Página 8 dos resultados de 34243 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

‣ Estilos de aprendizagem de futuros professores e estratégias de ensino da matemática no 1.º ciclo do ensino básico

Morais, Carlos; Miranda, Luísa; Barros, Daniela
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Parte de Livro
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Considerando que as estratégias de ensino utilizadas pelos professores para ensinarem Matemática influenciam a aprendizagem dos alunos e que os estilos de aprendizagem podem interferir na definição das estratégias de cada professor, nesta reflexão enfatizamos os aspectos defendidos pelos alunos, futuros professores de Matemática da Educação Básica, bem como a relação das estratégias defendidas com os seus estilos de aprendizagem. O principal objectivo desta investigação consiste em identificar os estilos de aprendizagem de uma amostra de futuros professores e averiguar as características que enfatizam para as estratégias de ensino e aprendizagem da Matemática ao nível do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Dos resultados da investigação provenientes de uma amostra de alunos do ensino superior, destaca-se que a maioria dos futuros professores da Educação Básica tem como estilo predominante o estilo reflexivo, atendendo à classificação dos estilos de aprendizagem seguida por Alonso, Gallego e Honey (1999). Os indicadores relativos às estratégias de ensino e aprendizagem acerca de competências, actividades, recursos e formas de trabalhar assumem diversos aspectos comuns nos vários estilos de aprendizagem.

‣ Aprendizagem auto-dirigida : um contributo para a qualidade do ensino superior; Self-directed learning: a contribute to the quality of higher education

Oliveira, Albertina Lima de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Nas sociedades que ambicionam estruturar-se, de acordo com o paradigma da educação e da aprendizagem ao longo da vida, tem-se assistido, por um lado, a um questionamento sem precedentes da educação tradicional e, por outro lado, à valorização do conceito de aprendizagem autodirigida, o qual constitui, do ponto de vista de distintos educadores, um dos principais pilares do paradigma referido. A presente dissertação pretendeu alcançar dois objectivos principais: 1) saber se o avanço no ensino superior está associado a uma maior capacidade dos alunos para autodirigirem a aprendizagem e 2) no plano conceptual, desenvolver um conhecimento mais profundo dos diversos factores implicados na prontidão para a aprendizagem autodirigida. Depois de se ter efectuado uma revisão extensa e profunda da literatura da especialidade (a qual abrangeu os cinco primeiros capítulos da dissertação) foram formuladas onze hipóteses bivariadas e uma multivariada. Em relação às primeiras, propusemos que as variáveis psicológicas, tais como a auto-confiança para a aprendizagem autodirigida, a auto-estima, a satisfação com a vida, a autodisciplina, o esforço de realização, a perseverança, o locus de causalidade interno e as crenças epistemológicas...

‣ Transferência da aprendizagem: o sentido do saber

Silva, Catarina Alexandra Pinto da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Dificilmente aprendemos sem integrar informação nas redes de conhecimento anterior. Mesmo as actividades mais simples, quando aprendidas e repetidas, adquirem alguma significação para o sujeito que as repete fora do seu contexto natural e original de ocorrência. Perante o confronto com uma tarefa desconhecida, evocamos o nosso conhecimento anterior para o aplicar à nova situação. Podemos assim, falar de transferência da aprendizagem, que pode ser entendida como a influência que a aprendizagem anterior exerce no desempenho de uma nova aprendizagem. A transferência da aprendizagem tem sido colocada em lugar de destaque em vários domínios, nomeadamente, ao nível da Psicologia e da Educação. Realizámos um estudo qualitativo exploratório sobre esta temática. Na revisão da literatura analisámos o estado da arte, o que nos permitiu contextualizar e clarificar o tema. No estudo empírico procurámos, por meio da análise de estudos de casos, perceber quais as percepções das participantes em relação à transferência da aprendizagem, conceptualizada, de acordo com o quadro teórico desenhado. Entrevistámos sete docentes, de diferentes áreas disciplinares, todas com experiência ao nível do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário. Da análise dos resultados concluímos que a noção das docentes face aos significados da transferência da aprendizagem e à identificação de aspectos chave relevantes...

