Página 1 dos resultados de 99473 itens digitais encontrados em 0.084 segundos

‣ Relações min-max em otimização combinatória; Min-max Relations in Combinatorial Optimization

Silva, Marcel Kenji de Carli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.236245%
Relações min-max são objetos centrais em otimização combinatória. Elas basicamente afirmam que, numa dada estrutura, o valor ótimo de um certo problema de minimização é igual ao valor ótimo de um outro problema de maximização. Relações desse tipo fornecem boas caracterizações e descrições poliédricas para diversos problemas importantes, além de geralmente virem acompanhadas de algoritmos eficientes para os problemas em questão. Muitas vezes, tais algoritmos eficientes são obtidos naturalmente das provas construtivas dessas relações; mesmo quando isso não ocorre, essas relações revelam o suficiente sobre a estrutura combinatória dos problemas, levando ao desenvolvimento de algoritmos eficientes. O foco principal desta dissertação é o estudo dessas relações em grafos. Nossa ênfase é sobre grafos orientados. Apresentamos o poderoso arcabouço poliédrico de Edmonds e Giles envolvendo fluxos submodulares, bem como o algoritmo de Frank para um caso especial desse arcabouço: o teorema de Lucchesi-Younger. Derivamos também diversas relações min-max sobre o empacotamento de conectores, desde o teorema de ramificações disjuntas de Edmonds até o teorema de junções disjuntas de Feofiloff-Younger e Schrijver. Apresentamos também uma resenha completa sobre as conjecturas de Woodall e sua versão capacitada...

‣ Relationship of upper-limb and thoracic muscle strength to 6-min walk distance in COPD patients

Dourado, V. Z.; Antunes, LCD; Tanni, S. E.; de Paiva, SAR; Padovani, C. R.; Godoy, I
Fonte: Amer Coll Chest Physicians Publicador: Amer Coll Chest Physicians
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 551-557
Português
Relevância na Pesquisa
36.065073%
Study objectives: This study was developed to investigate the influence of thoracic and upperlimb muscle function on 6-min walk distance (6MWD) in patients with COPD.Design: A prospective, cross-sectional study.Setting: the pulmonary rehabilitation center of a university hospital.Patients: Thirty-eight patients with mild to very severe COPD were evaluated.Measurements and results: Pulmonary function and baseline dyspnea index (BDI) were assessed, handgrip strength, maximal inspiratory pressure (Pimax), and 6MWD were measured, and the one-repetition maximum (1RM) was determined for each of four exercises (bench press, lat pull down, leg extension, and leg press) performed on gymnasium equipment. Quality of life was assessed using the St. George Respiratory Questionnaire (SGRQ). We found statistically significant positive correlations between 6MWD and body weight (r = 0.32; p < 0.05), BDI (r = 0.50; p < 0.01), FEV, (r = 0.33; p < 0.05), PImax (r = 0.53; p < 0.01), and all values of 1RM. A statistically significant negative correlation was observed between 6MWD and dyspnea at the end of the 6-min walk test (r = -0.29; p < 0.05), as well as between 6MWD and the SGRQ activity domain (r = -0.45; p < 0.01) and impact domain (r = -0.34; p < 0.05) and total score (r = -0.40; p < 0.01). Multiple regression analysis selected body weight...

‣ Modelagens min-max-min para o problema de localização de estações de rádio base

Brito,José André de M.; Xavier,Adilson Elias
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Operacional
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.203997%
Relata-se uma nova proposta de solução para o problema de localização de estações de rádio base. Tal proposta é baseada na resolução de um problema min-max-min, que possui natureza multinível e é não diferenciável. Para contornar estas dificuldades e poder usar métodos de otimização mais robustos e eficientes, como os métodos de Gradiente e de Newton, transformamos esse problema em um problema diferenciável, usando uma função suavizadora de classe C¥. Assim, a solução é obtida resolvendo-se uma seqüência de subproblemas diferenciáveis que gradualmente aproximam-se do problema original. O uso desta técnica, chamada Suavização Hiperbólica, permite contornar várias das dificuldades apresentadas no problema original. Um algoritmo contendo as essencialidades do método é apresentado. Além da modelagem min-max-min inicial, propomos também três modelagens variantes, que abordam outros aspectos do problema de localização de estações de rádio base. Um conjunto de resultados computacionais é apresentado considerando as modelagens propostas neste trabalho.

