Página 25 dos resultados de 1440 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

‣ MORTALIDADE POR CAUSAS EXTERNAS NO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, NO PERÍODO DE 1996-1998; INJURY DEATH IN SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-1996-1998

D’ Avila, Antonio M. M. Pires; Oliveira, Augusto B.; Goldbaum, Moisés
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
Introdução: Um estudo epidemiológico sobre causas externas, utilizando taxas de mortalidade, foi realizado no Município de São José do Rio Preto, Estado de São Paulo, Brasil. O período considerado foi o triênio 1996-1998. Objetivos: Descrever as taxas de mortalidade por causas externas no Município de São José do Rio Preto, no período de 1996-1998. Metodologia: O estudo foi baseado em dados oficiais do Sistema de Informação de Mortalidade do Ministério da Saúde, e de investigação baseada nas informações dos médicos legistas (IML).A análise dos dados foi feita através dos softwares Epinfo 6.0 e Tabwin. Resultados: Os resultados foram comparados com os valores, obtidos na literatura, de algumas cidades e estados do Brasil. No caso de São José do Rio Preto, observou-se, no peírodo, diminuição no número dos óbitos por causas externas, particularmente nas mortes devidas a acidentes de trânsito, que são mais altas em relação aos valores observados no Brasil e no Estado de São Paulo. O estudo também detectou aumento no número absoluto de homicídios, principalmente nas faixas etárias de 15 a 39 anos de idade. Conclusão: Os resultados demonstram a necessidade de iniciar programas de prevenção à mortalidade pelas citadas causas externas e monitorizar...

‣ ANEMIA EM CRIANÇAS DE RIO BRANCO, AC: PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS; PREVALENCE AND ASSOCIATED FACTORS TO ANAEMIA IN CHILDREN

Souza, Orivaldo Florencio de; Macedo, Lucas Felipe de; Oliveira, Cristieli Sérgio de Menezes; Araújo, Thiago Santos de; Muniz, Pascoal Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 07/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
Objetivos: Analisar a prevalência e os fatores associados à anemia em crianças de Rio Branco, Acre. Métodos: Participaram do estudo 610 crianças de 6 a 59 meses. Foi aplicado um questionário com questões sobre as características da mãe, práticas alimentares e morbidades pregressas. O diagnóstico de anemia baseou-se no valor de hemoglobina de 110 g/l. Na análise dos fatores associados foi utilizada a regressão de Poisson múltipla, com entrada das variáveis em blocos hierarquizados. Resultados: A prevalência de anemia foi de 51,8%. Os fatores associados à anemia foram: idade abaixo de 24 meses: (razão de prevalência [RP]: 1,51; intervalo de confiança em 95% [IC95%]: 1,17-1,95); anos de estudo da mãe entre 5-8 anos (RP: 1,34; IC95%: 1,13-1,58) e igual ou inferior a 4 anos (RP: 1,32; IC95%: 1,05-1,65); situação de anemia da mãe (RP: 1,28; IC95%: 1,08-1,51); freqüência de consumo em menos de uma vez por semana de carnes (RP: 1,35; IC95%: 1,03-1,77) e frutas (RP: 1,28; IC95%: 1,09-1,52). Conclusões: A prevalência de anemia em crianças de Rio Branco é um problema grave em saúde pública. Destaca-se a necessidade do fortalecimento de políticas em atenção à saúde da família e ao aconselhamento sobre as práticas alimentares voltadas a mãe.; Objectives:To analyse the prevalence and factors associated with anaemia in children from Rio Branco...

‣ A 100 years of certitude? Social psychology, the experimental method and the management of scientific uncertainty

Haslam, S A; McGarty, Craig
Fonte: The British Psychological Society Publicador: The British Psychological Society
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
For at least 100 years the experimental method has been used to add scientific rigour to the process of conducting social psychological research. More specifically, experiments have been used to reduce methodological uncertainty surrounding the causal relationships between variables. In this way the method has proved particularly useful in demonstrating the impact of social contextual variables over-and-above individual differences. However, problems with the method have arisen because over time experimentalists have tended (1) to define uncertainty too narrowly, (2) to emphasize uncertainty reduction, but (3) to neglect the equally important process of uncertainty creation. This has contributed to the normalization of social psychology as a science but also made the discipline more conservative and circumscribed. It is argued that experimentalists need to address broader metatheoretical and political uncertainties in order to rediscover the experiment's potency as a tool of revolutionary and progressive science.

