Página 13 dos resultados de 35802 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

‣ Non-Spatial Government Policies and Regional Income Inequality in Brazil

SILVEIRA NETO, Raul Da M.; AZZONI, Carlos R.
Fonte: ROUTLEDGE JOURNALS, TAYLOR & FRANCIS LTD Publicador: ROUTLEDGE JOURNALS, TAYLOR & FRANCIS LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Silveira Neto R. Da M. and Azzoni C. R. Non-spatial government policies and regional income inequality in Brazil, Regional Studies. This paper uses both macro- and micro-data to analyse the role of social programmes in the recent reduction in Brazilian regional income inequality. Convergence indicators are presented for different sources of regional income in the period 1995-2006. A decomposition of the Gini indicator allows the identification of the role of each of these income sources with respect to the reduction of regional inequality during the period. The results point out that both labour productivity and government non-spatial policies - mainly minimum wage changes and income transference programmes - do have a role in explaining regional inequality reduction during the period. [image omitted] Silveira Neto R. Da M. et Azzoni C. R. Les politiques gouvernementales non-spatiales et l`ecart des revenus regionaux au Bresil, Regional Studies. Cet article emploie des donnees a la fois macroeconomiques et microeconomiques afin d`analyser le role des programmes d`actions sociales quant a la baisse recente de l`ecart des revenus regionaux au Bresil. On presente des indicateurs de convergence pour diverses sources des revenus regionaux pour la periode allant de 1995 a 2006. Une decomposition du coefficient de Gini permet d`identifier le role de chacune de ces sources des revenus par rapport a la baisse de l`ecart des revenus pendant cette periode. Les resultats indiquent que la productivite du travail et les politiques gouvernementales non-spatiales - notamment la modification du salaire minimum et les programmes visant le transfert des revenus - ont un role a jouer pour expliquer la baisse de l`ecart des revenus regionaux pendant la periode en question. Convergence Productivite du travail Transfert des revenus Salaire minimum Effets spatiaux des politiques non-spatiales Silveira Neto R. Da M. und Azzoni C. R. Nicht raumliche Regierungspolitiken und das regionale Einkommensungleichgewicht in Brasilien...

‣ Cause-specific mortality and income inequality in Sao Paulo, Brazil; Mortalidade segundo causas básicas e desigualdade de renda no Município de São Paulo

Chiavegatto Filho, Alexandre Dias Porto; Gotlieb, Sabina Lea Davidson; Kawachi, Ichiro
Fonte: REVISTA DE SAUDE PUBLICA; SÃO PAULO Publicador: REVISTA DE SAUDE PUBLICA; SÃO PAULO
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
OBJECTIVE: To analyze cause-specifi c mortality rates according to the relative income hypothesis. METHODS: All 96 administrative areas of the city of Sao Paulo, southeastern Brazil, were divided into two groups based on the Gini coefficient of income inequality: high (>= 0.25) and low (<0.25). The propensity score matching method was applied to control for confounders associated with socioeconomic differences among areas. RESULTS: The difference between high and low income inequality areas was statistically significant for homicide (8.57 per 10,000; 95% CI: 2.60; 14.53); ischemic heart disease (5.47 per 10,000 [95% CI 0.76; 10.17]); HIV/AIDS (3.58 per 10,000 [95% CI 0.58; 6.57]); and respiratory diseases (3.56 per 10,000 [95% CI 0.18; 6.94]). The ten most common causes of death accounted for 72.30% of the mortality difference. Infant mortality also had signifi cantly higher age-adjusted rates in high inequality areas (2.80 per 10,000 [95% CI 0.86; 4.74]), as well as among males (27.37 per 10,000 [95% CI 6.19; 48.55]) and females (15.07 per 10,000 [95% CI 3.65; 26.48]). CONCLUSIONS: The study results support the relative income hypothesis. After propensity score matching cause-specifi c mortality rates was higher in more unequal areas. Studies on income inequality in smaller areas should take proper accounting of heterogeneity of social and demographic characteristics.; OBJETIVO: Analisar causas básicas de óbito segundo a teoria de renda relativa. MÉTODOS. Os 96 distritos do Município de São Paulo...

