Página 1 dos resultados de 3123 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Xantoma eruptivo com aspecto histopatológico inusitado simulando granuloma anular: Relato de caso; Eruptive xanthoma with unexpected granuloma annulare-like microscopic appearance: Case report

FAGUNDES, Patrícia P. S.; PINTO, Analice Souza Teixeira; PINTO, Paulo Augusto Teixeira; TEBCHERANI, Antônio José; VALENTE, Neusa Yuriko Sakai
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.181184%
Xantoma eruptivo e granuloma anular são doenças dermatológicas com quadros clínicos distintos que, algumas vezes, apresentam semelhanças histopatológicas que podem conduzir a diagnóstico errôneo. Relata-se o caso de paciente do sexo masculino com 34 anos, portador de dislipidemia, com lesões clinicamente características de xantoma eruptivo cujo exame histopatológico foi sugestivo de granuloma anular. No entanto, a revisão da lâmina mostrou tratar-se de xantoma eruptivo. A remissão completa e rápida das lesões após o tratamento da dislipidemia confirmou o diagnóstico de xantoma eruptivo e motivou a pesquisa sobre as semelhanças e diferenças histopatológicas entre essas doenças.; Eruptive xanthoma with unexpected granuloma annulare-like microscopic appearance - Case report Abstract: Eruptive xanthoma and granuloma annulare are dermatological diseases with different clinical findings that, sometimes, exhibit histopathological similarities with potential for misinterpretation. We report a case of an eruption of yellow-orange papules with erythematous borders in a 34-year-old male with high levels of serum triglycerides and cholesterol. The skin biopsy specimen has diagnosed granuloma annulare. Review of the histologic material revealed eruptive xanthoma. Remission of the eruption after treatment of dyslipidemia confirmed the diagnosis of the eruptive xanthoma and motivated research about the histological similarities and differences between these diseases.

‣ Avaliação do papel da conexina 43 no desenvolvimento do granuloma, experimentalmente induzido em camundongos; Evaluation of the role of connexin 43 in the development of granuloma, experimentally induced in mice

Oloris, Silvia Catarina Salgado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.20715%
A doença granulomatosa inflamatória envolve interações coordenadas entre linfócitos, monócitos/macrófagos, células epitelióides, eosinófilos, neutrófilos e fibroblastos. A comunicação intercelular mediada por junções gap, constituídas por conexinas, é responsável pela homeostase tecidual. A Cx43 está presente em células linfóides, células mielóides, fibroblastos e outras. Assim, para compreendermos o possível envolvimento das conexinas no granuloma, nós analisamos o efeito da deleção heterozigótica de uma Gja1 (gene Cx43) na formação e desenvolvimento dos granulomas hepáticos, induzidos por ovos de Schistosoma mansoni. Para tanto, camundongos heterozigotos (Cx43+/-) e selvagens (Cx43+/+) foram infectados com cercárias de Schistosoma mansoni e avaliados nos tempos: 6, 8 e 12 semanas após a infecção. As células dos granulomas apresentaram expressão de conexina 43, notadamente após 12 semanas de infecção. As lesões dos camundongos Cx43+/- apresentaram índice de proliferação reduzido e aumento na deposição de colágeno em fases tardias da doença. Apesar desses achados, não se encontrou redução no tamanho e celularidade das lesões em comparação aos camundongos selvagens. Também não obtivemos diferenças em relação ao hemograma ou população de linfócitos esplênicos CD4...

‣ Efeitos do reiki na evolução do granuloma induzido através da inoculação do BCG em hamsters e do tumor ascítico de Ehrlich induzido em camundongos; Effects of Reiki in the evolution of induced granuloma by inoculation of BCG in hamsters and of induced Ehrlich ascitic tumor in mices

