Página 9 dos resultados de 67836 itens digitais encontrados em 0.070 segundos

‣ Avaliação da atenção em diabetes mellitus em uma unidade básica distrital de saúde; Evaluating diabetes mellitus care in a brazilian basic health district; Evaluación de la atención a personas con diabetes mellitus en una unidad básica de salud

SILVA, Adriana Serafim Bispo e; SANTOS, Manoel Antônio dos; TEIXEIRA, Carla Regina de Souza; DAMASCENO, Marta Maria Coelho; CAMILO, Josana; ZANETTI, Maria Lúcia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Estudo quantitativo transversal com objetivo de avaliar os componentes estrutura e processo na atenção ao usuário com Diabetes Mellitus em uma Unidade Básica Distrital de Saúde do município de Ribeirão Preto-SP. Foram analisados 138 prontuários de usuários com Diabetes Mellitus, em 2008. Como referencial metodológico, utilizou-se a Avaliação de Cuidados em Saúde tendo como recorte a estrutura e o processo. Um formulário contendo 24 questões fechadas foi empregado para a coleta de dados. Em relação à estrutura, os resultados mostraram que os recursos físicos e materiais eram adequados. Quanto ao processo, as ações implementadas na assistência aos usuários com Diabetes Mellitus encontravam-se fragmentadas. Conclui-se que é preciso repensar o modo de organização do trabalho, tornando as ações de saúde comprometidas com uma prática equitativa de qualidade, que promova a comunicação entre os diversos profissionais envolvidos na atenção em Diabetes e o cumprimento pleno de suas atribuições e competências.; The objective of this cross-sectional quantitative study is to evaluate the structure and process components in Diabetes Mellitus user care given in a Basic Health District of Ribeirão Preto, SP, Brazil. We analyzed 138 medical records from users with Diabetes Mellitus in 2008. As a methodological reference...

‣ "Prevenção de complicações nos pés de pessoas com diabetes mellitus: uma abordagem da prática baseada em evidências" ; Prevention of foot complications in diabetes mellitus patients: an evidence-based practice approach

Vigo, Kattia Ochoa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Mais de 50% das amputações não-traumáticas em membros inferiores são atribuídas ao diabetes. Anualmente, 2 a 3% dos pacientes desenvolvem úlceras nos pés e este risco aumenta para 15% no transcurso de sua vida. Freqüentemente, úlceras nos membros inferiores precedem as amputações. Entre os casos graves hospitalizados, 85% foram causados por úlceras superficiais acompanhadas de diminuição da sensibilidade, decorrente de neuropatia diabética. O objetivo do estudo foi elaborar uma proposta assistencial sistematizada para pessoas com diabetes tipo 2, a partir de uma revisão sistemática, visando a prevenir o risco de lesão/ulceração nos pés e avaliar a efetividade dessa proposta em unidades da rede básica. Estudos primários e diretrizes clínicas foram identificados em bases eletrônicas, sites específicos e referências. Para análise dos estudos e diretrizes, utilizaram-se critérios estabelecidos. Na aplicação da proposta de assistência, 101 pessoas com diabetes tipo 2 foram recrutadas para participar do ensaio prospectivo de 12 meses; 49 pessoas participaram de sensibilização e educação intensiva durante seis semanas e, após este período, compareceram a consultas mensais de enfermagem para reforços e cuidados com os pés; outras 52 receberam cuidado convencional e participaram de orientações grupais semestrais. A avaliação semestral dos resultados primários incluiu o conhecimento sobre diabetes e cuidados com os pés e calçados...

