Últimos itens adicionados do Acervo: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

A Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) é uma universidade pública brasileira sediada na cidade de Diamantina, estado de Minas Gerais, no Brasil. Foi criada em 6 de setembro de 2005.

Página 8 dos resultados de 339 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Fatores genéticos e ambientais na emergência de plântulas de pequizeiro (Caryocar brasiliense camb.).; Environmental and Genetic Factors Affecting Emergency in Pequi (Caryocar brasiliense Camb.) Seeds.

Rocha, João Paulo
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A baixa taxa de germinação pode ser o principal fator responsável pelo desestímulo às práticas de plantios comerciais de pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.). O objetivo deste trabalho foi verificar os fatores ambientais (localização geográfica), procedência, progênie, ácido giberélico e tempo de armazenamento das sementes na emergência de plântulas dessa espécie. Foram coletadas sementes de progênies (matrizes) oriundas dos municípios mineiros de São Gonçalo do Rio Preto, Curvelo e Serro – distrito de São Gonçalo do Rio das Pedras. As sementes foram coletadas em janeiro de 2005 e 2007 para o experimento 1 e em janeiro de 2007 e 2008 para o experimento 2, sendo semeadas em dois municípios: Diamantina (ambiente de baixa temperatura) e Curvelo (ambiente de alta temperatura). Os dados foram analisados através de testes Qui-quadrado para independência. Para os experimentos 1 e 2, conduzidos em Curvelo, todos os fatores foram altamente significativos (P<0,1%), exceto o efeito de procedência (P = 6,89%) e do ácido giberélico (P = 6,08%), ambos do experimento 1. No experimento 1, conduzido em Diamantina, nenhum fator foi significativo a 10%, exceto o tempo de armazenamento (P = 5,64%) e o efeito ambiental (P<0...

‣ Seleção de clones de batata-doce com potencial de utilização na alimentação humana e animal.; Selection of sweet potato clones with potential for use in human and animal feed.

Figueiredo, José Altair
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Objetivou-se, com este trabalho, selecionar clones de batata-doce com potencial de utilização na alimentação humana e animal. O trabalho foi realizado no setor de Olericultura e nos Laboratórios de Técnicas Dietéticas e Tecnologia de Biomassa do Cerrado do Campus JK da UFVJM, em Diamantina-MG. Foram avaliados a produtividade total de raízes, produtividade comercial de raízes, peso médio de raiz comercial, formato de raízes, resistência a insetos do solo, teor de matéria seca das raízes e carotenóides totais. Além dessas características foram avaliadas também as características físicas e sensoriais: coloração da polpa, textura e maciez, doçura da polpa, tempo de cozimento e aceitabilidade das raízes aos clones de batata-doce. Para estudo do potencial de utilização na alimentação animal foram avaliados a produtividade de massa verde, o teor de matéria seca e a produtividade de massa seca das ramas. Já a silagem das ramas foi avaliada quanto ao teor de matéria seca, proteína bruta, FDA, FDN, NDT, pH, Fósforo, Cálcio e Sódio. O experimento foi conduzido em blocos ao acaso (DBC), compreendendo 12 clones e 4 repetições. As parcelas constaram de uma fileira de 4,5 m de comprimento, utilizando o espaçamento de 1...

‣ Avaliação das limitações nutricionais em mudas de pinhão manso cultivadas em casa de vegetação.; Assessment of nutritional limitations in physic nut seedlings grown in greenhouse.

