial pulse pressure (APP), a surrogate measure of arterial health by diabetes status and race. Methods Participants were 892 Mexican Americans (MA), 1059 Black, non-Hispanics (BNH) and 2473 White, non-Hispanics (WNH) with and without diabetes of a weighted sample from the National Nutrition and Health Examination Survey (NHANES) 2007-2008. The cross-sectional analysis was performed with IBM-SPSS version 18 with the complex sample analysis module. The two-year sample weight for the sub-sample with laboratory values was applied to reduce bias and approximate a nationally, representative sample. Arterial stiffness was assessed by arterial pulse pressure (APP). Results APP was higher for MA [B = 0.063 (95% CI 0.015 to 0.111), p = 0.013] and BNH [B = 0.044 (95% CI 0.006 to 0.082), p = 0.018] than WNH, controlling for diabetes...

‣ Predictors of type 2 diabetes in a nationally representative sample of adults with psychosis

Foley, D.L.; MacKinnon, A.; Morgan, V.A.; Watts, G.F.; McGrath, J.J.; Castle, D.J.; Waterreus, A.; Galletly, C.A.
Fonte: Willey Publicador: Willey
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Antipsychotic drugs such as clozapine and olanzapine are associated with an increased risk for type 2 diabetes, but relatively little is known about the relationship between risk factors for type 2 diabetes established in the general population and type 2 diabetes in people with psychosis. We estimated the prevalence of established risk factors and their association with type 2 diabetes in a nationally representative sample of people with an ICD-10 psychosis (N=1642) who gave a fasting blood sample (N=1155). Logistic regression was used to summarize associations adjusted for age and sex. In this sample, whose mean duration of psychosis was 14.7 years, 12.1% (13.1% of women and 11.5% of men) had type 2 diabetes at age 18-64 years based on current fasting blood glucose levels or treatment with a hypoglycaemic drug. Risk was greatly increased in young adults compared with the general population and peaked in middle age. Risk factors in the general population were common in people with psychosis and strongly associated with type 2 diabetes in those people. Treatment with clozapine was associated with an increased risk and treatment with olanzapine with a decreased risk for type 2 diabetes. The development of diabetes or pre-diabetes may therefore influence the likelihood of treatment with olanzapine over time. The strongest predictors of type 2 diabetes in a multivariate model were a body mass index of at least 40 and treated hypercholesterolemia...

‣ Estado nutricional e de saúde de idosos em Campinas : orientação nutricional e outros fatores associados à hipertensão e diabetes; Nutritional status and health elderly in Campinas : nutritional guidelines and other factors associated with hypertension and diabetes

Harriet Jane White
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
O objetivo do estudo foi investigar as variáveis socioeconômicas, condições de saúde, hábitos alimentares, estado nutricional, aconselhamento nutricional e qualidade de vida em idosos portadores de diabetes mellitus e hipertensão arterial, em relação aos idosos sem estas doenças. A amostra foi de conveniência e composta por idosos de ambos os sexos, de 60 anos e mais e residentes em Campinas. Os idosos portadores de diabetes e hipertensão foram recrutados em um Hospital Universitário e o grupo dos idosos, sem estas doenças foram selecionados em centros esportivos, onde são realizadas atividades físicas direcionadas à população idosa. Os dados obtidos foram avaliados por meio de um questionário estruturado, e aferido peso, altura e circunferência da cintura. Nos artigos 1 e 2, o delineamento do estudo epidemiológico foi caso-controle e no artigo 3, desenho transversal. No primeiro artigo, deste trabalho "Condições de saúde de idosos diabéticos e hipertensos: estudo caso-controle", o objetivo foi comparar idosos portadores de diabetes e hipertensão (casos; n=150), com idosos sem essas doenças (controles; n=300), quanto às características sociodemográficas, comportamentos de saúde, estado nutricional e capacidade funcional. Idosos portadores de hipertensão e diabetes apresentaram maior percepção de limitações econômicas e físicas...

