Página 6 dos resultados de 2933 itens digitais encontrados em 0.069 segundos

‣ Efeitos da exposição pré-concepcional de curta duração ao material particulado ambiental sobre o mecanismo reprodutivo feminino; Effects of short-term preconceptional exposure to ambient particulate matter on female reproductive function

Perin, Paulo Marcelo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.875098%
Um Projeto Temático de Pesquisa foi desenvolvido no Laboratório de Poluição Ambiental do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo com o objetivo de avaliar os efeitos da exposição aguda/crônica ao ar ambiente de um grande centro urbano sobre a saúde. Dentro deste projeto, uma linha de pesquisa foi dedicada ao estudo dos efeitos dessa exposição sobre a saúde reprodutiva feminina. Evidências de estudos epidemiológicos e experimentais implicam os fatores ambientais na infertilidade humana e resultado obstétrico adverso. Contudo, poucos estudos foram conduzidos até o presente para avaliar um possível efeito da exposição à poluição ambiental particulada sobre a saúde reprodutiva feminina. Portanto, o objetivo dos projetos da minha linha de pesquisa é fornecer dados que possam demonstrar os possíveis efeitos da exposição pré-concepcional de curta duração às partículas de exaustão do diesel (PED) e à poluição ambiental particulada sobre a função ovariana, o desenvolvimento embrionário inicial e resultado gestacional utilizando um modelo experimental e um epidemiológico. O objetivo do primeiro projeto desta tese foi avaliar os efeitos de dois meios de cultura comerciais no desenvolvimento de oócitos de camundongo fertilizados in vitro até o estágio de blastocisto. Zigotos obtidos de fêmeas de camundongo de 8 semanas de idade submetidas à indução da ovulação foram cultivados in vitro até o estágio de blastocisto em meio simples otimizado enriquecido com potássio (KSOM) ou meio G1/G2. A porcentagem de zigotos que se desenvolveu até o estágio de blastocisto 96 e 120 horas após a inseminação e que sofreu eclosão parcial ou completa no quinto dia de cultivo foi significativamente maior no grupo KSOM. O número médio de células da massa celular interna (MCI) foi 11...

‣ Prevalência de papilomavírus humano (HPV) e chlamydia trachomatis (CT) e sua associação com lesões cervicais em uma amostra de mulheres assintomáticas de Porto Alegre, RS

Igansi, Cristine Nascente
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.831787%
O câncer cervical acomete anualmente cerca de 470.000 mulheres em todo o mundo e mais de 16.000 mulheres no Brasil. O desenvolvimento do câncer cervical e sua associação ao Papilomavírus Humano (HPV) estão bem documentados, sendo este o fator principal para o desenvolvimento do câncer cervical. A infecção genital por Chlamydia trachomatis é estudada como um co-fator no desenvolvimento de neoplasias intraepiteliais cervicais (NICs) e outras alterações celulares significativas em mulheres com histórico de infecção por HPV. Este estudo tem como objetivo conhecer a prevalência de infecção por HPV e Chlamydia trachomatis em uma amostra de mulheres assintomáticas de uma área geográfica localizada na zona norte de Porto Alegre, bem como verificar as características associadas à presença desta co-infecção e sua relação com lesões cervicais. Trata-se de um estudo transversal cujo desfecho é a positividade ao HPV e à Chlamydia trachomatis em uma amostra de mulheres assintomáticas de Porto Alegre. Um total de 1217 amostras de material do colo do útero foi coletado para realização do exame citopatológico e para a identificação do DNA-HPV e DNA-CT através da técnica da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Colposcopia e biópsia foram realizadas sempre que a citologia estivesse alterada e/ou a PCR para o HPV-DNA fosse positiva. A prevalência de HPV e Chlamydia trachomatis e sua distribuição por faixa etária são descritas...

‣ Os desafios da gestão feminina no setor calçadista de Franca(SP) sob o olhar do serviço social

Cintra, Soraia Veloso
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
47.050137%
Baseado em ampla pesquisa de campo, o trabalho analisa a situação da mulher em um setor economicamente tradicional, o calçadista, no qual parte importante da mão de obra pertence ao sexo feminino. A autora buscou, principalmente, compreender a atual cultura organizacional das empresas calçadistas, partindo da análise da gestão feminina, que vem crescendo no setor. Foram ouvidas tanto gestoras como operárias e, de acordo com a autora, os estudos reforçam a percepção inicial de que a divisão sexual é ainda profundamente marcante na indústria de calçados, com grande prejuízo para as operárias e para as próprias gestoras. Embora estas últimas tenham aberto espaços, o fizeram enfrentando preconceitos e desconfianças da cadeia produtiva, que ainda persistem. Certamente por isso, terminam por reproduzir a essência do conservador e ideologicamente predominante mundo masculino, onde os trabalhadores - e especialmente as mulheres- são tratados como mercadorias, não havendo lugar para a valorização pessoal, equidade nas contratações, planos de carreira e igualdade nas conquistas

