Página 1 dos resultados de 162 itens digitais encontrados em 0.027 segundos

‣ How can intergenerational learning with ICT help to strengthen intergenerational solidarity?

Patrício, Maria Raquel; Osório, António
Fonte: Znanstvene založbe Filozofske Publicador: Znanstvene založbe Filozofske
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
58.412427%
The participation of older adults in the Information and Knowledge Society implies the need to strengthen the improvement of their skills, particularly in the context of Information and Communication Technology (ICT). We believe that if younger generations are involved in this process of learning supported by ICT, in an intergenerational perspective of development, the inclusion of older people in society will be reinforced and will promote active ageing, also fighting loneliness social exclusion. Therefore, the following research question was formulated: how can intergenerational learning with ICT help to strengthen intergenerational solidarity? This paper presents a learning project involving different generations in activities supported by ICT, focusing in older people and volunteer higher education students. The project aims to promote intergenerational learning through ICT; cooperation between youth and seniors in the digital skills, sharing experiences and knowledge; and contribute to digital inclusion and participation of the senior population in the community and knowledge society. The intergenerational workshops run in a non-formal learning environment, in order to respond to technological needs and interests of seniors. This article reports on the findings of a qualitative study...

‣ New challenges, new possibilities: intergenerational learning and ICT for an ageing society

Patrício, Maria Raquel; Osório, António
Fonte: European Society for Research on the Education of Adults Publicador: European Society for Research on the Education of Adults
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.72405%
The aim of this article is to analyse EU policy developments in the field of intergenerational learning and ICT for an ageing society and identify learning possibilities in formal, non-formal and informal settings. The need to enhance learning opportunities for older people relates to the overall development of the role of lifelong learning and ICT in the digital society. Firstly, we try to analyse and understand if the policies and consequents practises are enough to promote new possibilities for the new challenges that demographic transformation represents in the world. Secondly, we aim to examine if the intergenerational learning enables best opportunities for the involvement the older in learning ICT. Then we discuss how ICT and intergenerational learning are related, and can support lifelong learning in older ages. Finally, we try to sum up some suggestions to improve ICT and intergenerational learning in order to enable lifelong learning in an ageing society.

‣ Fatores do abandono escolar precoce e motivações para o regresso em educação de adultos

Neves, Maria do Rosário Diniz Albernaz
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.5912%
A presente investigação tem como objetivo analisar e compreender os motivos que levaram um grupo de adultos a frequentar um processo de formação, depois de terem abandonado precocemente a escola formal, quando seria de esperar a sua frequência. Sendo Portugal um país em que se tem verificado um elevado abandono escolar precoce, apesar das melhorias nas últimas décadas, torna-se necessário conhecer as razões desse abandono e, ao mesmo tempo, procurar compreender as motivações dos adultos para o regresso a um percurso educativo. Numa altura em que as experiências e as aprendizagens informais e não formais assumem um lugar de destaque no currículo individual, assim como a aprendizagem ao longo da vida, torna-se pertinente a reflexão acerca da necessidade crescente demonstrada pela população adulta em atualizar os seus conhecimentos e ver formalmente reconhecidas as competências adquiridas ao longo da sua vida. Assim, foi realizada uma análise documental de entrevistas efetuadas aos adultos, antes da frequência da sua formação, num Centro de Novas Oportunidades. Os resultados obtidos foram discutidos à luz da investigação recente neste domínio.; This research aims to analyze and to understand the reasons why a group of adults decided to frequent a process of adults’ education...

‣ Um estudo exploratório sobre a autodireção da aprendizagem em ambientes informais; An exploratory study about the self-direction of learning in informal settings

Schlochauer, Conrado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
59.77831%
Esse trabalho teve como principal objetivo investigar o processo de aprendizagem autodirigida em aprendizes adultos com formação universitária. Destaca-se a relevância de se identificar modalidades autônomas e intencionais de aprendizagem adulta, a fim de se atingir os objetivos propostos pela UNESCO relacionados à aprendizagem ao longo da vida em um ambiente de mudanças constantes e profundas do ponto de vista social, cultural, ambiental e econômico. O trabalho procura identificar, de modo específico, a incidência de projetos de aprendizagem com características autodirigida, o perfil do aprendiz e as características do projeto, a ocorrência de aprendizagem informal e não-formal e a influência das crenças de autoeficácia e da motivação intrínseca na aprendizagem dirigida. Foram utilizados dois instrumentos: o protocolo de entrevistas para estudo de projetos de aprendizagem de Allen Tough e o Appraisal of Learner Authonomy (ALA), desenvolvido por pesquisadores da Regent University, que mensura as crenças de autoeficácia para a aprendizagem autônoma. Os resultados encontrados demonstram que todos os participantes realizaram projetos de aprendizagem nos doze meses anteriores à realização da entrevista (média = 8...