‣ Attitudes, Knowledge, and Correlates of Self-Efficacy for the Provision of Safer Conception Counseling Among Ugandan HIV Providers

Goggin, Kathy; Finocchario-Kessler, Sarah; Staggs, Vincent; Woldetsadik, Mahlet Atakilt; Wanyenze, Rhoda K.; Beyeza-Kashesya, Jolly; Mindry, Deborah; Khanakwa, Sarah; Wagner, Glenn J.
Fonte: Mary Ann Liebert, Inc. Publicador: Mary Ann Liebert, Inc.
Tipo: Text
Publicado em 01/12/2015 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
High rates of childbearing desires (59%) and serodiscordant partnerships (50%) among people living with HIV (PHLA) in Uganda highlight the need for safer conception counseling (SCC). Provider attitudes about counseling PLHA on the use of safer conception methods (SCM) have been explored in qualitative studies, but published quantitative investigations are scarce. Data from 57 Ugandan providers were collected to examine providers' attitudes about childbearing among PLHA and engagement in discussions about childbearing, as well as their knowledge, interest, self-efficacy, and intentions to provide SCC. Correlates of self-efficacy for the provision of SCC were explored to inform the development of training programs. Providers reported a general awareness of most SCM, especially timed unprotected intercourse (TUI); but just over half felt they knew enough to counsel clients in the future and all wanted more training. Childbearing was discussed with less than a third of reproductive aged patients and was mostly initiated by patients. Most providers saw value in providing SCC and believed that most aspects of SCM would be acceptable to their clients, but numerous barriers were endorsed. Self-efficacy was greatest among providers who had had more childbearing conversations...

‣ Associação entre síndrome metabólica e transtornos mentais; Epidemiologic studies about association of mental disorders and metabolic syndrome

Teixeira, Paulo José Ribeiro; Rocha, Fábio Lopes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
CONTEXTO: A síndrome metabólica (SM) é um transtorno de alta prevalência na população geral. Estudos que demonstram haver associação positiva entre doenças mentais e diabetes melito e a constatação dos efeitos adversos metabólicos dos psicofármacos levantam a hipótese de que a prevalência seja ainda maior em pacientes psiquiátricos. OBJETIVO: O objetivo desta revisão é avaliar os estudos epidemiológicos sobre a associação entre os transtornos mentais e a SM ou seus componentes. MÉTODOS: Foi realizada busca nas bases Medline e Lilacs, com a inclusão no estudo de artigos que apresentaram dados epidemiológicos sobre SM ou seus componentes em populações psiquiátricas. RESULTADOS: Indivíduos com esquizofrenia ou transtornos esquizoafetivos apresentaram prevalência de SM variando entre 28,4% e 62,5%; um estudo com indivíduos esquizofrênicos mais jovens apresentou prevalência menor, de 19,4%, porém 3,7 vezes maior que a do grupo-controle. Um estudo avaliou pacientes com transtorno afetivo bipolar e verificou prevalência de 30%. Prevalência elevada foi encontrada em mulheres com história de depressão, mas não em homens. CONCLUSÃO: A prevalência de SM é elevada em pacientes com esquizofrenia e transtornos esquizoafetivos e em mulheres com história de depressão.; BACKGROUND: Metabolic syndrome (MS) is a very prevalent condition. Studies that show a positive association between mental diseases and diabetes mellitus and the existence of adverse metabolic effects caused by psychotropic drugs allow the presumption that the occurrence of MS is even greater in psychiatric patients. OBJECTIVE: The objective of this review is to assess the epidemiological studies about the relationship between MS or its components and mental disorders. METHODS: Research was carried out at Medline and Lilacs...

