Página 1 dos resultados de 3075 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

‣ Análise da adequação dos programas de financiamento habitacional para atender as necessidades de aquisição de moradias adequadas da população de baixa renda no Brasil.; Analysis of the adequacy of the housing finance programs to attend the necessities of acquiring adequate housing units of the low-income population in Brazil.

Medeiros, Fábio Bomfim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.2029%
A migração acentuada para áreas urbanas e o rápido crescimento da população nas últimas décadas criaram forte demanda por habitações no Brasil e, como conseqüência, o aparecimento de graves problemas urbanos, com o aumento das necessidades habitacionais da população, principalmente no segmento de baixa renda. Uma das razões do não-atendimento dessa demanda é a dificuldade de acesso da população a habitações adequadas no setor formal. O presente trabalho fará uma análise da adequação dos programas de financiamento habitacional voltados à população de baixa renda, à luz das necessidades e limitações dessa população, visando a dar subsídios à elaboração e estruturação de programas de financiamento habitacional que possam melhorar o acesso da população de baixa renda a habitações adequadas. O texto inicialmente preocupa-se em discutir as características da população de baixa renda, como suas necessidades habitacionais, orçamento familiar e capacidade de pagar o preço da menor habitação adequada. Posteriormente, apresenta e analisa os principais programas de financiamento habitacional voltados à população de baixa renda no Brasil, discutindo seus objetivos, fontes de recursos e principais características. Por fim...

‣ Marketing de relacionamento para o público de baixa renda: um estudo exploratório no varejo de eletrodomésticos; Relationship marketing in the low income segment: an exploratory study in the electronic goods retail.

Silva, Sérgio de Souza e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.2029%
Este estudo tem como objetivo principal identificar se, no varejo de eletrodomésticos, o marketing de relacionamento é utilizado como ferramenta para gerir segmentos de baixa renda da população. O objetivo secundário é investigar em quais parâmetros ocorrem as ações de relacionamento nesse setor: como é feita a segmentação da base de clientes; a ativação desses segmentos por meio de ações dirigidas; o papel do banco de dados; a gestão das informações sobre os clientes e das ações de relacionamento. O trabalho se inicia pela apresentação e justificativa do tema e do problema de pesquisa; discorre acerca da relevância acadêmica e dos desafios de compreender o consumo da população de baixa renda; apresenta a importância do mercado de eletrodomésticos como elemento do objeto de pesquisa e comenta as práticas do marketing de relacionamento (MR) como diferencial competitivo. Ainda a respeito do MR, apresenta o desafio de implantar programas do CRM para abordar as camadas populares. No capítulo seguinte, discorre sobre os conceitos de canais de marketing e varejo, estrutura dos canais de marketing, a liderança do canal, o varejo de eletrodomésticos no Brasil e o poder conferido pelo relacionamento com os clientes. Na seção que se segue...

‣ O varejo de alimentos para consumidores de baixa renda no Brasil

Parente, Juracy Gomes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
68.14431%
Mesmo se considerarmos que significativa parcela da população mundial pertence à baixa renda, relativamente pouco se tem pesquisado sobre esse segmento de mercado. O principal objetivo deste estudo é investigar o varejo de alimentos para consumidores de baixa renda, no Brasil. O trabalho traz uma retrospectiva dos resultados de algumas pesquisas já realizadas sobre o mercado de baixa renda no Brasil, e também apresenta um referencial conceitual para ajudar a ordenar e compreender o comportamento desse segmento no varejo. Foram analisados três diferentes formatos de varejo de alimentos em uma região da periferia de São Paulo, e como suas respectivas propostas de valor são percebidas pelos seus consumidores. Por meio de visitas a essas às lojas e entrevistas em profundidade e discussões em grupo com esses consumidores, começamos a entender porque os novos formatos varejistas desenvolvidos, por grandes empresas globais, especialmente para o segmento de baixa renda, não conseguem satisfazer adequadamente as necessidades desses consumidores, no Brasil. O posicionamento excessivamente voltado para preço baixo desses formatos não entrega uma proposta de valor que seja percebida de forma favorável por esses consumidores. A pesquisa revela esse aparente paradoxo...

