Página 17 dos resultados de 28622 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

‣ Hepatitis B virus genotyping among chronic hepatitis B patients with resistance to treatment with lamivudine in the City of Ribeirão Preto, State of São Paulo; Genotipagem do vírus da hepatite B de pacientes crônicos com resistência ao tratamento com lamivudina na Cidade de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo

HADDAD, Rodrigo; MARTINELLI, Ana de Lourdes Candolo; UYEMURA, Sérgio Akira; YOKOSAWA, Jonny
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
INTRODUCTION: Lamivudine is a nucleoside analogue that is used clinically for treating chronic hepatitis B infection. However, the main problem with prolonged use of lamivudine is the development of viral resistance to the treatment. Mutations in the YMDD motif of the hepatitis B virus DNA polymerase gene have been associated with resistance to drug therapy. So far, there have not been many studies in Brazil reporting on genotype-dependent development of resistance to lamivudine. Thus, the aim of the present study was to determine the possible correlation between a certain genotype and increased development of resistance to lamivudine among chronic hepatitis B patients. METHODS: HBV DNA in samples from 50 patients under lamivudine treatment was amplified by means of conventional PCR. Samples were collected at Hospital das Clínicas, FMRP-USP. The products were then sequenced and phylogenetic analysis was performed. RESULTS: Phylogenetic analysis revealed that 29 (58%) patients were infected with genotype D, 20 (40%) with genotype A and one (2%) with genotype F. Mutations in the YMDD motif occurred in 20% of the patients with genotype A and 27.6% of the patients with genotype D. CONCLUSIONS: Despite the small number of samples, our results indicated that mutations in the YMDD motif were 1.38 times more frequent in genotype D than in genotype A.; INTRODUÇÃO: Lamivudina é um análogo de nucleosídeo clinicamente utilizado para o tratamento da infecção crônica pela hepatite B. Entretanto...

‣ Hepatitis C virus: molecular and epidemiological evidence of male-to-female transmission

CAVALHEIRO, Norma de Paula; DE LA ROSA, Abel; ELAGIN, Slava; TENGAN, Fatima Mitiko; BARONE, Antonio Alci
Fonte: Brazilian Society of Infectious Diseases Publicador: Brazilian Society of Infectious Diseases
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
INTRODUCTION: There is general consensus that hepatitis C virus is efficiently transmitted by the parenteral route, whereas data on viral transmission by sexual or non-sexual intrafamilial contact are conflicting. OBJECTIVE AND METHOD: The aim of this study was to investigate the transmission of hepatitis C virus in nine heterosexual couples. RESULT: The mean age of the couples was 43.7 years. When interviewed, all of the women denied the presence of risk factors for acquisition of the infection, whereas the cause of infection in the nine husbands could be attributed to blood transfusions in two of them (22.2%), use of intravenous and inhaled drugs in six (66.7%), acupuncture in one (11.1%), and tattooing in one (11.1%). All men and none of the women reported sexual relations with sex professionals. The mean homology score (Non Structural 5b-hepatitis C virus) was 98.4%. Among the nine couples with matching subtypes, one (11.1%) was infected with subtype 1a, three (33.3%) with subtype 1b, and five (55.5%) with subtype 3a. Shared personal hygiene items showed a much higher correlation with the possible route of transmission and were better supported by the sequence homology data than the other associated risk factors. Three (33.3%) couples shared toothbrushes...

‣ Methodology of a nationwide cross-sectional survey of prevalence and epidemiological patterns of hepatitis A, B and C infection in Brazil; Metodologia de um estudo de inquérito nacional da prevalência e de padrõesa epidemiológicos das hepatites A, B e C no Brasil