‣ Hospitalizações por doença pneumocócica no Brasil, 2004 - 2006; Hospitalizaciones por enfermedad neumocócica en Brasil, 2004-2006; Hospitalization rates for pneumococcal disease in Brazil, 2004 - 2006

Novaes, Hillegonda Maria Dutilh; Sartori, Ana Marli Christovam; Soárez, Patricia Coelho de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJECTIVE: To estimate hospitalization rates for pneumococcal disease based on the Brazilian Hospital Information System (SIH). METHODS: Descriptive study based on the Hospital Information System of Brazilian National Health System data from January 2004 to December 2006: number of hospitalizations and deaths for pneumococcal meningitis, pneumococcal sepsis, pneumococcal pneumonia and Streptococcus pneumoniae as the cause of diseases reported in Brazil. Data from the 2003 Brazilian National Household Survey were used to estimate events in the private sector. Pneumococcal meningitis cases and deaths reported to the Notifiable Diseases Information System during the study period were also analyzed. RESULTS: Pneumococcal disease accounted for 34,217 hospitalizations in the Brazilian National Health System (0.1% of all hospitalizations in the public sector). Pneumococcal pneumonia accounted for 64.8% of these hospitalizations. The age distribution of the estimated hospitalization rates for pneumococcal disease showed a "U"-shape curve with the highest rates seen in children under one (110 to 136.9 per 100,000 children annually). The highest hospital case-fatality rates were seen among the elderly, and for sepsis and meningitis. CONCLUSIONS: PD is a major public health problem in Brazil. The analysis based on the SIH can provide an important input to pneumococcal disease surveillance and the impact assessment of immunization programs.; OBJETIVO: Estimar as hospitalizações por doença pneumocócica com base em dados do Sistema de Informações Hospitalares (SIH). MÉTODOS: Estudo descritivo com base em dados do SIH de janeiro de 2004 a dezembro de 2006: números de hospitalizações e mortes por meningite pneumocócica...

‣ Estudo longitudinal das crianças nascidas em 1982 em Pelotas, RS, Brasil: metodologia e resultados preliminares; Study in length of children born in Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil, in 1982: metodology and preliminary results

Victora, César Gomes; Barros, Fernando Celso; Martines, José Carlos; Béria, Jorge Umberto; Vaughan, John Patrick
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/1985 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
Tentou-se acompanhar a morbi-mortalidade e o crescimento de uma coorte de 6.011 crianças urbanas nascidas em 1982 nos hospitais de Pelotas, RS, através de visitas domiciliares aos 12 meses (para uma amostra de 30% das crianças) e aos 20 meses (para toda a população). Estas crianças representaram mais de 99% de todos os nascimentos urbanos naquele ano. Foi possível localizar 81% das crianças aos 12 meses e 86% aos 20 meses, devido a uma mudança na estratégia de trabalho de campo. A metodologia empregada e as principais dificuldades encontradas são descritas e as características ao nascer das crianças localizadas no acompanhamento são comparadas com as características das crianças não localizadas. A potencialidade de uso dos dados coletados é exemplificada através de alguns resultados preliminares mostrando as associações entre o peso ao nascer, a renda familiar e o estado nutricional aos 12 meses. O estudo mostra que é possível acompanhar, com uma perda relativamente pequena, uma coorte de crianças com base populacional em uma cidade brasileira de tamanho médio.; A cohort of 6,011 urban children born in 1982 in the hospitals of Pelotas, Rio Grande do Sul, was followed up so that their morbidity, mortality and growth could be assessed. These children accounted for over 99% of all births in the city. A 30% sample of the children were visited at home when approximately 12 months old...