Garé, Ricardo Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
Estudaram-se os efeitos da influência do Reiki na evolução do granuloma induzido experimentalmente pela inoculação do BCG no coxim plantar de hamsters, assim como os efeitos da mesma terapia em camundongos portadores do tumor ascítico de Ehrlich in vivo e in vitro. No modelo de inflamação granulomatosa crônica, utilizou-se 40 hamsters machos, os quais após serem inoculados com BCG no dia 0 no coxim da pata posterior direita, foram separados em dois grupos contendo 20 animais em cada. Um grupo denominado controle o qual não recebeu nenhum tratamento, e um grupo denominado Reiki, o qual recebeu reiki por 15 minutos, diariamente, a uma distância de 30 cm. Imediatamente antes da inoculação foi realizada a medida do diâmetro da pata a ser inoculada, sendo que as medições continuaram até o momento do sacrifício dos animais, sendo realizadas em dias alternados. No modelo de tumor ascítico de Ehrlich, foram utilzadas 26 camundongos fêmeas, as quais foram injetadas com células de Tumor de Ehrlich pela via intraperitoneal, sendo este considerado dia 0 do experimento. Em seguida estes camundongos foram separados em 3 grupos: controle (n=8), reiki A (n=9) e reiki B (n=9). Grupo controle não recebeu nenhum tipo de tratamento...

‣ Efeito de terapias na modulação do granuloma paracoccidioidomicótico.; Effect of Therapy on Paracoccidioidomicotic Granuloma Modulation.

Molina, Raphael Fagnani Sanchez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.22886%
A paracoccidioidomicose é uma micose sistêmica caracterizada por ser uma doença granulomatosa. As formas benignas da doença são caracterizadas por uma infecção localizada, contendo granulomas compactos com poucos fungos; já nas formas mais graves, ocorre um processo granulomatoso frouxo com focos de necrose e intensa disseminação fúngica. Objetivou-se avaliar o desenvolvimento de lesões granulomatosas em baço, fígado, pulmão e epiplon de camundongos, após infecção pela via intraperitoneal com o isolado de alta virulência, Pb18, em diferentes períodos de infecção após tratamento com fármacos, os quais possuem mecanismo de ação relacionado com a alteração no balanço entre a síntese e degradação dos produtos do colágeno, interferindo diretamente na formação do granuloma A citocina IFN-g, o antibiótico Tetraciclina e as drogas antiinflamatórias Lumiracoxib e Celecoxib. Avaliamos a presença de alguns componentes do granuloma (colágeno, células do infiltrado inflamatório, de citocinas primordiais para sintese/degradação da MEC do granuloma, presença de P. brasiliensis).; Paracoccidioidomycosis (PCM) is a systemic mycosis that is endemic in Latin America, whose causative agent is the thermal dimorphic fungus Paracoccidioides brasiliensis (Pb). PCM is a granulomatous disease...

‣ Análise imuno-histoquímica e por imunofluorescência da expressão da interleucina 17 em abscessos e granulomas periapicais; Immunohistochemistry and immunofluorescence analysis of interleukin 17 in periapical abscess and granuloma

Ferreira, Luciana Gonçalves Valente
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.24728%
Abscessos e granulomas periapicais são considerados lesões inflamatórias relacionadas a elementos dentários, com origem em infecções do tecido pulpar e periapical. É pouco conhecido o papel da interleucina 17 (IL-17) nessas lesões, uma citocina que participa ativamente de uma classe de resposta imunológica recentemente descrita, denominada Th17. A resposta Th17 tem sido caracterizada pela produção de IL-17 por linfócitos CD4+ e tem sido associada à instalação e perpetuação do processo inflamatório, bem como a intenso recrutamento de neutrófilos. Este estudo tem como foco investigar a expressão dessa citocina em lesões de abscesso e granuloma periapicais, com a intenção de verificar se há diferenças de expressão entre essas duas lesões, já que a presença de infiltrado neutrofílico difere bastante entre elas. Testes imuno-histoquímicos para IL-17, CD4 (para identificação de linfócitos T CD4+), CD8 (para identificação de linfócitos T CD8+) e elastase (para identificação de células inflamatórias polimorfonucleadas) foram realizados em casos de abscesso (n=25) e granuloma (n=25) periapicais, selecionados do acervo do Serviço de Patologia Cirúrgica da Disciplina de Patologia Bucal da FOUSP. Foi obtida a porcentagem da área de células com expressão positiva para os marcadores citados. Também foi realizada a quantificação de células CD4+/IL-17+ e CD8+/IL-17+ detectadas por imunofluorescência nessas mesmas biópsias. Foram realizados testes estatísticos de Friedman e Mann-Whitney...