‣ O impacto de ambientes online na perceção de competências de aprendizagem em alunos do ensino fundamental

Sol, Paulo; Moreira, J. António
Fonte: Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES)- Núcleo de Educação a Distância Publicador: Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES)- Núcleo de Educação a Distância
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Poderão os ambientes online favorecer as competências de aprendizagem, tal como os estudantes do ensino fundamental as percebem? Nos tempos atuais, em que às profundas transformações sociais, económicas e culturais se associa a evolução das tecnologias de informação e da comunicação deparamo-nos com a necessidade de reequacionar os processos de ensinoaprendizagem. Neste artigo analisamos o impacto de novos cenários pedagógicos online na perceção das competências de aprendizagem na disciplina de Físico-Química do ensino fundamental. Participaram na investigação 120 alunos, 60 do ensino público e 60 do ensino particular, do 9.º ano de escolaridade, de duas escolas do distrito de Aveiro- Portugal. No final do ano letivo, os estudantes responderam a uma escala de competências de autoaprendizagem, adaptada para aprendizagem em ambientes online. Os resultados do estudo mostram que ambientes online, ancorados num design centrado no desenvolvimento de competências e num modelo pedagógico baseado nos princípios do construtivismo, da autonomia e da interação podem ter efeitos muito positivos na perceção das competências de aprendizagem nas dimensões consideradas: Aprendizagem Ativa ou Aceitação da Responsabilidade Pessoal pela Aprendizagem...

‣ Discutindo estilos de aprendizagem com tecnologias do Projeto Openlearn para videoconferência e mapeamento do conhecimento

Okada, Alexandra; Barros, Daniela Melaré Vieira; Santos, Lila
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Este artigo visa discutir sobre estilos de aprendizagem para subsidiar práticas pedagógicas e processos de aprendizagem com as tecnologias do projeto OpenLearn: FlashMeeting para webconferência e Compendium para mapas do conhecimento. Nosso foco de pesquisa é identificar quais são os recursos destas duas tecnologias e ações pedagógicas que podem favorecer diferentes estilos de aprendizagem. Nossa fundamentação teórica baseia-se na aprendizagem aberta, onde os aprendizes conduzem o seu processo de aprendizado e no conceito de estilos de aprendizagem como preferências e tendências de cada aprendiz que influenciam em sua maneira de apreender um conteúdo. A metodologia de pesquisa utilizada é um estudo de caso com análise qualitativa. Neste estudo, analisamos uma webconferência e mapas desenvolvidos numa comunidade de pesquisa aberta (OpenLearn CPLP) nos quais os participantes – educadores, pesquisadores e aprendizes – discutem sobre estilos de aprendizagem e tecnologias. Os resultados nos possibilitam entender que numa comunidade de aprendizagem aberta, a discussão e a reflexão – tanto entre a equipe pedagógica como de aprendizes – sobre os diferentes estilos de aprendizagem podem favorecer um maior aproveitamento dos recursos tecnológicos visando enriquecer mais o processo de aprendizagem.

‣ Ambiente virtual de aprendizagem numa escola periférica de Queimadas/BA: interações estudantis e aprendizagem

Xavier, Heráclito Santos Martins
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
O presente estudo descreve e analisa a participação de um grupo de sessenta alunos do Ensino Médio de uma escola pública do Estado da Bahia, Brasil, num Ambiente Virtual de Aprendizagem em plataforma Moodle. O problema sob investigação relaciona-se com a análise do modo como esse Ambiente Virtual de Aprendizagem pode promover o desenvolvimento das relações estudantis e elevar igualmente o nível de aprendizagem desses educandos. Para isso, averiguou-se como e se os recursos colaborativos, disponíveis nesse ambiente virtual, seriam capazes de promover conhecimento neste espaço interativo; nesse sentido, elencou-se o desenvolvimento de habilidades e competências de aprendizagem influenciadas pela participação dos estudantes neste ambiente, descrevendo-se os obstáculos e benefícios encontrados no desenvolvimento das atividades colaborativas. Fundamentado na Teoria do Agir Comunicativo, segundo Habermas (2012), este estudo baseia-se na interação comunicativa dos estudantes, mediada pelas Tecnologias da Informação e Comunicação na emergência do Ciberespaço, enfocadas por Lévy (1999). Utilizou-se, como recurso técnico, a plataforma Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), sistema desenvolvido para escolas e professores que desejam um espaço virtual de aprendizagem para interagir com os alunos na concepção da Web 2.0...