‣ Saúde e desenvolvimento humano

Valle, Tânia Gracy Martins do; Melchiori, Lígia Ebner; Costa Júnior, Florêncio Mariano da; Maia, Ana Cláudia Bortolozzi; Silva, Gislaine Lima da; Caramaschi, Sandro; Anacleto, Aline Ariana Alcântara; Troijo, Maria Alice Ferraz; Rodrigues, Olga Maria
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
47.061377%
Este livro está dividido em quatro seções. Na primeira, que trata da Sexualidade e Corporeidade, os temas apresentados abordam o conceito de corporeidade, gênero e a busca por serviços de saúde, a imagem corporal em mulheres com depressão e a política de redução de danos em situações de sexualidade e vulnerabilidade. Na segunda seção, Intercorrências no desenvolvimento infantil, os temas se referem ao desenvolvimento infantil, abordando os efeitos do chumbo e da escolaridade, as habilidades sociais de crianças com irmão com transtorno de espectro autístico ou com desenvolvimento típico, e a ocorrência de estresse e bullying em crianças em condição de sobrepeso e obesidade. A terceira seção, intitulada Adolescentes: maternidade, fatores de risco e de proteção aborda o tema da gravidez e maternidade da adolescência, as interações familiares de mães adolescentes e os fatores de risco e de proteção em adolescentes com transtorno mental. A quarta seção, intitulada Manejo de estresse e outros fatores em diferentes populações adultas, aborda o estresse em universitários com desordens temporomandibulares, em motoristas de ônibus urbano ou em pacientes com líquen oral

‣ Resiliência e adesão ao tratamento do diabetes mellitus em mulheres

Reckziegel, Juliana Cristina Lessmann
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 200 p.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.825947%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2014.; Introdução: O Diabetes Mellitus é uma doença crônica caracterizada por alterações metabólicas e endócrinas, que acometem grande número de mulheres em todo o mundo. Traz necessidades de adaptação no estilo de vida, incluindo: a realização de atividade física, do controle da glicemia, o uso de medicamentos, o seguimento de um plano alimentar e a inclusão de novas práticas em saúde, que, nem sempre são incorporadas com facilidade ao cotidiano das mulheres. Porém, vivenciar situações difíceis também pode conduzir ao surgimento do desejo de superação de problemas, passando a reconhecer as potencialidades e os fatores de proteção em seus contextos sócio-histórico-culturais e ambientais. Assim, toma-se a resiliência, reconhecida como a capacidade de suportar, de adaptar-se e conviver de forma harmônica desenvolvida frente às situações de adversidade e/ou estresse, como uma possibilidade para o viver melhor de mulheres com diabetes mellitus. Objetivo: O estudo teve como objetivo geral: Compreender a resiliência como constructo teórico para a qualificação do cuidado em enfermagem e saúde e para a ampliação da adesão ao tratamento do diabetes mellitus em mulheres atendidas na atenção básica de Florianópolis. Método: Trata-se de um estudo elaborado utilizando método misto de investigação...

‣ Mulheres e agroecologia : a construção de novos sujeitos políticos na agricultura familiar

Siliprandi, Emma
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
37.99477%
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2009.; Esta tese analisa trajetórias de vida de mulheres agricultoras que participam ativamente de movimentos agroecológicos formados no Brasil nos últimos trinta anos. São mulheres camponesas, agricultoras familiares, trabalhadoras rurais, que, em meio aos movimentos sociais da agricultura familiar identificados com a agroecologia e organizados em torno de uma rede social, a Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), vêm se mobilizando, através de grupos, articulações, campanhas, experiências produtivas e de comercialização, para fazer aparecer o ponto de vista das mulheres nessa área. O objetivo geral da pesquisa foi evidenciar como, através das suas práticas sociais e, portanto, dos seus discursos, essas mulheres, que estavam se destacando na discussão da agroecologia dentro da ANA, vinham obtendo legitimidade para as suas reivindicações, disputando, com outras forças políticas, espaço para o reconhecimento da existência de pontos de vista próprios das mulheres sobre os temas da gestão ambiental e do desenvolvimento sustentável; constituindo-se, portanto, como novos sujeitos políticos. De que forma esses sujeitos foram sendo construídos...