‣ Monounsaturated fatty acid, carbohydrate intake, and diabetes status are associated with arterial pulse pressure

Vaccaro, Joan; Huffman, Fatma G.
Fonte: SelectedWorks Publicador: SelectedWorks
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Background Diabetes is a global epidemic. Cardiovascular disease (CVD) is one of the most prevalent consequences of diabetes. Nutrition is considered a modifiable risk factor for CVD, particularly for individuals with diabetes; albeit, there is little consensus on the role of carbohydrates, proteins and fats for arterial health for persons with or without diabetes. In this study, we examined the association of macronutrients with arterial pulse pressure (APP), a surrogate measure of arterial health by diabetes status and race. Methods Participants were 892 Mexican Americans (MA), 1059 Black, non-Hispanics (BNH) and 2473 White, non-Hispanics (WNH) with and without diabetes of a weighted sample from the National Nutrition and Health Examination Survey (NHANES) 2007-2008. The cross-sectional analysis was performed with IBM-SPSS version 18 with the complex sample analysis module. The two-year sample weight for the sub-sample with laboratory values was applied to reduce bias and approximate a nationally, representative sample. Arterial stiffness was assessed by arterial pulse pressure (APP). Results APP was higher for MA [B = 0.063 (95% CI 0.015 to 0.111), p = 0.013] and BNH [B = 0.044 (95% CI 0.006 to 0.082), p = 0.018] than WNH, controlling for diabetes...

‣ Medical advice and diabetes self-management reported by Mexican-American, Black- and White-non-Hispanic adults across the United States

Vaccaro, Joan A.; Feaster, Daniel J.; Lobar, Sandra L.; Baum, Marianna K.; Magnus, Marcia; Huffman, Fatma G.
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Background Diabetes has reached epidemic proportions in the United States, particularly among minorities, and if improperly managed can lead to medical complications and death. Healthcare providers play vital roles in communicating standards of care, which include guidance on diabetes self-management. The background of the client may play a role in the patient-provider communication process. The aim of this study was to determine the association between medical advice and diabetes self care management behaviors for a nationally representative sample of adults with diabetes. Moreover, we sought to establish whether or not race/ethnicity was a modifier for reported medical advice received and diabetes self-management behaviors. Methods We analyzed data from 654 adults aged 21 years and over with diagnosed diabetes [130 Mexican-Americans; 224 Black non-Hispanics; and, 300 White non-Hispanics] and an additional 161 with 'undiagnosed diabetes' [N = 815(171 MA, 281 BNH and 364 WNH)] who participated in the National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES) 2007-2008. Logistic regression models were used to evaluate whether medical advice to engage in particular self-management behaviors (reduce fat or calories, increase physical activity or exercise...

‣ Medical advice and diabetes self-management reported by Mexican-American, Black- and White-non-Hispanic adults across the United States

Vaccaro, Joan A.; Feaster, Daniel J.; Lobar, Sandra L.; Baum, Marianna K.; Magnus, Marcia; Huffman, Fatma G.
Fonte: SelectedWorks Publicador: SelectedWorks
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Background Diabetes has reached epidemic proportions in the United States, particularly among minorities, and if improperly managed can lead to medical complications and death. Healthcare providers play vital roles in communicating standards of care, which include guidance on diabetes self-management. The background of the client may play a role in the patient-provider communication process. The aim of this study was to determine the association between medical advice and diabetes self care management behaviors for a nationally representative sample of adults with diabetes. Moreover, we sought to establish whether or not race/ethnicity was a modifier for reported medical advice received and diabetes self-management behaviors. Methods We analyzed data from 654 adults aged 21 years and over with diagnosed diabetes [130 Mexican-Americans; 224 Black non-Hispanics; and, 300 White non-Hispanics] and an additional 161 with 'undiagnosed diabetes' [N = 815(171 MA, 281 BNH and 364 WNH)] who participated in the National Health and Nutrition Examination Survey (NHANES) 2007-2008. Logistic regression models were used to evaluate whether medical advice to engage in particular self-management behaviors (reduce fat or calories, increase physical activity or exercise...

‣ A efetivação dos direitos dos usuários de saúde com diabetes mellitus: co-responsabilidades entre poder público, profissionais de saúde e usuários; Exercising the rights of health care users with diabetes mellitus: co-responsibilities among public power, health professionals, and users; Ejercicio del derecho a la salud de los usuarios con diabetes mellitus: corresponsabilidad entre el poder público, los profesionales y los usuarios

SANTOS, Ellen Cristina Barbosa dos; TEIXEIRA, Carla Regina de Souza; ZANETTI, Maria Lúcia; SANTOS, Manoel Antônio dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Estudo descritivo de abordagem qualitativa, com objetivo de analisar o conhecimento do usuário com Diabetes Mellitus acerca dos seus direitos em saúde. Participaram 12 pessoas com diabetes atendidas em um centro universitário do interior paulista em 2008, por meio de entrevista aberta. A análise de conteúdo temática possibilitou identificar três categorias: papel do poder público na divulgação de informações; competências e responsabilidades dos profissionais de saúde: dever ético-moral em informar; e participação ou isenção dos usuários na busca por informações sobre seus direitos. Foi possível constatar que, apesar dos avanços legalmente alcançados pelas políticas públicas, os usuários com diabetes desconhecem informações sobre seus direitos. Ressaltamos a necessidade de que as informações sejam compartilhadas entre: poder público, profissionais de saúde e usuários com o intuito de promover a qualidade da assistência em saúde, permeada pelo respeito aos direitos dos usuários da saúde com diabetes.; The goal of this descriptive study with a qualitative approach is to analyze Brazilian Diabetes Mellitus user knowledge about their health rights. Twelve participants with diabetes were attended in 2008 at a university center in the countryside of the state of São Paulo...