Tanure, Luís Paulo Patente
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O pinhão manso tem se apresentado como uma oleaginosa nativa com características importantes para extração de óleo, visando à produção de biodiesel, em áreas com baixas precipitações pluviométricas e baixos teores de nutrientes no solo. No entanto, pouca importância foi dada à sua cultura, a qual apenas nos últimos anos vem sendo estudada, o que deixou um grande leque de informações em aberto, como as suas limitações nutricionais e distribuição dos nutrientes, por exemplo. Os objetivos destes trabalhos foram (a) avaliar as limitações nutricionais no crescimento de mudas de pinhão manso em Neossolo Quartzarênico Órtico típico e (b) avaliar as exigências nutricionais de mudas de pinhão manso sob omissão, acúmulo e distribuição de nutrientes nas diferentes partes da planta. Os experimentos foram conduzidos em condições de casa de vegetação do Departamento de Agronomia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (Diamantina-MG). O primeiro experimento foi realizado com mudas de pinhão manso cultivadas em vasos contendo Neossolo Quartzarênico, submetido aos seguintes tratamentos: completo (adubado com N, P, K, Ca, Mg, S, B e Zn), testemunha (solo natural) e a omissão de um nutriente por vez (-N...

‣ Análise ambiental e energética do tratamento de dejetos líquidos de suínos.; Environmental and energy analysis of treatment of liquid pig manure.

Souza, Cássio Vinícius de
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
No Vale do Jequitinhonha a suinocultura é uma atividade predominantemente praticada por pequenos produtores, os quais têm pouca informação sobre o manejo adequado dos dejetos oriundos da atividade. O manejo adotado geralmente se resume ao armazenamento desses dejetos e posterior aplicação no solo sem um tratamento prévio, constituindo um fator de poluição ambiental. Dessa forma torna-se necessário a utilização de dispositivos que promovam a redução do potencial poluidor dos dejetos e o reaproveitamento integral desses resíduos como forma de resgate de parte da energia empregada no processo produtivo. Diante disso os objetivos desse trabalho foram avaliar a eficiência do sistema de lagoas de estabilização em série na redução do potencial poluidor dos dejetos líquidos de suínos em uma granja comercial em ciclo completo com 500 animais, com vistas ao seu reaproveitamento como biofertilizante e estimar a quantidade de energia para produção de suínos em ciclo completo e o balanço energético do sistema com reaproveitamento dos resíduos gerados como biofertilizante em área de pastagem. Foram coletadas amostras em diferentes pontos do sistema de tratamento e efetuadas as análises dos seguintes parâmetros: pH...

‣ Tratamento e reaproveitamento de resíduos de suínos como biofertilizante na cafeicultura.; Treatment and reuse of waste from pigs as biofertilizer in coffee production.

Sousa, Francine Aparecida
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A distribuição como biofertilizantes é uma alternativa viável para a destinação dos dejetos produzidos na suinocultura, já que eles possuem nutrientes tais como fósforo, nitrogênio, entre outros. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi caracterizar os parâmetros físico-químicos de dejetos líquidos de suínos (DLS), tratados em sistema de lagoas em série e avaliar as alterações nos atributos microbiológicos de um solo cultivado com café após aplicação de diferentes doses de DLS. O estudo foi conduzido na Granja Campo Alegre e na Fazenda Yamaguchi, no Município de Diamantina, Minas Gerais. Os DLS foram coletados em vários pontos: saída das instalações, saída da lagoa anaeróbia, saída da primeira lagoa facultativa e saída da segunda lagoa facultativa, sendo analisados: Demanda Química de Oxigênio (DQOt), Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO5), Concentração de Sólidos Totais (ST), Nitrogênio Total (N-Total), Fósforo, Potássio, Zinco e Cobre. Após análise, os dejetos foram aplicados em um cafeeiro, em experimento, constituído por cinco tratamentos com cinco repetições. As amostras de solo foram coletadas, na camada de 0-10 cm, de profundidade. Foram avaliados a respiração basal, o carbono da biomassa microbiana e determinado o quociente metabólico. Os resultados permitiram constatar que o sistema de lagoas de estabilização em série apresenta 88% de eficiência na remoção de DQOt e 91% na remoção de DBO5. As frações de sólidos apresentaram comportamento semelhante e a eficiência de remoção de N-Total correspondeu a 24...

‣ Adubação NPK na produção de minestacas de eucalipto em solução nutritiva.; NPK fertilization in production of eucalypt minicuttings in nutrient solution.

