Página 1 dos resultados de 353 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

‣ Caracterização bioquímica e biofísica da enzima β-glicosidase Bgl1 de Aspergillus niger e avaliação de potenciais biomassas para produção de bioetanol; Biochemical and biophysical characterization of the enzyme β-glucosidase Bgl1 from Aspergillus niger and evaluation of potential biomasses for bioethanol production

Lima, Marisa Aparecida de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
A busca por novas tecnologias que visam à produção de biocombustíveis renováveis, especialmente bioetanol e outros biomateriais, tem se intensificado nos últimos anos. Há um interesse mundial crescente na limitação dos impactos ambientais e mudanças climáticas através da substituição de produtos petroquímicos por análogos ambientalmente corretos, a fim de alcançar uma economia mais sustentável. Além disso, as plataformas biorrefinarias lignocelulósicas necessárias para a produção de bioetanol representam uma oportunidade de estimular novos mercados para o setor agrícola e aumentar os empregos locais, contribuindo para o desenvolvimento das economias emergentes. No entanto, a maioria dos processos de conversão são baseados no conhecimento empírico, exigindo estudos mais aprofundados sobre os fatores envolvidos na hidrólise enzimática da celulose, tais como características biomassas, a otimização da etapa de pré-tratamento, bem como das atividades das enzimas e seus mecanismos de ação. Assim, com o objetivo de contribuir para a viabilização e implantação das tecnologias de produção do etanol lignocelulósico, na primeira parte deste trabalho de doutorado, foi realizada a purificação da β-glicosidase do fungo Aspergillus Níger (NaBgl1)...

‣ Produção de bioetanol pelo consórcio com Zymomonas mobilis e Candida tropicalis em hidrolisado ácido da casca de soja (Glycine max)

Trinca, Natália Righetti Rocha
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f. : il. color., gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.694937%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos - IBILCE; A produção de bioetanol de segunda geração vem sendo muito estudada, uma vez que além de poder substituir combustíveis fósseis, este biocombustível auxilia na redução de resíduos industriais, agrícolas e florestais que são descartados inadequadamente no ambiente. Portanto, o objetivo deste trabalho foi produzir bioetanol utilizando o hidrolisado ácido de casca de soja pelo consórcio formado por Zymomonas mobilis e Candida tropicalis. Foram realizados experimentos de hidrólise com ácido sulfúrico na concentrações de 0,5 a 5% (v/v). Como padronização para a hidrólise foi aplicada 1,5% (v/v) e 15 minutos de aquecimento. A maior produção de bioetanol para a bactéria Z. mobilis foi em meio de cultura utilizando-se glicose tanto na fermentação com 24 horas quanto na fermentação com 72 horas. Esta produção foi de 25,7 mg/mL e 25,4 mg/mL, respectivamente. Para a levedura C. tropicalis a maior produção foi de 38,1 mg/mL em meio de cultura com hidrolisado sem desintoxicação. Para fermentação de 24 horas a maior produção de bioetanol foi de 30,3 mg/mL em meio de cultura semissintético. Com a aplicação do consórcio...

‣ Simulação de colunas de destilação convencional, extrativa e azeotropica no processo de produção de bioetanol atraves da modelagem de não equilibrio e da modelagem de estagios de equilibrio com eficiencia; Simulation of convencional, extrative and azetropic distillation for biothanol production process using nonequilibrium model and equilibrium stage model with efficiency

Tassia Lopes Junqueira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.630771%
No Brasil, o bioetanol é usado para substituir a gasolina, compondo uma porcentagem desta ou sendo usado como combustível alternativo. Esta tendência de substituição dos combustíveis fósseis vem se fortalecendo em âmbito global, sendo necessárias, portanto, alternativas e propostas que viabilizem o aumento da produção de forma economicamente e ambientalmente sustentável. Neste contexto, a otimização energética do processo de separação do bioetanol visa à disponibilização de bagaço de cana-de-açúcar, usado como combustível na geração de vapor de processo, para a produção de bioetanol através do processo de hidrólise. Para tanto, inovações ao processo são essenciais e melhoramento na representação de modelos torna-se necessário para estudos e avaliações. Neste trabalho, simulações da etapa de destilação para a produção de álcool hidratado assim como da etapa de desidratação do bioetanol foram realizadas utilizando o simulador Aspen Plus®. Visando um estudo dentro de um cenário mais realista, a modelagem de estágios de não equilíbrio foi utilizada para prever o comportamento das colunas de destilação envolvidas. Além disso, o uso da correlação de Barros e Wolf para a determinação de eficiência na modelagem de estágios de equilíbrio em colunas de destilação foi avaliado. A comparação entre as modelagens de estágios de equilíbrio e não equilíbrio para as destilações convencional e extrativa indicou que a associação da correlação de eficiência de Barros e Wolf à modelagem de estágios de equilíbrio fornece predições satisfatórias tendo como referência a modelagem de estágios de não-equilíbrio. Para a destilação azeotrópica...

