Página 1 dos resultados de 116 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Primitivo, naïf, ingênuo: um estudo da recepção e notas para uma interpretação da pintura de Heitor dos Prazeres; Primitivo, naïf, ingênuo: um estudo da recepção e notas para uma interpretação da pintura de Heitor dos Prazeres

D'Avila, Patricia Miranda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.744954%
A proposta da pesquisa consistiu em analisar quatro assuntos pertinentes à compreensão da pintura de Heitor dos Prazeres. Em primeiro lugar, conhecer historicamente o ambiente no qual as obras foram criadas e a relação do artista com o universo do samba carioca, em segundo, recolher análises críticas que atestassem a recepção dessa produção, em terceiro, analisar resquícios ou elementos que comprovem a proximidade da invenção do artista em questão com referências ao imaginário de herança africana que adquiriu expressão no Brasil, definida usualmente como arte afro-brasileira e finalmente, uma análise crítica de algumas obras relevantes produzidas por Heitor, relacionando-as com a produção de arte brasileira contemporânea à do artista em discussão. Para alcançarmos nossos objetivos a contento, recorremos aos acervos da Fundação Bienal (Arquivo Wanda Svevo), do MAC-USP, do MAM SP, do Museu Afro-Brasil, de Heitor dos Prazeres Filho (que gentilmente concedeu-nos entrevista), do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, do Museu Nacional de Belas Artes do Rio, do MAM RJ, do site porta-curtas da Petrobras que tem em seu acervo um valioso documentário com depoimento de Prazeres; além de toda a bibliografia a respeito da natureza de nosso estudo. O resultado é uma análise crítica em relação aos estereótipos relacionados à obra de Heitor...

‣ Guignard e o ambiente artístico no Brasil nas décadas de 1930 e 1940; Guignard e o ambiente artístico no Brasil nas décadas de 1930 e 1940

Ribeiro, José Augusto Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.744954%
A presente dissertação tem como objetivo analisar a obra de Alberto da Veiga Guignard (1896-1962), focalizando especialmente seu percurso nas décadas de 1930 e 1940, período em que ela constituiu alguns de seus aspectos poéticos decisivos um vocabulário lírico ligado ao prosaico e o apreço por uma pintura de superfície. O estudo busca mostrar como esses aspectos sobretudo o lirismo colhido a materiais humildes da vida cotidiana podem estar ligados à proximidade do pintor com os poetas Manuel Bandeira e Murilo Mendes e, de outro modo, também com a imaginação onírica do artista Ismael Nery, que de algum modo dialoga com as paisagens imaginárias que marcam tão fortemente a pintura de Guignard. A dissertação procurou discutir a obra do pintor no quadro do modernismo brasileiro, principalmente no que concerne à questão nacional-popular, presente na pintura de Guignard de modo muito mais sutil e refratado, conforme se argumenta, do que em muitos de seus contemporâneos da geração modernista dos anos 1930.; The following essay has the objective of analyzing the work of Alberto da Veiga Guignard (1896 1962), especially focusing on his 1930s and 1940s trajectory, period on which his works most poetics aspects were constituted a lyric vocabulary linked to the prosaic and the esteem of the surface painting. The study searches how these aspects particularly the lyricism and the humble everyday life material can connect this painter to poets Manuel Bandeira and Murilo Mendes and...

‣ Modernidade, tradição e caráter nacional na obra de Alberto da Veiga Guignard; Modernity, tradition and national character in the work of Alberto da Veiga Guignard

Palhares, Taisa Helena Pascale
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.702136%
A presente tese tem como objetivo analisar as relações entre linguagem moderna, tradição, caráter nacional e lirismo na obra do artista plástico Alberto da Veiga Guignard (1896-1962). Ela visa compreender como se constrói, a partir do aprofundamento de suas fontes e influências, o espaço singular de seus trabalhos. Este se caracteriza, sobretudo, por sua espacialidade ambígua, no limiar entre a profundidade ilusionista da arte tradicional e a planaridade da pintura moderna, constituindo-se como uma das características decisivas de sua produção. Nossa abordagem não propõe um percurso cronológico, ao contrário, procura explicitar como, ao longo de sua carreira, diversos elementos estéticos são reiterados até atingirem um alto poder de síntese em paisagens realizadas do início dos anos 1950 até o final de sua vida. Em primeiro lugar, analisamos como se deu a recepção crítica inicial da obra de Guignard, ainda marcada por uma leitura de viés nacionalista, para destacar suas características decisivas, independentes de sua temática. Em seguida, retornamos a seu período de formação na Europa a fim de elucidar a relação com a produção artística da época. Examinamos também como sua poética dialoga com questões importantes do meio artístico brasileiro das décadas de 1930 e 1940 como...

