Página 1 dos resultados de 1172 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

‣ À "frente" da Semana de Arte Moderna: a presença de Graça Aranha e Paulo Prado; "Ahead" the Week of the Modern Art: the presence of Graça Aranha e Paulo Prado

WALDMAN, Thaís
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
67.71594%
Reconhecidos como personagens centrais pelo grupo de intelectuais e artistas ligados à Semana de Arte Moderna de 1922, Graça Aranha e Paulo Prado são muitas vezes deixados de lado pelos estudiosos e, em geral, se fazem presentes nas análises de bastidores e/ou em referências de terceiros. Este artigo pretende observar mais atentamente suas redes de sociabilidade e inserção, o que revela, entre outras coisas, as ambivalências do engate de ambos os autores em um projeto "moderno", assim como certas ambivalências presentes no interior do próprio movimento modernista.; Well-re cognized key characters among intellectuals and artists involved in the 1922 Week of Modern Art, Graça Aranha and Paulo Prado are quite of ten disregarded by scholars and acknowled ged as backstage perso nalities with a suppor ting role. The objective of this article is to analyze more carefully the ir social network and insertion, revealing, among other things, the ambivalences of the ir "modern" project, as well as the ambivalences of the modernist movement itself.; Reconnus comme personnages centraux par le groupe d’intellec tuels et d’artistes de la Semaine d’Art Moderne de 1922, Graça Aranha et Paulo Prado sont souvent oubliés par les académiciens et les critiques...

‣ Economia política da arte moderna/providências para uma história crítica

MARTINS, Luiz Renato
Fonte: ECA-USP; São Paulo Publicador: ECA-USP; São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.8137%
Este texto, a ser publicado em duas partes, contém, com pequenas modificações para efeito de edição, extratos da introdução e da conclusão da tese de doutorado A fabricação da pintura: de Manet a Rothko, defendida no Departamento de Filosofia, FFLCH-USP, sob orientação do Prof. Dr. Paulo Arantes em 2000. Opondo-se à visão hegemônica propagada pelas correntes formalistas, cujas motivações ideológicas pretende explicitar, o ensaio salienta a valorização dos processos produtivos frente às obras acabadas como característica fundamental da arte moderna, característica por meio da qual os artistas resistem ao progresso da modernização capitalista

‣ CAM e SPAM: arte, política e sociabilidade na São Paulo moderna, do início dos anos 1930; CAM e SPAM: art, politics and sociability in Sao Paulo from early 1930

Forte, Graziela Naclério
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
58.23306%
Esta dissertação analisa as primeiras associações de artistas na cidade de São Paulo, no início dos anos 1930. Tem como foco principal o Clube de Artistas Modernos (CAM), uma agremiação que se manteve ativa desde fins de 1932 até janeiro de 1934, dissidente da Sociedade Pró-Arte Moderna (SPAM), formada por artistas e intelectuais da elite. Em uma tentativa de adequação às tendências culturais e políticas do período, o grupo visava, primordialmente, a divulgação da arte moderna e a expansão do seu público para, como conseqüência, obter tanto a liberdade ideológica como financeira, afastando-se, assim, dos mecenas e do jogo de interdependência existente entre eles. Para tanto, criou um projeto cultural amplo, abrangendo sessões musicais, danças, bailes, conferências e apresentações teatrais. A grande diversidade dos eventos baseou-se em dois eixos fundamentais: as experimentações dentro da estética modernista (novas linguagens) e a união da arte à política, visando a divulgação da ideologia de esquerda.; This work discusses the first artistic associations created in the city of São Paulo in the early 1930's. Its main focus is the Clube de Artistas Modernos (CAM) an association active between the end of 1932 and January 1934...

‣ O crítico e o trágico: a morte da arte moderna em Sergio Milliet; -

Santana, Naum Simão de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.991084%
O objetivo deste trabalho é analisar o modelo interpretativo de Sergio Milliet a respeito da arte moderna e, a partir dele, demonstrar como emerge, de sua teoria da marginalidade, a idéia de morte da arte moderna. Procuraremos circunscrever este problema no ano de 1942, provocando o diálogo entre Milliet e os outros discursos críticos contemporâneos a ele. Por meio dos cruzamentos reflexivos que se estabelecem neste ano, operaremos um trabalho de desmontagem e montagem dos discursos a fim de formar o entroncamento de 1942. Os resultados deste trabalho serão extraídos em função dos efeitos criados pela lógica argumentativa de Milliet, suas bases epistemológicas e pelos contatos entre os diversos textos que se encontraram ao longo do estudo.; The objective of this work is to analyze the interpretative model of Sergio Milliet about modern art and, from it, demonstrate how it emerges, from his marginality theory to the idea of the modern art death. We will try to circumscribe this problem in the year of 1942, provoking the critical dialogue between Milliet and the others contemporary speeches to him. Through the reflective crossings that were established in this year, we will operate a work of dismounting and mounting of speeches in order to form a confluence point of 1942. The results of this work will be extracted in function of the effect created by the logic arguing of Milliet...