‣ Trajetórias tecnológicas na etapa de hidrólise enzimática para a produção de bioetanol de 2ª geração; Technological trajectories in enzymatic hydrolysis for 2nd generation bioethanol production

Thays Gonçalves de Lima Murakami
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.785522%
A pesquisa tem por objetivo investigar as trajetórias tecnológicas que estão se formando na etapa de hidrólise enzimática para a produção de bioetanol de 2ª geração (também denominado bioetanol lignocelulósico). A escolha do bioetanol lignocelulósico como tema geral dessa tese mostra-se pertinente, haja vista que sua produção ainda se encontra em estágio inicial de desenvolvimento, criando oportunidade principalmente para países em desenvolvimento, que podem adequar suas políticas energéticas às especificidades locais (a partir da escolha de matérias-primas abundantes internamente a serem usadas como biomassa) e minimizar sua dependência de fontes fósseis. Particularmente o Brasil pode se beneficiar da produção de bioetanol lignocelulósico partindo do conhecimento e da infraestrutura já aplicados à produção de bioetanol da cana. A motivação para a seleção da etapa de hidrólise como tema específico está no fato de que esse processo ainda carrega muitas incertezas, não havendo tecnologia(s) líder(es) ou trajetória(s) dominante(s). Ao contrário, há um conjunto de rotas tecnológicas possíveis que precisam mostrar sua viabilidade técnica e econômica para se tornarem ideais. O estudo da rota enzimática...

‣ Produção de bioetanol: efeito da concentração da fonte de carbono

Tróia, Ana Jorge Ferreira Senos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
O licor de cozimento ao sulfito ácido de madeira folhosa, o HSSL (Hardwood Spent Sulphite Liquor), é um subproduto da indústria papeleira e uma matéria-prima adequada para a produção de bioetanol de 2ª geração, pois é rico em monossacarídeos, nomeadamente xilose. Contudo também contém compostos, como o ácido acético e diversos fenólicos, que exercem efeitos inibitórios em alguns microrganismos. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi o estudo da concentração da fonte de carbono na produção de bioetanol pela levedura Scheffersomyces stipitis. Para se conseguir estudar a influência da composição do substrato na produção do bioetanol, foram inicialmente efetuadas oito fermentações variando as concentrações de xilose e glucose entre 10, 20, 30 e 40 g/L e 0 e 5 g/L respetivamente. A concentração de ácido acético foi mantida nas 4g/L. Nos ensaios com 40 g/L de xilose obteve-se a maior concentração de etanol, 17, 3 g/L, a produtividade máxima de etanol, 0,477 g/L.h e o maior rendimento produto/substrato, 0,390 g/g. A taxa específica de crescimento mais elevada foi obtida num dos ensaios com 30 g/L de xilose, 0,124 h-1. Numa segunda fase do trabalho realizaram-se três fermentações com concentrações fixas de xilose...

‣ Bioethanol production from a sub-product of pulping industry; Produção de bioetanol a partir de um subproduto da indústria papeleira

