Página 9 dos resultados de 2933 itens digitais encontrados em 0.028 segundos

‣ Mulheres que abortam naturalmente

Borges, Amandina; Correia, Teresa; Abrantes, Adelaide
Fonte: Associaçao Portuguesa dos Enfermeiros Obstetras Publicador: Associaçao Portuguesa dos Enfermeiros Obstetras
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
37.546238%
Os cuidados a prestar em Saúde Reprodutiva constituem um conjunto diversificado de práticas que contribuem para a saúde e bem-estar reprodutivos através da prevenção e resolução de problemas, respondendo às necessidades específicas neste período de vida ¹. O abortamento espontâneo é identificado clinicamente em ¼ das mulheres, tendo uma ocorrência de uma em cada sete das gestações, nas primeiras 12 semanas2,3,4. Objetivo: Identificar o perfil social, económico e obstétrico das mulheres hospitalizadas por abortamento espontâneo. Metodologia: Estudo epidemiológico transversal retrospetivo, de 165 mulheres registadas com diagnóstico de abortamento espontâneo, na base de dados do Sistema Informático Hospitalar, internadas numa Unidade de Saúde do Norte de Portugal. A amostra final ficou constituída por 122 mulheres, após aplicação dos critérios de exclusão, registos incompletos (10,3%), outro diagnóstico (14,5%) e falta do processo clinico (0,6%). Quanto à recolha de informação, os dados relativos à ocorrência de abortamentos nos três anos definidos, foram colhidos pelas investigadoras, tendo como suporte um guia, sobre as variáveis a analisar. Esta recolha foi realizada nos dias úteis, entre 9 e 17 horas...

‣ Um olhar por Grécia e contemporaneidade : sobre a construção masculina de cidade

Rilho, Maria Fernanda
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.53004%
Dissertação de Mestrado em Estudos Sobre as Mulheres apresentado à Universidade Aberta; Resumo - Raízes históricas da cidadania hyphen das mulheres. A Cidade é uma comunidade histórica baseada numa ideia de paridade: um corpo cívico que não tem nenhum superior jurídico. Mas é um núcleo restrito, a vários níveis. A polis grega é um “clube de homens" em que nem todos os machos livres são considerados idóneos para governar e guerrear. Por isso, em todas as poleis, o sentido mais elevado do “direito de cidade" é o acesso à participação activa nas escolhas, decisões, administração e controle da coisa pública. Contudo esse clube também socialmente restrito ir-se-á alargando, numa evolução secular, à medida que se transforma a relação de forças. A oligarquia da nobreza fundiária parece obrigada a reconhecer um lugar à riqueza mobiliária e até, por fim, à pobreza que permanecera longamente uma tara irremediável. Mas atenção, a igualdade jurídica não impede que os pobres permaneçam cidadãos passivos. É então preciso efectivar politicamente a igualdade. Tal só acontece a partir da revolução democrática que, ao pretender que todos os cidadãos sejam activos, tende a associar liberdade a igualdade. Apenas a partir de então se demonstra que toda a ordem assenta sobre uma decisão e não sobre uma norma. Só a partir de então se pode aprender que a completa interligação das várias dimensões da cidadania depende de diferentes concepções e práticas de democracia. Porém...

‣ Imprensa e propaganda na São Paulo dos anos 20: quotidiano das mulheres empobrecidas; Press and advertising in São Paulo in 20 years: the daily lives of poor women

Salvetti, Xenia Miranda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.55237%
O presente estudo do gênero e da cidade analisa os imaginários feminino e citadino divulgados pela publicidade e imprensa na São Paulo dos anos vinte, e como era o cotidiano vivido pelas mulheres pobres, como se articulavam, interagiam na cidade, se apercebiam da comunicação divulgada, reelaboravam e retornavam ao espaço público. A pesquisa investiga a publicidade presente em vários meios, como cartõespostais, bondes, bancos de praças, muros, periódicos, entre outros, junto ao desenvolvimento da imprensa iniciado no final do século XIX. Ambas, publicidade e imprensa passaram a ter um papel significativo na construção e divulgação do imaginário feminino. O estudo contempla a presença feminina dos setores empobrecidos e seus movimentos pelo perímetro central e cercanias, localizados entre o antigo centro e a cidade nova, evidenciando o espaço-matriz escolhido pela elite paulista como modelo da cidade moderna e sujeitos desejados. A investigação, ao abordar a comunicação realizada na cidade, e o perfil, o cotidiano das mulheres pobres, articulados ao processo de urbanização, teve sua metodologia desenvolvida em três fases: Fase I - A pesquisa sistemática nos registros dos atendimentos a mulheres em postos de saúde pública...