‣ O papel das tecnologias de informação e comunicação na oferta de serviços financeiros para a população de baixa renda : o caso dos correspondentes bancários do Banco Lemon

Yokomizo, Cesar Akira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.06945%
Algumas abordagens recentes chamaram a atenção para a importância das empresas mobilizarem sua capacidade produtiva para solucionar problemas das classes menos favorecidas da sociedade. Especificamente para o caso de serviços financeiros, defende-se que a atuação na baixa renda tem implicações positivas na sociedade como um todo, ao promover sua re-inclusão no sistema tradicional. Dentro desse cenário, as iniciativas de microfinanças parecem jogar luz a esse problema ao tentar levar acesso a serviços financeiros para a população de baixa renda. Porém, tais iniciativas ainda parecem não ter demonstrado o seu real potencial, e prova disso é a persistência dos crônicos indicadores de pobreza e de desigualdade social. Isso acontece porque as abordagens atuais de microfinanças apresentam limitações, dentre as quais as tecnológicas são uma das mais importantes. Por outro lado, existe um fenômeno que se manifesta especificamente no Brasil e que se refere ao grande crescimento dos chamados correspondentes bancários (CBs), em que o correspondente, que, na maior parte das vezes, é um varejo, oferta serviços em nome do banco. Alguns estudos relacionam esses dois conceitos, microfinanças e CBs, e propõem o CB como um canal tecnológico para a promoção das microfinanças. Dentro desse cenário...

‣ O consumidor de baixa renda como uma opção de expansão dos negócios : o caso de uma multinacional de eletroeletrônicos

Chen, Sandra
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.14431%
Existe no Brasil um importante segmento de mercado representado pelos consumidores de baixa renda que, muitas vezes, é esquecido pelas grandes empresas. Estas tendem a focar as suas estratégias de negócios nos consumidores de maior poder aquisitivo. Frente ao cenário competitivo em que as empresas de diferentes setores estão inseridas, explorar, de forma diferenciada, novos segmentos e mercados, revela-se, uma alternativa para expandir ou até mesmo manter a sua participação de mercado. Este trabalho apresenta um estudo de caso de uma empresa multinacional de eletroeletrônicos no Brasil, com marca já consolidada no mercado, que optou por explorar o segmento de baixa renda.. Especificamente para o setor de eletroeletrônicos, o estudo de caso sugere a existência de um segmento de mercado potencial para empresas de eletroeletrônicos, no segmento de consumidores de baixa renda, para o qual a maioria das empresas de eletroeletrônicos atuais ainda não desenvolveu estratégias específicas. Diversos fundamentos teóricos foram utilizados na discussão e análise do caso, tais como: estratégias de marcas, análise de portafolio, características do consumidor de baixa renda e do mercado de eletroeletrônicos. Os resultados sugerem a possibilidade e alternativas...

‣ Demanda e oferta de entretenimento : um estudo do segmento de baixa renda do distrito de itaquera na cidade de São Paulo

Moreira, Frederico Antonio De Araujo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.06316%
Esta dissertação estuda a relação entre o mercado de baixa renda e o setor de entretenimento com o objetivo de levantar subsídios para a suposição de que existe potencial de mercado de lazer junto ao público jovem de baixa renda. Está estruturada com base em dados e informações coletadas em trabalhos, artigos, publicações, entrevistas e apoiada em pesquisa de campo. A pesquisa visa mapear um quadro detalhado do padrão de consumo atual e aspiracional dos jovens de baixa renda frente às atividades de entretenimento, identificando os diferentes graus de atratividades para uma lista de atividades pesquisadas. O método empregado é o quantitativo e o tipo de pesquisa é o descritivo. O Universo se constituiu de jovens de baixo poder aquisitivo representados por residentes no distrito de Itaquera com idade entre 18 e 24 anos. Propõe-se, no final, sugestão para novos estudos nessa área.