Carvalho Neto, José Pereira de
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O sucesso da propagação vegetativa depende do estado nutricional da planta-matriz. Entretanto, padrões ideais das concentrações dos nutrientes não estão ainda bem estabelecidos para a miniestaquia. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da adubação NPK na produção de miniestacas de eucalipto em solução nutritiva. O trabalho foi realizado de novembro de 2008 a janeiro de 2009, em casa de vegetação. Foi utilizado delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial fracionado (4x4x4)½, perfazendo 32 tratamentos com três repetições. Os tratamentos se constituíram de quatro doses dos nutrientes de N (50; 100; 200 e 400 mg L-1) na forma de uréia, P (7,5; 15; 30 e 60 mg L-1) na forma de ácido fosfórico e K (50; 100; 200 e 400 mg L-1) na forma de cloreto de potássio em solução nutritiva. Houve apenas efeito significativo para as doses de N isoladamente. Observou-se efeito linear decrescente com o aumento das doses de N para as variáveis como número de miniestacas, massa seca das miniestacas, massa seca da raiz e parte aérea da minicepa de eucalipto. O número de miniestacas e os teores de nutrientes foliares das miniestacas se apresentaram adequados à literatura existente. A distribuição percentual da massa seca e dos nutrientes variou em função do aumento das doses de N. O maior acúmulo percentual de nutrientes e de massa seca ocorreu na parte aérea das minicepas e nas miniestacas. A dose recomendada para o material genético em estudo foi de 50...

‣ Diagnose nutricional do cafeeiro para produção e qualidade da bebida na região do Alto Vale do Jequitinhonha, MG.; Nutricional diagnosis of coffee plantations for yield and beverage quality in the region of the High Jequitinhonha Valley, Minas Gerais State, Brazil.

Farnezi, Múcio Mágno de Melo
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O Alto Vale do Jequitinhonha tem apresentado como ascendente pólo cafeeiro do estado de Minas Gerais. No entanto, pouca importância tem sido dada ao diagnóstico do estado nutricional do cafeeiro que proporcione maior produtividade e, melhor qualidade da bebida.As normas DRIS ainda não foram estabelecidas para cafeeiros do Alto Vale do Jequitinhonha,assim, a inexistência dessas impede que o DRIS seja aplicado nesta cultura nessa região. A diagnose foliar, mediante o uso do Sistema Integrado de Diagnose e Recomendação (DRIS) e de faixas críticas de nutrientes de referência, destaca-se dentre as ferramentas potenciais que permitem diagnosticar eficientemente o estado nutricional das plantas. Os objetivos deste trabalho foram (a) estabelecer as normas DRIS, propor faixas adequadas para teores foliares de nutrientes e diagnose nutricional dos cafeeiros (Coffea arabica L.) do Alto Vale do Jequitinhonha; (b) realizar o levantamento da qualidade da bebida do café e (c) estabelecer as normas DRIS, propor faixas adequadas de nutrientes e avaliar o estado nutricional dos cafeeiros para maior produtividade. O Alto Vale do Jequitinhonha tem apresentado como ascendente pólo cafeeiro do estado de Minas Gerais. No entanto, pouca importância tem sido dada ao diagnóstico do estado nutricional do cafeeiro que proporcione maior produtividade e...

‣ Caracterização do solo com diferentes usos e composição florística no Vale do Mucuri – MG.; Characterization of soil with different uses and floristic composition in the Mucuri Valley – MG.