‣ O talento em uma perspectiva feminina : características individuais e familiares de pesquisadoras de destaque no Brasil

Prado, Renata Muniz
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.80717%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2010.; A crescente participação feminina no ambiente acadêmico e científico trouxe contribuições significativas ao estudo do talento. Pesquisadores da área têm destacado a influência de forças sociais e culturais no desempenho de mulheres adultas, limitando e até impedindo uma performance de destaque. Um exemplo é a subrepresentação feminina entre os pesquisadores do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico enquadrados na categoria mais alta da classificação dessa agência (1A). Em virtude disso, a presente pesquisa teve como objetivo identificar as características individuais e familiares de pesquisadoras de destaque no Brasil. O estudo investigou o perfil das pesquisadoras, os fatores promotores e inibidores do desenvolvimento do seu potencial ao longo de sua trajetória profissional, bem como características familiares e o impacto do seu talento na dinâmica familiar. Foram adotados os pressupostos teóricos do Modelo de Realização do Talento em Mulheres. A pesquisa ocorreu em duas etapas. Participaram da primeira 111 pesquisadoras 1A do CNPq...

‣ Diferenças ao nível do género na adaptação psicossocial a curto prazo no pós enfarte agudo do miocárdio

Gouveia, José Luís Ramos Veloso
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.820864%
O presente trabalho insere-se no âmbito de um estudo mais alargado e financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, com o POCTI n.º 35749/99 intitulado “Psychosocial outcomes in rehabilitation following myocardial infarction in Scottish and Portuguese women: A cross-cultural comparison”. Esta investigação foi efectuada numa sub-amostra desse estudo e contempla apenas a adaptação psicossocial a curto prazo ao enfarte agudo do miocárdio e algumas das variáveis utilizadas no projecto acima especificado. Assim, o objectivo principal desta investigação é avaliar as diferenças existentes ao nível do género, no processo de adaptação psicossocial a curto prazo, em doentes com enfarte agudo do miocárdio. Este estudo foi realizado numa amostra portuguesa de doentes com enfarte agudo do miocárdio, obtida em dois hospitais centrais da região norte (N=78; 46 homens e 32 mulheres). É um estudo de coorte, do tipo longitudinal correlacional/diferencial sendo os doentes avaliados em três momentos: dois dias após a admissão hospitalar; na altura da alta hospitalar (cerca de sete dias após a admissão); e quinze dias após a alta. Este estudo orienta-se pelos seguintes objectivos: Analisar as diferenças existentes entre homens e mulheres...

‣ Fecundidade e diferenciais intra-urbanos de desenvolvimento humano, São Paulo, Brasil, 1997

Martins,Cláudia Maria; Almeida,Márcia Furquim de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.900051%
OBJETIVO: Avaliar possíveis divergências no padrão reprodutivo de mulheres residentes em áreas de diferentes níveis de desenvolvimento humano, pela análise de suas taxas de fecundidade total e taxas específicas de fecundidade por idade. MÉTODOS: Foram estudados os 96 distritos do Município de São Paulo, agrupados em cinco áreas segundo ordem crescente dos valores assumidos pelo Indicador de Desenvolvimento Humano. O estudo compreendeu a população feminina de 15 a 49 anos e os nascimentos vivos ocorridos durante o ano de 1997. As fontes de obtenção dos dados foram as declarações de nascidos vivos e a contagem da população 1996. Foram trabalhadas as seguintes variáveis: IDH, distrito de residência e idade da mulher. RESULTADOS: As mulheres residentes na área de menor desenvolvimento humano apresentaram taxa de fecundidade total de 2,62, sendo que a cúspide (151/1.000 filhos por mulheres) situou-se no grupo etário de 20 a 24 anos. Na área de maior indicador de desenvolvimento humano, observou-se menor número médio de filhos por mulher (1,67), e a cúspide (93/1.000 filhos por mulheres) se situou no grupo etário de 25 a 29 anos. CONCLUSÕES: As mulheres residentes nas áreas de maior desenvolvimento humano apresentaram menor número médio de filhos e tendência a tê-los em idades mais avançadas...