‣ A responsabilidade social empresarial e as associações de marca no setor de comésticos : um estudo exploratório no segmento de baixa renda

Ethur, Susana Zeido
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.06945%
A dissertação elaborada revela por meio de estudo exploratório como os programas de responsabilidade sócio-ambientais influenciam as associações de marca no segmento de baixa renda no setor de cosméticos. O presente trabalho descreve os hábitos de uso de cosméticos bem como levanta a imagem percebida das marcas de cosméticos através das associações de marca junto às consumidoras de baixa renda. Presta-se para promover a importância da criação e divulgação dos programas de responsabilidade sócio-ambientais nos modelos de negócio das empresas bem como integrar conceitos de imagem de marca, associações de marca e responsabilidade sócio-ambiental para segmentos de baixa renda.

‣ Estratégias de relacionamento entre atacadistas e varejistas no mercado de baixa renda : uma perspectiva do pequeno varejo de auto-serviço

Varotto, Luís Fernando
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.175557%
O mercado de baixa renda no Brasil, que engloba a população das classes sócio-econômicas CDE , representa cerca de 77% dos domicílios brasileiros, com renda familiar de até R$ 2.000,00 por mês (10 salários mínimos em 2002), movimentando cerca de R$ 500 bilhões/ ano em consumo, o equivalente a 35% do consumo agregado nacional (IBGE, 2003). Na categoria de alimentos, esse segmento da população é responsável por 53% do consumo nacional, sendo que em categorias como cereais em geral, leite fresco e em pó, fraldas descartáveis e sabão em pedra são responsáveis por cerca de 80% do consumo no país (LATIN PANEL, 2004). Os pequenos varejistas são os principais responsáveis pelo atendimento a este segmento da população, já que a participação das grandes redes de auto-serviço é relativamente baixa nesse mercado. Os pequenos auto-serviços e o varejo tradicional (padarias, mercearias, empórios) respondem por cerca de 81% das vendas (LATIN PANEL, 2004) e possuem uma penetração superior a 90% no mercado de baixa renda (HILÁRIO 2006). Eles são abastecidos em sua grande maioria de forma indireta pela indústria, que se utiliza de atacadistas e distribuidores para fazerem com que seus produtos cheguem até esses consumidores de menor renda. Esses varejistas possuem características e necessidades distintas dos supermercados de maior porte...

‣ Relação entre o consumo de energia elétrica, a renda e a caracterização econômica de famílias de baixa renda do município de São Paulo

Francisco, Eduardo de Rezende
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.169937%
Esta pesquisa teve como principal objetivo examinar a relação entre Consumo de Energia Elétrica e Renda Familiar nos domicílios do município de São Paulo. Investigou-se a utilidade do consumo de energia elétrica como base para um indicador que possibilite a extensão e o refinamento do Critério de Classificação Econômica Brasil para estimar o poder de compra da população em geral. A pesquisa dividiu-se em dois níveis de investigação. O primeiro, domiciliar, para o qual foram utilizados três conjuntos de dados oriundos de pesquisas domiciliares (Pesquisa ABRADEE, Pesquisa de Posses e Hábitos do PROCEL, e Pesquisa de Microcrédito da Baixa Renda da FGV-EAESP). O segundo nível, territorial, investigou indicadores de renda, consumo de energia elétrica e classe econômica agregados por áreas de ponderação (conjunto de setores censitários), e utilizou microdados do Censo Demográfico 2000 do município de São Paulo em conjunto com a base de domicílios da AES Eletropaulo. A investigação domiciliar mostrou que não há vantagens na substituição plena da aplicação do Critério Brasil pela coleta de indicadores de consumo de energia elétrica em levantamentos domiciliares. No entanto, o uso combinado do Critério Brasil...

