Página 17 dos resultados de 1181 itens digitais encontrados em 0.004 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

‣ Ensaios sobre macroeconomia e mercado de trabalho; Essays on macroeconomics and labor market

Attuy, Guilherme de Moraes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
17.136553%
Os três artigos que compõem esta Tese possuem em comum a discussão da macroeconomia e o mercado de trabalho, para a investigação de problemas específicos. Desta forma, esta Tese busca preencher importantes lacunas presentes na literatura nacional e internacional. O primeiro artigo analisa os ciclos do desemprego brasileiro a partir de dados de fluxo de trabalhadores obtidos a partir da Pesquisa Mensal de Emprego (PME-IBGE). Usamos a abordagem proposta por Shimer (2007), que tenta controlar para eventual viés decorrente da agregação temporal nos dados do mercado de trabalho. Os dados brasileiros sugerem que a margem de ingresso para o desemprego (margem de separação) tem grande relevância para explicar os ciclos da taxa de desemprego no Brasil no período de março de 2002 a dezembro de 2010. Tais resultados indicam que o Brasil, relativamente a alguns países desenvolvidos, apresenta um mercado de trabalho com características mais próximas de um contexto com baixa regulamentação, ou seja, que o ingresso (e não a saída) no desemprego seria o principal responsável por sua flutuação. Além disso, a dinâmica da margem de separação, em relação a indicadores de atividade (PIB e Taxa de Desemprego), tem um comportamento claro (anticíclico e pró-cíclico...

‣ Salário mínimo, desigualdade e informalidade; Minimum wage, inequality and informality

Komatsu, Bruno Kawaoka
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
17.136553%
O mercado de trabalho brasileiro tem apresentado nos últimos anos tendências que chamam a atenção e que suscitam questões diversas do ponto de vista da literatura econômica. A partir de 2004, aliada à redução da taxa de desemprego (que cai à metade em menos de uma década), o salário mínimo apresenta crescimento real de quase dois terços do seu valor, a desigualdade salarial é sensivelmente reduzida, ao mesmo tempo em que a taxa de formalidade alcança níveis muito elevados. A partir desse pano de fundo, o presente trabalho pretende examinar duas questões centrais. A primeira delas seria sobre os efeitos do aumento do salário mínimo sobre a desigualdade salarial. Utilizamos uma metodologia de densidades contrafactuais com dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) de 2004 e 2011 para avaliar os efeitos da variação do salário mínimo, do aumento da formalização, das características pessoais e das condições de oferta e demanda do mercado de trabalho sobre as mudanças das densidades salariais. Como resultados anteriores da literatura, as estimativas indicam que o primeiro fator exerce efeitos expressivos no sentido de reduzir a dispersão salarial da densidade como um todo e em especial na calda inferior. Eles são robustos à inversão da ordem de decomposição e se mantêm relevantes entre as mulheres. Os efeitos da formalização se mantêm com a inversão da ordem somente entre os homens e são maiores...

‣ O programa Mais Educação, uma proposta de educação em tempo integral?; The program Mais Educação (more education), a proposal of full-time education?

Santos, Alessandra Rodrigues dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
17.136553%
Esta dissertação teve por objetivo identificar se o Programa Mais Educação (PME), programa do governo federal apresentado pelo MEC em abril de 2007 que se destina à educação básica é uma possibilidade de estimular e qualificar às iniciativas de educação pública para uma educação em tempo integral. Delimitou-se em focar no Programa Mais Educação para o ensino fundamental nos períodos de 2008 a 2013. Sua análise foi realizada a partir de estudo teórico sobre educação integral e educação em tempo integral, bem como pesquisa de documentos disponibilizados pelo próprio Ministério da Educação (MEC) em sites e diretrizes gerais, em especial foram analisados os relatórios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Censo Escolar (INEP) sobre o Programa Mais Educação e a Educação em Tempo Integral no Brasil de 2008 a 2013. Na perspectiva de compreender e identificar a concepção de educação subentendida nas propostas de ampliação do tempo de escolarização foram estudados alguns autores clássicos e contemporâneos que conceituam educação e educação integral. Foram abordados os preceitos legais das Constituições Nacionais e legislação da educação brasileira a partir da década de 1930. Dentre várias experiências de educação em tempo integral foram selecionadas algumas implantadas no Brasil a partir dos anos de 1950: o Centro Educacional Carneiro Ribeiro...