‣ Os distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1

Pereira, Inês Sofia Soares
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Introdução: A diabetes mellitus tipo 1 e os distúrbios alimentares são doenças frequentes na adolescência. Em ambas as condições, os pacientes dão uma grande importância ao peso corporal e à dieta. Assim, estima-se que os pacientes com diabetes mellitus tipo 1 tenham uma grande vulnerabilidade para o desenvolvimento de distúrbios alimentares (incluindo a diabulimia, um comportamento compensatório particular), que podem ter repercussões significativas na sua qualidade de vida. Os objectivos deste trabalho são: determinar os sinais e os sintomas de alerta, a prevalência e as repercussões clínicas dos distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1; determinar a prevalência e as repercussões clínicas da diabulimia na diabetes mellitus tipo 1; e avaliar a eficácia do tratamento e da prevenção dos distúrbios alimentares na diabetes mellitus tipo 1. Metodologia: Pesquisa de artigos científicos com estudos nesta área e selecção da bibliografia mais relevante, utilizando a base de dados electrónica PubMed. Resultados: Existem vários sinais e sintomas que podem alertar para o desenvolvimento de distúrbios alimentares em pacientes com diabetes mellitus tipo 1. Em 30 estudos, envolvendo um total de 3832 pacientes...

‣ Niveles de hemoglobina glucosilada (HBA1C) en pacientes diabéticos del servicio de medicina interna del departamento de emergencia de adultos y de la consulta de diabetes. Ciudad Hospitalaria “Dr. Enrique Tejera”. Octubre 2007 – marzo 2008

Bracchitta de Bracho, Giuseppina
Fonte: Universidade de Carabobo Publicador: Universidade de Carabobo
Tipo: promotionWork
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
La Hemoglobina Glucosilada (HbA1c) es considerada actualmente la mejor prueba para expresar el control glicémico del paciente diabético. Este además, debe alcanzar metas consideradas de control metabólico, para prevenir o retardar la aparición y progresión de las complicaciones crónicas de la Diabetes. Objetivo: Evaluar, a través de la Hemoglobina Glucosilada (HbA1c), el control metabólico de los pacientes con Diabetes Mellitus que ingresaron a la Emergencia de Adultos y el de los pacientes que acudieron a la Consulta de Diabetes de la Ciudad Hospitalaria “Dr. Enrique Tejera” (CHET) entre Octubre de 2007 y Marzo de 2008. Metodología: Estudio descriptivo, correlacional, no experimental, transversal y retrospectivo, que muestra HbA1c, Glicemia en ayunas, Perfil Lipídico Mínimo, Presión Arterial, Índice de Masa Corporal y años de evolución de la enfermedad de 489 pacientes diabéticos tipo 2 (355 hospitalizados en Emergencia y 134 atendidos en la consulta de Diabetes). En los hospitalizados se determinaron todos los parámetros descritos, al momento de su ingreso. En la consulta se revisaron las historias clínicas de 392 pacientes, sólo 134 presentaron la información requerida para este estudio. Resultados: 72,4% de los hospitalizados y 80.6% de la consulta presentó edad entre 45 y 74 años. 52...

‣ Cartografias do cuidado de indivíduos com Diabetes Mellitus em situações de pobreza; Cartographie des soins a l'individu porteur de diabete mellitus en situation de pauvrete; Cartographies of care to indiviuals with diabetes mellitus in poverty; Cartografías de atención a personas con diabetes mellitus em la pobreza

