Página 6 dos resultados de 135 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

‣ The effects of the minimum wage on earnings and employment in Brazil

Lemos, Sara
Fonte: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV Publicador: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
47.720874%
This paper analyzes the effects of the mlmmum wage on both, eammgs and employment, using a Brazilian rotating panel data (Pesquisa Mensal do Emprego - PME) which has a similar design to the US Current Population Survey (CPS). First an intuitive description of the data is done by graphical analysis. In particular, Kemel densities are used to show that an increase in the minimum wage compresses the eamings distribution. This graphical analysis is then forrnalized by descriptive models. This is followed by a discussion on identification and endogeneity that leads to the respecification of the model. Second, models for employment are estimated, using an interesting decomposition that makes it possible to separate out the effects of an increase in the minimum wage on number of hours and on posts of jobs. The main result is that an increase in the minimum wage was found to compress the eamings distribution, with a moderately small effect on the leveI of employment, contributing to alleviate inequality.

‣ Estimação em pesquisas repetidas empregando o filtro GLS; Estimation on repeated surveys using the GLS filter

Angela Luna Hernandez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
58.112354%
A dissertação apresenta o processo de estimação em pesquisas repetidas sob o enfoque de séries temporais, empregando Modelos de Espaço de Estados e o filtro dos mínimos quadrados generalizados ou filtro GLS. Este filtro permite o tratamento de modelos com erros de observação autocorrelacionados de forma mais simples do que utilizando o filtro de Kalman e, além disso, possibilita a modelagem conjunta de várias subpopulações ou domínios sob restrições de benchmark obtidas a partir da mesma pesquisa. Isto não só permite manter a coerência entre as estimativas obtidas pelo método, e estimativas agregadas baseadas no planejamento da amostra, como ajuda na proteção contra possíveis erros de especificação dos modelos. Considerando o caso de amostras com rotação, também é abordado o processo de estimação da estrutura de autocorrelação dos erros amostrais empregando o método dos pseudo-erros. Via simulação, é replicado todo o procedimento de estimação, comparando resultados obtidos empregando os filtros GLS e de Kalman. Adicionalmente, é ilustrada a aplicação do filtro sob restrições de benchmark empregando a série de taxa de desemprego da Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, no período de março de 2002 a fevereiro de 2012.; This work presents the estimation process in repeated surveys using State Space Models and the generalized linear squares filter...

‣ Avaliação socioeconômica e ambiental de sistemas de recolhimento e uso da palha de cana-de-açúcar; Socioeconomic and environmental evaluation of recovery systems and use of sugarcane straw

Terezinha De Fátima Cardoso
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
47.92358%
A colheita de cana crua, sem queima, tem sido imposta principalmente por questões ambientais e com vistas ao aproveitamento integral da cana-de-açúcar. Questões econômicas, ambientais e sociais induzem à mecanização da colheita, o que pode proporcionar melhores condições de trabalho e o aproveitamento da palha, com a eliminação da queima prévia. Parte da palha pode ser utilizada para cobertura do solo, melhorando o reciclo de nutrientes, a retenção de água e redução da erosão. Outra parte da palha poderá ser recolhida, enviada para a indústria e utilizada para geração de eletricidade e/ou para produção de etanol de 2ª geração. Este trabalho, com auxílio da Biorrefinaria Virtual de Cana-de-açúcar (BVC/CTBE), empregou as metodologias de insumo-produto e análise de ciclo de vida (ACV) para analisar os impactos socioeconômicos e ambientais do recolhimento e aproveitamento da palha de cana-de-açúcar no setor sucroenergético, considerando (i) a tecnologia de colheita existente (colhedora Convencional) e em desenvolvimento (Estrutura de Tráfego Controlado ¿ ETC, proposta de mecanização com redução e controle do tráfego), (ii) a parcela de palha recolhida, (iii) a forma de recolhimento e transporte e (iv) seu uso. Avaliou-se...