‣ A evolução das organizações de apoio às entidades sindicais brasileiras: um estudo sob a lente da aprendizagem organizacional; The evolution of the organizations that support Brazilian unions: a study under the organizational learning point of view

Amorim, Wilson Aparecido Costa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Este estudo objetivou principalmente analisar, sob a lente da aprendizagem organizacional, se as mudanças ocorridas nas relações do trabalho afetaram Organizações de Apoio às Entidades Sindicais. Sua atenção recaiu em especial nas negociações coletivas e atividades dos sindicatos nos anos 90. As finalidades específicas deste trabalho foram: identificar as competências organizacionais destas organizações antes do período da década de 90; as competências organizacionais demandadas pelas organizações a partir da primeira metade dos anos 90; como os processos de aprendizagem organizacional desenvolvidos foram percebidos pelos sindicatos após 1994 no Brasil; os eventos que originaram estas novas competências, os conhecimentos associados a estas competências e como a rede constituída a partir destes processos de aprendizagem organizacional afetou os demais agentes da mesma; e, finalmente, elaborar histórico das organizações no período da década de 90 em diante para contextualização do estudo. Os pontos de partida teóricos foram dois: a aprendizagem organizacional (inclusive a discussão econômica sobre conhecimento e aprendizagem), relações de trabalho (para a contextualização do ambiente de atuação destas organizações). Sobre aprendizagem organizacional abordaram-se o debate sobre competências organizacionais e...

‣ Curso em ambiente virtual de aprendizagem: canteiro para germinação de comunidade de aprendizagem on line; Course offered in a LMS: garden for the sprout of an on-line community.

Queiroz, Vera Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
A presente pesquisa configura-se como um estudo de caso de natureza qualitativa que procurou analisar e tecer algumas considerações importantes a respeito de um curso livre experimental de inglês básico on-line - denominado Beginner Grammar Writing (BGW)-, com enfoque no desenvolvimento das habilidades de leitura e de escrita. Esse curso foi oferecido para alunos de diferentes países cuja língua materna não é o inglês, e ministrado, concomitantemente, por duas professoras da área, residentes em países distintos. Procurou-se verificar se o curso, que adotou uma metodologia de ensino-aprendizagem colaborativa/comunicacional, veio a se tornar uma comunidade de aprendizagem, a partir das características apontadas por vários teóricos, e das quais elegemos as seguintes: interesses comuns, empatia, sociabilidade colaborativa e tempo de exposição no grupo. Os dados obtidos foram coletados ao longo do curso em questão, no primeiro momento em que foi oferecido. Esses dados consistem em documentos digitais do curso (tais como e-mail dos alunos, e-mail trocados entre as professoras, registros de participação dos estudantes no fórum e em sessões de chat) e na observação participante da professora/pesquisadora ao longo de todo o curso. O estudo fundamentou-se nas teorias da comunicação escolar...

