Página 8 dos resultados de 67836 itens digitais encontrados em 0.076 segundos

‣ What HIF?: a new breath for cell dysfunction in diabetes

Bento, Carla Alexandra dos Santos Figueira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Vascular dysfunction is a main feature of diabetes, contributing to the development of a variety of complications, such as retinopathy, nephropathy and cardiovascular diseases. Diabetes-related vascular complications can be caused by micro and macroangiopathy, display a significant inflammatory and oxidative stress component and are, to a large extent, associated with deregulation of cell and tissue response to ischemia. Cell proliferation under hypoxia is, primarily, regulated by the transcription factor hypoxia-inducible factor-1 (HIF-1). HIF-1 is a heterodimer that consists of a stable nuclear isoform HIF-1â and a cytosolic labile isoform HIF-1á. Under normoxia, two proline residues on HIF-1á (P402/P564) are hydroxylated. This leads to recruitment of the ubiquitin ligase von Hippel Lindau protein (pVHL), which induces HIF-1á polyubiquitination and its subsequent degradation by the proteasome. Under hypoxia, HIF-1á is neither hydroxylated nor degraded and accumulates in the nucleus, where it dimerizes with HIF-1â and activates the transcription of more than 70 genes involved in the cell response to hypoxia. Several data from the literature suggest that regulation of HIF-1á stability and activity may be impaired in diabetes and that hyperglycaemia is likely to be the leading cause of such deregulation. The molecular mechanisms associated with HIF-1á destabilization under high glucose remain elusive. However...

‣ Representações sociais de pessoas com diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento; Social representations of people with diabetes regarding their perception of family support for the treatment; Representaciones sociales de personas con diabetes respecto del apoyo familiar percibido en relación al tratamiento

SANTOS, Manoel Antônio dos; ALVES, Roberta Cancella Pinheiro; OLIVEIRA, Valmir Aparecido de; RIBAS, Camila Rezende Pimentel; TEIXEIRA, Carla Regina de Souza; ZANETTI, Maria Lúcia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Estudo qualitativo, que teve como objetivo identificar as representações sociais de pessoas com diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento. Como referencial teórico-metodológico utilizou-se a Teoria das Representações Sociais. Participaram 41 pessoas com diabetes atendidas em um centro universitário do interior paulista em 2007. O grupo focal foi utilizado como estratégia de coleta dos dados. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo temática. Os resultados possibilitaram identificar três categorias: o apoio da família está presente no cotidiano da pessoa com diabetes; a família nem sempre apóia a pessoa com diabetes em suas necessidades; a própria pessoa com diabetes toma para si a responsabilidade de despertar o apoio da família. Os participantes reconhecem o apoio familiar como um fator relevante para o tratamento, porém também apontam que o excesso de controle exercido pelos familiares restringe sua autonomia e desperta sentimentos ambíguos. A equipe multiprofissional precisa considerar que o conhecimento das representações socialmente construídas contribui para potencializar a atenção em saúde à pessoa com diabetes.; The objective of this qualitative study was to identify the social representations that people with diabetes have on their perception of family support for the treatment. The Theory of Social Representations was used as the theoretical and methodological framework. Participants were 41 people with diabetes assisted at a university in the state of São Paulo in 2007. The focal group strategy was used for data collection...

‣ Avaliação estratégica de educação em grupo e individual no programa educativo em diabetes; Evaluation of group and individual strategies in a diabetes education program; Evaluación estratégica de educación en grupo e individual en el programa educativo en diabetes

TORRES, Heloisa de Carvalho; FRANCO, Laercio Joel; STRADIOTO, Mayra Alves; HORTALE, Virginia Alonso; SCHALL, Virginia Torres
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
OBJETIVO: Comparar a efetividade de estratégias, em grupo e individual, de programa educativo em diabetes. MÉTODOS: Cento e quatro pacientes com diabetes tipo 2, atendidos no ambulatório e com seguimento em programa educativo de hospital de Belo Horizonte (MG), foram aleatoriamente recrutados e alocados em dois grupos: educação em grupo (n=54) e individual (n=50). A educação em grupo consistia de três encontros mensais, nos quais eram desenvolvidas dinâmicas lúdicas e interativas. Simultaneamente, o outro grupo era acompanhado individualmente. O acompanhamento ocorreu por seis meses durante o ano de 2006, sendo avaliados por questionários específicos: conhecimentos em diabetes, atitudes psicológicas, mudança de comportamento, qualidade de vida. Foi realizada avaliação clínica no tempo inicial, depois de três e seis meses da intervenção. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes era de 60,6 anos. Os resultados da educação em grupo e individual foram semelhantes no teste de atitudes, mudança de comportamento e qualidade de vida. Observou-se redução nos níveis de HbA1c nos dois grupos, entretanto apenas no de educação em grupo a diferença apresentou significância estatística (p= 0,012). CONCLUSÕES: As duas estratégias do programa educativo em diabetes foram efetivas...

