Página 19 dos resultados de 47045 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

‣ Acupuntura na saúde pública: uma realidade histórica e atual para enfermeiros; Public Health: a history and a reality for nurses

Kurebayashi, Leonice Fumiko Sato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.243057%
O presente estudo tem como objetivos: desvelar percepções de enfermeiros acerca da acupuntura como prática assistencial de enfermagem; identificar fatores dificultadores/facilitadores para a implantação da acupuntura como técnica complementar à assistência de saúde; discutir aspectos contraditórios e os dilemas ético-legais que perpassam a prática da acupuntura pelo enfermeiro em serviços de saúde pública. Pesquisa de campo exploratória foi realizada com 33 enfermeiras, de 11 Unidades de Saúde, da Região Sudeste do Município de São Paulo, que oferecem atendimento de acupuntura por profissionais médicos. Os dados coletados nas entrevistas foram examinados com base na Análise de Conteúdo de Bardin (2004) e Minayo (2007) e distribuídos em quatro categorias principais: (1) percepções de enfermeiros acerca da acupuntura na assistência à saúde; (2) fatores dificultadores e (3) facilitadores da prática da acupuntura pelo enfermeiro em serviços de saúde pública e (4) dilemas ético-legais na prática da acupuntura vivenciados pelos enfermeiros. Debates sobre percepções referentes à acupuntura revelaram credibilidade de pacientes na eficácia da técnica em uma grande variedade de enfermidades, especialmente em doenças crônicas...

‣ A contribuição de Mário de Andrade para a Saúde Pública no estabelecimento de um projeto de educação destinado a crianças e jovens no Departamento Municipal de Cultura da cidade de São Paulo (1935-1938); The contribution as of Mário de Andrade for the Public Health at the establishment of a project as of education aimed at children and young people at the Municipal Department of Culture of the city of Sao Paulo (1935-1938)

Andrade, Cleide Lugarini de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.2227%
Este trabalho analisou as ações da Seção de Educação e Recreio do Departamento Municipal de Cultura da cidade de São Paulo, entre os anos 1935 e 1938, do ponto de vista da sua contribuição para o campo da Saúde Pública. Nessa direção, estudamos algumas dessas ações, concretizadas por meio de equipamentos destinados a crianças, adolescentes e jovens pobres, especialmente filhos de operários, equipamentos estes que visaram o estabelecimento de uma política na qual a cultura constituiu-se em marca distintiva da saúde pública. Esse projeto, que teve à frente Mário de Andrade, foi abortado prematuramente pelo golpe do Estado Novo em 1937. Defendemos aqui a tese de que o desmoronamento do projeto desenvolvido por Mário de Andrade e seus colaboradores não representou apenas o fim de uma proposta inovadora de educação para a saúde desse segmento social, senão também, em termos simbólicos, a interrupção de um projeto mais amplo de mudança da sociedade brasileira em busca de maior igualdade e equidade sociais, anunciado com mais força a partir de 1930. Ao Estado caberia, nesse projeto, o único papel que um Estado republicano e democrático pode desempenhar, isto é, o de financiador e gestor dos bens públicos. No entanto...

‣ Acesso a dados financeiros da gestão da saúde pública: uma análise do sítio do Datasus

Lopes, Rita de Cássia Cassiano
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 112 f. : il. color.
Português
Relevância na Pesquisa
67.2227%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência da Informação - FFC; The area of the Brazilian public health problems have on quality of services, often for lack of adequate investment, causing a direct impact on programs created by the Ministry of Health to promote health. Information on government actions, previously unavailable, are now available on the websites of the Federal Government, with the aim of increasing the transparency of public management, allowing citizens to track how public money is being used and help supervise. Health professionals are essential actors in the supervision of such acts as are potential members of Health Councils, agencies responsible for these inspections. Information arising from financial transfers from the Federal Government are crucial for effective supervision. Through an observation made with future health professionals, this study presents results on the perception of these users, the access to this type of process data. The quantitative methodology was exploratory, with the use of questionnaires and graded responses for Likert Scale. Access to the data were made through the site Datasus. The research result showed that there is great difficulty in accessing data on government sites and process the occurrence of some pages unavailable prevented some queries. Who were injured it was concluded principles proposed by the Open Data Movement and sampling the lack of health professionals on ways of how the transfers are made and identified the difficulties to access information on the Health Portal was identified.; A área da saúde pública brasileira possui problemas acerca da qualidade dos serviços prestados...