‣ Incidência das mutações 185delAG e 5382insC no gene BRCA1 em mulheres judias Ashkenazi de Porto Alegre

Dillenburg, Crisle Vignol
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.560825%
Base Teórica: O câncer de mama é provavelmente o mais temido pelas mulheres devido a sua alta freqüência e, sobretudo, pelos seus efeitos psicológicos que afetam a percepção da sexualidade e a própria imagem pessoal. Ele é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas acima desta faixa etária sua incidência cresce rápida e progressivamente. Estudos indicam que fatores genéticos e ambientais são responsáveis pela incidência do câncer de mama, sendo que a hereditariedade provavelmente tenha participação restrita no desenvolvimento deste tipo de tumor. Os principais genes associados ao desenvolvimento do câncer de mama, BRCA1 e BRCA2, são responsáveis por cerca de 80% desses casos, conferindo um risco de 71 a 85% de chance de desenvolver a neoplasia em alguma fase da vida. Mutações nesses genes, classificados como supressores tumorais, demonstram que a perda de suas funções não pára o ciclo celular, não permite a ação do sistema de reparo, e não estimula a apoptose (morte celular programada), culminando em replicação anormal e câncer. A observação epidemiológica de que mulheres judias de origem Ashkenazi parecem ser mais vulneráveis ao câncer de mama está sendo explicada através de estudos moleculares dos genes BRCA1 e BRCA2...

‣ Polimorfismo no gene da interleucina 10 (IL10) em mulheres infectadas pelo papilomavírus humano (HPV)

Tonini, Gabriela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.54938%
A infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) é um fator associado com o desenvolvimento do câncer de colo de útero. A freqüência de mulheres com infecção genital pelo HPV é consideravelmente mais elevada que o número de mulheres com câncer cervical. Este fato torna relevante a busca de um entendimento maior deste processo, como por exemplo, a predisposição imunológica do hospedeiro. Este estudo tem como objetivo avaliar a freqüência do polimorfismo presente na região promotora (-1082) do gene da IL10 e sua associação com a infecção genital pelo HPV. Trata-se de um estudo de casos e controles, sendo os casos, 84 mulheres com infecção genital por HPV e resultado anatomopatológico alterado. Os controles corresponderam a 211 mulheres HPV-DNA negativas e com exame citopatológico sem alterações. Ambos, casos e controles, são oriundos da população participante de um estudo coorte conduzido previamente. A técnica de amplificação refratária de mutações (ARMS-PCR) foi utilizada para a identificação do polimorfismo presente na região promotora (-1082) do gene da IL10. O cálculo de Equilíbrio de Hardy-Weinberg foi utilizado para verificar se as freqüências genotípicas observadas estão de acordo com as esperadas na população em estudo. O método de Regressão logística múltipla foi utilizado para verificar a associação das variáveis estudadas com o desfecho (infecção genital pelo HPV). A freqüência genotípica observada em mulheres com a infecção foi de 12...

‣ Níveis séricos e no fluido peritoneal de leptina e interleucina-6 e expressão gênica e protéica da leptina e do seu receptor : isoforma longa no endométrio tópico e ectópico de mulheres com endometriose

