Página 1 dos resultados de 664 itens digitais encontrados em 0.092 segundos

‣ A gênese da agricultura e da silvicultura moderna no estado de São Paulo.; The genesis of forestry and modern agriculture in São Paulo State.

Ferraro, Mário Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
47.5227%
A modernização da agricultura e o surgimento da silvicultura em sua gênese no início do século XX, no Estado de São Paulo, são abordados e analisados nesta pesquisa. Nossa hipótese é a de que a elite agrária, incluindo Edmundo Navarro de Andrade, considerado um ícone da silvicultura no país, possuía um projeto de modernização da agricultura que se servia de modelos europeus e norte-americanos. Podemos dizer que a elite agrária se impõe ao país porque tinha uma proposta política consistente, bem fundamentada cientificamente, atualizada em relação a outros países e articulada com outros setores da sociedade, tais como os políticos e a mídia, principalmente. São apresentados fatos que mostram que a modernização da agricultura foi um processo mundial, que o Brasil nela se insere elegendo a Europa como modelo intelectual e os Estados Unidos como exemplo concreto a ser imitado em suas realizações, sendo a Sociedade Paulista de Agricultura (SPA) a principal incentivadora no Estado de São Paulo. O governo de Jorge Tibiriçá (1905-1908), cujo secretariado era composto em sua totalidade por membros oriundos da SPA, foi seu primeiro implementador. Esta pode ser considerada a primeira experiência de aplicação da ciência como norteadora de uma política pública bem definida em relação à agricultura. A ferrovia é o principal agente da modernização no campo ao permitir a agricultura avançar para além de duzentos quilômetros do litoral e ao permitir a circulação de mercadorias...

‣ Diversidade isoenzimática e morfológica de inhame (Dioscorea spp.) coletados em roças de agricultura tradicional do Vale do Ribeira - SP; Isoenzymatic and morphological diversity of yams (Dioscorea spp.) collected in swiddens of traditional agriculture of the Ribeira River Valley - SP

Bressan, Eduardo de Andrade
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.80052%
Os agricultores tradicionais da região sul do Estado de São Paulo têm se mostrado mantenedores de um grande repositório de diversidade genética e de conhecimento a respeito das peculiaridades de manejo desta diversidade. A cultura do inhame (Dioscorea spp.) é mantida e manejada nesta região em roças que empregam o sistema de coivara. Esta pesquisa teve como objetivos coletar etnovariedades de inhame nas roças/quintais dos agricultores tradicionais do Vale do Ribeira, visando manter um banco de conservação ex situ na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” em Piracicaba – SP e estimar a diversidade morfológica e isoenzimática de inhames mantidos em sistemas agrícolas autóctones. Visitou-se 91 agricultores que ainda praticam a agricultura tradicional no Vale do Ribeira dos quais 45 cultivavam o inhame. Desses, 31% o cultivavam em roças itinerantes e 69% em quintais. Quatro espécies de inhame foram encontradas: D. trifida, D. bulbifera, D. alata e D. cayenensis. As etnovariedades foram caracterizadas por meio de marcadores isoenzimáticos, utilizando géis de poliacrilamida (seis sistemas) e amido (um sistema), e por marcadores morfológicos, num total de 24 caracteres. Para ambos os marcadores, foram calculados o índice de similaridade de Jaccard entre pares de indivíduos. Análises de agrupamento foram realizadas para variedades...

‣ Diversidade genética de cará-do-ar (Dioscorea bulbifera L.) originários de roças de agricultura tradicional por meio de marcadores microssatélites; Genetic diversity of cará-do-ar (Dioscorea bulbifera L.) originated from traditional agriculture using microsatellite markers

Silva, Danielle Muniz da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.636855%
O gênero Dioscorea possui o maior número de representantes da família Dioscoreaceae e possui uma ampla variedade de espécies de importância econômica, por seu aspecto comestível e medicinal. Este estudo tem por objetivo caracterizar, por marcadores microssatélites, a diversidade genética de 42 acessos de Dioscorea bulbifera pertencentes ao banco de germoplasma ex situ da ESALQ/USP, originários de roças de agricultura tradicional dos Estados São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Mato Grosso e Goiás. Para esta caracterização foi desenvolvida uma biblioteca genômica enriquecida para D. bulbifera, visto que não havia iniciadores específicos para esta espécie. Foram também utilizados iniciadores heterólogos, desenvolvidos para outras espécies de Dioscorea por meio de transferibilidade. Esta biblioteca resultou em sete iniciadores, sendo seis deles polimórficos. Já a amplificação heteróloga resultou em amplificação positiva para 10 iniciadores testados, todos polimórficos. A análise genética foi realizada, portanto, com um total de 17 iniciadores. Os dados foram analisados como dados binários (presença e ausência de bandas), por tratar-se de uma espécie poliplóide. Foi observado um total de 63 alelos (bandas)...

