Página 1 dos resultados de 6183 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

‣ Dietas hospitalares para obesos: padronização e adequação nutricional

Gomes, Susana; Guimarães, Tatiana; Oiveira, A.; Trento, S.; Ferro-Lebres, Vera; Fernandes, António
Fonte: Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade Publicador: Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
A obesidade é uma doença crónica com génese multifatorial e atualmente considerada um problema de Saúde Pública. Em Portugal a sua prevalência é de 14,2% em adultos dos 18 aos 64 anos. Sendo a dieta hospitalar parte essencial da terapia do paciente hospitalizado parece fundamental existirem dietas padronizadas para doentes com excesso de peso. Não se tem conhecimento de estudos nacionais acerca da padronização de dietas hospitalares, em particular dietas para obesos. Analisar os valores nutricionais dos Manuais de Dietas Hospitalares, comparar alguns destes valores da dieta padronizada indicada para a obesidade com os da dieta geral e com as guidelines existentes. Trata-se de um estudo transversal, observacional, quantitativo, envolvendo os hospitais do Sistema Nacional de Saúde. Foi feita uma pesquisa bibliográfica relativamente a linhas orientadoras, nomenclaturas e valores nutricionais das mesmas sobre os Manuais de Dietas Hospitalares. Criou-se uma matriz específica para este estudo, onde foram analisados critérios como valor energético, proteico e glucídico, da dieta geral e indicada para obesidade, quando existente. O software estatístico utilizado foi IBM SPSS Statistics 22. Foram calculadas as médias e o desvio padrão dos nutrientes e utilizado o teste T student para uma amostra. Dos centros hospitalares que forneceram dados apenas 44...

‣ Misturas de extratos vegetais como alternativas ao uso de antibióticos melhoradores do desempenho nas dietas de frangos de corte; Blends of plants extracts to substitute the antibiotics as growth promoters in broilers diets

Rizzo, Pricila Vetrano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
Dois experimentos foram realizados com o objetivo de avaliar a eficácia da suplementação de diferentes misturas de extratos vegetais nas rações de frangos de corte como melhoradores do desempenho. Para o ensaio de desempenho, foram utilizados 1350 pintos de corte em blocos casualizados, com 6 repetições e 5 dietas experimentais: CN - controle negativo (dieta basal); CP - controle positivo, CN com 10 ppm de avilamicina; ME1 - CN com produto contendo 200 ppm de óleos essenciais de cravo, tomilho, canela e pimenta; ME2- CN com 100 ppm do produto comercial composto por óleos essenciais sintéticos de orégano e canela e óleoresina de pimenta microencapsulados; ME3 CN 500 ppm do produto comercial constituído por óleo de eucalipto, óleo essencial de canela-da-China, folhas de boldo-do-Chile e sementes de feno-grego, na fase inicial e 1200 ppm nas fases de crescimento e final. As aves foram criadas em cama reutilizada com a finalidade de proporcionar desafio à criação. Foram realizadas análises de contagem de oocisto de Eimeria na cama antes do início e após o término do experimento e os exames das amostras de cama não revelaram presença de oocistos de Eimeria. Ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar...

‣ Efeito da fermentação induzida sobre o valor nutritivo de dietas proteicas para abelhas Apis mellifera; The effect of induced fermentation on the nutritional value of artificial protein diets fed to honey bees

Almeida, Jóyce Máyra Volpini de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.07921%
Através da coleta de pólen, néctar e água as abelhas sociais conseguem suprir as exigências nutricionais para a manutenção da colônia e crescimento das crias. Esses insetos necessitam de reservas de alimento suficientes para atender a seu próprio sustento e das crias em desenvolvimento. Se tiver falta de alimento disponível na natureza, as colmeias enfraquecem. A carência de pólen no campo tem se tornado um grande problema para os apicultores. Uma alimentação artificial que suplemente essa carência ajuda a diminuir as perdas em épocas críticas. Porém, para que essa alimentação seja eficaz tanto quanto a alimentação natural, essas dietas artificiais devem suprir as necessidades nutricionais, e serem palatáveis a essas abelhas. O objetivo do nosso trabalho foi desenvolver e testar, uma dieta que seja o mais próximo possível da realidade dessas abelhas, ou seja, próximo ao Beebread - pão da abelha, em relação à palatabilidade e ao valor nutricional. Os experimentos foram realizados no Apiário Experimental do Departamento de Genética da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP com colmeias de abelhas Africanizadas (Apis mellifera). Foi produzido um inóculo fermentado à base dos microrganismos que ocorrem naturalmente no Beebread para que posteriormente pudesse ser usado para fermentar a dieta proteica artificial. Para tal...

