Página 1 dos resultados de 87 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

‣ A arqueologia mineira: território interdisciplinar

Tinoco, Alfredo
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.980076%
A mina do Lousal encerrou os trabalhos em 31 de Maio de 1988 após menos de cem anos de laboração.Quase dez anos depois desta data teve início um processo tendente a regenerar o tecido social e económico do Lousal e a promover a recuperação ambiental da área mineira.Com efeito, todos sabemos que naqueles locais em que uma única actividade económica contribuiu durante muito tempo para sustentar em exclusivo o desen-volvimento locai, quando ela cessa fica um território deprimido dos pontos de vista social e económico c também ambiental no caso das explorações mineiras.Isso mesmo foi o que sucedeu no Lousal.O processo de recuperação que acima referimos tem como base e motor do novo ciclo de vida do Lousal um Museu Mineiro - o mesmo é dizer, o património geológico e mineiro c a história local.

‣ A actividade mineira em Portugal durante a Idade Média : tentativa de síntese

Duarte, Luís Miguel
Fonte: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras Publicador: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.72978%

‣ Responsabilidade social na actividade mineira : o caso da Mina de Las Cruces

Ferreira, Carlos Filipe Semblano
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Dissertação Formato: I, 63 f., 30 cm; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.72978%
Tese de mestrado. Engenharia de Minas e Geo-Ambiente. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009

‣ A tradição mineira como veículo de promoção do património local. Conteúdos geológicos na valorização natural e cultural da Serra d’Arga (NW Portugal); La tradición minera como vehículo para la promoción del patrimonio local. Contenidos geológicos para la valoración natural y cultural de la Sierra de Arga (NO Portugal); Mining traditions in the promotion of Local Heritage. Geological component in the natural and cultural valuing of Serra d’Arga (NW Portugal)

Alves, Raquel Cepeda; Gomes, C. Leal; Valente, Teresa Maria Fernandes
Fonte: Instituto Geológico y Minero de España Publicador: Instituto Geológico y Minero de España
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.134102%
Serie : Cuadernos del Museo Geominero, n.º 12; A selecção de conteúdos geológicos e mineiros, que integram o Centro de Interpretação da Serra d’Arga (CISA), apela fundamentalmente à tradição mineira que vigorou durante o Séc. XX e às suas evidências no património natural e cultural. O tema escolhido - “Minerais Úteis”- preconiza, num primeiro momento, a estratégia de promoção do Património Geológico e Mineiro da Serra d’Arga, desencadeada pelo CISA. Neste intuito, foram elaborados e organizados materiais dos quais aqui se faz nota, como sejam fotografias dos minérios mais comuns e ilustrações de infra-estruturas mineiras. Ainda, a integrar uma exposição de minerais e paragéneses, foram seleccionadas amostras tendo em conta o seu fácil reconhecimento pelas gentes locais. Como testemunhos materiais das tradições mineiras potenciam a valorização patrimonial tanto na acepção cultural – mineira – como na diversidade geológica, no que respeita ao tipo de rochas portadoras e sua mineralogia.; La selección de los contenidos geológicos y mineros, que integran el Centro de Interpretación de la Sierra d’Arga (CISA), apelan fundamentalmente a la tradición minera que prevaleció durante el siglo XX y sus evidencias en el patrimonio natural y cultural. El tema elegido - “Los minerales útiles” – representa la estrategia iniciada por el CISA para la promoción del Patrimonio Geológico y Minero. Con este objetivo se han preparado y organizado materiales ilustrativos de los cuales se hizo la presente nota...