XIMENES, Ricardo Arraes de Alencar; PEREIRA, Leila Maria Beltrão; MARTELLI, Celina Maria Turchi; MERCHÁN-HAMANN, Edgar; STEIN, Airton Tetelbom; FIGUEIREDO, Gerusa Maria; BRAGA, Maria Cynthia; MONTARROYOS, Ulisses Ramos; BRASIL, Leila Melo; TURCHI, Marí
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Um inquérito de base populacional foi conduzido na população urbana de todas as capitais e do Distrito Federal no Brasil para fornecer informações sobre a prevalência de hepatites virais e fatores de risco, entre 2005 e 2009. Este artigo descreve o delineamento e a metodologia do estudo que envolveu a população com idade entre 5 e 19 anos para hepatite A e 10 a 69 anos para hepatite B e C. As entrevistas e amostras de sangue foram obtidas através de visitas domiciliares e a amostra selecionada a partir de uma amostragem estratificada em múltiplos estágios (por conglomerado) com igual probabilidade para cada domínio de estudo (região e faixa etária). Nacionalmente, 19.280 residências e ~31.000 indivíduos foram selecionados. O tamanho da amostra foi suficiente para detectar uma prevalência em torno de 0,1% e para avaliar os fatores de risco por região. A metodologia apresentou-se viável para distinguir entre diferentes padrões epidemiológicos da hepatite A, B e C. Estes dados serão de valia para a avaliação das políticas de vacinação e para o desenho de estratégias de controle.; A population-based survey to provide information on the prevalence of hepatitis viral infection and the pattern of risk factors was carried out in the urban population of all Brazilian state capitals and the Federal District...

‣ Relationship between plasma cells and hepatic stellate cells in autoimmune hepatitis

BRANDAO, Daniel F.; RAMALHO, Fernando S.; MARTINELLI, Ana L. C.; ZUCOLOTO, Sergio; RAMALHO, Leandra N. Z.
Fonte: ELSEVIER GMBH, URBAN & FISCHER VERLAG Publicador: ELSEVIER GMBH, URBAN & FISCHER VERLAG
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Autoimmune hepatitis is an inflammatory chronic disease of the liver, which frequently results in cirrhosis. The present study aimed to verify the relationship between plasma cells and stellate cells in autoimmune hepatitis. Thirty-three pre-treatment, 11 post-treatment, and 10 normal liver biopsies were reviewed. Sirius Red staining (for semi-quantitative analysis of hepatic fibrosis) and immunohistochemistry were carried out: double staining for smooth muscle alpha-actin and plasma cell marker (for detection and localization of activated hepatic stellate cells and plasma cells, respectively); and single staining for glial fibrillary acid protein (for detection of hepatic stellate cells). We found an increase in the stellate cell population, mainly with an activated phenotype in autoimmune hepatitis, compared to the control group (liver specimens with no histological evidence of liver disease, obtained from patients undergoing hepatic resection for benign liver mass). A positive significant correlation was observed between stellate cells and scores of fibrosis (measured by Sirius Red) and the number of plasma cells. Additionally, there was a co-localization of plasma cells and activated stellate cells. We also observed a reduction in the number of plasma cells...

‣ Prevalence of hepatitis B and C serological markers among first-time blood donors in Brazil: A multi-center serosurvey

Nascimento, Maria Claudia do; MAYAUD, Philippe; SABINO, Ester Cerdeira; TORRES, Katia Luz; FRANCESCHI, Silvia
Fonte: WILEY-LISS Publicador: WILEY-LISS
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Little data are available on the seroprevalence of, and risk factors for hepatitis B and C viruses (HBV and HCV) infection in Latin American countries. A multi-center serosurvey was conducted among 3,598 first-time blood donors (65% men) from Sao Paulo, Salvador and Manaus in Brazil. The gender-specific seroprevalences of antibodies against hepatitis B core antigen (anti-HBc) and of the hepatitis B surface antigen (HBsAg) in anti-HBc-positive sera were measured, and risk factors analyzed by gender. The gender-specific seroprevalences of antibodies against HCV (anti-HCV) were measured, but risk factors for HCV were not determined. Anti-HBc and HBsAg seroprevalences were not significantly different in men [101/2,341 (4.31%) and 4/2,229 (0.18%), respectively] and women [65/1,237 (5.25%) and 8/ 1,169 (0.68%), respectively], whereas the seroprevalence of anti-HCV was higher in women (12/1,238 [0.97%] vs. 9/2,353 [0.38%]; odds ratio [OR] = 2.49; 95% confidence interval [Cl]: 1.0-6.0). No significant difference for HBV infection was found across the three study sites or by ethnic group. The seroprevalence of anti-HBc increased with age, but decreased with education level in both genders. Lifetime number of sexual partners was associated with anti-HBc prevalence among men (OR = 1.95; 95% Cl: 1.2-3.1)...