‣ Avaliação de dietas comerciais para roedores domésticos

Estrázulas, Marina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
O aumento da procura por pequenos roedores como animais de estimação ressalta a importância dos cuidados específicos com a alimentação destas espécies. O objetivo deste trabalho foi avaliar 10 dietas comerciais indicadas para hamster, rato, camundongo, gerbilo e porquinho-da-índia, para verificar se as especificações das embalagens eram condizentes com o conteúdo dos produtos. Também foram comparadas as necessidades nutricionais de cada uma destas espécies com o conteúdo de nutrientes presentes nas dietas através de análise bromatológica laboratorial de proteína bruta, extrato etéreo, fibra bruta, matéria mineral, Ca e P. As dietas foram avaliadas macroscópicamente para analisar se continham todos os alimentos indicados na composição. As dietas denominadas P1, M1, M2 e M3 não continham todos ingredientes indicados nas embalagens. Na comparação com os níveis de garantia, aceitando uma variação de 5%, nove delas estavam fora do padrão indicado em umidade, extrato etéreo e fósforo, seis em proteína bruta e quatro em cálcio. Todas apresentaram variações em matéria fibrosa e matéria mineral. Os níveis de proteína bruta, extrato etéreo e fibra bruta da maioria das dietas tiveram excesso ou falta para alguma das espécies trabalhadas. Nas relações de Ca: P as rações E2...

‣ Processamentos e níveis proteicos das dietas nos desempenhos técnico e econômico da produção de tilápia-do-nilo em gaiolas

Buzollo, Hellen
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xvii, 95 f. : gráfs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
36.92707%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; O objetivo do estudo foi avaliar o desempenho produtivo e determinar os custos de produção buscando melhores lucratividades de tilápias-do-nilo criadas em gaiolas com dietas peletizadas e extrusadas contendo três níveis de proteína digestível. Foram utilizados 990 peixes revertidos para machos (116,02 ± 25,87g), distribuídos em 18 gaiolas (1,0 m3), em delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos e três repetições, em esquema fatorial 2 x 3, com 55 tilápias-do-nilo em cada gaiola. Os peixes foram alimentados com seis dietas com aproximadamente 4223 kcal kg-1 de energia digestível, contendo três níveis de proteína digestível (25,0; 28,0 ou 31,0 %). As tilápias foram arraçoadas seis vezes ao dia, durante 117 dias. Não houve mortalidade durante o período experimental. As tilápias alimentadas com dietas extrusadas, obtiveram melhor desempenho produtivo, apresentando as melhores médias para todas as variáveis analisadas. Quanto ao nível proteico, as maiores médias de consumo diário de dieta (CDD) (P<0,05) ocorreram com tilápias alimentadas com dietas de 31...

‣ Ecomicrobiologia e Fermentação no Retículo-Rumen de Ovinos, com Dietas à Base de Bolota

