Página 1 dos resultados de 1107 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Parcerias e alianças estratégicas como uma forma de cooperação internacional : casos: Cavatrans e Enterprise Europe Network

Quispe, Nelly Gisella Quispe
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
O presente trabalho apresenta-se como relatório de estágio curricular do Mestrado em Gestão da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, este trabalho foi desenvolvido no Departamento de Cooperação e Relações Internacionais do Conselho Empresarial do Centro/Câmara de Comércio e Indústria do Centro (CEC/CCIC). O seu tema principal é o estudo das alianças estratégicas internacionais como consequência dos mercados globais, que foi estimulado pela crescente cooperação económica entre países. Estas alianças estratégicas globais, aquelas cujo âmbito de actuação ultrapassa as fronteiras de um país, permitem acelerar a expansão internacional da empresa. Neste estudo foca-se a experiência prática durante o referido estágio, onde desenvolvi as guias de investimento para ambas partes do Projecto CAVATRANS1 e as actividades referente à Enterprise Europe Network (EEN)2. Na primeira parte deste relatório é feito um levantamento dos estudos já existentes nesta área, nomeadamente nos campos da globalização, competitividade, cooperação e as alianças internacionais. Nos últimos anos o mercado está cada vez mais concorrido e o ambiente competitivo das empresas passa por mudanças cada vez mais aceleradas e profundas. E é por este novo cenário competitivo...

‣ Os fatores condicionantes da seleção de parceiros nos projetos de alianças estratégicas tecnológicas bilaterais sem participação acionária em empresas industriais do setor químico brasileiro; The contributing factors for selecting partners in bilateral non-equity technological alliances in the Brazilian chemical sector

Garcez, Marcos Paixão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.46869%
Embora as alianças estratégicas sejam uma das alternativas estratégicas conhecidas desde os anos 70, foi somente vinte anos depois que se iniciou uma rápida aceleração deste tipo de acordo de cooperação, seu escopo e sua coexistência com outras relações organizacionais (HARBISON e PEKAR, 1998). Atualmente, à medida que a complexidade dos projetos aumenta e os prazos de desenvolvimentos de novos produtos e serviços diminuem, as empresas não detém isoladamente as competências necessárias para sua sobrevivência e crescimento. Assim, as empresas são impelidas a buscarem cooperação externa em uma intensidade crescente, com outras empresas, universidades e outros agentes externos, com os objetivos de compartilhamento dos investimentos e riscos, redução dos prazos de desenvolvimento e o acesso a recursos e competências não disponíveis internamente, conforme sugere o novo paradigma da Inovação Aberta. Apesar da relativamente abrangente literatura sobre o tema de alianças tecnológicas, o estado do conhecimento nessa área pode ser considerado ainda incipiente e com poucos estudos que tratem mais especificamente de uma etapa crucial do processo, a seleção do parceiro. Mais que isso, estes poucos estudos existentes...

‣ Alianças estratégicas para o desenvolvimento de novos produtos; Strategic alliances for new product development

Amui, Lara Bartocci Liboni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.33154%
Um dos grandes desafios das empresas para maximizarem sua capacidade de inovação, necessidade preemente nos dias atuais, é o desenvolvimento de mecanismos que proporcionem a obtenção da complementaridade de competências entre duas ou mais empresas (MOFFAT; GERWIN; MEISTER, 1997). Entre estes mecanismos encontram-se as alianças estratégicas para o desenvolvimento de novos produtos, fenômeno relativamente recente e que já pode ser considerado como tendência nas decisões de pesquisa e desenvolvimento (P&D). O foco do presente trabalho é a análise destas alianças estratégicas, através do estudo da teoria já existente, fazendo surgir reflexões importantes e gerando novas contribuições. O escopo do estudo é, sem dúvida, a questão organizacional, em uma visão macro, permitindo uma análise sistêmica do fenômeno. Muitos trabalhos trazem separadamente temas acerca das alianças estratégicas para o desenvolvimento de novos produtos. Surge com isso, como conseqüência, a oportunidade de estruturação desses elementos, aparentemente dispersos, em uma síntese teórica ou estrutura conceitual, o que possibilita uma compreensão mais profunda do tema. Além disso, é feita uma organização e estudo das variáveis existentes no fenômeno para contribuir com as decisões acerca da forma organizacional mais adequada às alianças; One of the great challenges of the companies to maximize its capability of innovation...