Nacul, Andrea Prestes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.54483%
A endometriose é caracterizada pela presença de tecido endometrial localizado fora da cavidade uterina como peritônio, ovários e septo reto-vaginal e sua prevalência gira em torno de 6% a 10%. Mulheres com endometriose podem ser assintomáticas ou apresentar queixas de dismenorréia, dispareunia, dor pélvica crônica e/ou infertilidade. Em relação à patogênese, a teoria da menstruação retrógrada é bem aceita, embora alterações na biologia molecular do endométrio pareçam ser fundamentais para o desenvolvimento dos implantes endometrióticos. Evidências indicam que a endometriose está associada com aumento das concentrações de citoquinas pró-inflamatórias, fatores de crescimento e de angiogênese no fluido peritoneal (FP). Entre as citoquinas, a leptina é uma proteína derivada do gene da obesidade (Ob) que, além de ações no balanço energético, ingestão alimentar e controle do peso corporal também apresenta atividades imunorregulatórias e angiogênicas. A interleucina-6 (IL-6) é uma glicoproteína secretada por diversos tipos de células, incluindo macrófagos peritoneais e células estromais endometriais. A IL-6 é um marcador da resposta inflamatória de fase aguda e tem diversas atividades biológicas como indução da expressão do fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF)...

‣ Inflamação, homeostase do ferro e suplementação nutricional na cirurgia de derivação gástrica em Y de Roux em mulheres obesas

Marin, Flávia Andréia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 73 f : tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.517888%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Processo FAPESP: 12/18719-9; Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; Bariatric surgery has been proven effective for controlling severe obesity and its comorbidities, but it may have complications, such as iron deficiency and anemia, especially in women of childbearing age. Obesity is associated with inflammation and changes in iron homeostasis, which tend to improve with surgery. However, this improvement raises questions regarding the relationship between iron status and the presence of comorbidities, and the role of mic ronutrient supplementation given the new nutritional requirements. This work consisted of two stages. The first stage was a retrospective analysis of women who were either hypertensive, diabetic, or comorbidity-free before surgery to verify the effect of bariatric surgery on their serum ferritin six months after surgery. The second stage consisted of a prospective study that analyzed the effect of micronutrient supplementation before and 6 months after Roux-en-Y gastric bypass (RYGB) on the inflammation and iron homeostasis of obese women. Sample and methods: The study women were 20 to 45 years old and had a body mass index (BMI) of 35 kg/m2 or more. The first stage divided 200 women into three groups: women with high blood pressure (HBP...

‣ Trabalho, mulheres negras e zonas francas no Haiti : o "empresariado humanitário" neocolonial em movimento; Free zones, "black women" and labour in the contemporary Haiti : the neo-colonial"humanitarian entrepreneurship" in movement

Michaëlle Desrosiers
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.519954%
Através deste trabalho, procuramos analizar o significado ideo-politico e economico do "empresariado humanitario" em movimento no plano de "desenvolvimento-reconstrução", atualizado em 2004 e em 2010 apos o terremoto, para as mulheres "negras" operárias na zona franca CODEVI na contemporaneidade. Essa busca nos conduz à analisar as condições historicas de produção da dependencia neocolonial haitiana e de pauperização das mulheres "negras", ou seja, de sua transformação em forca de trabalho subremunerada para as necessidades da reprodução do capital. Assim, analisamos a função social real das zonas francas industriais de exportação (ZFE) vista por muitos como obra "humanitária" para um país em constante estado de emergencia como o Haiti. Destarte, defendemos as seguintes hipoteses: as ZFE, pelas suas caracteristicas fundamentais, incluindo as ZEI (Zonas Economicas Integradas)-extraterritorialidade, liberdade total de produção e de repatriamento dos lucros-, desempenham na contemporaneidade a função de neoplantações, constituindo-se como obstaculos à soberania popular, alimentar e territorial do Haiti e, portanto, ao fim da sua dependencia neocolonial ou "subdesenvolvimento". O carater "humanitário" da obra capitalista realizada na zona franca CODEVI traduz-se no real em um processo hierarquico de exploração segundo o sexo...

‣ Um Estudo comparado das relações ambientais de mulheres da floresta do Vale do Guaporé (Brasil) e do Mayombe (Angola) - 1980 - 2010