‣ Cause-specific mortality and income inequality in São Paulo, Brazil; Mortalidade segundo causas básicas e desigualdade de renda no Município de São Paulo; Mortalidad según causas básicas y desigualdad de renta en el Municipio de Sao Paulo, Brasil

Chiavegatto Filho, Alexandre Dias Porto; Gotlieb, Sabina Lea Davidson; Kawachi, Ichiro
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
OBJECTIVE: To analyze cause-specific mortality rates according to the relative income hypothesis. METHODS: All 96 administrative areas of the city of São Paulo, southeastern Brazil, were divided into two groups based on the Gini coefficient of income inequality: high (>0.25) and low (<0.25). The propensity score matching method was applied to control for confounders associated with socioeconomic differences among areas. RESULTS: The difference between high and low income inequality areas was statistically significant for homicide (8.57 per 10,000; 95%CI: 2.60;14.53); ischemic heart disease (5.47 per 10,000 [95%CI 0.76;10.17]); HIV/AIDS (3.58 per 10,000 [95%CI 0.58;6.57]); and respiratory diseases (3.56 per 10,000 [95%CI 0.18;6.94]). The ten most common causes of death accounted for 72.30% of the mortality difference. Infant mortality also had significantly higher age-adjusted rates in high inequality areas (2.80 per 10,000 [95%CI 0.86;4.74]), as well as among males (27.37 per 10,000 [95%CI 6.19;48.55]) and females (15.07 per 10,000 [95%CI 3.65;26.48]). CONCLUSIONS: The study results support the relative income hypothesis. After propensity score matching cause-specific mortality rates was higher in more unequal areas. Studies on income inequality in smaller areas should take proper accounting of heterogeneity of social and demographic characteristics.

‣ Transporte e exclusão social: a mobilidade da população de baixa renda da Região Metropolitana de São Paulo e trem metropolitano; Transportation and social exclusion: the mobility of low income population of São Paulo metropolitan region and metropolitan train.

Rosa, Silvio José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) com mais de 18 milhões de habitantes realizando por dia 39 milhões de viagens, sendo 25 milhões motorizadas e 14 milhões a pé, convive com problemas diários que dificultam os deslocamentos necessários da sua população. O crescimento desordenado da região exigiu mais e maiores deslocamentos, contribuindo para deteriorar a qualidade do transporte coletivo. Os indivíduos, insatisfeitos com essa condição, buscaram suprir suas necessidades de transporte, invariavelmente, com o uso do automóvel (os que podem), o que aumenta a dependência por esse modo e contribui para a inviabilidade do transporte público segregando espacialmente os mais pobres. Assim, temos a caracterização de uma forma de exclusão social proporcionada pela insuficiência dos meios de transportes na RMSP, que pode se agravar à medida que o custo financeiro crescente do deslocamento em função da distância, transbordos tarifados etc., atinja diretamente os usuários de menores rendas. Há uma associação muito estreita entre mobilidade urbana e renda, ou seja, a renda familiar é um fator determinante da mobilidade. Diante disto, este trabalho tem como objetivo analisar a mobilidade da população de baixa renda da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP)...

‣ Marketing de relacionamento para o público de baixa renda: um estudo exploratório no varejo de eletrodomésticos; Relationship marketing in the low income segment: an exploratory study in the electronic goods retail.

Silva, Sérgio de Souza e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Este estudo tem como objetivo principal identificar se, no varejo de eletrodomésticos, o marketing de relacionamento é utilizado como ferramenta para gerir segmentos de baixa renda da população. O objetivo secundário é investigar em quais parâmetros ocorrem as ações de relacionamento nesse setor: como é feita a segmentação da base de clientes; a ativação desses segmentos por meio de ações dirigidas; o papel do banco de dados; a gestão das informações sobre os clientes e das ações de relacionamento. O trabalho se inicia pela apresentação e justificativa do tema e do problema de pesquisa; discorre acerca da relevância acadêmica e dos desafios de compreender o consumo da população de baixa renda; apresenta a importância do mercado de eletrodomésticos como elemento do objeto de pesquisa e comenta as práticas do marketing de relacionamento (MR) como diferencial competitivo. Ainda a respeito do MR, apresenta o desafio de implantar programas do CRM para abordar as camadas populares. No capítulo seguinte, discorre sobre os conceitos de canais de marketing e varejo, estrutura dos canais de marketing, a liderança do canal, o varejo de eletrodomésticos no Brasil e o poder conferido pelo relacionamento com os clientes. Na seção que se segue...