‣ Mediastinal histoplasmosis : report of the first two brazilian cases of mediastinal granuloma; Histoplasmose mediastinal: relato dos dois primeiros casos brasileiros de granuloma mediastinal

Severo, Luiz Carlos; Lemos, Antonio Carlos Moreira; Lacerda, Heloisa Ramos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
São relatados os dois primeiros casos de granuloma mediastinal por histoplasmose no Brasil, apresentando aspectos selecionados sobre dignóstico. O diagnóstico tecidual de histoplasmose foi obtido por mediastinoscopia e toracotomia, respectivamente. Em um paciente a massa calcificada subcarinal erodiu na árvore brônquica com pneumonite de aspiração bilateral uma semana após a toracotomia. Embora rara, histoplasmose deve ser incluída no diagnósticodiferencial de granuloma mediastinal especialmente com calcificação maior do que 10 mm de diâmetro.; This report documents the first two Brazilian cases of mediastinal granuloma due to histoplasmosis, presenting selected aspects on the diagnosis. Tissue samples revealing histoplasmosis were obtained from each of the patients by mediastinoscopy and thoracotomy. In the second patient, a subcarinal calcified mass eroded into the bronchial tree, leading to secondary bilateral aspiration pneumonitis one week after thoracotomy. Although rare, histoplasmosis should be included in the differential diagnosis of mediastinal granuloma, specially if there are calcifications greater than 10 mm in dimension.

‣ Cirurgia estética para remoção de hiperplasia gengiva: granuloma piogênico

Scardueli, Cássio Rocha; Basso, Túlio Luiz Durigan; Massucato, Elaine Maria Sgavioli; Andrade, Cleverton Roberto de; Sampaio, José Eduardo Cezar
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 569-574
Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
The pyogenic granuloma, a lesion considered hyperplastic regenerative inflammatory reaction is a finding commonly found in the oral cavity, affecting large numbers of individuals, being more prevalent in females. But its pathogenesis is not well defined and may be associated with numerous factors that stimulate tissue proliferation. Correct diagnosis and treatment plan are essential for success in approach, restoring function and aesthetics to the periodontal tissues. In agreement with the literature, the most common treatment and greater predictability is surgical removal, which involves resection of the lesion, together with its base inserted into the underlying tissue, periosteum and bone tissue. However, the excision can promote aesthetic defects, particularly in anterior regions where it is most affected. This article reports on the importance of a correct surgical approach for removal of pyogenic granuloma in the region of the interdental papilla between teeth 42 and 43, resulting in a good anatomical result and aesthetic.; O granuloma piogênico, considerado como uma lesão hiperplásica reacional inflamatória regenerativa, é um achado comumente encontrado na cavidade oral, afetando grande número de indivíduos, sendo mais prevalente no sexo feminino. Porém...

‣ Avaliação retrospectiva do tratamento do granuloma central de celulas gigantes pela area de cirurgia buco-maxilo-facial da Faculdade de Odontologia de Piracicaba entre 1996 a 2006; Retrospective analysis of the treatment of central giant cell granuloma at Piracicaba Dental School in the oral and maxillofacial area between 1996 and 2006

Anibal Henrique Barbosa Luna
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
O granuloma central de células gigantes (GCCG) é uma lesão benigna que acomete tanto a maxila como a mandíbula, representando menos de 7% de todos os tumores benignos dos maxilares. A sua etiologia é incerta, sendo implicados fatores genéticos. O GCCG pode manifestar-se como lesões de grandes dimensões com características de agressividade ? como crescimento rápido, reabsorções radiculares ou parestesia e tendência à recidiva, ou como lesões pequenas, uniloculares, sem aspectos de agressividade. A modalidade de tratamento mais empregada é a curetagem, associada ou não a ostectomia periférica. No entanto são relatadas outras modalidades de tratamento, como a administração de corticosteróides, calcitonina ou a-interferon. Os índices de recidiva podem ser altos, variando de 0% a 49%. A ocorrência de recidiva parece depender do comportamento clínico da lesão, da localização anatômica e da modalidade de tratamento instituída. O presente estudo retrospectivo analisou o tratamento de GCCG no período de janeiro de 1996 a julho de 2006 atendidos pela Área de Cirurgia Buco-Maxilo-Facial da FOP ? Unicamp, correlacionando seus aspectos clínicos. Foram analisados 14 casos (9M; 5F) com uma média de idade de 18,5 (variando de 5 ? 59) anos...