‣ O emprego de estrangeirismos na revista Vogue Brasil

Santos, Bianca Amorim dos
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Outros Formato: xx f.
Português
Relevância na Pesquisa
48.24428%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão. Jornalismo.; Este Trabalho de Conclusão de Curso é uma monografia que se propõe a discutir o uso de palavras estrangeiras em revista mensal de moda. A utilização de estrangeirismos é apenas uma das evidências da influência dos países da Europa e da América do Norte na cultura brasileira. Em diferentes nichos do jornalismo nacional são empregados termos advindos de outras línguas, um hábito que torna o conteúdo inteligível apenas para os já inseridos nas áreas de conhecimento, dificultando o entendimento do leitor leigo. Há uma incidência maior de termos e conteúdos provenientes do exterior em assuntos ligados as áreas de moda e tendência de consumo, devido à tradição de países do Hemisfério Norte nesse mercado. O objeto empírico desta pesquisa é a revista Vogue Brasil, e o corpus analisado consiste em matérias publicadas na editoria Features de seis edições da publicação, no período de agosto de 2013 a fevereiro de 2014. A investigação identifica os termos mais utilizados, a língua de origem, se há ou não tradução literal em português. Ao discutir o uso de estrangeirismos, este estudo tem como objetivo apontar os prejuízos do emprego desses termos para a clareza do texto jornalístico.

‣ Impacto da redução dos encargos trabalhistas sobre a formalização das empregadas domésticas

Theodoro,Maria Isabel Accoroni; Scorzafave,Luiz Guilherme
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.208506%
Este artigo analisa o impacto da redução dos encargos trabalhistas (previstos na lei 11.324 de julho 2006) sobre a formalização das empregadas domésticas. Para a construção do grupo de controle foi adotada a metodologia de pareamento por escore de propensão e para estimar o efeito causal da lei sobre a formalização utilizou-se o estimador de diferenças-em-diferenças. Foram utilizados dados da Pesquisa Mensal de Emprego/IBGE dos anos de 2004 a 2007 e os resultados indicam um efeito inconclusivo da lei sobre a formalização, pois algumas estimativas mostraram efeitos positivos enquanto outras não foram significativas.

‣ Associativismo e contato político nas regiões metropolitanas do Brasil: 1988-1996. Revisitando o problema da participação

Ferreira,Marcelo Costa
Fonte: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS Publicador: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1999 Português
Relevância na Pesquisa
58.205674%
O artigo tem por objetivo comparar os percentuais de participação política (filiação a sindicatos, associações de empregados, associações de bairros, associações esportivas/culturais, associações filantrópicas/religiosas; pedidos, reivindicações, sugestões e reclamações a políticos; filiações e militância em partidos políticos) de seis regiões metropolitanas do Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Porto Alegre e Belo Horizonte) nos anos de 1988 e 1996. Para tanto, utiliza uma subamostra da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1988 compatível com a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) de abril de 1996, analisando as informações presentes nos suplementos sobre participação política que foram aplicados nessas duas pesquisas. Na análise destes dados, destaca o seguinte paradoxo: não obstante as mudanças institucionais e políticas ocorridas no país nos últimos oito anos, o número de pessoas que participam de associações em 1988 e 1996 é ínfimo na sociedade brasileira, ao contrário do que é descrito na literatura, que enfatiza o significativo crescimento do número de associações durante as décadas de 70 e 80.

‣ O branco no IBGE continua branco na ação afirmativa?

Rosemberg,Fúlvia
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
57.87559%
ESTE TEXTO tem por objetivo apresentar e discutir os desafios do uso da classificação de cor/raça em programas de ação afirmativa em educação. Descreve procedimentos que vem sendo utilizados pelo Programa Internacional de Bolsas de Pós-Graduação da Fundação Ford e compara os resultados aos dados obtidos na Pesquisa Mensal de Emprego analisados por Petruccelli (2001).

