Página 6 dos resultados de 398547 itens digitais encontrados em 0.157 segundos

‣ Tendências de incidência do câncer das vias aéreas e digestivas superiores segundo 18 registros de câncer de base populacional com destaque ao município de São Paulo. 1969-1999 ; Trends in upper aerodigestive tract cancer based on 18 cancer registries database worldwide. 1969-1999

Patronieri, Alexandre Tadeu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
Introdução: O câncer das Vias Aéreas e Digestivas Superiores compreendem um grupo de tumores que se distribuem por diversas regiões anatômicas. Para a maioria das localizações os principais fatores de risco são o tabaco e o álcool. Como os fatores de risco são conhecidos espera-se que as diversas campanhas de prevenção e detecção precoce estivessem propiciando à diminuição da incidência. Objetivos Estimar em algumas localidades do mundo as tendências da incidência dos tumores de lábio, língua, boca, glândulas salivares, orofaringe, nasofaringe e hipofaringe de 1969 a 1999. Métodos Analisou-se os coeficientes de incidência de 18 Registros de Câncer de Base Populacional que possuíam toda a série histórica publicada no “Cancer Incidence in Five Continents”.utilizando-se modelos de regressão polinomial.Resultados Houve tendência de aumento, estatisticamente significativo, para o câncer de língua e boca em São Paulo em mulheres e em homens de diversos países europeus e localidades dos EUA. Em contrapartida houve queda em Porto Rico, Mumbai e Cingapura. O câncer de lábio decresceu na maioria das localidades em homens. Entretanto em países do norte da Europa e em Iowa houve aumento em mulheres. O câncer de orofaringe aumentou em homens na Europa e em Iowa e decresceu em Cali...

‣ Consumo alimentar e concentrações séricas de micronutrientes: associação com lesões neoplásicas e câncer cervical; Diet and serum micronutrientes: association with cervical neoplasia and cancer

Tomita, Luciana Yuki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
O câncer cervical é o segundo câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. A infecção por Papilomavirus (HPV) do tipo oncogênico é causa necessária. Estudos internacionais sugerem importante papel de carotenóides e tocoferóis séricos e dietéticos na redução do risco para lesões precursoras, mas os resultados dos estudos prévios são inconsistentes. Indivíduos e métodos: O presente estudo de casos e controles de base hospitalar conduzido na cidade de São Paulo analisou a associação entre concentrações séricas de carotenóides (licopeno, β-caroteno), tocoferóis (α- e γ-), consumo alimentar e casos incidentes, com confirmação histopatológica, de neoplasia intraepitelial cervical (NIC) graus 1,2,3 e câncer cervical. O estudo incluiu 453 mulheres do grupo controle (sem lesões de colo uterino) e 4 grupos de casos (NIC1, n=140; NIC2, n=126; NIC3, n=231; câncer cervical, n=108) recrutadas em dois hospitais públicos de referência entre 2003 e 2005. Resultados. A concentração sérica de licopeno foi inversamente associada à NIC1, NIC3 e câncer cervical com os seguintes Odds Ratio (OR) (intervalo de confiança de 95%), respectivamente: 0,53 (0,27-1,00; p de tendência=0,05); 0,48 (0...

‣ Estudo da influência do material particulado na incidência e mortalidade por câncer na cidade de São Paulo; The influence of particulate matter on the incidence and mortality cancer in São Paulo

Yanagi, Yoshio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
Objetivo. Este trabalho teve como objetivo geral verificar a influência do poluente atmosférico material particulado inalável (MP10) na incidência e na mortalidade por câncer, na cidade de São Paulo. Métodos. Os dados de câncer foram coletados do Registro de Câncer de São Paulo e os dados do poluente provenientes da CETESB. Foram utilizadas técnicas estatísticas para verificar a relação do MP10 sobre a incidência e a mortalidade por câncer (pele, pulmão, laringe, tireóide, estômago, próstata, colo do útero, mama, bexiga, cólon, esôfago e reto), nos distritos do Brás, Santana, Moóca, Cambuci, Moema, Freguesia do Ó, Campo Belo, Lapa, Consolação, Santo Amaro e São Miguel. Os distritos também foram agrupados, de acordo com as concentrações de MP10, para orientar a expansão da rede de monitoramento do poluente na cidade de São Paulo. Resultados. Os resultados mostraram que, para alguns tipos de câncer (pele, pulmão, tireóide, laringe e bexiga), os coeficientes de correlação estatística ficaram entre 0,60 e 0,80, em alguns períodos, para a incidência. Para a mortalidade, o câncer de pulmão apresentou mais correlações neste intervalo. O agrupamento dos distritos permitiu a formação de quatro grupos distintos...