‣ Biomarcadores salivares de pacientes periodontais com diabetes mellitus tipo 2; Salivary biomarkers of periodontal patients with type 2 diabetes mellitus

Costa, Priscila Paganini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
A associação entre o diabetes e a periodontite produz uma descarga de proteínas inflamatórias que pode ser refletida na saliva. Com base nisso, o objetivo desse estudo foi mensurar as concentrações salivares de interleucina-6 (IL-6), metaloproteinase da matriz-8 (MMP-8) e osteoprotegerina (OPG) em pacientes com periodontite crônica associada ou não ao diabetes mellitus tipo 2. Um total de 90 indivíduos foi dividido em quatro grupos: saudáveis (Controle, n=22), pacientes com doença periodontal (DP, n=24), apenas com diabetes mellitus (DM, n=20) e com doença periodontal e diabetes mellitus (DP+DM, n=24). Dados clínicos e metabólicos foram registrados. Amostras de saliva não-estimulada foram analisadas pelo ensaio imunoenzimático (ELISA). Diferenças estatisticamente significantes foram detectadas entre os grupos para todos marcadores (p<0,05). Em relação à IL-6, diferenças estatisticamente significantes foram encontradas comparando os grupos Controle com DP e com DP+DM, e entre os grupos DP+DM com DM (p<0,005). Para MMP-8, a média das concentrações do grupo Controle foi significativamente menor que em todos os grupos doentes (p<0,01) e nenhuma diferença entre os grupos doentes foi detectada. Para OPG, diferenças estatisticamente significantes foram encontradas entre os grupos Controle com DP e entre Controle com DM (p<0...

‣ Adolescentes com diabetes mellitus tipo 1: fatores associados com a qualidade de vida relacionada à saúde e autoestima; Adolescents with type 1 diabetes mellitus: factors associated with health-related quality of life and self-esteem

Silva, Andréa Cristina Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
O diabetes mellitus tipo 1 é uma doença crônica, complexa, de difícil controle e tratamento doloroso. As dificuldades referentes ao diabetes são mais evidentes na adolescência, período de transição da dependência parental para uma vida mais autônoma, permeada por alterações físicas, nas relações com a família, amigos e sociedade, as quais podem repercutir na adesão ao tratamento e no controle metabólico. Identificar os fatores que interferem na qualidade de vida dos adolescentes permite intervenção adequada da equipe de saúde visando o controle adequado da doença. O objetivo geral desse estudo foi avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde e autoestima de adolescentes com diabetes mellitus tipo 1. Estudo quantitativo, transversal, realizado de março a novembro de 2013. A amostra foi composta por 83 adolescentes, com idade entre 10 e 18 anos, matriculados no Programa de Educação em Diabetes em São Luís-MA, que responderam a três instrumentos: o Instrumento de Qualidade de Vida para Jovens com Diabetes (IQVJD) composto pelos domínios Satisfação, Impacto e Preocupações; a Escala de Autoestima de Rosenberg (EAR) e um formulário de dados sociodemográficos, clinicolaboratoriais e de tratamento. Os dados foram analisados por estatística descritiva e regressão logística univariada e multivariada por meio do Oddsratio (OR)...

‣ Gestational diabetes and pre-eclampsia : common antecedents?; Diabetes gestacional e pré-eclâmpsia : antecedentes comuns?

Wendland, Eliana Marcia da Ros; Duncan, Bruce Bartholow; Belizán, José M.; Vigo, Álvaro; Schmidt, Maria Inês
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Objetivo: Avaliar a concordância do padrão de fatores de risco de mulheres que desenvolvem diabetes gestacional e pré-eclâmpsia. Métodos: Estudo de coorte prospectivo em clínicas de atendimento pré-natal do Sistema Único de Saúde de seis capitais do Brasil, 4.766 mulheres grávidas de 20 a 48 anos de idade foram arroladas de maneira consecutiva entre a 20º e 28º semanas de gestação. O hábito de fumar e os fatores de risco tradicionais para pré-eclâmpsia e diabetes gestacional foram obtidos por entrevista no arrolamento. Diabetes gestacional foi diagnosticada usando um teste oral de tolerância a glicose com 75 g e pré-eclâmpsia por meio de revisão de prontuário. Resultados: Diabetes gestacional e pré-eclâmpsia são associadas com idade (RC 2,07; 95% IC 1,65-2,23 e RC 1,55; 95% IC 1,08-2,23, respectivamente), índice de massa corporal pré-gestacional (RC 1,62; 95% IC 1,40-3,53 e RC 1,83; 95% IC 1,52-4,80, respectivamente) e ganho de peso precocemente durante a gestação (RC 1,28; 95% IC 1,12-1,47 e RC 1,27; 95% IC 1,06-1,52, respectivamente). Menor chance de diabetes gestacional (RC 0,31; 95% IC 0,22-0,44) e pré-eclâmpsia (RC 0,36; 95% IC 0,20-0,51) foram observados em mulheres nulíparas que fumaram durante a gestação. Conclusão: Diabetes gestacional e pré-eclâmpsia compartilham um padrão de fatores de risco...