‣ Efeitos da crise financeira de 2008 sobre o desemprego nas regiões metropolitanas brasileiras

Silva,Fábio José Ferreira da; Fonseca Neto,Fernando de Aquino
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.09422%
O artigo analisa os desdobramentos da crise do subprime sobre o desemprego nas regiões metropolitanas brasileiras pesquisadas pela Pesquisa Mensal do Emprego (PME/IBGE). A metodologia utilizada, de decomposição da variação do desemprego em contribuições da oferta e demanda por mão de obra, indica que os reflexos da crise não devem ser entendidos como brandos, como se poderia supor pela elevação aparentemente modesta da taxa de desemprego. Encontramos que a retração da demanda por mão de obra foi a mais intensa registrada com os dados da atual metodologia da pesquisa, que se inicia em março de 2002. A elevação do desemprego foi contida pela desaceleração da oferta de mão de obra, beneficiada pela menor pressão exercida pela PEA feminina. Setorialmente, a perda de postos de trabalho concentrou-se na indústria, sobretudo na indústria de transformação.

‣ Dieta cetogênica utilizando jejum fracionado: emprego ambulatorial em epilepsia refratária

Barros, Carlos Roberto de Moraes Rego
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
39.451873%
Introdução Estudos experimentais clássicos têm sido realizados desde o início do século passado, utilizando métodos alternativos para tratamento das epilepsias. Entre eles, o emprego de uma dieta, denominada dieta cetogênica, que mimetizando os efeitos de um jejum prolongado, provoca a produção de corpos cetônicos, que seriam responsáveis por inibir a hiperexcitabilidade neuronal. Baseado nestes conceitos metabólicos e bioquímicos, foi aplicado tratamento utilizando dieta cetogênica em pacientes portadores de epilepsia refratária a tratamento medicamentoso, em nível ambulatorial e utilizando jejum fracionado. Objetivos Avaliar a eficácia da dieta cetogênica no controle de crises em pacientes jovens (crianças e adolescentes) com epilepsia refratária, assim como relacionar a resposta terapêutica com a dosagem urinária de corpos cetônicos e do beta-hidroxibutirato plasmático, avaliar a ocorrência de alguns possíveis efeitos colaterais, e avaliar a tolerabilidade e adesão dos pacientes ao tratamento, durante o emprego da dieta cetogênica. Métodos A presente pesquisa foi aplicada em caráter prospectivo, por uma equipe formada por médicos neurologistas, nutricionistas, bioquímicas e profissionais de enfermagem...

‣ Pesquisa mensal de emprego - PME

Fonte: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe Publicador: CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe
Português
Relevância na Pesquisa
57.786953%
Incluye Bibliografía

‣ Desigualdades sociais e acesso seletivo ao ensino superior no Brasil no período 1994-2001

Silva Mello, Jorge C.R da
Fonte: Red Iberoamericana de Investigación sobre Cambio y Eficacia Escolar (RINACE) Publicador: Red Iberoamericana de Investigación sobre Cambio y Eficacia Escolar (RINACE)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
47.90929%
O ensino superior no Brasil experimentou um significativo processo de expansão, iniciado em meados da década de 90. A retomada do crescimento do número de matrículas, após um período de estagnação na década anterior, ocorreu num contexto de aumento do número de concluintes do nível médio, e acentuou-se a partir de 1997, sob os efeitos das políticas governamentais para a ampliação da oferta de vagas. O setor privado foi o principal responsável pelo processo de expansão, em vista da redução das restrições legais para a criação de novos cursos e instituições. Este trabalho investiga as relações entre as chances de ingresso e o risco de evasão e algumas características sociais e familiares dos estudantes, no contexto da expansão recente deste nível de ensino no Brasil. A análise foi baseada nos dados da Pesquisa Mensal do Emprego do IBGE de 1994 a 2001. Os resultados indicam que tanto o ingresso quanto a evasão são fortemente condicionados pelas características sociais dos estudantes, que as chances de ingresso reduziram-se para o conjunto dos concluintes do ensino médio e que o risco de evasão manteve-se constante. Também não foram observadas alterações nas desigualdades de acesso entre estudantes de diferentes grupos sociais no período.

