Página 1 dos resultados de 3360 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ Entomologia forense : identificação genética de espécies em Portugal

Cainé, Laura Sofia Ramos Mendes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.040857%
A Entomologia Forense, consiste no estudo da interacção de insectos e outros artrópodes com questões legais. Pode ser dividida em: urbana, referente a produtos alimentares e médico-legal. Em Entomologia Forense a investigação criminal pode beneficiar dos métodos moleculares de genotipagem, como a identificação do cadáver através do conteúdo gástrico larvar ou a identificação genética da espécie, de uma prova entomológica. Este estudo teve como objectivos: a comparação de diferentes métodos de extracção de DNA, utilizados em Entomologia Forense Molecular, a análise das principais diferenças, relativas à ocorrência de espécies encontradas em distintas condições ambientais e climáticas em cadáveres humanos, em Portugal e a elaboração de uma base de dados entomológicos. O DNA dos 314 espécimes que fizeram parte deste estudo e dos conteúdos gástricos larvares, foi extraído através de diferentes processos, de modo a possibilitar a comparação entre métodos. Para o estudo de microssatélites humanos, a partir do conteúdo gástrico larvar, foi utilizado um sistema multiplex. Na reacção de amplificação para DNA mitocondrial foram utilizados primers específicos para as diferentes regiões estudadas (citocromo b e citocromo oxidase I). Os diferentes métodos de extracção de DNA utilizados não aparentaram revelar diferenças significativas entre si. Contudo...

‣ Entomologia - da idade média ao século XIX.

Tavares, João
Fonte: Núcleo Português de Estudo e Protecção da Vida Selvagem - Delegação Açores (N.P.E.P.V.S./D.Açores) Publicador: Núcleo Português de Estudo e Protecção da Vida Selvagem - Delegação Açores (N.P.E.P.V.S./D.Açores)
Tipo: Anotação
Publicado em //1983 Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Condensado por João Tavares do livro "ENTOMOLOGIA GERAL" de ZILKAR C. MARANHÃO (1976).; Remota à Idade Média os primeiros conhecimentos sobre os insectos, encontrando-se pintados e esculpidos nos vários monumentos do Egipto. LATREILLE (1819) cita entre outros a abelha, o sphex e o escaravelho rolador de bolas de excremento, sendo este último altamente venerado pelos egípcios, ao qual atribuíam uma multidão de virtudes reais ou simbólicas. No livro do êxodo encontramos que os Hebreus foram muitas vezes obrigados a alimentarem-se de gafanhotos, durante as suas peregrinações através dos desertos da Arábia. Também uma das dez pragas do Egipto mencionadas no Antigo Testamento, a décima delas, outra coisa não é senão uma das temíveis invasões de gafanhotos. Segundo LACORDAIRE (1834-38) é somente na Grécia e no tempo de Aristoteles (384-322 a.c.) que a Entomologia começa a adquirir uma forma aproximada de ciência. Aristoteles menciona nos seus escritos, 41 insectos, designando-os apenas pelo nome do género, sendo actualmente impossível voltar a saber a que espécies actuais conrespondem.

‣ Cem anos da Entomologia Forense no Brasil (1908-2008)

Pujol-Luz,José Roberto; Arantes,Luciano Chaves; Constantino,Reginaldo
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.975022%
Apresentamos uma história do desenvolvimento da Entomologia Forense no Brasil e uma avaliação do estado da arte e perspectivas. Esses estudos no Brasil iniciaram-se em 1908 com os trabalhos pioneiros de Roquette-Pinto e Oscar Freire, que notaram a grande diversidade da fauna de insetos necrófagos e a impossibilidade de aplicação direta de métodos desenvolvidos na Europa. Nas últimas duas décadas a Entomologia Forense tem avançado rapidamente no Brasil, mas ainda existem lacunas importantes no conhecimento, especialmente com relação à taxonomia, biologia e ecologia dos principais grupos de moscas e besouros necrófagos e também falta de integração entre os entomologistas e a polícia judiciária. Atualmente existem no Brasil mais de 20 pesquisadores desenvolvendo pesquisas relacionadas com Entomologia Forense e algumas dezenas de peritos criminais com treinamento nessa área, em quase todos os estados brasileiros. Neste trabalho são também apresentadas algumas diretrizes para políticas de desenvolvimento deste campo de pesquisas no Brasil.