‣ HIF-1α relevance in necrosis of mycobacterium avium-induced granulomas; Relevância do HIF-1α no granuloma micobacteriano

Cardoso, Marcos Levi dos Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.181184%
The establishment of mycobacterial infection is characterized by the formation of granulomas, which are well-organized aggregates of immune cells, namely infected macrophages. The granuloma main function is to constrain and prevent dissemination of the mycobacteria, while concentrating the immune response to a limited area. In some cases these lesions can grow progressively into large granulomas which can undergo central necrosis leading to their caseation. However, the mechanism underlying this type of pathology is still poorly understood. It has been reported that reduced vascularization of granulomas may be one essential mechanism for caseation and some studies have demonstrated severely hypoxic regions at the center of the granuloma. Under hypoxic conditions the immune cells need to adapt to low oxygen conditions in order to remain functionally active. Thus, the hypoxia-inducible factor – 1 alpha (HIF-1α) has emerged as a master regulator of the hypoxia adaptation system, mediating a wide range of physiological and cellular mechanisms. The Appelberg group has developed a granuloma necrosis model that mimics the human pathology of Mycobacterium tuberculosis, using C57BL/6 mice intravenously infected with a low dose of a highly virulent strain of Mycobacterium avium (ATCC 25291). Such mice develop granulomas that...

‣ Granuloma Actínico. A Propósito de um Caso Clínico

Campos, S; Lestre, S
Fonte: Serviço de Dermatologia do Hospital dos Capuchos, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE Publicador: Serviço de Dermatologia do Hospital dos Capuchos, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE
Tipo: Outros
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.060007%
INTRODUÇÃO: O Granuloma Actínico (GA), também conhecido por granuloma anular elastolítico de células gigantes, é uma doença dermatológica rara e caracteriza-se clinicamente por placas anulares de bordos elevados e eritematosos com centro atrófico e hipopigmentado. As lesões são geralmente assintomáticas e localizam-se em zonas cronicamente expostas à radiação solar, nomeadamente, face, pescoço, decote e membros superiores. Há ainda muita controvérsia na classificação do GA, sendo que muitos autores defendem que não se trata de uma entidade nosológica distinta, mas de uma variante do granuloma anular que surge em zonas de exposição solar. No entanto, as características histopatológicas, nomeadamente, a presença de células gigantes multinucleadas com elastofagocitose e elastólise, bem como, a ausência de necrobiose ou deposição de mucina, permitem identificar o GA como entidade distinta. CASO CLÍNICO: Mulher de 77 anos, caucasiana, referenciada à consulta de dermatologia por placa anular de bordos bem definidos, elevados e eritematosos que se localizava na região frontal esquerda. A lesão, com cerca de três anos de evolução, não estava associada a qualquer sintomatologia sistémica. A biópsia cutânea revelou elastose solar marcada com infiltrado granulomatoso composto por células gigantes multinucleadas...

‣ Granuloma Actínico. A Propósito de um Caso Clínico

Campos, S; Lestre, S
Fonte: Serviço de Dermatologia do Hospital dos Capuchos, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE Publicador: Serviço de Dermatologia do Hospital dos Capuchos, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE
Tipo: Outros
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.060007%
INTRODUÇÃO: O Granuloma Actínico (GA), também conhecido por granuloma anular elastolítico de células gigantes, é uma doença dermatológica rara e caracteriza-se clinicamente por placas anulares de bordos elevados e eritematosos com centro atrófico e hipopigmentado. As lesões são geralmente assintomáticas e localizam-se em zonas cronicamente expostas à radiação solar, nomeadamente, face, pescoço, decote e membros superiores. Há ainda muita controvérsia na classificação do GA, sendo que muitos autores defendem que não se trata de uma entidade nosológica distinta, mas de uma variante do granuloma anular que surge em zonas de exposição solar. No entanto, as características histopatológicas, nomeadamente, a presença de células gigantes multinucleadas com elastofagocitose e elastólise, bem como, a ausência de necrobiose ou deposição de mucina, permitem identificar o GA como entidade distinta. CASO CLÍNICO: Mulher de 77 anos, caucasiana, referenciada à consulta de dermatologia por placa anular de bordos bem definidos, elevados e eritematosos que se localizava na região frontal esquerda. A lesão, com cerca de três anos de evolução, não estava associada a qualquer sintomatologia sistémica. A biópsia cutânea revelou elastose solar marcada com infiltrado granulomatoso composto por células gigantes multinucleadas...