‣ As técnicas de agricultura tradicional em combinação com propostas e práticas de sistemas agroflorestais: consensos possíveis ao desenvolvimento sustentável da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Quilombos de Barra do Turvo, Vale do Ribeira (SP)

Silva, Kessy Rizental da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 84 f.
Português
Relevância na Pesquisa
57.4658%
O presente estudo teve como objetivo analisar questões sociais e econômicas do cotidiano de quatro comunidades quilombola (Cedro, Pedra Preta, Ribeirão Grande e Terra Seca) residentes da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Quilombos de Barra do Turvo (Vale do Ribeira/SP), e levantar o debate acerca da questão da luta pelo reconhecimento da posse da terra frente à saída dos mais jovens da comunidade para as grandes cidades. Através dos dados coletados por meio de levantamento bibliográfico a respeito do tema e entrevistas semiestruturadas com representantes das famílias das quatro comunidades, foi possível discorrer a respeito da problemática da saída dos jovens, que afeta diretamente o futuro dessas comunidades tradicionais, bem como a sugestão de alternativas que visando geração de renda para essas famílias e a inserção e o futuro estabelecimento desses jovens no cotidiano das comunidades. Os resultados deste trabalho mostram que esses quilombolas, bem como seus antepassados, formam comunidades essencialmente rurais e agrícolas, com dinâmica fortemente ligada ao meio natural circundante. Quanto às suas práticas agrícolas, as famílias se dividem em dois grupos: os praticantes da agricultura tradicional, também chamada de “coivara”...

‣ Do tradicional ao agroecológico

Muller, Jovania Maria
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 216 f.| il., mapas, tabs. +
Português
Relevância na Pesquisa
47.56337%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias.; Análise das transições ocorridas na agricultura de Santa Rosa de Lima, destacando as razões e a lógica subjacente à tomada de decisão dos agricultores familiares na implementação de suas estratégias produtivas. Estuda o processo de "modernização parcial" da agricultura tradicional através da integração agroindustrial do fumo e sua posterior "ecologização", desencadeada a partir da constituição de uma associação de agricultores ecológicos.

‣ New tools for the communication and risk assessment of vectors influencing biodiversity

Sousa, Joaquim Alexandre Macedo de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
47.80052%
Em Portugal, mais de 25 % dos habitats da Rede Natura 2000 dependem da manutenção de práticas associadas à agricultura extensiva, sendo o valor médio da UE-15 de 18 %. No seguimento dos objectivos da Rede Natura 2000, os Estados-membros apresentaram uma lista de sítios de importância comunitária (SIC) e de zonas de protecção especial (ZPE) de aves, com requisitos especiais em termos de gestão e restrições às actividades desenvolvidas dentro e nas suas fronteiras. De acordo com o Instituto de Conservação da Natureza a ZPE de Castro Verde, no Alentejo, é a área mais importante a nível nacional para a conservação de aves estepárias, como a Abetarda (Otis tarda), o Tartaranhão-caçador (Circus pygargus) ou o Peneireiro-das-torres (Falco naumanni). A principal unidade paisagística desta ZPE é caracterizada por um mosaico de campos de cultivo extensivo de cereais, restolho, terrenos lavrados e terrenos em pousio, estes últimos utilizados normalmente como pastagem de ovelhas. As principais ameaças à ZPE estão identificadas e resultam do processo dual de abandono dos terrenos agrícolas menos férteis e intensificação da agricultura nos restantes. Com o objectivo de avaliar os efeitos da agricultura tradicional e da sua intensificação...

‣ Agricultura de pequena escla e suas implicações na transição agroecológica na Amazônia brasileira.