‣ Considerações acerca dos fundamentos teóricos da explicação em epidemiología; Considerations concerning the theoretical foundations of explanation in epidemiology

Silva, Luiz Jacintho da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1985 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
São analisadas as condições históricas do surgimento da epidemiologia como disciplina científica, em meados do século passado. É revista a evolução das bases teóricas do processo explicativo em epidemiologia até o momento atual. Especial atenção é dada ao papel da lógica positivista de Stuart Mill como base teórica da Epidemiologia até recentemente. São discutidas as alternativas teóricas correntes e proposta maior abertura da epidemiologia a diferentes correntes filosóficas como o caminho para o estabelecimento da epidemiologia como uma ciência madura.; The historical conditions surrounding the emergence, by the mid-19th century, of epidemiology as a scientific discipline, were analysed. Special consideration is given to the influence of the political milieu of Victorian England in the definition of the theoretical basis of epidemiology. The English Sanitary Movement is seen as a response of the emerging bourgeoise to problems created by industrialization and urbanization. As a consequence, epidemiology was strongly influenced by Stuart Mill's system of logic. During the latter part of the 19th century, bacteriology brought important transformations to epidemiology. However, its theoretical foundations suffered almost no change. Possibly the new challenges created by -the expanding colonial empires were the driving force in the evolution of epidemiology. As a science...

‣ Doenças respiratórias agudas em serviços de saúde entre 1996 e 2001, Fortaleza, CE; Distribution of acute respiratory diseases in Brazil from 1996 to 2001, Brazil

Façanha, Mônica Cardoso; Pinheiro, Alicemaria Ciarlini
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: As doenças respiratórias agudas, principalmente as pneumonias, são a causa mais importante de óbito em menores de cinco anos e são responsáveis por doença grave nos maiores de 60 anos. O estudo realizado tem como objetivo descrever as principais características epidemiológicas dos casos de doenças respiratórias agudas notificadas pelas unidades de saúde. MÉTODOS: Todos os registros de atendimentos de pacientes com doença respiratória aguda, no período entre 1996 e 2001, foram revistos semanalmente, em formulário específico, a partir dos boletins de atendimento médico preenchidos por 100 unidades públicas de saúde. Os dados foram classificados em não pneumonia e pneumonia por faixa etária. RESULTADOS: Foram informados 2.050.845 casos de doença respiratória aguda no período estudado. Os meses com maior número de casos foram maio e junho. A faixa etária mais acometida foi a de um a quatro anos, com cerca do dobro do número de casos das outras faixas etárias. Pneumonias representaram, aproximadamente, 7,7% dos casos. CONCLUSÕES: O acompanhamento das doenças respiratórias agudas serve para mostrar sua magnitude em termos numéricos, e estimular seu diagnóstico apropriado, tratamento precoce e prevenção...

‣ Rede neural artificial para detecção de sobremortalidade atribuível à cólera no Ceará; Use of an artificial neural network for detecting excess deaths due to cholera in Ceará, Brazil

Penna, Maria Lúcia F
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2004 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Avaliar as redes neurais recorrentes enquanto técnica preditiva para séries temporais em saúde. MÉTODOS: O estudo foi realizado durante uma epidemia de cólera ocorrida no Estado do Ceará, em 1993 e 1994, a partir da sobremortalidade tendo como causa básica as infecções intestinais mal definidas (CID-9). O número mensal de óbitos por essa causa, referente ao período de 1979 a 1995 no Estado do Ceará, foram obtidos do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde. Estruturou-se uma rede com dois neurônios na camada de entrada, 12 na camada oculta, um neurônio na camada de saída e um na camada de memória. Todas as funções de ativação eram a função logística. O treinamento foi realizado pelo método de backpropagation, com taxa de aprendizado de 0,01 e momentum de 0,9, com dados de janeiro de 1979 a junho de 1991. O critério para fim do treinamento foi atingir 22.000 epochs. Compararam-se os resultados com os de um modelo de regressão binomial negativa. RESULTADOS: A predição da rede neural a médio prazo foi adequada, em dezembro de 1993 e novembro e dezembro de 1994. O número de óbitos registrados foi superior ao limite do intervalo de confiança. Já o modelo regressivo detectou sobremortalidade a partir de março de 1992. CONCLUSÕES: A rede neural se mostrou capaz de predição...