‣ Um modelo de programa??o matem?tica para otimizar a composi??o de lotes de min?rio de ferro da mina Cau? da CVRD

Moraes, Edilaila Fernandes; Alves, Jos? Maria do Carmo Bento; Souza, Marcone Jamilson Freitas; Cabral, Ivo Eyer; Martins, Alexandre Xavier
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
36.065073%
Esse trabalho tem seu enfoque no problema de blendagem de produtos de min?rio de ferro, estocados nos p?tios da mina Cau?, da Companhia Vale do Rio Doce, em Itabira, Minas Gerais, para a composi??o de lotes. Pro-p?e-se um modelo de programa??o linear por metas que visa a determinar os locais de retomada dos produtos estocados, de tal forma que a mistura atenda aos limites de especifica??es de qualidade e quantidade preestabelecidos pelo cliente e satisfa?a as restri??es operacionais dos p?tios. O modelo de programa??o matem?tica desenvolvido foi implementado no modelador e otimiza-dor LINGO 9.0, interfaceando com planilhas do EXCEL 2000, possibilitando a utiliza??o e exporta??o de dados em um ambiente familiar ? empresa de minera??o. O sistema desenvolvido foi validado comparando-se os resultados obtidos com os produzidos manualmente pela empresa. Os resultados computacionais apresentados comprovaram que ? poss?vel prover uma melhora na composi??o dos lotes atrav?s do modelo proposto. ____________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This work focuses on the problem of blending iron ore products, at the Cau? mine stockyard, of Companhia Vale do Rio Doce, in the state of Minas Gerais...

‣ Efeito da rugosidade recortada polida no escoamento em modelo de passagem de min?rio

Silva Filho, Amilton Bernardinho da; Silva, Jos? Margarida da; Curi, Adilson
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
36.11661%
O principal objetivo desse trabalho ? analisar o comportamento do fluxo de material fragmentado em passagens de min?rio com paredes rugosas. Nesse estudo, um modelo f?sico de passagem de min?rio em escala reduzida foi utilizado para observar o efeito da rugosidade sobre o fluxo. A inser??o de placas de madeira nas paredes internas do modelo foi realizada de modo a simular as rugosidades do tipo recortada polida. A escolha desse modelo de rugosidade, selecionado a partir dos padr?es adotados internacionalmente pela ISRM (Sociedade Internacional de Mec?nica de Rochas), foi devido ? sua grande similaridade com o padr?o de rugosidade encontrado em passagens de min?rio reais constru?das por explosivos. Os resultados dos ensaios realizados no modelo revelaram que as rugosidades do tipo recortada polida provocam uma queda significativa de vaz?o em rela??o aos ensaios realizados em paredes lisas. Tamb?m foi observada, para esse modelo de rugosidade, a ocorr?ncia de arcos mec?nicos, fluxo em funil e fluxo turbulento. ______________________________________________________________________________________________________________________________________________________

‣ Caracteriza??o de uma tipologia de min?rio de mangan?s do Brasil

Reis, ?rica Linhares; Faria, Geraldo L?cio de; Ara?jo, Fernando Gabriel da Silva; Ten?rio, Jorge Alberto Soares; Vieira, Cl?udio Batista; Jannotti J?nior, Nelson
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
36.065073%
Visando a melhorias no benefi ciamento e no processo de fabrica??o de ferroligas de mangan?s, foi realizada a caracteriza??o de uma tipologia predominante de min?rio de mangan?s, de ocorr?ncia na regi?o de Caraj?s, PA, BR. Obteve-se uma amostra representativa da tipologia e foram realizadas an?lise granulom?trica por peneiramento e an?lise qu?mica, por ICP-AES. Foram identifi cadas por difratometria de raios X as fases minerais majorit?rias. Um estudo termogravim?trico foi desenvolvido para verifi car a estabilidade t?rmica, ao ar, das fases minerais majorit?rias. Observou-se que 19,3% da amostra encontram-se abaixo de 6,3mm. O teor de mangan?s no min?rio foi de 52,63% em peso, com 1,92% de s?lica, 0,17% de f?sforo e 3,13% de ferro. Foram identifi cados, na amostra, os ?xidos de mangan?s criptomelana, todorokita e pirolusita, com goethita, quartzo, gibbisita e caolinita compondo a ganga. Para a amostra estudada, observou-se a decomposi??o t?rmica dos ?xidos criptomelana e pirolusita, em torno de 600oC, ao ar. Em torno de 950oC, teve in?cio a transforma??o de Mn2O3 em Mn3O4. ____________________________________________________________________________________________________; Abstract: In order to improve manganese-iron alloy production processes...