‣ Contornos do (in)visível: A redenção de Cam, racismo e estética na pintura brasileira do último Oitocentos; Contours of the (in)visible: Redemption of Cham, racism and aesthetics in Brazilian paintings of the nineteenth century

Lotierzo, Tatiana Helena Pinto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
38.050579%
A tela A Redenção de Cam (1895), de autoria de Modesto Brocos é um retrato de família marcado pelas distintas gradações de cor da pele entre seus membros, num movimento clareador que vai do negro (a avó) ao branco (o neto). Vencedora da medalha de ouro na Exposição Geral de Belas Artes de 1895, a pintura foi incorporada ao artigo apresentado por João Batista de Lacerda, diretor do Museu Nacional, no I Congresso Mundial das Raças em 1911, servindo de ilustração à tese do cientista, para quem o Brasil seria branco em três gerações. No mais, o quadro é fruto de um momento pós-emancipação, marcado pela forte adesão ao racialismo na esfera pública e da emergência de uma série de planos quanto ao destino da população de ascendência negra na ordem livre e republicana. A despeito de sua apropriação por Lacerda, a presente dissertação analisa A Redenção de Cam com base da hipótese de que a pintura procura demonstrar sua própria tese sobre o embranquecimento. Argumentamos que a tela concorre para fixar a imagem de um corpo negro branqueador, sobretudo na medida em que procura atribuir forma explícita a uma ideia ainda incerta, tanto aos olhos da ciência, quanto nos debates que ganhavam espaço junto à opinião pública de seu tempo. Logo...

‣ Um povo pacato e bucólico: costume, história e imaginário na pintura de Almeida Júnior

Pitta, Fernanda Mendonça
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.968176%
A tese discute um conjunto de quatro obras do pintor ituano José Ferraz de Almeida Júnior, produzidas entre 1888 e 1897: Caipiras Negaceando, Caipira picando fumo, Amolação Interrompida e Partida da Monção. Procura compreender as principais características dessas obras, examinando-as no seu contexto de produção e recepção. Esforça-se por situá-las tanto em relação ao debate acerca da arte brasileira travado entre meados da década de 1870 e a década de 1890 no Brasil, bem como à produção europeia. Esse exame identifica um tópico central - a filiação às poéticas do realismo/naturalismo, compreendidas, no contexto brasileiro, como estratégia de configuração de uma arte nacional, mas também como esforço de responder a inquietações relativas aos desdobramentos da pesquisa pictórica de tradição europeia: a renovação da pintura de história através da pintura de costumes. Dos aspectos principais dessa discussão, ressalta o papel atribuído - pela crítica e pelo público, em especial paulista - às obras de Almeida Júnior na construção de novas iconografias nacionais. Desenvolve como tese central a interpretação de que o esforço por constituir essa nova visualidade evidencia uma relação complexa com os anseios de auto-representação de uma determinada parcela da sociedade brasileira...

‣ Pintura histórica no Salão do Centenário da Independência do Brasil; Historical painting at Salon of the Centennial of the Brazil Independence.

Vincentis, Paulo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.228997%
O centenário da independência do Brasil, comemorado em 1922, mostrou-se uma oportunidade excepcional para as elites brasileiras exporem projetos de identidade nacional, de predominância europeia, no que diz respeito à cultura, o que inclui considerações racistas, e de manutenção da estrutura social, calcada no capitalismo liberal. O presente trabalho tem por objetivo investigar como tais projetos impactaram as exposições, congressos, e outros eventos comemorativos. A Exposição Internacional e os congressos de História do Brasil e Internacional de Americanistas mostraram um país inserido na economia mundial, buscando os fatos e os personagens fundadores da nacionalidade, interessado em se aproximar dos demais países do continente e que considerava a miscigenação uma aliada para promover o branqueamento da população. O estudo também se volta ao mecenato estatal, cuja intenção de adquirir quatro quadros de assunto histórico, relacionados aos acontecimentos de 1822, estimulou alguns artistas a retomar a produção de tal gênero de pintura, porém algo distanciados dos cânones acadêmicos e incorporando questões e discursos em pauta naquele momento histórico. O juri encarregado selecionou, para aquisição, as obras: Sessão do Conselho de Estado...