‣ O autodidatismo na formação musical : revisão de conceitos e investigação de processos não-escolares de aprendizagem e desenvolvimento musical; Auto-didacticism in musical education : assessment of concepts and investigation and non-school related musical development and learning process

Nathan Tejada de Podestá
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
59.0532%
Neste trabalho pretendemos debater a noção de autodidatismo na formação musical. Adotamos uma perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento musical referenciada em Vigotski (2007); Bakhtin (2003); Schoreder (2005); Gohn (2009); Vincent Lahire e Thin (2001); e Bourdieu (2011). Partindo de uma pesquisa realizada com três professores de música e setenta estudantes de violão, que iniciavam as atividades musicais oferecidas através de um curso livre de música na cidade de Paulínia-SP, levantamos dados que nos permitiram representar o que seria o "senso comum" da área sobre o assunto investigado. Estes dados evidenciaram quatro sentidos gerais associados à noção de autodidatismo na formação musical que debatemos, cruzando informações sobre a formação cultural dos entrevistados com as respostas oferecidas por eles. Observamos a existência de diferentes tipos de processos educativos não-formais e informais de música que tendo sido realizados consciente ou inconscientemente por eles tinham contribuído para os seus desenvolvimentos musicais. Neste processo compreendemos que parte das atividades que leva ao desenvolvimento pode ser conduzida pelo próprio estudante, e ao mesmo tempo, que a noção de autodidatismo evoca critérios eminentemente escolares para afirmar a existência de um processo não-escolar de aprendizagem e desenvolvimento musical que ela não dá conta de explicar por si só...

‣ Education and meaningful contexts : juvenile experiences and representations in a non-school educational context; Éducation et contextes significatifs d’action : experiences et representations juveniles dans un contexte educatif non scolaire

Palhares, José Augusto
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 26/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
68.970654%
Our guiding principle is the presumption that education, in all its breadth and complexity, is only meaningful when it takes place in meaningful contexts of action, and so it cannot be narrowed simply to school space and time. This paper therefore suggests an approach that is more consistent with a sociology of non-school education, on the basis of which we try to understand the role of non-formal and informal learning in the construction of meanings of juvenile experience. For this we have brought to the discussion some research data collected from members of the scout movement, since this century-old organization, predominantly non-formal in nature, has developed its educational project on the basis of a belief that young people are actor-subjects in their own education. Critical consideration is given to the influence and place of the new and traditional contexts/institutions in the construction of citizenships and juvenile subjectivities.; Nous assumons comme présupposé orienteur que l’éducation, dans son amplitude et dans sa complexité, n’est significative que lorsqu’elle a lieu dans des contextes significatifs d’action et que, pour cela même, elle n’est réductible, ni aux espaces, ni au temps de l’institution scolaire. Selon cette optique...

‣ Bibliotecas digitais para crianças em contexto formal, não formal e informal de aprendizagem

Pereira, Rosa Joana Cunha Gomes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
50.10549%
Dissertação de mestrado em Estudos da Criança (área de especialização em Tecnologias da Informação e Comunicação); A dissertação que me propus realizar centra-se no estudo e na divulgação do interesse educativo das bibliotecas digitais para crianças como recurso dinamizador de actividades para professores, alunos e restante comunidade educativa. O problema central da investigação diz respeito ao papel das bibliotecas digitais para crianças em três contextos de aprendizagem distintos e inter-relacionados existentes na comunidade educativa: o contexto formal, não formal e informal. Pretendo analisar o que é uma biblioteca digital e o seu potencial educativo. São apresentadas algumas das suas vantagens e desvantagens, tendo em conta o objectivo de mostrar de que forma estas podem ser utilizadas positivamente em contexto sala de aula, inter-relacionado com os outros contextos informais de aprendizagem. A parte prática deste trabalho incide na análise de três sites de bibliotecas digitais para crianças e na apresentação de propostas de integração curricular deste recurso tecnológico, operacionalizadas em actividades integradoras para o 1º ciclo do Ensino Básico. Tendo em conta um processo de ensino-aprendizagem integrador...