‣ Situação de um serviço de saúde pública de Fortaleza: realidade vivenciada pelo enfermeiro

Medeiros,Janaina de Vasconcelos; Jorge,Maria Salete Bessa
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 Português
Relevância na Pesquisa
67.23026%
O presente estudo tem como objetivo buscar compreender como os enfermeiros percebem o atual momento na saúde pública. A pesquisa é do tipo qualitativa, de natureza descritiva, crítica e analítica. Foi realizada no período de junho de 1999 a setembro de 2000, em um hospital da rede pública de Fortaleza. Fizeram parte deste estudo 30 enfermeiros. 19 aceitaram participar do estudo, 8 se recusaram não respondendo o questionário e 3 estavam afastados por licença. Optou-se por trabalhar com questionário e entrevistas de aprofundamento. Como pressupostos de análise, utilizamos a análise de conteúdo. Concluímos que os enfermeiros experimentam uma "catarse" de sentimentos, a partir do momento em que se percebem enquanto trabalhadores de saúde, inseridos no contexto da saúde pública. Finalmente, os enfermeiros se referem às contribuições dadas no sentido de melhorar a sua atuação no serviço de saúde pública, considerando o quadro atual de saúde no País.

‣ Funções essenciais de saúde pública no currículo de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rodrigues,Carla Daiane Silva; Witt,Regina Rigatto
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.23026%
O referencial das Funções Essenciais de Saúde Pública (FESP), da Organização Pan-Americana da Saúde, foi desenvolvido para melhorar o desempenho da saúde pública, o qual depende da formação dos profissionais de saúde. Foi realizado um estudo de caso com objetivo de identificar a inserção das FESP no Currículo do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foram definidas palavras-chave a partir das definições das onze FESP, procedendo-se à busca nos planos de ensino das disciplinas do Currículo. Verificou-se a inserção de dez FESP, sendo a de maior ocorrência a de desenvolvimento de recursos humanos e capacitação em saúde pública. O Currículo em estudo contempla algumas FESP de forma mais intensa, o que deve propiciar a formação de enfermeiras capazes de contribuir para o desempenho destas. É necessário inserir as demais, contribuindo para o bom desempenho da saúde pública pelos profissionais formados na instituição.

‣ Interesse de estudantes de medicina na produção científica em saúde pública

Souza,Mauro Junqueira de; Sampaio,Bianca Tabet Gonzalez; Ferreira,Letícia de Castro Martins; Nogueira,Mário Círio
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.238115%
INTRODUÇÃO: Poucas pesquisas abordam o ensino de Saúde Pública nos cursos de graduação.O objetivo deste trabalho foi investigar o interesse dos estudantes de Medicina nesta área. MÉTODOS: Foram feitos inquéritos, em semestres consecutivos, com alunos de Medicina, com aplicação de questionário estruturado. Entre os inquéritos foi feita a divulgação de uma página na internet com resumos comentados de artigos publicados em revistas de Saúde Pública. RESULTADOS: Dos entrevistados, 59,8% no primeiro inquérito e 46,5% no segundo relataram maior interesse em Saúde Pública. Estes fazem mais leitura de periódicos da área (47,5% x 25,4%; p<0,001), geralmente com frequência mensal. O meio de comunicação preferido para buscar informações sobre o tema foi a internet. Não houve aumento no interesse dos alunos após a divulgação da página na internet, que foi pouco acessada. CONCLUSÕES: Cerca de metadedos estudantes relataram maior interesse em Saúde Pública, e uma proporção menor tem o hábito da leitura de artigos com essa temática. A internet pode ser um canal interessante de divulgação de pesquisas sobre Saúde Pública,mas necessita de uma intervenção mais estruturada para alcançar um público maior.