‣ Arte enquadrada e gambiarra: identidade, circuito e mercado de arte no Brasil (anos 80 e 90); Framed art and improvisation: identity, circuit and art market in Brazil (80's and 90's)

Bertolossi, Leonardo Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
27.814165%
Essa tese é uma etnografia das ideias, práticas, histórias, memórias, teorias nativas, conflitos, desigualdades, imaginações e experiências de artistas, críticos, curadores, galeristas e colecionadores brasileiros ao longo dos anos 80 e 90. Embora o escopo temporal e espacial oscile, ancoramo-nos nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, e na interseção entre o circuito e o mercado primário de arte contemporânea brasileira nestas décadas. O trabalho aborda diversos temas e problemas acessados através do meu campo em galerias, museus, bienais, bibliotecas, arquivos públicos e privados, cursos de história da arte e depoimentos. Dentre os objetos tangenciados, se destacou: o retorno internacional à pintura, a invenção da geração 80 e sua relação com o mercado; as exposições Primitivism in the Twentieth Century no MoMA, em Nova York, em 1984, e Magiciens de la Terre, no Centre Pompidou, na França, em 1989; a redescoberta do corpo, do eu e da narrativa nos anos 90; a arte abjeta e suas principais exposições internacionais; a Bienal de São Paulo Antropofágica de 1998; a internacionalização da arte brasileira na Europa, Estados Unidos e América Latina; a trajetória e as contendas entre diferentes gerações de galeristas no Brasil; a entrada do empresariado e dos bancos na política cultural; e...

‣ Oswald de Andrade e Tarsila do Amaral: poesia e pintura modernistas

Motta, Sergio Vicente
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 106-123
Português
Relevância na Pesquisa
27.839502%
The objective of the present text is to establish connections between literature and painting through the comparison between Oswald de Andrade’s poem “Longo da Linha” and Tarsila do Amaral’s painting “Palmeiras”, both belonging to the Brazilian Modernist movement Pau-Brasil. To emphasize also the step taken by the two artists, in Modernism, against the previous academicism, C. S. Peirce’s semiotics theory will be used as analytic basis to demonstrate, in Tarsila’s painting, a path towards planarity and stylization to produce quality effects, closer to the shape and the adventure of senses than to symbolization, whilst for Oswald, this same path leads to the presence of visualization as composition factor.; O objetivo deste texto é estabelecer relações entre a literatura e a pintura, por meio da comparação entre um poema de Oswald de Andrade (“Longo da linha”) e uma tela de Tarsila do Amaral (“Palmeiras”), ambos pertencentes à fase Pau-Brasil do movimento modernista brasileiro. Para destacar também o passo dado pelos dois artistas, no Modernismo, em relação ao academicismo anterior, será utilizada a teoria semiótica de C. S. Peirce como embasamento analítico para demonstrar, na tela de Tarsila, um percurso rumo à planaridade e à estilização para produzir efeitos de primeiridade...

‣ Amilcar de Castro : confronto com a matéria; Amilcar de Castro : confrontation with the matter

Elias Perigolo Mol
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.478914%
Este estudo analisa a obra do artista mineiro Amilcar de Castro (1920-2002) e busca as relações existentes entre as suas diferentes produções: o desenho, a pintura, a gravura, sua atuação à frente da reforma gráfica no Jornal do Brasil e o restante de sua produção escultórica.; This study examines the work of artist Amilcar de Castro (1920-2002). It investigates the relationships between his various activities: drawing, painting, printmaking, his role leading the redesign of Jornal do Brasil as well as his sculpture production.

‣ Retratos do Poder : a pintura de retrato setecentista da família real portuguesa no Brasil; Portraits of the Power : eighteenth century portrait painting of the portuguese royal family in Brazil

Breno Marques Ribeiro de Faria
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.749849%
O objetivo desta pesquisa é expandir o entendimento da pintura no Brasil colonial, especificamente a pintura de retrato. Sendo delimitado o foco para abarcar obras nas quais figuram membros da família real portuguesa e os indivíduos estreitamente relacionados a ela, como os vice-reis e governadores. A determinação do objeto de estudo visa selecionar um material privilegiado para observar certas características da cultura setecentista luso-brasileira, nomeadamente a dimensão da pintura de retrato dentro da esfera do poder monárquico absolutista português. A função cultural dessas representações visuais fica mais clara ao serem observadas as condições de demanda e execução das mesmas, bem como, os locais para os quais elas se destinavam. Buscamos reconstituir a circulação das obras para ser possível apreender o desenvolvimento desta retratística, que se origina na metrópole, atravessa o oceano Atlântico, e chega até a América Portuguesa.; The objective of this research is to expand the understanding of painting in colonial Brazil, specifically portrait painting. Being limited the focus to encompass the works which include members of the portuguese royal family and people closely related to it, as the vice-kings and governors. The determination of the object of study aims to select a privileged material to observe certain characteristics of eighteenth-century luso-brazilian culture...

