Página 1 dos resultados de 18 itens digitais encontrados em 0.038 segundos

‣ Fruticultura, emprego e migração : o caso da região de Petrolinas-PE e Juazeiro-BA; Fruits, employment and migration : the case of region of Petrolinas-PE and Juazeiro-BA

Monica Aparecida Tomé Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
81.77706%
Este trabalho remete a relação entre a dinâmica econômica e demográfica em um subespaço dinâmico, constituído por municípios que foram palco de ações e estratégias governamentais, sob uma nova óptica da questão regional por parte do Estado, localizados na Região Nordeste do Brasil, no período entre 1990 e 2000. A proposta foi analisar as características sócio-econômicas e demográficas desse subespaço nordestino, considerando a estruturação histórica e econômica dessa área dinâmica e as principais funções exercidas pelos municípios, a partir dos fluxos migratórios e a evolução do emprego na região. A escala espacial de análise é uma região constituída por 16 municípios, cujos principais municípios são Petrolina - PE e Juazeiro - BA. O recorte temporal, inicia na década de 1990 e vai até meados de 2000, sendo que aspectos anteriores e posteriores a este período foram incorporados, utilizando os censos demográficos de 1970, 1980 e 2010, além de informações da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS, Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados - CAGED, e ainda as séries históricas do Produto Agrícola Municipal - PAM. É importante ressaltar que a abordagem utilizada no estudo da estruturação histórica e econômica...