‣ MAM Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro MASP Museu de Arte de São Paulo : paradigmas brasileiros na arquitetura de museus

Kiefer, Flavio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.03891%
Este trabalho analisa a arquitetura do MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - e MASP - Museu de Arte de São Paulo - a partir do estudo da história da arquitetura dos museus desde a sua fundação no século XVIII e da análise dos condicionantes que distinguem e particularizam esses edifícios. A moderna arquitetura brasileira, geradora dos princípios de projeto que geraram esses dois museus, mereceu um capítulo próprio. Para um melhor entendimento da arquitetura desses dois museus brasileiros, são abordados os aspectos históricos de suas construções, suas inserções urbanas, funcionalidade, estrutura, materiais e técnicas construtivas, além do seu papel na história da arquitetura brasileira. Em anexo, apresentam-se os traços biográficos de seus arquitetos, Affonso Eduardo Reidy e Lina Bo Bardi, respectivamente, e um breve estudo sobre condicionantes museológicos. Isso fundamenta a análise e pode servir como guia de referência para estudo ou elaboração de projetos de museus.

‣ Paulo Prado e a Semana de Arte Moderna: ensaios e correspondências

Aguiar, Isabel Cristina Domingues
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 151 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
67.924863%
Pós-graduação em Letras - FCLAS; Ce travail a pour but de souligner la participation significative de Paulo Prado dans la Semana de Arte Moderna de 1922 ainsi que dans la première phase du mouvement Moderniste brésilien à travers la correspondance échangée avec certains de ses participants. L’analyse se portera également sur les essais, publiés originellement dans des revues et journaux et postérieurement réunis dans le livre Paulística avec une édition augmentée. Le choix des lettres et des essais de Paulo Prado comme corpus de recherche ouvre un champ de possibilités dans la réflexion à propos des approximations entre la Littérature et l’Histoire, notamment dans ce qui concerne les notions de Modernisme et d’avant-gardisme, mais aussi l’observation critique du rôle de l’intellectuel dans la société. Nous portons un intérêt particulier aux échanges intellectuels développés par Paulo Prado avec d’autres participants, tels que Mário de Andrade, Oswald de Andrade, René Thiollier et Blaise Cendras, du mouvement cité ci-dessus. Notre objectif étant de démontrer par le texte même de Paulo Prado son rôle dans le mouvement moderniste et la profonde contradiction de son vécu constitué par le développement de la pensée d’une nouvelle esthétique dans un cadre guidé par des valeurs traditionnelles; O presente trabalho pretende destacar a participação significativa de Paulo Prado na Semana de Arte Moderna de 1922 e na fase inicial do Modernismo brasileiro...

‣ Um acervo de arte moderna e contemporânea e a identidade institucional

Oliveira, Emerson Dionisio Gomes de
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História - Universidade Federal da Grande Dourados Publicador: Programa de Pós-Graduação em História - Universidade Federal da Grande Dourados
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.03891%
O presente trabalho procurou compreender as narrativas produzidas pelo Museu de Arte de Santa Catarina sobre sua coleção dentro de um quadro mais amplo de difusão da Arte Moderna. Para tanto, construímos uma análise crítica do acervo na relação entre os sujeitos e as instituições, definidos, respectivamente, como doadores e obras doadas ou adquiridas. O museu em questão tornou-se ímpar para essa questão, na medida em que se transformou no mais bem-sucedido empreendimento de ampliação da arte moderna fora dos centros culturais hegemônicos nos anos 40. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This paper sought to understand the descriptions produced by the Santa Catarina Art Museum for its collection within a wider Modern Art frame of diffusion. In order to achieve this, we developed a critical analysis of the collection in a relationship between the subjects and the institutions, respectively defined as donors and donated or acquired works of art. The museum in question became unequalled with regard to this issue, as it transformed itself into the most successful modern art amplification undertaking outside hegemonic cultural centers in the forties.