‣ Pintura, historia e herois no seculo XIX : Pedro Americo e "Tiradentes Esquartejado"

Maraliz de Castro Vieira Christo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/11/2005 Português
Relevância na Pesquisa
28.050579%
A tela Tiradentes esquartejado, de Pedro Americo, produzida em 1893, pertencente ao acervo do Museu Mariano Procópio de Juiz de Fora (Minas Gerais -Brasil), representa, em grande formato, o corpo esquartejado do protomártir da República brasileira, executado em 1792 por crime de lesa-majestade, acusado de liderar um movimento pela Independência do Brasil. A leitura iconográfica da tela acentua a gênese de seu processo criativo, identificando a proposta inicial do artista em apresentar Tiradentes esquartejado não como tela isolada, mas compondo uma narrativa sobre a Conjuração Mineira, estruturada na forma de tragédia, enfatizando a fragilidade do movimento. A tela insere-se nos dilemas da criação do panteão nacional republicano, em pleno ocaso da pintura histórica na cultura ocidental. As vicissitudes da produção, circulação e recepção da imagem permitem compreender seu esquecimento por mais de meio século e atualidade. A análise do método de trabalho de Pedro Americo denota o intenso diálogo com a história da arte, assim como o processo de desconstrução dos heróis no conjunto da obra do artista, enfatizando sua consonância com a pintura internacional do final do século XIX e originalidade Resume: La toile Tiradentes écartelé de Pedro Americo...

‣ A catalogação das pinturas a óleo de Eliseu d'Angelo Visconti : o estado da questão; The cataloguing of Eliseu d'Angelo Visconti's oil painting : state of art

Mirian Nogueira Seraphim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.702134%
O pintor Eliseu d'Angelo Visconti (Salerno, Itália, 1866 - Rio de Janeiro, 1944), apesar de ser precursor do modernismo brasileiro, pioneiro do design no Brasil, e ainda decorador de diversos edifícios importantes do Rio de Janeiro, não tem sua obra conhecida nem valorizada na justa medida, como também grande parte dos artistas brasileiros. A catalogação sistemática da obra de um artista é o procedimento que visa sanar essas faltas e também prevenir e combater a falsificação, que progride na medida em que o mercado de artes plásticas no Brasil é insipiente e o conhecimento do seu objeto é precário. Foi feito, então, um levantamento das pinturas a óleo e de cavalete atribuídas a Visconti, num recorte que exclui toda a sua produção de desenho, pinturas em outras técnicas, projetos para as indústrias artísticas e os grandes painéis decorativos. Para definir o estágio de autenticação de cada pintura e ordená-las cronologicamente, foi realizada uma grande coleta de documentos e críticas publicadas por ocasião das muitas exposições que Visconti participou. Além disso, as características individuais do autor - em termos de cor, fatura, desenho e composição - observadas em suas obras de autoria comprovada...

‣ A pintura religiosa de Fulvio Pennacchi (1930-1945); Fulvio Pennacchi's religious painting (1930-1945)

Maria Marta van Langendonck Freitas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.228997%
O presente trabalho tem por objetivo analisar a pintura religiosa de Fulvio Pennacchi realizada entre os anos 1930 e 1945. Primeiramente, estudamos as pinturas religiosas propriamente ditas, realizando uma análise temática e formal. Diante desta análise, examinamos a inserção destas pinturas religiosas no contexto histórico, social e artístico da cidade de São Paulo à época de sua produção. O trabalho preocupa-se em aprofundar três questões principais: os temas religiosos abordados por Pennacchi; a influência do Trecento e do Quattrocento nas pinturas religiosas de Pennacchi; a presença das pinturas religiosas de Pennacchi nos anos 1930-1945 e no ambiente artístico paulistano desta época.; The purpose of the present work is to analyze the religious painting of Fulvio Pennacchi produced between the years 1930 and 1945. First, we analyze the religious paintings themselves, regarding their theme and form. Given this analysis, we examine the presence of these religious paintings in the historical, social and artistic context of the city of São Paulo at the time of their production. The work is concerned with three main issues: the religious themes addressed by Pennacchi; the influence of the Trecento and Quattrocento in Pennacchi's religious paintings; the presence of Pennacchi's religious paintings in the years 1930-1945 and in São Paulo's artistic context of these years.