‣ Autoimmune hepatitis and dermatomyositis: a rare association

Carlos de Souza, Fernando Henrique; Moraes Barros, Thiago Bitar; de Moraes, Mariana Teichner; Missumi, Larissa Sayuri; Lima, Fabiana Roberto; Levy-Neto, Mauricio; Shinjo, Samuel Katsuyuki
Fonte: MEDFARMA-EDICOES MEDICAS, LDA; ALGES Publicador: MEDFARMA-EDICOES MEDICAS, LDA; ALGES
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
The association between autoimmune hepatitis and idiopathic inflammatory myopathies has been rarely described in literature. To our knowledge, there are only five reports of autoimmune hepatitis, all coursing with polymyositis. In the present work, we describe a female patient at the age of 58 with cutaneous lesions (heliotrope), progressive proximal muscle weakness of four limbs and constitutional symptoms for 12 months, and worsened two months ago. She had also been episodes of jaundice for five months. During hospitalization, after intense clinical investigation, the diagnosis of dermatomyositis and autoimmune hepatitis were defined, and the patient had a good clinical and laboratory response to corticosteroids and immunosuppressive.

‣ Contributions from the systematic review of economic evaluations: the case of childhood hepatitis A vaccination in Brazil; Contribuições da revisão sistemática de avaliações econômicas: o exemplo da vacinação infantil contra hepatite A no Brasil

De Soárez, Patrícia Coelho; Sartori, Ana Marli Christovam; Santos, Andreia; Itria, Alexander; Novaes, Hillegonda Maria Dutilh; Martelli, Celina Maria Turchi
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
The aim of this study was to present the contributions of the systematic review of economic evaluations to the development of a national study on childhood hepatitis A vaccination. A literature review was performed in EMBASE, MEDLINE, WOPEC, HealthSTAR, SciELO and LILACS from 1995 to 2010. Most of the studies (8 of 10) showed favorable cost-effectiveness results. Sensitivity analysis indicated that the most important parameters for the results were cost of the vaccine, hepatitis A incidence, and medical costs of the disease. Variability was observed in methodological characteristics and estimates of key variables among the 10 studies reviewed. It is not possible to generalize results or transfer epidemiological estimates of resource utilization and costs associated with hepatitis A to the local context. Systematic review of economic evaluation studies of hepatitis A vaccine demonstrated the need for a national analysis and provided input for the development of a new decision-making model for Brazil.

‣ "Hepatite B no Município de Ribeirão Preto (SP): um estudo envolvendo cirurgiões-dentistas e auxiliares odontológicos" ; Hepatitis B on the city of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil: a study envolving dentists and dental assistants

Rodrigues, Vania Cantarella
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Foi realizada uma pesquisa com cirurgiões-dentistas (CDs) e auxiliares odontológicos (AOs) das redes pública e privada, no município de Ribeirão Preto,SP – Brasil, com os objetivos de: 1. avaliar a cobertura vacinal e a efetividade da vacinação contra a hepatite B; 2. verificar o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) na rotina de trabalho; 3. verificar a prevalência de marcadores sorológicos do HBV; 4. analisar possíveis associações entre marcadores sorológicos do HBV e alguns fatores de risco de infecção pelo vírus. A pesquisa contou com 338 participantes, de consultórios e clínicas odontológicas – 201 CDs(26 da rede pública e 175 da rede privada) e 137 AOs (23 da rede pública e 114 da rede privada). Foi aplicado um questionário individual para obter informações referentes a características dos participantes, vacinação contra a hepatite B e fatores de risco relacionados à infecção pelo HBV. Simultaneamente, coletou-se uma amostra de 8 ml de sangue para a pesquisa dos seguintes marcadores sorológicos do HBV: HBsAg, anti-HBc e anti-HBs. Todos os exames foram feitos, através de técnicas imunoenzimáticas, no Laboratório de Sorologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP. Estavam vacinados com três doses ou mais da vacina contra a hepatite B 80...