‣ Flota??o direta de min?rio de ferro

Lopes, Gilmara Mendon?a
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.11661%
O objetivo deste trabalho foi estudar a possibilidade de concentra??o do min?rio Serra da Serpentina, considerado de baixo teor de ferro por flota??o direta. Foram investigados tr?s coletores: oleato de s?dio P.A., hidroxamato comercial (AERO 6493) e sulfonato comercial (AERO 825) e como depressor foi usado o metassilicato de s?dio P.A.. Em uma primeira fase foram efetuados estudos de microflota??o de amostras minerais puras (hematita e quartzo), usando tubo de Hallimond modificado com os coletores e depressor, buscando a determina??o do pH que levaria ? melhor seletividade na separa??o entre os dois minerais. Os pH?s de maior flotabilidade da hematita e quartzo usando oleato de s?dio foram 7 e 9, respectivamente. No caso do hidroxamato foram, respectivamente, 7 e 10. Para o sulfonato, foram 4 e 5, respectivamente. Foram determinadas as curvas de potencial zeta dos dois minerais condicionados com ?gua destilada, em solu??es dos coletores e em solu??o de metassilicato de s?dio seguida da adi??o dos coletores. Os valores de PCZ da hematita e quartzo foram 7,5 e 1,8, respectivamente. Finalmente, foram realizados ensaios de flota??o reversa (usando amido/amina) e direta (usando oleato de s?dio, hidroxamato e sulfonato e metassilicato de s?dio como depressor) em escala de bancada usando planejamento fatorial de experimentos...

‣ Jigagem de min?rios itabir?ticos

Barcelos, Hemerson Olimpio
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.065073%
Os objetivos principais deste trabalho foram planejar, executar e analisar os resultados de uma campanha de ensaios de concentra??o de minerais em um jigue. O programa de ensaios permitiu a an?lise da influ?ncia de vari?veis operacionais do equipamento no desempenho metal?rgico do processo de concentra??o. Para tanto foi selecionada a alimenta??o da opera??o de concentrado de min?rios itabir?ticos. O m?todo de trabalho consistiu na caracteriza??o tecnol?gica da alimenta??o e execu??o dos ensaios de concentra??o de jigue DECO, modelo A?173?A, variando tr?s par?metros principais: a granulometria da alimenta??o, o tipo de seixos que comp?em o leito e a massa do leito. Os resultados foram analisados em termos de recupera??o e enriquecimento do ferro, al?m do teor da s?lica, principal contaminante dos concentrados. Analisando os resultados da campanha de ensaios pode-se verificar valores significativos de recupera??o e enriquecimento do ferro, bem como uma redu??o da s?lica nos concentrados obtidos. ____________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT: The main objectives of this study were to plan, execute and analyze the results of several minerals concentration tests in a jig. The program of tests utilized allowed to analyze the influence of operating variables in the performance of the equipment of the metallurgical in concentration process. On this study we had select itabiritic ores for both operating power of concentrated. The working method is consisted in the characterization of technological power and perform tests of concentration DECO jig...