Almeida, Luciana Gomes Fonseca
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O presente estudo foi realizado com os seguintes objetivos: a) caracterizar o estágio de degradação do solo com diferentes usos em áreas de agricultores familiares no Vale do Mucuri; b) descrever a composição florística de remanescentes de matas ciliares para subsidiar a recomposição das áreas degradadas. Este trabalho faz parte do projeto nº 2008-3.08/07 Fapemig, em parceria com a ARMICOPA (Associação Regional Mucuri de Cooperação dos Pequenos Agricultores). As amostras de solo foram coletadas em quatro localidades nos municípios de Ladainha, Novo Oriente, Poté e Caraí, sendo que em cada localidade foram amostradas áreas de pastagem, área de cultura e remanescente florestal. Foram realizadas determinações de atributos físicos, químicos e ligados à matéria orgânica do solo de todas as áreas. A composição florística foi realizada nos quatro remanescentes florestais do bioma Mata Atlântica com Floresta Estacional Semidecidual. Foram alocadas nove parcelas de 10 x 10m, totalizando 900m² em cada ambiente de mata ciliar. O material botânico foi coletado dentro de cada parcela, sempre procurando atingir a maior diversidade possível de espécies por fragmento. Dentre os agroecossistemas analisados, a mata foi a que apresentou melhor qualidade dos atributos do solo...

‣ Fungos micorrízicos arbusculares em sempre-viva pé-de-ouro (Syngonanthus elegans (Bong.) Ruhland.).; Arbuscular mycorrhizal fungi in star-flower foot-of-gold (Syngonanthus elegans (Bong.) Ruhland.).

Costa, Hesmael Antonio Orlandi
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A sempre-viva Syngonanthus elegans, é uma espécies endêmica dos Campos Rupestres que está ameaçada de extinção devido ao extrativismo, que busca sua beleza natural como matéria prima para confecção de produtos ornamentais com alto valor comercial. Existem poucas informações sobre a ecologia desta espécie e nenhuma sobre a ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs). O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência e a diversidade de FMAs em Syngonanthus elegans. Dez plantas com raízes e solo rizosférico foram coletadas, em julho de 2007, de locais de ocorrência natural em Diamantina – MG: Nascente do Córrego do Soberbo e Parque Nacional das Sempre-vivas. Em cada local foi selecionada uma área de 100 x 100m. Estas áreas apresentam semelhança quanto à fertilidade do solo e ao clima. Como controle, foram coletadas três exemplares das espécies Loudetiopsis chrysothrix e Xyris sp. Em S. elegans foram observados estruturas fúngicas como hifas, vesículas arbusculos e esporos; alta porcentagem de raízes colonizadas (75 %) e 24 espécies de FMAs morfologicamente distintos. Mais da metade dos FMAs observados neste estudo não puderam ser identificadas a nível de espécie, sendo que algumas destas são possivelmente novas para ciência...

‣ Produção e qualidade de raízes, ramas e silagem de ramas de clones de batata-doce em diferentes locais e épocas de colheita.; Production and quality of roots, stems and branches of silage from sweet potato clones in different locations and times of harvest.

Viana, Daniel José Silva
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A batata-doce (Ipomoea batatas (L.)), espécie pertencente à família Convolvulaceae, é uma planta rústica, cultivada principalmente por pequenos produtores. Apesar de ser uma das olerícolas mais cultivada no Brasil e apresentar grande potencial de uso na alimentação humana, animal e industrial, tem sido pouco estudada. O objetivo deste trabalho foi identificar clones superiores e avaliar a produção e a qualidade de raízes, ramas e silagem de ramas de clones de batata-doce em diferentes épocas de colheita e ambientes de cultivo. Foi realizado um experimento no Campus II e outro na Fazenda Forquilha, ambos localizados no município de Diamantina-MG, com três épocas de colheita. Foram avaliados nas raízes tuberosas: a produtividade total, produtividade comercial, peso médio total, peso médio comercial, resistência a insetos de solo, formato de raízes, proteína bruta, fibra bruta, cinzas, amido, compostos fenólicos e herdabilidade. Na parte aérea foi avaliado a produtividade de matéria verde, teor de matéria seca, produtividade de matéria seca, proteína bruta e fibra bruta. Foi feito silagem das ramas aos 150 dias após a colheita na Fazenda Forquilha, onde foi analisado proteína bruta, FDA, FDN, NDT, pH, matéria seca...