‣ A desigualdade de renda no Brasil está realmente declinando? Uma abordagem considerando o problema de seleção; Is income inequality in Brazil is really falling? An approach considering the selection problem

Silva, Andre Marinho da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Esta dissertação busca avaliar o comportamento da renda mediana e da desigualdade de rendimentos tratando o problema de seleção, através de uma abordagem ainda não utilizada em estudos semelhantes no Brasil. A metodologia empregada busca tratar o problema de seleção utilizando apenas hipóteses fracas e pautadas em argumentos econômicos, estimando os menores intervalos possíveis para a distribuição de renda da população. Os resultados obtidos mostram que as medianas dos rendimentos potenciais em 2002 e 2004 eram inferiores aos de 1996. Adicionalmente, a desigualdade de renda potencial recuou no Brasil entre 1996 e 2006.; This dissertation aims to evaluate the median income and income inequality behavior treating the selection problem with an approach not yet used in similar studies in Brazil. The present methodology tries to address the selection problem using only weak assumptions based on economic arguments, estimating the smallest possible intervals for the population income distribution. The results show that the mean potential income of 2002 and 2004 was smaller than the one of 1996. Additionally, the potential income inequality in Brazil fell from 1996 to 2006.

‣ Impacto do Programa Bolsa Família sobre a aquisição de alimentos em famílias brasileiras de baixa renda; Martins, APB. Impact of the Bolsa Família Program on food purchases in low-income Brazilian families

Martins, Ana Paula Bortoletto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
INTRODUÇÃO: Programas de transferência de renda começaram a ser implantados no Brasil em 1990, foram gradativamente expandidos até 2003 e, a partir de então, foram integrados no Programa Bolsa Família. As avaliações de impacto dos programas de transferência de renda sobre alimentação dos beneficiários brasileiros são escassas e não apresentam resultados consistentes. OBJETIVO: Avaliar o impacto do Programa Bolsa Família (doravante denominado programa) sobre a aquisição de alimentos em famílias de baixa renda no Brasil. MÉTODOS: Foram utilizados dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares realizada em 2008-09 em uma amostra probabilística de 55.970 domicílios brasileiros. Esta pesquisa coletou em cada domicílio dados relativos à quantidade e custo de todas as aquisições de alimentos e bebidas realizadas em um período de sete dias consecutivos. O valor per capita do gasto semanal e da energia diária, relativos a cada item alimentar, foram calculados. A avaliação de impacto foi realizada para o conjunto dos domicílios de baixa renda (com renda per capita inferior a R$210,00) e, separadamente, para os domicílios deste conjunto com renda superior e inferior à mediana, doravante denominados, respectivamente...

‣ Resultado abrangente: formato de apresentação, maturação e os impactos na decisão de investimento; Comprehensive income: presentation format, maturity and the impacts on investment decision

Checon, Bianca Quirantes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Os organismos reguladores da Contabilidade ao optarem por um usuário-alvo da informação contábil, na atualidade, tem dado ênfase aos investidores. As normas contábeis visam, em teoria, a geração de informações que sejam úteis e relevantes no processo decisório desses usuários. Entretanto, além do conteúdo, o formato de apresentação das demonstrações contábeis pode afetar a maneira como seus usuários incorporam-na em seus processos decisórios. Considerando os investidores como agentes racionais limitados, supõe-se que esses agentes buscam otimizar suas escolhas e consideram o custo-benefício das informações disponíveis, em vista da sua limitada capacidade de processamento. Nesse contexto, a literatura vem destacando que o formato de apresentação das demonstrações contábeis é capaz de afetar a atratividade das decisões sobre investimentos, o que, por consequência, pode influenciar o modo como as entidades divulgam suas informações financeiras. As preferências pelo formato de apresentação das informações contábeis podem ser intensificadas quando as entidades direcionam esse formato, visando destacar as informações que transmitam uma melhor posição financeira das mesmas, segundo o argumento da miopia do mercado acionário. Neste sentido...