‣ Mitomicina C colírio como tratamento para granuloma piogênico em cavidade anoftámica

Santos,Hérika Danielle de Miranda; Fernandes,Thatiana Almeida Pereira; Diniz,Cristiano Menezes; Montenegro,Wellington Tadeu; Figueiredo,Ana Rosa Pimentel
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
OBJETIVO: Avaliar a eficácia do uso tópico de colírio de mitomicina C 0,02% (MMC 0,02%) no tratamento de pacientes com granuloma piogênico em cavidade anoftálmica. MÉTODOS: Seis pacientes portadores de granuloma piogênico em cavidade anoftálmica foram submetidos ao tratamento com mitomicina C 0,02% instilada quatro vezes ao dia durante ciclos quinzenais e intervalo de 15 dias entre os ciclos. Os pacientes foram acompanhados semanalmente. RESULTADOS: Foram acompanhados seis pacientes dos quais um apresentou resolução do granuloma piogênico ao final do primeiro ciclo de uso da MMC 0,02%. Em dois pacientes a MMC 0,02% foi eficaz na resolução da lesão após a segunda semana de tratamento (primeiro ciclo). Dois pacientes apresentaram resolução completa do granuloma piogênico na quinta semana de uso da MMC 0,02% (início do segundo ciclo). Este fármaco foi ineficaz em apenas um paciente que persistiu com a lesão após dois ciclos de tratamento. Não foram observadas complicações decorrentes do uso de MMC 0,02% em nenhum dos pacientes. CONCLUSÃO: A MMC 0,02% tópica mostrou-se eficaz no tratamento de granuloma piogênico em cavidade anoftálmica, entretanto, diante de casuística pequena, torna-se necessário estudo mais amplo...

‣ A distribuição dos eosinófilos nas diferentes fases de evolução do granuloma hepático em camundongos infectados pelo Schistosoma mansoni

Lins,Romero Antunes Barreto; Cavalcanti,Carmelita Bezerra de Lima; Araújo-Filho,Jorge Luiz Silva; Melo-Júnior,Mário Ribeiro de; Chaves,Maria Elizabeth Cavalcante
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
No presente estudo, avaliou-se a distribuição dos eosinófilos nas diferentes fases da formação do granuloma hepático de camundongos infectados pelo Schistosoma mansoni. A partir dos resultados obtidos sugerimos uma nova classificação para a evolução do granuloma hepático em camundongos montada a partir de fases descritas por outros autores. Em cada fase há um padrão diferente de distribuição dos eosinófilos. Na fase necrótico-exudativa os eosinófilos encontram-se concentrados na periferia e no centro do granuloma e na área de necrose eles são escassos; na "produtiva" os eosinófilos estão ainda distribuídos de maneira difusa por todo o granuloma; na de cura por fibrose se concentram na periferia e no centro do granuloma. Os eosinófilos estavam em contato direto com os ovos em todos os estágios de evolução dos granulomas. Conclui-se então que a dinâmica dos eosinófilos possui papel importante na formação da reação granulomatosa do hospedeiro e resolução do processo inflamatório causado pelo ovo do parasita, além de acrescentar novos dados na classificação dos granulomas hepáticos.

‣ Schistosoma mansoni granuloma in late evolutive phase, in a case of tumoral form in man