‣ Emergências de saúde pública: conceito, caracterização, preparação e resposta

Carmo,Eduardo Hage; Penna,Gerson; Oliveira,Wanderson Kleber de
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.233716%
Nos últimos anos, tem havido uma maior preocupação internacional com a disseminação ou propagação de agentes etiológicos e doenças, de natureza infecciosa, química e radionuclear. Visando adequar os conceitos e as medidas para evitar ou reduzir o risco dessa disseminação, foi adotado pelos países o novo conceito de emergência de saúde pública de importância internacional, no âmbito do RSI (2005), e implementadas novas estratégias para preparação e resposta a essas emergências. Com base em análise de risco contextualizada sobre eventos de saúde que podem se disseminar internacionalmente, busca-se contar com instrumentos mais oportunos que permitam a identificação e a atuação precoce sobre esses eventos. A adaptação desse conceito, para o propósito da vigilância em saúde e rede de atenção dos serviços de saúde nacional, tem permitido um melhor gerenciamento dos eventos de saúde que constituem risco de disseminação ou propagação de doenças ou agravos dentro do território nacional, além de oferecer uma resposta mais oportuna. A análise sobre esses eventos, realizada no presente trabalho, indica que a ocorrência de desastres ambientais, em número mais reduzido quando comparada com os eventos de natureza infecciosa...

‣ A produção de conhecimentos na interface entre as ciências sociais e humanas e a saúde coletiva

Minayo,Maria Cecília de Souza
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.223467%
Este artigo trata da intercessão, no âmbito do conhecimento, entre as ciências sociais e humanas e a saúde coletiva. Parte-se do legado das ciências sociais clássicas, discute-se esse aporte, debate-se como e em que medida as ciências sociais e humanas em saúde constituem um subcampo que, por sua vez, articula diversas racionalidades. O texto se baseia numa pesquisa sobre a produção científica das sete principais revistas da área: Revista de Saúde Pública; Cadernos de Saúde Pública; Ciência & Saúde Coletiva; Saúde e Sociedade, Physis, Interface e História, Ciência e Saúde no período de janeiro de 2011 a agosto de 2012 (20 meses). Foram ao todo 1757 artigos publicados nessas revistas, sendo 545 (31,0%) sobre ciências sociais e saúde ou fazendo interface desse campo com a saúde coletiva. O artigo se debruça na análise dessa produção e conclui: que é pujante a participação das ciências sociais e humanas no campo da saúde; que existe um polo irradiador de conhecimentos que parte de autores seminais, mas já conta com a contribuição de estudiosos importantes de segunda e terceira geração; e que os problemas referidos pelos cientistas sociais e de humanidades da área de saúde são os mesmos que hoje ocupam os teóricos sociais...

‣ A transição paradigmática da saúde como um dever do cidadão: um olhar da bioética em Saúde Pública

Gaudenzi,Paula; Schramm,Fermin Roland
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.2227%
Uma das preocupações atuais da saúde pública é qual seria o tipo de responsabilização que poderia legitimamente ser exigida dos indivíduos pela sua saúde e, em particular, perguntar-se se é moralmente justificada alguma forma de penalização contra os comportamentos considerados não saudáveis. A bioética aplicada à moralidade das ações em saúde pública pretende garantir tanto um padrão de acesso a um sistema de saúde com cobertura universal quanto o desenvolvimento das capacidades humanas, devendo, portanto, enfrentar o conflito entre os princípios da justiça social e da autonomia individual, ponderando a proteção da saúde dos necessitados e as liberdades fundamentais de todos e de cada um. Para isso, bioética e saúde pública deverão interrogar-se sobre os efeitos biopolíticos inscritos nas políticas sanitárias, situando-se na encruzilhada entre a Era dos Direitos e o Estado de Exceção.