‣ Avaliação da prevalência e da herdabilidade dos sinais iridológicos que sugerem Diabetes Mellitus em indivíduos com e sem a doença; Evaluation of the prevalence and heritability of iridology signs that suggest Diabetes in individual with and without the disease

Salles, Leia Fortes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Diabetes é um problema de saúde pública. Métodos que identifiquem precocemente a predisposição para a doença devem ser investigados. Iridologistas afirmam que o Sinal do Pâncreas e a Cruz de Andréas sugerem predisposição para diabetes. Os objetivos deste trabalho foram verificar a prevalência destes sinais em indivíduos com e sem a doença bem como sua herdabilidade. A coleta de dados ocorreu entre fevereiro de 2010 e junho de 2011. Participaram 356 indivíduos com idade superior a 30 anos. Indivíduos com diabetes apresentaram maior prevalência dos sinais iridológicos estudados. Os testes t de Student apontam diferença estatisticamente significativa na prevalência desses sinais entre pacientes com e sem diabetes e entre indivíduos com e sem antecedentes familiares para a doença. O Chi Quadrado demonstra que ter ambos os sinais aumenta a chance de desenvolvê-la. O coeficiente de correlação de Pearson aponta que os sinais estudados têm correlação com antecedência familiar para diabetes e com a taxa de glicemia alterada. Concluímos que estes sinais sugerem predisposição para Diabetes e que novos estudos são necessários para avaliar a herdabilidade.; The method to identify early the predisposition for Diabetes mellitus should be investigated...

‣ Representação social de profissionais de saúde sobre aspectos emocionais relacionados ao diabetes mellitus; Social representation of health professionals about emotional aspects related to diabetes mellitus

Ribas, Camila Rezende Pimentel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Este estudo teve como objetivo identificar as representações sociais de profissionais de saúde da área de diabetes mellitus sobre aspectos emocionais de pacientes adultos com diabetes mellitus. Trata-se de uma pesquisa descritiva, exploratória, de abordagem qualitativa, cujo referencial teórico adotado foi a teoria das representações sociais. Participaram do estudo 11 profissionais de saúde, de nível superior, sendo cinco enfermeiras, três psicólogos, uma médica, um educador físico e uma nutricionista, oriundos de instituições públicas e consultórios particulares. A coleta de dados ocorreu no período de março de 2012 a maio de 2012. Para tanto, utilizaram-se um formulário: contendo os dados sociodemográficos dos profissionais de saúde e um roteiro de entrevista semiestruturada, com a seguinte questão norteadora: Quais os significados que você, como profissional de saúde, atribui aos aspectos emocionais relacionados ao diabetes mellitus? Os dados foram submetidos à técnica de análise de conteúdo, utilizando-se o software ATLAS.ti - versão 6.2.27, que possibilitou identificar seis categorias: O paciente deve ser considerado em seus aspectos emocionais e comportamentais; Os aspectos emocionais do paciente suscitam uma atitude refratária ao tratamento; A contenção dos impulsos emocionais por parte do paciente favorece o controle da doença; O profissional não dá conta de lidar com os aspectos emocionais do paciente mobilizados pelo tratamento; O profissional reconhece a importância de compreender os aspectos emocionais do paciente em relação ao tratamento...