‣ Análise exploratória da influência de alianças estratégicas no capital intelectual de empresas

Carvalho, Rodrigo Malheiros Gonçalves
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.46869%
This research verified the influence of strategic alliances on the generation of intangible assets in the Brazilian manufacturers. A field research targeted at the senior management of firm covering around 5% of the net sales of this economic segment in Brazil was developed. The aim of the field research was: i) to validate the hypothesis proposed in the theoretical framework that suggested the existence of a relationship between the development of strategic alliances and the development of competitive advantages to the allied firms, through the positive variation of these firms¿ intellectual capital or intangible assets; ii) to capture data for the development of an exploratory analysis of the subjacent characteristics of this relationship. This study is based on theoretical framework that contextualizes the current economic era - the so called information economy - unveils the existing taxonomy of intangible assets and strategic alliances, taking into account their importance to the competitiveness of modern organizations, and presents categorizations for intangibles and alliances, within the business realm. The results of this research showed that the development of strategic alliances is positively correlated to the increase of intangible assets of the companies studied. Furthermore...

‣ Sensemaking em alianças estratégicas : busca, interpretação e ação

Seloti Junior, Sergio Luis
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.60265%
A opção pelas alianças estratégicas como forma de sobrevivência empresarial tem se tornado cada vez mais comum, principalmente a partir da década de 1980. Dentre as alianças que vêm sendo formadas, um modelo chama a atenção por suas características peculiares: as alianças estratégicas entre empresas concorrentes. Essas alianças, também conhecidas como Alianças Horizontais, trazem em si um elemento de cooperação e competição simultâneos, criando um aparente paradoxo. Compreender como os gestores lidam com essa dualidade é uma tarefa interessante que nos leva a trafegar em um espectro de posições estratégicas que vão desde a competição extrema até a irrestrita cooperação, passando por uma visão co-opetitiva, onde as relações de mercado podem ser, ao mesmo tempo, de competição e cooperação, em um complexo jogo de percepções e impressões onde a fronteira da concorrência torna-se cada vez mais nebulosa. Esta pesquisa buscou compreender como se dá a criação de sentido (sensemaking) nos processos de formação e gestão de alianças estratégicas entre empresas concorrentes através das etapas de busca, percepção e interpretação propostas por Daft e Weick (1984). Para tal, foi necessário compreender os conceitos de Alianças Estratégicas e de criação de sentido (sensemaking)...

‣ Alianças estratégicas para o suprimento de matérias-primas na indústria petroquímica de primeira geração do Brasil

Schuck, Hardi Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.46869%
A evolução natural do mercado exige das empresas a constante adaptação em busca de competitividade e manutenção da rentabilidade. Neste cenário, o fenômeno de formação de alianças estratégicas entre organizações surgiu com grande força nos últimos anos. O processo de abertura do monopólio do mercado de petróleo brasileiro resultou em novas ameaças e oportunidades para a indústria petroquímica, as quais levaram ao estabelecimento de alianças de diferentes tipos. O objetivo deste trabalho é analisar o pensamento estratégico por trás deste processo de formação de alianças estratégicas da indústria petroquímica de primeira geração instalada no Brasil. Através das entrevistas realizadas nas empresas do setor, constatou-se que o estabelecimento de alianças cresceu, principalmente a partir de janeiro de 2002, quando o monopólio de suprimento da indústria petroquímica deixou de ser exercido no Brasil. Este trabalho mostra que, apesar da implementação de várias alianças estratégicas em um curto espaço de tempo, o setor petroquímico brasileiro está apenas começando a trabalhar no sentido de fazer uso das alianças estratégicas como forma de equacionar o seu suprimento de matérias-primas e que muitas outras alianças devem se firmar nos próximos anos.