Raso,Pedro; Raso,Leonardo Arruda Moraes; Melo,Ferdinan de Almeida; Tafuri,Wagner Luiz
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
INTRODUCTION: Authors describe human schistosomal granuloma in late chronic phase, from the morphological and evolutionary viewpoints. METHODS: The study was based on a histological analysis of two fragments obtained from a surgical biopsy of peritoneum and large intestine of a 42-year-old patient, with a pseudotumoral form mimicking a peritoneal carcinomatosis associated to the schistosomiasis hepatointestinal form. RESULTS: Two hundred and three granulomas were identified in the pseudotumor and 27 in the intestinal biopsy, with similar morphological features, most in the late chronic phase, in fibrotic healing. A new structural classification was suggested for granulomas: zone 1 (internal), 2 (intermediate) and 3 (external). CONCLUSIONS: Regarding granuloma as a whole, we may conclude that fibrosis is likely to be controlled by different and independent mechanisms in the three zones of the granuloma. Lamellar fibrosis in zone 3 seems to be controlled by matrix mesenchymal cells (fibroblasts and myoepithelial cells) and by inflammatory exudate cells (lymphocytes, plasmocytes, neutrophils, eosinophils). Annular fibrosis in zone 2, comprising a dense fibrous connective tissue, with few cells in the advanced phase, would be controlled by epithelioid cells involving zone 1 in recent granulomas. In zone 1...

‣ Gravidarum granuloma associated to an osseointegrated implant: case report

Trento,Cleverson Luciano; Veltrini,Vanessa Cristina; Santos,Rivelino Nímio Marques dos; Santos,Vanessa Tavares de Gois
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.149573%
Introduction: Pyogenic granuloma, known as gravidarum granuloma or pregnancy granuloma, is a benign non-neoplastic reactive oral lesion that may occur in pregnant women. It is usually a highly vascularized mass, which has exophytic characteristics, and it may be sessile or pedunculated. Its surface has usually a smooth or lobular aspect, with its coloration ranging from red to pink. The pain sensitivity will depend on the degree of injury involving the traumatic lesion, but it is frequently painless. Adjacent areas to dental implants are rare for the appearance of this type of granuloma. Objective: The aim of this case report was to present a clinic case of gravidarum granuloma in the region of lower lingual gingiva, adjacent to an osseointegrated implant in a 33-year-old woman, with 3 months of gestation, who had the lesion since the beginning of her pregnancy. Conclusion: Gravidarum granuloma was diagnosed in association to a dental implant, and it highlights the necessity for improvements of oral hygiene in the peri-implant regions. Surgical treatment with excisional biopsy plus hygiene control were enough to settle the case.

‣ A human in vitro granuloma model for the investigation of multinucleated giant cell and granuloma formation

Seitzer, U.; Haas, H.; Gerdes, J.
Fonte: Murcia : F. Hernández Publicador: Murcia : F. Hernández
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.22886%
A method for the in vitro generation of granulomas and its use in the analysis of the human granulomatous response is summarized. As a target for the cellular response L3 larvae of Nippostrongylus brasiliensis are coincubated with human mononuclear blood cells, and within seven to fourteen days the development of blood monocytes to mature macrophages and to epithelioid cells and multinucleated giant cells (MGC) as typical constituents of granulomas clustered around the nematode is observed. The following review describes the uses and applications of this model for phenotyping, functional, formation and modulating studies of granulomas and MGCs, taking into account its unique features compared to other in vitro models. With respect to MGC formation, procedures are described and examples are given which allow the phenotyping of these cells using immunofluorescence and immunohistological techniques. In addition, the potential of this model for illuminating functional aspects of MGC is described applying an isolation protocol for MGC and a subsequent reverse-transcriptase polymerase chain reaction method for the analysis of single cells. Moreover, the significance and relevance of using this granuloma model is discussed in the follow up analysis of in vivo findings of interleukin-6 expression in MGC of granulomas of patients with sarcoidosis. These in vivo results implicated a role for interleukin-6 in granuloma and MGC development. The in vitro granuloma model was used to investigate potential modulatory effects of this cytokine by analysing the cell numbers and the number of MGC per in vitro granuloma...

‣ Investigação do mecanismo micobactericida da isoniazida em modelo de granuloma humano

Yamashiro, Lívia Harami
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 156 p.| il., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.288896%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2015.; Após a infecção com o bacilo Mycobacterium tuberculosis (Mtb), causador da tuberculose (TB), observa-se a formação de uma estrutura celular característica denominada granuloma. Esse agregado celular é responsável por restringir a infecção e manter a doença em estado latente. Porém, quando a forma ativa da doença se desenvolve, o infiltrado de células apresenta necrose caseosa e as bactérias entram em intenso estado replicativo. Diante deste quadro, faz-se uso de antibióticos como a isoniazida (INH), um dos pilares da quimioterapia da TB. A INH é uma pró-droga que requer ativação por uma catalase peroxidase bacteriana codificada pelo gene katG, a fim de inibir a síntese de ácidos micólicos, importantes componentes estruturais da bactéria. Entretanto, dados recentes indicam que a INH pode também ser ativada por enzimas presentes em células do hospedeiro. É possível que este fármaco aja diretamente em células que abrigam o Mtb, contribuindo para o controle do seu crescimento intracelular. Entretanto, estudos que avaliam os efeitos da INH em sistemas biológicos complexos como o granuloma são escassos. Dessa forma...