Souza, Aline Corrêa de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Neste estudo abordam-se as práticas de cuidado de indivíduos com Diabetes Mellitus (DM) tipo 2 e seus familiares, em situação de pobreza, centrado na interlocução dos aspectos consensuais (culturas individual, de gênero e familiar) com o conhecimento científico sobre o Diabetes Mellitus tipo 2, “transmitido” e “apreendido” nas orientações e prescrições dos profissionais de saúde da Atenção Básica. Os objetivos foram: construir cartografias do cuidado no DM na perspectiva dos itinerários terapêuticos em contextos de pobreza; analisar as interinfluências deste cuidado; discutir relações e mediações estabelecidas entre os saberes de senso comum e os saberes “científicos” implicados nos serviços e nas ações profissionais de cuidados de saúde na direção das limitações e da sua eficiência prática. Nesta perspectiva, utilizou-se a noção de “situação de pobreza” para definir indivíduos que vivem em “condições” desfavoráveis, incluindo questões de ocupação e trabalho, escolaridade, habitação, grau de oportunidades e projeção no futuro. O estudo é qualitativo, utilizando-se diferentes ferramentas de geração de dados. Foram realizadas entrevistas com indivíduos com diabetes...

‣ Nrf2 como potencial alvo farmacológico no tratamento da depressão e da dor neuropática associadas ao diabetes

Pinto, Rosanne Bortolazzo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 77 f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Orientadora : Profª. Drª. Joice Maria da Cunha; Co-orientadora : Profª Drª Janaína Menezes Zanoveli; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia. Defesa: Curitiba, 25/06/2015; Inclui referências : f. 54-77; Área de concentração; Resumo: O diabetes é uma doença metabólica crônica, de origem multifatorial, cuja prevalência mundial tem atingido níveis alarmantes. Este é comumente acompanhado de complicações crônicas extremamente debilitantes, dentre estas a depressão e a dor neuropática (DN), cujo mecanismo fisiopatológico envolve alterações metabólicas e danos teciduais advindos da hiperglicemia crônica. Tem sido postulado que o estresse oxidativo exerce um papel central na fisiopatologia destas complicações. Ressaltando o papel do estresse oxidativo, estudos apontam que drogas antioxidantes apresentam potencial terapêutico para o tratamento tanto da depressão quanto da DN associadas ao diabetes. Neste sentido, estudos têm apontado que em resposta a danos oxidativos associados a inúmeras patologias, o fator Nrf2 (nuclear factor erythroid 2-related factor 2) parece ser um dos principais envolvidos na transcrição de genes que codificam enzimas antioxidantes...

‣ ANÁLISE SOCIODEMOGRÁFICA E CLÍNICA DE INDIVÍDUOS COM DIABETES TIPO 2 E SUA RELAÇÃO COM O AUTOCUIDADO; ANÁLISIS SOCIODEMOGRÁFICO Y CLÍNICO DE INDIVIDUOS CON DIABETES TIPO 2 Y SU RELACIÓN CON EL AUTOCUIDADO; SOCIODEMOGRAPHIC AND CLINICAL ANALYSIS OF INDIVIDUALS WITH TYPE 2 DIABETES AND ITS RELATION TO SELF-CARE

Torres, Heloisa Carvalho; Pace, Ana Emilia; Stradioto, Mayra Alves
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
O objetivo do estudo foi analisar as características sociodemográficas e a sua relação com os conhecimentosgerais, atitudes em diabetes, autogerenciamento dos cuidados e controle metabólico dos indivíduos com diabetes. É umestudo transversal, com uma amostra de 105 indivíduos com diabetes tipo 2, atendidos em ambulatório de referência. Osdados foram coletados mediante entrevistas e avaliados por questionários específicos, em 2006. Os resultados apresentaram,em sua maioria, pessoas do sexo feminino, na faixa etária acima dos 60 anos e escolaridade abaixo de 4 anos. Os testes deatitudes, autocuidado da doença, níveis de hemoglobina glicada e índice de massa corporal não apresentaram diferençassignificativas em relação ao sexo, à idade e nível de escolaridade. Concluiu-se a importância de identificar os fatoressociodemográficos e clínico ao se estabelecer o programa educativo em diabetes direcionado às necessidades do indivíduo,visando aumentar a adesão ao tratamento, controle da doença e retardo/prevenção de suas complicações.; El objetivo del estudio fue analizar las características socio-demográficas y su relación con los conocimientosgenerales...