‣ Clipping 2015-01-Janeiro

UFSC, Agecom
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Imagem
Português
Relevância na Pesquisa
81.80838%
Clipping de 01,02, 03, 04 e 05/01/2015: Simulação de transporte aéreo / Infarto / Aeroporto Internacional Hercílio Luz / IHC / Gabriel Gustavo / Longo / Testes / UTI Cardiológica / UTI Geral / Salas de cirurgia / UFSC / Fundação Getúlio Vargas / São Paulo / Equipamentos / Livros / Irmandade / Senhor dos Passos/ Hospital / Santa Catarina / Irmandade do Senhor Jesus dos Passos / Nereu do Vale Pereira / Memorial Histórico da Irmandade do Senhor Jesus dos Passos / Henrique da Silva Fontes / Universidade Federal de Santa Catarina / Polydoro Ernani de São Thiago / Curso de medicina / Incêndio / Senhor dos Passos / Protetor de Florianópolis / Moacir Pereira / Insular / Imperial Hospital de Caridade / Christina Elisa Baumgarten / Centro Intensivo de Alta Complexidade Senhor Jesus dos Passos / Residência médica / Curso de medicina / Laboratório Santa Luzia / Turismo / História /Fortalezas / Ilha / Continente / Forte Santana do Estreito / Forte São João do Estreito / Glademir Ninho Lucas / Rio Grande do Sul / Colonização açoriana / Museu de Armas Lara Ribas / Polícia Militar / Ponte Hercílio Luz / Passeios de barco / Baía Norte / Silva Paes / Wesley Ribeiro Nascimento / Espanhóis / Tratado Santo Ildefonso / Invasão espanhola / Ilhas de Ratones e Anhatomirim / Forte São José da Ponta Grossa / Jurerê / Coroa portuguesa / Desterro / Florianópolis / Patrimônio Histórico e Artístico Nacional / Governador Celso Ramos / Wellington Cristiano da Silva / Jesus Cristo / Canhões / Seminário Propedêutico / Ponta de Baixo / São José / Azambuja / Brusque / Convívio Emaús / Pantanal / Guilherme Acácio Nascimento / Palhoça / Colonização / São Ricardo José Inácio / Fernando Meira / Rodrigo Pinheiro Ramires / Fábio Guerreiro Almeida / Rodrigo Laufer / José Custódio de Sá e Faria / Vila de Nossa Senhora do Desterro / João Alberto de Miranda Ribeiro / Capitania de Santa Catarina / Joaquim Correia da Serra / Vila Militar do 63° Batalhão de Infantaria / Rua General Eurico Gaspar Dutra / Revolução Federalista / Museu de Armas / Santa Cruz de Anhatomirim / Nossa Senhora Conceição / Forte São Caetano / Bike / Danilo Ribeiro / Engenharia Mecânica / Bicicleta / Praia do Campeche / Congestionamento Clipping de 06/01/2015: Ensino Superior / UFSC / Notas / Vestibular 2015 / Internet / Comissão Permanente do Vestibular / Coperve / Universidade Federal de Santa Catarina / Boletim de desempenho preliminar dos candidatos / Pontuação / Provas objetivas / Redação / Questões discursivas / Gabaritos / Listão / Matrículas / Literatura / Editoras de livros / Frantz Kafka / Livro / Selos editoriais / Poetisa / Bela e a Fera / Cynthia Beatrice Costa / Juliana Lopes Bernardino / Universidade Federal de Santa Catarina / Tradução / Brasil / Coelho de Veludo / Marjorye Williams / Cinderela / Charles Perrault / Nanquim / Editora Letras Contemporâneas / Udesc / Gabi Bressola / Desenho de Monstro / Meus Céus / Marcos Walickoski / Arquipélago / Pablo Paniagua / Antes do último instar / Natália Poli / Ismael Schonhorst / Paixões clandestinas / Christian Von Koenig / Meu caro Jeeves / P.G. Wodehouse / A educação de Henry Adams / Editora Nave / Todo maldito santo dia / Plural / Paulino Júnior / Navemblu / O título como meio / Raquel Stolf / Aline Dias / Joana Corona / Ares condicionados / Demétrio Panarotto / Sinalização / Titri / Terminal de Integração da Trindade / Caminho para canasvieiras / Turistas / SC 401 Clipping de 07/01/2015: PMDB / SDRs / Governo / SC / Eduardo Pinho Moreira / Nelson Serpa / PSD / Valdir Cobalchini / Agências de Desenvolvimento Regional / Secretarias de Desenvolvimento Regional / Joaçaba / Antonio Ceron / Gelson Merísio / PR / Grande Florianópolis / Ibirama / Timbó / Maravilha / São Lourenço do Oeste / Raimundo Colombo / Juliana Souza / UFSC / Sílvio Ferraz Cario / Ivoneti Ramos / Udesc / TCE-SC / Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina / Teatro / Linguagens / Santa Catarina / Faculdades de teatro / Udesc / Rio / São Paulo / Belo Horizonte / Porto Alegre / Bárbara Heliodora / Arte / Plateia / Virtual / Pierre Lévy / Filosofia / Néstor Garcia Canclini / Ator / Palco / Dirce Waltrick Amarante Clipping de 08/01/2015: Atentado / Cartunistas / Roteiristas / Quadrinistas franceses / Charlie Hebdo / França / Ricardo Manhães / Clovis Geyer / UFSC / Curso de design / Érico Assis / Paris / Liberdade de imprensa / Humor gráfico / Notícias do Dia / Charge / Japão / Stéphane Charbonnier / Charb / Jean Cabut / Tignous / Cabu / Georges Wolinski / Bernard Verlhac / O Pasquim / Chiclete com banana / Angeli / Maomé / Corão / Glauco / Geraldão / Graphic novels / Domingo...

‣ Há escassez generalizada de profissionais de carreiras técnico-científicas no Brasil? : uma análise a partir de dados do CAGED

Nascimento, Paulo A. Meyer M.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
111.62615%
O presente trabalho busca contribuir para o debate ao propor um olhar sobre os dados de emprego tanto em uma perspectiva de curto quanto de longo prazo. Para isso, utiliza dados mensais do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), para averiguar se tem havido escassez generalizada de trabalhadores de carreiras técnico-científicas.; p. 19-28 : il.