‣ Granuloma micótico nasal bovino; Mycotic bovine nasal granuloma

Conti Díaz, Ismael Alejandro; Vargas, Roberto; Apolo, Ada; Moraña, José Antonio; Pedrana, Graciela; Cardozo, Elena; Almeida, Edgardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.181184%
É apresentado caso de granuloma micótico nasal bovino, em vaca Jersey, com 10 anos de idade, produzido por Drechslera halodes. Cortes histopatológicos mostraram abundantes estruturas fúngicas hialinas e pigmentadas extra e intracelulares junto com granuloma polimorfo celular formado por neutrófilos, linfócitos, plasmócitos, histiócitos e células gigantes de Langhans. É o primeiro caso de granuloma micótico nasal bovino diagnosticado no Uruguai embora esta doença pareça ser freqüente de acordo com a opinião de veterinários especializados. Outro caso clínico semelhante, também em vaca Jersey da mesma fazenda de criação de gado leiteiro, com intenso infiltrado celular rico em eosinófilos, sem imagem granulomatosa, junto com formas fúngicas fuliginosas hialinas extra celulares é também relatado para fins de comparação. Geotrichum sp. foi isolado. A necessidade de diagnóstico precoce e tratamento da doença é enfatizada.; A case of mycotic bovine nasal granuloma in a 10 year-old Jersey cow, produced by Drechslera halodes is presented. Histopathological sections showed abundant hyaline and pigmented extra and intracellular fungal structures together with a polymorphic cellular granuloma formed by neutrophils, lymphocytes...

‣ Histoplasmose mediastinal: relato dos dois primeiros casos brasileiros de granuloma mediastinal; Mediastinal histoplasmosis: report of the first two Brazilian cases of mediastinal granuloma

Severo, Luiz Carlos; Lemos, Antonio Carlos Moreira; Lacerda, Heloisa Ramos
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
São relatados os dois primeiros casos de granuloma mediastinal por histoplasmose no Brasil, apresentando aspectos selecionados sobre dignóstico. O diagnóstico tecidual de histoplasmose foi obtido por mediastinoscopia e toracotomia, respectivamente. Em um paciente a massa calcificada subcarinal erodiu na árvore brônquica com pneumonite de aspiração bilateral uma semana após a toracotomia. Embora rara, histoplasmose deve ser incluída no diagnóstico diferencial de granuloma mediastinal especialmente com calcificação maior do que 10 mm de diâmetro.; This report documents the first two Brazilian cases of mediastinal granuloma due to histoplasmosis, presenting selected aspects on the diagnosis. Tissue samples revealing histoplasmosis were obtained from each of the patients by mediastinoscopy and thoracotomy. In the second patient, a subcarinal calcified mass eroded into the bronchial tree, leading to secondary bilateral aspiration pneumonitis one week after thoracotomy. Although rare, histoplasmosis should be included in the differential diagnosis of mediastinal granuloma, specially if there are calcifications greater than 10 mm in dimension.

‣ Granuloma gravidarum gigante en piel cabelluda

Domínguez-Cherit,Judith; Puebla-Miranda,Miriam; Rangel-Gamboa,Lucía; Roldan-Marín,Rodrigo
Fonte: Academia Nacional de Medicina de México, A.C. Publicador: Academia Nacional de Medicina de México, A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
37.110251%
El hemangioma capilar lobular (granuloma piógeno) ha sido informado con más frecuencia en piel (88%) que en mucosas (12%). El granuloma gravidarum es un granuloma piógeno que se presenta frecuentemente durante el embarazo a nivel de mucosa oral. Ha sido asociado con la acción de los estrógenosy una respuesta inflamatoria exagerada de las mucosas. En este artículo informamos el primer caso de granuloma gravidarum en piel cabelluda.