Marinho, Artur Armando de Moura
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.88119%
Este trabalho reporta-se a uma série de estudos realizados "in vivo" e "in vitro", com o objectivo de seguir e caracterizar as modificações operadas no ecossistema retículo-ruminal de ovinos alimentados com bolota, nas condições da pastagem de montado em anos de baixa precipitação pluviométrica. Durante a adaptação a que os animais foram sujeitos no intervalo de 1 mês, Diploplastron affine, Polyplastron multivesículatum, Diplodinium sp., Ophryoscolex sp.,-Isotricha sp. e Dasytricha ruminantium" desapareceram da dotação que os animais apresentavam antes do início do período da adaptação. Os Entodiniinae sofreram profundas alterações no seu espectro específico. Assim, as formas de pequena dimensão (Entodinium exiqum, E. nanellum, E. brevispinum) foram gradualmente diminuindo a sua população e em contrapartida as formas de maiores dimensões (E.lonqinucleatum e E. bursa) foram gradualmente ganhando expressão populacional. A incorporação de 70% de bolota nas dietas contendo 8,5% PB, baixou expressivamente a população bacteriana e a, população de ciliados. A suplementação destas dietas com níveis mais elevados de PB (11 % e 14%) provocou um aumento significativo (P<0,01) da população de, ciliados e das bactérias...

‣ Avaliação econômica de dietas com diferentes níveis de substituição do grão de sorgo por grão de aveia preta para terminação de novilhos em confinamento

Faturi,Cristian; Restle,João; Pascoal,Leonir Luiz; Cerdótes,Liliane; Rizzardo,Rômulo Augusto Guedes; Freitas,Aline Kellermann de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.92707%
Foi estudada a economicidade da utilização de quatro níveis de substituição (0; 33; 66 e 100%) do grão de sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) por grão de aveia preta (Avena strigosa) na fração concentrado da dieta de novilhos, na fase de terminação em confinamento. Os animais, com idade média inicial de 19 meses e peso médio inicial de 381kg, foram alimentados com dieta composta por 60% de volumoso e 40% de concentrado, contendo proteína bruta para ganho de peso de 1,2kg animal-1 dia-1. No período de adaptação de sete dias e na primeira metade do período experimental (35 dias), o volumoso utilizado foi a silagem de sorgo forrageiro, na segunda metade do período experimental (32 dias), o volumoso utilizado foi a silagem de milho (Zea mays). Quando foi utilizada a silagem de sorgo, os custos das dietas por animal por dia foram de R$ 1,062; 0,970; 0,865 e 0,725, respectivamente, para os níveis de substituição de 0; 33; 66 e 100%. Já os custos das dietas para produção de 1kg de ganho de peso foram de R$ 0,82; 0,74; 0,78 e 0,65, respectivamente. Quando foi utilizada a silagem de milho, os custos das dietas aumentaram em função do aumento no consumo de matéria seca e do maior custo de produção da silagem de milho. No entanto...

‣ Substituição de farinhas de origem animal por ingredientes de origem vegetal em dietas para frangos de corte

Bellaver,Claudio; Costa,Carlos Alberto Fagonde; Avila,Valdir Silveira de; Fraha,Marcos; Lima,Gustavo Júlio Mello Monteiro de; Hackenhar,Leandro; Baldi,Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
Devido às exigências de alguns importadores, por motivação cultural ou devido a zoonoses recém acontecidas na Europa, tem havido um direcionamento para fabricação de rações vegetais com base em milho e farelo de soja (FS). Esse direcionamento traz conseqüências na produção e por isso, objetivou-se avaliar a resposta de frangos de corte alimentados com dietas contendo farinhas de carne e ossos (FCO) e farinha de vísceras de aves (FV) e dietas contendo milho e FS. As dietas foram calculadas para conterem 3.050 e 3.150 kcal EM/kg de ração nas fases inicial e de crescimento, respectivamente, e com os demais nutrientes calculados para atenderem às exigências das aves. A substituição de ingredientes foi testada variando-se os níveis de proteina nas fases inicial e de crescimento respectivamente, da seguinte forma: 1. Dieta com inclusão de 4% de FCO suína e 3% de FV, calculada por proteína ideal, com 22% (inicial) e 20 % de PB (crescimento); 2. Dieta semelhante à dieta 1, sem farinhas de origem animal, formulada a base de milho e FS, com PB e lisina digestível semelhantes à dieta 1; 3. Dieta semelhante à dieta 2, com 23% (inicial) e 21% de PB (crescimento) e lisina digestível semelhante a dieta 1; 4. Dieta semelhante à dieta 2...