‣ O paradoxo epidemiológico do baixo peso ao nascer no Brasil; La paradoja epidemiológica del bajo peso al nacer en Brasil; The epidemiologic paradox of low birth weight in Brazil

Silva, Antônio Augusto Moura da; Silva, Leopoldo Muniz da; Barbieri, Marco Antonio; Bettiol, Heloísa; Carvalho, Luciana Mendes de; Ribeiro, Valdinar Sousa; Goldani, Marcelo Zubaran
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Identificar a presença do paradoxo do baixo peso ao nascer (BPN) no Brasil. MÉTODOS: As taxas de BPN e de cesárea, de 1995 a 2007, foram estimadas a partir do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. As taxas de mortalidade infantil, foram calculadas por métodos indiretos, com correção para sub-registro. A taxa de escolaridade foi obtida de dados censitários. As tendências da taxa de BPN foram avaliadas utilizando-se modelos de regressão joinpoint. As associações entre a taxa de BPN com outros indicadores foram avaliadas por regressão lowess e correlação de Spearman. RESULTADOS: No Brasil, as tendências da taxa de BPN foram não lineares e não significantes: a taxa caiu de 7,9% em 1995 para 7,7% em 2000, aumentando para 8,2% em 2003 e permanecendo estável em 8,2% em 2007. Entretanto, as tendências variaram nas regiões brasileiras: houve aumentos significantes no Norte (2,7% por ano), de 1999 a 2003, e no Sul (1,0% por ano) e Centro-Oeste (0,6% por ano), de 1995 a 2007. As taxas de BPN foram mais altas e as taxas de mortalidade infantil mais baixas nas regiões mais desenvolvidas do que nas menos desenvolvidas. Em 2005, quanto mais elevada a taxa de mortalidade infantil, menor foi a taxa de BPN (p = 0...

‣ Uso de preservativos nas relações sexuais: estudo de base populacional; Use of condoms during sexual intercourse: a population-based study

Carreno, Ioná; Costa, Juvenal Soares Dias da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Descrever as características associadas ao não-uso de preservativos masculinos nas relações sexuais por mulheres. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional, realizado com 1.026 mulheres de 20 a 60 anos de idade, residentes da zona urbana de São Leopoldo, Estado do Rio Grande do Sul, em 2003. A amostragem foi por conglomerados, sendo realizado sorteio de 40 setores censitários dos 270 existentes. Foram realizadas análises de regressão logística quanto ao não uso de preservativos masculinos em relação às variáveis socioeconômicas, demográficas, obstétricas e de utilização de serviços de saúde. RESULTADOS: Das mulheres incluídas no estudo, 867 (84,5%) relataram manter relações sexuais, destas, 252 (29,1%) faziam uso de preservativo nas relações. A regressão logística mostrou que os grupos mais vulneráveis eram mulheres casadas ou em união estável e com idade acima de 40 anos. Não foram encontradas diferenças entre as outras variáveis exploradas. CONCLUSÕES: Constatou-se a baixa prevalência do uso de preservativos, e se identificou um grupo de mulheres que precisa ser alvo das políticas e serviços de saúde, melhorando a sua percepção quanto aos riscos de adquirir doenças sexualmente transmissíveis.; OBJECTIVE: To describe characteristics associated with failure to use condoms during sexual intercourse by women. METHODS: We conducted a cross-sectional population-based study including 1...

‣ Operacionalização do conceito de classe social em estudos epidemiológicos; The operationalization of the concept of social class in epidemiological studies

Lombardi, Cintia; Bronfman, Mario; Facchini, Luiz A.; Victora, Cesar G.; Barros, Fernando C.; Béria, Jorge U.; Teixeira, Ana M.B.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1988 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
Procura-se demonstrar que é possível operacionalizar o conceito de classe social de forma a utilizá-lo em estudos epidemiológicos. Foi adaptado às características da formação social de Pelotas, RS (Brasil), modelo de classificação desenvolvido para o México e comparado com o desenvolvido para Ribeirão Preto, SP (Brasil). Mediu-se o poder discriminatório das duas classificações em termos do processo saúde-doença, tendo como variável dependente o crescimento de 5.384 crianças nascidas em 1982. As duas classificações estão associadas com diferenças significativas (P; The development of an operational classification of the Marxist concept of social class that could be used in epidemiological studies is attempted. Although such a classification will necessarily be restricted to the economic dimension of the concept, and leave aside its ideological and legal-political components, it is believed that it may lead to a better understanding of the distribution of ill-health in a given population. Two classifications are described - that developed in Ribeirão Preto, S. Paulo (Brazil), and a new classification based on work done in Mexico. These are compared in terms of how closely associated they are with the patterns of growth of 5...