‣ Estimativa econométrica das elasticidades renda e preço da demanda por gás natural para o setor industrial brasileiro; Econometric Forecasts: A Study on Long-Term Price and Income Elasticity for Natural Gas in the Brazilian Industrial Sector

Cabral, Renata Fonseca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Este trabalho tem como objetivo estimar a elasticidade renda e preço da demanda por gás natural no Brasil para o setor industrial brasileiro. O segmento de consumo industrial representa cerca de dois terços do consumo de gás natural no país, destacando sua importância estratégica na elaboração de política energética relacionada ao gás. Este trabalho apresenta também o incremento nas trocas internacionais de gás natural e a perspectiva de aumento do uso desse energético no Brasil e no mundo. Alguns desafios ainda se colocam para a efetiva globalização dessa indústria, como: a necessidade de realização de investimentos em infraestrutura de produção, transporte e distribuição; o aprimoramento do acesso às principais reservas do hidrocarboneto; e as incertezas com relação à evolução da demanda. Utiliza-se o estudo estatístico econométrico para estimar as elasticidades preço e renda, ou seja, para investigar como a demanda industrial brasileira reage frente a um aumento ou diminuição de preço do gás e das variações na renda disponíveis no Brasil. Como proxy da renda industrial utilizam-se os dados do PIB industrial brasileiro. Após identificar que as séries estudadas eram não estacionárias, optou-se pela utilização do conceito de cointegração. Os resultados obtidos por meio do referido modelo mostraram que a demanda estudada é muito mais sensível a variações do preço do gás natural do que a variações na renda. Desse modo...

‣ Dreaming up the right career: an exploratory study of the career aspirations of low-income adolescents living in urban São Paulo

Zakzouk, Mohamed
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
No Brasil, os jovens de baixa renda estão propensos ao desemprego, o que é particularmente problemático em uma economia emergente onde a desigualdade de renda é relativamente alta, e onde o desenvolvimento socioeconômico futuro pode depender do crescimento e da estabilidade de uma classe média já vulnerável. Além disso, o desemprego entre os jovens, especialmente em cidades urbanas, está associado a elevada incidência de violência, comportamento ilegal, aumento da desigualdade e instabilidade sociopolítica. Este estudo complementa tentativas existentes de promover as perspectivas de emprego da juventude brasileira, investigando as aspirações profissionais de 25 adolescentes que vivem em comunidades de baixa renda na zona urbana de São Paulo. A pesquisa foi realizada através de grupos de foco durante o período de quatro encontros nas comunidades paulistanas de Vila Albertina, Heliópolis, Vila Prudente e Vila Nova Esperança. Os resultados da pesquisa repetem, em grande parte, o conhecimento existente que diz respeito a adolescentes; eles confirmam o papel importante que o mérito individual, o microambiente e os modelos exemplares (isto é, familiares, colegas e educadores locais) têm de moldar e possibilitar (ou impedir) os planos de carreira de jovens adultos...

‣ Aspectos relacionados aos efeitos da desigualdade de renda na saúde : mecanismos contextuais; Issues regarding the effects on health of income inequality : contextual mechanisms

Celeste, Roger Keller; Nadanovsky, Paulo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
O Brasil é um dos países mais desiguais em distribuição de renda e a influência desse fator na saúde das pessoas é controversa. Este artigo revisou a metodologia para estudos contextuais e mecanismos de ação que podem explicar o efeito contextual da desigualdade de renda na saúde. O estudo de efeitos contextuais necessita de teorias multiníveis bem formuladas que identifiquem o papel de cada variável no modelo, e o nível de agregação ideal das variáveis contextuais. Foram identificadas quatro explicações: (1) artefato estatístico; (2) comparação social;(3) subinvestimento público; (4) capital social. A contribuição relativa de cada um desses mecanismos não está ainda bem avaliada. Concluímos que a existência de diferentes mecanismos de ação pode explicar parte da heterogeneidade dos resultados. Outra explicação é que a desigualdade de renda pode captar outros construtos, como estratificação social ou políticas públicas e, em alguns casos, pode não ser um bom marcador de tais construtos. Estudos com maior poder de estabelecimento de relação causal são necessários. Uma possibilidade é a avaliação do impacto de políticas de intervenção direcionadas para redistribuição de renda.; Brazil is one of the most unequal countries in income distribution. The influence of this factor on people’s health is controversial. This article reviews the contextual effects and possible pathways linking income inequality to health. Contextual effect studies need well-developed multilevel theories...