‣ Ensaio de bait-lamina em comunidades edáficas de uma área mineira

André, Ana Isabel Duarte
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
49.07691%
O ensaio de bait-lamina, desenvolvido por Von Törne (1990) permite avaliar a actividade alimentar da comunidade edáfica e inferir sobre potenciais impactos da contaminação de solos, neste parâmetro. É um ensaio de rastreio ecológico recomendado para aplicar na etapa 2 da análise de risco ecológico (ARE) de locais contaminados. No âmbito da ARE em curso para a área da mina de urânio da Cunha Baixa (Mangualde, Centro de Portugal), o presente trabalho teve como objectivo avaliar in situ os efeitos da contaminação por metais, na actividade alimentar da comunidade edáfica usando o ensaio de bait-lamina. Para atingir este objectivo geral foram definidos os seguintes objectivos específicos: a) avaliar o tempo de exposição necessário para discriminar locais com diferentes níveis de contaminação; b) perceber o efeito da sazonalidade na avaliação da actividade alimentar e na distinção de locais com diferentes níveis de contaminação e, c) avaliar a existência de um gradiente vertical, nos efeitos da contaminação, na actividade alimentar e na subsequente degradação de matéria orgânica. Os dados ecológicos obtidos com este estudo visam complementar a caracterização química e ecotoxicológica de solos contaminados...

‣ Alterações enzimáticas, celulares e histológicas em peixes expostos in situ ao efluente de uma mina

Silva, Márcia Luísa Bessa da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
38.288481%
A presença de contaminantes nos meios aquáticos é atribuída a processos naturais, como por exemplo a lixiviação de solos, e a processos artificiais relacionados com os resíduos das actividades antropogénicas. Uma vez inseridos no sistema aquático, os contaminantes distribuem-se pelo material em suspensão, no sedimento, na água superficial e intersticial. A actividade mineira é um exemplo de uma fonte geradora de poluição no ambiente envolvente, sendo a descarga do efluente ácido da mina um dos mais graves problemas diagnosticados. A mina abandonada da Cunha Baixa (Mangualde, distrito de Viseu), pelo seu reconhecido impacto, serviu como objecto de estudo para o presente trabalho. Foram definidos como objectivos centrais (i) avaliar a toxicidade dos efluentes de três lagoas artificiais nas imediações da mina e mecanismos subjacentes em peixes, clarificando a relação entre a contaminação e os efeitos bioquímicos, citogenéticos e histopatológicos, e (ii) averiguar se as respostas ou efeitos biológicos obtidos podem constituir indicadores (biomarcadores) de efeito a contaminantes. O presente trabalho pretendeu desenvolver um ensaio ecotoxicológico in situ em indivíduos de Carassius auratus, alicerçado na quantificação de parâmetros subletais. Foram desenvolvidas câmaras de ensaio adequadas para expor organismos ao efluente das três lagoas artificiais em estudo. Os animais foram expostos (i) ao efluente da lagoa de referência (Ref)...

‣ Efeito da drenagem ácida nos cursos de água da envolvente à zona mineira de Aljustrel

Luís, Ana Teresa Lopes Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.72978%
As minas de Aljustrel localizam-se na Faixa Piritosa Ibérica, uma das maiores concentrações mundiais de jazigos de sulfuretos maciços polimetálicos, faixa esta que se estende do Lousal (Portugal) a Aznalcóllar (Espanha). As ribeiras do Roxo, Água Azeda e Água Forte são influenciadas pela actividade mineira em Aljustrel já que recebem o material de escorrências superficiais e a drenagem ácida das minas (DAM) proveniente das escombreiras. Os locais de amostragem localizados a jusante das escombreiras apresentam valores extremamente baixos de pH e elevadas concentrações de As, Cd, Cu, Fe, Mn, Pb, Zn e sulfatos. O objectivo deste estudo foi compreender como é que estas condições extremas afectam as águas, os sedimentos de corrente e as comunidades de diatomáceas. A amostragem de águas superficiais e sedimentos de corrente das ribeiras foi realizada sazonalmente, durante um ano (Maio de 2005 a Junho de 2006) em oito locais de amostragem seleccionados na Ribeiras do Roxo, Água Azeda e Água Forte. As amostras de água superficial foram caracterizadas do ponto de vista químico por ICP-MS, para 72 elementos e a sua composição isotópica foi determinada por Espectrometria de Massa de Ionização Térmica. Os sedimentos de corrente (fracção granulométrica inferior a 170μm) foram analisados quimicamente por ICP-ES...