‣ A igreja de Nossa Senhora de Fátima em Lisboa e a arte moderna em Portugal

Costa, Paulo Alexandre dos Santos
Fonte: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa Publicador: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2000 Português
Relevância na Pesquisa
67.71594%
Partindo da construção da Igreja de Nª Sª de Fátima em Lisboa, da sua concepção e enquadramento histórico-sociológico da sua realização, aborda-se arte moderna na Igreja, sobretudo em Portugal.

‣ O mercado de galerias e o comércio de arte moderna: São Paulo e Rio de Janeiro nos anos 1950-1960

Bueno,Maria Lúcia
Fonte: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília Publicador: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.963916%
Os anos 50 no Brasil transitaram do Nacionalismo de Vargas ao Desenvolvimento de JK, passando pela implantação definitiva de uma sociedade urbana modernizada. Sintonizada com a atmosfera desponta uma geração, imbuída de uma nova sensibilidade estética e novos hábitos de consumo. Neste universo criou-se a base da primeira estrutura de mercado de arte no país, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, tendo como condutor as galerias privadas de arte moderna e comtemporânea.

‣ À "frente" da Semana de Arte Moderna: a presença de Graça Aranha e Paulo Prado

Waldman,Thaís
Fonte: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas Publicador: Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil da Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.71594%
Reconhecidos como personagens centrais pelo grupo de intelectuais e artistas ligados à Semana de Arte Moderna de 1922, Graça Aranha e Paulo Prado são muitas vezes deixados de lado pelos estudiosos e, em geral, se fazem presentes nas análises de bastidores e/ou em referências de terceiros. Este artigo pretende observar mais atentamente suas redes de sociabilidade e inserção, o que revela, entre outras coisas, as ambivalências do engate de ambos os autores em um projeto "moderno", assim como certas ambivalências presentes no interior do próprio movimento modernista.

‣ Economia política da arte moderna/ providências para uma história crítica

Martins,Luiz Renato
Fonte: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.8137%
Este texto, a ser publicado em duas partes, contém, com pequenas modificações para efeito de edição, extratos da introdução e da conclusão da tese de doutorado A fabricação da pintura: de Manet a Rothko, defendida no Departamento de Filosofia, FFLCH-USP, sob orientação do Prof. Dr. Paulo Arantes em 2000. Opondo-se à visão hegemônica propagada pelas correntes formalistas, cujas motivações ideológicas pretende explicitar, o ensaio salienta a valorização dos processos produtivos frente às obras acabadas como característica fundamental da arte moderna, característica por meio da qual os artistas resistem ao progresso da modernização capitalista.

‣ Economia política da arte moderna II/ notas para uma sistematização provisória

Martins, Luiz Renato
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.71594%
Paradigma tradicional de excelência artesanal, com que meios pode a pintura responder à abstração do trabalho e à sua ordenação serial, inerentes à modernização capitalista? O texto presente busca sistematizar os momentos decisivos de um percurso que se estende de Manet (1832-1883) a Rothko (1903-1970). Constitui o capítulo conclusivo de uma investigação sobre a transformação crítica do modo de pintar em modo de fabricação, fundado na superação reflexiva da dicotomia entre trabalho intelectual e corporal, imposta historicamente à sociedade. Atualizada criticamente e assinalando um fecho possível do processo da arte moderna, a pintura de Rothko põe-se como a negação de todo aspecto individual da pintura e de unidade orgânica e monádica da obra. Alcança-se assim o último termo de um processo; termo que assinala o fim do ciclo da autonomia estética como forma ligada à liberdade do sujeito, idealizado como natureza desinteressada. Para o trabalho de resistência contra a aceleração da barbárie é fundamental doravante levar em conta os fatores de heteronomia supraindividuais que, se não logram controlar toda a produção, detêm a hegemonia na esfera da circulação.; Traditional paradigm of craftsmanship excellence...