‣ A interação no ensino a distância sob a ótica dos estilos de aprendizagem

Diniz, Danielle Dornellas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
As pessoas têm diferentes preferências no aprender, que acabam se refletindo nas suas diversas características acadêmicas e profissionais. Há muito tempo se procura uma resposta para a pergunta: "por que nas mesmas condições de ambiente e forma de ensino, dois estudantes de mesmo nível intelectual, possuem níveis de aprendizagem diferentes?". Parte da resposta pode ser encontrada nos estilos de aprendizagem, os diferentes modos pelos quais as pessoas percebem e processam as informações. Entender os diferentes estilos de aprendizagem é um passo importante para favorecer a individualidade, tirar proveito das habilidades e também identificar os modos menos preferidos de aprender. Esse autoconhecimento é fundamental ao tratamos do ensino a distância (EaD), que requer que os próprios alunos se organizem e otimizem seu próprio aprendizado. A partir do momento em que conhecem suas preferências, os estudantes têm a possibilidade de dirigir sua aprendizagem nessa direção. Por outro lado, o professor também tem subsídios para planejar atividades e disponibilizar recursos que atendam a uma variedade maior de alunos, diminuindo assim a taxa de desistência e mantendo a motivação, uma vez que a mesma também está intimamente ligada com o nível de comunicação e interação na sala virtual. Assim...

‣ Avaliação do perfil do aluno baseado em interações contextualizadas para adaptação de cenários de aprendizagem.; Evaluation of learner profile based on contextual interactions to adaptation of learning scenarios.

Zaina, Luciana Aparecida Martinez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
A identificação de características que sejam importantes sobre um dado estudante durante o processo de ensino-aprendizagem tem sido alvo de muitos estudos nos últimos tempos. Docentes, coordenadores e pedagogos têm defendido que cada indivíduo possui características particulares e importantes dentro do processo de desenvolvimento do conhecimento. A necessidade de adaptar as estratégias de ensino de acordo com as preferências do aprendiz é uma realidade dentro das salas de aula, sejam estas presenciais ou virtuais. Porém, isto não significa que numa sala de aula deva haver criação de um método para cada aluno, mas sim que se aponte qual a melhor forma de interação para cada um deles construindo grupos de aprendizes com características comuns. Trabalhando desta forma se torna possível identificar perfis de aprendizes dentro de um conjunto de estudantes, possibilitando que se possa trabalhar com conteúdos e ambientes de aprendizagem mais adequados aos aprendizes.O objetivo deste trabalho é apresentar a arquitetura de um sistema que possibilita a criação de cenários de aprendizagem baseados no perfil do aluno. O docente deve indicar as características que devem ser observadas durante as interações do aprendiz em um dado ambiente de aprendizagem eletrônica. Estas características serão modeladas como informações de contexto...

‣ Atividade de aprendizagem em museus de ciências; Learning activity in science museums

Bizerra, Alessandra Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Os museus, independentemente de sua tipologia e contexto de origem, mantêm em comum seu caráter de conservação e preservação do patrimônio cultural, bem como sua disponibilidade em ressignificá-lo. Embora historicamente o papel social dessas instituições tenha se alternado em força e motivos, uma dimensão torna-se evidente: os museus, nos modelos conhecidos hoje, apresentam-se como espaços educativos, organizados, com conhecimento humano historicamente construído, compartilhado e reproduzido por sujeitos ativos. Mas como os museus conduzem desse processo, considerando seu público como composto por sujeitos que atribuem valores e significados a esse patrimônio? Buscando uma reflexão sobre o entendimento do papel social dos museus no que tange à apropriação e re-produção da cultura, foi utilizado o referencial histórico-cultural, baseado nas ideias de Vigotski, Leontiev e Davidov e focado o processo de aprendizagem de conceitos e práticas. Com essa escolha, procurou-se compreender como está estruturada uma atividade de aprendizagem, de ressignificação do patrimônio, em museus de ciências. Assumiu-se, a priori, que essas instituições são locais em que o processo de aprendizagem está presente, mas não necessariamente a atividade de aprendizagem. Diferenciou-se...