‣ Alianças entre organizações não governamentais e doadores empresariais : casos do Paraguai

Báez-Gimenez, Maria Sol
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.46869%
A proliferação das organizações não governamentais (ONGs) dos últimos anos fez surgir uma concorrência pelos recursos doados. Este fenômeno acontece especialmente com as doações provindas do setor empresarial. As empresas investem ainda quantias pequenas de seus faturamentos em ações sociais, no entanto começam a direcionar seus recursos pela qualidade dos projetos que as ONGs apresentam. Para a formação de uma aliança entre ONGs e empresas, ambas as organizações utilizam critérios diferentes para escolher a parceira. Uma vez realizada a escolha, existem diferentes tipos de alianças que podem resultar de essa parceria, que podem ser classificadas numa escala evolutiva em filantrópicas, transacionais e integrativas, quanto mais perto de uma relação integrativa, mais a relação se torna complexa, adquirindo maior valor. O objetivo do trabalho foi investigar quais são os critérios utilizados por empresas e por ONGs do Paraguai para escolher a sua organização parceira e quais são os tipos de alianças resultantes de essas parcerias. São descritos no trabalho os resultados de um estudo múltiplo de casos de três ONGs paraguaias e seis empresas que doam seus recursos para a execução de projetos das ONGs. A análise indica que as empresas reconhecem nas ONGs um importante trabalho de ação social e acabam tomando a decisão de se aliar com as que possuam uma boa imagem na sociedade e possam oferecer maiores garantias de confiança...

‣ Proposta de tipologia sobre alianças estratégicas

Eiriz, Vasco
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
Este artigo considera as alianças estratégicas como forma particular de cooperação empresarial, reconhece a necessidade de esclarecer o conceito e sugere elementos de distinção de outras formas de cooperação e relacionamento interorganizacional. Contribuindo para este esforço de esclarecimento, reconhecem-se e discutem-se limitações na literatura, e propõe-se uma tipologia de alianças estratégicas. A tipologia adoptada é baseada em três domínios de cooperação, os quais, por sua vez, podem ser analisados à luz de várias actividades. No estudo empírico da tipologia de alianças estratégicas proposta recorreu-se a um questionário a que responderam 133 empresas industriais portuguesas participantes no programa Europartenariat da União Europeia. Os principais resultados obtidos sugerem que: (1) as empresas estudadas apresentam indicadores de cooperação muito positivos; (2) a intensidade de alianças estratégicas está associada à dimensão das empresas; (3) a intensidade global de alianças estratégicas varia consoante o sector de actividade; (4) a importância de cada tipo de aliança estratégica é também variável por sector de actividade; (5) a importância de cada tipo de aliança estratégica é variável...

‣ O impacto do ciclo de vida das empresas na decisão de uma aliança estratégica : o caso da empresa PontoPR : alianças estratégicas 2013

Ferreira, Raquel Bacelar
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 04/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.43291%
As grandes mudanças que se sentiram nos últimos anos a nível social, económico e tecnológico, tiveram um grande impacto no mundo empresarial, aumentado a competitividade e a formas de competir. As organizações foram obrigadas a adaptar-se e a procurar soluções, correndo o menor risco possível. O recurso às alianças estratégicas tem-se tornado um fenómeno cada vez mais comum, surgindo como uma possível solução para as empresas competirem sem correr grandes riscos. Vários autores sugerem que o ciclo de vida das empresas é composto por mudanças que ocorrem nas empresas caracterizadas por certo padrão. A análise do ciclo de vida da empresa permite uma gestão que consegue antecipar as necessidades e mudanças, mostrando-se preparada com os procedimentos e modificações necessárias para garantir a sobrevivência do empreendimento. O Modelo de Greiner define um conjunto de fases que as empresas tendem a seguir no curso do seu desenvolvimento, considerando que cada nova fase é precedida de uma crise na gestão e obriga a uma mudança na organização para que haja crescimento. Estas fases são sequenciais e ocorrem com evoluções na hierarquia, envolvendo um grande conjunto de atividades e estruturas diferentes. O objetivo principal será perceber qual a relação entre a fase de crescimento em que a empresa se encontra e as alianças estratégicas que forma. Para este efeito...