‣ Expressão e construção: Alfredo Volpi, João Cabral de Melo Neto e a arte moderna no país; Expression and construction: Alfredo Volpi, João Cabral de Melo Neto and modern art in Brazil

Pires, Carlos Eduardo de Barros Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.991084%
Esta tese interpreta, com foco nas obras de Alfredo Volpi e João Cabral de Melo Neto, o processo de modernização e rotinização da arte moderna no Brasil, Os poemas de Cabral e as pinturas de Volpi podem ser analisados como produtos de um novo contexto \"moderno\" para a arte no Brasil da década de 1950 e, ao mesmo tempo, produtores deste mesmo contexto, já que ambos estabelecem nexos importantes para a sua justificativa social, teórica e artística. A pesquisa teve como objetivo contribuir, por meio, principalmente, da leitura crítica de poemas e pinturas, para a reflexão sobre os rumos e contradições da arte moderna no Brasil.; This thesis aims to investigate the process of modernization and routinization of modern art in Brazil, focusing on the works of Alfredo Volpi and João Cabral de Melo Neto. Cabral\'s poems and Volpi\'s paintings are seen as products of a new \"modern\" context for the art in Brazil in the 1950s and, at the same time, as producers of this same context, since both establish important nexus for its social, theoretical and artistic justification. This research aims to contribute, mainly by close critical readings of poems and paintings, to the reflection on the development and contradictions of modern art in Brazil.

‣ A arte brasileira na II Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo : o premio melhor pintor nacional e o debate em torno da abstração

Ana Maria Pimenta Hoffmann
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
58.270283%
Esta Dissertação focaliza a H Bienal do Museu de Arte Moderna de São Paulo que representa um alto momento da cultura brasileira, onde ao lado de outros eventos comemorativos do IV Centenário da cidade de São Paulo, possibilitou trazer ao público brasileiro e internacional uma ampla e bela exposição, com retrospectivas históricas e a ocorrência de uma acalorada competição para uma distribuição inédita de prêmios, onde destaca-se a divisão do prêmio de Melhor Pintor Nacional. Este estudo destaca o amplo debate sobre arte abstrata ocorrido naquela ocasião. A presença de críticos internacionais de arte no Júri de Premiação, de representantes nacionais neste Júri, bem como de outros atuantes na imprensa possibilitaram o contraponto, dentro de um grupo bem diverso e ativo. Este debate é recuperado neste estudo, através de entrevistas de época, bem como de comentários da imprensa naquele momento. Para contextualizar este debate a nível nacional, são recuperados os antecedentes que engrandeceram o cenário das artes plásticas no Brasil, destacando-se o Salão de Maio organizado por Flávio de Carvalho em 1938, a criação em São Paulo do Museu de Arte de São Paulo (Masp), em 1947, e o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP) em 1948 e a efervescência dos debates sobre a evolução da arte no pais associados a estes eventos; The 2nd Biennial at the Museu de Arte Moderna in São Paulo represents a very bright moment for Brazilian culture. At the occasion...

‣ Yolanda Penteado: gestão dedicada à arte moderna; -

Mantoan, Marcos José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.12613%
A presente investigação tem por objeto a atuação de Yolanda Penteado como gestora da arte moderna em São Paulo e no Brasil. A pesquisa pretende refletir sobre os mecanismos de gestão da arte brasileira no período entre as décadas de 1940 e 1960 - período no qual ocorrem as constituições do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM SP), do Museu de Arte de São Paulo (MASP), da Bienal de São Paulo, dos Museus Regionais e do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP), delineando o ambiente cultural e estético paulistano e o início do intercâmbio internacional através de mecenas como Francisco Matarazzo Sobrinho, o Ciccillo, Assis Chateaubriand e, particularmente, Yolanda Penteado. Discute-se o papel de Yolanda Penteado como gestora das artes modernas, ou seja, mecenas e líder na criação de coleções, eventos e instituições. Nessa direção, as estratégias metodológicas adotadas no trabalho envolvem suportes interdisciplinares, relacionando História, História da Arte, Estética e outras áreas do conhecimento. O estudo recorre à autobiografia de Yolanda - Tudo em Cor-de- Rosa -, de 1976, à biografia Yolanda, de Antonio Bivar, publicada em 2009, às cartas, aos telegramas, às fotos...

‣ Economia política da arte moderna/ providências para uma história crítica

Martins, Luiz Renato
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.8137%
Este texto, a ser publicado em duas partes, contém, com pequenas modificações para efeito de edição, extratos da introdução e da conclusão da tese de doutorado A fabricação da pintura: de Manet a Rothko, defendida no Departamento de Filosofia, FFLCH-USP, sob orientação do Prof. Dr. Paulo Arantes em 2000. Opondo-se à visão hegemônica propagada pelas correntes formalistas, cujas motivações ideológicas pretende explicitar, o ensaio salienta a valorização dos processos produtivos frente às obras acabadas como característica fundamental da arte moderna, característica por meio da qual os artistas resistem ao progresso da modernização capitalista.