‣ Comportamento de elementos químicos no sistema rocha-solo-sedimento-planta na área mineira de Neves Corvo : implicações ambientais

Batista, Maria João de Almeida Farinha
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
38.91533%
A Mina de Neves Corvo encontra-se numa das principais províncias metalogénicas de sulfuretos maciços polimetálicos, a Faixa Piritosa Ibérica, sendo ainda uma das poucas minas em laboração na Europa. Trata-se do mais importante depósito mineral descoberto em Portugal e, um dos mais importantes jazigos de cobre do Mundo. Considera-se portanto importante o impacto socio-económico da extracção do minério a partir do subssolo naquela região. Daí a necessidade de estudar melhor o impacto químico no meio superficial da área da Mina de Neves Corvo, e na região, onde também se encontram seis explorações antigas. O objectivo deste estudo foi o de caracterizar o comportamento geoquímico dos elementos sujeitos a circulação num sistema onde o equilíbrio existente no ambiente primário foi quebrado pela extracção do minério e assim avaliar o seu efeito no ambiente geoquímico superficial. Analisou-se o comportamento geoquímico de um conjunto de elementos, nomeadamente, Al, As, Cu, Fe, Mn, Pb, S, Sn e Zn, por os mesmos terem uma influência importante no sistema rocha-solo-sedimento-planta na área de estudo e por os mesmos estarem directa ou indirectamente mais relacionados com a actividade mineira passada e presente nesta região. Determinaram-se alguns elementos no solo total...

‣ Impacte da actividade mineira na envolvente de S. Francisco de Assis

Melo, Rita Ferreira de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.346724%
A saúde, o ambiente e a geologia da região onde vivemos são temas intimamente relacionados, e que emergem como motivos de preocupação devido a vários factores. A necessidade de os relacionar vem como resposta a uma melhoria de qualidade de vida. O presente estudo, desenvolvido na área envolvente à Aldeia de São Francisco de Assis, foi feito tendo em conta uma das principais actividades económicas desenvolvidas na região e os problemas que desta advêm: as Minas da Panasqueira. A existência de elevadas concentrações de elementos vestigiais nos materiais das escombreiras do Rio e Barroca Grande assim como nas lamas das barragens é o maior problema que foi identificado na zona em estudo. Este estudo teve como objectivo avaliar os possíveis efeitos da actividade mineira na degradação ambiental da zona, tendo para o efeito sido seleccionados diversos meios amostrais designadamente solos, plantas hortícolas, águas e poeiras e a tratamento destes resultados. Para avaliação dos resultados obtidos para alguns elementos perniciosos para a saúde humana, comparou-se com estudos anteriores e valores estabelecidos na legislação vigente. No que se refere às amostras, os resultados obtidos permitem-nos concluir que existem quantidades de As superiores aos valores de referência em todos os meios amostrais descritos...

‣ Impacto da actividade da Mina do Pintor na qualidade dos solos e das poeiras

Santos, Ioana Sofia Moreira dos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
48.40667%
A Mina do Pintor localiza-se no concelho de Oliveira de Azeméis, Distrito de Aveiro. Trata-se de uma das minas que integram o “Filão Metalífero das Beiras”, filão de quartzo e feldspatos com impregnações de arsenopirite. Neste filão foi explorado mineralizações de As e W e em menor extensão de Pb, Ag, Sn, Au e Cu até meados de 1960. A partir desta data a mina cessou a sua actividade de exploração funcionando exclusivamente para a ustulação de minério proveniente de outras concessões mineiras, albergando também actividade industrial de tratamento e polimento de rochas ornamentais. Em 1995 dá-se o abandono da Mina do Pintor, sem quaisquer medidas de remediação e reabilitação ambiental e paisagística. Estudos anteriores classificaram esta zona como um sistema em stress, dado que desde a suspensão dos trabalhos de lavra são libertadas, para a Ribeira do Pintor e para o rio Antuã, águas ácidas de drenagem provenientes das antigas galerias que actualmente se encontram inundadas. Pretendeu-se com este trabalho, estudar o impacto da actividade mineira após abandono em diferentes meios amostrais, de modo a perceber o comportamento dos elementos considerados de grande risco para a saúde humana (As, Cd, Hg, Pb e Zn) em amostras de solos e poeiras (“road dust”) e avaliar o seu impacto. Os resultados obtidos evidenciam bem o impacto da mina do Pintor nos solos e poeiras...