‣ Polimorfismo PRO198LEU no gene para a enzima antioxidante dependente de selênio glutationa peroxidase 1 e risco de câncer epidermóide da cavidade oral e orofaringe; PRO198LEU polymorphism in the gene for the selenium-dependent antioxidant enzyme glutathione peroxidase 1 and risk of oral cavity and oropharyngeal squamous cell cancer

Nishimura, Luciana Sigueta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
O selênio é um micronutriente essencial que apresenta ação antioxidante por meio de selenoproteínas, como a glutationa peroxidase 1 (GPX1). O polimorfismo PRO198LEU no gene em questão tem sido relacionado ao aumento do risco para alguns tipos de câncer, como o de mama e pulmão. Atualmente, o câncer de cabeça e pescoço é um importante problema de saúde pública no mundo e, inclusive, no Brasil. O objetivo do presente estudo foi avaliar eventual associação entre o polimorfismo GPX1 PRO198LEU e risco de câncer epidermóide da cavidade oral e orofaringe, bem como possível interação com utilização de tabaco e ingestão de álcool. O genótipo para o polimorfismo GPX1 PRO198LEU foi determinado pela técnica de PCR-RFLP (Reação em cadeia da polimerase - Polimorfismo no comprimento do fragmento de restrição) e seqüenciamento do DNA em 175 pacientes com câncer epidermóide da cavidade oral e orofaringe (grupo caso) integrantes de parte da casuística do Projeto Genoma Clínico do Câncer de Cabeça e Pescoço, e em 203 indivíduos sem a doença, internados nas enfermarias do Hospital Heliópolis (grupo controle). A freqüência do alelo de referência e do polimórfico foi de 0,72 e 0,28, respectivamente, em ambos os grupos. A freqüência dos genótipos encontrou-se em equilíbrio de Hardy-Weinberg nos grupos caso e controle. Não houve diferença estatisticamente significante (p>0...

‣ Relevância clínica da concentração do ácido hialurônico no escarro e em espécimes tumorais de pacientes portadores de carcinomas de pulmão; Clinical relevance of the hyaluronan levels in the sputum and tumoral tissues of lung cancer patients

Rangel, Maristela Peres
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
Introdução. O ácido hialurônico é um glicosaminoglicano não sulfatado presente na matriz extracelular. Vários estudos têm demonstrado que uma produção ou degradação aberrante dessa molécula tem influência no comportamento do câncer de mama, próstata, bexiga e pulmão. Desta forma, a dosagem do ácido hialurônico em tecidos e fluidos corporais como sangue, urina e escarro tem despertado grande interesse como rastreador de indivíduos de alto risco e marcador diagnóstico e/ou prognóstico da doença estabelecida. Objetivos. Verificar se há diferenças nos níveis de ácido hialurônico entre espécimes tumorais e não tumorais de câncer de pulmão, bem como seu impacto na sobrevida dos pacientes; verificar se diferenças encontradas nos tecidos estão também presentes no escarro; verificar se a dosagem do ácido hialurônico no escarro permite rastrear pacientes com câncer de pulmão entre pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica e voluntários saudáveis. Resultados. Houve uma elevação significativa nos níveis de ácido hialurônico nos espécimes tumorais em relação aos espécimes não tumorais, mesmo quando histologicamente categorizados. Não houve associação entre as concentrações do ácido hialurônico com características clínicas dos pacientes...