‣ O papel e a importância das alianças estratégicas nas Born Globals: uma abordagem qualitativa

Santos, Maria de Fátima do Carmo Barreto dos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
As rápidas alterações entretanto ocorridas no ambiente de negócios global tiveram forte impacto sobre a internacionalização da maioria das empresas. A rápida internacionalização ganhou impulso nos últimos anos e, neste domínio, as born globals têm ganho particular destaque. Para garantir a sua competitividade, estas empresas procuram sistematicamente novas tecnologias, mantendo um investimento contínuo e foco em I&D. Ao contrário de outras, enfrentam desafios únicos na descoberta e exploração de oportunidades nos mercados externos devido à sua curta história, falta de recursos e ritmo acelerado de internacionalização. Compreende-se assim, que as alianças constituam uma opção atraente ao permitirem a exploração de valiosos recursos e o acesso a novos mercados. O estudo visa dar a conhecer o papel e a importância das alianças estratégicas nas born globals portuguesas. Para o efeito, adotou-se uma metodologia de investigação qualitativa, com recurso a dois estudos de caso. Esta investigação representa um inquestionável contributo para a literatura, fornecendo mais informações e mais evidências sobre o importante papel que as alianças assumem para as born globals, bem como novas perspetivas sobre o papel fundamental dos empresários no processo de internacionalização. Os resultados empíricos mostram que ao permitirem aceder a capital...

‣ Proposta de tipologia sobre alianças estratégicas

Eiriz,Vasco
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2001 Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
Este artigo considera as alianças estratégicas como forma particular de cooperação empresarial, reconhece a necessidade de esclarecer o conceito e sugere elementos de distinção de outras formas de cooperação e relacionamento interorganizacional. Contribuindo para este esforço de esclarecimento, reconhecem-se e discutem-se limitações na literatura, e propõe-se uma tipologia de alianças estratégicas. A tipologia adoptada é baseada em três domínios de cooperação, os quais, por sua vez, podem ser analisados à luz de várias actividades. No estudo empírico da tipologia de alianças estratégicas proposta recorreu-se a um questionário a que responderam 133 empresas industriais portuguesas participantes no programa Europartenariat da União Europeia. Os principais resultados obtidos sugerem que: (1) as empresas estudadas apresentam indicadores de cooperação muito positivos; (2) a intensidade de alianças estratégicas está associada à dimensão das empresas; (3) a intensidade global de alianças estratégicas varia consoante o sector de actividade; (4) a importância de cada tipo de aliança estratégica é também variável por sector de actividade; (5) a importância de cada tipo de aliança estratégica é variável...

‣ As alianças estratégicas no picadeiro da arte/negócio circense

Quaresma Júnior,Edson Antunes; Silva,Everton Rodrigues da; Carrieri,Alexandre de Pádua
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.46869%
O objetivo do artigo é estudar a contribuição das alianças para a longevidade das empresas, tendo como objeto um campo quase esquecido pela administração, as organizações circenses. A despeito de sua importância econômica e simbólica, tal setor é pouco estudado sob o ponto de vista de suas práticas gerenciais. Nesse sentido, o problema proposto para exame é identificar em que medida as unidades pesquisadas realizam alianças capazes de gerar benefícios competitivos. O foco de investigação são as parcerias com licenciadas de marcas ícones do entretenimento infantil nacional, como Patati Patatá, Galinha Pintadinha e Turma da Mônica. Como objetivo secundário, pretende-se gerar subsídios para pesquisas futuras acerca do circo, razão pela qual o referencial teórico sobre alianças organizacionais foi elaborado em uma perspectiva ampla, posição coerente com o estágio incipiente da produção científica no segmento. Metodologicamente, adotou-se uma abordagem qualitativa com base em entrevistas em três circos de grande porte, da Região Sudeste. As informações foram trabalhadas por meio da análise do discurso. Os casos estudados apontaram que as alianças são uma fonte de valor por proporcionarem ganhos de performance nas dimensões: econômica (redução de risco...