‣ Uso de mamadeira no primeiro mês de vida: determinantes e influência na técnica de amamentação; Bottle feeding during the first month of life: determinants and effect on breastfeeding technique

França, Maristela Cavalheiro Tamborindeguy; Giugliani, Elsa Regina Justo; Oliveira, Luciana Dias de; Weigert, Enilda Maria Lara; Santo, Lilian Cordova do Espirito; Köhler, Celina Valderez; Bonilha, Ana Lucia de Lourenzi
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Analisar a incidência e os determinantes do uso de mamadeira no primeiro mês de vida e possíveis efeitos dessa prática na técnica de amamentação. MÉTODOS: Estudo transversal aninhado em uma coorte contemporânea de Porto Alegre, RS, de junho a novembro de 2003. Durante um mês foram acompanhados 211 pares de mãe e criança. A influência do uso de mamadeira sobre a técnica de amamentação foi avaliada comparando-se as freqüências de cinco itens desfavoráveis ao posicionamento mãe/criança e três itens desfavoráveis à pega da criança; e as médias do número de itens desfavoráveis entre as duplas que iniciaram o uso mamadeira no primeiro mês e as que não o fizeram. A regressão logística estimou o grau de associação das variáveis com os desfechos, utilizando modelo hierarquizado. RESULTADOS: Aos sete dias, 21,3% das crianças usavam mamadeira e, aos 30 dias, 46,9%. Coabitação com a avó materna esteve associada com uso de mamadeira tanto aos sete quanto aos 30 dias. Também estiveram associados ao uso de mamadeira aos sete dias: a mãe ser adolescente e trauma mamilar na maternidade. Os outros dois fatores associados ao uso de mamadeira aos 30 dias foram trauma mamilar aos sete dias e uso de chupeta aos sete dias. Não houve associação entre técnica de amamentação ensinada na maternidade e uso de mamadeira...

‣ Modelo de risco tempo-espacial para identificação de áreas de risco para ocorrência de dengue; Temporal-spatial risk model to identify areas at high-risk for occurrence of dengue fever

Galli, Bruno; Chiaravalloti Neto, Francisco
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Aplicar o modelo tempo-espacial para avaliar áreas de risco para a ocorrência de dengue. MÉTODOS: Foram considerados os 11.989 casos de dengue confirmados e autóctones, georreferenciados por endereço em São José do Rio Preto entre setembro de 2001 e agosto de 2006. Para avaliar a severidade e a magnitude da transmissão foram adotados índices de freqüência, duração e intensidade. O indicador local de autocorrelação espacial foi adotado para identificar agrupamentos espaciais significantes (p; OBJECTIVE: To apply the temporal-spatial model to assess high-risk areas for the occurrence of dengue fever. METHODS: A total of 11,989 confirmed, autochthonous dengue fever cases, geocoded by address in the city of São José do Rio Preto (Southeastern Brazil), between September of 2001 and August of 2006, were included in the study. Frequency, duration and intensity indices were used to assess the severity and magnitude of transmission. The local indicator of spatial association was adopted to identify significant spatial clusters (p-value

‣ Qualidade dos dados da vigilância epidemiológica da dengue em Belo Horizonte, MG; Data quality of dengue epidemiological surveillance in Belo Horizonte, Southeastern Brazil