Cruz, Tereza Almeida
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 367 p.| il.
Português
Relevância na Pesquisa
37.521824%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História; Este estudo objetiva discutir como as mulheres negras da floresta do vale do Guaporé/Rondônia, na Amazônia brasileira, e do Mayombe, na Província de Cabinda, Angola, se relacionam com o meio ambiente constituindo modos de vidas específicos e formas de poder a partir de seus conhecimentos ancestrais. Tanto os modos de vida como tudo mais que decorre entende-se serem constituídos historicamente nas suas culturas. O período de estudo abrange de 1980 a 2010. A análise foi centrada nos dois lados do oceano Atlântico considerando perspectivas da história comparada, estabelecendo conexões entre contextos em ambientes de florestas tropicais, procurando perceber as similitudes, as diferenças, as permanências e as mudanças nas práticas socioculturais destes povos, considerando que as populações negras que habitam o vale do Guaporé sejam provenientes de Angola ou de outros lugares da África Central. Procura-se discutir as relações de gênero presentes nas práticas culturais de mulheres e homens que habitam as florestas tropicais na utilização dos recursos naturais. O trabalho de campo foi realizado nas comunidades quilombolas do vale do Guaporé e nas aldeias do Mayombe...

‣ Índice de qualidade da dieta de mulheres antes e durante o tratamento adjuvante para o câncer de mama

Ceccatto, Vanessa
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 127 p.| il., tabs., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.564717%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição; Índices de qualidade da dieta têm sido frequentemente utilizados para avaliar o padrão alimentar e sua relação com o desenvolvimento e progressão do câncer. Objetivou-se, através deste estudo, avaliar a qualidade da dieta de mulheres com câncer de mama em tratamento adjuvante. Caracteriza-se por ensaio clínico não randomizado realizado em dois momentos: pré-cirúrgico (basal) e pós-tratamento. O Índice de Qualidade da Dieta-Revisado (IQD-R) brasileiro foi calculado, a partir de questionário de frequência alimentar contendo 112 itens alimentares. O IQD-R foi estratificado em tercis, classificando as mulheres em dieta "inadequada" (1º tercil), dieta "necessitando de modificações" (2º tercil) e dieta "saudável" (3º tercil). A pontuação do IQD-R, no início do estudo, entre as 78 participantes foi de ? 75,2 pontos, para dieta "inadequada", 75,7 a 81,8 pontos, para dieta "necessitando de modificações" e ? 82,0 pontos, para dieta "saudável". Observou-se que entre as 26 mulheres classificadas com dieta "inadequada", durante o tratamento, 10 (38%) mantiveram esta classificação e 16 (62%) melhoraram a dieta...

‣ Prevalência do papilomavírus humano - HPV em mulheres atendidas no serviço de atendimento especializado, no município de Cacoal - RO, no período de 2003 a 2005; Prevalence of Human Papillomaviruses - HPV in women wich were atended in SAE in Cacoal City, between 2003 and 2005

Lima, Sheila Carminati de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.545447%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007.; Populações expostas a precárias condições de vida estão mais vulneráveis, pois as desigualdades sociais, culturais e econômicas influenciam diretamente no processo de adoecer e morrer da população, sendo assim, as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) encontramse entre as causas mais comuns de doenças no mundo e trazem conseqüências de natureza sanitária, social e econômica estando entre as cinco principais causas de procura por serviços de saúde. Uma DST que vem sendo disseminada com grande velocidade é a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV). A persistência da infecção pelo Papilomavírus Humano em altas cargas virais, representa o principal fator de risco para o desenvolvimento do câncer de colo do útero. Este estudo teve como objetivo conhecer a magnitude da prevalência do Papilomavírus Humano – HPV em mulheres no município de Cacoal – RO. Foi realizado um estudo transversal descritivo onde 31 mulheres portadoras do HPV foram entrevistadas por meio de um questionário com questões abertas e fechadas. Na análise das variáveis utilizou-se o software EPI-Info 6.04. Os sujeitos foram entrevistados em uma única sessão...

‣ O enfrentamento ao tráfico de mulheres para fins de exploração sexual no contexto da política de assistência social

Gomes, Paula Michele Martins
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.52932%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2010.; Tendo como tema o enfrentamento ao tráfico de mulheres para fins de exploração sexual no contexto da política de assistência social, o presente estudo constitui o resultado de uma pesquisa qualitativa realizada por meio de levantamento de dados primários e secundários, da análise de documentos e da feitura de entrevistas semi-estruturadas. Seu objetivo geral é a análise da situação do enfrentamento ao tráfico de pessoas para fins de exploração sexual por meio das políticas públicas, após a promulgação da Política Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, tendo como foco a Política Nacional de Assistência Social. No intuito de contribuir para um qualificado atendimento às mulheres em situação de tráfico para fins de exploração sexual, a pesquisa procurou compreender o histórico e a abrangência das ações, o planejamento e a gestão, a situação das mulheres atendidas, a metodologia empregada e outros aspectos do atendimento e da execução das atividades previstas no Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, por parte da Política Nacional de Assistência Social. Para tal...