‣ Mobilidade brasileira a partir de estratos de renda : (1981 a 2004); Brazilian social mobility among income brackets : (1981-2004)

Maria Alice Pestana de Aguiar Remy
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.45607%
Esta dissertação analisa a evolução da mobilidade da sociedade brasileira entre cinco estratos de renda, com base na alocação de todos os membros da família na faixa de renda de sua maior remuneração individual, durante o período 1981-2004. O pressuposto teórico consiste na crença de que a posição social das famílias está diretamente relacionada à inserção na sociedade de seu integrante de melhor remuneração. Os dados utilizados são os das Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNADs) a partir de 1981, coletados anualmente pelo IBGE, salvo para os anos em que inexistiu a pesquisa. Os principais resultados apontam para uma redução dos espaços sociais ou para o encolhimento da proporção de pessoas nos três estratos superiores de renda e ampliação dos dois estratos da base da pirâmide, numa trajetória descendente de famílias, ainda com baixo nível de rendimento individual. As famílias com crianças tiveram os piores desempenhos e a comparação entre as trajetórias de pessoas até a pré-adolescência registraram o pior desempenho durante o período 2000-2004. Por outro lado, também é possível constatar que o movimento de melhoria de renda ocorrido logo após aos dois maiores planos econômicos (Cruzado e Real) perderam o vigor ao longo do tempo; This dissertation analyzes the evolution of Brazilian society mobility among five income brackets. It is based on the allocation of all family members with their highest individual earnings within their income bracket during the period of 1981 through 2004. The theoretical assumption builds its foundation on the fact that the family social status is directly related to the induction in society of the highest paying family member. The data is used from Pesquisas Nacionais por Amostra a Domicilio (PNADs) from 1981 on...

‣ Why labor income shares seem to be constant?

Zuleta, Hernando
Fonte: Facultad de Economía Publicador: Facultad de Economía
Tipo: info:eu-repo/semantics/book; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
The common assumptions that labor income share does not change over time or across countries and that factor income shares are equal to the elasticity of output with respect to factors have had important implications for economic theory. However, there are various theoretical reasons why the elasticity of output with respect to reproducible factors should be correlated with the stage of development. In particular, the behavior of international trade and capital flows and the existence of factor saving innovations imply such a correlation. If this correlation exists and if factor income shares are equal to the elasticity of output with respect to factors then the labor income share must be negatively correlated with the stage of development. We propose an explanation for why labor income share has no correlation with income per capita: the existence of a labor intensive sector which produces non tradable goods.

‣ Cardiovascular Inflammation in Healthy Women: Multilevel Associations with State-Level Prosperity, Productivity and Income Inequality

Ommerborn, Mark J; Huisingh, Carrie E; Clark, Cheryl; Ridker, Paul M.; Coull, Brent Andrew; Buring, Julie Elizabeth; Berkman, Lisa Faye
Fonte: BioMed Central Publicador: BioMed Central
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
Background: Cardiovascular inflammation is a key contributor to the development of atherosclerosis and the prediction of cardiovascular events among healthy women. An emerging literature suggests biomarkers of inflammation vary by geography of residence at the state-level, and are associated with individual-level socioeconomic status. Associations between cardiovascular inflammation and state-level socioeconomic conditions have not been evaluated. The study objective is to estimate whether there are independent associations between state-level socioeconomic conditions and individual-level biomarkers of inflammation, in excess of individual-level income and clinical covariates among healthy women. Methods: The authors examined cross-sectional multilevel associations among state-level socioeconomic conditions, individual-level income, and biomarkers of inflammation among women (n = 26,029) in the Women's Health Study, a nation-wide cohort of healthy women free of cardiovascular diseases at enrollment. High sensitivity C-reactive protein (hsCRP), soluble intercellular adhesion molecule-1 (sICAM-1) and fibrinogen were measured between 1993 and 1996. Biomarker levels were examined among women within quartiles of state-level socioeconomic conditions and within categories of individual-level income. Results: The authors found that favorable state-level socioeconomic conditions were correlated with lower hsCRP...