‣ Concentrabilidade de min?rio de ferro de cateruca

Sim?o, Henriques Kiaku
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.11661%
Este estudo aborda a concentrabilidade de min?rio de ferro de Cateruca, localizado no distrito da Jamba Mineira, prov?ncia da Huila, Angola. Os principais minerais s?o quartzo e minerais portadores de ferro, com teor m?dio de ferro 31 %. A t?cnica de espectrometria por emiss?o at?mica por plasma indutivamente acoplado (ICP) indicou para a amostra: teor em ferro igual a 42 %, teor em f?sforo igual a 0,031 % e a determina??o da perda por calcina??o ? 0,6%. Espectroscopia de M?ssbauer indicou: 90 % como hematita, 8 % como magnetita e 2 % como goethita. O ?ndice de trabalho de Bond foi determinado usando-se dois m?todos, o m?todo convencional e o m?todo simplificado proposto por Ahmadi e Shahsavari (2009). A concentra??o densit?ria foi estudada com jigue Denver de laborat?rio com controle de ?gua de arca, dimens?o da part?cula e espessura de camada de leito filtrante. O melhor resultado encontrado foi trabalhando com a fra??o (-1+0,6 mm). Tamb?m a espiral de Humphrey foi testada variando a percentagem de s?lidos e a taxa de alimenta??o, o melhor resultado encontrado foi trabalhando com 20 % em s?lidos. A concentra??o magn?tica de alta intensidade e alto gradiente foi testada, obtendo-se bons resultados. A flota??o reversa do produto magn?tico com a amina como coletor de silicatos e amido de milho como depressor...

‣ Seletividade na flota??o de min?rios ferr?feros dolom?ticos

Costa, Jesrael Luciano
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.11661%
Este trabalho teve como objetivo determinar as melhores condi??es de flota??o seletiva na separa??o entre minerais portadores de ferro e silicato em presen?a de carbonatos, em especial de dolomita. Para tanto foram feitos ensaios de microflota??o em c?lula de Fuerstenau, usando para isso amostras de hematita, quartzo e dolomita. Os seguintes coletores foram estudados: oleato de s?dio, ?ter-monoamina e ?leo de baba?u saponificado. Tanino, dextrina e silicato de s?dio foram usados como depressores. Estudou-se o comportamento das amostras minerais em intera??o com os devidos reagentes e com ?ons oriundos da dissolu??o pr?via de carbonatos. A justificativa para este trabalho, insere-se no contexto atual da forte demanda por min?rios de ferro, sendo que alguns dos jazimentos conhecidos n?o s?o lavrados, at? o presente, por serem contaminados por minerais carbon?ticos. Espera-se, com este estudo, subsidiar o desenvolvimento de rotas de processo para min?rios ferr?feros carbonatados, respeitados os requisitos t?cnicos e econ?micos para a implementa??o de empreendimento industrial, visando o seu aproveitamento. ____________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This work studied the best conditions for selective flotation in the iron-bearing minerals...

‣ Viabiliza??o t?cnica e econ?mica da lavra cont?nua de min?rio de ferro com o uso de sistema de britagem m?vel ?in pit? auto propelido

Lopes, Jos? Raimundo
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.15383%
Os m?todos de lavra empregados nas minas de min?rio de ferro de todo o mundo concentram-se na lavra convencional por caminh?es de pequeno a grande porte. A partir do ano de 1977, um processo inovador foi implantado na mina de min?rio de ferro itabir?tico da Samarco Minera??o S/A, localizada em Mariana, Minas Gerais. O m?todo denominado de ?lavra por sistema de correias transportadoras? substitu?a os caminh?es por correias m?veis de bancada e com isso as carregadeiras pneum?ticas alimentavam o min?rio diretamente no sistema de correias atrav?s de um silo de alimenta??o que fazia a transfer?ncia do min?rio. O m?todo vem sendo usado at? hoje com sucesso, com custos operacionais significativamente inferiores aos custos da lavra convencional. A presente pesquisa descreve uma iniciativa de inova??o tecnol?gica focada no desafio de reduzir os custos operacionais a um patamar inferior ?queles da lavra por sistema de correias transportadoras. O objetivo principal da pesquisa ? comprovar a viabiliza??o t?cnica e econ?mica do m?todo de britagem m?vel ?in- pit? auto propelido em compara??o ? lavra convencional por caminh?es e ao sistema de correias por carregadeiras. A abordagem de pesquisa foi baseada na compara??o dos ?ndices operacionais e econ?micos obtidos ap?s a implanta??o do sistema com os valores projetados por ocasi?o do estudo original de viabilidade do m?todo. Os resultados comprovaram que a britagem m?vel se manteve altamente competitiva em rela??o aos m?todos analisados. Os ganhos projetados no estudo de viabilidade foram validados e foram considerados adequados em rela??o aos estudos de caso internacionais avaliados no trabalho. ____________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: The conventional mining methods employed in most iron ore mines around the world are based in truck haulage. Starting in 1977...