Pereira, Susana Raquel de Sousa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
A vida da sociedade atual é dependente dos recursos fósseis, tanto a nível de energia como de materiais. No entanto, tem-se verificado uma redução das reservas destes recursos, ao mesmo tempo que as necessidades da sociedade continuam a aumentar, tornando cada vez mais necessárias, a produção de biocombustíveis e produtos químicos. Atualmente o etanol é produzido industrialmente a partir da cana-de-açúcar e milho, matérias-primas usadas na alimentação humana e animal. Este fato desencadeou o aumento de preços dos alimentos em todo o mundo e, como consequência, provocou uma série de distúrbios sociais. Os subprodutos industriais, recursos independentes das cadeias alimentares, têm-se posicionado como fonte de matérias-primas potenciais para bioprocessamento. Neste sentido, surgem os subprodutos gerados em grande quantidade pela indústria papeleira. Os licores de cozimento da madeira ao sulfito ácido (SSLs) são uma matériaprima promissora, uma vez que durante este processo os polissacarídeos da madeira são hidrolisados originando açúcares fermentáveis. A composição dos SSLs varia consoante o tipo de madeira usada no processo de cozimento (de árvores resinosas, folhosas ou a mistura de ambas). O bioprocessamento do SSL proveniente de folhosas (HSSL) é uma metodologia ainda pouco explorada. O HSSL contém elevadas concentrações de açúcares (35-45 g.L-1)...

‣ Potencial de redução de emissões de GEE do bioetanol: contributo da análise de ciclo de vida da beterraba sacarina e do cardo como fontes de biomassa nacionais

Gomes, Bruno Miguel da Silva
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.745154%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Gestão e Sistemas Ambientais; Actualmente, os biocombustíveis têm sido apontados como uma alternativa promissora aos combustíveis fósseis na actividade de transporte de passageiros e mercadorias, principalmente no quadro de controlo e redução de emissões de gases com efeito de estufa. Com o objectivo de redução da dependência energética do exterior, Portugal deve garantir a inclusão de 10% de biocombustíveis no sector dos transportes, usando como fontes de biomassa culturas energéticas de origem nacional. A presente dissertação tem como objectivo a avaliação do potencial de incorporação do bioetanol em Portugal como substituto da gasolina, usando a beterraba sacarina e o cardo como fontes de biomassa. Numa primeira fase, é feita a avaliação do potencial de redução de emissões de gases com efeito de estufa do bioetanol, através de uma análise integrada do seu ciclo de vida. Posteriormente, é feita uma identificação e avaliação de possíveis medidas de mitigação das emissões de gases com efeito de estufa, associadas a todo o ciclo de vida do bioetanol. A partir deste trabalho conclui-se que a produção de bioetanol a partir da beterraba sacarina e do cardo contribui para a redução da emissão de gases com efeito de estufa no sector dos transportes. Usando a beterraba como fonte de biomassa...

‣ Produção de bioetanol a partir de materiais lenho-celulósicos de sorgo sacarino: revisão bibliográfica

Quilhó, Luís Filipe Trindade Levita
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.630771%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia; O bioetanol de 2ª geração apresenta-se como uma alternativa aos biocombustíveis de 1ª geração, uma vez que é produzido a partir de materiais cuja utilização não compete com o uso humano ou animal. Por esse motivo, assumem cada vez mais importância os materiais lenho-celulósicos como matéria-prima para obter os açúcares necessários ao processo de fermentação. O sorgo sacarino é uma planta que apresenta boas características de adaptabilidade a vários climas e tipos de solos e, além do facto de ser uma cultura rica em açúcar, o bagaço,resíduo produzido após a extracção dos açúcares, pode constituir uma fonte de materiais lenho-celulósicos para a produção de bioetanol. Na presente dissertação foram analisados os resultados obtidos por vários trabalhos, cujo objecto de estudo foi o bagaço de sorgo sacarino, submetendo-o aos processos de prétratamento, hidrólise e fermentação. Foi possível identificar resultados de conversão de cerca de 99% de celulose em glicose, após pré-tratamento alcalino, e uma taxa de recuperação total de açúcares (glicose e xilose) de 90%, após pré-tratamento com água líquida sobreaquecida. Em termos de resultados de fermentação...