‣ Health and income: A robust comparison of Canada and the US

Duclos, Jean-Yves; Échevin, Damien
Fonte: Conselho Superior de Investigações Científicas Publicador: Conselho Superior de Investigações Científicas
Tipo: Documento de trabajo Formato: 568092 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
24 pages, 3 figures, 5 tables.-- JEL Classification Numbers: I10; I32; I38; D63; D30; H51.; This paper uses sequential stochastic dominance procedures to compare the joint distribution of health and income across space and time. It is the First application of which we are aware of methods to compare multidimensional distributions of income and health using procedures that are robust to aggregation techniques. The paper's approach is more general than comparisons of health gradients and does not require the estimation of health equivalent incomes. We illustrate the approach by contrasting Canada and the US using comparable data. Canada dominates the US over the lower bi-dimensional welfare distribution of health and income, though not generally in terms of the uni-dimensional distribution of health or income. The paper also finds that welfare for both Canadians and Americans has not unambiguously improved during the last decade over the joint distribution of income and health, in spite of the fact that the uni-dimensional distributions of income have clearly improved during that period.; Peer reviewed

‣ The Causal Effect of Income on Health: Evidence from Germany Reunification

Frijters, Paul; Haisken-DeNew, John P; Shields, Michael A
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
We investigate whether there was a causal effect of income changes on the health satisfaction of East and West Germans in the years following reunification. Our data source is the German Socio-Economic Panel (GSOEP) between 1984 and 2002, and we fit a recently proposed fixed-effects ordinal estimator to our health measures and use a causal decomposition technique to account for panel attrition. We find evidence of a significant positive effect of income changes on health satisfaction, but the quantitative size of this effect is small. This is the case with respect to current income and a measure of 'permanent' income.

‣ Renda, preço dos alimentos e participação de frutas e hortaliças na dieta; Income, food prices, and participation of fruit and vegetables in the diet

Claro, Rafael Moreira; Carmo, Heron Carlos Esvael do; Machado, Flávia Mori Sarti; Monteiro, Carlos Augusto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
OBJETIVO: Analisar a influência da renda e preços dos alimentos sobre a participação de frutas, legumes e verduras no consumo alimentar das famílias. MÉTODOS: Os dados provêm da Pesquisa de Orçamentos Familiares da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas 1998/99, no Município de São Paulo. A influência da renda e do preço dos alimentos sobre a participação de frutas, legumes e verduras no total calórico foi estudada utilizando-se técnicas de análise de regressão para estimação de coeficientes de elasticidade. RESULTADOS: Observou-se aumento da participação de frutas, legumes e verduras no total de calorias adquirido com a diminuição de seu próprio preço, elevação da renda familiar, e aumento do preço dos demais alimentos. Um por cento da diminuição de preço das frutas, legumes e verduras aumentaria em 0,2% sua participação no total calórico; 1% de aumento do preço dos demais alimentos reduziria em 0,07%, a participação; 1% de aumento da renda familiar aumentaria em 0,04% a participação. O efeito dos preços dos demais alimentos perdeu intensidade nos estratos de maior renda, e nos outros dois casos não se identificou um padrão consistente de relação com os estratos de renda. CONCLUSÕES: A redução de preço de frutas...