‣ Renda e pobreza: os impactos do Plano Real; Texto para Discussão (TD) 439: Renda e pobreza: os impactos do Plano Real; Income and poverty: the impact of the Real Plan

Rocha, Sonia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
58.204004%
Os resultados bem-sucedidos do Plano Real no controle da inflação suscitam o interesse em relação aos seus efeitos sobre a pobreza absoluta, isto é, sobre a subpopulação cujo rendimento familiar per capita se situa aquém do mínimo indispensável para atendimento das necessidades básicas no âmbito do consumo privado. Dadas as restrições quanto à disponibilidade de informações estatísticas adequadas para análise dessa questão no período após julho de 1994, optou-se por recorrer à Pesquisa Mensal de Emprego (PME/IBGE) como fonte de microdados. Por esta razão, a primeira seção discute a questão metodológica, tendo por base indicadores de pobreza obtidos a partir da PME e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE) para uma mesma data de referência em 1990. Para o período pós-real e utilizando apenas a PME, foi examinada a evolução dos indicadores de pobreza para quatro datas nas seis regiões metropolitanas. Apesar de situações locais diferenciadas em termos de incidência de pobreza absoluta e de progressos realizados no período, observa-se a consistente redução da proporção de pobres, tendo como contrapartida o agravamento da intensidade de pobreza medida pelo hiato da renda. No entanto...

‣ Acessibilidade alimentar e estabilização econômica no Brasil nos anos 90; Texto para Discussão (TD) 591: Acessibilidade alimentar e estabilização econômica no Brasil nos anos 90; Food and economic stabilization accessibility in Brazil in the 90s

Lavinas, Lena
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
58.078896%
Nos anos 90, a sociedade brasileira mobilizou-se nacionalmente na luta contra a fome e a miséria diante do acirramento das desigualdades sociais do país, impostas pela instabilidade econômica. Nessa ocasião, muitas prefeituras e o próprio governo federal passaram a implementar programas voltados para a segurança alimentar. O objetivo deste trabalho é analisar as mudanças no grau de acessibilidade alimentar promovidas pela estabilização econômica após 1994, quando tem início o Plano Real. Para isso são utilizados cruzamentos dos preços mensais da cesta básica, instituída pelo Decreto-Lei 399/38, com o salário mínimo e com a renda individual medida pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE, por região metropolitana. A fim de estudar o grau de acessibilidade nos estratos de renda socialmente mais vulneráveis, interpretam-se também suas variações nos quatro primeiros décimos da distribuição. A conclusão revela uma periodização, com nítida melhora na acessibilidade alimentar da população mais pobre no período 1995/97, decorrente não da redução dos preços dos alimentos mas do aumento na renda com o Real. Do final de 1997 em diante, entretanto, há uma reversão dessa tendência. Cai o grau de acessibilidade em decorrência do efeito conjugado da queda da renda individual e do aumento do preço da cesta básica. Tais variações são analisadas regionalmente...

‣ O branco no IBGE continua branco na ação afirmativa?

Rosemberg, Fúlvia
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
57.87559%
ESTE TEXTO tem por objetivo apresentar e discutir os desafios do uso da classificação de cor/raça em programas de ação afirmativa em educação. Descreve procedimentos que vem sendo utilizados pelo Programa Internacional de Bolsas de Pós-Graduação da Fundação Ford e compara os resultados aos dados obtidos na Pesquisa Mensal de Emprego analisados por Petruccelli (2001).; THIS TEXT aims to present and discuss the challenges related to the use of categories such as skin color and race for affirmative action programs in education. It describes the procedures adopted by the Ford Foundation's International Graduate Scholarship Program and compares the results with data obtained from the Monthly Job Survey analyzed by Petruccelli (2001).