‣ Emprego e oferta qualificada de mão de obra no Brasil : impactos do crescimento econômico pós-crise; Comunicados do Ipea 41 : Emprego e oferta qualificada de mão de obra no Brasil : impactos do crescimento econômico pós-crise

Campos, André; Guedes, Erivelton; Carvalho, Sandro Sacchet de; Matijascic, Milko; Dias, Guilherme; Castro, Daniel; Garcia, João Cláudio; Santos, James Richard
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
121.55539%
A expansão econômica do pós-crise deverá impactar direta e indiretamente o comportamento do mercado de trabalho brasileiro. Isso porque o ritmo de abertura das novas vagas e a prática generalizada da rotatividade no trabalho em diferentes setores de atividade econômica e localidades do território nacional afetam fortemente a oferta de mão de obra qualificada disponível no Brasil. Em virtude disso, o presente Comunicado do Ipea procura considerar o possível impacto da demanda global e setorial por trabalhadores decorrente do impulso do crescimento econômico sobre a oferta de mão de obra nacional, regional e por UF – unidades da federação. Ao final, o balanço esperado para o presente ano entre demanda e oferta de mão de obra permite analisar a possibilidade de haver escassez geral ou localizada ou, ainda, excesso de oferta de trabalhadores frente ao ritmo de expansão da economia brasileira. As principais informações adotadas por este Comunicado originam-se do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD) e do Ministério do Trabalho e Emprego (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED -, Relação Anual de Informações Sociais - Rais). A sistematização do conjunto de dados oficiais e sua projeção para o ano de 2010 com base na evolução de 2004 a 2008...

‣ Variáveis proxy para os gastos empresariais em inovação com base no pessoal ocupado técnico-científico disponível na Relação Anual de Informações Sociais (Rais)

Araújo, Bruno César; Cavalcante, Luiz Ricardo; Alves, Patrick
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
111.26839%
Este artigo trata do cálculo de coeficientes de correlação entre os gastos empresariais em inovação e estratos do pessoal ocupado que potencialmente envolvem-se em atividades dessa natureza. A hipótese de que o pessoal ocupado técnico-científico correlaciona-se com os gastos em inovação é facilmente amparada pelo senso comum, seja porque a remuneração destes profissionais é, pelo menos em parte, um componente dos gastos em P&D, seja porque a presença de profissionais com este perfil está associada a gastos em atividades voltadas para a inovação. Em suma: a proposta apoia-se na hipótese de uma forte correlação entre os gastos em inovação e o número de funcionários ocupados nessas atividades nas empresas. Embora possa haver variações intersetoriais e mesmo intrassetoriais – decorrentes das diferentes estratégias tecnológicas adotadas pelas empresas e da própria natureza dos projetos de P&D nos quais se investem os recursos -, acredita-se que, em termos agregados, proxies dessa natureza podem ser bons indicadores dos gastos empresariais em inovação. A Proxy sugerida pode ser obtida com base nos dados da Relação Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho e Emprego (Rais/TEM), permitindo...

‣ Um Mapa setorial do emprego e dos salários a partir dos dados da RAIS; Texto para Discussão (TD) 2033 : Um Mapa setorial do emprego e dos salários a partir dos dados da RAIS

Amitrano, Claudio Roberto
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
111.26498%
O objetivo deste texto consiste em fazer um mapeamento setorial do mercado de trabalho entre 1995 e 2010, a partir, sobretudo, dos dados de emprego e salário da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ainda que informações extraídas da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) e da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) – ambas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) –também tenham sido utilizadas. O estudo centrou-se na análise da trajetória da composição setorial do emprego e das elasticidades emprego-produto setoriais. Por fim, foi realizada uma discussão sobre a desigualdade de rendimentos no setor formal da economia e o impacto que a segmentação setorial tem sobre sua evolução no período em questão.; 79 p. : il.

‣ Desempenho do mercado de trabalho metropolitano em 2008; Performance of the metropolitan labor market in 2008

Ramos, Lauro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
111.26198%
Este capítulo apresenta um panorama do mercado de trabalho metropolitano brasileiro para o ano de 2008 com base, principalmente, nos dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que são publicados no boletim Mercado de Trabalho: conjuntura e análise, do Ipea e do MTE. O foco da análise será o comportamento dos principais indicadores do mercado de trabalho ao longo de 2008, à luz dos resultados dos anos anteriores, em particular os de 2007.; p. 145-160 : il.