‣ O Passeio Público do Rio de Janeiro na Literatura, na Pintura e na Fotografia do Século XIX; The Passio Público of Rio de Janeiro in 19th Century Literature, Painting Photography

Aragão, Solange de; Sandeville Júnior, Euler
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.589587%
Este artigo tem como objetivo geral e mais amplo chamar a atenção dos pesquisadores para a importância da literatura, da pintura e da fotografia como fontes documentais para a construção da História do Paisagismo no Brasil por meio de um estudo de caso muito particular: o Passeio Público do Rio de Janeiro no século XIX. São objetivos específicos apresentar e analisar o modo como esse espaço livre público aparece na literatura, na pintura e na fotografia desse período, considerando suas transformações paisagísticas.; This article has as its main and more general objective catch researcher’s attention to the role of literature, painting and photography as documental resources for the construction of Brazilian Landscape Architecture History, by means of a very particular case study: the Passeio Público of Rio de Janeiro in the 19th century. As specific objectives we have the analysis and presentation of this open space in literature, painting, and photography from this period, taking into account its landscape architectural transformation.

‣ ; O Moderno antes do Modernismo: paradoxos da pintura brasileira no nascimento da República

Simioni, Ana Paula Cavalcanti; Stumpf, Lúcia K.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.228997%
O presente artigo discute a especificidade da pintura brasileira produzida durante a Primeira República (1889-1930), a qual não pode ser compreendida nem como uma continuidade harmônica em relação à tradição herdada pelo Império e nem mediante o rótulo de “pré-moderna”. A partir da interpretação de duas telas, Os descobridores, de Belmiro de Almeida, e Fundação da cidade de São Paulo, de Antônio Parreiras, pretende-se examinar os sentidos políticos e culturais particulares que as obras engendram, os quais emanam dos momentos e condições específicos de sua produção, bem como da relação crítica que possuem para com a tradição acadêmica no país.; The present article discusses the specificity of the Brazilian painting produced during the First Republic (1889-1930), which cannot be understood as a harmonic continuity in relation to the tradition inherited by the Empire, nor be labeled as “pre-modern”. Through the interpretation of two paintings, Os descobridores, by Belmiro de Almeida, and Fundação da cidade de São Paulo,by Antônio Parreiras, we set out to examine the specific political and cultural meanings that these works generate, which emanate from a certain moment and condition of their production...

‣ ; A natureza-morta eloquente de Agostinho José da Motta: belas-artes e literatura no Segundo Reinado

Squeff, Letícia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.839502%
The Brazilian art of the 19th century was accused by some historians of not being committed with the specificity of the independent nation. I will show that painting, as the literature of the period, was largely influenced by travelers and authors of different Travel Writing on Brazil. Also still-life painting produced by artists like Agostinho da Motta was inspired by artists like Eckhout or Debret. Thus, I’ll shed light on the relationship between literature and painting in the 19th century Brazil, and on the role of the arts in the construction of a Brazilian Iconography as well.; Uma acusação recorrente à arte brasileira do século XIX é que ela não se comprometeu com a especificidade da nação independente. A intenção deste texto é mostrar que os artistas participaram ativamente do processo de construção de uma cultura definida como brasileira. Também a pintura de natureza-morta partiu de modelos inspirados nas representações feitas pelos viajantes. Trata-se de mostrar, assim, não apenas as íntimas relações entre literatura e pintura no Oitocentos brasileiro, como também, e principalmente, o papel que as artes tiveram na fixação dos valores e símbolos associados à ideia de brasilidade durante o Império.