‣ A relação entre grupos de eventos de aprendizagem e desenvolvimento de competências individuais; The relationship between groups of learning events and individual competence development

Cassimiro, Wagner Toyama
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Este estudo se propôs a analisar a relação entre grupos de eventos de aprendizagem e desenvolvimento de competência. Buscou-se compreender quais deles eram considerados mais relevantes para o desenvolvimento de diferentes competências do indivíduo no trabalho. Na revisão bibliográfica, quatro grupos de eventos de aprendizagem emergiram: Aprendizagem Conceitual, Aprendizagem Provocada, Aprendizagem Experiencial e Aprendizagem Experiencial Induzida. Estes grupos foram confrontados com quatro tipos de competências que foram selecionados a partir da análise de 28 tipologias: Social, Funcional, Cognitiva e Metacompetência. A pesquisa quantitativa contou com a análise de 223 respondentes válidos. A amostra foi composta por ex-alunos da FEA-USP dos cursos de administração, economia e contabilidade. Foram aplicados testes de análise de variância para avaliar as hipóteses e testes de análise de correspondência para o aprofundamento da análise. Os resultados evidenciaram a importância dos grupos de eventos de aprendizagem informal, sobretudo o de Aprendizagem Experiencial para o desenvolvimento das quatro competências avaliadas. Os grupos de eventos de aprendizagem formal desenvolvem menos todas as competências e são ainda menos relevantes para o desenvolvimento da Competência Social e da Competência Funcional...

‣ Objeto digital no ensino da avaliação clínica do pré-termo: a aprendizagem de estudantes; Digital object in clinical evaluation teaching of preterm: students learning

Del'Angelo, Natália
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
O objeto digital de aprendizagem "Semiotécnica e semiologia do recémnascido pré-termo" apresenta gradativamente a complexidade e as especificidades do recém-nascido pré-termo. Para verificar o impacto deste objeto no processo ensinoaprendizagem, tem-se como objetivos deste estudo avaliar a aprendizagem cognitiva de estudantes sobre o tema, auxiliada pelo uso deste objeto digital de aprendizagem em comparação à aula regularmente oferecida e avaliar subjetivamente o objeto digital. Trata-se de um quase-experimento com grupo controle (n=10) e grupo experimental (n=12) formados por estudantes de Licenciatura em Enfermagem de uma universidade do interior paulista. A intervenção foi o acesso ao objeto digital durante toda a disciplina, complementando o curso regular. A coleta de dados foi executada por meio da caracterização dos sujeitos, pré e pós-teste e avaliação subjetiva sobre o aplicativo. Para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva. O estudo demonstrou que não houve diferença significativa entre os grupos (p=0,127) através do teste Mann-Whitney, porém ao se considerar a comparação intra-grupos através do teste Wilcoxon, ambos obtiveram diferença significativa (p Controle= 0,008 e p Experimental= 0...

‣ Estilos e estratégias de aprendizagem de estudantes universitários; Styles and learning strategies of university students

Silva, Lisliê Lopes Vidal
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Este estudo exploratório buscou investigar os estilos e estratégias de aprendizagem de universitários, com o objetivo de avaliar uma possível interação entre os dois constructos e também comparar o tipo de estilo e de estratégia de aprendizagem dos participantes em função da área de conhecimento, do curso e sexo dos participantes. A pesquisa foi realizada em uma instituição de ensino superior, particular, do interior paulista com 352 estudantes de diversos cursos. Para a coleta de dados foram utilizados dois instrumentos: o Índice de Estilos de Aprendizagem e a Escala de Avaliação de Estratégias de Aprendizagem em Universitários. Quanto aos estilos de aprendizagem, a amostra como um todo se revelou predominantemente sensorial, visual, ativa e sequencial. E no tocante às estratégias de aprendizagem, constatou-se que há uma ordem hierárquica no uso das mesmas: os universitários tenderam a utilizar preferencialmente as estratégias de autorregulação dos recursos internos e contextuais, seguidas pelas de autorregulação cognitiva e metacognitiva e, por último, às destinadas à autorregulação social. Os resultados obtidos não apresentaram correlação suficientemente robusta entre estilos e estratégias de aprendizagem. Contudo...