‣ Engenheiras brasileiras: inserção e limites de gênero no campo profissional

Lombardi,Maria Rosa
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
47.050137%
O artigo procurou discutir a evolução da presença feminina no emprego e nas escolas de engenharia por intermédio da análise de estatísticas oficiais, bem como conhecer as experiências e vivências profissionais de engenheiros(as), suas análises e avaliações sobre a profissão e sobre o lugar das mulheres dentro dela. O artigo discute também alguns dos limites de gênero com que as engenheiras se depararam na sua inserção em determinadas áreas de trabalho e no desenvolvimento de suas carreiras.

‣ Políticas e práticas de conciliação entre família e trabalho no Brasil: issues and policies in Brazil

Sorj,Bila; Fontes,Adriana; Machado,Danielle Carusi
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.102964%
O objetivo deste trabalho é situar a problemática da conciliação entre trabalho remunerado e responsabilidades familiares no recente processo de transformação da estrutura das famílias e do mercado de trabalho no Brasil. A partir de dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é feita uma caracterização das mudanças nas estruturas das famílias brasileiras e da inserção das mulheres no mercado de trabalho de acordo com a estrutura da família. Particularmente, pretendemos mostrar que o baixo desenvolvimento de serviços coletivos que permitem socializar os custos dos cuidados com a família prejudica a quantidade e qualidade da inserção feminina, sobretudo das mães, no mercado de trabalho.

‣ Desenvolvimento sustentável com perspectiva de gênero - Brasil, México e Cuba: mulheres protagonistas no meio rural

Lisboa,Teresa Kleba; Lusa,Mailiz Garibotti
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.84511%
Este artigo traz para o debate as concepções de alguns autores sobre desenvolvimento sustentável e, a partir de uma pesquisa realizada em três países (Brasil, México e Cuba), ressaltamos o protagonismo das mulheres camponesas junto à produção de alimentos e ao manejo de recursos naturais; a força dos movimentos de mulheres camponesas na conquista de direitos; e a decisiva participação das mulheres na definição e propostas de políticas públicas que garantam a equidade de gênero no meio rural. Uma breve análise comparativa nos leva a deduzir que o modelo de desenvolvimento, nos três países, ainda prioriza a figura masculina no espaço agrícola, no que se refere à titularidade da terra, ao acesso à crédito e à aquisição de equipamentos ou outros recursos materiais. Sugere-se que, tanto em Cuba, um país socialista, como no México e Brasil, países capitalistas, os pressupostos das políticas sociais direcionadas para as trabalhadoras rurais devem levar em conta as necessidades básicas das mulheres camponesas para garantir um desenvolvimento mais humano e sustentável

‣ Criatividade e inteligência: analisando semelhanças e discrepâncias no desenvolvimento

Wechsler,Solange Muglia; Nunes,Maiana Farias Oliveira; Schelini,Patrícia Waltz; Ferreira,Adriana Aparecida; Pereira,Dejenane Aparecida Pascoal
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.91751%
As semelhanças e discrepâncias entre inteligência e criatividade foram investigadas, assim como os possíveis impactos de gênero e série educacional sobre o seu desenvolvimento. A amostra foi composta por 172 estudantes (91 mulheres, 81 homens), com idades variando dos 7 aos 17 anos. A avaliação da inteligência foi feita por meio da versão brasileira da Bateria Woodcock-Johnson III enquanto que criatividade foi avaliada pelos Testes de Pensamento Criativo de Torrance. Os resultados obtidos pelas MANOVA e ANOVA demonstraram efeitos significativos de série escolar para inteligência e criatividade figural, e de sexo para criatividade verbal. Não houve correlações significativas entre inteligência e criatividade, de acordo com as medianas nos testes de inteligência. A análise fatorial rotação Varimax apontou distinção entre inteligência, criatividade verbal e figurativa, indicando a independência entre estes construtos.

‣ Desenvolvimento local sustent?vel como liberdade: uma experi?ncia de planejamento estrat?gico do Grupo de Mulheres Erva Vida