‣ Produção de bioetanol a partir de resíduos industriais de alfarroba: cinética de inibição do etanol para diferentes concentrações do nutriente limitante. Fermentação com recirculação de células livres e células imobilizadas

Rodrigues, Brígida Gonçalves
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.630771%
Dissertação de mest., Engenharia Biológica, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2012; O bioetanol produzido através de resíduos agroindustriais pode ser a resposta que visa solucionar parte das carências de biocombustíveis em Portugal. A alfarroba é um fruto de elevada produção no Algarve, os resíduos que resultam do processamento da alfarroba são uma potencial origem de produção de bioetanol de segunda geração. Para que a produção de bioetanol seja considerada rentável os custos de produção devem ser mantidos o mais baixos possível. Para abordar esta problemática foram realizados ensaios que determinassem qual a concentração de açúcares totais ótima para a produção de bioetanol. Foram testadas várias concentrações de açúcares de totais (20, 50, 100, 150, 200, 250, 300 e 350 g/L) utilizando extrato de alfarroba como fonte de carbono. A concentração de açúcares totais que apresentou melhor relação de rendimentos foi a 250 g/l com rendimentos próximo do teórico. Foi estudada a capacidade de recirculação celular por parte da levedura Saccharomyces cerevisiae F13A na sua forma livre realizando para tal 2 recirculações celulares. Foi possível observar que as recirculações não variam profundamente o rendimento etanol em relação ao substrato e aumentam as produtividades máximas de etanol. Verificou-se a capacidade de imobilização da levedura em quatro matrizes diferentes...

‣ Produ????o de bioetanol a partir de res??duos celul??sicos da agroind??stria do arroz

Furlan, Valcenir J??nior Mendes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
Disserta????o(mestrado)- Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Engenharia e Ci??ncia de Alimentos, Escola de Qu??mica e Alimentos, 2009.; As atuais pol??ticas ambientais buscam redu????o no consumo energ??tico e no despejo de res??duos ao meio ambiente, atrav??s do desenvolvimento de alternativas ligadas a fontes renov??veis. O aproveitamento de res??duos agroindustriais como a palha e a casca de arroz para gera????o de energia, apresentam elevado potencial, visto que s??o constitu??dos principalmente de carboidratos polimerizados, os quais podem ser utilizados como mat??ria-prima para a produ????o de bioetanol, j?? que na forma macromolecular n??o s??o assimil??veis nos processos fermentativos. O presente trabalho teve como objetivo estudar a produ????o de bioetanol utilizando palha e casca de arroz atrav??s de hidr??lise ??cida e enzim??tica seguida de fermenta????o. Na sacarifica????o ??cida das mat??rias-primas foram avaliados o efeito da temperatura de rea????o (72 a 128??C) e concentra????o de substrato (0,2 a 5,8%, p/v) na convers??o de a????cares indiretamente para diretamente fermentesc??veis utilizando como agente catalisador H2SO4 (72%, p/p), empregando um planejamento composto central ortogonal...

‣ Certificação de parâmetros eletroquímicos no desenvolvimento de material de referência de bioetanol

Ribeiro, Carla de Matos; Sobral, Sidney Pereira; Dias, Júlio Cesar; Gonçalves, Mary Ane; Borges, Paulo Paschoal; Gonzaga, Fabiano Barbieri; Fraga, Isabel Cristina Serta
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
1 f. :il.; O uso do bioetanol como combustível (álcool etílico anidro combustível) no Brasil vem ressurgindo ao longo dos últimos anos devido ao seu importante papel como fonte de energia alternativa, renovável e menos poluente, contribuindo para a economia do País. Para garantir a qualidade do bioetanol e sua competitividade no mercado externo, é necessário que as medições analíticas dos parâmetros de qualidade do produto¹ apresentem rastreabilidade e confiabilidade, obtidas através da utilização de materiais de referência certificados (MRC)² para a validação das metodologias de análise. O presente trabalho objetiva mostrar um dos MRC de bioetanol desenvolvido no Laboratório de Eletroquímica do Inmetro, de acordo com a ISO Guide 35³, e ora disponível para a sociedade.

‣ Estudio del proceso productivo de bioetanol a partir de residuos de eucaliptus pre-tratados con distintos iónicos