‣ Indústria e conflito no meio rural: os mineiros alentejanos (1858-1938)

Guimarães, Paulo Eduardo
Fonte: Cidehus; Colibri Publicador: Cidehus; Colibri
Tipo: Livro Formato: 12043 bytes; text/html
Português
Relevância na Pesquisa
38.737024%
O livro analisa o conflito industrial emergente numa sociedade rural. O universo escolhido recaiu sobre o Alentejo entre a Regeneração e o Estado Novo. Durante este período o Alentejo foi a principal região mineira do país. Em torno da exploração das pirites, do ferro e do manganês iriam surgir empreendimentos de duração muito variável, curta ou intermitente na maior parte dos casos. Porém, algumas lavras arrastaram-se por vários anos. Em torno delas desenvolveu-se uma actividade notável, surgindo verdadeiros complexos industriais com oficinas de manutenção e de metalurgia, criaram-se de raiz ou animaram-se circuitos ferroviários e portos, enfim, atraíram-se e fixaram-se novas gentes em locais ermos. Surgiram assim autênticos povoados mineiros com uma vida febril, regulada pelos poços de extracção, que animavam as feiras e o comércio regional. Numa sociedade que se via a si própria como rural por vocação e por fatalidade, estes povoados disseminados no meio agreste transtagano surgiam como a excepção que confirmava a regra. São Domingos, cuja aldeia chegaria a contar com seis mil almas, era descrito no início deste século como um lugar exótico, uma aberração industrial enquistada na aridez que a paisagem oferecia ao viajante durante a estiagem...

‣ AVALIAÇÃO GEOQUÍMICA DE AMBIENTES CONTAMINADOS PELA EXTRACÇÃO MINEIRA EM DUAS DISTINTAS REGIÕES GEOLÓGICAS E CLIMÁTICAS

Fonseca, Rita; Pinho, Catarina; Fernandes, Marcus Manoel
Fonte: Sociedade Brasileira deGeologia Publicador: Sociedade Brasileira deGeologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
48.3138%
A nível mundial a indústria mineira é responsável pela adição de 1,16 milhões de toneladas de metais por ano, em ecossistemas terrestres e aquáticos. A poluição do solo e de sistemas aquáticos por metais pesados é um dos factores que mais contribui para a degradação da qualidade do meio, constituindo um risco eminente de intoxicação para o Homem. Foram selecionadas, no Brasil e em Portugal, duas regiões com forte impacto mineiro, para avaliar a influência da geologia e do clima, na geoquímica de ambientes sujeitos à contaminação pela exploração mineira. Bacia do Paraopeba: situada na região do Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, sob clima tropical seco, foi selecionada pela sua geodiversidade, importância socioeconómica, associada a graves problemas ambientais devido à intensa actividade mineira que se exerce há mais de 300 anos. Geologicamente é constituída por gnaisses, granitoides, rochas metavulcânicas e vulcânicas intercaladas por rochas sedimentares, quartzitos, metaconglomerados-metarenitos, metapelitos, itabiritos e mármores. Mina de S. Domingos: explorada desde o período calcolítico foi encerrada em 1966 após esgotamento do minério. Situa-se no Sul de Portugal, sob clima Mediterrânico e integra-se na Faixa Piritosa Ibérica...

