Página 7 dos resultados de 205598 itens digitais encontrados em 0.043 segundos

‣ Ética na pesquisa social : desafios ao modelo biomédico

Diniz, Debora; Guerriero, Iara Coelho Zito
Fonte: Ética em Pesquisa Publicador: Ética em Pesquisa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.03262%
Este artigo analisa os principais desafios envolvidos na revisão ética de projetos de pesquisa social com técnicas qualitativas de levantamento de dados. O sistema de revisão ética brasileiro foi idealizado tendo as ciências biomédicas como referência de campo disciplinar e técnicas de pesquisa. Por meio da discussão de cinco casos clássicos às ciências humanas e sociais, o artigo percorre alguns dos principais pontos de tensão ética na pesquisa social. Sustenta-se a possibilidade de esse tipo de pesquisa ser acolhido pelo atual sistema de revisão ética, desde que haja uma sensibilização dos comitês para as particularidades metodológicas impostas pelas técnicas qualitativas. Por fim, a necessidade de diretrizes éticas específicas para a pesquisa social também é considerada.

‣ Ética e pesquisa

Schnaider,Taylor Brandão
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
46.04278%
OBJETIVO: O presente artigo tem por objetivo explanar os aspectos éticos das experimentações em seres humanos e animais. CONTEÚDO: O tema abordado é de suma importância, pois almeja-se que o ser humano atinja seu bem-estar físico, mental, social e espiritual, sem esquecer os sagrados direitos dos animais. A maioria dos códigos internacionais que tratam das normas de pesquisa na área da saúde cita que a pesquisa desenvolvida em seres humanos deve estar fundamentada na experimentação prévia realizada em animais, em laboratórios ou em outros fatos científicos. O autor revê os conceitos de ética, pesquisa em seres humanos e experimentação animal. No que tange à experimentação humana, refere-se às Diretrizes Internacionais para Pesquisas Biomédicas Envolvendo Seres Humanos, à Declaração de Helsinki, às Leis Federais 8.080 e 8.142 de 1990, 8.974 de 1995 e a Resolução 196/96 do Ministério da Saúde. A seguir faz uma retrospectiva histórica acerca da primeira tentativa para se estabelecer normas em relação à pesquisa experimental em animais, ocorrida em meados do século 19, em Londres. É ressaltado que alguns critérios definidos àquela época persistem até o presente. A primeira Comissão de Ética em Pesquisa Animal foi criada na Suécia...

‣ Perfil acadêmico, crenças e autoeficácia em pesquisa de enfermeiros clínicos: implicações para o Programa de Pesquisa de Enfermagem de um Hospital na Jornada Magnet®

Leão,Eliseth Ribeiro; Farah,Olga Guilhermina; Reis,Elisa Aparecida Alves; Barros,Claudia Garcia de; Mizoi,Cristina Satoko
Fonte: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein Publicador: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.075845%
OBJETIVO: Descrever o perfil acadêmico, a experiência em pesquisa, as crenças e a autoeficácia em pesquisa dos enfermeiros clínicos de um hospital em Jornada Magnet®. MÉTODOS: Estudo descritivo, tipo survey, para avaliar perfil acadêmico, experiência em pesquisa, crenças e habilidades de pesquisa dos enfermeiros clínicos. A análise foi dividida em características demográficas; perfil acadêmico/científico (titulação acadêmica, participação em grupos de pesquisa, envolvimento em publicações, atividades de ensino, conferências científicas e apresentação de posteres); crenças relacionadas à Pesquisa em Enfermagem (habilidades, benefícios para a carreira, reputação da instituição, para o cuidado do paciente, satisfação no trabalho); e autoeficácia em pesquisa (conduzir revisão de literatura, avaliar a qualidade dos estudos, usar teoria; compreender as evidências e escrita científica: facilidade para colocar as ideias no papel, reconhecer e adaptar o texto para o leitor, escrever obedecendo os padrões requeridos pela ciência, escrever com objetividade, clareza e precisão; inserir as referências apropriadamente, usar corretamente a ortografia e gramática; escrever textos em inglês). RESULTADOS: A maioria dos enfermeiros clínicos tinha pouca experiência em pesquisa...