‣ Desigualdades socioeconômicas nos gastos e comprometimento da renda com medicamentos no Sul do Brasil; Desigualdades socioeconómicas en los gastos y comprometimiento de la renta con medicamentos en el Sur de Brasil; Socioeconomic inequalities in expenditures and income committed to the purchase of medicines in Southern Brazil

Boing, Alexandra Crispim; Bertoldi, Andréa Dâmaso; Peres, Karen Glazer
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
OBJETIVO: Descrever as desigualdades socioeconômicas referentes ao uso, gastos e comprometimento de renda com a compra de medicamentos. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional com 1.720 adultos de área urbana de Florianópolis, SC, em 2009. Realizou-se a seleção da amostra por conglomerados e as unidades primárias foram os setores censitários. Investigou-se o uso de medicamentos e os gastos com sua compra nos 30 dias anteriores, por meio de entrevista. Uso, gasto e comprometimento de renda devido a medicamentos foram analisados segundo a renda familiar per capita, a cor da pele auto-referida, idade e o sexo dos indivíduos, ajustado para amostra complexa. RESULTADOS: A prevalência de uso de medicamentos foi de 76,5% (IC95%: 73,8;79,3), maior entre as mulheres e naqueles com maior idade. A média de gastos com medicamentos foi igual a R$ 46,70, com valores mais elevados entre as mulheres, os brancos, os com idade mais elevada e entre os mais ricos. Enquanto 3,1% dos mais ricos comprometeram mais de 15% de seus rendimentos na compra de medicamentos, esse valor chegou a 9,6% nos mais pobres. A proporção de pessoas que tiveram de comprar medicamentos após tentativa fracassada de obtenção pelo Sistema Único de Saúde foi maior entre os mais pobres (11...

‣ Gestão de clubes de futebol brasileiros: fontes alternativas de receita; Managing Brazilian Football Clubs: Alternative Sources of Income; Managing Brazilian Football Clubs: Alternative Sources of Income

Silva, Cláudio Vicente Di Gioia Ferreira; IBMEC; Campos Filho, Luiz Alberto Nascimento; IBMEC
Fonte: Universidade Federal Fluminense - LATEC Publicador: Universidade Federal Fluminense - LATEC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
O futebol como negócio representa uma oportunidade de alavancagem sócio-econômica. É preciso que haja uma modernização das organizações que o comandam, já que a sociedade brasileira é insatisfeita com os serviços prestados e os clubes brasileiros, em sua maioria endividada, acabam desvalorizando sua marca associada a uma ineficácia administrativa. Em 1998 um novo fator veio influenciar nesse cenário: foi sancionada a Lei nº. 9.615, conhecida como lei Pelé, que extinguiu o passe dos jogadores de futebol. Até então, os clubes de futebol brasileiros tinham como principal fonte de receita a venda do passe de jogadores. A partir dessa mudança regulatória, os clubes foram obrigados a desenvolver fontes alternativas de receita. O presente artigo tem como objetivo analisar este novo cenário e apresentar opções aos clubes, que não estejam ligadas somente á venda de passe de jogadores. Para isso será realizado um estudo comparativo entre o futebol brasileiro e o futebol europeu, identificando quais as estratégias empregadas e os resultados obtidos. Nesse contexto, o apoio governamental e a relação dos clubes com os seus clientes mostraram-se como os itens relevantes.; Football as a business is a chance of socio economic leverage. Football organizations need to become modern since the Brazilian society is unhappy with the quality of service provide and clubs...

‣ Top income shares, business profits, and effective tax rates in contemporary Chile

Fairfield, Tasha; Jorratt, Michel
Fonte: Wiley on behalf of the International Association for Research in Income and Wealth Publicador: Wiley on behalf of the International Association for Research in Income and Wealth
Tipo: Article; PeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.483198%
We contribute to research on inequality and world top incomes by presenting the first calculations of Chilean top income shares and effective tax rates using individual tax-return microdata from 2005 and 2009. We pay special attention to business income, which dominates at the top. Our analysis includes not only distributed profits, but also the large proportion of accrued profits retained by firms, which are rarely analyzed given the difficulty of identifying individual owners. Our most conservative top 1% income-share estimate is 15%—the fifth highest in the top incomes literature. When distributed profits are adjusted for evasion, the top 1% share reaches 22-26%. When we broaden the income concept to include accrued profits, which we impute to taxpayers using ownership shares calculated from business tax forms, the top 1% share increases to a minimum of 23%. Despite this impressive income concentration, the top 1% pays modest average effective income-tax rates of 15–16%.