‣ Percepção de professores e estudante em relação ao perfil de formação de nutricionista em saúde pública

Pinheiro,Anelise Rizzolo de Oliveira; Recine,Elisabetta; Alencar,Bárbara de; Fagundes,Andhressa Araújo; Sousa,Jussara Santos de; Monteiro,Renata Alves; Toral,Natacha
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.25806%
OBJETIVO: Analisar a percepção de professores e estudantes em relação ao perfil de formação do nutricionista em saúde pública. MÉTODOS: A pesquisa, de abordagem qualiquantitativa, foi realizada com participantes do 21° Congresso Brasileiro de Nutrição. Foi aplicado um questionário com estudantes e recémegressos, e feito um grupo focal com professores. Foi estabelecida a análise descritiva dos dados quantitativos, e a análise qualitativa foi desenvolvida por meio da análise do discurso do sujeito coletivo. RESULTADOS: Dentre os estudantes, 35% relataram ter afinidade com a área de saúde pública, e 11% dos egressos disseram atuar em saúde pública. Segundo os professores, as principais barreiras percebidas na formação do nutricionista em saúde pública foram: dificuldade de inserção do profissional na área; relação entre teoria e prática; e relação ensino e serviço de saúde. CONCLUSÃO: Os aspectos de saúde pública na formação do nutricionista ainda são incipientes, o que evidencia a necessidade de um maior aprofundamento do tema.

‣ Saúde pública

Frota, Mário
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.243057%
Apresenta visão geral do tratamento dispensado à saúde pública no âmbito da União Europeia, fazendo a análise a partir de textos dos Tratados de Nice, Amsterdam e Maastricht e à luz dos princípios da precaução e da prevenção. Analisa, no domínio do Regulamento Europeu da Segurança Alimentar, regras voltadas para a proteção da sáude e segurança do consumidor. Versa sobre o direito à saúde como um direito fundamental previsto na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia, abordando a obrigação de se promover uma política educativa que permita a transparência da informação repassada aos consumidores, com vistas a previní-los em relação aos riscos gerados por produtos perigosos ou nocivos à saúde e avalia as diversa normas previstas na Lei de Proteção do Consumidor de Portugal que disciplinam o direito do consumidor à informação sobre riscos de produtos à sua saúde. Versa sobre o papel do médico veterinário como sustentáculo da saúde pública no campo da saúde animal e sua missão na segurança alimentar e enfoca as conexões funcionais entre estruturas médico-verterinárias e de consumidores, como emanação do direito de associação.

‣ Aproximação com a saúde pública e a promoção da saúde no exercício da docência em fisioterapia

Gasparetto, Andriele; Soares, Maria Cristina Flores
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.233716%
Este estudo investigou como fisioterapeutas, que atuam em Cursos de Fisioterapia do RS, se aproximam e articulam sua prática docente com a saúde pública/promoção da saúde. A coleta dos dados foi realizada de abril a outubro de 2008 através de um instrumento estruturado enviado a cada participante. Fizeram parte da amostra 126 docentes de 23 instituições, sendo 75,4% do sexo feminino, média de idade de 37,5 anos e tempo médio de docência de 7,5 anos. Esses sujeitos tiveram uma formação técnica, com pouca aproximação com a saúde pública/promoção da saúde. Sua atividade profissional anterior à docência esteve voltada à cura/reabilitação, principalmente em ambulatórios privados (8,76 ± 2,69). No exercício da docência, 31% supervisionam estágios em unidades públicas de atenção básica, 17,5% ministram disciplinas com aproximação à saúde pública/promoção da saúde e 33,75% estão em projetos de pesquisa nessa área. Entre as demais atividades na instituição, destacam-se as clínico-assistenciais (6,70 ± 4,02), promoção da saúde (6,52 ± 3,62) e prevenção de doenças (6,15 ± 3,72). Os resultados mostram que, apesar dos avanços observados nas práticas docentes com o tema proposto, há um longo caminho a ser percorrido para que sejam formados fisioterapeutas com o perfil proposto nas Diretrizes Curriculares Nacionais...