‣ Pesquisa translacional em diabetes melito gestacional e hiperglicemia gestacional leve: conhecimento atual e nossa experiência

Rudge, Marilza Vieira Cunha; Piculo, Fernanda; Marini, Gabriela; Damasceno, Debora Cristina; Calderon, Iracema de Mattos Paranhos; Barbosa, Angelica Pascon
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 497-508
Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Maternal diabetes constitutes an unfavorable environment for fetal-placental and embryonic development. It is has important repercussion in modern obstetrics, since it is associated to an increased risk of neonatal and maternal morbidity, and it still is a significant medical challenge. The increased occurrence of diabetes worldwide, the increase in diabetes type 2 in women at reproductive age and the crossed generation of intrauterine programming for diabetes type 2 are the bases for the growing interest in utilization of diabetic experimental samples, with the aim to acquire knowledge about the mechanisms that induce development alterations in gestational diabetes. Several studies have shown the benefits of diabetes prevention, with interventions in lifestyle, metabolic improvement and control of cardiovascular risk factors to substantially prevent the complications of this devastating disease. Despite these findings, the recent revolution in the scientific knowledge, and the infinite number of new therapies for diabetes, there is still a large gap between what was learned through research and what is really done in public, clinical and community health. The negative economic impact of this complacency in people...

‣ Intervenção nutricional na prevenção e controlo da diabetes : monografia : Nutritional intervention in the prevention and control of diabetes

Pera, Rita Catarina Lopes
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
Resumo da tese:A Diabetes Mellitus (DM) é uma doença metabólica, que se caracteriza por uma elevação da concentração da glicose sanguínea, resultante da falta total ou parcial de secreção de insulina e, redução da sensibilidade desta hormona nos tecidos periféricos. Estão hoje identificados vários tipos da diabetes, sendo os mais comuns a Diabetes Mellitus tipo 1 (DM1) e a Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). Várias complicações agudas e crónicas estão associadas a esta doença, que em muito comprometem o estado de saúde dos indivíduos. A sua prevalência tem vindo a aumentar em todo o mundo, sendo a Europa, com 48 milhões de diabéticos, a ocupar o primeiro lugar. Em Portugal estima-se que em 2007 havia 8,2% de indivíduos diabéticos e os números esperados para 2025 (9,8%) parecem estar completamente ultrapassados. A intervenção nutricional é extremamente importante quer na prevenção, quer no controlo da diabetes. A ingestão energética excessiva e vários macro e micronutrientes, estão hoje identificados como possíveis factores de prevenção e controlo da diabetes. O Nutricionista desempenha um papel fundamental na educação alimentar dos indivíduos com risco aumentado de desenvolver DM, no sentido de prevenir ou retardar o aparecimento da doença. A sua integração em equipas multidisciplinares é indispensável...

‣ It diminishes the risk factors, prevents the diabetes type 2

Martins, Maria; José, Helena
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – Mestrado Académico Publicador: Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – Mestrado Académico
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
ABSTRACT Objective: to describe the risk factors that contributes to the onset of type 2 diabetes. Method: to perform this article we proceeded to an integrative review of Portuguese and international literature between the years 2000 and 2011 held in the database of the Scientific Open Access Repository of Portugal and Medline, with the descriptors for type 2 diabetes mellitus, risk factors, nursing in Portuguese and English. Results: the onset of type 2 diabetes is a combination of genetic, environmental and behavioral factors, associated with lifestyles, characterized by inactivity, and the proportional increase in caloric intake. Conclusion: you can change the natural history of type 2 Diabetes Mellitus, preventing it from occurring by practicing healthy behaviors. The nurse should create projects for the prevention of type 2 diabetes, including strategies and activities to reduce risk factors and working together with citizens, contributing to a clarification, training, and thus improving health levels; RESUMO Objetivo: descrever os fatores de risco que contribuem para o aparecimento da diabetes mellitus tipo 2. Método: revisão integrativa da literatura publicada em Portugal e Internacionalmente, no período compreendido entre os anos 2000 e 2011...

‣ Interactoma da cavidade oral em diabetes

Lopes, Ricardo Jorge Nogueira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Introdução: A cavidade oral é um ecossistema complexo que reflete as interações moleculares estabelecidas entre proteínas do hospedeiro e proteínas produzidas pelo microbiota que o coloniza. Isto é verdade não só em estados de saúde como também em diversas patologias. A microflora poderá desempenhar um papel fulcral na etiologia da diabetes e, mais especificamente, a microflora oral nas complicações orais desta patologia. De modo a esclarecer este papel, urge identificar não só as moléculas envolvidas mas também os mecanismos moleculares em que elas participam. As ferramentas bioinformáticas desempenham um papel importante nesta tarefa, fornecendo os meios que permitem estabelecer os pares de proteínas interactuantes, ou seja, o interactoma hospedeiro-microbiota em diabetes. Objectivo: Determinar e interpretar do ponto de vista fisiopatológico o conjunto de interações entre as proteínas microbianas e do hospedeiro, na cavidade oral, no contexto da diabetes. Materiais e Métodos: Identificar os microrganismos alterados em diabetes e fazer o levantamento das proteínas produzidas por eles. Atualizar a informação relativa às proteínas humanas alteradas em diabetes. As proteínas identificadas foram incluídas no OralCard e submetidas ao OralInt de modo a estabelecer o interactoma hospedeiro-microbiota em diabetes. Os resultados obtidos foram interpretados e discutidos à luz da fisiopatologia da diabetes. Resultados e discussão: De entre todas as interações obtidas...