SILVA, Cleber Gomes da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.79816%
A presente disserta??o intitulada Desenvolvimento Local Sustent?vel como Liberdade: uma Experi?ncia de Planejamento Estrat?gico do Grupo de Mulheres Erva Vida tem como objetivo principal analisar as perspectivas das participantes do grupo Erva Vida na discuss?o de estrat?gias que contribuam para o processo de desenvolvimento local sustent?vel. Alicer?a seu arcabou?o te?rico, na apropria??o do conceito de Instrumental Freedoms (IF?s) , discutidas por Amartya Sen (2000). S?o ao mesmo tempo o fim e o meio do processo de desenvolvimento. Est?o entrela?adas e se fortalecem ? medida que s?o alcan?adas. Essas liberdades instrumentais foram denominadas de political freedom; econ?mic facilities; social opportunities; transparency e guarantees e measures ensurig social protection and security. Para alcance dos resultados desta pesquisa, foram observados os aspectos internos e externos de uma organiza??o social e an?lise das perspectivas de remo??o de restri??es a essas liberdades, a partir de uma experi?ncia de Planejamento Estrat?gico conduzido junto ao grupo de mulheres Erva Vida, em Marapanim (PA). O grupo foi selecionado a partir de uma a??o de economia solid?ria, desenvolvida pelo laborat?rio de Etnofarm?cia, do N?cleo de Meio Ambiente da UFPA com uma associa??o de mulheres do bairro Sossego...

‣ As imagens femininas n'O Vulgarizador: público de ciência e mulheres no século XIX

Vergara,Moema de Rezende
Fonte: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
47.08163%
Este artigo analisa uma série de imagens de mulheres no periódico brasileiro O Vulgarizador, veiculado no século XIX e dedicado à divulgação da ciência no Brasil. A análise das imagens ajuda a perceber questões que permeavam esse tipo de publicação: a presença dos Estados Unidos como modelo de progresso e desenvolvimento industrial; a relevância das Exposições Internacionais; as transformações da sociedade brasileira; e a adequação do papel feminino nesse processo.

‣ Um olhar sobre a educação não formal e os grupos de mulheres rurais

Stein, Teresinha Lunkes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.83157%
O presente trabalho trata da organização de Grupos de Mulheres Rurais, no município de São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul, direcionando a atenção ao problema relacionado à Educação no campo – educação Não Formal das mulheres rurais, desenvolvida pela Empresa de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul / Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural, a EMATER-RS / ASCAR. A monografia teve como objetivo, entre outros, analisar a forma de organização experimentada pelos grupos de mulheres, focando as atividades realizadas, as dificuldades e as sugestões. O planejamento da pesquisa deu-se a partir da preocupação da discente, que atua como Extensionista Social Rural, através da Extensão Rural Pública - EMATER, no município supracitado. Esse estudo pretende chamar atenção sobre a importância da educação não-formal no meio rural, sobretudo quando se discute desenvolvimento rural. Aplicou-se um questionário entre mulheres participantes de todos os grupos do município e dessa investigação registraram-se os resultados através de um “censo” maior. No entanto, aprofundou-se a análise sobre a organização de um dos grupos e seus resultados discutidos e relacionados à percepção dos demais grupos. O estudo empírico...

‣ EMPOWERING WOMEN WITH CHRONIC PAIN TO MANAGE THEIR FEELINGS THROUGH ACUPUNCTURE AND SELF CARE; EMPODERANDO MUJERES CON DOLOR CRÓNICO PARA QUE LIDEREN CON SUS SENTIMIENTOS A TRAVÉS DE LA ACUPUNTURA Y DEL AUTOCUIDADO; EMPODERANDO MULHERES COM DOR CRÔNICA PARA LIDAREM COM SEUS SENTIMENTOS POR MEIO DA ACUPUNTURA E DO AUTOCUIDADO

Wink, Solange; Cartana, Maria do Horto Fontoura
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.057183%
The aim of the present research was to arouse the self-care energy in clients presenting chronic pain,through experiences lived in a caring process developed individually and in groups. The theoretical-methodologicalframework was based on Orem, Neves and on the Traditional Chinese Medicine. This work involved the treatment of fivewomen presenting chronic pain for more than one year. The research’s data consisted of verbal expressions that wereproduced in the individual and group living meetings and in the registers in the Diaries. Data analysis aimed to identify theintensity of the pain and to describe qualitatively the expressed feelings and the cognitive structure referring to health,which is an indicator of the client’s self-care energy. Four participants referred decreased pain intensity, expressed throughthe visual numeric scale, between the first and the last meetings.; Se tuvo como objetivo en esta investigación, despertar el poder para el autocuidado en cinco mujeres conqueja de dolor crónico a más de un año, a través de experiencias vivenciadas en un proceso de cuidar, aliado a la aplicaciónde acupuntura, desarrolado en encuentros en grupos e individuales. El referencial fue fundamentado en Orem...