‣ Uma Análise das diferenças entre as estatísticas do mercado de trabalho sobre a variação da ocupação formal metropolitana : PME e CAGED

Ramos, Lauro; Aguas, Marina; Corseuil, Carlos Henrique L.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
173.55266%
Esta nota procura levantar elementos que ajudem a avaliar em que medida as duas pesquisas, (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e Pesquisa Mensal de Emprego (PME), oferecem informações que estão em concordância ou discordância sobre a geração de empregos de janeiro de 2003 a dezembro de 2009, levando em consideração as variações das dimensões citadas. Cabe notar que a estatística mensal comparável entre as duas fontes é a variação mensal da população ocupada, sendo portanto o objeto da análise.; p. 37-44 : il.

‣ Observatório Nacional do Mercado de Trabalho : mais interação e mais debate

Gonzaga, Gustavo; Machado, Danielle Carusi
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
111.28096%
Ao longo das duas últimas décadas, o processo de geração e difusão de estatísticas sobre o mercado de trabalho brasileiro cresceu de forma significativa. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por exemplo, vem disponibilizando, desde 1996, CDROMs, que permitem aos usuários gerar tabulações das bases de dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). A proposta em discussão é a de criação de um observatório nacional do trabalho, vinculado ao MTE, que não teria como função principal a produção do conhecimento, mas sobretudo a sua sistematização, difusão e promoção. Constituir-se-ia, também, em um locus de discussão, capaz de promover seminários e fóruns sobre assuntos que estivessem na ordem do dia, direcionados às demandas da sociedade e dos órgãos públicos, principalmente aqueles que lidam com políticas de trabalho e renda.; p. 13-14

‣ A retomada do emprego

Fioravante, Dea Guerra
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
71.80614%
O estudo trata da retomada do emprego e mostra que o mercado de trabalho brasileiro tem apresentado sintomas de recuperação mesmo diante das expectativas pessimistas de queda no emprego, como um dos graves sintomas da crise econômica mundial. Recentemente, os dados publicados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no Cadastro Geral de Trabalhadores Empregados e Desempregados (Caged) revelam uma tendência de aumento no emprego formal para trabalhadores celetistas, após um período de queda brusca no nível de empregados.; p. 6-7 : il.

‣ Sistema de vigilância e fiscalização do trabalho no Brasil : efeitos sobre a expansão do emprego formal no período 1999-2007

Simão, Anna Rosa Alux
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
111.21957%
Esta nota técnica procura avaliar a relevância de uma atividade fundamentalmente relacionada à atuação do Estado, a fiscalização do trabalho, na geração recente de emprego. Para tanto, foram utilizados dados referentes à formalização de trabalhadores nas ações de fiscalização do trabalho realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), disponibilizados pela Diretoria de Fiscalização do Trabalho, e ao total de trabalhadores admitidos, divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do MTE, para o período compreendido entre 1999 e 2007; p. 19-26 : il.

‣ Trabalhadores rurais nas empresas sucroalcooleiras do estado de São Paulo: evolução recente; Rural employees by sugarcane companies in the State of Sao Paulo: recent evolution

Baccarin, José Giacomo; Gebara, José Jorge; Bara, Janaína Gagliardi
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
112.13514%
O objetivo deste artigo é analisar as consequências do recente processo de expansão sucroalcooleira, acompanhada da intensificação da mecanização agrícola, sobre o número e a sazonalidade de emprego de trabalhadores rurais empregados nos canaviais paulistas, comparativamente ao total de pessoas ocupadas setorialmente. Desde os meados da década de 1990 vêm se verificando mudanças no plantio e na colheita da cana-de-açúcar. Neste caso, a colheita manual de cana queimada vem sendo substituída pela colheita mecânica de cana crua, fato que ganhou maior intensidade a partir de 2006, quando os empresários sucroalcooleiros decidiram reforçar a imagem do etanol como combustível renovável e pouco poluidor. Usaram-se dados do Programa de Disseminação de Estatísticas do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego do Governo Federal do Brasil, mais especificamente a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Os resultados do trabalho apontam que entre 2006 e 2009 houve aumento no número de pessoas empregadas nas atividades industriais e administrativas e de apoio das empresas sucroalcooleiras, o que não se repetiu para as atividades agrícolas. Nesse caso...