‣ Estimativa de risco de câncer de mama, segundo o modelo de Gail, em uma população submetida a rastreamento mamográfico em Porto Alegre

Reyes, Vanessa Belo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Introdução: No Sul do Brasil, o câncer de mama é a primeira causa de óbito por câncer em mulheres entre 30-69 anos de idade e se observam taxas crescentes de incidência e mortalidade pela doença. Vários modelos para estimativa do risco de desenvolver câncer de mama foram criados na Europa e América do Norte, sendo que um dos modelos mais utilizados é o de Gail. Este modelo foi validado na América do Norte, mas não há relatos publicados disponíveis nas principais bases de dados sobre a sua performance e sobre o comportamento de suas variáveis em mulheres na América Latina. No Brasil, relatos sobre o perfil de risco para câncer de mama em mulheres submetidas a rastreamento mamográfico são inexistentes. Materiais e métodos: Estudo transversal descritivo, em amostra não-selecionada de 3665 mulheres de 40 a 69 anos, sem câncer de mama e participantes de um programa de rastreamento mamográfico populacional na cidade de Porto Alegre, Sul do Brasil. Informações clínicas e radiológicas foram obtidas por revisão de prontuário e as estimativas de risco para câncer de mama foram calculadas utilizando o modelo de Gail (modelo de Gail versão 2). Resultados: A idade média da amostra de 3665 mulheres foi 51,2 anos e 81...

‣ Avaliação do conhecimento dos enfermeiros em oncogenética e câncer de mama

Prolla, Carmen Maria Dornelles
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Introdução: O câncer de mama é tumor maligno mais incidente nas mulheres brasileiras, sendo considerado um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil. Além dos fatores de risco relacionados à idade, a fatores hormonais e a fatores reprodutivos, já bem estabelecidos na literatura, fatores genéticos também estão associados ao maior risco de desenvolvimento do câncer de mama. O profissional enfermeiro tem um papel de educador em saúde e deve estar qualificado para realizar ações preventivas na detecção precoce do câncer de mama, sendo muito importante o domínio do conhecimento sobre o assunto. Objetivos: (a) avaliar o conhecimento dos enfermeiros envolvidos na assistência a pacientes oncológicos acerca dos temas câncer de mama e câncer hereditário da mama, (b) avaliar o conhecimento dos enfermeiros quanto ao processo do aconselhamento genético, (c) identificar se os mesmos desenvolvem ações preventivas nesse âmbito e (d) se o reconhecimento de fatores de riscos genéticos está incluído nestas ações. Metodologia: Foi realizado um estudo descritivo transversal com enfermeiros envolvidos no cuidado de pacientes oncológicos a partir do preenchimento de um questionário auto-respondido com perguntas referentes ao tema. O período da coleta de dados foi de março a setembro de 2013 no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Participaram do estudo 137 enfermeiros atuantes em unidades de internação clínica e cirúrgica...

‣ Síndrome metabólica em mulheres na pós-menopausa tratadas de câncer de mama

Buttros, Daniel de Araújo Brito
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 75 f.
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia - FMB; Avaliar o risco de síndrome metabólica (SM) em mulheres na pós-menopausa tratadas de câncer de mama, comparadas às mulheres na pós-menopausa sem câncer de mama. Realizou-se estudo clínico, analítico e transversal, com 104 mulheres tratadas de câncer de mama comparadas a 208 mulheres na pós-menopausa (controle), atendidas em Hospital Universitário. Foram incluídas no grupo de estudo mulheres com amenorréia >12 meses e idade ≥45 anos, tratadas de câncer de mama e livre de doença há pelo menos cinco anos. O grupo controle foi constituído de mulheres com amenorréia >12 meses e idade ≥45 anos sem câncer de mama, pareadas pela idade, na proporção 1:2. Por meio de entrevista foram coletados dados clínicos e antropométricos. Na análise bioquímica foram solicitadas dosagens de colesterol total (CT), HDL, LDL, triglicerídeos (TG), glicemia e proteína C-reativa (PCR). Foram consideradas com SM as mulheres que apresentaram três ou mais critérios diagnósticos: circunferência da cintura (CC) > 88 cm; TG ≥ 150 mg/dL; HDL colesterol < 50 mg/dL; pressão arterial ≥ 130/85 mmHg; glicemia de jejum ≥ 100 mg/dL. Para análise estatística foram empregados o teste t-student...