‣ Prevalence of 15 mitochondrial DNA mutations among type 2 diabetic patients with or without clinical characteristics of maternally inherited diabetes and deafness; Prevalência de 15 mutações no DNA mitocondrial entre pacientes diabéticos tipo 2 com ou sem características clínicas de diabetes e surdez herdados maternalmente

Gross, Jorge Luiz; Crispim, Daisy; Estivalet, Aline Albeche Farias; Roisenberg, Israel; Canani, Luis Henrique Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Os objetivos deste estudo foram investigar a prevalência de dez mutações conhecidas no DNA mitocondrial (mtDNA) em pacientes com diabetes tipo 2, e procurar por novas mutações em quatro genes mitocondriais em um subgrupo de pacientes com características de MIDD (Maternally Inherited Diabetes and Deafness). Estas mutações foram investigadas em 407 pacientes diabéticos tipo 2 sem características de diabetes mitocondrial (grupo de diabetes tipo 2 clássico) e em 38 pacientes com diabetes tipo 2 e com características sugestivas de MIDD. Através do seqüenciamento de quatro genes mitocondriais nos pacientes com MIDD, selecionou-se cinco outras mutações potencialmente patogênicas que também foram investigadas no restante dos pacientes. De uma forma geral, a freqüência total das 15 mutações analisadas foi de 36,8% no grupo de pacientes com MIDD e de 2,4% no grupo de diabetes tipo 2 clássico (p < 0,001). Em conclusão, nosso estudo reforça a importância de mutações mitocondriais na patogênese do MIDD.; The aim of the present study is to investigate the prevalence of ten described mitochondrial DNA (mtDNA) mutations in patients with type 2 diabetes, and search for new mutations in four mtDNA genes in a subgroup of patients with characteristics of maternally inherited diabetes and deafness (MIDD). These mutations were investigated in 407 type 2 diabetic patients without characteristics of mitochondrial diabetes (“classical” type 2 diabetes group) and in 38 type 2 diabetic patients with characteristics suggestive of MIDD. Through sequencing of four mtDNA genes in MIDD patients...

‣ Prevalência de diabetes e hipertensão no Brasil baseada em inquérito de morbidade auto-referida, Brasil, 2006; Prevalence of diabetes and hypertension based on self-reported morbidity survey, Brazil, 2006

Schmidt, Maria Inês; Duncan, Bruce Bartholow; Hoffmann, Juliana Feliciati; Moura, Lenildo de; Malta, Deborah Carvalho; Carvalho, Rosa Maria Sampaio Vila Nova de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
OBJETIVO: Estimar a prevalência de diabetes e de hipertensão auto-referidas e seus números absolutos no Brasil. MÉTODOS: Foram analisados dados referentes aos 54.369 indivíduos com idade ≥18 anos entrevistados pelo sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL), realizado nas 27 capitais brasileiras em 2006, que responderam positivamente a questões sobre pressão alta e diabetes. Os percentuais de hipertensão e diabetes auto-referidas estimados na amostra foram projetados para a população brasileira segundo idade, sexo e estado nutricional, utilizando o método direto de padronização. RESULTADOS: A prevalência de diabetes foi de 5,3%, maior entre as mulheres (6,0% vs. 4,4%), variando de 2,9% em Palmas (TO) a 6,2% em São Paulo (SP). A prevalência de hipertensão foi de 21,6% (21,3;22,0), maior entre as mulheres (24,4% vs. 18,4%), variando de 15,1% em Palmas a 24,9% em Recife (PE). As prevalências aumentaram com categorias de idade e nutrição. Estimou-se haver no Brasil um total de 6.317.621 de adultos que referem ter diabetes e 25.690.145 de adultos que referem ter hipertensão. CONCLUSÕES: As prevalências de diabetes e hipertensão auto-referidas são elevadas no Brasil. O monitoramento destas e outras condições de saúde pode ser feito por estratégias como a do VIGITEL...