‣ Notas sobre a obra A Pátria (1919), de Pedro Bruno; Notes on the painting A Pátria (1919), by Pedro Bruno

Taddei, Angela Maria Soares Mendes
Fonte: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP. Publicador: Centro de Preservação Cultural. Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.702136%
Este artigo tratará de um símbolo nacional inequívoco, a bandeira republicana brasileira, desenhada por Décio Villares e retratada por um pintor acadêmico da primeira metade do século 20. O ponto de partida de nossa reflexão será a obra A Pátria, composição em óleo sobre tela, pintada em 1919 por Pedro Bruno e exposta na mostra permanente do Museu da República, no Rio de Janeiro. Começaremos por reportar as circunstâncias sócio- históricas que, no início da República, testemunharam as batalhas simbólicas a respeito da adoção de uma bandeira nacional francamente positivista. O quadro A Pátria será abordado na sua dupla condição de signo icônico, vinculado à representação mimética do mundo, e de signo museológico, orientado para a consagração mnemônica. Uma análise formal da obra buscará responder à nossa pergunta maior: em que medida as representações da nação, construídas por alguns intérpretes do Brasil, são explicitadas ou esquecidas pelo discurso iconográfico em questão? Ou, dito de outro modo: haverá correspondências ou discordâncias entre os tradicionais narradores da palavra e este narrador da imagem em particular?; This article will focus on an unequivocal national symbol, namely the republican Brazilian flag...

‣ Mário de Andrade: percurso crítico de Anita a Vieira da Silva;

Aguilar, Nelson Alfredo
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Brasileiros
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1989 Português
Relevância na Pesquisa
47.83304%
A tomada de consciência do problema do espaço é e foi sempre o problema fundamental da pintura na sáculo XX. Pergunta-se de que maneira esta questão do espaço, que se colocou tão claramente na Europa, pôde se repetir no Brasil, onde a situação não se prestava à uma reflexão trórica da parte de pintores-pedagogos pertencentes à modernidade. Estudos preliminares sobre a estada de Vieira da Silva na Brasil (1940/47) mostraram o caminho. Comparando as obras de Vieira da Silva anteriores às que produziu durente os sete anos de sua estada no Brasil, é possível captar de uma parte a incidência de sua arte sobre a pintura brasileira e de outra a incidência desta pintura sobre a obra de Vieira da Silva.; Gaining consciousness of the problem of space is -- and always has been -- a fundamental issue of 20th century painting. Our question is how the issue of space, which has so clearly stated in Europe, could have also become important in Brazil, a context not included toward theoretical reflection on the part of painter-pedagogues that belongued to modernity. Preliminary studies on Vieira da Silva's stay in Brazil (1940/47) showed us a way of answering this question. By comparing what she produced before her arrival to that done during her stay...

‣ Imagens do camponês na pintura brasileira: o sertanejo de Carlos Chambelland; Images of the peasant in the Brazilian painting: sertanejo of Carlos Chambelland

Valle, Arthur; Instituto Superior de Educação/ Fundação de Apoio a Escola Técnica
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.264229%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2008v15n19p77Após uma temporada no Estado de Pernambuco, o pintor e ilustrador fluminense carlos Chambelland (1884 - 1950), julgando ali ter encontrado a própria essência da cultura brasileira, começou a produzir uma s´rie de quadros que figuravam os tipos humanos do sertão nordestino, os seus modos de vida e o seu ambiente. No presente artigo, procurando compreender melhor esses quadros "sertanejos" de Chambelland, analisamos como eles dialogaram com as tendências regionalistas que marcaram as artes plásticas brasileiras desde meados do séculoXIX e se inseriram no debate mais amplo a respeito da identidade cultural brasileira, uma das preocupações proeminentes nos círculos intelectuais da Primeira República.; After a season in the State of Pernambuco, the painter and illustrator Carlos Chambelland (1884-1950), judging to have finded the true essence of the Brazilian culture, began to produce a series of pictures that figured the human types of the northeastern hinterland, its ways of life and environment. In the present article, trying to better understand these pictures of Chambelland, we analyze their dialog with the regionalist trends that marked the Brazilian visual arts since the mid-19th century XIX and how they were inserted in the debates concerning the Brazilian cultural identity...

‣ Almeida Júnior: the sun in the middle of the way

Naves,Rodrigo
Fonte: Novos Estudos - CEBRAP Publicador: Novos Estudos - CEBRAP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.478914%
Focusing the painting "Caipira picando fumo" [Peasant cutting tobacco], this article analyses the work of the Brazilian painter Almeida Júnior (1850-1899). The author discusses the way the artist depicted the social environment, nature, human types and regional peculiarities. He then questions the idea of nationality in Junior’s work, marked by instabilities of form which carry on a dialogue with the critical tradition of Naturalist determinism.