‣ Como é que a instabilidade laboral pode aumentar a sinistralidade: um estudo de caso numa empresa mineira

Prazeres, Maria de Fátima Joaquina
Fonte: Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.980076%
Dissertação de Mestrado em Segurança e Higiene no Trabalho; O estudo da sinistralidade laboral é um dos factores mais analisados na abordagem organizacional e fundamental para adquirir conhecimentos no sentido da prevenção de acidentes de trabalho. Esta é uma área que preocupa qualquer organização em geral e a indústria mineira em particular, quer do ponto de vista socioeconómico, quer da responsabilidade legal quer ainda se tratar de uma actividade de risco elevado. Uma das muitas formas de prevenir acidentes de trabalho é conhecer as causas porque é que esses eventos não planeados acontecem e interferem no processo das actividades e causam perda de tempo, lesões e danos materiais. O presente estudo de caso pretende: • Avaliar a relação entre a instabilidade laboral e a sinistralidade no trabalho; • Relacionar os acidentes de trabalho com o conceito de trabalho. Para tal foram tomados como referência os acidentes ocorridos no período compreendido entre 1995 e 2010 inclusive e a analogia destes num período de instabilidade laboral que ocorreu entre Julho de 1997 a Junho de 2001. No período estudado ocorreram 402 acidentes com baixa, sendo que 262 ocorreram no período de instabilidade laboral. Portanto...

‣ Couto mineiro do Espadanal (Rio Maior): História, patrimóno, identidade

Rocha, Nuno Alexandre Dias
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.134102%
Tese de mestrado, Arte, Património e Teoria do Restauro, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2011; A presente dissertação desenvolve-se em torno de um caso de estudo de salvaguarda e reutilização de património mineiro no concelho de Rio Maior, Portugal: o antigo Couto Mineiro do Espadanal. Na primeira parte apresenta-se o estado da questão, recenseando-se a fortuna crítica da extracção mineira de carvões em Rio Maior e produzindo-se um enquadramento da afirmação e evolução da arqueologia industrial e da salvaguarda e recuperação do património mineiro em Portugal. Na segunda parte, após apresentação em breves traços do contexto da indústria mineira dos carvões em Portugal, procede-se à exposição pormenorizada da história do Couto Mineiro do Espadanal (desde a descoberta e concessão, passando pela intervenção do Estado no contexto da Segunda Guerra Mundial, até à consolidação do complexo industrial no pósguerra) assente na análise detalhada de fontes documentais inéditas, arquivadas pelos serviços centrais do Estado, na leitura exaustiva das fontes de imprensa local e nacional, bem como na recolha e tratamento de espólio fotográfico e documental junto de descendentes dos responsáveis técnicos da antiga empresa concessionária. Na terceira parte...

‣ O reordenamento da actividade extractiva como instrumento para o planeamento regional : Vila Viçosa, Portugal

Falé, Patrícia; Henriques, Paulo; Carvalho, Jorge M. F.
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
58.40667%
O Anticlinal de Estremoz-Borba-Vila Viçosa, situado em Portugal na região do Alentejo, está integrado na denominada Zona dos Mármores e é o grande centro da actividade extractiva dos mármores. Esta zona tem características excepcionais de exploração mineral. No entanto, existem alguns condicionalismos geológicos, uma desorganização do espaço devido ao material não comercializado e acumulado em escombreiras, e a preocupação cada vez maior na exploração sustentada deste tipo de recurso mineral, fazendo desta zona uma área preferencial para o estudo de metodologias que auxiliem o reordenamento do sector extractivo. Tendo em mente a necessidade de compatibilização da actividade mineira com a preservação ambiental nas políticas de ordenamento territorial, este trabalho visa apresentar alguns indicadores geológicos e ambientais, imprescindíveis a um reordenamento das explorações de mármore permitindo a melhoria do uso e organização do espaço, a protecção do ambiente e o aumento da qualidade de vida.