‣ Para além do olhar econômico nas alianças estratégicas: implicações sociológicas do caso Unihotéis

Vizeu,Fabio; Guarido Filho,Edson Ronaldo; Gomes,Marcelo Alves
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.498079%
O propósito do presente artigo é discutir o fenômeno das alianças estratégicas à luz da perspectiva sociológica de análise em contraponto com a orientação econômica que privilegia a concepção de ator racional, sob uma lógica utilitarista e contratualista. O trabalho foi construído a partir do estudo do caso da constituição de uma aliança estratégica no setor de hotelaria brasileiro. Entrevistas e dados documentais foram analisados qualitativamente, combinando análise de conteúdo tradicional e história oral. Os resultados apontaram aspectos emergentes de ordem sociológica no estudo de alianças estratégicas, os quais serviram de base para a constituição de quatro proposições analíticas: 1. o processo de constituição de alianças estratégicas é influenciado pela atividade interessada de diferentes atores distribuídos numa arena política, cujas ações são orientadas não apenas por expectativas utilitárias, mas também simbólicas; 2. o esforço de atores incumbentes para justificar e legitimar um projeto de cooperação interorganizacional e para mobilizar outros atores em favor de ideias e interesses que se coadunam a esse projeto influencia o processo de formação de alianças estratégicas; 3. princípios...

‣ Alianças estratégicas no setor de autopeças: o caso forjas brasileiras

Celaro,Alexandre; Macedo-Soares,T. Diana L. van Aduard de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.43291%
O presente artigo tem como objetivo contribuir aos estudos sobre a gestão das empresas inseridas em alianças, focando na questão de suas implicações estratégicas, à luz das suas características relacionais. Concentra-se no caso de Forjas Brasileiras, uma empresa nacional que, em 1999, decidiu estabelecer duas alianças estratégicas com empresas estrangeiras. Procurou responder à seguinte pergunta: a estratégia competitiva da Forjas Brasileiras é adequada à empresa e ao contexto competitivo atual, considerando as alianças estratégicas estabelecidas com empresas estrangeiras? Os dados foram coletados por meio de vários métodos de acordo com a metodologia de estudo de caso de Yin (1994). A interpretação e análise dos dados basearam-se no referencial teórico, com auxílio do modelo genérico-integrativo de Macedo-Soares em suas versões "tradicional" e "relacional". Os resultados da pesquisa evidenciaram a importância de conduzir análises estratégicas pela ótica relacional, no caso de empresas que tenham estabelecido alianças, porquanto essa ótica pode trazer novos insights para a tomada de decisão estratégica empresarial que não se conseguiria por meio de análises tradicionais que não levam em conta as implicações das alianças na conduta e no desempenho das empresas.