‣ Preditores psicossociais do ajustamento à doença e tratamento em mulheres com cancro na mama : o papel do estado emocional, das representações

Fernandes, Susana Maria Rodrigues
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 07/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.545767%
Tese de Doutoramento em Psicologia - Área de Conhecimento em Psicologia da Saúde; O presente estudo teve por objectivo examinar o ajustamento psicossocial ao cancro da mama, até um ano após o diagnóstico, no que refere ao estado emocional, às representações de doença, coping, funcionalidade e benefícios percebidos. Procurou-se ainda, estudar o papel do estado emocional, das representações de doença e do optimismo, no coping e na funcionalidade. Este trabalho foi realizado numa amostra portuguesa de mulheres recentemente diagnosticadas com cancro da mama e que iam iniciar os seus tratamentos na Unidade da Mama do Instituto Português de Oncologia do Porto (N=74). O desenho do estudo é do tipo longitudinal, sendo as pacientes avaliadas em 4 momentos: antes da cirurgia (planeamento cirúrgico), duas semanas após a cirurgia, durante os tratamentos complementares e no final dos tratamentos (entre os 9 e os 12 meses, após o planeamento cirúrgico). Foram utilizadas as versões portuguesas dos seguintes instrumentos de avaliação: o Hospital Anxiety and Depression Scale – HADS, para avaliar o ajustamento emocional; o Brief Illness Perception Questionnaire – B-IPQ, para avaliar as representações de doença; o Mental Adjustment to Cancer Scale – Mini-MAC...

‣ Reféns da rede: contradições e desafios das redes familiares, sociais e comunitárias na promoção da igualdade de género no Quénia

Silva, Gabriela
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 13/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.551448%
As redes familiares, sociais e comunitárias oferecem “serviços” sociais e financeiros em áreas onde o Estado é fraco ou omisso e em muitos casos complementando o papel deste. Estas redes, formais ou informais, sob várias formas organizativas, dotam os indivíduos de identidade social e legal. No entanto, estas podem ser também estruturas castradoras e inibidoras da iniciativa privada, do individualismo, do risco e do desenvolvimento e podem reproduzir os mesmos esquemas de corrupção, preconceitos e regras sociais que criam desigualdades e marginalidade. Esta dicotomia assume enorme relevância no Quénia, onde um projecto de doutoramento, centrado no acesso das mulheres ao mercado de trabalho formal, revela as contradições, incongruências e desafios originados por redes como Grupos de Mulheres, Grupos Comunitários e Grupos de Auto-ajuda que, sendo estruturas essenciais e agentes privilegiados para promover o desenvolvimento, podem ter um efeito contrário e precisam ser encaradas em toda a sua complexidade.

‣ É PRECISO TER RAÇA: As formas de organizações Informais no cotidiano das Mulheres negras da favela Bola de Ouro Território de maioria negra

José Raimundo, Valdenice; Régia Fernandes Gehlen, Vitória (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.54938%
A presente investigação analisa as mudanças sociais ocorridas através da organização informal no cotidiano das mulheres negras da favela Bola de Ouro, percebendo a favela enquanto um território de maioria negra. A favela Bola de Ouro situa-se no Curado IV - Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco. O estudo foi realizado com mulheres que se identificaram como negras, uma vez que, na sociedade brasileira o mito da democracia racial compromete a identidade e a unidade da população negra. A pesquisa traçou uma relação entre o passado histórico do negro em geral, e em particular, das mulheres negras com a atualidade. Para isto se utilizou o levantamento bibliográfico. Os dados empíricos foram obtidos por meio da observação participante e da entrevista semi-estruturada, e analisados através do método qualitativo. O estudo considerou ainda as questões de gênero, raça e classe. A pesquisa evidencia que ocorreram mudanças no cotidiano das mulheres negras a partir de suas organizações informais que se manifestam como alternativa de resistência às situações advindas da pobreza e das desigualdades presentes na condição de mulher e negra na sociedade brasileira. Procura-se contribuir para o Serviço Social e a sociedade de maneira geral...