‣ O papel do estado na pesquisa agrícola no Brasil; Texto para Discussão (TD) 576: O papel do estado na pesquisa agrícola no Brasil; The role of the state in agricultural research in Brazil

Bonelli, Regis; Pessôa, Elisa de Paula
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
46.0588%
O investimento em pesquisa agrícola pode ser considerado um investimento como outro qualquer, mas, em geral, caracteriza-se por apresentar retornos muito superiores aos de diversas aplicações alternativas. De fato, taxas de retorno da ordem de 20% a 30% são a norma, e não a exceção, nessa área de atividade. Sugerem que há insuficiência de investimento, isto é, subinvestimento em pesquisa agrícola. Graças, em parte, a isso, os países que se caracterizam por uma agricultura mais atrasada têm dedicado recursos à pesquisa e à extensão agrícola. Sua importância para a elevação da oferta de alimentos em regiões pobres é óbvia, razão pela qual diversas associações internacionais de transferência de tecnologia agrícola foram criadas nas últimas décadas. A ajuda internacional neste caso tem sido bemsucedida e pode ser responsabilizada pelo sucesso na transferência de tecnologia. Mesmo assim, reconhece-se que a tecnologia não é tão facilmente transferível entre países, o que tem historicamente estimulado a criação de centros nacionais de pesquisa em diversas nações. A experiência brasileira nessa área apresenta diversos casos de sucesso. Adicionalmente, não há nenhum sinal de que os recursos gastos em pesquisa...

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 43, n. 03, dez. 2013

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.93269%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia.; v. 43, n. 03, p. 419-624

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 36, n. 03, dez. 2006

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.93269%
quisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 37, n. 03, p. 367-549

‣ Pesquisa empírica em direito; Empirical research in law

Cunha, Alexandre dos Santos (Coord. e Org.); Silva, Paulo Eduardo Alves da (Coord. e Org.)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
46.04278%
Este livro registra o estado da arte, as reflexões e os desafios da pesquisa empírica em direito no Brasil nos últimos anos, ele traz as apresentações de pesquisas e os debates realizados nos painéis do Encontro de Pesquisa Empírica em Direito, realizado na Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FDRP/ USP), em setembro de 2011, com apoio do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da FDRP/USP. A pesquisa empírica em direito, que elege como objeto o ser antes de prescrever o dever ser, está apenas em seu início (ou reinício?) no Brasil. O objeto e os métodos de trabalho da pesquisa empírica em direito também são sensivelmente distintos dos da pesquisa jurídica tradicional e a investigação empírica é essencialmente coletiva e interdisciplinar, bem distinta da pesquisa bibliográfica individual de gabinete. A ideia é registrar de forma simples e objetiva as reflexões e questões levantadas em torno da pesquisa empírica em direito, para que outros pesquisadores se sintam provocados e possam lhes dar seguimento em seus respectivos contextos de discussão.; 426 p. : il.

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 22, n. 02, ago. 1992

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 22, n. 02, p. 197-398

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 22, n. 01, abr. 1992

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 22, n. 01, p. 1-196

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 21, n. 03, dez. 1991

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 21, n. 03, p. 421-575

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 21, n. 02, ago. 1991

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 21, n. 02, p. 164-422

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 21, n. 01, abr. 1991

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 21, n. 01, p. 1-159

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 20, n. 03, dez. 1990

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 20, n. 03, p. 413-649

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 20, n. 02, ago. 1990

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 20, n. 02, p. 219-411

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 20, n. 01, abr. 1990

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 20, n. 01, p. 1-218

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 19, n. 03, dez. 1989

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 19, n. 03, p. 425-645

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 19, n. 02, ago. 1989

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 19, n. 02, p. 213-423

‣ Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE): v. 19, n. 01, abr. 1989