MATTOS, L. M. de; BRONDIZIO, E.; ROMEIRO, A.; ORAIR, R.
Fonte: In.: Revista Amazônica, v. 2, n.2, p.220-248, 2010 Publicador: In.: Revista Amazônica, v. 2, n.2, p.220-248, 2010
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
57.71329%
Os dados do Censo Agropecuário 2006 apresentam um retrato da agricultura brasileira de pequena escala e realçam a sua importância na produção de alimentos e na geração de empregos no campo. Dentro do contexto revelado no Censo, o presente artigo discute a implicação de diferentes termos, como agricultura tradicional e agricultura familiar, usados na definição de agricultura de pequena escala no Brasil. Como estudo de caso, o artigo utilizou dados de 2.400 lotes rurais familiares, localizados em sete projetos de colonização e selecionados pela política pública piloto Proambiente, para discutir a influência de variáveis (sócio-demográficas, econômicas e de infra-estrutura) no uso da terra na Amazônia brasileira. O artigo conclui que o acesso à infraestrutura e ao crédito rural são importantes na promoção de diferentes trajetórias de transição agroecológica entre produtores de pequena escala da Amazônia brasileira.; 2010

‣ Agricultura de pequena escala e suas implicações na transição agroecológica na Amazônia brasileira.

MATTOS, L. M. de; BRONDIZIO, E.; ROMEIRO, A.; ORAIR, R.
Fonte: Amazônica Revista de Antropologia, v.2, n. 2, p. 220-248, 2010 Publicador: Amazônica Revista de Antropologia, v.2, n. 2, p. 220-248, 2010
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Formato: 220-248
Português
Relevância na Pesquisa
57.71329%
Os dados do Censo Agropecuário 2006 apresentam um retrato da agricultura brasileira de pequena escala e realçam a sua importância na produção de alimentos e na geração de empregos no campo. Dentro do contexto revelado no Censo, o presente artigo discute a implicação de diferentes termos, como agricultura tradicional e agricultura familiar, usados na definição de agricultura de pequena escala no Brasil. Como estudo de caso, o artigo utilizou dados de 2.400 lotes rurais familiares, localizados em sete projetos de colonização e selecionados pela política pública piloto Proambiente, para discutir a influência de variáveis (sócio-demográficas, econômicas e de infra-estrutura) no uso da terra na Amazônia brasileira. O artigo conclui que o acesso à infraestrutura e ao crédito rural são importantes na promoção de diferentes trajetórias de transição agroecológica entre produtores de pequena escala da Amazônia brasileira.; 2010

‣ A integração da pecuária bovina no ciclo da capoeira na agricultura tradicional do nordeste do Pará.

CAMARÃO, A. P.; RICHKOWSKI, B.; RODRIGUES FILHO, J. A.; SIEGMUND-SHULTZE, M.; HOHNWALD, S.
Fonte: In: SEMINÁRIO SOBRE MANEJO DA VEGETAÇÃO SECUNDARIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 1999, Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental: CNPq, 2000. Publicador: In: SEMINÁRIO SOBRE MANEJO DA VEGETAÇÃO SECUNDARIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 1999, Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental: CNPq, 2000.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 142-144.
Português
Relevância na Pesquisa
57.4658%
2000

‣ A integração da pecuária bovina no ciclo da capoeira na agricultura tradicional no nordeste do Pará (SHIFT-Pecuária).

CAMARÃO, A. P.
Fonte: In: SEMINÁRIO SOBRE MANEJO DA VEGETAÇÃO SECUNDARIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 1999, Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental: CNPq, 2000. Publicador: In: SEMINÁRIO SOBRE MANEJO DA VEGETAÇÃO SECUNDARIA PARA A SUSTENTABILIDADE DA AGRICULTURA FAMILIAR DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 1999, Belém, PA. Anais... Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental: CNPq, 2000.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 172-173.
Português
Relevância na Pesquisa
57.4658%
2000

‣ Práticas de agricultura sustentável realizadas em comunidades tradicionais sob área de várzea em Parintins-AM.