‣ Marcadores moleculares como ferramentas para a identificação de dípteros de importância forense (Calliphoridae, Muscidae)

Sandoval, Rafael Cedro de Souza
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Resumo: Na entomologia forense diversas espécies pertencentes às famílias Calliphoridae e Muscidae podem ser úteis principalmente na estimativa do intervalo pós-morte, embora para tanto seja fundamental a correta identificação das espécies. Ocasionalmente, muitas vezes os insetos associados encontrados na cena do crime podem estar representados somente por espécimes em estágios imaturos, pupários ou apenas fragmentos corporais, dificultando o processo de identificação. O uso de marcadores moleculares em estudos de diagnóstico espécie-específico tem constituído uma nova abordagem alternativa aos estudos tradicionalmente desenvolvidos utilizando caracteres morfológicos. Neste contexto, a hipótese de caracterização molecular foi trabalhada através de técnicas de amplificação e sequenciamento, utilizando as regiões do Citocromo C Oxidase Subunidade I (COI) do DNA mitocondrial e o Segundo Espaçador Interno Transcrito (ITS2) do DNA ribossômico. A metodologia utilizada nas análises moleculares se mostrou eficiente na identificação, separando as espécies em clados distintos, e mostrando ser uma metodologia rápida e eficaz na identificação das espécies de interesse forense. Somente os exemplares de Paralucilia xanthogeneiates se comportaram nas análises como pertencentes a espécies diferentes...

‣ Assembleias de abelhas sob a perspectiva funcional

Paula, Gabriel Antonio Rezende de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 125f. : il. algumas color., tabs., grafs., color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientador : Prof. Dr. Gabriel A. R. Melo; Co-orientador : Prof. Dr. Maurício O. Moura; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 11/06/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Esse estudo é fundamentado em um detalhamento histórico, conceitual e prático de Ecologia Funcional e de sua relação à Ecologia de Comunidades, com o intuito de caracterizar assembleias de Apidae de dois conjuntos de levantamentos sistematizados sob distintas intensidades de redução do habitat natural. Os perfis funcionais compreenderam a síntese das características suportadas pela hipótese geral da existência de mudanças na diversidade funcional associadas às alterações ambientais. Essas características correspondem ao peso seco, amplitude da dieta, hábito de nidificação, recursos especiais para nidificação ou reprodução, nível de socialidade, cleptoparasitismo e fenologia. A pesquisa foi pautada nos gêneros de Apidae como unidade taxonômica operacional e constatações complementares forem decorrentes do estudo de sua composição taxonômica (dada pela distribuição da abundância e biomassa) e sua composição funcional. O primeiro conjunto de levantamentos conduzidos no entorna do Aeroporto Afonso Pena dentre a década de 1960 e o início dos anos 2000...

‣ Análise cladística de Lepthochirus Germar, 1824 e revisão de Leptochirus s.str. (Coleoptera, Staphylinidae, Osoriinae)

Flores, Angélico Fortunato Asenjo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 210f. : il. algumas color., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientador : Dr. Mario Antonio Navarro da Silva; Co-orientador : Dr. Claudio José Barros de Carvalho; Co-orientador : Dr. Rodrigo dos Santos Machado Feitosa; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 26/02/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: O presente trabalho é um estudo do gênero Leptochirus (Coleoptera: Staphylinidae: Osoriinae) pertencente à tribo Leptochirini. O trabalho inclui o estudo dos subgêneros Neotropicais de Leptochirus (Mesochirus e Leptochirus s. str.). A revisão de cada um dos subgêneros é apresentado nos dois primeiros capítulos. Dados como distribuição, novos registros, redescrições e descrições de novos taxa são fornecidos para cada espécie. Igualmente são apresentados a designação de lectótipos, paralectótipos, assim como novas sinonímias propostas para cada uma delas. O terceiro capítulo, inclui uma análise cladística baseada em caracteres morfológicos externos dos adultos, e caracteres sexuais internos. Na análise inclui-se representantes dos quatro subgêneros de Leptochirus (Leptochirus s. str., Mesochirus, Strongyloquirus...