‣ Mário Pedrosa e a arte moderna: o papel da arte latino-americana no processo de renovação estética; Mário Pedrosa e a arte moderna: o papel da arte latino-americana no processo de renovação estética

Formiga, Tarcila Soares
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa acadêmica; Descripción Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.113086%
Na 28ª Bienal de São Paulo, realizada em 2008, a proposta da curadoria era refletir sobre o modelo da mostra diante das transformações do mercado de arte contemporânea. No entanto, o questionamento sobre o verdadeiro papel da Bienal foi objeto de reflexão de alguns dos principais críticos de arte do país ainda nos primórdios da exposição, na década de 50. Dentre esses críticos, Mário Pedrosa afirmou, por ocasião da sua escolha para a direção do MAM de São Paulo, em 1960, que a Bienal era uma idéia anacrônica, posto que não era mais necessário lançar mão de uma vasta coleção para saber o que se estava produzindo de mais moderno no mundo. Como alternativa para esse modelo de Bienal, Pedrosa propôs que ela funcionasse como um espaço de intercâmbio entre os povos latino-americanos. Diante da importância que Pedrosa atribuía a arte produzida na América Latina, este trabalho pretende investigar o papel que o crítico conferia a essa arte na renovação dos espaços de exposição e do campo das artes plásticas. DOI: 10.5841/extraprensa.v1i1E.115; En la 28ª Bienal de São Paulo, que tuvo lugar en 2008, la propuesta curatorial era reflexionar sobre el modelo de demostración en las transformaciones del mercado del arte contemporáneo. Sin embargo...

‣ A Semana de Arte Moderna de 1922; The Modern Art Week of 1922

Ajzenberg, Elza
Fonte: Universidade de São Paulo. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Publicador: Universidade de São Paulo. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.03891%
O presente artigo discute os principais acontecimentos e desdobramentos da Semana de Arte Moderna de fevereiro de 1922, realizada em São Paulo, e, sobretudo, coloca o movimento modernista como importante referencial para reflexões estéticas e para a crítica de Arte do país.; This article discusses the main events and developments of the Week of Modern Art in February 1922, held in São Paulo, and, above all, puts the modernist movement as an important reference for aesthetic considerations and the Art critic of the country.

‣ A Bienal de São Paulo, o debate artístico dos anos 1950 e a constituição do primeiro museu de arte moderna do Brasil.

Magalhães, Ana Gonçalves
Fonte: Revista Museologia & Interdisciplinaridade Publicador: Revista Museologia & Interdisciplinaridade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.150376%
A partir da primeira etapa da pesquisa em andamento sobre as obras incorporadas ao acervo do antigo Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) – hoje no acervo do Museo de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC USP), que resultou na exposição Um Outro Acervo do MAC USP: Prêmios-aquisição da Bienal de São Paulo, 1951-1963 (MAC USP, 2012-2013), procuramos reavaliar algumas premissas adotadas pela historiografia da arte no Brasil na análise da premiação de aquisição e seu papel na constituição de um acervo internacional de arte moderna para o País. Tais aspectos nos levaram a revisar a dimensão do debate em torno das experiências de abstração nos anos 1950, o sistema de seleção das obras para a premiação (que sugere um engajamento muito próximo com o contexto internacional), a constituição de um sistema internacional de circulação de artistas e de obras, dentre outras questões.

‣ A Narrativa de Arte Moderna no Brasil e as Coleções Matarazzo, MAC USP

Magalhães, Ana Gonçalves; Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
Fonte: Revista Museologia & Interdisciplinaridade Publicador: Revista Museologia & Interdisciplinaridade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
78.03891%
Pesquisa em andamento sobre as coleções Matarazzo, do acervo do MAC USP.  A partir de um projeto de reavaliação crítica da catalogação do acervo do Museu, enfocam-se as aquisições de obras italianas realizadas pelo casal Francisco Matarazzo Sobrinho e Yolanda Penteado entre 1946 e 1947, para constituir o núcleo inicial do antigo Museu de Arte Moderna de São Paulo. Trata-se de sua procedência, suas relações com o meio artístico brasileiro e com o chamado “Retorno à Ordem”. Tais aquisições permitiram uma reavaliação deste termo e das relações da crítica italiana Margherita Sarfatti e o “Novecento Italiano” com o Brasil.