‣ Revisão da classificação dos óbitos em mulheres portadoras de HIV/AIDS no ciclo gravídico-puerperal, residentes do Estado de Pernambuco, no período de 2000 a 2010

Brayner, Manuella Coutinho; Alves, Sandra Valongueiro (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.516294%
Introdução: Em países em desenvolvimento e países da região subsaariana, mortalidade materna elevada coexiste com alta prevalência do HIV, representando as duas principais causas de morte entre mulheres jovens. No Brasil, a notificação desses casos tem revelado mortes de mulheres no período gravídico-puerperal, muitas vezes difícil de classificar como morte feminina por aids ou com HIV/aids. Diante disso, a Organização Mundial de Saúde propõe a utilização do código O98.7 para classificar as mortes maternas obstétricas indiretas por HIV/aids. Objetivo: Reclassificar os óbitos de mulheres portadoras de HIV/aids no ciclo gravídico-puerperal no estado de Pernambuco, no período de 2000 a 2010, tendo como referência a orientação da CID 10 / OMS sobre morte materna. Método: Estudo descritivo exploratório, desenvolvido a partir das seguintes etapas: tradução para português do item “HIV and AIDS” do documento da Organização das Nações Unidas “The WHO Application of ICD-10 to deaths during pregnancy, childbirth and the puerperium: ICD MM, 2012”; relacionamento probabilístico entre o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan); elaboração de um algoritmo de classificação dos óbitos de mulheres portadoras de HIV/aids no ciclo gravídico-puerperal; e reclassificação dos óbitos por um grupo de especialistas. Resultados: Obteve-se um banco formado pelo SIM e Sinan com 25 óbitos de mulheres portadoras de HIV/aids que informavam gestação/puerpério...

‣ VIVÊNCIAS DAS ENFERMEIRAS QUE CUIDAM MULHERES COM DIAGNÓSTICO DE CANCRO DA MAMA EM FASE AVANÇADA

Nôro, Filomena dos Santos Pereira
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.545447%
O conhecimento que a enfermeira detém de si própria, enquanto pessoa que cuida de outros numa determinada fase de transição das suas vidas, torna-se crucial para estimular o desenvolvimento da relação empática que visa o processo de cuidar. Assim, é importante que a mesma tenha consciência daquilo que a afecta no cuidar do outro, não só as eventuais implicações profissionais mas também pessoais, que conheça quais as suas dificuldades e limitações e ainda quais os seus pontos fortes, em todo este envolvimento. Neste contexto, o presente trabalho tem como tema ?Vivências das enfermeiras que cuidam mulheres com diagnóstico de cancro da mama em fase avançada?, e teve como objectivo geral conhecer as vivências das enfermeiras que cuidam mulheres com diagnóstico de cancro da mama em fase avançada no primeiro internamento hospitalar. Foram nossos objectivos específicos: identificar os sentimentos e as emoções das enfermeiras que cuidam destas mulheres e ainda identificar as suas reacções e os seus mecanismos de defesa; com vista a conhecer as estratégias e os recursos que utilizam, bem como as necessidades que sentem no cuidar das mulheres; percebendo se as enfermeiras identificam factores que facilitam ou dificultam a relação que estabelecem no cuidar; compreendendo se as mesmas consideram que as suas vivências (pessoais e profissionais) interferem no cuidar das mulheres...

‣ Profissionalizaçao, memórias e contextos sociais: reflexões sobre Projeto Internacional Mulheres Mil, Brasil/Canadá