‣ Efeito do estradiol, dietas e duração do período seco sobre o consumo de matéria seca de vacas holandesas

Teixeira,Lucia De Fátima Andrade Correia; Perez,Juan Ramon Olalquiaga; Ferreira,Daniel Furtado; Souza,José Camisão de; Muniz,Joel Augusto; Head,H. Herbert
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.88119%
Foram avaliados os efeitos de dietas aniônicas (DA) e catiônicas (DC), associadas ou não ao uso de estradiol em dois períodos secos: período seco curto (30 dias) (PSC) e período seco regular (60 dias) (PSR) sobre o consumo de matéria seca (MS) de 40 vacas Holandesas, nos períodos pré-parto (PREP) e pós-parto (PP), distribuídas aleatoriamente em esquema fatorial 2x2+2. As dietas foram fornecidas por 21 dias no período pré-parto, após o qual, as vacas passaram a receber uma dieta de lactação. As DA não tiveram efeito sobre o consumo de MS no PREP; entretanto, resultaram em maior consumo quando comparadas à DC no pós-parto. Os contrastes entre tratamentos mostraram que DA fornecidas no PREP produziram aumento no consumo PP, PSR e no PSC associadas ao estradiol (P<0,01), sugerindo o efeito das DA sobre a mais rápida recuperação do consumo no PP; entretanto, essas no PSC sem estradiol resultaram em consumos semelhantes (P>0,05). Quando se comparam dietas com estradiol associado ao PSC com as demais, as primeiras apresentaram menores consumos, o que significa que a utilização de estrógenos exógenos pode reduzir o consumo no pós-parto. Não foram observadas diferenças entre consumo no PSC sem estradiol quando comparado ao PSR. O número de dias que antecederam o parto produziram efeito cúbico sobre o consumo (P<0...

‣ Avaliação de dietas fornecidas dos 14 aos 42 dias de idade sobre o desempenho e a composição de carcaça de leitões

Mascarenhas,Alessandra Gimenez; Ferreira,Aloísio Soares; Donzele,Juarez Lopes; Freitas,Rilke Tadeu Fonseca de; Gomes,Paulo Cezar; Oliveira,Rita Flávia Miranda de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
36.962979%
O objetivo deste trabalho foi avaliar dietas fornecidas dos 14 aos 42 dias de idade sobre o desempenho e a composição de carcaça de leitões. Vinte e oito leitegadas mestiças (Landrace × Large White) foram alimentadas à vontade com quatro tipos de dietas: duas simples e duas complexas. No desmame, aos 21 dias de idade, quatro animais (dois machos castrados e duas fêmeas), foram transferidos para creches e alojados em gaiolas metálicas, onde continuaram a ser alimentados com rações à vontade. Oitenta e quatro animais, 21 para cada tratamento (sete animais aos 14 dias e 14 animais aos 42 dias de idade), foram abatidos para determinar as taxas de deposição de proteína e gordura na carcaça. Foi usado delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos e sete repetições por tratamento. Dos 14 aos 21 dias de idade, o consumo diário de ração (CDR) foi insignificante. Após o desmame, os maiores CDR e ganho diário de peso (GDP) foram observados em leitões alimentados com as dietas complexa e simples, que tinham maior nível de proteína bruta e lisina (19 e 1,25%), que os alimentados com dietas simples contendo 16 e 0,80% de proteína bruta e lisina, respectivamente. As dietas simples e complexas com os mesmos níveis de proteína bruta...