‣ Ecologia dos insetos associados aos frutos de leguminosas do Parque Estadual do Cerrado, Jaguariaiva, Paraná

Sari, Lisiane Taiatella
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 217f. : il. algumas color., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.975022%
Orientadora : Cibele Stamare Ribeiro-Costa; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciencias Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 2007; Inclui bibliografia; Área de concentração: Entomologia; O Parque Estadual do Cerrado, em Jaguariaíva, Paraná, constitui-se um dos últimos remanescentes da vegetação de cerrado do Estado. No Parque são observadas duas formas quanto à vegetação, uma savânica que varia desde campo sujo, campo cerrado, cerrado sensu stricto até cerradão e outra florestal, formada por floresta ciliar e estacional semidecidual, também denominada zona ecotonal. Neste local, assim como em outros cerrados brasileiros, não foram realizados estudos da entomofauna endofítica associada aos frutos, e, especificamente, às sementes. Insetos relacionados a essas estruturas, atuam na ecologia e evolução das populações de plantas, sendo de relevância estudos direcionados a esse sistema. Leguminosas são abundantes nesse bioma, registradas comumente em vários levantamentos. Com o objetivo de identificar os insetos relacionados aos frutos deste grupo e compreender a ecologia das interações, foram realizadas coletas de frutos de 12 espécies...

‣ Filogenia do gênero Neotropical Zenoria Mulsant, 1850 (Coleoptera, Coccinellidae, Ortaliinae)

Santos, Paula Batista
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 113f. : il. algumas color., tabs., grafs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientadora : Profª. Drª. Lúcia Massutti de Almeida; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 30/07/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: A monofilia de Zenoria Mulsant, 1850 é estabelecida e os relacionamentos filogenéticos entre suas espécies são propostos, baseados em 81 caracteres morfológicos dos adultos, sendo cerca de 80% utilizados pela primeira vez em uma análise cladística envolvendo Coccinellidae. A análise filogenética sugere a monofilia de Zenoria com 19 sinapomorfias sustentando esta hipótese. A árvore de relacionamento filogenético entre as espécies de Zenoria, apesar da falta de resolução em algumas relações internas, permitiu o reconhecimento de algumas linhagens como evolutivamente independentes e a formação de 7 clados. O presente estudo representa a primeira tentativa de se analisar as relações filogenéticas de Zenoria com base em caracteres morfológicos externos de todos os taxa nela incluídos. Com base nos estudos morfológicos e filogenéticos o gênero foi considerado monofilético e na análise com pesos iguais a árvore sugere sete clados com a seguinte topologia: (Z. lativerpa + (Z. sp. nov. 5 + (Z.tricolor + (Z. cortchi + (Z. luciae + Z. sylvativa)))) + (Z. sp. nov.1 + (Z. dozieri + (Z. discoidalis + (Z. delicatula + Z. ratzeburgi)))) + (Z. formosa + Z. schwarzi) + (Z. emarginta + (Z. purpurea + Z. revestita)) + (Z. linteolata + (Z. similaris + (Z. nigra + Z. subcostalis)) + (Z. sp. nov 2 + (Z. flavicollis + (Z. peruviana + (Z. paprzyckii + (Z. nigricollis + Z. sp. nov. 4))))) + (Z. sp. nov. 3 + (Z. patula + Z. serva) + (Z. roberti + (Z. stellaris + (Z. carinata + Z. major))) + (Z. annularis + (Z. pallida + Z. varialilis)) + (Z. rodolioides + (Z. circumcimcta + Z. pilosula))). Foram reconhecidas 39 espécies...