Souza, Antônio Vital Menezes de; Souza, Nara Vieira de; Santos, Najó Glória
Fonte: Universidade Federal de Sergipe Publicador: Universidade Federal de Sergipe
Tipo: Trabalhos em Eventos
Português
Relevância na Pesquisa
37.532031%
Este artigo discute a relação entre profissionalização, práticas de memória e os contextos sociais. Apresenta a metodologia intitulada Reconhecimento de Aprendizado Prévio como embasamento de propostas de natureza social inclusiva. Trata-se de reflexões iniciais sobre o Projeto Internacional Mulheres Mil (Brasil/Canadá) ocorrido no período de 2007 a 2011. A finalidade do projeto Mulheres Mil é o desenvolvimento de ações educativas, a partir da Formação Integrada Continuada de mulheres adultas em treze Estados brasileiros. A oralidade é um dos métodos utilizados e considerado como fonte de memória para construção de instrumentos que permitam mais amplo entendimento da realidade e dos saberes prévios do grupo em torno do desenvolvimento das localidades envolvidas. O referencial teórico adotado é a abordagem (auto)biográfica francesa. Acredita-se que a metodologia RAP possibilita a memória individual e coletiva, direcionando para interpretação do contexto socioambiental. Os principais instrumentos de coleta de informações utilizados foram os portfólios, os mapas de vida e os questionários de acesso e permanência à localidade. A relevância desse estudo visa o reconhecimento da memória como dispositivo de formação sociocultural ampla...

‣ Crime é “coisa de mulher”: Identidades de gênero e identificações com a prática de crimes em posição de liderança entre mulheres jovens na cidade de Recife/PE.

Oliveira, Luciana Maria Ribeiro de; Quadros, Marion Teodósio de (Orientadora); Scott, Russell Parry (Co-orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.517888%
Este estudo se constitui em uma análise antropológica interpretativa das interrelações entre as construções das identidades de gênero e as identificações com a prática de crimes entre mulheres jovens praticantes de atividades ilícitas em posição de liderança. Acredita-se que a prática de crimes em posições de destaque pode ser realizada por mulheres e que estas apresentam um fazer criminal específico edificado a partir de construções identitárias de sentidos de gênero que dão significados próprios ao ser bandida. A pesquisa de campo empreendida foi conduzida pela alternância de entrevistas individuais e em grupo, conversas informais e momentos de convívio junto a treze mulheres jovens praticantes de crimes com idades entre 17 e 29 anos de idade e que se encontravam presas aguardando julgamento ou em liberdade no cumprimento de medida socioeducativa de liberdade assistida na cidade de Recife/PE, focando nas suas compreensões, escolhas e significações sobre o ser mulher e o ser bandida, na busca por identificações de gênero na prática de crimes. O uso do método interpretativo antropológico permitiu a atenção científica aos aspectos simbólicos e performáticos presentes nas falas e nos comportamentos das interlocutoras. Os referenciais teóricos se alternam principalmente entre os estudos feministas de Henrietta Moore (2000; 2004) para a compreensão das relações de poder que circundam as práticas criminosas femininas a partir da análise entre as identidades de gênero e os discursos de gênero; as teorias da performance e da manipulação identitária de Ervin Goffman (1988; 2008) para analisar os desempenhos e as identidades encenadas e visualizadas nos relatos das mulheres a respeito de suas operações criminosas; as teorias interacionistas do desvio de Howard Becker (1977; 2008) com ênfase no estudo do desenvolvimento das carreiras criminosas das praticantes de crimes a partir do processo de interação social; e os estudos dos ―modelos de sociabilidade identificados socialmente como violentos‖ de Theophilos Rifiotis (1997; 2006; 2008) partindo de uma visão positivada da violência com ênfase na capacidade estruturante e produtiva dos conflitos. Os resultados alcançados com o fim da pesquisa e a escrita da tese posicionam as mulheres praticantes de crimes aqui pesquisadas se alternando em relatos performáticos e manipulatórios que...

‣ A LIDERANÇA FEMININA NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

TORREÃO, Nádia
Fonte: Revista Ártemis Publicador: Revista Ártemis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.533433%
Ao adotar o gênero como categoria de análise demonstra-se a importância da atenção que se deve atribuir às questões reivindicadas pelas mulheres como um fator estratégico para o alcance do desenvolvimento local sustentável. Com este foco são ressaltadas as ações implementadas pelas mulheres, além da necessidade de incorporar o gênero nas políticas públicas para se alcançar verdadeiramente um desenvolvimento sustentável. A liderança feminina é destacada pela sua amplitude em que o foco não está unicamente nas mulheres, mas nas ações engajadas em benefício de todos.PALAVRAS-CHAVE: Gênero; Mulheres; Liderança feminina; Desenvolvimento Sustentável.