‣ Dietas para leitões em aleitamento e pós-desmame

Ferreira,Vanusa Patrícia de Araújo; Ferreira,Aloízio Soares; Donzele,Juarez Lopes; Albino,Luiz Fernando Teixeira; Gomes,Paulo Cezar; Cecon,Paulo Roberto; Teixeira,Alexandre de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.88119%
Duzentos leitões mestiços (Landrace × Large White) foram distribuídos em delineamento em blocos ao acaso, com quatro tratamentos e cinco repetições, com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes dietas sobre o desempenho e os pesos relativos e absolutos de fígado e pâncreas de leitões durante os períodos de aleitamento e pós-desmame, arraçoados dos 14 a 56 dias de idade. Os tratamentos consistiram de quatro dietas, as quais foram fornecidas aos animais dos 14 aos 42 dias de idade, quando então foram substituídas por uma dieta simples (ração de creche). Com base nos resultados, pode-se concluir que dietas contendo fontes de proteína de alta qualidade, como leite em pó integral e farinha de peixe, sem fonte suplementar de alimentos energéticos, como soro de leite, quando fornecidas a leitões dos 14 aos 42 dias de idade, proporcionaram os mesmos resultados de desempenho de leitões desmamados aos 28 dias de idade e recebendo rações simples à base de milho e farelo de soja.

‣ Avaliação de dietas para eqüinos de uso militar em atividade física moderada

Galvão,Patrícia Maia; Almeida,Fernando Queiroz de; Oliveira,Chiara Albano de Araújo; Lima,José Roberto Pinto de Andrade; Vieira,Antônio Assis; Adese,Bruna; Santos,Tiago Marques dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.035386%
Objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar dietas de cavalos de uso militar em atividade física moderada. O experimento foi realizado no Regimento Escola de Cavalaria do Exército Brasileiro, onde foram avaliadas as dietas dos eqüinos do Esquadrão de Cerimonial. No ensaio de desempenho, foi utilizado delineamento experimental em blocos casualizados, compostos de três tratamentos, sendo o bloco a idade dos animais e os tratamentos, as dietas experimentais. Na dieta I, quinze animais receberam dietas com ração comercial com feno de alfafa e coastcross incorporados ao pelete; na dieta II, quinze animais receberam ração comercial peletizada e, na dieta III, quatorze animais receberam ração comercial peletizada semelhante à dieta II, acrescida de 3,0 kg de aveia hidropônica. Em todas as dietas, foram adicionados 3,0 kg de feno de coastcross. Em seguida, foi conduzido o ensaio de digestão em delineamento inteiramente casualizado, com os três tratamentos supracitados e quatro repetições, além da coleta total de fezes, para avaliação da digestibilidade dos nutrientes das dietas experimentais. Os valores obtidos foram submetidos à análise de variância e as médias, comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Os animais alimentados com as dietas experimentais tiveram o peso vivo e escore corporal inalterados pelas variações dos conteúdos de nutrientes das mesmas. Os coeficientes de digestibilidade foram afetados pela dietas experimentais e...

‣ Consumo, cinética digestiva e digestibilidade de nutrientes em equinos atletas alimentados com dietas contendo óleo de soja

Godoi,Fernanda Nascimento de; Almeida,Fernando Queiroz de; Saliba,Eloisa de Oliveira Simões; Ventura,Henrique Torres; França,Almira Biazon; Rodrigues,Liziana Maria
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.962979%
Objetivou-se avaliar o consumo, a cinética digestiva e a digestibilidade de nutrientes em equinos consumindo rações suplementadas com óleo de soja. Foram utilizados 15 equinos em delineamento experimental inteiramente casualizado com três dietas e cinco repetições. As dietas experimentais foram formuladas a partir de uma dieta controle (sem inclusão de óleo de soja) acrescida 8,5% ou 19,5% de óleo de soja. O ensaio teve duração de 34 dias: 30 de adaptação dos equinos às dietas e quatro de coleta de fezes. A cinética da fase líquida da digesta no trato digestivo foi estimada pela LIPE® (lignina isolada, purificada e enriquecida) na forma líquida. A LIPE® foi fornecida no 30º dia, em dose única, e as amostras de fezes foram coletadas nos tempos 0, 2, 4, 8, 12, 16, 20, 24, 30, 36, 42, 48, 54, 60, 66, 72 e 78 horas após o fornecimento. O consumo de matéria seca das dietas reduziu com a inclusão de óleo de soja. O coeficiente de digestibilidade aparente do extrato etéreo aumentou nas dietas hiperlipidêmicas, enquanto o de digestibilidade da celulose reduziu com a inclusão de 19,5% de óleo de soja. O coeficiente de digestibilidade dos demais nutrientes, exceto o de proteína bruta, e a cinética da digesta no trato gastrointestinal não foram alterados. A inclusão de óleo de soja em dietas práticas para equinos possibilita reduzir o consumo de matéria seca e aumentar a concentração energética...