‣ Responsabilidade social em saúde pública

Nobre, Filipa Oliveira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.2463%
RESUMO - A Responsabilidade Social é actuar de modo justo, digno e responsável com todos os stakeholders. Por outro lado a Saúde Pública tem como principal objectivo promover a saúde dos indivíduos, comunidades e sociedades como um todo, incidindo nos determinantes de saúde. As empresas têm adoptado inúmeras acções e politicas socialmente responsáveis que contribuem para o aumento da concretização dos objectivos a longo prazo. As empresas criam códigos de ética e de conduta, redigem relatórios sociais, aderem a normas e certificações internacionais, promovem auditorias internas e externas, desenvolvem políticas laborais para evitar problemas e escândalos que afectem a reputação da empresa, apoiam cada vez mais causas sociais, preocupamse com o bem-estar e as condições de trabalho dos colaboradores e com o ambiente. Todos os esforços e investimentos parecem ser poucos quando se observa a possibilidade de maior reconhecimento e retorno financeiro. Existem diversas concepções para o que é ser-se socialmente responsável e de como a empresa deve agir enquanto cidadã. Ao mesmo tempo, são muitas as actividades que podem ser desenvolvidas no que diz respeito à responsabilidade social das empresas na área da promoção da saúde pública. Este estudo pretende criar uma ligação entre o conceito de Responsabilidade Social das Empresas e de Saúde Pública e...

‣ Saúde pública... é : permanências e modernidades nas representações de universitários; Public health is...: permanences and modernities in university students' representations

Lopes, Marta Júlia Marques; Bueno, André Luis Machado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.2463%
Este artigo apresenta e discute os resultados de uma pesquisa sobre as formas com que indivíduos e grupos entendem e representam a saúde pública como espaço de intervenção e assistência na área da saúde. Discute-se como estudantes universitários da área de saúde representam essas práticas, considerando que as representações são processos sócio-cognitivos, dependentes do sujeito, mas influenciados pelas condições sociais nas quais se elaboram e se transmitem. Trata-se de um estudo qualitativo, que se estendeu por oito semestres com oito turmas de estudantes de graduação em enfermagem, totalizando, aproximadamente, 350 alunos. Durante quatro anos (2000-2004), utilizamos a técnica de associação livre de palavras e expressões para desencadear, em sala de aula, a discussão temática ou “problemática” da saúde pública como campo de estudo e prática. Foram produzidos oito cartazes associativos categorizando o material por turmas de estudantes. A saúde pública configurase em palco de representações com significados, predominantemente negativos para diferentes sujeitos. Predominou a idéia de que a saúde pública “serve para quem não tem escolha” ao lado de uma idealização do seu potencial transformador configurado no Sistema Único de Saúde (SUS).; This article presents and discusses results of a study that investigated the ways in which subjects and groups understand and represent public health as a space of intervention and care in the health field. The discussion is about how university students in the health area represent such practices...

‣ Emergências de saúde pública: conceito, caracterização, preparação e resposta; Public health emergencies: concept, characterization, preparation and response

Carmo, Eduardo Hage; Penna, Gerson; Oliveira, Wanderson Kleber de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.233716%
Nos últimos anos, tem havido uma maior preocupação internacional com a disseminação ou propagação de agentes etiológicos e doenças, de natureza infecciosa, química e radionuclear. Visando adequar os conceitos e as medidas para evitar ou reduzir o risco dessa disseminação, foi adotado pelos países o novo conceito de emergência de saúde pública de importância internacional, no âmbito do RSI (2005), e implementadas novas estratégias para preparação e resposta a essas emergências. Com base em análise de risco contextualizada sobre eventos de saúde que podem se disseminar internacionalmente, busca-se contar com instrumentos mais oportunos que permitam a identificação e a atuação precoce sobre esses eventos. A adaptação desse conceito, para o propósito da vigilância em saúde e rede de atenção dos serviços de saúde nacional, tem permitido um melhor gerenciamento dos eventos de saúde que constituem risco de disseminação ou propagação de doenças ou agravos dentro do território nacional, além de oferecer uma resposta mais oportuna. A análise sobre esses eventos, realizada no presente trabalho, indica que a ocorrência de desastres ambientais, em número mais reduzido quando comparada com os eventos de natureza infecciosa...