MACIEL, R. J. de S.; SOUZA, S. G. A. de; LOURENÇO, F. de S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 6.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AGROECOLOGIA, 2., 2009, Curitiba. Anais: agricultura familiar e camponesa: experiências passadas e presentes construindo um futuro sustentável. Curitiba: ABA: SOCLA, 2009. 1 CD-ROM. p. 02771-02775. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA, 6.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE AGROECOLOGIA, 2., 2009, Curitiba. Anais: agricultura familiar e camponesa: experiências passadas e presentes construindo um futuro sustentável. Curitiba: ABA: SOCLA, 2009. 1 CD-ROM. p. 02771-02775.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
67.629463%
Este trabalho caracterizou as práticas utilizadas no manejo dos recursos naturais no ecossistema de várzea do Município de Parintins - AM. Para a coleta de informações do trabalho foram entrevistados oito agricultores de duas comunidades da região do Paraná de Parintins, sendo aplicados questionários semi-estruturados e visitas nas áreas de cultivo. Por meio dos dados e observações foi verificado o uso de várias práticas de agricultura de base sustentável no sistema de produção da agricultura tradicional. Dentre outras práticas, destacam-se: o manejo alternativo de pragas, o plantio consorciado e o manejo da matéria orgânica do solo.; 2009

‣ Agricultura tradicional versus agricultura ecológica. El coste territorial de la sustentabilidad; Traditional agriculture versus organic agriculture. The territorial cost of sustainability

Guzmán, Gloria I; Gonzalez de Molina, Manuel
Fonte: Servicio de Publicaciones - Universidad de Murcia Publicador: Servicio de Publicaciones - Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.71329%
El estudio de los sistemas agrarios tradicionales puede proporcionar conocimientos útiles para mejorar la sustentabilidad de la agricultura actual. No obstante, cuando los agroecosistemas tradicionales y la racionalidad que los guiaba han desaparecido, como sucede en Europa, la investigación histórica puede tener un papel decisivo en la comprensión de los mismos. En este artículo se estudia la evolución de un agroecosistema típico de área mediterránea durante los últimos doscientos cincuenta años, poniendo de manifi esto que la alta biodiversidad y la internalización de los fl ujos de energía y materiales de la agricultura tradicional, que son bases reconocidas de la sustentabilidad, tienen un coste territorial. Este se manifi esta como la obligatoriedad de la dedicación del territorio a usos diversos y complementarios, que dejan su huella en el paisaje. La agricultura ecológica debe considerar este coste territorial, tratando de minimizarlo, para mejorar su actual grado de sustentabilidad.; Abstract: The study of traditional agrarian systems can provide useful knowledge for improving the sustainability of present-day agriculture. Nonetheless, with the loss of traditional agroecosystems and the rationale that guides them...

‣ Técnicas de agricultura de precisão para avaliação da variabilidade de solo e do cafeeiro em pequenas propriedades do Sul de Minas Gerais

Melo, Bruno Manoel Rezende de
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia; UFLA; brasil; Departamento de Agricultura Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia; UFLA; brasil; Departamento de Agricultura
Tipo: Dissertação
Publicado em 23/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.56337%
Coffee growing has relevance regarding to agricultural production in Minas Gerais state. Southern of Minas Gerais produces 50% of all state coffee, being present in small and large farms, but there is less productivity by small producers when compared to corporate farmers. This low productivity is often associated to low access to technologies. In this scenario, an alternative to the reality is adequate availability of technology that meets this producers’ class. In this context the use soil sampling grids has the potential to be introduced in small farms in order to optimize the use of resources, since the conventional soil sampling process does not characterize the existing variability, so the use of inputs is done through the medium contents from the conventional sampling procedure. The objective was to assess the economic and agronomic feasibility of using precision agriculture techniques on fertilizers recommendation with different sampling grids compared to the traditional model soil sampling in coffee growing of small farms and the definition of homogeneous management zones according to chemical variables of soil and productivity. The experiment was conducted in the city of Inconfidentes - MG, on the Farm Escola property, where soil sampling grids were used with 52...