‣ Alguns indicadores geológicos e ambientais indispensáveis ao reordenamento da actividade extractiva : o caso do Anticlinal de Estremoz

Midões, Carla; Falé, Patrícia; Henriques, Paulo; Vintém, Carlos
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
58.737026%
O Anticlinal de Estremoz situa-se, em Portugal, na região do Alentejo, encerra um grande centro da actividade extractiva de mármores denominado Zona dos Mármores e faz parte de um importante sistema aquífero, o sistema aquífero de Estremoz-Cano. Esta zona apresenta portanto alguns condicionalismos geológicos e ambientais e uma desorganização do espaço devido ao material não comercializado e acumulado em escombreiras, que a tornam uma área preferencial para o estudo de metodologias que auxiliem o reordenamento do sector extractivo. Tendo em mente a necessidade de compatibilização da actividade mineira com a preservação ambiental nas políticas de ordenamento territorial, surge um projecto desenvolvido pelo Ex-IGM e o Cevalor em 4 unidades de ordenamento, integradas na Área Cativa da Zona dos Mármores definida no PROZOM. Este projecto pretendeu criar uma ferramenta de apoio à gestão que tenha em atenção a compatibilização da actividade mineira com a preservação ambiental nas políticas de ordenamento territorial. Nesta comunicação serão apresentados alguns indicadores geológicos e hidrogeológicos, (obtidos na UNOR2 - Borba), imprescindíveis ao reordenamento das explorações de mármore permitindo a melhoria do uso e organização do espaço...

‣ Avaliação por modelação em SIG da contaminação mineira por drenagem ácida em S. Domingos, Faixa Piritosa, Alentejo

Batista, Maria João; Brito, M. G.; Abreu, Maria Manuela; Sousa, A. J.; Quental, Lídia Maria; Vairinho, M. Margarida
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.72978%

‣ Utilização de imagens hiperespectrais na avaliação da contaminação mineira em S. Domingos, Faixa Piritosa, Alentejo

Quental, Lídia Maria; Brito, M. G.; Sousa, A. J.; Abreu, Maria Manuela; Batista, Maria João; Oliveira, Vítor M. J.; Vairinho, M. Magarida; Tavares, T.
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.72978%

‣ Visita às minas da Faixa Piritosa Ibérica : seguindo a rota da pirite numa região mineira do Alentejo

Matos, João Xavier; Pereira, Zélia; Barreira, Filipe
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Outros
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.238442%
Brochura técnica do Projecto Atlanterra - Interreg Espaço Atlântico

‣ Potencial de utilização de Cistus ladanifer L. na vegetalização de áreas mineiras

Santos, Erika Silva
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
38.538777%
Dissertação de mest., Gestão e Conservação da Natureza, Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente, Univ. do Algarve, 2007; A capacidade de tolerância às alterações sazonais e elevadas concentrações de elementos, potencialmente tóxicos, é uma característica importante na distribuição e desenvolvimento da vegetação em áreas mineiras. Devido à representatividade dos ambientes mineiros nomeadamente pela área que ocupam, sua complexidade físicoquímica e geológica e ainda sua história antrópica é da maior importância aumentar a informação base para trabalhos de reabilitação dessas áreas. O presente estudo realizou-se na perspectiva de aumentar o conhecimento sobre a biologia do Cistus ladanifer avaliando seu potencial uso na vegetalização de locais sujeitos à actividade mineira. Comparam-se os solos e as populações de Cistus ladanifer da mina de São Domingos e de dois locais não-contaminados, Pomarão e Serra do Caldeirão. Os elementos seleccionados para o estudo foram o As, Pb, Cu, Hg e Zn por estarem associados à actividade mineira ou abundantes na mineralização. Os resultados mostraram que a distribuição dos elementos químicos nos solos de São Domingos e sua disponibilidade para os organismos dependeu das características do solo e do próprio elemento...