‣ Avaliação de sistemas de cultivo das sempre vivas Comanthera elegans (Bong.) L.R. Parra & Giul. E C. bisulcata (Körn) L.R. Parra & Giul.; Assessoment of cultivation systems to Everlasting flowers Comanthera elegans (Bong.) L.R. Parra & Giul. e C. bisulcata (Körn) L.R. Parra & Giul.

Moreira, Fernanda da Conceição
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
As sempre vivas são plantas das famílias Eriocaulaceae, Xyridaceae, Cyperaceae, Amaranthaceae e Rapataceae. As principais espécies comercializadas dentro de Eriocaulaceae pertencem ao gênero Comanthera e muitas se encontram ameaçadas de extinção. O extrativismo de sempre vivas gera emprego e renda no Vale do Jequitinhonha e regiões circunvizinhas. A falta de conhecimento sobre a espécie é citada como a principal causa da não elaboração de normativas que estabeleçam os procedimentos de manejo. A inexistência de normativas tem contribuído significantemente para a coleta indiscriminada dessas espécies. Objetivou-se com o presente trabalho: caracterizar o desenvolvimento de C. elegans em sistema de cultivo; estabelecer dentro de três sistemas de cultivos propostos (canteiro, faixa e área total) o que mais favorece o desenvolvimento de C. elegans e de C. bisulcata. O trabalho foi desenvolvido em Galheiros-MG, no período de janeiro de 2009 a junho de 2010. O material proveniente do processamento de capítulos contendo sementes foi lançado diretamente sobre a superfície do solo gradeado. A emergência de plântulas de S. elegans se iniciou no final de fevereiro de 2009 e em maio ocorreu a antese dos capítulos. Na segunda fase reprodutiva...

‣ Caracterização, mapeamento, volume de água e estoque de carbono da turfeira da área de proteção ambiental Pau-de-Fruta em Diamantina – MG.; Characterization, Mapping, volume of water and carbon stock from the Peat Bog of the Environmental Protection Area Pau-de-Fruta in Diamantina – MG.

Campos, José Ricardo da Rocha
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A turfeira é formada pelo acúmulo em sucessão de restos vegetais, em locais que apresentam condições que inibem a atividade de microrganismos decompositores, como excesso de umidade, baixo pH, escassez de oxigênio e temperaturas amenas. Em Diamantina, esse pedoambiente é encontrado na Área de Proteção Ambiental - APA Pau-de-Fruta, situada a 6 km da sede do município, a uma altitude média de 1366 m. A APA está inserida na Serra do Espinhaço Meridional, sua litologia é predominantemente quartzítica e a vegetação é típica de campo rupestre, com pequenas ilhas de cerrado denominadas capões, que se adaptaram ao ambiente hidromórfico. O ambiente é oligotrófico e apresenta elevados teores de Al3+ e valores de saturação por alumínio. As turfeiras formadas nessa área apresentam verticalmente uma estrutura bem definida, sendo que as camadas mais superficiais foram classificadas, de acordo com seu estágio de decomposição, como fíbricas, as intermediárias como hêmicas e as camadas mais profundas, como sápricas. A turfeira, por ser um ambiente de acúmulo de matéria orgânica em condições de baixa atividade de O2, favorece a formação e a manutenção de substâncias húmicas, sobretudo as frações menos solúveis...

‣ Produtividade e composição químico-bromatológica do capim-braquiária sob arranjos e clones de eucalipto na integração lavoura-pecuária-floresta.