‣ Agricultura tradicional e agroecologia na comunidade quilombola João Surá no município de Adrianópolis-PR; Traditional agriculture and agroecology in João Surá quilombola community in Adrianópolis city-PR

Lourival de Moraes Fidelis
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.024834%
A degradação dos processos que acontecem na Agricultura Tradicional, presentes nas comunidades Remanescentes de Quilombos, sua cultura e ritos etnicamente referenciados são, por si só, temas que merecem atenção. A prática desta Agricultura Tradicional sofre com a imposição da pecuária e de monoculturas que não se prestam à alimentação das comunidades locais e desalojam os Quilombolas de seus territórios ancestrais. Esta realidade não é diferente em Adrianópolis - PR, município onde dois terços da população, é composta por negros e pardos. Estão localizadas em Adrianópolis nove comunidades Quilombolas e quatro comunidades negras rurais. Estas comunidades correm o risco de desaparecer como sujeitos históricos de seu desenvolvimento, devido a perda dos seus saberes tradicionais. Nas condições em que se encontram, os Quilombos do Vale do Ribeira paranaense, sua reprodução e existência, em sentido amplo, estão ameaçadas. A Agroecologia é considerada uma ciência em construção que busca novas formas de manejo dos agroecossistemas, com a contribuição de outras disciplinas científicas, bem como dos saberes, conhecimentos e experiências dos próprios agricultores. Neste sentido, a hipótese deste trabalho é que...

‣ Planejamento regional e transformação da agricultura tradicional-lições da experiencia no estado do Piaui

Francisco de Assis Veloso Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1998 Português
Relevância na Pesquisa
57.989614%
Este trabalho tem por objetivo discutir e levantar elementos para a formulação de políticas de desenvolvimento regional, com foco sobre questões rurais, considerando o caso do Estado do Piauí, no período de 1970 a 1995, com base em um conjunto de interpretações conceituais sobre planejamento regional e desenvolvimento agrícola. Os planos e os programas governamentais, no período considerado, propuseram modelos de desenvolvimento baseados na "vocação agrícola" do Piauí, buscando a modernização da agropecuária para fins de fortalecimento do mercado interno e de deflagração de um processo de crescimento auto-sustentado. A modernização da agropecuária, elemento chave do modelo de desenvolvimento, seria perseguida por uma estratégia de "desenvolvimento rural integrado", assentada na pequena produção agrícola, com o setor público responsabilizando-se pela remoção dos obstáculos estruturais e pela oferta da infra-es~rutura econômica e dos serviços de apoio agropecuário. Uma avaliação dessa experiência de um quarto de século aponta para o fracasso desse modelo de desenvolvimento regional: a agropecuária não se tornou o setor mais dinâmico da economia estadual e não alavancou o seu crescimento; o produto agrícola evoluiu com oscilações bruscas; as condições de renda e de vida das pessoas com atividades agrícolas continuam abaixo das médias nacionais e regionais...

‣ A Lei de Sementes brasileira e os seus impactos sobre a agrobiodiversidade e os sistemas agrícolas locais e tradicionais

Santilli,Juliana
Fonte: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi Publicador: MCTI/Museu Paraense Emílio Goeldi
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
47.4658%
O artigo faz uma análise crítica dos impactos da Lei de Sementes brasileira (10.711/2003) sobre a biodiversidade agrícola e sobre a agricultura tradicional e local. A referida lei atende, principalmente, aos interesses e necessidades do sistema 'formal' de sementes e desconsidera o importante papel dos sistemas de sementes locais e tradicionais (chamados frequentemente de 'informais'), nos quais as atividades de produção, intercâmbio, melhoramento e conservação de sementes são realizadas pelos próprios agricultores por meio de suas redes sociais e segundo as normas locais. Os sistemas 'formais' de sementes estão voltados, principalmente, para as espécies agrícolas de grande valor comercial e de ampla utilização em ambientes homogêneos. Assim, não são capazes de oferecer sementes adaptadas a usos e condições locais específicas e de atender às necessidades dos agricultores tradicionais e locais, que dispõem de poucos recursos e vivem em regiões heterogêneas, ambiental e culturalmente.