‣ Influ?ncia da adi??o da lama fina de aciaria a oxig?nio nas caracter?sticas f?sicas e microestruturais de pelotas queimadas de min?rio de ferro

Mendes, Jefferson Janu?rio
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.181973%
Na ind?stria sider?rgica brasileira estima-se que s?o produzidos anualmente cerca de 230 mil toneladas de lama de aciaria que ? um res?duo sider?rgico t?pico das aciarias a oxig?nio. As principais caracter?sticas qu?micas e granulom?tricas da lama de aciaria s?o as seguintes: cerca de 30% de lama grossa com elevado teor met?lico e granulometria acima de 325# (45?m) e 70% composta pela lama fina, rica em ?xido de ferro, FeO, com granulometria inferior a 325#, (45?m) com um teor de ferro total em torno de 60% em peso. Existem alguns estudos recentes na China, realizados em escala piloto, que investigam o uso da lama fina no processo de fabrica??o de pelotas de min?rios de ferro. No Brasil s?o ainda escassos os estudos de aplica??es da lama fina de aciaria, apesar de possuir uma larga produ??o industrial de pelotas de min?rios de ferro e um montante consider?vel de gera??o anual de lama fina de aciaria. Este trabalho apresenta um estudo da Influ?ncia da adi??o desta lama, em pequenas propor??es, nas caracter?sticas intr?nsecas de pelotas queimadas de min?rio de ferro. As an?lises qu?micas apresentadas utilizaram as t?cnicas de espectrometria de emiss?o at?mica e titula??o. A caracteriza??o mineral?gica foi desenvolvida por difratometria de raio x e microscopia ?ptica. A an?lise de porosidade tamb?m ? apresentada. Ap?s a caracteriza??o...

‣ Estudo da intensidade de crepita??o de min?rios granulados de mangan?s do Brasil

Faria, Geraldo L?cio de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.236245%
Um problema freq?entemente encontrado na rotina de opera??o dos fornos metal?rgicos de produ??o das ligas de mangan?s ? a falta de conhecimento a respeito das caracter?sticas mineral?gicas e metal?rgicas dos granulados de min?rios. Neste contexto, um par?metro de qualidade de grande import?ncia, e ainda muito pouco estudado, ? a crepita??o. Este trabalho apresenta um estudo de caracteriza??o f?sica, qu?mica e mineral?gica, assim como do comportamento da crepita??o de tr?s produtos granulados de min?rio de mangan?s, provenientes das tr?s minas mais importantes do Brasil, que s?o Azul, Morro da Mina e Urucum. S?o apresentadas an?lises qu?micas utilizando t?cnicas como a espectrometria de emiss?o at?mica e titula??o. A caracteriza??o mineral?gica foi desenvolvida por meio da difra??o de Raios-X e por microscopia ?ptica. As an?lises de propriedades f?sicas como determina??o da densidade, superf?cie espec?fica e porosidade tamb?m s?o apresentadas. Uma vez que as amostras foram caracterizadas, elas foram submetidas a ensaios de crepita??o nos padr?es recomendados pela ISO 8731, salvo a faixa granulom?trica utilizada, que foi a compreendida entre 19 e 6,3mm. Foram estudadas as influ?ncias da umidade e de tratamento t?rmico sobre o fen?meno de crepita??o. Para a faixa de 19 a 6...

‣ Mineralogia, calcina??o e nova classifica??o tipol?gica de min?rios de mangan?s s?lico-carbonatados.