Guimarães, Cíntia Gonçalves
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a produtividade de massa seca, a composição químico-bromatológica e a extração de minerais do capim-braquiária em diferentes idades de rebrotação após a colheita do milho, arranjos, clones de eucalipto e locais de amostragem, na integração lavoura-pecuária-floresta. O experimento foi conduzido na Fazenda Experimental de Santa Rita/EPAMIG, Prudente de Morais, MG, em esquema de parcelas subsubdivididas, no delineamento em blocos casualizados, com três repetições. Nas parcelas distribuíram-se as idades de rebrotação da forrageira (10, 17, 24, 31, 38, 45 e 52 dias após a colheita do milho para silagem). As subparcelas corresponderam aos arranjos de eucalipto, em linhas duplas: (3x2) + 20 m e (2x2) + 9 m, e em linha simples: 9 x 2 m (experimento 1); e clones de eucalipto, GG 100, I 144 e VM 58 (experimento 2). As subsubparcelas consistiram nos locais de amostragem, no centro da entrelinha e sob a copa de eucalipto. No experimento 1 o arranjo (3x2) + 20 m proporciona maior produtividade de massa seca do capim-braquária, no centro da entrelinha. Entretanto, as produtividades de massa seca são baixas, mesmo com elevadas altura de plantas. Os arranjos (2x2) + 9 m e 9 x 2 m proporcionam melhor composição bromatológica...

‣ Reabilitação de área degradada pela deposição de resíduos sólidos urbanos usando gramíneas forrageiras.; Rehabilitation of the degraded area by deposition of solid waste using forage grasses.

Miranda, Vanessa Soares
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Avaliaram-se a produtividade de matéria seca e a composição bromatológica de gramíneas forrageiras colhidas em área degradada pela deposição de resíduos sólidos urbanos, num experimento em esquema de parcelas subdivididas, com delineamento em blocos casualizados, com cinco gramíneas nas parcelas e três cortes nas subparcelas no tempo, com quatro repetições. O teor e a absorção de minerais e a concentração de metais pesados foram avaliados no 2º corte, no delineamento em blocos casualizados, com cinco gramíneas e quatro repetições. As gramíneas utilizadas foram Brachiaria decumbens cv. Basilisk, Brachiaria ruziziensis, Brachiaria brizantha cv. Marandu e cv. Xaraés e Panicum maximum cv. Tanzânia, colhidas com 42 dias de rebrotação. A produtividade de matéria seca por corte foi de até 1.480 kg/ha, o teor mínimo de proteína bruta (PB) foi 9,5% e o teor médio de fibra detergente neutro (FDN) foi 62,3%. As gramíneas forrageiras apresentam resultados satisfatórios em produtividade de matéria seca e composição bromatológica, constituindo em alternativa para a reabilitação de área degradada por resíduos sólidos urbanos, assim como adequada composição mineral, à exceção de fósforo, cujo teor foi muito baixo. As concentrações de todos os metais pesados encontram-se abaixo do nível de toxicidade para as plantas.; ABSTRACT We evaluated the dry matter yield and chemical composition of grasses harvested in an area degraded by deposition of solid waste. The experiment was conducted in a split plot randomized block design with five grass plots and subplots in the three cuts time...

‣ Qualidade fisiológica de sementes de assa-peixe (Vernomia polyanthes Less.).; Physiological quality of seeds of Vernonia polyanthes Less.

Fonseca, Patrícia Gomes
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O assa-peixe (Vernonia polyanthes Less.) espécie pertencente à família Asteraceae, possui propriedades medicinais e tem potencial apícola. Apesar de seu intenso uso popular, são escassas as informações sobre os fatores que condicionam a germinação e o armazenamento de suas sementes. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de sementes de assa-peixe em relação ao efeito dos fatores temperatura/luz, em diferentes tipos de câmaras, e a influência dos diferentes tipos de ambientes/embalagens, durante o período de armazenamento. A pesquisa foi dividida em duas partes. A primeira parte consistiu em avaliar o efeito dos fatores temperatura e luz sobre o comportamento fisiológico das sementes de assa-peixe, através dos testes de vigor (teste de primeira contagem da germinação e índice de velocidade de germinação) e germinação, em diferentes tipos de câmaras, sob temperaturas constantes (Mangelsdorff e B.O.D.) e alternadas (B.O.D.), na presença e ausência de luz. Os tratamentos foram dispostos em arranjo fatorial, com delineamento inteiramente casualizado e os dados foram submetidos à análise de variância, com as médias comparadas entre si pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Pelos resultados constatou-se que esta espécie comportou-se como “fotoblástica preferencial”...