Duarte, Heloisa Helena Pelluci; França, Elisabeth Barboza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Avaliar a qualidade dos dados do sistema de vigilância epidemiológica na detecção de casos suspeitos de dengue internados em hospitais públicos e conveniados do Sistema Único de Saúde. MÉTODOS: O estudo foi realizado em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, no período de 1996 a junho de 2002. Foram adotados os critérios de avaliação de qualidade dos dados de vigilância da dengue do Guidelines for Evaluating Public Health Surveillance Systems. Como padrão de referência foram utilizados os prontuários médicos revisados e validados dos pacientes internados e registrados na rede hospitalar do sistema público de saúde. Foram obtidos 266 (90%) do total de 294 prontuários selecionados, 230 (86,5%) preencheram o critério de caso suspeito de dengue. Para verificar associação entre o sub-registro e variáveis selecionadas, utilizou-se o odds ratio com intervalo de confiança de 95% em modelo de regressão logística. Para avaliar a sensibilidade do sistema de notificação, utilizou-se a proporção de casos internados no sistema hospitalar que estavam notificados; para o valor preditivo positivo, utilizou-se a proporção de casos confirmados por laboratório e registrados no sistema de notificação. RESULTADOS: Verificou-se sub-registro de 37% dos casos no período de 1997 a 2002...

‣ Vetores de malária em duas reservas indígenas da Amazônia Brasileira; Vectores de malaria en dos reservas indígenas del Amazonas Brasilero; Malaria vectors in two indigenous reserves of the Brazilian Amazon

Santos, Roseli La Corte dos; Padilha, Alexandre; Costa, Manoel Djalma Pereira; Costa, Evaldo Maia; Dantas-Filho, Herberto de Carvalho; Povoa, Marinete Marins
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Descrever a composição, características ecológicas e comportamentais e infectividade das espécies de anofelinos em reservas indígenas da região Amazônica. MÉTODOS: O estudo foi conduzido no ano de 2002 em aldeias das reservas indígenas Nhamundá-Mapuera e Cuminapanema no estado do Pará. Foram realizadas três coletas de duas semanas em cada reserva, com capturas de adultos e de imaturos. Anofelinos adultos foram capturados com capturador de Castro por atração humana nos ambientes intra e peridomiciliares, no período das 18h às 21h e das 18 às 06h e avaliados para verificação da paridade e infectividade para plasmódios por dissecção e ELISA. As coleções hídricas próximas às aldeias foram pesquisadas utilizando conchas de 500 ml, sendo 20 conchadas a cada 10 m, cobrindo-se a extensão máxima de 200 m de perímetro do criadouro. RESULTADOS: Foram capturadas 8.668 fêmeas somando-se as coletas das duas reservas. Anopheles darlingi foi a espécie predominante, com maior freqüência no peridomicílio. Na reserva Mapuera, a atividade hematofágica concentrou-se entre as 20h e 24h e, em Cuminapanema, manteve-se elevada até as 24h, diminuindo após esse horário e voltando a elevar-se no início da manhã. Das 6.350 fêmeas de An. darlingi examinadas...

‣ Validade de instrumento epidemiológico para rastrear H. pylori entre pacientes dispépticos; Validez del instrumento epidemiológico para rastrear H. pylori entre pacientes dispépticos; Validity of an epidemiologic instrument for H. pylori screening among dyspeptic patients

Santos, Iná Silva; Sassi, Raúl A Mendoza; Minten, Gicele Costa; Tuerlinckx, Giovana Costa; Valle, Neiva C J; Oliveira, Sandro S de; Boccio, Jose; Barrado, Domingo Andrés; Mariani, Samanta Gaertner; Carriconde, Joaquim Freitas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO:Validar um escore epidemiológico para identificar dispépticos positivos para Helicobacter pylori. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 434 indivíduos entre 18 e 45 anos de idade, portadores de dispepsia não investigada, usuários de unidades básicas de saúde de Pelotas (RS), entre 2006 e 2007. Dispepsia foi diagnosticada conforme Roma-II. O padrão-ouro para presença de H. pylori foi o teste respiratório com 13C-uréia. Analisou-se a associação entre H. pylori e variáveis independentes por regressão logística. O escore foi construído a partir de odds ratios ajustadas. Foram calculadas a sensibilidade, especificidade e valores preditivos. RESULTADOS: Dentre os dispépticos, a prevalência de H. pylori foi 74% (IC 95%: 69;77,7) e esteve associada diretamente à idade e número de irmãos na infância e inversamente à escolaridade, sendo essas variáveis utilizadas na construção do escore. Os valores do escore variaram de 3-9. Escores entre 7, 8 e 9 apresentaram sensibilidade, respectivamente, de 36,6%, 22,3% e 11,1%; e valores preditivos positivos 87,8%, 90,9% e 92,1%. Sem a aplicação do escore, três de cada quatro dispépticos receberiam tratamento para H. pylori, com a aplicação, menor número de dispépticos seriam encaminhados para tratamento (um em cada três...