‣ Integrating formal and informal learning through a FLOSS-based innovative approach

Fernandes, Sara; Martinho, Maria Helena; Barbosa, L. S.; Cerone, Antonio
Fonte: Springer Verlag Publicador: Springer Verlag
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
58.146333%
It is said that due to the peculiar dynamics of FLOSS communities and their projects, effective participation in them is a privileged way to acquire the relevant skills and expertise in FLOSS development. Such is probably the reason for a number of higher education institutions to include in their curricula in Software Engineering some form of contact with the FLOSS reality. This paper explores such a perspective through an on-going case study on university students collaboration in FLOSS projects. The aim of this research is to 1) identify what should be learnt about software development through regular participation in a FLOSS project/community, and 2) assess the didactic potential of this kind of non-standard learning experiences. To this aim we resorted to a participatory research action approach and qualitative methods, namely case studies combining direct observation and interviews.

‣ I learn, you recognize, they certify: recognition and validation of prior learning

Fernandes, Joana; Santos, Marta
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.438276%
The recognition and validation of prior learning is an emergent training practice. In Portugal, since 2001, it has been possible to obtain an academic certification by valuing the formal, non-formal and informal learning. Since 2006 it has also been possible to achieve professional certification. The current study was conducted with adults and trainers who were involved in the recognition, validation and certification of competences. This research study, using qualitative research methods, analysed the way how these processes are developed and organised. This analysis was specially focused on three aspects: (i) the exploration of the concept of competence; (ii) the use of one’s life story as a methodological support; and (iii) the interplay between adult life experiences and the scientific concepts portrayed in the referential. The findings suggested that work analysis was not used to conceive methods, aiming at the recognition of competences.

‣ As aprendizagens em ambientes virtuais : procura de uma definição no Second Life®

Mateus, Sónia Maria Bernardes Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
59.90286%
O presente trabalho centra-se na exploração do Second Life® como plataforma educativa, mais concretamente no que diz respeito à aprendizagem formal, e aprendizagem informal. Sendo a questão das aprendizagens um tema de extrema relevância no mundo da educação, importa saber como são entendidas num ambiente virtual 3D de aprendizagem e se há um consenso na sua definição. A metodologia usada nesta investigação foi o Levantamento de Dados, com o objectivo de recolher opiniões de profissionais no mundo da educação, mais concretamente na educação em mundos virtuais, acerca das aprendizagens nestes mesmos contextos. Para tal, professores frequentadores do Second Life® foram entrevistados, dando a sua opinião acerca do que entendem ser uma aprendizagem formal e uma aprendizagem informal neste ambiente virtual. As entrevistas foram semi-estruturadas e realizadas em ambientes virtuais. Os dados obtidos foram analisados através de palavras-chave e confrontados com literatura acerca do tema. A partir dessa confrontação, sugeriu-se uma definição de aprendizagem formal e aprendizagem informal em ambientes virtuais. Esta dissertação tem como principal finalidade contribuir para um maior entendimento e reflexão relativamente ao processo de ensino-aprendizagem em ambientes virtuais...

‣ Quality of Learning under an All-inclusive Approach

Neves, José; Figueiredo, Margarida; Vicente, Lídia; Gomes, Guida; Macedo, Joaquim; Vicente, Henrique
Fonte: Springer International Publishing Publicador: Springer International Publishing
Tipo: Parte de Livro
Português
Relevância na Pesquisa
68.760283%
Learning, knowledge, educations are syntax forms that stand for a multifaceted matter, and its assets set the advances on culture, organization, and social matters of any society. However, it is not enough just to instruct, it is necessary to do it with quality, in a holistic way, in order to develop academic and social skills. From this point of view, the weight of the formal, non-formal and informal learning contexts should be underlined, and the use of defective information must be emphasizing. Under this setting the assessment to quality of learning is mandatory, although it is hard to do with traditional methodologies for problem solving. Indeed, in this work we will focus on the development of a decision support system, in terms of its knowledge representation and reasoning procedures, under a formal framework based on Logic Programming, complemented with an approach to computing centered on Artificial Neural Networks, to evaluate the Quality of Learning and the respective Degree-of-Confidence that one has on such a happening.