‣ Análise do número de desempregos formais no Rio Grande do Sul

FURTADO, JULIANA HAETINGER; SOUZA, ADRIANO MENDONÇA; ZANINI, ROSELAINE RUVIARO
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.89708%
This research aims to analyze the monthly number of job dismissals by industry, from January 2004 to December 2014, in the state of Rio Grande do Sul. A descriptive analysis was performed comparing the number of job dismissals and the differences between the two periods. A simple regression was used to assess the presence or absence of significant trends. In Rio Grande do Sul, a total of 12,404,198 formal jobs were eliminated over the period in question. Manufacturing had the highest number of dismissals (3,813,805) and mineral extraction the lowest (25.490). The results show that Rio Grande do Sul had a high rate of dismissals, with a significant growing trend in seven out of the eight industries analyzed.; Esta pesquisa tem por objetivo analisar o número mensal de desligamentos do emprego formal, por setor de atividade, de janeiro de 2004 a dezembro de 2014, no Rio Grande do Sul. Foi realizada uma análise descritiva, comparando-se o número de desligamentos e as diferenças entre dois períodos. Foi utilizada regressão simples para avaliar a ocorrência ou não de tendências significativas. Foram eliminados, no RS, 12.404.198 empregos celetistas no período considerado, sendo Indústria de Transformação o setor com maior número de desligamentos (3.813.805) e Extrativa Mineral com menor valor (25.490). Os resultados permitem concluir que o Rio Grande do sul apresentou valores elevados nos desligamentos...

‣ Escolaridade, emprego e renda: o setor educação mercantil no Paraná em 2006

Santos, Mari Aparecida dos; UEL; Moretto, Antonio Carlos; UEL; Rodrigues, Rossana Lott; UEL; Kureski, Ricardo; IPARDES
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
48.929595%
A educação é capaz de proporcionar melhorias significativas ao ambiente social e econômico uma vez que, no longo prazo, é meio para o desenvolvimento da capacitação do fator trabalho e, no curto prazo, como setor econômico, interage com outros setores da economia demandando e ofertando bens e serviços. Com enfoque no curto prazo, este estudo objetiva dimensionar a importância econômica do setor educação mercantil no Paraná, em 2006, em termos de emprego e renda. Por meio da Matriz Insumo-Produto (MIP) em conjunto com as informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), os seguintes resultados foram obtidos: i) 58,2% dos ocupados no setor Educação Mercantil possuíam ensino superior, representando 4,8% do total de pessoas ocupadas com 12 ou mais anos de estudo no estado; ii) o trabalhador melhor remunerado tinha pós-graduação, com média salarial mensal 104% maior relativamente à dos trabalhadores com graduação e 165,8% maior com relação à média salarial dos trabalhadores com ensino médio; iii) o menor diferencial de renda média mensal entre os dois níveis intermediários de escolaridade relativamente aos demais setores da economia paranaense; e iv) dentre os demais setores...

‣ Acessibilidade alimentar e estabilização econômica no Brasil nos anos 90

Lavinas, Lena; Manão, Daniele; Garcia, Eduardo Henrique; do Amaral, Marcelo Rubens
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
47.886714%
Nos anos 90, a sociedade brasileira mobilizou-se nacionalmente na luta contra a fome e a miséria, frente ao acirramento das desigualdades sociais do país, imposta pela instabilidade econômica. Nessa ocasião, muitas prefeituras e o próprio Governo Federal passaram a implementar programas voltados para a segurança alimentar. O objetivo deste trabalho é analisar as mudanças no grau de acessibilidade alimentar promovidas pela estabilização econômica após 1994, quando tem início o Plano Real. Para isso, são utilizados cruzamentos dos preços mensais da cesta básica, instituída pelo Decreto-Lei 399/38, com o salário minimo e com a renda individual medida pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE, por Região Metropolitana. A fim de estudar o grau de acessibilidade nos estratos de renda socialmente mais vulneráveis, interpretam-se também suas variações nos quatro primeiros décimos da distribuição. A conclusão revela uma periodização, com clara melhoria na acessibilidade alimentar da população mais pobre no período 95-97, decorrente não da redução dos preços dos alimentos mas do aumento na renda com o Real. De fins de 1997 em diante, entretanto, há uma reversão dessa tendência. Cai o grau de acessibilidade...