‣ Análise espacial da dengue e o contexto socioeconômico no município do Rio de Janeiro, RJ; Análisis espacial del dengue y el contexto socioeconómico en el municipio de Rio de Janeiro, Sureste de Brasil; Spatial analysis of dengue and the socioeconomic context of the city of Rio de Janeiro (Southeastern Brazil)

Almeida, Andréa Sobral de; Medronho, Roberto de Andrade; Valencia, Luís Iván Ortiz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: Analisar a epidemia de dengue em relação ao contexto socioeconômico segundo áreas geográficas. MÉTODOS: Foi realizado estudo ecológico no município do Rio de Janeiro (RJ), em áreas delimitadas como bairros, a partir de informações de casos de dengue notificados em residentes no município. Foi calculada a taxa de incidência média de dengue entre as semanas epidemiológicas: 48ª de 2001 a 20ª de 2002. A ocorrência de dengue foi correlacionada com variáveis socioeconômicas utilizando-se o coeficiente de correlação de Pearson. Utilizou-se o Índice de Moran global e local para avaliar a autocorrelação espacial da dengue e das variáveis correlacionadas significativamente com a doença. O modelo de regressão linear múltipla e o modelo espacial condicional auto-regressivo foram usados para analisar a relação entre dengue e contexto socioeconômico. RESULTADOS: Os bairros da zona oeste do município apresentaram elevadas taxas de incidência média de dengue. Apresentaram correlação significativa as variáveis: percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral, domicílios com lavadora de roupas e densidade populacional por área urbana. O índice de autocorrelação espacial Moran revelou dependência espacial entre a dengue e variáveis selecionadas. Os modelos utilizados apontaram o percentual de domicílios ligados à rede sanitária geral como única variável associada significativamente à doença. Os resíduos de ambos os modelos revelaram autocorrelação espacial significativa...

‣ Prevalência de níveis pressóricos elevados em escolares de Cuiabá, Mato Grosso; Prevalence of high blood pressure among schoolchildren in Cuiabá, Midwestern Brazil

Borges, Luiz Marcos P; Peres, Marco A; Horta, Bernardo L
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
245.81158%
OBJETIVO: As formas de obtenção dos níveis pressóricos basais podem levar a diferentes estimativas de prevalência. O objetivo do estudo foi estimar a prevalência de níveis pressóricos elevados em escolares e comparar médias sistólicas e diastólicas obtidas após três aferições da pressão arterial. MÉTODOS: Estudo transversal, com escolares entre sete e dez anos (N=601), de escolas públicas e privadas da zona urbana de Cuiabá-MT, Brasil, em 2005. A pressão arterial foi aferida três vezes, com intervalo de dez minutos, em visita única. Consideraram-se crianças com níveis pressóricos elevados as que, segundo sexo, idade e percentil de estatura, atingiram pressão sistólica e/ou diastólica maiores ou iguais ao percentil 95 da tabela de referência. Para o cálculo de prevalência, foram considerados separadamente os níveis pressóricos da primeira e terceira medidas. RESULTADOS: Houve diferença estatisticamente significante entre as médias sistólicas e diastólicas nas três medidas do estudo. A pressão sistólica e diastólica média, utilizando a terceira medida do estudo foi de 97,2 (DP=8,68) mmHg e 63,1 (DP=6,66) mmHg, respectivamente. A prevalência de níveis pressóricos elevados foi de 8,7% (IC 95%: 6...