‣ Reconhecimento, validação e certificação de competências: um contexto para a (re)construção da identidade

Bentes, Adélia de Jesus Caetano Ricardo Barbosa
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
58.56918%
Tese de mestrado, Educação (Formação e Aprendizagem ao Longo da Vida), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; A presente investigação visa estudar o impacto do processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) na reconstrução da identidade, partindo das perspectivas de adultos que o realizaram. Foram definidas as seguintes questões orientadoras: i) Qual a percepção que os participantes têm do processo de RVCC? ii) Quais os elementos configuradores da construção da identidade dos participantes? iii) Qual o impacto que os participantes reconhecem no processo de RVCC, em termos de reconstrução da identidade e da sua agência? O enquadramento teórico deste estudo desenvolve-se em três partes. Na primeira pretende caracterizar-se e contextualizar o sistema de RVCC à luz do paradigma da Aprendizagem ao Longo da Vida. Na segunda parte abordam-se as relações entre aprendizagem, identidade e agência, partindo do pressuposto que um processo de RVCC constitui, também, um momento de aprendizagem biográfica, com implicações ao nível da identidade e da agência. A terceira parte centra-se no tema da identidade: explora-se o conceito e apresentam-se perspectivas relacionadas com a construção da identidade...

‣ Caminhos para a aprendizagem : o entrelaçar do formal, não formal e informal

Rolim, Anabela Pereira Gomes dos Santos, 1974-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
49.79007%
Trabalho de Projeto de mestrado, Ciências da Educação (Formação de Adultos), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013; Este trabalho é um convite a uma incursão empírica que pretende, em primeiro lugar através da minha narrativa autobiográfica, estabelecer um paralelo entre a minha experiência pessoal vivida e uma análise reflexiva devidamente argumentada, onde foco as competências adquiridas, sejam elas de teor académico, técnico ou transversais, e que me proporcionaram ser o que sou hoje como pessoa e como profissional. Num segundo plano, de modo a permitir uma adequada contextualização teórica da temática da educação e formação de adultos são abordados temas relativos à história da educação e formação de adultos em Portugal, nomeadamente a partir de 1974; a diferenciação entre a educação formal, educação não formal e educação informal; os processos que intervêm ao nível da aprendizagem e a sua importância; e o processo de reconhecimento e validação de adquiridos experienciais. Por último, com trabalho empírico pretendi demonstrar a importância não só da educação formal, como também da educação não formal e informal no quotidiano dos adultos, e o contributo da aprendizagem pela experiência que se encontra intimamente relacionada com o processo de reconhecimento de adquiridos experienciais...

‣ Validação de competências, homogamia e dinâmicas familiares: um estudo de caso

Azevedo, Alda Botelho de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
59.19281%
Mestrado em Demografia e Sociologia da População; O presente trabalho procura estudar a homogamia e as dinâmicas familiares em torno do processo de Reconhecimento e Validação e Certificação de Competências (RVCC), o programa governamental de validação das aprendizagens formais, não-formais e informais. No Capítulo 1 efectua-se a revisão da literatura científica sobre o mercado matrimonial e os capitais individuais. No Capítulo 2 apresenta-se a iniciativa Novas Oportunidades e a metodologia da investigação realizada. O Capítulo 3 reconstitui os percursos escolares, conjugais e familiares dos adultos em processo de reconhecimento na Grande Lisboa, no ano de 2009, através dos dados obtidos na inquirição por questionário. O Capítulo 4 analisa a distância global entre os cônjuges e os contornos tanto homogâmicos como heterogâmicos. O Capítulo 5 explora as dinâmicas familiares sugeridas pelos resultados dos Capítulos 3 e 4, com base nas informações recolhidas nas entrevistas a indivíduos em processo de reconhecimento de competências. Os resultados obtidos confirmam a prevalência da regra homogâmica na população estudada. Nos casamentos heterogâmicos, o processo de RVCC favorece a aproximação dos cônjuges quanto ao nível de escolaridade. Observa-se ainda que os parentes de primeiro grau desempenham um papel activo enquanto agentes motivadores e apoiantes no processo de escolarização do adulto. Assim...