Martínez Bocaz, Loreto Alejandra
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.630771%
Ingeniera Civil en Biotecnología; Los combustibles fósiles son cada vez más escasos y la contaminación ambiental sigue en aumento, por lo que es imprescindible la búsqueda de nuevas fuentes de energía. Una alternativa es la producción de bioetanol, la cual se puede realizar a partir de residuos de biomasa forestal, lo que es bastante conveniente para la situación chilena, ya que la industria forestal es una de las más importantes en este país. Este trabajo de memoria consistió en estudiar distintas condiciones del proceso productivo del bioetanol, a partir de residuos de Eucaliptus globulus Labill (eucalipto) como material lignocelulósico. La primera parte de este estudio consistió en utilizar líquidos iónicos protonados (PILs) en la etapa de pre-tratamiento, con condiciones de operación de 30 o 60 minutos a 60, 70, 80 y 90°C. En este caso, se obtuvo pequeños aumentos en el rendimiento de la sacarificación al utilizar acetato de 2-hidroxydietilamonio (2-HDEAA) y lactato de 2-hidroxyetilamonio (2-HEAL) en el pre-tratamiento. El mejor resultado se obtuvo con 2-HEAL a 70°C, durante 30 minutos, aunque este rendimiento no supera el 4%. En la segunda parte de este estudio, se analizaron distintas condiciones de operación en la etapa de pre-tratamiento...

‣ Evaluación de pretratamiento con líquidos iónicos próticos para la producción de bioetanol de segunda generación

Cortés Sordo, Trinidad de la Luz
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.694937%
Ingeniera Civil Químico; Debido al agotamiento de las reservas de combustibles fósiles y la creciente demanda de consumo, al cambio climático producido por los gases de efecto invernadero y al cada vez mayor interés de los países de independizarse energéticamente, es que surge la motivación para el estudio de nuevas fuentes de energías no convencionales, como los biocombustibles. Por su parte, el bioetanol de segunda generación proviene de biomasa lignocelulósica, donde las fibras de celulosa están contenidas en una matriz de lignina y de hemicelulosa, lo que requiere de un pretratamiento que permita el acceso de las enzimas al material. Este trabajo se basó en el pretratamiento con Líquidos iónicos (LI), que son sales que se encuentran en estado líquido a temperatura ambiente y que están compuestos únicamente por iones. Los PILs (líquidos iónicos próticos) se diferencian de los AILs (líquidos iónicos apróticos) en que los primeros presentan un protón disponible para realizar el mecanismo de acción y disolver la celulosa. El objetivo general de este trabajo es evaluar el proceso de producción de bioetanol de segunda generación pretratada con Líquidos iónicos próticos (PILs). Como objetivos específicos...

‣ Selección de Condiciones de Fermentación de Residuos de Lenga para la Producción de Bioetanol

Niklitschek Contente, Tomás Andrés
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.545908%
El bioetanol es uno de los biocombustibles líquidos con mayor potencial para sobrellevar el agotamiento y sobreutilización del petróleo como principal carburante a nivel mundial. El presente trabajo estudia la estrategia Sacarificación y Fermentación Simultáneas (SSF) como la principal tecnología de fermentación que permite aumentar la producción de bioetanol a partir de residuos forestales, específicamente de la especie Nothofagus pumilio también conocida lenga. El estudio comprendió una primera etapa en donde se identificaron los parámetros críticos que afectan el rendimiento de etanol al utilizar la estrategia SSF. En una segunda etapa, se realizó un trabajo experimental sobre éstas y se determinaron las mejores condiciones de operación. El factor que mostró tener un efecto más significativo en el rendimiento de etanol correspondió al tipo de pretratamiento utilizado: ácido sulfúrico diluido (ASD 0,75%) versus el líquido iónico (LI) 1-etil-3-metiImidiazol cloro ([EMIM]Cl). Los resultados obtenidos mostraron que la mayor concentración de etanol, 10,4 g/l, fue alcanzada usando una fracción sólida al 9% p/v del material pretratado con el líquido iónico [EMIM]Cl. Se utilizó la levadura S. cerevisiae cepa Red Star como microorganismo fermentador...

‣ Identificación y clonación de glicosil hidrolasas para uso en producción de bioetanol