‣ Avaliação da densidade mineral óssea em mulheres na pós-menopausa tratadas de câncer e mama

Poloni, Priscila Ferreira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 80 f.
Português
Relevância na Pesquisa
35.89731%
Pós-graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia - FMB; Objective: To evaluate the risk factors for low bone mineral density (BMD) in postmenopausal breast cancer survivors compared to postmenopausal women without breast cancer. Methods: In this cross-sectional study, 112 breast cancer survivors were compared to 224 postmenopausal women (control), seeking healthcare at a University Hospital. Eligibility criteria included women with amenorrhea ≥ 12 months and age ≥ 45 years, treated for breast cancer and metastasis-free for at least five years. The control group consisted of women with amenorrhea ≥ 12 months, age ≥ 45 years and without breast cancer, matched by age and menopause status (in a proportion of 1:2 as sample calculation). The risk factors for low BMD (osteopenia and osteoporosis) were assessed by interviews. BMD was measured by dual energy X-ray absorptiometry (DEXA) at the lumbar spine (L1-L4) and femoral neck. Logistic regression model (odds ratio, OR) was used to identify factors associated with low BMD. Results: The mean (SD) age of breast cancer survivors was 61.3 (9.7) years, with a mean (SD) follow-up of 10.2 (3.9) years. Considering both sites assessed (spine and femoral neck), 77.7% of breast cancer survivors and 74.5% in the control group had low BMD (p = 0.302). The BMD at the lumbar spine did not differ between groups (p = 0.332). However...

‣ Analise da mutação S707P no gene ATM em pacientes portadoras de cancer de mama

Rafael Souza Queiroz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
No Brasil, o câncer de mama é o maior causador de mortes entre as mulheres. O histórico familiar constitui o fator de risco mais importante na determinação do câncer de mama familiar. Estima-se que cerca de 5 a 10% dos tumores de mama sejam hereditários. Vários genes são relacionados como responsáveis pelo câncer de mama familiar, dentre estes deve-se citar o gene ATM, que codifica uma proteína do tipo quinase de ponto de checagem que harmoniza o reconhecimento de alterações no DNA oriundas de radiação ionizante. Vários estudos demonstram a associação entre a mutação S707P do gene ATM e câncer de mama. O objetivo deste estudo é verificar a presença da mutação S707P no gene ATM em uma amostra de pacientes portadores de Câncer de mama e relacioná-la com a apresentação clínica da doença e o grau histológico. Para isso, esse estudo utilizou a técnica de Reação em Cadeia da Polimerase seguida por digestão enzimática. Foram analisados 221 indivíduos para a mutação S707P, sendo 50 indivíduos com câncer e com histórico, 49 indivíduos com câncer sem histórico e 122 indivíduos do grupo controle. Somente dois indivíduos apresentaram a mutação S707P, sendo ambos em heterozigose do grupo controle (0...

‣ Contribuições da enfermagem para a detecção precoce do câncer de colo uterino

Arzuaga Salazar, María Angélica
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 248 p.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis, 2011; Neste estudo analisam-se o câncer de colo uterino como problema social e as contribuições da enfermagem na realização de testes para detectá-lo precocemente. Metodologicamente se fundamenta na epidemiologia descritiva e na revisão sistemática. Os resultados são apresentados na forma de artigos. No primeiro, Câncer de colo do útero: um problema social mundial, é analisado o câncer de colo de útero como problema social. Estudo transversal, com dados populacionais coletados na base de dados Globocan-2008. Foram utilizados dados das Taxas de Incidência e das Taxas de Mortalidade por 100.000 mulheres e percentuais de risco acumulado de incidência e mortalidade antes dos 75 anos pela doença nas regiões desenvolvidas e em desenvolvimento do mundo. Na análise são aplicadas as classificações da Organização das Nações Unidas (ONU) de desenvolvimento dos países ou regiões com base em projeções sociais e demográficas e os níveis de classificação das Taxas de Incidência e de Mortalidade do International Agency for Research on Cancer (IARC). O segundo artigo...

‣ Efeitos de extrato de sementes de Vigna unguiculata e do inibidor de proteases BTCI, livre e encapsulado em nanopartículas, em células de câncer de mama e na prevenção de câncer de pele.