‣ Uma proposta de modelo de aprendizagem problematizadora no ensino de engenharia de produção com foco no desenvolvimento do pensamento crítico; A proposed of model of problem-learning in engineering production education focusing on the development of critical thinking

Pereira, Camila Regiane Marques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
A problematização é uma forma de explicitar, de propor as contradições presentes na realidade, e na Sociedade do Conhecimento que prima por habilidades e raciocínio crítico, ela é cada vez mais reforçada, pois trabalha questões complexas associadas aos problemas da realidade. Há pesquisas que apontam com diversas nomenclaturas a forma de conceber e adotar estratégias problematizadoras nos processos educacionais, contudo, poucas pesquisas voltadas para o ensino de Engenharia de Produção apresentam diretrizes aos professores a fim de que, baseando-se nelas, possam elaborar suas propostas pedagógicas possibilitando uma aprendizagem significativa e pensamento crítico. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é apresentar um modelo de aprendizagem problematizadora, num contexto de aprendizagem presencial e virtual, oportunizando aprendizagem significativa, bem como avaliar o desenvolvimento do pensamento crítico dos alunos. O modelo tem por base uma revisão bibliográfica das teorias, conceitos e práticas da Metodologia da Problematização e do Ciclo de Aprendizagem Experiencial, e para sua aplicação segue com uma pesquisa-ação com alunos de uma disciplina do programa de pós-graduação em Engenharia da Produção de uma universidade pública do interior de São Paulo. Os indicadores de pensamento crítico identificados na literatura...

‣ Aprendizagem cooperativa: um experimento no ensino de contabilidade; Cooperative learning: an experiment in teaching accounting

Lima, Silene Jucelino de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Devido à grande discrepância entre os métodos de ensino atuais e a forma como ocorre a atuação profissional do contador, destaca-se a necessidade de estudar métodos que estimulem a interação social e facilitem a cooperação entre os estudantes. Neste cenário, a presente pesquisa dedica-se ao estudo da aprendizagem cooperativa, tema já consolidado no ensino de inúmeras disciplinas de nível secundário, porém recente no ensino superior de contabilidade e com resultados ainda controversos. O objetivo principal é avaliar se a utilização da aprendizagem cooperativa proporciona melhoria na aprendizagem dos alunos de Ciências Contábeis. Para isso, foram escolhidos dois níveis das habilidades intelectuais mais elevadas da taxonomia de Bloom: aplicação e análise. O referencial teórico se baseia na literatura sobre aprendizagem cooperativa, taxonomia de Bloom, estilos de aprendizagem e o problema de gerenciamento de conflitos em grupos conhecido como "Paradoxo de Abilene". O experimento foi realizado em uma turma do 1º semestre do curso noturno de Ciências Contábeis da FEA-USP. A amostra inicial era composta por 43 alunos e a final por 36. Os alunos foram divididos em dois grupos: experimental (aprendizagem cooperativa) e controle (aprendizagem individual)...

‣ Um caso de aprendizagem organizacional: exame conceitual e de aplicabilidade no contexto público

Scheidemantel, Ricardo Henrique
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
This research has a practice-oriented focus on the concept of Organizational Learning. The basic approach is a learning organization perspective, and some references to the concepts and concerns of organizational learning were included whenever necessary and proper. Organizational Learning is researched mainly from a management techniques and strategy point of view, with a smaller emphasis on the innovation and accumulation of technological capabilities and theoretical research points of view. A broad approach has been used, based mainly on the study of a successful case using action research in a private telecommunication company operating nationwide in Brazil. This study involved a small group, as it is common with pilot groups for learning organizations. The main purpose of this research is to provide a broad and updated survey about the idea of Organizational Learning. Results presented in the related literature are compared with findings from the field, and that literature is cited throughout the text. The interactions of Organizational Learning with the Brazilian context and with the public administration context are analyzed; important data, ranging from the historical origins and bases of the concept, to details of the activities in a real life learning organization...