‣ SERVIÇOS DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO; SERVIÇOS DE SAÚDE PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO

Mascarenhas, Rodolfo dos Santos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1964 Português
Relevância na Pesquisa
67.25806%
O autor apresenta, no trabalho, comentários e sugestões a respeito dos Serviços de Saúde Pública no Estado de São Paulo, Brasil. Inicia expondo conceitos de Saúde Pública e, em seguida, tece considerações sôbre padrão de vida e Saúde Pública, citando dados da América Latina. Estende-se, com mais detalhes, no que se refere aos níveis de saúde do Estado de São Paulo, apresentando dados, em geral dos anos de 1900 e 1960 ou 1961, tais como: coeficiente de mortalidade geral, razão de mortalidade proporcional, vida média ao nascer, mortalidade infantil, coeficiente de mortalidade por doenças transmissíveis, comparando-os com os de outros países. Tece, finalmente, algumas críticas aos Serviços de Saúde Pública do Govêrno do Estado de São Paulo, apontando diretrizes (policies) para a solução de seus problemas mais imediatos.; This paper analyses the administration of public health agencies in the State of São Paulo, Brazil. The author presents health and public health concepts and briefly comments on the relationships between standard of living and public health on the basis of Latin America date. Date related to ali causes of death, life expectancy, infant mortality to mention only a few, from the years 1900 and 1960-1961 is also presented. Comparison between the State of São Paulo and other countries is made. The author ends up by indicating a few aspects of São Paulo public health agencies that need to be improved...

‣ Voluntariado nas entidades sem fins lucrativos, rede colaborativa para uma saúde pública de qualidade

De Biase, Maria Clara Mayr
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.23026%
Trata-se de um caso para ensino descritivo sobre o voluntariado em organizações da sociedade civil sem fins lucrativos na área da saúde. Identificado como um dos vértices da rede de governança colaborativa dos prestadores de serviço em saúde pública. No contexto do caso são apresentados conceitos de liderança voluntária e tomada de decisão em uma organização da sociedade civil sem fins Lucrativos na área da saúde. Análise de atores de governança colaborativa como complemento de qualidade na prestação de serviços para saúde pública é o foco do caso de ensino apresentado. O caso traz como pontos para reflexão e debate sobre a força motriz e o elemento de sustentação da rede colaborativa da saúde pública e a importância deste arranjo de relação Sociedade-Estado. O caso é indicado para estudantes de administração pública, políticas públicas, governança colaborativa, gestão social e áreas e afins.; This material refers to descriptive teaching case about volunteering in healthcare non-profit civil society organization. Identified as one of the collaborative governance hubs in public health service providers. In its context it is presented the volunteering leadership and decision making concepts at a non-profit civil society healthcare organization. Collaborative Governance actors evaluation as an adding to public health quality service provider is the core topic presented. The teaching case raises up questions for reflection and debate about main power and network sustaining element of Civil Society-Estate relationship. This teaching case is recommended to students of public administration...