‣ Análise cladística de Omalodes e revisão de Omalodes (Omalodes) Dejean, 1833 (Coleoptera, Histeridae, Histerinae)

Moura, Daniel Pessoa de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 303f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf application/x-compressed
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientadora : Profa. Dra. Lúcia Massuti de Almeida; Co-orientador : Prof. Dr. Michael S. Caterino; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 17/07/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Histeridae é composta por aproximadamente 4.200 espécies divididas em 11 subfamílias, das quais Histerinae é a maior, compeendendo cerca de 50% do número de espécies da família. São na sua maioria predadores generalistas com uma grande diversidade morfológica, a qual está intimamente relacionada aos ambientes habitados por esses besouros. Podem ser encontrados associados a material em decomposição (animal ou vegetal), fezes, carcassas, ninhos de inúmeros vertebrados e também associados a insetos sociais como formigas e cupins. Histerinae é formada por 5 tribos, Exosternini Bickhardt, 1914; Hololeptini Hope, 1840; Platysomatini Bickhardt, 1914; Omalodini Kryzhanovskij, 1972 e Histerini Gyllenhal, 1808. Atualmente Omalodini Kryzhanovskij, 1972 é composta por doze gêneros e aproximadamente 100 espécies, dos quais Omalodes Dejean, 1833 é o maior dentro de Omalodini, com aproximandamente 63 espécies descritas em três subgêneros: Omalodes s. str....

‣ Taxonomia do gênero Neotropical Leucopodella Hull (Diptera:Syphidae)

Carvalho, Alberto Henrique de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 71f. : il. algumas color., maps., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientadora : Drª Luciane Marinoni; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 09/12/2010; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Leucopodella Hull, 1949 é um gênero de sirfídeos neotropicais pertencente à Bacchini, com distribuição exclusiva na Região Neotropical. O gênero é composto por espécies de tamanho diminuto, sem tubérculo facial, asas com padrão característico de manchas, fêmur posterior com discreto espessamento em direção ao ápice e abdome peciolado. A maioria das espécies descritas foi inicialmente alocada em Baccha Fabricius, 1805. Em 1949 uma parte das espécies neotropicais, até então incluídas em Baccha, foi transferida para Leucopodella, quando Hull propôs um novo gênero para alocar espécies que não possuíam tubérculo na face. Os objetivos são os seguintes: contribuir para o conhecimento da sistemática do gênero neotropical Leucopodella, bem como da família Syrphidae, pelo estudo de seus caracteres morfológicos e do relacionamento filogenético entre suas espécies. No presente estudo, as oito espécies pertencentes a esse gênero foram redescritas: L. balboa (Hull...

‣ Evolução das abelhas coletoras de óleos florais Centris e Epicharis : inferências a partir da filogenia molecular datada da subfamilia Apinae e das plantas produtoras de óleo floral da Região Neotropical

Martins, Aline Cristina
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 142f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientador : Prof. Dr. Gabriel Rodrigues de Melo; Co-orientadora : Profª. Drª. Susanne S. Renner; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 15/07/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: As abelhas são insetos dependentes das angiospermas, com as quais compartilham uma história de cerca de 120 Ma. Desde sua origem, a relação entre abelhas e flores evoluiu em uma mistura de interações obrigatórias e facultativas, que resultaram em adaptações fantásticas em ambas as partes. Pólen e néctar são as recompensas comumente ofertadas pelas plantas a polinizadores. Porém, cerca de 2000 espécies de angiospermas produzem óleo em suas flores, que é coletado por cerca de 450 espécies de abelhas especializadas e dependentes deste recurso para alimentação de suas larvas e nidificação. Na Região Neotropical, esse intrigante mutualismo é protagonizado pela diversa família Malpighiaceae e pelas cerca de 250 espécies de abelhas dos gêneros Centris e Epicharis. Estas abelhas são formalmente classificadas em uma tribo, Centridini, agrupamento corroborado pelas filogenias morfológicas devido ao suporte dado pelos caracteres relacionados à coleta do óleo floral. Centris e Epicharis se destacam na fauna de abelhas Neotropical devido a riqueza de espécies...