‣ Alianças estratégicas no setor educacional: um estudo em faculdades particulares

Capellari, Vinicius Gehring
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
O presente Trabalho foi realizado através do estudo de caso múltiplo, com abordagem qualitativa e enfoque exploratório. Teve como objetivos identificar e analisar as alianças estratégicas, caracterizar o processo de formação, descrever como ocorre o processo de gestão das alianças estratégicas em faculdades particulares, O estudo foi realizado em duas faculdades particulares do Rio Grande do Sul. A seleção dos casos se deu pela acessibilidade as mesmas, as faculdades estão localizadas, respectivamente: na cidade de Passo Fundo e na cidade de Santa Cruz do Sul. Os dados foram coletados através de entrevistas em profundidade e registros institucionais. Perceberam-se lacunas no processo de formação e gestão das alianças estratégicas, sendo este processo pouco profissionalizado e sem a presença de ferramentas, processos e procedimentos claros. Percebe-se que para a efetivação dessas alianças, se faz necessário não só os acordos, convênios e regulamentos celebrados, mas, principalmente, uma base de gestão em termos de processos, fluxos informacionais e comunicacionais de sustentação que garantam uma real integração entre os parceiros. Por último vale destacar a complexidade desse empreendimento. Ele assume dimensões estratégicas entre agentes de áreas totalmente distintas. O caráter paradigmático do desenvolvimento das alianças...

‣ O processo de gestão de alianças estratégicas: o caso da Braskem S.A.

Mendel, Paulo Ricardo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.52265%
Estimulada pelo dinamismo e competitividade dos mercados, a cooperação entre organizações tem sido cada vez mais uma estratégia adotada pelas empresas. Dentro dessa perspectiva, o estabelecimento de alianças estratégicas surge como um importante meio de alcançar vantagem competitiva. O sucesso das Alianças Estratégicas, entretanto, exige a efetiva gestão da parceria como condição para que seus potenciais benefícios sejam alcançados. Este trabalho analisa a gestão das Alianças Estratégicas a partir de fatores considerados críticos para este processo, englobando suas diferentes fases, quais sejam: formação, operação e avaliação. Utilizou-se como estratégia de pesquisa o estudo de caso, que permitiu aprofundar o entendimento sobre este processo em alianças estabelecidas por uma empresa do setor petroquímico. Como principais resultados observou-se que a empresa se utiliza de alianças com clientes, fornecedores e licenciadores de tecnologia no sentido reduzir custos em pesquisa e desenvolvimento, incorporar novas competências, bem como aperfeiçoar e desenvolver novas oportunidades, para a exploração de soluções inovadoras no uso de polímeros. Constatou-se que a gestão das alianças é considerada importante para a empresa...

‣ Alianças eleitorais em Natal (2008): O PT e seus aliados

Ciriaco, Paulo Rocha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.52265%
Este estudo faz uma abordagem sobre as alianças eleitorais, destacando duas vertentes importantes nos processos de suas formações nas arenas políticas. Na primeira parte do trabalho é feita uma análise mais geral a respeito da problemática em questão. Onde dois ciclos políticos são analisados, apresentando o comportamento político-partidário dos partidos no Brasil. No primeiro ciclo, uma breve compreensão da política café-com-leite na República Velha, na qual, PRP e PRM dominam politicamente a arena nacional. O segundo ciclo, compreendido de 1945 a 1964, foram analisados os processos eleitorais estaduais e nacionais. Nestes, os resultados analíticos mostram o que refletem no comportamento político-partidário dos partidos do passado e do presente no país. Outro aspecto importante também abordado na primeira parte foi a verticalização das alianças eleitorais, a qual teve como objetivo impor harmonia partidária entre os partidos nas formações das alianças eleitorais. Revendo esse processo político, vimos que, a imposição da verticalização não resolveu o problema da inexistência harmônica dos partidos no ato da formação das alianças eleitorais tocante ao espectro ideológico. A segunda parte da pesquisa está dividida em duas partes. A primeira faz uma análise sobre a trajetória política do PT e suas políticas de alianças...