‣ Uso de teorias e modelos em artigos de um periódico latino-americano em saúde pública, 2000 a 2004; Uso de teorías y modelos en artículos de una revista latinoamericana de salud pública, 2000-2004; Use of theories and models on papers of a Latin-American journal in public health, 2000 to 2004

Cabrera Arana, Gustavo Alonso
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
67.23438%
OBJETIVO: Caracterizar a freqüência e tipo de uso de teorias ou modelos citados em artigos publicados em uma revista latino-americana de saúde pública entre os anos 2000 e 2004. MÉTODOS: A Revista de Saúde Pública foi escolhida por sua história de publicação ininterrupta e atual impacto na comunicação científica da área. Foi aplicado um procedimento padrão para ler e classificar os artigos de acordo com tipologia de quatro níveis, segundo a profundidade de uso dado aos referenciais teóricos ou modelos citados nos textos para descrever assuntos ou problemas abordados, formular métodos e discutir a rigor os achados comunicados. RESULTADOS: Foram lidos 482 artigos: 421 (87%) investigações, 42 (9%) revisões ou especiais e 19 (4%) textos de opinião ou reflexão. Nas 421 investigações, 286 (68%) tiveram enfoque quantitativo, 110 (26%) qualitativo e 25 (6%) mistos. A menção a teorias ou modelos não foi freqüente; apenas 90 (19%) dos artigos revisados citavam alguma teoria ou modelo. Segundo a profundidade de uso, 29 (6%) dos 90 foram tipo I, 9 (1,9%) tipo II, 6 (1,3%) tipo III e 46 (9,5%), tipo IV. CONCLUSÕES: A citação de modelos foi nove vezes mais freqüente do que de alguma teoria; o uso ideal, de tipo IV...

‣ La 'nueva' salud publica e la promoción de la salud: entre la tradición y la inovación; 'New' public health and health promotion via education: between tradition and innovation; A 'nova' saúde pública e a promoção da saúde via educação: entre a tradição e a inovação

Oliveira, Dora Lúcia de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.243057%
Apesar dos propósitos da 'nova' saúde pública e da sua ênfase na promoção da saúde como investimento na autonomia do 'público' para tomadas de decisão sobre saúde, através da intervenção nos seus condicionantes estruturais, a educação em saúde permanece, geralmente, centrada na responsabilização individual e na prevenção de doenças. O artigo problematiza essas questões apresentando as propostas da promoção da saúde, surgida, na década de 70, como principal estratégia da chamada 'nova saúde pública'. Apoiado em uma revisão da literatura, categorizada segundo os temas de interesse para a problematização pretendida, o artigo analisa, também, a aplicação dessas propostas no campo da educação em saúde. A justificativa para a busca na literatura de um embasamento que respondesse por essa análise está na relevância das temáticas tratadas para a prática da enfermagem e na restrita produção de abordagens teóricas sobre a promoção da e a educação em saúde por parte das enfermeiras.; A pesar de que las propuestas de la 'nueva salud pública' enfatizan la noción de promoción de la salud como inversión en la autonomía del 'público' y argumentan en favor de la centralidad de las condiciones sociales en la determinación de la salud...

‣ Emerging themes in social sciences and public/collective health: production of knowledge at its interface; Temas emergentes em ciências sociais e saúde pública/coletiva: a produção do conhecimento na sua interface

Marsiglia, Regina Maria Giffoni
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.227773%
In this article, we firstly point out some fundamental questions to understand the relationship between Social Sciences and Health from the beginning of the 20th century.The presence of Social Sciences in Public Health is discussed, as well as the constitution of the field of Collective Health, with the creation of the Associação Brasileira de Pós Graduação em Saúde Coletiva- ABRASCO ("Brazilian Association of Post Graduation in Collective Health"), in the late 70's; the definition of three research lines in the new area: Health Policies and Health Service Organization, Life and Health Conditions, Human Resources in Health; and two emerging research themes: Work and Health, and Violence and Health. In the last topics, dedicated to the challenges in knowledge production at the interface of Social Sciences, Public Health and Collective Health, the author presents her considerations on some points discussed by Amélia Cohn by occasion of a Round Table organized by Revista Saúde e Sociedade ("Health and Society Magazine") on March 20th, 2012, and the new challenges, research lines and emerging themes for collective health and for social sciences in this area, in the context of the years 2000.; Neste artigo, apontam- se inicialmente algumas questões fundamentais para o entendimento das relações entre ciências sociais e saúde desde o inicio do século XX. Posteriormente...