‣ Da educação permanente à aprendizagem ao longo da vida e à Validação das aprendizagens informais e não formais: recomendações e práticas

Aníbal, Alexandra
Fonte: CIES-IUL Publicador: CIES-IUL
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
58.66965%
No presente working paper viaja-se pela história da educação de adultos a partir da intervenção de entidades como a UNESCO, a OCDE e a União Europeia. Caraterizam-se os dois principais paradigmas neste campo, nomeadamente a Educação Permanente e a Aprendizagem ao longo da Vida, e as suas consequências ao nível das políticas públicas. Emergindo do segundo destes paradigmas, o processo de validação de aprendizagens não formais e informais, forma inovadora de encarar o ato de aprender e a certificação, encontra-se em expansão na União Europeia, concretizando-se em diferentes dispositivos de validação, que apresentam denominadores comuns (decorrentes das orientações europeias) mas também especificidades locais (fruto das diferenças na organização dos sistemas políticos e educativos de cada Estado). Analisam-se alguns desses dispositivos e apresentam-se algumas das caraterísticas do sistema português que o tornam singular e um dos mais desenvolvidos da Europa.; In this working paper we travel in the history of adult education, focusing in the intervention of organizations such as UNESCO, OECD and the European Union. We characterize the two main paradigms in this field, Adult Continuing Education and Lifelong Learning and its consequences in terms of public policies. Emerging from the second of these paradigms...

‣ FORMAL, NON FORMAL AND INFORMAL COLLABORATION: Relationship Models for the New Media; Colaboración formal, no formal e informal: modelos de interacción para los nuevos medios

Prendes Espinosa, Mª Paz; Castañeda Quintero, Linda Johanna
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.919937%
El hombre de hoy debe educarse en todo lugar y en todo momento de su vida. Esta es una de las premisas más repetidas en la literatura y la política educativas de nuestro tiempo. Conceptos como el “aprendizaje permanente” y “la educación a lo largo de toda la vida” configuran el eje central de la mayoría de planes educativos que se emprenden desde nuestras administraciones nacionales y transnacionales. En este sentido los procesos de aprendizaje no formal e informal toman mayor fuerza que nunca en los entornos laborales, y nuestros profesionales apuestan, cada vez de manera más decidida por formas de aprendizaje que les permitan continuar con su vida laboral y que a la vez les incluya en la dinámica de la construcción del conocimiento. En este entorno, los procesos colaborativos y el concepto de “aprender juntos” suponen una de los grandes recursos con los que podemos contar desde el panorama educativo (cada vez más amplio y con fronteras menos claras), y uno de los que, desde nuestro punto de vista, no ha sido explorado y explotado suficientemente. En este documento, pretendemos presentar un análisis de los procesos y de los modelos de colaboración que han aparecido como consecuencia de la confluencia entre los diferentes entornos de enseñanza y aprendizaje y ese nuevo mundo de comunicación abierto ante nosotros por las tecnologías.; CONGRESO: Current Developments in Technology-Assisted Education

‣ Aprendizagem intergeracional com tecnologias de informação e comunicação; Intergenerational learning with information and communication technologies

Patrício, Maria Raquel
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
59.093096%
Num contexto de aceleradas mudanças demográficas, aliadas a tempos de crise económica e social, verificam-se consequências significativas para a sociedade, incluindo desafios e oportunidades. São necessárias abordagens inovadoras para uma melhor adaptação às transições que ocorrem ao longo da vida. A educação pode trazer benefícios para a inclusão digital e social, o envelhecimento ativo e a solidariedade intergeracional. Numa sociedade, cada vez mais envelhecida, a educação e a aprendizagem para as pessoas mais velhas tem um papel fundamental a desempenhar na realização de uma vasta gama de objetivos sociais e económicos. Neste sentido, o presente trabalho de investigação centra-se na problemática da aprendizagem intergeracional com Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e visa compreender de que forma é que a mesma pode contribuir para a aprendizagem de competências digitais pelos adultos e idosos, a promoção da aprendizagem ao longo da vida, do envelhecimento ativo e da solidariedade e compreensão entre gerações. Para este efeito, dinamizamos oficinas TIC intergeracionais e escolhemos a metodologia de estudo de caso para estudar três casos distintos de aprendizagem intergeracional com TIC...