Guerrero Adaros, Alejandra Natalia
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.694937%
La hidrólisis de celulosa a azúcares fermentables es una de las etapas clave que deben ser optimizadas para disminuir el costo de producción de bioetanol producido a partir de lignocelulosa, materia prima abundantemente disponible en Chile en desechos agrícolas y forestales. La hidrólisis de celulosa es catalizada por enzimas celulasas, pertenecientes al grupo de las glicosil hidrolasas. Este Trabajo de Memoria de Título tiene como objetivo la identificación y clonación de glicosil hidrolasas, con énfasis en enzimas potencialmente útiles en procesos de producción de bioetanol. La estrategia general de trabajo consistió en la identificación y selección de cepas capaces de degradar celulosa cristalina, a las cuales se dirigió un método de obtención de fragmentos de DNA codificantes de glicosil hidrolasas, enfocado a la actividad exoglucanasa. Un análisis in sílico de la secuencia de los fragmentos de DNA obtenidos indicó que se obtuvieron fragmentos de genes con actividades putativas β-1,3(4)-glucanasa y α-glucosidasa provenientes de cepas de Lentinula edodes y Peniophora gigantea, respectivamente. Estos resultados poseen altos niveles de confianza (con e-values del orden de 10-9 y 10-30, respectivamente). El fragmento correspondiente a la β-1...

‣ Estudio Técnico y Económico de Alternativas de Producción de Bioetanol y Coproductos de Biorefinería a Partir de Residuos Forestales en Chile

Díaz Pérez, Diego Fernando
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.694937%
Los biocombustibles son una alternativa a los combustibles derivados del petróleo. En particular, el bioetanol podría reemplazar en forma parcial el uso de la gasolina, sin modificaciones a los motores y con la ventaja de ser renovable y tener un menor impacto ambiental. El proceso de producción de bioetanol a partir de residuos forestales comienza con un pretratamiento de la materia prima mediante diversos métodos que permiten incrementar la eficiencia de la etapa de hidrólisis de la celulosa. A su vez, esta hidrólisis permite obtener glucosa que es fermentable por microorganismos como la levadura Saccharomyces cerevisiae. Como producto de la fermentación se obtiene el etanol, el cual luego debe ser llevado a una pureza del 99,5%. Por otro lado, a partir de corrientes secundarias del proceso se pueden obtener subproductos, lo que se conoce como biorefinería, o también se pueden utilizar para generar energía térmica y eléctrica, lo que se conoce como cogeneración. En el presente trabajo se evaluaron técnica y económicamente diversas alternativas de producción de bioetanol a partir de residuos forestales, variando el pretratamiento de la biomasa y los coproductos obtenidos, con el objetivo de determinar aquella alternativa con mayor potencial económico. Los pretratamientos considerados fueron: explosión a vapor...

‣ Estudio Exploratorio para la Producción de Bioetanol y Co-Productos de Biorefinería, a Partir de Rastrojos de Maíz

Schneuer Finlay, Diego Alejandro
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
37.846409%
El presente trabajo de título tiene como objetivo estudiar, a nivel exploratorio, la viabilidad de la producción de bioetanol y co-productos de biorefinería en Chile, utilizando rastrojo de maíz como materia prima, logrando obtener resultados concluyentes. El aumento del precio del petróleo, sus impactos ambientales y la incertidumbre de su abastecimiento para el futuro, han incrementado la búsqueda de fuentes de energía renovable, más conocidas como Energías Renovables No Convencionales (ERNC). Dentro de las ERNC están los biocombustibles, los cuales se dividen en biodisel, bioetanol y biogás, entre otros. El bioetanol es un biocombustible que puede sustituir a la gasolina, ya que se adapta al actual sistema de transporte, razón por la cual su uso se ha implementado en varios países. La regulación legal en Chile permitiría una mezcla de 5% de etanol con gasolina y el etanol no se vería agravado con el impuesto específico de la gasolina. Actualmente, la producción mundial de etanol proviene principalmente de maíz y caña de azúcar, lo que implicó el aumento del precio de estos alimentos. Para solucionar este problema se está impulsando el desarrollo de tecnologías para producir bioetanol lignocelulósico y se espera que esta tecnología esté completamente disponible el año 2012 en el mundo. Uno de los problemas en la actualidad del bioetanol lignocelulosico es que no es rentable por sí solo y es necesario tener ingresos adicionales para que éste sea rentable. En este informe se desarrolló un estudio técnico...