Viana, N?vea Cristina da Silva
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia de Materiais. Rede Tem?tica em Engenharia de Materiais, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s-Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.236245%
O min?rio de Morro da Mina ? formado por silicatos e carbonato de mangan?s, com predomin?ncia dos silicatos. Foram realizadas an?lises de BET, umidade, granulometria, qu?mica, mineralogia, PPC, calcina??o e tamboramento para amostras tipol?gicas de Morro da Mina classificadas em granulado e sinter feed. Os minerais min?rio encontrados s?o rodocrosita, rodonita, tefro?ta, alabandita, espessartita e os minerais ganga s?o grafita, anfib?lio, micas e alguns sulfetos. Os silicatos rodonita e tefro?ta possuem tamanhos m?dio de 0,58mm enquanto os demais cerca de 0,15mm. O min?rio de primeira possui maior participa??o em peso de carbonato seguido pelo min?rio de segunda e com propor??o menor o min?rio de terceira. Nos tr?s tipos a rodocrosita e a tefro?ta tendem a se concentrar no granulado e no sinter e a espessartita e os minerais ganga tendem a se concentrar na fra??o de pellet feed, abaixo de 0,15mm. Foram observadas algumas correla??es diretas como: teor de rodocrosita e PPC; teor de espessartita e Al 2O3 ; conte?do de silicatos de mangan?s e SiO 2 . O processo de calcina??o foi eficaz ? temperatura de 900?C para todas as amostras. As amostras calcinadas nesta temperatura apresentaram enriquecimento em teor de mangan?s na ordem de 4% e gera??o de finos pr?xima de 14%. Foi proposto um novo crit?rio de classifica??o do min?rio s?lico-carbonatado de acordo com a propor??o da rodocrosita...

‣ Caracteriza??o de res?duos provenientes da planta de beneficiamento do min?rio de mangan?s s?lico-carbonatado da RDM ? unidade Morro da Mina.

Reis, ?rica Linhares
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Mineral. Departamento de Engenharia de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.15383%
Neste trabalho s?o apresentados criteriosos estudos de caracteriza??o dos finos de min?rio de mangan?s (estocados como rejeito) da Unidade Morro da Mina, localizada em Conselheiro Lafaiete - MG. Na caracteriza??o tecnol?gica est?o apresentadas an?lises granulom?tricas por peneiramento, an?lises qu?micas utilizando t?cnicas instrumentais como fluoresc?ncia de raios X e espectrometria de absor??o at?mica, e mineral?gica por difra??o de raios - X das amostras, e ainda, as an?lises de propriedades f?sicas como determina??o da densidade, superf?cie espec?fica e porosidade. De posse das an?lises de caracteriza??o foram executados ensaios tecnol?gicos (concentra??o e classifica??o), que se mostraram vi?veis. Foram realizados ensaios de concentra??o grav?ticos, utilizando os equipamentos mesa oscilat?ria, espiral de Humphreys, tendo com vari?veis a porcentagem de s?lidos na polpa e as fra??es granulom?tricas (amostra global, fra??o maior que 0,074 e menor que 0,074 mm). Foi realizado tamb?m um ensaio de classifica??o, usando hidrociclone, cuja polpa de alimenta??o continha 15 % de s?lidos. De acordo com a distribui??o granulom?trica dos finos do min?rio de mangan?s 80 % das part?culas encontra-se abaixo de 0,150 mm. Atrav?s da an?lise qu?mica da amostra global...

‣ Approximation Algorithms for Min-Max Cycle Cover Problems

Xu, Wenzheng; Liang, Weifa; Lin, Xiaola
Fonte: IEEE Publicador: IEEE
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.15383%
As a fundamental optimization problem, the vehicle routing problem has wide application backgrounds and has been paid lots of attentions in past decades. In this paper we study its applications in data gathering and wireless energy charging for wireless sensor networks, by devising improved approximation algorithms for it and its variants. The key ingredients in the algorithm design include exploiting the combinatorial properties of the problems and making use of tree decomposition and minimum weighted maximum matching techniques. Specifically, given a metric complete graph G and an integer k > 0, we consider rootless, uncapacitated rooted, and capacitated rooted min-max cycle cover problems in G with an aim to find k rootless (or rooted) edge-disjoint cycles covering the vertices in V such that the maximum cycle weight among the k cycles is minimized. For each of the mentioned problems, we develop an improved approximate solution. That is, for the rootless min-max cycle cover problem, we develop a (5 1/3+ ε)-approximation algorithm; for the uncapacitated rooted min-max cycle cover problem, we devise a (6 1/3 + ε)-approximation algorithm; and for the capacitated rooted min-max cycle cover problem, we propose a (7+ε)-approximation algorithm. These algorithms improve the best existing approximation ratios of the corresponding problems 6+ε ...