‣ Uso da modelagem ecológica de nichos como ferramenta para o conhecimento da distribuição geográfica potencial de Coleoptera de importância forense no Brasil

Corrêa, Rodrigo César
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 100f. : il. algumas color., maps., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.20814%
Orientadora : Profª. Drª. Lucia Massutti de Almeida; Orientador : Prof. Dr. Mauricio Osvaldo Moura; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 28/04/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Uso da modelagem ecológica de nichos como ferramenta para o conhecimento da distribuição geográfica potencial de Coleoptera de importância forense no Brasil Resumo O uso de insetos na área médico-legal tem crescido muito no Brasil, tanto na coleta e descrição da diversidade associada a corpos em decomposição, quanto na aplicação da entomologia forense em casos reais. Entretanto, a grande diversidade da fauna e as peculiaridades de cada bioma demandam estudos regionais. A estimativa da distribuição potencial das espécies por meio da modelagem ecológica de nichos pode gerar importantes resultados para a entomologia forense, principalmente em casos de deslocamento de cadáver, auxilio na identificação e delimitação de áreas para a realização de experimentos de sucessão entomológica e levantamento de fauna. O principal objetivo deste trabalho é determinar a distribuição potencial de espécies necrófagas de Coleoptera...

‣ Efeitos da fragmentação de hábitat na diversidade de Syrphidae (Diptera) na planície costeiro do Rio Grande do Sul, Brasil

Kirst, Frederico Dutra
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 67f. : il. algumas color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientadora : Dra. Luciane Marinoni; Co-orientador : Dr. Rodrigo Ferreira Krüger; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 02/06/2013; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Um dos padrões fundamentais em ecologia é o aumento do número de espécies em função da área amostrada. Este padrão é comumente chamado de relacionamento espécie-área (SAR). O conhecimento de como e porque o número de espécies aumenta com o tamanho da área é primordial para o estudo da fragmentação de hábitat. Com o objetivo de identificar o padrão de diversidade de Syrphidae na Planície Costeira do Rio Grande do Sul através do SAR, nós realizamos um inventário das espécies dessa família que ocorrem no referido local. Foram instaladas 140 armadilhas em 35 áreas em cinco regiões. Para cada área, quatro armadilhas foram instaladas equidistantemente, de acordo com o tamanho do fragmento, para uma amostragem uniforme e proporcional. Cada armadilha ficou no campo por oito dias. As coletas resultaram em 456 indivíduos, com um total de 49 espécies distribuídas em 17 gêneros. Todas as subfamílias de Syrphidae foram coletadas. Eristalinae foi a mais rica em número de espécies (n=23) com abundância de 187...

‣ Espectroscopia de infravermelho próximo e microestruturas de escamas de Sabethes (Sabethes) albiprivus Theobald, 1903 (Diptera : Culicidae)

Ferreira, Betina Westphal
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 87f. : il. algumas color., tabs., grafs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientador : Prof. Dr. Mário Antônio Navarro da Silva; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 21/08/2013; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: O gênero Sabethes Robineau-Desvoidy é constituído por 39 espécies, distribuídas em cinco subgêneros, Davismyia, Sabethoides, Sabethinus, Peytonulus e Sabethes, sendo este último o que apresenta a maior riqueza com 18 espécies descritas. Sabethes (Sabethes) albiprivus Theobald, 1903 é uma espécie com distribuição restrita à América do Sul, já foi encontrada naturalmente infectada com o vírus da febre amarela e apresenta consideráveis variações morfológicas quanto ao seu tamanho e coloração do reflexo das escamas que recobrem o tórax, abdome, lobos antepronotais e occipício. Diante destas considerações, o objetivo deste trabalho foi caracterizar e descrever as variações morfológicas dos exemplares, em conjunto com um estudo das microestruturas presentes nas escamas que revestem o corpo deste culicídeos. Foram analisados 210 exemplares adultos, machos e fêmeas, montados em alfinetes entomológicos com o auxílio de estéreomicroscópio...