‣ Efeitos da crise financeira de 2008 sobre o desemprego nas regiões metropolitanas brasileiras

Silva, Fábio José Ferreira da; Banco Central do Brasil; Fonseca Neto, Fernando de Aquino; Banco Central do Brasil e Universidade Católica de Pernambuco
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.0967%
O artigo analisa os desdobramentos da crise do subprime sobre o desemprego nas regiões metropolitanas brasileiras pesquisadas pela Pesquisa Mensal do Emprego (PME/IBGE). A metodologia utilizada, de decomposição da variação do desemprego em contribuições da oferta e demanda por mão de obra, indica que os reflexos da crise não devem ser entendidos como brandos, como se poderia supor pela elevação aparentemente modesta da taxa de desemprego. Encontramos que a retração da demanda por mão de obra foi a mais intensa registrada com os dados da atual metodologia da pesquisa, que se inicia em março de 2002. A elevação do desemprego foi contida pela desaceleração da oferta de mão de obra, beneficiada pela menor pressão exercida pela PEA feminina. Setorialmente, a perda de postos de trabalho concentrou-se na indústria, sobretudo na indústria de transformação.

‣ The determinants of male retirement in urban Brazil; The determinants of male retirement in urban Brazil

Queiroz, Bernardo Lanza
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.90361%
Eu uso dados longitudinais e de período da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) para investigar os determinantes da aposentadoria masculina nas duas últimas décadas. A PME é uma fonte de dados  muito rica, porém pouco utilizada. Os dados longitudinais foram construídos pareando informações individuais de anos adjacentes da PME.Eu encontrei alguns padrões de aposentadoria pouco  surpreendentes. Por exemplo, a probabilidade de a pessoa ser aposentada aumenta com a idade e háuma grande dependência da transição dos indivíduos  para a aposentadoria em características pessoais como a educação. Por outro lado, alguns padrões de aposentadoria são interessantes e surpreendentes. A taxa de participação dos trabalhadores idosos nas  áreas metropolitanas é mais baixa do que o observado nas demais regiões do país. A principal explicação é que esses trabalhadores contribuem para  o sistema previdenciário há mais tempo e tem fácil acesso aos benefícios por tempo de serviço. Eu também observo uma relação de U invertido entre educação e probabilidade de aposentadoria. Os trabalhadores com mais e menos anos de educação formal têm padrões bastante similares de aposentadoria. Por último, eu mostro que os trabalhadores mais educados e aqueles no setor  formal têm maior probabilidade de aposentadoria do que os trabalhadores do setor informal e com menos anos de estudo.; I use matched and unmatched PME data to study the determinants of male’s retirement over the past two decades. The PME is a very rich source of data...

‣ A participação política e os seus determinantes socioeconômicos: as regiões metropolitanas brasileiras: 1988-1996

Ferreira, Marcelo Costa
Fonte: CESOP/UNICAMP Publicador: CESOP/UNICAMP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
48.087925%
O objetivo deste artigo é apresentar uma análise comparada dos dados oriundos do suplemento de participação política aplicado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 1988 e na Pesquisa Mensal de Emprego de Abril de 1996, utilizando modelos de regressão logística com variáveis-respostas relativas à adesão a algumas modalidades de participação política com variáveis independentes socioeconômicas. O artigo mostra o teste de duas hipóteses: 1) O declínio da escolaridade como variável previsora da participação política (pedido, reclamação e reivindicação a político; associação de bairro, filantrópica/religiosa e esportiva/cultural), e 2) O fraco poder explicativo dos modelos socioeconômicos como previsores da participação política. Abstract The purpose of this article is to present a comparative analysis of data concerning to the addictional questionnaire of political participation PNAD. 1988, Brazilian Household Survey of 1988 and PME, Brazilian Monthly Research Employment of April, 1996, from IBGE (Brasilian Institute of Geography and Statistics). Data analysis concerning logistic regression models, with dependent variables related to memberships in some kinds of political participation with socioeconomic variables as independent ones...