Joanitti, Graziella Anselmo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2012.; O câncer de mama e de pele não-melanoma são neoplasias com altas taxas de incidência e mortalidade no Brasil e no mundo. Atualmente, os tratamentos existentes para esses tipos de câncer têm eficiência moderada e causam efeitos cadversos severos que diminuem a qualidade de vida do paciente. Dessa forma, existe uma busca constante por novos tratamentos e moléculas anticarcinogênicas eficientes e não indutoras de efeitos adversos severos. Estudos recentes mostraram que o inibidor de proteases BTCI, purificado de sementes de Vigna unguiculata (feijão-de-corda) e pertencente à família Bowman-Birk, induziu efeitos citostáticos e citotóxicos em células de câncer de mama, sem causar alterações na viabilidade de células de mama normais. Considerando esses resultados promissores, os principais objetivos do presente trabalho foram o de otimizar os efeitos do BTCI em células de câncer de mama MCF-7, in vitro; e o de avaliar os efeitos do extrato de sementes de V. unguiculata (EB) e do BTCI na prevenção de câncer de pele não-melanoma, in vivo. O BTCI foi encapsulado em nanopartículas (micelas ou lipossomos) para reduzir sua agregação em meio de cultura e otimizar a entrega do inibidor diretamente no citoplasma das células MCF-7. Os resultados mostraram que lipossomos catiônicos foram as plataformas mais adequadas para a encapsulação do BTCI; mas...

‣ Análise epidemiológica, molecular e citogenética do câncer de hipofaringe em Goiânia; Epidemiological, molecular and citogenetics analyses of Hypopharynx Cancer in Goiania, Goiás, Brazil

Costa, Cesar Augusto Sam Tiago Vilanova
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Biologia (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Biologia (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Hypo pharynx is the under region of pharynx and serves both respiratory and digestive tract, acting as a passageway to air and food. It’s composed by squamous nonkeratinized epithelial tissue. Statistical studies indicates that 85 to 90% of neoplasies rush pyriform sinus and are characterized by fast dissemination and metastization. Epidemiological trends of hypo pharynx cancer in Goiania on period 1998 to 2003 analyzing data derived from Cancer Registry of Association for Cancer Combat of Goias, shows that the relative survival rate for men diagnosed with hypo pharynx cancer was 38% past 60 months while women presented a survival rate of 100%. Surgery was the treatments that present fewer rates (34%) and chemotherapy was associated to the most survival rate (54%). Patients that use tobacco presented a survival rate of 43% while non-tabagists present a rate of 60% of surviving. Relative survival rate for patients diagnosed with hypo pharynx tumor was 38% and estimated censure for 5 years was just 5%. Survival rate was extremely decreased due to 45% of cases were diagnosed in advanced stages of disease. It is important to point out that preventive campaign is important to evade the increasing of these pathologies that are related to behavior of tabagism and etilism. Present study also evaluates cytogenetically individuals diagnosed with hypo pharynx cancer. Cytogenetic analysis of exfoliated cells is largely used to evaluate cytotoxic and genotoxic alterations on people exposed to potentially mutagens. A number of 36 individuals were analyzed...

‣ The biological role of extracellular matrix in ovarian cancer metastasis.

Ween, Miranda Peggy
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Ovarian cancer metastasis is characterized by the shedding of malignant cells from the surface of the ovary and their implantation onto the peritoneal surface which lines the abdominal cavity. As the factors promoting this process are poorly understood, we investigated the ovarian cancer–peritoneal interaction by means of in vitro co-culture experiments with ovarian cancer (OVCAR-3, OVCAR-5, and SKOV-3) and peritoneal (LP-9) cells. In this system, we identified by mass spectrometry that levels of transforming growth factor β inducible protein (TGFBIp), periostin, fibronectin, plasminogen activator inhibitor-1, cytokeratins 1, 5, 6C, 9, 10, 14, and 16, transketolase, annexin A2, annexin A6, and elongation factor-2 were modulated as a result of direct contact between peritoneal and ovarian cancer cells or through interactions via shared media. We went on to investigate the functional role of the extracellular matrix (ECM) protein, TGFBIp in ovarian cancer. Immunohistochemistry showed high TGFBIp levels in normal surface ovarian epithelial and peritoneal cells whilst in comparison, TGFBIp levels in primary serous ovarian carcinomas and matching metastatic implants were greatly reduced. In functional in vitro experiments, rTGFBIp significantly increased the motility and invasion of OVCAR-5 and SKOV-3 cells and significantly increased ovarian cancer cell (OVCAR-5...