‣ Sennius Bridwel, 1946 (Coleoptera, Chrysomelidae, Bruchinae) : análise cladística com associação de plantas hospedeiras e revisão taxonômica das espécies sulamericanas

Viana, Jéssica Herzog
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 190f. : il. algumas color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.883867%
Orientadora : Drª Cibele Stramare Ribeiro-Costa; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 27/08/2014; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Sennius Bridwell está alocado na tribo Bruchini, subtribo Acanthoscelidina e, juntamente com Megasennius Whitehead & Kingsolver forma um agrupamento, entretanto a monofilia de Sennius ou desse grupo nunca foi testada. Megasennius compõe-se apenas por M. muricatus (Sharp, 1885) que se distribui na América Central e consome sementes de Cassia Linnaeus. Até este estudo, Sennius era composto por 58 espécies em geral reunidas em agrupamentos. Ocorrem por todas as Américas consumindo sementes principalmente de Senna Miller, Cassia e Chamaecrista Moench. Nesse estudo foi realizada uma análise cladística do gênero Sennius e revisadas as espécies sulamericanas. A monofilia de Sennius foi testada com 58 caracteres morfológicos do adulto e 94 táxons terminais, sendo 77 do grupo interno. A análise com pesagem implícita e diferentes coeficientes de k mostrou que Sennius é suportado por um caráter sinapomórfico, sendo monofilético após as transferências de S. infractus Johnson & Kingsolver...

‣ Abraham Willink: impulsor de la descentralización de la entomología argentina; Abraham Willink: promoter of the Argentinian entomology decentralization

Claps, Lucia Elena; Claps, Guillermo Luis; Navarro, Fernando Ruben
Fonte: Sociedad Entomológica Argentina Publicador: Sociedad Entomológica Argentina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:ar-repo/semantics/artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.090635%
We present a synthesis of the main activities developed by Abraham Willink (1920-1998) in relation to science in Argentina, particularly referring to entomology. We provide information about his personal life, his career at the university, particularly as related to the development of postgraduate studies and training of human resources in the Facultad de Ciencias Naturales e Instituto Miguel Lillo de la Universidad Nacional de Tucumán, Argentina. We highlight his background in the systematics and biogeography of higher Hymenoptera and his important contribution to the formation and maintenance of the insect collection of the Instituto Miguel Lillo. We also highlight his great interest in the decentralization of science, especially in Entomology in Argentina. We provide information on scientific achievements and the recognition he received from students and colleagues from around the world. Finally, we highlight his personal qualities that reflect the human warmth that characterized him as a teacher of several generations of biologists, not just entomologists.; Se presenta una síntesis de las principales actividades desarrolladas por Abraham Willink (1920-1998) en su relación con la ciencia argentina, en especial con la Entomología. Se brinda información sobre su vida personal y su trayectoria en el ámbito universitario...

‣ Aplica????es da Entomologia no ??mbito Forense

Bernardes, Otino de Meneses
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.975022%
A Entomologia forense consiste no estudo da intera????o de insetos e outros artr??podes com quest??es legais. Pode ser dividida em urbana, referente a produtos alimentares e m??dico-legal. O objetivo desse trabalho foi realizar uma revis??o bibliogr??fica a respeito do uso dos princ??pios da entomologia na atividade forense. A entomologia forense pode se beneficiar das aplica????es dos m??todos moleculares para a identifica????o por DNA do cad??ver por meio do conte??do g??strico larvar, como tamb??m, para a identifica????o da esp??cie do inseto que coloniza o cad??ver contribuindo, assim, para a determina????o do intervalo post mortem (IPM).