‣ Avaliação do risco de Diabetes Tipo 2 nos cuidados de saúde primários

Martins, Maria José Rosado; José, Helena Maria Guerreiro
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
RESUMO: Objetivos: conhecer os fatores de risco para a diabetes tipo 2 dos utentes com 45 e mais anos e estruturar um projeto orientado para a prevenção da diabetes mellitus tipo 2. Método: estudo descritivo e correlacional, de abordagem quantitativa. Amostra foi de 200 utente, inscritos na Unidade Funcional de Loulé, Portugal. Este estudo foi realizado de acordo com a declaração de Helsinque, que estabelece as normas fundamentais para a ética em pesquisa internacional. Resultados: foram detectados 49 indivíduos com alto risco e 4 indivíduos com risco muito alto de desenvolverem a diabetes tipo 2. Foram diagnosticados 4 novos casos de pessoas diabéticas. Conclusão: desenhou-se o projeto “Diminua o Risco, Previna a Diabetes Tipo 2”, de modo a diminuir os fatores de risco e aumentar os ganhos em saúde.; ABSTRACT: Objectives: to know the risk factors for type 2 diabetes of users of 45 and older and structuring a project oriented to the prevention of type 2 diabetes mellitus. Method: a descriptive and correlational study, of quantitative approach. Sample of 200 users were included in the Functional Unit of Loulé, Portugal. This study was conducted according to the Declaration of Helsinki, which establishes the basic rules for international research ethics. Results: 49 subjects were detected with high risk and 4 individuals at very high risk of developing type 2 diabetes. There were diagnosed four new cases of diabetic people. Conclusion: it was drawn up the project "Decrease the Risk...

‣ EVALUATION OF RISK FOR DIABETES MELLITUS TYPE 2; AVALIAÇÃO DO RISCO DE DIABETES MELLITUS TIPO 2; EVALUACIÓN DEL RIESGO PARA LA DIABETES MELLITUS DE TIPO 2

Bettencourt, Hildeberto; Casas-Novas, Maria Vitória
Fonte: REUOL Rev enferm UFPE on line. Publicador: REUOL Rev enferm UFPE on line.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
ABSTRACT Objective: to identify the risk of developing Diabetes Mellitus Type 2 within 10 years on patients of the National Health System (NHS) from Lajes do Pico, Azores, Portugal. Method: simple descriptive study, explanatory and tranversal, with a quantitative approach and a randomized controlled trial stratified with proportional disaggregation by gender based on the background question: What is the risk of developing DM Type 2 within ten years for the patients of the HNS, with more than 18 years old, who have a family doctor at the Unidade de Saúde of Ilha do Pico – Centro de Saúde Lajes do Pico (USIP-CSLP). The data collection took place between 1st July and 31st December 2010, through the administration of one Form to 419 individuals, in which all ethical norms regarding research on Human Beings were observed. Results: the individuals observed reveal increased risk factors of developing the disease and suffer of a very high risk of developing DM Type 2 within 10 years. About two thirds reveal changes on the BVI (73,2%) and on the waist size (71,4%), low percentage of individuals who exercise regularly (71,4%), more than half eat vegetables and/or fruit every day ( 64,9%), more than one third takes or have already taken medicine for HTN (30...