‣ Ovarian Cancer Metabolism: Effect of Anoikis Condition and Nitric Oxide on Ovarian Cancer Metabolism, and Effect of Metabolites on Ovarian Cancer Migration

Caneba, Christine
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Ovarian cancer remains the most lethal gynecological malignancy worldwide, with most of the disease detected at later stages. Elucidating pathways based on upregulation of proteins and genes involved in the development and progression of ovarian cancer is underway. However, understanding of the metabolic regulation and changes in metabolism involved in ovarian cancer is lacking, and this understanding could lead to development of therapies for ovarian cancer. In order for ovarian cancer cells to metastasize, they must be able to survive deprived of extracellular matrix attachment in the peritoneal cavity. In the first part of this thesis, the effect of cell detachment on the metabolism of highly-invasive and less-invasive ovarian cancer cells was explored by employing culture methods that induced cell detachment. Experiments were designed to collect media from the cells for metabolic analysis to gain insight into changes in the glycolytic and oxidative phosphorylation pathways. Results showed that oxidative phosphorylation was higher for highly-invasive versus less-invasive ovarian cancer cells in detachment. It was also observed that highly-invasive ovarian cancer cells consumed more pyruvate than less-invasive ovarian cancer cells...

‣ Caracterización molecular y prevalencia de las variantes genéticas en BRCA1/2 en el síndrome de cáncer de mama y ovario hereditario en la Región

Gabaldó Barrios, Xavier
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
PALABRAS CLAVE: BRCA1, BRCA2, BRCAX, Síndrome de Cáncer de Mama y Ovario Hereditario, variante patogénica, variante de significado clínico desconocido, variante de efecto fundador. RESUMEN: El cáncer de mama es la principal causa de mortalidad por cáncer en las mujeres en todo el mundo, con una estimación de 1,68 millones de nuevos casos y más de 521.000 muertes sólo en 2012. Las mujeres con una historia familiar de cáncer de mama tienen de 1,5 a 3,9 veces más probabilidades de desarrollar cáncer de mama que las mujeres sin antecedentes familiares, en función del número y grado de parentesco de los miembros de la familia afectados. Aunque esta asociación podría surgir a causa del entorno compartido y estilo de vida, también puede ser debido a la susceptibilidad genética heredada. Los genes con mayor penetrancia y prevalencia en el Síndrome de Cáncer de Mama y Ovario Hereditario (CMOH) son BRCA1 y BRCA2, los cuales explican el 20% de este síndrome. Se ha realizado una caracterización molecular y un análisis de prevalencia de las variantes encontradas de BRCA1 y BRCA2 en 396 familias de riesgo de CMOH de la Región de Murcia. Para la secuenciación de exones y zonas colindantes de BRCA1 y BRCA2 hemos empleado el método de modificación de Sanger por secuenciación automática de electroforesis capilar y la pirosecuenciación (Gs Junior 454...

‣ Mutations du gène HFE dans le cancer épithélial de l'ovaire

Medelci, Sanae
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Le cancer épithélial de l’ovaire est le cancer gynécologique le plus agressif avec le plus haut taux de mortalité. La croissance des cellules cancéreuses de l’ovaire est limitée par les nutriments de l’environnement, le fer étant un des éléments indispensables à leur prolifération. L’hémochromatose héréditaire est une maladie associée à une accumulation corporelle de fer. Cette maladie est liée à deux mutations majeures du gène HFE soit H63D et C282Y. Étant donnée l’influence de la protéine HFE sur l’entrée du fer dans la cellule, des mutations du gène HFE pourraient être associées à une croissance rapide des cellules cancéreuses. Des études de génotypage du gène HFE effectuées chez 526 patientes avec cancer épithélial de l’ovaire, ont révélées une fréquence allélique de la mutation C282Y significativement plus élevées chez les patientes avec tumeur ovarienne comparativement aux patientes du groupe contrôle (5.9% versus 1.3%, p = 0.02). De plus, le taux de survie des patientes avec mutations C282Y et tumeur ovarienne de G3, après 2 ans, est faible (20%) lorsque comparé à celui des patientes sans mutations (60%, p = 0.005). Une analyse de régression multivariée de Cox a démontrée un risque relatif de 3.1...