‣ Fosfatos de Rocha em Dietas para Suínos Formuladas com Base no Fósforo Disponível.

BELLAVER, C.; GOMES, P.C.; FIALHO, E.T.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, V.26, n.10, p.1771-1776, out. 1991 Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, V.26, n.10, p.1771-1776, out. 1991
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.88119%
Realizou-se um experimento objetivando avaliar diferentes fontes de fosfatos para suínos. Utilizaram-se 144 suínos mestiços (Landrace x Large White) de ambos os sexos, dos 22 aos 99,2 kg. Os tratamentos, dispostos num delineamento inteiramente casualizado, foram representados pelas dietas à base de milho e farelo de soja e fosfatos bicálcico, tapira, patos ou goiás. As dietas foram equivalentes em proteína, energia digestível e P disponível. 0 desempenho dos suínos alimentados com as dietas contendo os fosfatos bicálcico e tapira foi semelhante (P > 0,05). Entretanto, o fosfato bicálcico diferiu (P < 0,05) e, o fósfato de tapira foi similar (P > 0,05) aos que receberam fosfatos patos e goiás. O ganho de peso diário médio e a conversão alimentar dos animais foram: 804 e 2,83; 750 e 2,89; 650 e 2,88; 629 g e 3,04, respectivamente. A percentagem de cinza no terceiro metacarpiano diferiu (P < 0,05) entre os fosfatos testados, e os valores foram, respectivamente, 49,80; 50,43; 52,29 e 48,46%. As concentrações de flúor nos fosfatos patos e goiás devem ser diminuídas, para permitir seu melhor aproveitamento nas dietas para suínos.; 1991

‣ Aplicação de análise elementar para estimativa de composição química de dietas

Oliveira, Marina Maria Barbosa de
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
36.92707%
Estudos através de diferentes metodologias de análise de composição de alimentos parecem uma alternativa de extrema importância na determinação da exatidão de métodos e de procedimentos laboratoriais. O presente trabalho se propõe a avaliar a capacidade preditiva das equações propostas na literatura para análise de composição centesimal através da análise elementar em dietas mistas, assim como analisar a influencia do preparo de amostra por diferentes métodos de secagem, e avaliar a variabilidade intrínseca ao método e a amostra correlacionando-as com os métodos oficiais. Dietas mistas, caracterizadas pela refeição almoço (n=40) foram coletadas, processadas e homogeneizadas, dessecadas a peso constante em dois diferentes métodos: liofilização e secagem convencional (estufa a 105ºC). Amostras liofilizadas foram destinadas a análise elementar de composição química através da aplicação das equações propostas por Kumae, 2000. As amostras dessecadas em estufa foram também destinadas a análise elementar. A variabilidade foi avaliada de acordo com resultados de análise elementar versus química na estimativa dos principais elementos (Carbono, Hidrogênio, Nitrogênio e Oxigênio) e da análise química (métodos oficiais). O estudo de exatidão de métodos foi delineado partindo de correlação e regressão linear. As amostras demonstraram uma ampla variação de resultados para os macronutrientes avaliados: gordura total (1...