‣ O papel e a importância das alianças estratégicas nas Born Globals: uma abordagem qualitativa

Santos, Maria de Fátima do Carmo Barreto dos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
As rápidas alterações entretanto ocorridas no ambiente de negócios global tiveram forte impacto sobre a internacionalização da maioria das empresas. A rápida internacionalização ganhou impulso nos últimos anos e, neste domínio, as born globals têm ganho particular destaque. Para garantir a sua competitividade, estas empresas procuram sistematicamente novas tecnologias, mantendo um investimento contínuo e foco em I&D. Ao contrário de outras, enfrentam desafios únicos na descoberta e exploração de oportunidades nos mercados externos devido à sua curta história, falta de recursos e ritmo acelerado de internacionalização. Compreende-se assim, que as alianças constituam uma opção atraente ao permitirem a exploração de valiosos recursos e o acesso a novos mercados. O estudo visa dar a conhecer o papel e a importância das alianças estratégicas nas born globals portuguesas. Para o efeito, adotou-se uma metodologia de investigação qualitativa, com recurso a dois estudos de caso. Esta investigação representa um inquestionável contributo para a literatura, fornecendo mais informações e mais evidências sobre o importante papel que as alianças assumem para as born globals, bem como novas perspetivas sobre o papel fundamental dos empresários no processo de internacionalização. Os resultados empíricos mostram que ao permitirem aceder a capital...

‣ Uma investigação sobre objetivos não-declarados das organizações-mãe nas alianças

Santini, Berenice
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.543499%
Gerenciar alianças entre organizações é desafiante e instiga pesquisas que já proporcionaram aprendizado razoável sobre alguns aspectos do tema. No entanto, a persistência de altos índices de falhas em alianças continua a instigar investigações, a exemplo desta pesquisa. Para tal, duas suposições foram consideradas. A primeira foi que objetivos não-declarados e ocultos existiriam em uma proporção tal sobre os declarados que seriam capazes de distorcer as medidas de performance das alianças. A segunda suposição foi de que os gestores não estariam observando um conjunto suficientemente abrangente de fatores capazes de embasar sua gestão. O objetivo geral da presente pesquisa foi investigar a existência dos objetivos não-declarados pelas organizações-mãe nas alianças, sua relevância frente aos declarados e seus reflexos nas medidas de performance das alianças. Antes das investigações empíricas, foi organizada uma série de fatores de gestão e foi proposta uma tipologia contendo oito tipos de objetivos relacionados às alianças. Os dados foram coletados em duas etapas, uma de estudos de caso e outra de survey. Em dois casos estudados ficou demonstrada a presença de vários tipos de objetivos, incluindo declarados e ocultos. Também evidenciou-se a fragilidade dos processos de gestão das alianças prevista na segunda suposição inicial da pesquisa...

‣ Alianças estratégicas: a nova lógica competitiva do mercado, seus impactos sociais e econômicos e razões do sucesso e fracasso.

Dantas, Fabiano Henriques Gomes
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
37.388408%
As constantes mudanças ambientais, as transformações políticas culturais e principalmente econômicas, observadas nos últimos anos do século XX, viabilizaram diversas transações empresariais em todas as partes do mundo, definindo-se um novo mercado econômico, um mercado global. O foco estratégico das empresas teve que adaptar-se a esta nova estrutura de mercado, dentre as estratégias encontradas pelos gestores, surgiu o das alianças empresariais. Dado o movimento das fusões e aquisições das empresas no Brasil, com a criação de mega empresas nos últimos anos e a escassa literatura sobre este assunto, torna-se importante realizar este estudo. Por meio de pesquisas bibliográficas sobre o tema em questão, alianças estratégicas, como nova lógica econômica, dados de pesquisas e estudos de casos já realizados neste enfoque, norteia-se este artigo. Desta forma o foco desse trabalho é descrever as etapas desta fusão, analisando as barreiras encontradas e como os gestores devem se atentar às barreiras, para o alcance dos objetivos estratégicos das alianças. Diante de o exposto no transcorrer da teoria e dos dados encontrados em artigos, analisar-se-á algumas alianças estratégicas expondo as razões de sucesso e fracasso. De modo geral conclui-se que as razões de fracasso e ou sucesso de uma aliança estratégica dar-se pela qualificação dos processos e análises anteriores às alianças.