‣ A influência da diabetes gestacional na obesidade infantil

Nogueira, Catarina Alexandra Pinto
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Introdução: A diabetes gestacional define-se como uma intolerância aos hidratos de carbono, de grau variável, que é diagnosticada ou reconhecida pela primeira vez durante a gravidez (1). Em Portugal verifica-se um aumento da sua prevalência e consequentemente a preocupação face às complicações maternas e morbilidade/mortalidade fetais associadas. Objetivo: Este trabalho pretende estudar a influência da diabetes gestacional na obesidade infantil, em crianças nascidas de mães com diabetes gestacional, comparativamente a um grupo controlo, ao longo dos dois primeiros anos de vida. Métodos: Realizou-se um estudo coorte, longitudinal e retrospetivo. O recrutamento das mães foi realizado através da consulta de processos clínicos das mulheres com diabetes gestacional e mulheres equivalentes sem fatores de risco associados, cujos partos se realizaram no Centro Hospitalar Cova da Beira, nos anos de 2008 e 2009. Os dados referentes às crianças foram obtidos com base na consulta de processos clínicos e num questionário aplicado às mães, por via telefónica e/ou correspondência para obtenção dos seguintes dados: peso e comprimento aos 6, 12, 18 e 24 meses de idade e duração do aleitamento materno exclusivo. Resultados: O peso médio ao nascimento dos recém-nascidos das mães controlo foi de 3067g (± 363) e nos recém-nascidos das mães com diabetes gestacional foi ligeiramente inferior com média de 3063g (±439)...

‣ Diabetes and Impaired Glucose Regulation in First-Degree Relatives of Patients with Type 2 Diabetes in Isfahan, Iran: Prevalence and Risk Factors

Amini, Masoud; Janghorbani, Mohsen
Fonte: SBDR - Society for Biomedical Diabetes Research Publicador: SBDR - Society for Biomedical Diabetes Research
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
OBJECTIVES: The aim of this study was to estimate the prevalence of diabetes, impaired glucose tolerance (IGT), and impaired fasting glucose (IFG) in first-degree relatives (FDR) of people with type 2 diabetes mellitus. METHODS: A cross-sectional study of FDR of type 2 diabetes patients was conducted between 2003 and 2005. A total of 2,368 FDR of type 2 diabetes outpatients aged 30-60 years (614 men and 1754 women) from Isfahan Endocrine and Metabolism Research Center (Iran) were examined. All subjects underwent a standard 75 g 2-h oral glucose tolerance test (OGTT). IGT, IFG and type 2 diabetes were diagnosed according to the criteria of the American Diabetes Association (ADA). The mean (SD) age of participants was 43.1 (6.9) years. RESULTS: The prevalence of type 2 diabetes, IGT and IFG were 10.3% (95% CI: 9.1-11.5), 19.5% (17.9-21.1) and 17.3% (15.8-18.8) respectively. The prevalence rates were significantly higher than those reported for a control population of the same age (type 2 diabetes, 6.0% (95% CI: 5.7-6.2) and IGT 9.6 (95% CI: 9.3-9.9)). IGT was more frequent among women (OR: 0.66; 95% CI: 0.51-0.87), whereas diabetes (OR: 1.31; 95% CI: 0.96-1.78) and IFG (OR: 1.41; 95% CI: 1.10-1.80) were higher in men. Multivariate analysis revealed that age and obesity or abdominal obesity were significantly associated with diabetes...