‣ Dietas hospitalares para obesos: padronização e adequação nutricional

Ferro-Lebres, Vera; Fernandes, António; Oliveira, Ana; Trento, Sabrina; Gomes, Susana; Guimarães, Tatiana
Fonte: Sociedade Portuguesa de Cirurgia Publicador: Sociedade Portuguesa de Cirurgia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
A obesidade é uma doença crónica com génese multifatorial e atualmente considerada um problema de Saúde Pública. Em Portugal a sua prevalência é de 14,2% em adultos dos 18 aos 64 anos. Sendo a dieta hospitalar parte essencial da terapia do paciente hospitalizado parece fundamental existirem dietas padronizadas para doentes com excesso de peso. Não se tem conhecimento de estudos nacionais acerca da padronização de dietas hospitalares, em particular dietas para obesos. Analisar os valores nutricionais dos Manuais de Dietas Hospitalares, comparar alguns destes valores da dieta padronizada indicada para a obesidade com os da dieta geral e com as guidelines existentes. Trata-se de um estudo transversal, observacional, quantitativo, envolvendo os hospitais do Sistema Nacional de Saúde. Foi feita uma pesquisa bibliográfica relativamente a linhas orientadoras, nomenclaturas e valores nutricionais das mesmas sobre os Manuais de Dietas Hospitalares. Criou-se uma matriz específica para este estudo, onde foram analisados critérios como valor energético, proteico e glucídico, da dieta geral e indicada para obesidade, quando existente. O software estatístico utilizado foi IBM SPSS Statistics 22. Foram calculadas as médias e o desvio padrão dos nutrientes e utilizado o teste T student para uma amostra. Dos centros hospitalares que forneceram dados apenas 44...

‣ Dietas para condicionamento alimentar do tucunaré Cichla sp.; Diets for feed training peacock bass Cichla sp.

Cyrino, José Eurico Possebon; Kubitza, Fernando
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.962979%
The use of prized, carnivorous fish species such as the peacock bass Cichla sp. in either intensive farming or sport fishing demand specific knowledge on feed conditioning strategies for those species. One thousand and fifteen 0.5-g fingerlings were trained for 7 days to feed on ground fish flesh (GF). Seven hundred and seventy six (76%) fish (0.63 ± 0.03 g) feeding on GF were stocked into twelve 0.03-m³ net cages (63 fish/cage) and submitted to gradual feed ingredient transition (GFIT) weaning technique. Moist pellets with 90, 80, 70 or 60% GF (GF-90, GF-80, GF-70 or GF-60, respectively) were offered during the first 4 days of GFIT. No fish accepted GF-00 at the end of GFIT. Fish started on GF-90 or GF-80 fed well until GF dietary levels dropped below 40%. To improve acceptance of pellets containing 30% or less GF, a second trial with four 0.03-m³ net cages stocked with 120, 0.5-g fish feeding on GF was designed. Fish fed on a sequence of moist pellets containing 90, 80, 70, 60, 50 or 40% GF for 3 days. Approximately 81% of the fish accepted GF-40; they were pooled and restocked into nine 0.03-m³ net cages and weaned to GF-00 with a sequence of diets containing 30, 20 and 10% GF plus: 1) a meat-flavored dry, commercial feed (MEAT); 2) a fish-flavored dry...

‣ Evaluación de tres dietas con diferente contenido proteico en el cultivo de postlarvas del langostino de río Macrobrachium rosenbergii

Luna,Merirros; Graziani,César; Villarroel,Elvis; Lemus,Mairin; Lodeiros,César; Salazar,Greys
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela. Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.01556%
Se evaluó el crecimiento y la supervivencia de postlarvas de Macrobrachium rosenbergii alimentadas con dos dietas comerciales empleadas actualmente en cultivo de peces dulceacuícolas (P-28 y P-25) y una dieta formulada para camarones marinos (P-35) con distintos niveles de proteínas. El ensayo tuvo una duración de 30 días, durante los cuales se realizaron dos muestreos quincenales. Las postlarvas fueron distribuidas a una densidad de 50 organismos por acuario de 3,2 L, empleándose un total de cuatro réplicas experimentales y una de sustitución para cada dieta, con un suministro de alimento dos veces al día, equivalente al 10% de la biomasa húmeda de los camarones. La relación talla-peso de los organismos de las diferentes dietas mostraron relaciones lineales y significativas con un elevado índice de correlación (r>0,90) y un crecimiento alométrico, sin obtener diferencias significativas entre sus pendientes, mostrando que las dietas utilizadas fueron adecuadas para el desarrollo de los organismos. No obstante, en los demás parámetros de crecimiento se encontraron diferencias significativas entre las dietas utilizadas, particularmente a los 15 días del experimento, donde la dieta P-25 mostró el valor mayor en cuanto a longitud total y ganancia relativa en peso. El índice de ARN/ADN al día 30 mostró ser más elevado para la dieta P-25 y P-35 y ésta igual a la P-28. Al final del estudio...