‣ O nível de dependência da nicotina é um fator de risco independente para o câncer: um estudo caso-controle; The level of nicotine dependence is an independent risk factor for cancer: a case control study

Deheinzelin, Daniel; Lourenço, Maria Teresa Cruz; Costa, Célia Lidia da; Younes, Riad Naim
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
OBJETIVO: Menos de 20% dos fumantes crônicos desenvolverá cancer. As características do hábito de fumar, particularmente o nível de dependência à nicotina, não foram avaliadas inteiramente como um marcador do risco. MÉTODOS: Estudo caso-controle de pacientes voluntários, registrados prospectivamente em um programa de cessação de tabagismo em um hospital de cancer. Para cada caso de cancer, pacientes da mesma idade e sexo foram selecionados. O inventário de depressão de Beck, um instrumento validado para diagnóstico de estado depressivo e depressão clínica e o questionário de tolerância de Fagerstron , que é usado para determinar o grau de dependência e tem boa correlação com níveis de nicotina, foram aplicados. Idade na admissão ao estudo, sexo, número de maços-anos fumados foram avaliados também. RESULTADOS: De maio de 1999 a maio de 2002, 56 pacientes de câncer (caso) e 85 controles pareados (controle) foram identificados na população estudada . Não houve diferença quanto ao número de maços-ano. O questionário de tolerância de Fagerstron foi significativamente mais elevado nos pacientes com câncer (7.5 ± 1.9) comparado aos controles (6.3 ± 2.0). Encontramos um questionário de tolerância de Fagerstron >; 7 em 73.2% dos casos de câncer...

‣ Role of the released forms of L1-CAM in breast cancer cell motility

Chilukuri, Kalyani
Fonte: University of Delaware Publicador: University of Delaware
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Deni S. Galileo; L1-CAM (L1) is a neural cell adhesion protein which plays a major role in neural development. Recently, L1 is found to be abnormally expressed in several cancers and has been shown to be a biomarker indicating poor outcome and bad prognosis of the cancer. L1 is a transmembrane protein which is abnormally shed in cancer cells to release the cleaved ectodomain. The L1 ectodomain stimulates cell motility and migratory ability of ovarian, colon and other cancerous cells. L1 is also released by the cancer cells in the form of exosomes. Expression of L1 was found in few breast cancer cell lines and was also associated with aggressive nature of the breast cancer disease. However, the molecular mechanisms of L1 in breast cancer are not known. Breast cancer metastasis to the brain leads to very quick death. The extracellular environment in the brain contains L1 protein and the dissemination and metastasis of breast cancer cells in the brain could depend on the L1 expressed by the breast cancer cells. In order to understand the role of L1, I have characterized the presence of L1 in three breast cancer cell lines MDA-MB-231, MDA-MB-435 and MDA-MB- 468. The amount of L1 expressed by the cell lines was correlated with their known metastatic potential. Having found L1 in breast cancer cells...

‣ Breast cancer metastasis to bone: a study of the effect of bone cell conditioned media on triple negative breast cancer cells in bone microenvironment

Adeleye, Regina
Fonte: University of Delaware Publicador: University of Delaware
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
35.89952%
Higginson, Jill S.; Nohe, Anja; Breast cancer is the second leading cause of death in women- behind lung cancer. Statistics have shown that 1 in 36 women in the United States die from the pandemic. Triple negative breast cancer, TNBC, which accounts for 10-20% of all breast cancer subtypes, is classified as aggressive in growth and invasiveness and is associated with poorer short-term prognosis. Due to their independence from hormone receptors, these cancer cells lack effective therapeutics and treatment of patients is limited to chemotherapy. Death occurrence from breast cancer is prevalent in patients with metastatic breast cancer. In the United States, approximately 200,000 cases of metastatic breast cancer and 50,000 cases of non-invasive breast cancer are estimated to be diagnosed annually. Breast cancer is frequently associated with skeletal metastases. Over 70% of breast cancer metastasis occurs in bone. Bone metastasis causes bone pain, fracture, hypercalcemia, and paralysis. This is because tumor-bone interaction in the bone microenvironment creates a vicious cycle that upsurges bone resorption. While the effect of triple negative breast cancer tumor cells on bone are widely known, the effect of bone cells on metastatic triple negative breast cancer cells is not fully understood. The present study was designed to investigate the effect of bone-conditioned medium on TNBC using conditioned medium from different lineages of cells within the bone marrow. Conditioned media harvested from new born mice Calvaria...