‣ Adesão ao regime terapêutico na pessoa com diabetes mellitus tipo 2 : A importância da educação terapêutica

Correia, Carla Isabel Silva
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Introdução: É expectável que as pessoas com diabetes, tal como acontece com a generalidade das doenças crónicas, ao longo das suas vidas, integrem, cumpram e sequenciem um leque de ações comportamentais, terapêuticas ou preventivas, o que sugere o risco confirmado de ocorrer uma falta de adesão globalizada, deteriorando a sua qualidade de vida e exponenciando o impacto económico. Face a este enquadramento, o objetivo central deste trabalho pretende determinar a prevalência da adesão ao esquema terapêutico prescrito, com o intuito de reconhecer a educação terapêutica como fornecedora de ferramentas essenciais ao empowerment do doente. Métodos: Conceptualizámos um estudo de natureza quantitativa, transversal, descritivocorrelacional, recorrendo a uma amostra não probabilística constituída por 102 pessoas com diabetes tipo 2, com idades compreendidas entre 40 e 85 anos (M=63,24 ±10,47Dp) e maioritariamente do sexo masculino (51,96%). Utilizámos instrumentos de medida validados para a população portuguesa: Escala de Adesão ao Tratamento, Escala de Autocuidados com a Diabetes, Questionário de Conhecimentos sobre a Diabetes, Escala de Ansiedade Depressão e Stress (EADS-21). Recorremos também aos valores de HbA1c para avaliar diretamente a adesão. Resultados: Os inquiridos apresentam uma média de adesão ao tratamento de 67...

‣ Importância dos polimorfismos do metabolismo da serotonina e da catecol o-metiltransferase na suscetibilidade para a Diabetes Mellitus tipo 2

Sá, Sandra Marisa da Silva, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.392107%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011; Introdução: A diabetes mellitus tipo 2 é uma doença metabólica comum caracterizada pela resistência à insulina e pela segregação deficiente de insulina, o que resulta num aumento excessivo de glucose no sangue. A sua fisiopatologia parece envolver interações complexas entre fatores genéticos e ambientais. Por outro lado, a obesidade parece ser o principal fator de risco que associa a diabetes tipo 2 à resistência à insulina. Graças à evolução na compreensão da componente genética da diabetes, a prevenção e as novas terapias podem ter em conta os fatores de risco, ou seja, os genes de suscetibilidade, na história natural da doença (etiologia e progressão), que podem contribuir para o desenvolvimento e gravidade da doença. Vários estudos indicam que o neurotransmissor serotonina, ou 5HT, está envolvido na regulação do apetite e na homeostase energética e que os polimorfismos do seu recetor 5TH2C e do seu transportador 5HTT parecem estar relacionados com aumento de peso. A catecol-O-metiltransferase (COMT) é a enzima responsável pela degradação das catecolaminas (dopamina, epinefrina e norepinefrina). Existem evidências que alterações na atividade da COMT afetam a regulação da quantidade de dopamina e norepinefrina em várias regiões do córtex cerebral...

‣ Self-care practices of adults with poorly controlled Diabetes Mellitus in Malaysia.

Tan, Ming Yeong
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
This doctoral portfolio presents two separate but related research study reports on ‘self-care practices of adults with poorly controlled diabetes in Malaysia’. It is comprised of five sections. Section one which is the introduction begins with a general discussion on diabetes mellitus (henceforth referred to as diabetes), a common, growing, serious and costly health problem. The importance of self-care in the management of diabetes and its many disabling long-term complications are emphasised. This is followed by a specific discussion of diabetes in Malaysia - its prevalence, the quality of care, cost and the need for research to uncover new information to improve the care provided to Malaysians with diabetes. Section two is the report on the first research study that investigates the four cornerstones of diabetes self-care practices, namely: dietary intakes, medication adherence, physical activity and self-monitoring of blood glucose in Malaysian adults with poorly controlled diabetes. It also explores the factors that influence these self-care practices. Section three is the report on the second research study that assessed the efficacy of an out-patient diabetes educational program based on a self-efficacy theoretical approach to improve firstly...