‣ Criação e Destruição de Empregos na Indústria Metropolitana do Nordeste

Sailva Filho, Luís Abel; Universidade Regional do Cariri - URCA; de Araújo, Juliana Bacelar; Doutoranda em Desenvolvimento Economico – Economia Socil e do Trabalho – Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP; de Queiroz, Silvana Nunes; Professor
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
111.29972%
O mercado de trabalho metropolitano do Nordeste brasileiro é diferenciado de suas áreas de menor projeção econômica. As metrópoles de Fortaleza, Recife e Salvador são detentoras de elevadas quantidades de unidades produtivas de todos os setores de atividade econômica, distinguindo-se das demais áreas da região. O presente estudo analisa o mercado de trabalho e a criação e destruição de postos de trabalho na atividade industrial nas áreas geográficas especificadas – antes e pós-crise econômica de 2008. Para tanto, foram utilizados os dados da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED, do Ministério do Trabalho e do Emprego – MTE. Metodologicamente, recorre-se a uma revisão de literatura e, em seguida, à construção de indicadores de criação e destruição de vagas no emprego formal metropolitano nordestino. Os resultados mostram relativo destaque da construção civil em relação às demais atividades, e seletividade por idade, escolaridade e faixa de remuneração As metrópoles apresentaram piora nos indicadores do emprego industrial da região e mantiveram as diferenças entre si.

‣ Errantes no Século XXI: de Construtores a Vítimas de Trabalho Precário

Sailva Filho, Luís Abel; Universidade Regional do Cariri - URCA; de Queiroz, Silvana Nunes; Universidade Regional do Cariri - URCA
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
111.26374%
A recente dinâmica econômica brasileira proporcionou bom desempenho no mercado formal de trabalho. Todos os setores de atividade econômica mostraram desempenho significativo na geração de empregos formais. Todavia, foi na construção civil que se assistiu às maiores taxas de crescimento na geração de empregos formais no Nordeste. Diante disso, este artigo tem como objetivo analisar o mercado de trabalho nesse segmento e observar a rotatividade nos postos formais de trabalho do setor. Para tanto, utilizam-se dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE). A abrangência geográfica delimita-se à região Nordeste do Brasil e o recorte temporal compreende os biênios de 2000-2001 e 2009-2010. Os principais achados confirmam a elevação dos postos de trabalho na construção civil, nas faixas mais baixas de remuneração, mesmo com a relativa melhora na escolaridade dos ocupados. Adicionalmente, registraram-se a elevadas taxas de rotatividade, mais acentuadas para a mão de obra jovem, menos escolarizada e para os postos de trabalho com rendimentos nas menores faixas de remuneração.

‣ Emprego formal na indústria têxtil catarinense: localização, caracterização, diferenças e semelhanças entre as mesorregiões

Silva Filho, Luís Abel da; UFRN; Queiroz, Silvana Nunes de; Unicamp
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
71.229937%
O artigo tem como objetivo avaliar a dinâmica da indústria têxtil catarinense, comparando o perfil dos postos de trabalho nas mesorregiões do estado, a partir do processo de reestruturação produtiva dessa indústria. Utilizou-se, para análise empírica, o banco de dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), além de uma revisão literária acerca das transformações estruturais da indústria têxtil brasileira e catarinense. Os principais resultados indicam diferenças destoantes entre as mesorregiões. O Norte Catarinense, mesmo com menor participação do emprego têxtil no estado, mostrou melhor perfil nos postos de trabalho. Já a mesorregião Serrana, além de ter a menor participação percentual de postos de trabalho na indústria têxtil catarinense, mostrou ocupações mais precárias do que o observado no restante do estado. Cabe destacar que a qualidade do emprego formal no setor têxtil em todo o estado catarinense segue a dinâmica observada na indústria de transformação tradicional em todo o país a partir dos anos 1990. 