‣ Respostas fisiológicas, fenológicas e anatômicas de Syngonanthus elegans (Bong.) Ruhland e Syngonanthus elegantulus Ruhland cultivadas sob dois níveis de radiação em Diamantina, MG.

Nunes, Silvia Cristina Paslauski
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Syngonanthus elegantulus Ruhland (vargeira) e Syngonanthus elegans (Bong.) Ruhland (pé-de-ouro) são as sempre-vivas mais exploradas comercialmente na região de Diamantina. O extrativismo dessas constitui importante fonte de renda para muitas famílias do Vale do Jequitinhonha. As áreas de ocorrência dessas espécies vêm diminuindo drasticamente devido à excessiva pressão de coleta e o manejo com o fogo, que é ateado após as primeiras chuvas (set/out), sendo utilizado com freqüência visando o incremento na produção de inflorescências. Segundo os coletores no ano em que não se coloca o fogo, a produção de capítulos na safra subseqüente é reduzida. A interferência da cobertura vegetal na penetração da luz é um aspecto importante no manejo das espécies. No manejo das sempre-vivas, o fogo pode atuar eliminando o sombreamento causado por outras espécies que ocorrem associadas a elas e, portanto, alterar a penetração de luz, interferindo na germinação das sementes, desenvolvimento vegetativo e na produção de inflorescências. Informações sobre as respostas das plantas a condições distintas de luz são de grande importância para determinar seu potencial de produção e entender a sua capacidade competitiva sob diferentes condições de manejo. Objetivou-se estudar o comportamento fisiológico e anatômico de S. elegans e S. elegantulus cultivadas em vasos...

‣ Crescimento e nutrição de mudas de copaíba em dois volumes de substratos e níveis de sombreamento.; The copaíba (Copaifera langsdorffii) is a tree, the family Leguminosae (Caesalpinioideae) found in savannah, forest and gallery forests.

Dutra, Tiago Reis
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
A copaíba (Copaifera langsdorffii) é uma espécie arbórea, da família Leguminosae (Caesalpinioideae) encontrada no cerrado, mata atlântica e matas de galeria. Assim como outras diversas espécies florestais, começaram a receber em meados da década de 70 maior importância na produção de suas mudas em viveiros florestais para uso em diversos projetos. O volume e tipo de substrato são os primeiros aspectos que devem ser investigados para se garantir a produção de mudas de boa qualidade em viveiros florestais. A luminosidade é outro fator de enorme importância na produção de mudas, sendo que variações na qualidade e quantidade, presença ou ausência de luz irá influenciar o desenvolvimento da planta. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência de dois volumes de diferentes tipos de substratos e níveis de sombreamento crescentes no crescimento e teores de nutrientes em mudas de copaíba. O experimento foi conduzido por 130 dias em DBC casualizados no esquema fatorial 2 x 5, sendo avaliado dois volumes dos substratos Bioplant®, 70% vermiculita + 30% casca de arroz carbonizada, 40% vermiculita + 30% casca de arroz carbonizada + 30% fibra de côco, 50% vermiculita + 30% casca de arroz carbonizada + 20% areia...

‣ Hidrogel e turno de rega no crescimento inicial de eucalipto.; Polymers hydroretentors and irrigation frequency on the growth and nutrient content in eucalyptus.