‣ On the complexity of the edge-disjoint min-min problem in undirected graphs

Guo, L.; Shen, H.
Fonte: IEEE; USA Publicador: IEEE; USA
Tipo: Conference paper
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.15383%
The min-min problem of finding a disjointpath pair with the length of the shorter path minimized is known to be NP-complete and admits no K-approximation for any K > 1 in the general case [1]. In this paper, we show that Bhatia et al [2]’s NP-complete proof, a claim of correction to Xu et al’s proof [1], for the edge-disjoint minmin problem in undirected graphs is incorrect by giving a counter example that is an unsatisfiable 3SAT instance but classified as a satisfiable 3SAT instance in Bhatia et al’s proof [2]. We then give a correct proof of NP-completeness of this problem in undirected graphs.; Longkun Guo and Hong Shen

‣ Hardness of finding two edge-disjoint Min-Min paths in digraphs

Guo, L.; Shen, H.
Fonte: Springer-Verlag Berlin; Heidelberger Platz 3 Berlin Germany D-14197 Publicador: Springer-Verlag Berlin; Heidelberger Platz 3 Berlin Germany D-14197
Tipo: Conference paper
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.15383%
The Min-Min problem of finding a disjoint path pair with the length of the shorter path minimized is known to be NP-complete and no K-approximation exists for any K ≥ 1 [1]. In this paper, we give a simpler proof of this result in general digraphs. We show that this proof can be extended to the problem in planar digraphs whose complexity was unknown previously. As a by-product, we show this problem remains NP-complete even when all edge costs are equal (i.e. strongly NP-complete).; Longkun Guo and Hong Shen

‣ A polynomial algorithm for the vertex disjoint Min-Min problem in planar graphs

Guo, L.; Shen, H.
Fonte: IEEE; USA Publicador: IEEE; USA
Tipo: Conference paper
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.236245%
The Min-Min problem of finding a disjoint-path pair with the length of the shorter path minimized is known to be NP-hard in general graphs. However, it remains an open problem whether the Min-Min problem is NP-hard in some special graph such as planar graphs. In this paper, for an st-outerplanar graph G = (V,E) which is a special planar graph that can be drawn in the plane with source vertex s and destination vertex t belong to the unbounded face of the drawing, we show that the vertex disjoint Min-Min problem is polynomial solvable therein by presenting an algorithm with a time complexity of O(/E/ + /V/log/V/).; Longkun Guo and Hong Shen

‣ On finding Min-Min disjoint paths

Guo, L.; Shen, H.
Fonte: Springer-Verlag Publicador: Springer-Verlag
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.29806%
The Min-Min problem of finding a disjoint-path pair with the length of the shorter path minimized is known to be NP-hard and admits no K-approximation for any K>1 in the general case (Xu et al. in IEEE/ACM Trans. Netw. 14:147–158, 2006). In this paper, we first show that Bhatia et al.’s NP-hardness proof (Bhatia et al. in J. Comb. Optim. 12:83–96, 2006), a claim of correction to Xu et al.’s proof (Xu et al. in IEEE/ACM Trans. Netw. 14:147–158, 2006), for the edge-disjoint Min-Min problem in the general undirected graphs is incorrect by giving a counter example that is an unsatisfiable 3SAT instance but classified as a satisfiable 3SAT instance in the proof of Bhatia et al. (J. Comb. Optim. 12:83–96, 2006). We then gave a correct proof of NP-hardness of this problem in undirected graphs. Finally we give a polynomial-time algorithm for the vertex disjoint Min-Min problem in planar graphs by showing that the vertex disjoint Min-Min problem is polynomially solvable in st-planar graph G=(V,E) whose corresponding auxiliary graph G(V,E∪{e(st)}) can be embedded into a plane, and a planar graph can be decomposed into several st-planar graphs whose Min-Min paths collectively contain a Min-Min disjoint-path pair between s and t in the original graph G. To the best of our knowledge...