‣ Estudios preliminares en la formulación de dietas para camarón blanco (litopenaeus schmitti) utilizando ensilado de pescado.

González,Deokie; Córdoba,José; Indorf,Federico; Buitrago,Esperanza
Fonte: UNIVERSIDAD DEL ZULIA Publicador: UNIVERSIDAD DEL ZULIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.92707%
El incremento en costos de las proteínas de origen animal y vegetal usadas en la formulación de dietas para camarones, ha sido la principal motivación en la búsqueda de nuevas fuentes de proteína que puedan sustituir la comúnmente usada harina de pescado, permitiendo un alimento balanceado de bajo costo. El ensilado biológico posee un contenido de proteínas (41,5%), que en una adecuada combinación con la harina de soya y trigo puede cubrir satisfactoriamente los requisitos nutricionales del camarón. Se compararon cinco dietas para camarón blanco, Litopenaeus schmitti; un alimento concentrado comercial y se elaboraron cuatro dietas con la incorporación de diferentes concentraciones de ensilado biológico de pescado como parte del aporte proteico en la dieta. Las características bromatológicas de las dietas desarrolladas se ajustaron satisfactoriamente a los requerimientos del camarón, presentando valores de proteínas entre 34,5-40,8%, observándose un bajo aporte de lípidos con respecto a los requisitos sugeridos para esta especie. Durante el bioensayo, la dieta AC-15, produjo los mejores efectos de crecimiento y ganancia de peso en comparación con la dieta comercial. Los resultados obtenidos indican, que a niveles de 15% de inclusión del ensilado...

‣ Estimativa de ferro biodisponível em dietas de creches filantrópicas da cidade de São Paulo: considerações sobre a fortificação da farinha de trigo com ferro

Machado, Edna Helena da Silva; Sales, Cristiane Hermes; Brasil, Anne Lise Dias; Braga, Josefina Aparecida Pellegrini; Colli, Célia
Fonte: Segurança Alimentar e Nutricional Publicador: Segurança Alimentar e Nutricional
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Exploratória. Formato: application/pdf
Publicado em 09/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.962979%
Objetivo: Estimar o ferro biodisponível nas dietas oferecidas às crianças de um a dois anos de idade, em creches filantrópicas do município de São Paulo, e, a partir dos cardápios avaliar o ferro considerando as alterações na concentração de ferro dietético pela fortificação das farinhas de trigo.Métodos: O ferro total e o ferro biodisponível foram estimados nas quatro refeições diárias planejadas para um período de cinco dias, utilizando-se os cardápios padronizados adotados em oito creches filantrópicas do município de São Paulo. Considerando-se a concentração de ferro de cada dieta individual, bem como a de proteína animal e de vitamina C, calculou-se a quantidade de ferro biodisponível ofertada a cada refeição, utilizando-se a equação de Monsen e Balintfly, que possibilita essa estimativa, a partir da relação entre esses fatores. Estimou-se ainda, nas mesmas dietas, o ferro total e biodisponível e suas densidades, considerando-se o acréscimo na concentração de ferro não heme derivado da fortificação de farinha de trigo e de milho com 4,2 mg Fe/100 g. Para o cálculo da oferta de nutrientes das dietas, foi utilizado o Programa Nutwin®, versão 1.5.Resultados: A quantidade média diária de ferro e de ferro biodisponível oferecidos com as dietas foram de 6...