Fernandes, Eder Rafael Pereira
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O trabalho teve por objetivo avaliar a eficiência do polímero de poliacrilamida e turnos de rega no crescimento do eucalipto (Eucalyptus urophylla). O experimento foi conduzido em casa de vegetação no Departamento de Agronomia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina-MG, no período de outubro a maio de 2010. O delineamento foi de blocos casualizados, contendo quatro tratamentos (doses de polímeros hidrorretentores: 0, 2, 4 e 8 gramas por planta). Cada bloco constituiu um turno de rega, sendo 1; 5; 10, 20 e 40 dias de intervalo entre irrigações. Cada parcela foi constituída por 4 sacos contendo uma planta de eucalipto. Não houve efeito das doses de polímero no crescimento da planta. Quanto ao conteúdo de nutrientes, apenas o potássio (raiz) e o cobre (caule) apresentaram diferenças estatísticas, sendo a dose de 8 gramas por planta a superior. O aumento dos turnos de rega proporcionou diminuição em todas as características biométricas e no acúmulo do conteúdo dos nutrientes avaliados.; ABSTRACT The purpose of this work was to evaluate the efficiency of polyacrylamide polymer and irrigation frequency in the growth of eucaliptus (Eucalyptus urophylla). The experiment was conducted in a greenhouse...

‣ Populações, matrizes e idade da planta na expressão de variáveis físicas, químicas e físico-químicas em frutos do pequizeiro (Caryocar brasiliense Camb.).; Population, mother tree and plant age effects on the expression of physical, chemical and physic-chemical traits on pequi (Caryocar brasiliense Camb.) fruits.

Lima e Silva, Fernando Higino de
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
O objetivo do presente trabalho foi estimar os efeitos de populações, matrizes e idade da planta na expressão de variáveis físicas, químicas e físico-químicas de frutos de pequizeiro. Colheram-se frutos oriundos de 15 matrizes em Curvelo e 15 em São Gonçalo do Rio Preto, Minas Gerais. A amostragem foi feita de maneira a se ter, em cada população, matrizes com diferentes diâmetros de tronco, sendo este último uma estimativa da idade da planta. Para todas as variáveis foram tomados dez frutos por matriz e as variáveis químicas e físico-químicas foram avaliadas em cinco matrizes de cada população. Avaliaram-se, em cada fruto, as variáveis físicas: peso total; peso do mesocarpo externo; peso total dos putâmens; peso médio dos putâmens; nº de putâmens; peso total de polpa; e peso médio de polpa. As variáveis químicas e físico-químicas, avaliadas na polpa, foram: umidade; cinzas; lipídeos; proteínas; carboidratos totais; pH; sólidos solúveis totais; e acidez total titulável. O efeito de matrizes foi altamente significativo para todas as variáveis avaliadas (P<1%), enquanto o de populações foi apenas para duas variáveis (5%

‣ Acúmulo e partição de matéria seca e nutrientes de cultivares de milho, feijão e mandioca em competição com plantas daninhas.; Accumulation and partitioning of dry matter and corn, beans and cassava nutrients in competition with weed.

Cury, João Pedro
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Avaliaram-se neste trabalho os efeitos da competição entre cultivares de milho, feijão e mandioca e seis espécies de plantas daninhas no acúmulo e na alocação de matéria seca e nutrientes pelas plantas; o potencial de algumas dessas espécies em reciclar nutrientes e a eficiência nutricional do feijoeiro. Para isso foi realizado um experimento para cada cultura com três genótipos de milho, três de feijão e dois de mandioca, cultivados em competição com seis espécies de plantas daninhas, além dos tratamentos adicionais, correspondentes às cultivares de milho, feijão e mandioca e às espécies daninhas ausentes de competição. O período de convivência entre as cultivares de milho, feijão e mandioca e as plantas daninhas foi de 60, 45 e 75 dias após emergência das culturas, respectivamente. Para a cultura do milho e do feijão foi avaliada a alocação de matéria seca e de nutrientes, inclusive entre os diferentes órgãos. Ainda para o feijão foram estimados os coeficientes para eficiência de absorção, transporte e utilização dos nutrientes. Para a cultura da mandioca, foram determinadas, além da alocação de matéria seca, características morfofisiológicas ligadas à área foliar. A folha e o caule do milho foram os principais órgãos afetados negativamente pela competição...