‣ Sarcophagidae (Diptera) necrófagos do sul do Brasil : uma abordagem morfológica e comportamental

Vairo, Karine Pinto e
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 147 f. : il. algumas color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.040857%
Orientador : Prof. Dr. Mauricio Osvaldo Moura; Co-orientadores : Prof. Dr. Cátia Antunes de Mello-Patiu, Prof. Dr. Paulo Zarbin; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 25/02/2015; Inclui referências ao final de cada capítulo; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Os vestígios entomológicos coletados em um local de morte podem ser de extrema importância para determinar o tempo de exposição do cadáver ao ambiente e consequentemente estimar o intervalo pós-morte (IPM). Massas de ovos, larvas e adultos de insetos encontrados relacionados a um cadáver podem guardar informações a respeito do que ocorreu no local e ainda, se houve ingestão de alguma substância previamente a morte. O início da análise dos insetos necrófagos por entomólogos forense se dá através da identificação dos espécimes. A identificação é um processo complexo realizado através de chaves de identificação e descrições. Qualquer erro no processo de identificação comprometerá todas as análises subsequentes que são baseadas em informações relativas ao desenvolvimento e ocorrência da espécie identificada. Sarcophagidae em comparação a outras famílias de dípteros muscóides é a que possui menos trabalhos de ecologia e biologia provavelmente devido à dificuldade na identificação. Além disso...

‣ Sistemas de Información Geográfica y Teledetección en Entomología: Aplicación en tucuras y langostas (Orthoptera: Acridoidea)

Cigliano,M. Marta; Torrusio,Sandra
Fonte: Revista de la Sociedad Entomológica Argentina Publicador: Revista de la Sociedad Entomológica Argentina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.975022%
El desarrollo, relativamente reciente, de dos tecnologías de análisis de patrones espaciales, como son los Sistemas de Información Geográfica (SIG) y la teledetección, ha abierto nuevos caminos en estudios sobre entomología aplicada. Los SIG han facilitado a entomólogos y ecólogos el análisis de aquellos patrones espaciales complejos que presentan una variación temporal. Tal vez uno de los principales usos de los SIG dentro de la entomología aplicada está vinculado con el estudio de las relaciones entre las explosiones poblacionales de insectos ("outbreaks") y las variables ambientales. Las explosiones poblacionales de acridios, tanto de especies de langostas como de tucuras, son ejemplos típicos de la dinámica espacial de insectos que ocurre a gran escala y que se ve afectada por condiciones locales que varían en el tiempo. Debido a estas características este grupo de insectos plaga ha sido objeto de análisis y aplicación de estas nuevas herramientas. En este trabajo se brindan los conceptos básicos de los SIG y la teledetección y se lleva a cabo una revisión de su utilidad en entomología aplicada, utilizando los estudios de su aplicación en acridios como ejemplo.

‣ La Entomología Forense en España: pasado, presente y perspectivas de futuro

Gómez-Gómez,A.; Martín-Vega,D.; Botías-Talamantes,C.; Baz-Ramos,A.; Díaz-Aranda,LM.
Fonte: Cuadernos de Medicina Forense Publicador: Cuadernos de Medicina Forense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.040857%
La entomología forense -estudio de los insectos que aparecen en los cadáveres- es una disciplina relativamente joven en cuanto a su aplicación. En España ha evolucionado lentamente, experimentando un notable crecimiento en las últimas décadas, tanto en el número de trabajos como en el de grupos de investigación dedicados a ello, adquiriendo un estatus cada vez más importante como disciplina forense. En este trabajo se presentan los resultados de una revisión bibliográfica en la que se ha analizado con detalle la evolución de las publicaciones relacionadas con la entomología forense en España. Se incluye además un anexo con las referencias de todos los artículos recopilados, clasificados según sus características (divulgación científica, educación o formación, aplicación en casos reales e investigación en entomología forense). Finalmente se analiza el estado actual de esta disciplina en nuestro país, considerando la faceta educativa, así como los principales lugares donde se investiga y aquellos donde se aplica la entomología forense en la resolución de casos reales.