‣ ÍNDICE DE QUALIDADE DO EMPREGO FORMAL NO CULTIVO DE CAFÉ: COMPARATIVO ENTRE AS MESORREGIÕES MINEIRAS; INDEX OF FORMAL EMPLOYMENT QUALITY IN THE CULTURE OF COFFEE: COMPARISON BETWEEN MESOREGIONS OF MINAS GERAIS

da Silva Filho, Luís Abel; de Sousa, Eliane Pinheiro
Fonte: Revista da ABET Publicador: Revista da ABET
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
101.71126%
O principal objetivo deste estudo consiste em verificar a qualidade do emprego formal na lavoura cafeeira do estado de Minas Gerais para o ano de 2009, levando em consideração os indicadores: rotatividade, permanência no emprego, faixa etária, nível de instrução e concentração salarial. Para tal, mensurou-se o IQEF (Índice da Qualidade do Emprego Formal) a partir da média desses indicadores considerados. Os dados são provenientes da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE). Os resultados revelam que o Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba apresentou melhor desempenho do IQEF, podendo isso ser atribuído ao fato dessa mesorregião ter-se destacado com o maior valor nos indicadores nível de instrução e concentração salarial. Em contrapartida, o pior desempenho foi verificado no Sul/Sudoeste de Minas, onde s indicadores relativos à faixa etária e ao nível de instrução apresentaram os menores valores.; The main goal of this study is to determine the quality of the formal employment in the coffee cultivation in the mesoregions of the State of Minas Gerais for the year 2009, taking into account the following indicators: turnover...

‣ RECENT EVOLUTION OF THE FORMAL BRAZILIAN JOB CREATION: 2000-2008; EVOLUÇÃO RECENTE DO EMPREGO FORMAL NO BRASIL: 2000-2008

de Aguiar Remy, Maria Alice Pestana; de Queiroz, Silvana Nunes; da Silva Filho, Luis Abel
Fonte: Revista da ABET Publicador: Revista da ABET
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
92.88799%
This article analyses the evolution of the formal Brazilian job creation (2000 to 2008) and data is used from Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED — MTE) once the aim is to characterize and point out the real job creation balance along the period. Therefore, the use of a data base with job creation and dismiss was more appropriate than one of the job stocks, since the intention is to verify from a turn over information which type of jobs had more permanent profile. The main purpose of this paper is to examine the evolution of the Brazilian Labor Market. Therefore the aspects of the previous debate on short and long term formal job creation are considered. Our results reveal that the job creation dynamism attained with the vigorous economic performance since 2003 is precarious and selective, since the balance between demand and dismissal is for masculine gender, high-school graduate, 18 through 24 years of age, up to two minimum wage salary, on the service and commerce sector in small companies. Futhermore, it is possible to observe some moderate change trends among sectors as well as among Brazilian regions transforming job structure.; Este artigo analisa a evolução do emprego formal no Brasil (2000 a 2008) e a fonte de informações provém do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados-MTE...

‣ TRABALHO E ROTATIVIDADE NA INDÚSTRIA TÊXTIL DO NORDESTE: CONJUNTURA NOS ANOS 2000; WORK AND TURNOVER IN TEXTILE INDUSTRY OF THE NORTHEAST: SITUATION IN 2000 YEARS

Gomes, Flaviana de Sousa; da Silva Filho, Luís Abel
Fonte: Revista da ABET Publicador: Revista da ABET
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
101.75483%
Desde a década de 1990, com o processo de aberturacomercial, a economia brasileira passou por profundas transformaçõesestruturais e conjunturais que impactaram fortemente a indústria nacional,sobretudo em setores trabalho/intensivo, dentre os quais o têxtil. Nesteartigo, investiga-se a criação e a destruição de postos de trabalho naindústria têxtil no Nordeste, levando em consideração o perfil da força detrabalho e a rotatividade. Os dados da Relação Anual de Informações Sociais(RAIS) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministériodo Trabalho e do Emprego (MTE) mostram que o Nordeste foi a região que tevemenores taxas tanto de criação quanto de destruição de postos de trabalho nessesetor. A referida região é a terceira que mais emprega mão de obra na indústriatêxtil nacional, fato que vem crescendo, apoiando-se em políticas de incentivosgovernamentais e no baixo valor da mão de obra. Evidencia-se que esses postossão ocupados, em sua maioria, pela mão de obra feminina e que as faixas etáriasque mais se ocupam na indústria têxtil estão entre 30 a 39 anos. O número detrabalhadores que deixa os postos de trabalho com menos de um ano se encontrano patamar de 32%, podendo essa rotatividade ser justificada pelas condições detrabalho precárias e pelos baixos salários praticados.; Since the 1990s ...