‣ VARIABLES THAT SUPPORT THE CURRENT PERIOD OF BIOETHANOL PRODUCTION DOI:10.5773/rai.v1i1.637; VARIÁVEIS QUE SUSTENTAM O PERÍODO ATUAL DE PRODUÇÃO DE BIOETANOL DOI:10.5773/rai.v1i1.637

Bragion, Nivaldo; dos Santos, Antônio Carlos
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.745154%
The production of bioethanol in Brazil has received a big boost in recent years. The figures show that production jumped from just over 10 billion liters in the early 2000s to 27.5 billion liters in 2009. In the 1970s, the production of bioethanol had a similar impulse, but fell into crisis after 1986. In the face of this, questions arose: Might the production of bioethanol enter into a crisis similar to that which occurred in the Alcohol Program (Proálcool)? What variables that underpin the current period of bioethanol production are different from those that supported the Alcohol Program? The aim of this paper was to identify variables which, from the perspectives of key players in the chain of bioethanol production in the microregion of Piracicaba-SP, caused the crisis of Proálcool, and to see if there are variables that can sustain the current growth. The research, which was quantitative, was performed with agents that produce and distribute the product. It was found that two variables caused the crisis of the Alcohol Program: "the falling price of oil" and "little international interest in ethanol." And six variables, i.e. "flex-fuel vehicle sales," “agreements to reduce emissions of carbon dioxide to slow global warming that are driving the substitution of gasoline for ethanol...

‣ Bioetanol de cana-de-açúcar: energia para o desenvolvimento sustentável

Brasil. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Org.); CGEE (Org.)
Fonte: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Publicador: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Tipo: Documento de política
Português
Relevância na Pesquisa
37.694937%
316 p.; Composta de nove capítulos, a obra procura cobrir de forma abrangente a temática do uso da cana-de-açúcar como biocombustível. No primeiro capítulo, são apresentados os conceitos de bioenergia e são revisadas sua evolução e a importância na atualidade. O segundo capítulo apresenta o etanol como um combustível veicular e comenta suas propriedades e seu desempenho, além de abordar aspectos econômicos e os requisitos de logística para sua utilização. No terceiro capítulo, descrevem-se os diferentes processos de produção do bioetanol de vegetais que contêm açúcares ou amiláceos. São analisados no quarto capítulo os co-produtos do bioetanol no processamento da cana-de-açúcar, como o açúcar e a bioeletricidade, já no capítulo 5 são tratadas as rotas inovadoras, associadas à hidrólise dos resíduos e à gaseificação; vindo o programa brasileiro de bioetanol, implementado desde 1931 e reforçado a partir de 1975, a ser apresentado no capítulo 6. Por sua evidente importância, a sustentabilidade da produção de bioetanol de cana-de-açúcar, em seus aspectos ambientais, econômicos e sociais, com ênfase na experiência brasileira, é analisada à parte no capítulo seguinte. No oitavo capítulo apresenta-se o potencial global para a produção de biocombustíveis e discutem-se as políticas adotadas para seu fomento...

‣ La bioeconomía, las biorefinerías y las opciones reales: el caso del bioetanol y el azúcar

Brambila-Paz,José de J.; Martínez-Damián,Miguel Á.; Rojas-Rojas,María M.; Pérez-Cerecedo,Verónica
Fonte: Colegio de Postgraduados Publicador: Colegio de Postgraduados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.745154%
Los productos de la bioeconomía que usan materia prima de primera generación tienen un escenario inestable en el precio relativo entre el producto genérico y el diferenciado. Es el caso entre los precios del azúcar y del bioetanol, ambos obtenidos de la caña de azúcar (Saccharum officinarum). El objetivo del presente estudio fue evaluar si un proyecto polivalente que produce azúcar y bioetanol tiene la probabilidad de que en el tiempo el capital valga más que si se hubiera depositado en el banco (costo de oportunidad del capital) en comparación con un proyecto monovalente (producir azúcar o producir bioetanol). La ecuación de Bellman, el movimiento Browniano y el Lema de Ito se emplearon en la determinación de valores críticos y las ecuaciones de Black-Scholes y Merton para la estimación de las opciones reales. El análisis de los resultados muestra que un proyecto polivalente (1.95) es preferible a un proyecto monovalente (azúcar:2.19; bioetanol:1.99) en escenarios de precios inestables ya que el valor crítico es menor. Cuando se tiene la opción real de producir azúcar a bioetanol o viceversa, el valor de la opción real del proyecto aumenta en 6 millones de dólares. Se concluye que una biorefinería que usa materia prima de primera generación como la caña de azúcar debe ser flexible para cambiar los montos de su producción...