‣ Perdas de rendimento dos portadores de diabetes Mellitus: uma análise contra-factual, Brasil, 2008

Silva, Isabel Kopezinski da
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
O objetivo desse trabalho é investigar o impacto que a doença crônica Diabete Mellitus causa sobre a participação na força de trabalho, a taxa salarial e a produtividade dos indivíduos. Dessa maneira, analisar o status de saúde em relação aos ganhos individuais dos portadores de diabetes com aqueles que não possuem essa doença, ou seja, verificar quais são os diferenciais de salários, rendimentos e horas trabalhadas. A metodologia utilizada é o modelo econométrico Probit. Os valores ajustados para indivíduos portadores de diabetes são obtidos a partir das equações de participação na força de trabalho, de horas trabalhadas e de salários. A estimativa dos coeficientes é aplicada ao vetor de características dos indivíduos portadores de diabetes para obter o rendimento médio ajustado. As diferenças de rendimento médio dos portadores de diabetes e o valor contra-factual são as perdas devidas às condições de saúde dos indivíduos. Sendo assim, a saúde é tratada como uma variável predeterminada. Os dados analisados são retirados da PNAD (Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios) referente ao ano de 2008, cujo suplemento apresenta informações sobre a saúde da população, sendo uma importante base de análise dos dados cross-section para se analisarem o status de saúde e os diferencias de rendimentos da população do País.Os resultados encontrados mostram que os indivíduos...

‣ O manejo da responsabilização em grupos com pessoas com diabetes mellitus; Management of accountability in groups with people with diabetes mellitus

Carrijo, Rafael Santos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Na sociedade contemporânea, os sentidos do Diabetes mellitus estão associados a uma concepção patológica, ligada à ideia de déficit e de responsabilidade individual. Nesse sentido, as pessoas com diabetes são constantemente chamadas a responder seja pelo surgimento do adoecimento ou pelas complicações decorrentes da não adesão às formas de cuidado prescritas pelos profissionais de saúde. Diante disso, o objetivo deste estudo foi compreender como pessoas com Diabetes mellitus tipo 2 e seus cuidadores e/ou acompanhantes, em situação de interação em grupo, manejaram o processo de Responsabilização. O referencial teórico-metodológico adotado foi a Psicologia Discursiva, uma proposta inglesa para realização de análise do discurso, inspirada pela epistemologia construcionista social. Foram realizadas para este trabalho cinco oficinas em grupos, das quais participaram 25 pessoas (adultos de meia idade e idosos de 30 a 70 anos), de ambos os sexos, com Diabetes mellitus Tipo 2 e seus cuidadores e/ou acompanhantes (familiares, amigos, vizinhos), usuários dos serviços de uma Unidade Básica de Saúde da Família. Os passos da nossa análise foram: a) transcrição das conversas do grupo; b) leitura curiosa, atenta e interrogativa do material coletado; c) identificação de trechos de conversas que estivessem relacionadas ao processo de Responsabilização; d) identificação de trechos que ilustravam diferentes estratégias discursivas relacionadas ao processo de Responsabilização; e e) análise do uso das estratégias discursivas para o manejo da Responsabilização. O foco da análise consistiu em entender a função das estratégias discursivas e os seus efeitos na interação ao longo das conversas dos grupos. Por meio da análise...

‣ Repercussões do diabetes gestacional no desenvolvimento da próstata de ratos: caracterização histológica, perfil de proliferação e remodelação estromal

Damasceno, Adriana de Assis
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
O diabetes gestacional é definido como qualquer grau de redução da tolerância à glicose, cujo início ou detecção ocorre durante a gravidez, podendo ou não persistir após o parto. Estudos indicam que a prole de mães diabéticas exibe mudanças anormais no desenvolvimento, bem como desordens metabólicas. A próstata é uma glândula andrógeno-dependente e altamente sensível aos distúrbios hormonais e também às variações de glicemia. Estudos recentes mostram que o diabetes causa drástica atrofia na próstata de roedores, interfere na proliferação e apoptose de células epiteliais, altera a expressão de receptores androgênicos e leva à importante remodelação estromal. Entretanto, pouco se sabe a respeito dos efeitos posteriores do diabetes no desenvolvimento embrionário da próstata. Este estudo é relevante pelo fato de não existirem trabalhos que evidenciem os efeitos do diabetes no desenvolvimento da próstata de ratos cujas mães eram diabéticas. O objetivo geral deste estudo foi avaliar a próstata de ratos adultos cujo desenvolvimento embrionário ocorreu sob influência do diabetes materno. O diabetes foi induzido em ratos Wistas fêmeas prenhas com uso de injeção intraperitoneal de aloxana (100mg/kg de peso corporal). Os ratos machos proles de mães diabéticas (PD) ou normais (PC) foram mortos com 12 semanas de idade e a próstata ventral foi removida...