‣ Estratégias de empresas varejistas direcionadas para a baixa renda : um estudo exploratório

Barki, Edgard Elie Roger
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.348486%
O mercado de baixa renda apresenta nos últimos anos um maior interesse tanto pela comunidade acadêmica como pelos executivos das empresas. Diversos motivos explicam essa questão, dentre os quais destacam-se o incremento nos mercados emergentes e a dificuldade de crescimento nos mercados maduros dos países desenvolvidos. Contudo, apesar deste interesse crescente, percebe-se ainda uma incompatibilidade das estratégias adotadas pelas grandes empresas em atuação no mercado de baixa renda. Via de regra, ocorre uma extrapolação das estratégias adotadas em países desenvolvidos para os mercados emergentes, ou então, a atuação no mercado de baixa renda é realizada com base em mitos que não se comprovam na prática. Neste contexto delineia-se o principal objetivo deste estudo, que é descrever estratégias adotadas por empresas varejistas direcionadas para a baixa renda. Com isso, busca-se entender quais estratégias de empresas varejistas são implementadas no mercado de baixa renda. Este estudo baseou-se em uma revisão bibliográfica centrada nas características do consumidor de baixa renda, estratégias de empresas e estratégias de empresas direcionadas à baixa renda. Como forma de estudar o mercado, optou-se por uma análise de estudo múltiplo de casos...

‣ Impacto dos diferentes níveis de materialismo na atitude ao endividamento e no nível de dívida para financiamento do consumo nas famílias de baixa renda do município de São Paulo

Moura, Ana Grisanti de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.06945%
A crescente oferta de crédito no Brasil, principalmente do crédito para pessoa física, ampliou o acesso da baixa renda ao financiamento para aquisição de bens e serviços. Este trabalho é sobre o impacto do materialismo, valor dado aos bens materiais e às propriedades, na atitude ao endividamento e no nível de dívida para financiamento do consumo nas famílias de baixa renda do município de São Paulo. Estudos anteriores encontraram efeito significativo do materialismo na atitude ao endividamento, definida como a favorabilidade dos indivíduos para contrair dívidas, e também no volume de dívida. Os indivíduos com altos níveis de materialismo seriam mais favoráveis ao endividamento como meio de satisfazer seus desejos por bens e, por este motivo, acumulariam maiores volumes de dívida. É razoável supor, porém, que os fatores psicológicos, como materialismo ou atitude ao endividamento, sejam capazes de explicar uma parte da dívida das famílias de baixa renda. Grande parte da dívida, principalmente nestas famílias, é provavelmente decorrente de fatores econômicos, reunidos, neste trabalho, no índice de vulnerabilidade. Das relações entre os construtos materialismo, atitude ao endividamento, vulnerabilidade e dívida para financiamento do consumo...

‣ Embalagem, como elemento da estratégia de marketing, no contexto da baixa renda

Pires, Marcelo Augusto
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.22802%
A embalagem tem sua importância reconhecida na literatura e prática de marketing, porém pouco foi publicado dentro do recorte representado pelo segmento de consumidores de baixa renda. No entanto, há exemplos de empresas que tiveram sucesso atingindo esse segmento de consumidores, realizando as adaptações organizacionais e mercadológicas necessárias. Desta forma, este estudo objetivou explorar o papel da embalagem na estratégia de marketing para o segmento de baixa renda no Brasil, na perspectiva dos gestores de marketing das empresas. A metodologia utilizada foi a de estudos de casos múltiplos, representados pelas categorias de detergente em pó para roupas e café em pó, que contam com elevada penetração junto aos consumidores em geral e, principalmente, aqueles de baixa renda. Em cada caso, foram observadas as embalagens dos produtos e entrevistados gerentes da área de marketing de empresas atuantes nessas categorias. Como resultado, verificou-se que as empresas exploram, na embalagem, as dimensões de: comunicação persuasiva; posicionamento; diferenciação dos concorrentes e demais versões da própria marca; e construção de imagem e valores, utilizando prioritariamente o grafismo. No entanto, outras dimensões não são exploradas da mesma forma...