‣ Diabetes: the challenge in burns units.

Abu-Qamar, Ma'en Zaid
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 801527 bytes; 30058 bytes; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
People with diabetes are at a greater risk of burn injuries than those without diabetes. This stems from the epidemiological profiles of the conditions and the effects of morbidities associated with diabetes. Both conditions share some similarities in terms of metabolic alterations and suboptimal immune functions which may result in poor outcomes for patients. For that reason, it is reasonable to deduce that patients with diabetes are a challenging group to manage in burns units. However, this deduction should be taken cautiously because of lack of supporting evidence. Accordingly and after consulting with clinical experts, the research in this portfolio investigated the association between diabetes and burn injuries. In particular, two different aspects of this association were investigated in two individual quantitative and descriptive inquiries. The first was a case note review of patients hospitalised with a principal diagnosis of a foot burn injury in a large tertiary hospital in South Australia from 1999 to 2004. The second study investigated management of diabetes in burns units treating adults. This study is an e-mail survey of clinical leaders of burns units in Australia, New Zealand, Hong Kong and the United Kingdom. The clinical leaders were approached indirectly through key liaison persons in each identified unit. In the first study...

‣ The cultural relevance of diabetes supportive care for Aboriginal peoples offered through Ontario Diabetes Education Centres

Yocom, Alisa
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1405260 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
BACKGROUND: Type 2 diabetes disproportionately affects Aboriginal peoples in Canada. Supportive care, comprised of services, resources or support designed to improve the quality of life for persons with diabetes is an important part of the diabetes management system. Diabetes Education Centres (DECs) provide support and education to patients diagnosed with diabetes. There is currently no comprehensive description of diabetes supportive care programs available to Aboriginal populations through DECs, nor is there information about the cultural relevance of such programs. PURPOSE: To document and describe the nature, scope, variation and cultural content in diabetes supportive care services and resources available to Aboriginal persons through Diabetes Education Centres (DECs) in Ontario. Findings from this project will be used to develop recommendations for government agencies that fund DECs and DEC program managers and employees. METHODS: Diabetes care providers (n=56) identified as serving Aboriginal clients were systematically surveyed by telephone in order to document and describe the nature and variation of diabetes supportive care services available to Aboriginal persons with diabetes. Quantitative and qualitative questionnaire items were used to examine strategies used to enhance cultural relevance of diabetes programs...

‣ IMPACT OF DEPRIVATION ON THE MANAGEMENT OF DIABETES IN PRIMARY HEALTH CARE

Al Zayadi, AMAL
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Background: Socioeconomic factors and gender may influence the quality of care received by patients with diabetes. Millions of people are diagnosed with diabetes and rates are expected to increase. The management of diabetes in primary care is important in optimizing health for all. Objectives: To investigate whether the selected diabetes quality of care indicators (haemoglobin A1c, low-density lipoprotein, blood pressure, abumin to creatinine ratio (ACR), and prescribed medication) are significantly different between those persons living in least and most materially and socially deprived neighbourhoods. Methods: A cross-sectional study design with a population sample of patients with diabetes from a primary care practice in Southeast Ontario. De- identified patient data from electronic medical records were retrieved from the Canadian Primary Care Sentinel Surveillance Network. Combined material and social deprivation scores were based on the Pampalon Deprivation Index. Results: The patients with diabetes largely resided in either the most or the least deprived neighbourhoods. Patients with diabetes living in the most deprived neighbourhoods were less likely than patients with diabetes living in the least deprived neighbourhoods to have their low-density lipoproteins within normal range (RR=0.84; CIs 0.73-0.98; p-value=0.026). There was no difference in management of diabetes between least and most deprived patients with diabetes regarding haemoglobin A1c...