‣ Burns to persons suffering from diabetes: a systemic preventive approach

Abu-Qamar, M.; Wilson, A.
Fonte: Wiley-Blackwell Publishing Ltd Publicador: Wiley-Blackwell Publishing Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
Aims: To report the findings of an investigation of patients with diabetes and burns, with emphasis on implications for practice: primary and secondary preventions. Background: Diabetes and burns are complex conditions with multi-system involvements, which worsen outcomes for patients, and their management. This research investigated outcomes for patients and diabetes management. Methods: Data on outcomes were obtained from records of patients hospitalised for foot burns in an Australian hospital from 1999–2004. A questionnaire survey design was employed to obtain information on how clinicians in burns units manage diabetes. SPSS was used to analyse data obtained from both resources. Comments written in the questionnaire were analysed using relational analysis. Results: Of the 64 patients, 12 were with diabetes and 52 were without diabetes. Those with diabetes were more likely to sustain contact foot burns (58•3% Diabetes Mellitus vs. 13•5% non Diabetes Mellitus χ2 = 11•487, p = 0•002). The duration of hospitalisation was statistically significantly longer among patients with diabetes compared with those without diabetes (U = 169, p = 0•014); although the two groups were not statistically significant different in terms of severity of burns and received treatment. Of the 29 clinical leaders...

‣ 'If you don't manage diabetes, it will manage you': type two diabetes self-management in rural Australia.

Jones, Laura
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
The aim of this research was to investigate the barriers to effective type two diabetes self-management faced by people in rural and remote areas of Australia. This research is timely for several reasons including the current rise in the prevalence of type two diabetes across the world (International Diabetes Federation [IDFJ, 2009), and data supporting the fact that that type two diabetes is poorly managed, especially in rural and remote contexts (Australian Institute of Health and Welfare [AIHW]. 2008a). Specifically, the research presented in this thesis aimed to identify barriers to effective self-management in rural and remote areas, to develop a tool for the measurement of these barriers, and to determine the importance of barriers to self-management in diabetes-dependant quality of life in both rural and urban populations. A mixed methods framework was adopted to address the aims of this research. This approach involved two separate but related data collections and three separate data analyses. Study 1 utilised the methods proposed by Braun and Clarke (2006) in order to conduct a thematic analysis regarding barriers to self -management. Semi-structured interviews with health professionals (n=18) and people with type two diabetes (n=10)...

‣ ¿Relación entre la duración de la diabetes mellitus tipo 2 y deterioro en la función pulmonar?

Millán Prada, Henry Augusto; Dennis verano, Rodolfo José; Restrepo, Hernán; Rondón, Martín
Fonte: Facultad de Medicina Publicador: Facultad de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
Comparar la función pulmonar de pacientes con diabetes mellitus tipo 2 reciente, con diabetes mellitus tipo 2 de mayor evolución. Luego de ajustar por variables determinantes de la función pulmonar. Estudio observacional analítico de corte transversal. Obtención de variables espirométricas, como lo son el Volumen Espiratorio Forzado del primer segundo [VEF1], Relación entre el VEF1 y la Capacidad vital forzada, (VEF1/CVF), y residuales de Volumen Espiratorio Forzado del primer segundo (rVEF1) y de la Capacidad vital forzada y (rCVF). 495 pacientes diabéticos que consultaron a la Asociación Colombiana de Diabetes (ACD), entre julio 2005 y septiembre de 2007. Análisis entre duración de la diabetes (años), y el deterioro en la función pulmonar (variables espirométricas). Los pacientes con duración mayor de 8 años de la diabetes, tuvieron menor VEF1 comparado con los pacientes con duración menor de 8 años (2,62lts y 2,78lts, P 0.0139), así como de CVF (3.3lts y 3.5lts, P 0.0164). Después de ajustar por determinantes conocidos de la función pulmonar (sexo, edad, talla, tabaquismo, exposición a humo de leña), y por control de la diabetes (HbA1c) y tratamiento hipoglucemiante, estas diferencias persistieron; Los pacientes con duración mayor de 8 años de diabetes...