‣ Quilombos of black communities, traditional agriculture and agro ecology: the agro ecosystem of Quilombo João Surá and sustainable production; Quilombos, agricultura tradicional e a agroecologia: o agroecossistema do Quilombo João Surá sob a ótica da sustentabilidade

Fidelis, Lourival
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.848257%
Existem no Brasil, atualmente, 3900 comunidades remanescentes de quilombos (CRQs). Boa parte dessas comunidades reside no meio rural e tem na agricultura uma de suas principais atividades. Esta agricultura é, em boa parte das comunidades, baseada em práticas tradicionais de cultivo, representando, assim, um "lócus" por excelência de saberes tradicionais afrodescendentes, que podem estar radicados em sua agricultura tradicional (AT). A CRQ João Surá está localizada em Adrianópolis, município em que estão localizadas nove comunidades quilombolas e quatro comunidades negras tradicionais. Por adotar uma epistemologia baseada na multidisciplinaridade e o constante diálogo com os conhecimentos e saberes tradicionais e suas populações tradicionais, a agroecologia vem buscando novas formas de manejo dos agroecossistemas. Com a contribuição de outras ciências, se propõe a pensar e propor modelos e sistemas sustentáveis de agricultura. Este trabalho advém de uma pesquisa de mestrado defendida em fevereiro de 2011, na UNICAMP e tem como hipótese que a AT das CRQ´s tem contribuições a oferecer para os estudos da Agroecologia. Tem como objetivo conhecer e estabelecer relações e interfaces entre a AT presente na CRQ João Surá...

‣ Transformaciones recientes de la economía local en las áreas de agricultura tradicional en América Latina.

Skoczek, María
Fonte: Boletín Geográfico Publicador: Boletín Geográfico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artículo revisado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
47.4658%
El sector tradicional de la agricultura, que agrupa el 80 por ciento de la población rural y suministra más del 50 por ciento del valor total de la producción agropecuaria, sigue siendo uno de los elementos más importantes en la vida socioeconómica latinoamericanas.

‣ Fenologia e diversidade morfológica de etnovariedades de batata-doce (Ipomoea batatas) do Vale do Ribeira; Phenology and morphological diversity of sweet potato (Ipomoea batatas) landraces of the Vale do Ribeira

Veasey, Elizabeth Ann; Silva, Jurema Rosa de Queiroz; Rosa, Mariana Silva; Borges, Aline; Bressan, Eduardo de Andrade; Peroni, Nivaldo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
57.4658%
Avaliou-se a diversidade fenotípica de etnovariedades de batata-doce através de descritores morfológicos, visando verificar como esta diversidade está distribuída em nível de roças e comunidades do Vale do Ribeira, SP, Brasil. Foram avaliados, no total, 74 acessos, envolvendo 53 etnovariedades, coletadas em 30 roças, distribuídas em 18 comunidades de agricultores que praticam agricultura tradicional nos municípios de Iguape, Ilha Comprida e Cananéia, somadas a quatro variedades comerciais adquiridas em varejões de Iguape e Piracicaba. A avaliação foi realizada em condições experimentais ex situ em Piracicaba, SP. Foram avaliados nove descritores fenológicos e florais, nove descritores morfológicos da parte aérea e cinco da raiz. Os 14 descritores de parte aérea e raiz foram transformados em dados binários, totalizando 74 atributos. Foi realizada uma análise de agrupamento, empregando-se o coeficiente de similaridade de Jaccard e o método aglomerativo UPGMA (unweighted pair group method with arithmetic mean). Os dados binários foram também submetidos a uma análise de variância (AMOVA). Não se detectou formação de grupos definidos, indicando que não há estruturação espacial da diversidade para as etnovariedades...

‣ Agricultura y tenencia de la tierra en Milpa Alta: Un lugar de identidad

Bonilla Rodríguez,Roberto
Fonte: División de Ciencias Sociales y Humanidades, UAM-Unidad Xochimilco Publicador: División de Ciencias Sociales y Humanidades, UAM-Unidad Xochimilco
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
57.4658%
Este artículo se propone retomar al "lugar" como un concepto teórico y metodológico alternativo para el conocimiento de los procesos sociales actuales caracterizados por un resurgimiento sin precedentes de lo local. En este propósito, se describe cómo en el ámbito urbano del Distrito Federal permanecen lugares con fuerte presencia de actividades relacionadas con la agricultura tradicional, como es el caso de la Delegación Milpa Alta, que se caracteriza por contar con un régimen comunal de tenencia de la tierra y que, por diferentes circunstancias, es el mismo desde su fundación hace casi cinco siglos. Esta peculiaridad ha resultado en una identidad cultural que desde siempre ha defendido la tierra, los bosques y el ambiente, en el entorno de una urbanización cada vez más agresiva que intenta imponerse, a toda costa, sobre cualquier lugar, como acontece en Milpa Alta.