‣ Diabetes mellitus auto-referido e sua associação com excesso de peso em idosos.DOI:10.5007/1980-0037.2011v13n6p442; Self-reported diabetes mellitus and its association with overweight in the older adults. 10.5007/1980-0037.2011v13n6p442

Pelegrini, Andreia; Universidade do Estado de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde e do Esporte. Departamento de Educação Física. Florianópolis, SC. Brazil.; Coqueiro, Raildo da Silva; Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Departamento
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Epidemiological; Avaliado por Pares; Epidemiológica Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 04/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
O objetivo do estudo foi identificar a prevalência de diabetes mellitus auto-referida em idosos de Florianópolis e sua relação com excesso de peso. Participaram do estudo 875 idosos. Foram coletadas informações sociodemográficas (sexo, grupo etário, escolaridade, renda mensal), antropométricas (massa corporal, estatura), atividade física habitual, hipertensão arterial e diabetes mellitus. Adotou-se o Índice de Massa Corporal para diagnosticar o excesso de peso. As variáveis de ajuste foram: sociodemográficas, atividade física habitual e hipertensão arterial. A prevalência de diabetes mellitus foi de 13,5% (masculino = 12,1%; feminino = 14,8%; p<0,05) e a de excesso de peso foi de 59,4% (masculino = 58,0%; feminino = 60,7%; p=0,40). Maior prevalência de diabetes mellitus foi observada nos idosos com excesso de peso. O excesso de peso foi positivamente associado à diabetes, independentemente do sexo, idade, escolaridade, renda mensal, atividade física habitual e hipertensão arterial. Conclui-se que o excesso de peso em idosos de Florianópolis foi fator independente e positivamente associado à diabetes mellitus.; This study aimed to identify the prevalence of self-reported diabetes mellitus in the older adults in Florianopolis and its relationship with being overweight. 857 older adults took part in the study. Sociodemographic (sex...

‣ Prevalence of self-reported morbidity and knowledge about diabetes: population-based study in Southern Brazil.; Prevalência de autorrelato da morbidade e conhecimento sobre diabetes: estudo populacional de uma cidade no sul do Brasil

Borges, Thiago Terra Borges; Instituto Federal Sul-rio-grandense, Pelotas, RS. Brasil.; Rombaldi, Airton José; Universidade Federal de Pelotas. Curso de Mestrado em Educação Física. Pelotas, RS. Brasil.; Corrêa, Leandro Quadro; Universidade Federal d
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; ; Avaliado por Pares; Transversal Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 17/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n5p562The aim of the present study was to evaluate the knowledge about diabetes and the prevalence of self-reported diabetes in the city of Pelotas, Brazil. A population-based cross-sectional study was carried out including 972 subjects aged from 20 to 69 years. The prevalence of self-reported diabetes was 5.3% (95% CI: 3.9% – 6.7%). Most individuals (73.4%) considered that physical exercise is beneficial for diabetic patients. Approximately 90% of the sample correctly identified the characteristics of diabetes, and greater knowledge was observed among those aged 20 to 49 years and from high socioeconomic status. More than half of the sample (54.9%) correctly identified the risk factors for diabetes and greater knowledge was observed among females and subjects from high socioeconomic level. Kno­wledge on diabetes seems to be widespread among the population, although it is marked, mainly, by socioeconomic differences. Government health promotion strategies are urgent to raise awareness about this morbidity in the population.; DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n5p562O objetivo do presente estudo foi avaliar o conhecimento sobre diabetes e a prevalência de autorrelato da morbidade na cidade de Pelotas-RS. Foi realizado um estudo transversal de base populacional com amostragem por conglomerados...

‣ Estimating diabetes and diabetes-free life expectancy in Mexico and seven major cities in Latin America and the Caribbean

Andrade,Flavia
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
OBJECTIVES: To estimate diabetes and diabetes-free life expectancy in seven major cities in Latin America and the Caribbean, plus Mexico as a whole. METHODS: Data from the Survey on Health, Well-being, and Aging in Latin America and the Caribbean (n = 10 602) and the Mexican Health and Aging Study (n = 6 953) on individuals 60 or more years of age were used in this study. Estimates of diabetes and diabetes-free life expectancy were obtained by applying the Sullivan method. RESULTS: Diabetes life expectancy for men 60 years of age was highest in Mexico City (4.5 years) and Bridgetown (3.4 years), and lowest in Havana (1.3 years). Diabetes-free life expectancy for men 60 years of age was highest in Santiago (17.6 years) and lowest in Bridgetown (14.2 years) and São Paulo (14.3 years). For women, diabetes life expectancy was highest in Bridgetown (5.4 years), followed by Mexico City and Havana; but these three cities also had the lowest diabetes-free life expectancy. Women 60 years of age in Buenos Aires had the lowest diabetes life expectancy (2.5 years), and in Santiago, the highest, with a diabetes-free life expectancy of 20.7 years. CONCLUSIONS: Older individuals in Latin America and the Caribbean can expect to live a large proportion of their remaining lives with diabetes. There were also important differences across settings; in particular...