‣ How do people with diabetes describe their experiences in primary care? Evidence from 85,760 patients with self-reported diabetes from the English General Practice Patient Survey

Paddison, Charlotte A. M.; Saunders, Catherine L.; Abel, Gary A.; Payne, Rupert A.; Adler, Amanda I.; Graffy, Jonathan P.; Roland, Martin O.
Fonte: American Diabetes Association Publicador: American Diabetes Association
Tipo: Article; accepted version
Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
This is the author accepted manuscript. The final version is available from the American Diabetes Association via http://dx.doi.org/10.2337/dc14-1095; Objective: Developing primary care is an important current health policy goal in the United States and in England. Information on patients? experience can help to improve the care of people with diabetes. We describe the experiences of people with diabetes in primary care, and examine how these experiences vary with increasing comorbidity. Research design and methods: Using data from 906,578 responders to the 2012 General Practice Patient Survey (England), including 85,760 with self-reported diabetes, we employed logistic regressions controlling for age, gender, ethnicity, and socio-economic status to analyze patient experience using seven items covering three domains of primary care: access, continuity, and communication. Results: People with diabetes were significantly more likely to report better experience on 6 out of 7 primary care items than people without diabetes after adjusting for age, gender, ethnicity and socio-economic status (adjusted differences 0.88-3.20%, odds ratios 1.07-1.18, p <0.001). Those with diabetes and additional comorbid long-term conditions were more likely to report worse experiences...

‣ Diabetes, perturbações alimentares e imagem corporal em jovens adultos : estudo exploratório sobre a diabulimia

Falcão, Maria Ana Caldeira Rodrigues de Mendonça
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde, Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental e Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2015; Diabulimia é um termo usado recentemente para descrever a omissão intencional de insulina em indivíduos com diabetes tipo 1 como uma estratégia de controlo do peso. Todavia, estes comportamentos não foram ainda estudados na população portuguesa. Assim, o presente estudo tem como objetivos: (1) comparar o comportamento alimentar perturbado e a (in)satisfação com a imagem corporal entre jovens adultos com diabetes e os seus pares não diabéticos, (2) investigar as consequências da diabetes na alimentação, imagem corporal e peso nos indivíduos com diabetes e (3) caracterizar o comportamento de omissão de insulina como estratégia para perder peso. Participaram no estudo 128 jovens adultos com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos (M = 23,58 e DP = 3,74), dos quais 55 com diabetes tipo 1 (18 do sexo masculino e 37 do sexo feminino) e 73 não diabéticos (11 do sexo masculino e 62 do sexo feminino). Os participantes preencheram questionários de autorrelato que avaliaram os seus comportamentos, atitudes e sentimentos relacionados com perturbações alimentares (Eating Disorder Examination-Questionnaire) e as perceções acerca da sua imagem corporal (Contour Drawing Ratting Scale)...

‣ Avaliação estratégica de educação em grupo e individual no programa educativo em diabetes; Evaluación estratégica de educación en grupo e individual en el programa educativo en diabetes; Evaluation of group and individual strategies in a diabetes education program

Torres, Heloisa de Carvalho; Franco, Laercio Joel; Stradioto, Mayra Alves; Hortale, Virginia Alonso; Schall, Virginia Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.402983%
OBJETIVO: Comparar a efetividade de estratégias, em grupo e individual, de programa educativo em diabetes. MÉTODOS: Cento e quatro pacientes com diabetes tipo 2, atendidos no ambulatório e com seguimento em programa educativo de hospital de Belo Horizonte (MG), foram aleatoriamente recrutados e alocados em dois grupos: educação em grupo (n=54) e individual (n=50). A educação em grupo consistia de três encontros mensais, nos quais eram desenvolvidas dinâmicas lúdicas e interativas. Simultaneamente, o outro grupo era acompanhado individualmente. O acompanhamento ocorreu por seis meses durante o ano de 2006, sendo avaliados por questionários específicos: conhecimentos em diabetes, atitudes psicológicas, mudança de comportamento, qualidade de vida. Foi realizada avaliação clínica no tempo inicial, depois de três e seis meses da intervenção. RESULTADOS: A média de idade dos pacientes era de 60,6 anos. Os resultados da educação em grupo e individual foram semelhantes no teste de atitudes, mudança de comportamento e qualidade de vida. Observou-se redução nos níveis de HbA1c nos dois grupos, entretanto apenas no de educação em grupo a diferença apresentou significância estatística (p= 0,012). CONCLUSÕES: As duas estratégias do programa educativo em diabetes foram efetivas...