‣ DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM PERSPECTIVA DE GÊNERO – BRASIL, MÉXICO E CUBA: MULHERES PROTAGONISTAS NO MEIO RURAL; Sustainable Development from a Gender Perspective – Brazil, Mexico, and Cuba: Women as Protagonists in Rural Areas

Lisboa, Teresa Kleba; Universidade Federal de Santa Catarina; Lusa, Mailiz Gariboti; Universidade Federal de Alagoas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.84511%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2010000300013Este artigo traz para o debate as concepções de alguns autores sobre desenvolvimento sustentável e, a partir de uma pesquisa realizada em três países (Brasil, México e Cuba), ressaltamos o protagonismo das mulheres camponesas junto à produção de alimentos e ao manejo de recursos naturais; a força dos movimentos de mulheres camponesas na conquista de direitos; e a decisiva participação das mulheres na definição e propostas de políticas públicas que garantam a equidade de gênero no meio rural. Uma breve análise comparativa nos leva a deduzir que o modelo de desenvolvimento, nos três países, ainda prioriza a figura masculina no espaço agrícola, no que se refere à titularidade da terra, ao acesso à crédito e à aquisição de equipamentos ou outros recursos materiais. Sugere-se que, tanto em Cuba, um país socialista, como no México e Brasil, países capitalistas, os pressupostos das políticas sociais direcionadas para as trabalhadoras rurais devem levar em conta as necessidades básicas das mulheres camponesas para garantir um desenvolvimento mais humano e sustentável.; This article discusses different views about sustainable development, emphasizing – on the basis of a survey conducted in Brazil...

‣ Gênero, raça, desigualdades e políticas de ação afirmativa no ensino superior

Barreto, Paula Cristina da Silva; Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Fonte: Revista Brasileira de Ciência Política Publicador: Revista Brasileira de Ciência Política
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.08163%
ResumoO artigo trata da interação entre as dimensões de gênero e raça das desigualdades e as políticas de ação afirmativa no ensino superior. Na primeira sessão, apresenta uma síntese dos resultados de pesquisas sobre a situação de negros e brancos, e homens e mulheres, no ensino superior. Em seguida, comenta sobre as políticas de ação afirmativa criadas no Brasil, principalmente, nesse nível educacional. Na seção seguinte, apresenta as evidências produzidas através de pesquisa empírica realizada sobre a distribuição de homens e mulheres na categoria docente da Universidade Federal da Bahia. Nas conclusões, são tecidas considerações sobre a interface e as tensões existentes entre as dimensões raciais e de gênero das desigualdades, tratando, especificamente, das instituições brasileiras de ensino superior.Palavras-chave: desigualdade, ação afirmativa, gênero, raça, ensino superior. Abstract The article approaches the interaction between the dimensions of gender and racial inequality and affirmative action policies in higher education. In the first session, it presents a summary of research findings on the situation of blacks and whites, and men and women, in higher education. Then it comments on affirmative action policies created in Brazil mainly in higher education. The next section presents the evidence produced by empirical research about the distribution of men and women among professors of the Federal University of Bahia. In its conclusions...

‣ Fecundidade e diferenciais intra-urbanos de desenvolvimento humano, São Paulo, Brasil, 1997

Martins,Cláudia Maria; Almeida,Márcia Furquim de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.900051%
OBJETIVO: Avaliar possíveis divergências no padrão reprodutivo de mulheres residentes em áreas de diferentes níveis de desenvolvimento humano, pela análise de suas taxas de fecundidade total e taxas específicas de fecundidade por idade. MÉTODOS: Foram estudados os 96 distritos do Município de São Paulo, agrupados em cinco áreas segundo ordem crescente dos valores assumidos pelo Indicador de Desenvolvimento Humano. O estudo compreendeu a população feminina de 15 a 49 anos e os nascimentos vivos ocorridos durante o ano de 1997. As fontes de obtenção dos dados foram as declarações de nascidos vivos e a contagem da população 1996. Foram trabalhadas as seguintes variáveis: IDH, distrito de residência e idade da mulher. RESULTADOS: As mulheres residentes na área de menor desenvolvimento humano apresentaram taxa de fecundidade total de 2,62, sendo que a cúspide (151/1.000 filhos por mulheres) situou-se no grupo etário de 20 a 24 anos. Na área de maior indicador de desenvolvimento humano, observou-se menor número médio de filhos por mulher (1,67), e a cúspide (93/1.000 filhos por mulheres) se situou no grupo etário de 25 a 29 anos. CONCLUSÕES: As mulheres residentes nas áreas de maior desenvolvimento humano apresentaram menor número médio de filhos e tendência a tê-los em idades mais avançadas...