‣ Crowding no varejo : diferenças na satisfação e percepção de valor hedônico de consumidores de alta e baixa renda no Brasil

Brandão, Marcelo Moll
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
68.280537%
Esta investigação visa o melhor entendimento do fenômeno do crowding em lojas, dentro do contexto do mercado brasileiro, procurando identificar como as respostas dos consumidores variam entre os de renda baixa e renda alta, e buscando fatores que possam melhor explicar essas diferenças. Para atender esses objetivos, adotou-se uma metodologia experimental para testar como o aumento da densidade humana afeta diferentemente as respostas dos consumidores de alta e baixa renda. Como moderadoras da relação entre densidade humana e as respostas de consumidores, utilizaram-se as variáveis renda (alta e baixa) e familiaridade (alta e baixa). Três experimentos de desenhos fatoriais permitiram o teste das hipóteses propostas, por meio de análises multivariadas: ANOVAs, ANCOVAs e regressões lineares. Os estudos demonstraram que renda efetivamente modera as respostas dos consumidores, pois existe substancial diferença entre os consumidores de alta e baixa renda para situações de alta densidade humana em lojas. Foram verificadas as seguintes respostas dos consumidores com menor renda em situações de alta densidade humana: atitude mais positiva e maior nível de satisfação do que os de alta renda; percepção de maior valor hedônico em lojas mais cheias de gente versus os de maior renda. Os resultados contrariam a maioria dos achados de estudos realizados nos Estados Unidos nas últimas décadas. Enquanto a maioria desses estudos indica uma resposta negativa à densidade humana...

‣ Embalagens menores e a adoção de novos produtos : o caso do GLP na baixa renda

Ditta, Paolo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.20362%
Novos processos, que intrinsecamente aportem mais tecnologia, tendem, em geral, a ter um custo direto mais elevado para o usuário, sendo de mais difícil absorção para o consumidor de baixa renda. As embalagens fracionadas ou de menor tamanho têm sido utilizadas como um instrumento de abordagem dos mercados de baixa renda, pois permitem a adequação dos recursos de que esta faixa da população dispõe às suas necessidades de consumo. Este estudo pretende investigar como a oferta, em quantidades menores, de produtos que aportam novas tecnologias, pode facilitar sua absorção, pela eliminação de barreiras ao consumo, como, por exemplo, a falta de numerário para a aquisição de uma embalagem maior. Este trabalho estudou, dentro da perspectiva empresarial e do consumidor, o lançamento de embalagens de menor tamanho de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e de como esta diminuição de tamanho e custo para o consumidor influenciou no aumento do consumo e na adoção do GLP em substituição à lenha. Através da análise de variáveis como renda familiar, gastos mensais com GLP por família, a redução do uso de lenha e o aumento de consumo de GLP, a renúncia ao consumo de outros produtos em favor da compra de GLP e o percentual de cozinhas que utilizam simultaneamente GLP e biomassa (cozinhas “flex”)...

‣ Os consumidores das camadas de baixa renda e o valor percebido do seu consumo : uma abordagem qualitativa

Saldanha, Carlos Sergio Valdez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.06945%
O presente trabalho tem por objetivo descrever o valor percebido dos consumidores das camadas de baixa renda, moradores de bairros notadamente pobres de Porto Alegre, sobre o seu consumo de alimentos e produtos de limpeza, adquiridos preferencialmente em estabelecimentos comerciais (pequenos mercados) de bairros. Ao partir da premissa de que os consumidores das camadas de baixa renda pagam mais por seus alimentos e produtos de limpeza, se buscou investigar seus hábitos de consumo, procurando entender as motivações que norteiam seu consumo, aspectos cujo entendimento nos leva também a compreender o valor percebido que estes consumidores atribuem ao seu universo de consumo. Para tanto, o trabalho foi apoiado num referencial teórico essencialmente da área de marketing, transitando por aspectos essenciais da disciplina, como preço, comportamento de consumo, níveis de envolvimento e percepção de valor (noção de justiça X noção de injustiça). A opção pela abordagem qualitativa deve-se ao fato de que o objeto de estudo não demanda um resultado que possa ser expresso em números, mas a descrição e o melhor entendimento de um fenômeno social. Recentemente, Deighton; MacInnis; McGill & Shiv (2010) destacaram as pesquisas conceituais como ricas em ideias...