‣ Entrepreneurial learning in higher education: perceptions, realities and collaborative work from the stakeholder point of view

Marques, Ana Paula
Fonte: EUSER (European Center for Science Education and Research) Publicador: EUSER (European Center for Science Education and Research)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
60.011924%
In recent years, Portuguese universities have diversified their strategies for the promotion of entrepreneurial education among (under/post) graduates, both through formal education and non- formal and informal activities. Indeed, Higher Education Institutions can provide entrepreneurial learning opportunities for students, stimulating new attitudes and behaviours towards entrepreneurship. In terms of non-formal and informal learning, various types of activity are of particular significance, and include entrepreneurship promotion and skills-based training, as well as monitoring of the development of ideas and projects. These activities are undertaken by various higher education stakeholders and key-actors, who contribute to the construction of an entrepreneurial ecosystem, and increase entrepreneurial spirit in (under/post) graduates. The research reported here is based on the main findings gathered from the ongoing project "Entrepreneurial Learning, Cooperation and the Labour Market: Good Practices in Higher Education (POAT-FSE)", focusing particularly on the results of a survey questionnaire completed by a diverse sample of entities linked to Portuguese public Higher Education Institutions (HEIs) and working to promote non-formal and informal entrepreneurial activities...

‣ Entrepreneurial learning in higher education: perceptions, realities and collaborative work from the stakeholder point of view

Marques, Ana Paula
Fonte: EUSER Publicador: EUSER
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
59.93241%
In recent years, Portuguese universities have diversified their strategies for the promotion of entrepreneurial education among (under/post) graduates, both through formal education and non- formal and informal activities. Indeed, Higher Education Institutions can provide entrepreneurial learning opportunities for students, stimulating new attitudes and behaviours towards entrepreneurship. In terms of non-formal and informal learning, various types of activity are of particular significance, and include entrepreneurship promotion and skills-based training, as well as monitoring of the development of ideas and projects. These activities are undertaken by various higher education stakeholders and key-actors, who contribute to the construction of an entrepreneurial ecosystem, and increase entrepreneurial spirit in (under/post) graduates. The research reported here is based on the main findings gathered from the ongoing project "Entrepreneurial Learning, Cooperation and the Labour Market: Good Practices in Higher Education (POAT-FSE)", focusing particularly on the results of a survey questionnaire completed by a diverse sample of entities linked to Portuguese public Higher Education Institutions (HEIs) and working to promote nonformal and informal entrepreneurial activities...

‣ Evaluar una experiencia de estudio en el extranjero en la escuela italiana

Roverselli, Carla
Fonte: Universidad de Granada Publicador: Universidad de Granada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.45793%
Evaluar a un estudiante de diecisiete a??os, en la escuela italiana, cuando regresa de una experiencia de estudio en el extranjero, no es nada f??cil. Aunque estudios internacionales sostienen que los aprendizajes interculturales se pueden medir y evaluar, el sistema educativo italiano se muestra bastante reacio a hacerlo. Ello depende de una rigidez cultural que prefiere los conocimientos a las competencias y de una debilidad del sistema educativo italiano, ya que solo desde hace poco tiempo ??? y por input europeo- se est?? implementado un primer sistema nacional de validaci??n de las competencias no formales e informales. La valorizaci??n y evaluaci??n fallida de los aprendizajes interculturales se??ala tambi??n una relaci??n fallida de la escuela italiana con el mundo del trabajo.; Evaluate a seventeen year old student, in Italian school, when he returns from an abroad study experience, is not easy. Although international studies assert that intercultural learning can be measured and evaluated, the Italian educational system shows rather reluctant to do so. This is due both to a cultural rigidity that prefers knowledge???s than competencies, and to a weakness of the Italian educational system as only recently, by European-input...