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE)
Português
Relevância na Pesquisa
55.96378%
Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) é uma publicação quadrimestral com análises teóricas e empíricas sobre uma ampla gama de temas relacionados à economia brasileira. Estabelecida em 1971 sob o título Pesquisa e Planejamento, PPE é publicada em abril, agosto e dezembro.; v. 19, n. 01, p. 1-212

‣ A pesquisa sobre o fazer pesquisa: uma análise de citação da literatura periódica em Ciência da Informação; Investigación sobre la realización de la investigación: un análisis de citas en la literatura de Ciencia de Información; Research about conducting research: a citation analysis on information science literature

Freitas, Juliana Lazzarotto; Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Marília.; Bufrem, Leilah Santiago; Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Marília, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, Universi
Fonte: Mestrado Interdisciplinar em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação - UFPR Publicador: Mestrado Interdisciplinar em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação - UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artículo evaluado por pares; investigación descriptiva; investigación documental; enfoque teórico; análisis de citas; ; descriptive research; documentary research; theoretical a Formato: text/html; application/pdf; application/epub+zip
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.03262%
Introducción: En este trabajo se considera que la literatura de Ciencia de información (CI) abarca una diversidad de temáticas, pero con poco énfasis en las investigaciones acerca de la realización de investigaciones. El estudio analiza la producción científica de los autores que investigan sobre la metodología de la investigación en la CI en un corpus de literatura, y las referencias utilizadas para sentar las bases de las cuestiones metodológicas relativas a el area. Se analizan los planteamientos metodológicos y epistemológicos de los principales investigadores destacados como los más productivos sobre el tema en el país. Método: El estudio adopta el análisis de contenido, y estudios métricos para contextualizar los indicadores relacionados con la productividad, tipos de autoría, incluyendo el análisis de citas. El método de acoplamiento bibliográfico se considera un modo de análisis que verifica citas concomitantes. Se desarrolló un marco teórico sobre la importancia del análisis de la producción científica en los diferentes campos de conocimiento y se investigó, desde una perspectiva teórica, los conceptos sobre la metodología de la investigación y la complementariedad entre la metodología y la epistemología en la realización de la investigación en CI. Resultados: Los resultados del análisis mostraron que la producción de los autores resaltados presenta la metodología como un enfoque temático para ser aplicado a la CI contextos...

‣ Pesquisa na graduação de administração: mediação necessária ao processo ensino-aprendizagem

Tassigny, Mônica Mota; Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Fortaleza-Mestrado e Doutorado, PPGA/ Universidade de Fortaleza-UNIFOR, Centro de Ciências Administrativas.; Brasil, Marcus Vinicius de Oliveira; Universidade Fede
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.03262%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2012v5n2p158 A pesquisa é um processo legítimo de construção do conhecimento e a sala de aula pode e dever ser um espaço propício a essa construção. O presente artigo, resultado de pesquisa bibliográfica, documental e da experiência prática na docência no ensino superior, tem por objetivo debater a importância da pesquisa na graduação de Administração.  Nesta direção, conceitua-se a ciência como campo particular do conhecimento humano, a pesquisa como instrumento imprescindível na produção da mesma e, principalmente, como práxis formativa, portanto, elege-se a pesquisa e suas possibilidades como fundamento do processo ensino-aprendizagem de alunos do curso de Administração. Tendo o objetivo de despertar no aluno o gosto pelo conhecimento, motivação para aprender e, sobretudo, a paixão pela pesquisa que, como lembra Cecília Minayo (1994), consiste numa combinação harmoniosa de teoria, método e criatividade que produzem conhecimento e nos garante prosseguir na tarefa dinâmica de tentar compreender a realidade e desvendar seus mistérios. Nesta perspectiva, procura-se aproveitar as inúmeras possibilidades que a sala de aula oferece como local de encontro, de exposição de dúvidas...