‣ A sustentação das comunidades virtuais de aprendizagem e de prática

Christopoulos, Tania Pereira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Comunidades de Prática (CoPs) são definidas como grupos de pessoas que compartilham um conjunto de problemas, uma preocupação ou paixão sobre um tópico específico e que aprofundam o conhecimento sobre esse tópico, interagindo com freqüência e regularidade (WENGER; MCDERMOTT; SNYDER, 2002). Um requisito essencial para que a Comunidade de Prática evolua em seus objetivos é que contenha características próprias de uma Comunidade de Aprendizagem, ou seja, que existam facilidades que motivem a troca entre a competência do grupo e a experiência individual. Uma vez presentes esses elementos, as Comunidades de Prática podem se transformar em Comunidades de Aprendizagem e de Prática . Entre as facilidades para a troca entre competência do grupo e experiência individual encontram-se elementos como modelos, mapas, discursos, mas principalmente a tecnologia, que facilita a disseminação do conhecimento e da prática, por meio da cooperação. Incorporadas as facilidades de tecnologia pela Comunidade de Aprendizagem e de Prática, esta se transforma em uma Comunidade Virtual de Aprendizagem e de Prática, cuja sustentação é importante para que as organizações elevem o conhecimento, por meio do aprendizado na prática, gerando inovações e elevando a produtividade. Muitas dessas comunidades não se sustentam nos seus estágios iniciais porque presenciam muitas controvérsias...

‣ Diagnóstico on-line do estilo cognitivo de aprendizagem do aluno em um ambiente adaptativo de ensino e aprendizagem na web: uma abordagem empírica baseada na sua trajetória de aprendizagem

Souto, Maria Aparecida Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.55052%
Uma das questões críticas relacionadas com um Ambiente Adaptativo de Ensino e Aprendizagem baseado na Web diz respeito à eficácia da aprendizagem do aluno remoto. Assim como diversos trabalhos de pesquisa na literatura, nosso estudo preocupou-se com a modelagem do Estilo Cognitivo de Aprendizagem (ECA) do aluno visando, em um futuro próximo, a adaptação dos conteúdos pedagógicos a esta importante característica individual do aluno. Esta tese descreve a metodologia utilizada para investigar como modelar o ECA do aluno remoto, baseado na observação e análise de seu comportamento em um ambiente de ensino e aprendizagem na Web. Em nosso estudo, o ECA representa o estágio de desenvolvimento cognitivo do aluno, de acordo com a taxonomia de Bloom. Nós acreditamos que os principais benefícios de adaptar a instrução ao ECA do aluno estão relacionados com a possibilidade de oportunizar a ampliação de suas habilidades cognitivas, assim como oportunizar a aprendizagem em profundidade sobre os conteúdos em estudo. A metodologia quase-experimental usada para a modelagem do ECA do aluno compreendeu duas fases distintas: (i) geração das classes de ECA a partir da aplicação de um teste psicológico em uma amostra da população-alvo; e (ii) desenvolvimento do módulo de ensino experimental e o estudo das Trajetórias de Aprendizagem (TA) padrão das classes de ECA...

‣ Dificuldades de aprendizagem na escrita nas s??ries iniciais

Ribeiro, Marley Antiste
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
36.563335%
A escrita ?? usada pela sociedade como importante ve??culo de comunica????o e produ????o. Este trabalho tem como objetivo identificar as dificuldades de aprendizagem na escrita nas s??ries iniciais do ensino fundamental, foi realizado em uma institui????o p??blica da rede oficial do DF, mais especificamente, na regi??o administrativa do Recanto das Emas. A fundamenta????o te??rica ofereceu embasamento para a condu????o da pesquisa, conseguindo subs??dios que contribu??ram significativamente para a reflex??o sobre quest??es relativas ?? compreens??o das dificuldades de aprendizagem na escrita. Na metodologia da pesquisa utilizou-se fundamentos da pesquisa qualitativa e como instrumento de coleta de dados a entrevista semipadronizada, aplicada a quatro professoras da segunda s??rie do ensino fundamental. As categorias selecionadas para a pesquisa foram: a caracteriza????o dos participantes; o processo de aquisi????o da escrita; causas das dificuldades de aprendizagem; dificuldades de aprendizagem; o trabalho com o aluno; e medidas adotadas pela institui????o. Os principais resultados da pesquisa foram: todas as professoras encontraram dificuldades na condu????o do processo de aquisi????o da escrita com seus alunos; as participantes citaram as mesmas causas das dificuldades de aprendizagem???; tr??s professoras apresentaram a discrimina????o das formas das letras...