‣ Estrat??gias da popula????o de baixa renda na produ????o do espa??o urbano: o caso do loteamento Ceval em Pelotas ??? RS

Vara, Maria de F??tima Santos da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
68.200674%
Disserta????o(mestrado)- Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Geografia, Instituto de Ci??ncias Humanas e da Informa????o, 2009.; O presente estudo aborda a quest??o da apropria????o desigual do solo urbano e as estrat??gias da popula????o de baixa renda para enfrentar o problema da falta de moradia e dos servi??os p??blicos no espa??o urbano, atrav??s de um Estudo de Caso no Loteamento Ceval na cidade de Pelotas. A an??lise est?? baseada, primeiramente, num estudo te??rico, buscando o entendimento sobre o assunto. Para um aprofundamento do estudo e cruzamento com a bibliografia investigada, procurando uma maior proximidade poss??vel com a realidade, foi realizada uma pesquisa de campo. No loteamento Ceval foram aplicados question??rios semi-estruturados, al??m de entrevistas abertas com a comunidade. A coleta de dados na Secretaria Municipal de Urbanismo e na Secretaria Municipal de Habita????o do munic??pio de Pelotas se deu atrav??s de entrevistas abertas. O decorrer do estudo apontou que o valor atribu??do ?? terra no sistema capitalista e a distribui????o desigual de renda, relega grande parte da popula????o aos espa??os urbanos com defici??ncias de infraestrutura e distantes dos seus locais de trabalho. Essa situa????o faz com que...

‣ Excesso de peso e alterações de glicemia capilar de jejum: fatores associados em população de baixa renda no nordeste brasileiro

Maciel Barbosa, Janine; Coelho Cabral, Poliana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
68.200674%
O presente trabalho objetivou estudar a prevalência e os fatores associados ao excesso de peso e à glicemia capilar de jejum alterada (GCJA) em população urbana de baixa renda residente em assentamentos subnormais (favelas) de Maceió-AL. Para tais fins, foram utilizados os dados de um inquérito de base populacional conduzido entre os anos de 2004 e 2006 com amostra de 8.382 indivíduos de ambos os sexos e em todas as faixas etárias. Esses dados subsidiaram a elaboração de dois artigos originais. O primeiro, intitulado Fatores socioeconômicos associados ao excesso de peso em população de baixa renda do Nordeste brasileiro , cuja amostra foi composta por 3.214 indivíduos de 20 a 69 anos. Os resultados evidenciaram 41,2% de excesso de peso (46,2% mulheres vs 32,6% homens, p<0,001) e no geral, pequenas melhorias nas condições socioeconômicas associaram-se a maior risco de excesso de peso. Por outro lado, o nível educacional se comportou como fator protetor no sexo feminino e a renda como fator de risco no sexo masculino. O segundo artigo foi denominado Alterações de glicemia capilar de jejum e fatores associados: um estudo em população de baixa renda do Nordeste Brasileiro , e entre os 582 indivíduos de 20 a 69 anos analisados encontrou-se 28...