‣ Education for type 2 diabetes mellitus self-care: from compliance to empowerment; A educação para o autocuidado no diabetes mellitus tipo 2: da adesão ao "empoderamento"; La educación para el auto-cuidado en la diabetes "mellitus" tipo 2: de la adhesión al "empoderamento"

CYRINO, Antonio Pithon; SCHRAIBER, Lilia Blima; TEIXEIRA, Ricardo Rodrigues
Fonte: Revista Interface - Comunicação, Saúde, Educação Publicador: Revista Interface - Comunicação, Saúde, Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Through a critical review of the literature on education for diabetes self-care and self-management, it was sought to point out the inappropriateness of traditional approaches towards compliance with treatment and transmission of information, considering the complexity of self-care under chronic conditions. The influence of the social sciences on the field of studies on chronic degenerative diseases in general, and diabetes in particular, was explored. From this perspective, it can be recognized that the fields of anthropology and sociology have been incorporated into research focusing more on individuals as patients, and on the experience gained through this process. Recently, there has been a slight change within the field of health education research relating to diabetes, with the introduction of strategies that seek to value the experience and autonomy of patients as self-care agents. This paper discusses the strategy for empowerment in education for diabetes self-care and self-management, as a dialogue-focused practice that respects patients' moral and cognitive autonomy.; Em revisão crítica da literatura sobre a educação para o autocuidado e autocontrole no diabetes, procura-se apontar a inadequação das abordagens tradicionais da aderência ao tratamento e da transmissão de informações frente à complexidade do autocuidado em condições de cronicidade. Explora-se a influência das Ciências Sociais sobre o campo de estudo das doenças crônico-degenerativas...

‣ Diabetes, adiposidade corporal e raça em idosos da comunidade : dados do Estudo FIBRA - Pólo Unicamp; Diabetes, body adiposity and race in community-dwelling elderly : data from FIBRA Study - Unicamp Pole

Maria Clara Moretto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Objetivos: Verificar associações do diabetes mellitus autorrelatado e de seu tratamento, com variáveis sociodemográficas e econômicas, medidas indicadoras da adiposidade corporal (IMC, CC e RCQ) e de atividade física, de acordo com grupos raciais, em idosos brasileiros residentes em comunidades. Materiais e Métodos: Investigação transversal, baseada em dados do Estudo FIBRA (Fragilidade em Idosos Brasileiros). Amostra probabilística composta por idosos de 65 anos ou mais, residentes em comunidades de sete cidades brasileiras. Utilizaram-se variáveis sociodemográficas obtidas por autorrelato - gênero, idade, cor de pele autodeclarada (raça), nível educacional e renda familiar; nível de atividade física, baseada em um questionário; ganho e perda de peso autorrelatados; dados antropométricos (IMC, CC e RCQ), obtidos por um examinador treinado; diabetes autorrelatado e tratamento para a enfermidade. Resultados: O diabetes autorrelatado associou-se à obesidade, principalmente abdominal (RCQ) e à perda não-intencional de peso. A não referência ao tratamento da doença foi associada com idade avançada, baixo nível de escolaridade e menor adiposidade abdominal (RCQ). A cor de pele branca associou-se à maior adiposidade abdominal (CC e RCQ)...

‣ A influência da diabetes gestacional na obesidade infantil

Nogueira, Catarina Alexandra Pinto
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
Introdução: A diabetes gestacional define-se como uma intolerância aos hidratos de carbono, de grau variável, que é diagnosticada ou reconhecida pela primeira vez durante a gravidez (1). Em Portugal verifica-se um aumento da sua prevalência e consequentemente a preocupação face às complicações maternas e morbilidade/mortalidade fetais associadas. Objetivo: Este trabalho pretende estudar a influência da diabetes gestacional na obesidade infantil, em crianças nascidas de mães com diabetes gestacional, comparativamente a um grupo controlo, ao longo dos dois primeiros anos de vida. Métodos: Realizou-se um estudo coorte, longitudinal e retrospetivo. O recrutamento das mães foi realizado através da consulta de processos clínicos das mulheres com diabetes gestacional e mulheres equivalentes sem fatores de risco associados, cujos partos se realizaram no Centro Hospitalar Cova da Beira, nos anos de 2008 e 2009. Os dados referentes às crianças foram obtidos com base na consulta de processos clínicos e num questionário aplicado às mães, por via telefónica e/ou correspondência para obtenção dos seguintes dados: peso e comprimento aos 6, 12, 18 e 24 meses de idade e duração do aleitamento materno exclusivo. Resultados: O peso médio ao nascimento dos recém-nascidos das mães controlo foi de 3067g (± 363) e nos recém-nascidos das mães com diabetes gestacional foi ligeiramente inferior com média de 3063g (±439)...