‣ Comportamento da consumidora de baixa renda na compra de vestuário em lojas de rua

SALLES, Odair Gomes
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Tese ou dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.2029%
SALLES, Odair Gomes. Comportamento da consumidora de baixa renda na compra de vestuário em lojas de rua. 2011. 118f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Municipal de São Caetano do Sul, São Caetano do Sul, 2011.; Obter sucesso no mercado de baixa renda requer que as lojas consigam conciliar as diversas necessidades e expectativas das consumidoras. Esse estudo teve como objetivos caracterizar as expectativas das consumidoras de baixa renda em relação ao atendimento durante o processo de compra de roupas no varejo na Rua Oriente; conhecer a opinião das consumidoras sobre como deve ser um bom atendimento; identificar os aspectos que as consumidoras consideram inadequados nos vendedores e que gostariam que fossem modificados. Para tal, realizou-se uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa com entrevistas em profundidade. A amostra foi não-probabilística por interceptação das respondentes nas saídas das lojas. Os resultados mostraram que os vendedores precisam ser mais educados, permitindo que a cliente sinta-se mais à vontade; os vendedores não estimulam a empatia e são apontados como: ignorantes, antipáticos e grosseiros; precisam ser profissionais, prestativos e úteis. As consumidoras de baixa renda mostram-se preocupadas com a pressão exercida pelos vendedores para ”empurrar” os produtos...

‣ Trajetórias da população de baixa renda no mercado de trabalho metropolitano brasileiro; Comunicados do Ipea 114 : Trajetórias da população de baixa renda no mercado de trabalho metropolitano brasileiro

Acioly, Luciana; Santos, James Richard; Calixtre, André; Abrahão, Jorge
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
68.02323%
Neste Comunicado apresenta-se um conjunto sintético de informações sistematizadas e mais atualizadas a respeito da trajetória dos últimos nove anos da população de baixa renda no Brasil metropolitano. Com as informações primárias geradas pelo IBGE, por meio da Pesquisa Mensal de Emprego, tornou-se possível acompanhar a evolução desse grupo entre os anos de 2002 e 2011. Como indicador de baixa renda, utilizou-se a linha de até meio salário mínimo mensal de rendimento médio familiar per capita, para os meses de julho de cada ano. Em conformidade com a linha editorial dos Comunicados do Ipea, o atual antecipa alguns dos resultados principais de estudos em andamento na instituição. A sua realização, como de praxe, contou com a participação de um coletivo de servidores do Instituto.; 10 p. : il.

‣ CONSUMIDORES DE BAIXA RENDA E COMPRAS ON-LINE: RECEIOS EM CONSUMIR PELA INTERNET; CONSUMIDORES DE BAJA RENTA Y COMPRAS ON-LINE: TEMORES AL CONSUMIR POR INTERNET; LOW INCOME CONSUMERS AND ONLINE SHOPPING: APPREHENSIONS IN CONSUMING THROUGH THE INTERNET

Dias, Juan Pablo da Silva; Hemais, Marcus Wilcox
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.10937%
O maior acesso de consumidores de baixa renda à internet os leva a utilizar a rede virtual para buscar entretenimento, educação e relacionamentos. O consumo on-line, entretanto, ainda é envolto de desconfianças. O presente trabalho tem como objetivo analisar os motivos pelos quais a população de baixa renda tem receios em realizar compras on-line. Para isso, entrevistas em profundidade foram realizadas com 23 consumidores de baixa renda. A partir dos dados coletados, percebe-se que a internet é um meio visto pelos entrevistados como sendo, especialmente, de lazer e entretenimento. Comprar on-line ainda é uma tarefa que receiam, por diferentes motivos. Inicialmente, pode-se apontar a preferência por consumir em lojas físicas, pois nelas os consumidores podem tocar nos produtos desejados, aproveitar a ida à loja como um momento de prazer e interagir com vendedores, que os ajudam em suas escolhas. Os receios em comprar pela internet também são influenciados pela visão dos entrevistados de que sites não são seguros, pois oferecem ameaças, tais como vírus ou roubo de informações pessoais. Além disso, acreditam que lojas na internet não são compromissadas com seus clientes, pois permitem que ocorram problemas na entrega de mercadorias...