‣ Circulating peroxiredoxin 4 and type 2 diabetes risk: the Prevention of Renal and Vascular Endstage Disease (PREVEND) study

Abbasi, Ali; Corpeleijn, Eva; Gansevoort, Ron T.; Gans, Rijk O. B.; Struck, Joachim; Schulte, Janin; Hillege, Hans L.; van der Harst, Pim; Stolk, Ronald P.; Navis, Gerjan; Bakker, Stephan J. L.
Fonte: Springer Publicador: Springer
Tipo: Article; accepted version
Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
This is the final published version, which can also be found on the publisher's website here: http://link.springer.com/article/10.1007%2Fs00125-014-3278-9; Aims/hypothesis: Oxidative stress plays a key role in the development of type 2 diabetes mellitus. We previously showed that the circulating antioxidant peroxiredoxin 4 (Prx4) is associated with cardiometabolic risk factors. We aimed to evaluate the association of Prx4 with type 2 diabetes risk in the general population. Methods: We analysed data on 7,972 individuals from the Prevention of Renal and Vascular End-stage Disease (PREVEND) study (49% men, aged 28?75 years) with no diabetes at baseline. Logistic regression models adjusted for age, sex, smoking, waist circumference, hypertension and family history of diabetes were used to estimate the ORs for type 2 diabetes. Results: During a median follow up of 7.7 years, 496 individuals (288 men; 58%) developed type 2 diabetes. The median (Q1?Q3) Prx4 level was 0.84 (0.53?1.40) U/l in individuals who developed type 2 diabetes and 0.68 (0.43?1.08) U/l in individuals who did not develop type 2 diabetes. For every doubling of Prx4 levels, the adjusted OR (95% CI) for type 2 diabetes was 1.16 (1.05?1.29) in the whole population; by sex...

‣ Mortalidade em idosos por diabetes mellitus como causa básica e associada; Diabetes mellitus mortality among elderly as an underlying or secondary cause of death

Coeli, Cláudia Medina; Ferreira, Luis Guilherme Francisco Duarte; Drbal, Mônica de Miranda; Veras, Renato Peixoto; Camargo Jr., Kenneth Rochel de; Cascão, Ângela Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.397844%
OBJETIVO:Analisar a mortalidade por diabetes mellitus em idosos e a subenumeração do diabetes como causa do óbito de acordo com estatísticas baseadas unicamente em causa básica de óbito. MÉTODOS:Foram revisadas todas as 2.974 declarações de óbito ocorridas em 1994 de idosos residentes em um núcleo habitacional localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Destas, foram estudados 291 óbitos, tendo o diabetes mellitus como causa básica (150) e associada (141). A proporção de óbitos em que a diabetes aparece como causa básica em relação ao total de óbitos por diabetes foi calculada de forma global e segundo sexo e faixa etária. RESULTADOS:Dos 291 óbitos estudados, 138 (47,4%) ocorreram em homens, e 153, em mulheres (52,6%). As taxas de mortalidade apresentaram crescimento contínuo com o avançar da idade, sendo superiores no sexo masculino, embora a diferença entre sexos tenha sido menor para a análise baseada unicamente na causa básica. Observou-se proporção elevada de óbitos domiciliares (22%). A proporção de óbitos por diabetes como causa básica foi de 51,5%, sendo maior nas mulheres do que nos homens. CONCLUSÕES:A análise das estatísticas de mortalidade baseadas unicamente na causa básica do óbito pode levar a perfis distorcidos...