‣ Segurança e eficácia da vacina contra hepatite B no lúpus eritematoso sistêmico; Safety and efficacy of hepatitis B vaccine in systemic lupus erythematosus

Kuruma, Kátia Akemi Miyazato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
A vacina contra hepatite B tem sido implicada como um desencadeador de doenças auto-imunes, mas ainda não existem estudos prospectivos no lúpus. Assim, avaliamos prospectivamente a segurança e eficácia da imunização com a vacina recombinante contra hepatite B (Euvax B® - LG) em pacientes com diagnóstico de lúpus. Foram selecionadas 28 pacientes com a doença inativa (SLEDAI<4), com idade entre 18 e 50 anos e sorologia negativa para o vírus da hepatite B (VHB). Os critérios de exclusão foram o uso de prednisona >=20 mg/dia e drogas imunossupressoras, anti-dsDNA e anticardiolipina negativos. Os dados clínicos e laboratoriais foram coletados na entrada do estudo e um mês após cada dose da vacina. Além disso, obtivemos dados do ano anterior usando o prontuário eletrônico padronizado. A média de idade foi de 34 ± 7,7 anos e a média da duração da doença foi de 10,4 ± 6,7 anos. Soroconversão adequada foi atingida no final do estudo (93%), embora tenhamos observado uma baixa freqüência após a primeira dose (4%) e após a segunda dose (54%). Nenhuma alteração significativa na média de SLEDAI foi detectada após cada dose durante o estudo (0,14 ± 0,52 vs. 0 vs. 0,61 ± 1,66 vs. 0,36 ± 1,34, p=0,11). Reforçando estes achados...

‣ Contribuição da ultra-sonografia para o diagnóstico das alterações histopatológicas presentes na hepatite C crônica, com ênfase na esteatose hepática; Ultrasonographic contribution for the diagnosis of the histopathological alterations in chronic hepatitis C, with emphasis in hepatic steatosis

Matsuoka, Marcia Wang
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
INTRODUÇÃO: A utilização da ultra-sonografia (USG) como método de diagnóstico por imagem na avaliação das afecções abdominais, em particular para o acompanhamento de pacientes portadores de hepatite C crônica, vem sendo rotineiramente empregada. Neste trabalho, avaliamos a contribuição da USG na avaliação das alterações histopatológicas encontradas neste grupo de doentes, com ênfase para a esteatose hepática (EH), afecção bastante freqüente na hepatite causada pelo vírus C. MÉTODO: Comparamos os achados ultra-sonográficos de 192 pacientes consecutivos, portadores de hepatite crônica pelo vírus C, submetidos à biópsia hepática, com os achados histopatológicos dos fragmentos hepáticos obtidos. Todos os pacientes foram biopsiados sob orientação USG, sendo a ultra-sonografia assim como a biópsia hepática realizadas cada qual por um médico especialista e sempre o mesmo. Todos os exames ultra-sonográficos obedeceram a um mesmo protocolo, sendo analisados os seguintes parâmetros ultra-sonográficos: 1) com relação às características ecográficas do parênquima: ecogenicidade, ecotextura e atenuação; 2) com relação à utilização da USG para o diagnóstico da EH: biometria da parede abdominal...

‣ Freqüência do alelo UGT1A1*28 (síndrome de Gilbert) em pacientes portadores de hepatite crônica C e em controles sadios; Frequency of UGT1A1*28 (Gibert´s syndrome) in patients with chronic hepatitis C virus and healthy donors

Souza, Marcelo Moreira Tavares de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
A Síndrome de Gilbert é caracterizada por uma hiperbilirrubinemia indireta benigna que ocorre na ausência de hemólise ou doença estrutural do fígado. Manifesta-se por episódios intermitentes de icterícia, desencadeados por exposição a estressores físicos, baixa ingesta calórica, entre outros. A base genética da redução da atividade da enzima UDP - Glucoroniltransferase foi descoberta em 1995: em uma população caucasiana. Todos os pacientes estudados apresentaram uma adição dos nucleotídeos Timina-Adenina (TA) na região TATA box presente no promotor do gene UGT1A1, em ambos os alelos. Embora considerada uma condição benigna, a síndrome de Gilbert tem sido recentemente associada à hiperbilirrubinemia e a outros efeitos colaterais na utilização de algumas drogas como o Indinavir e Irinotecan. Outro ponto importante diz respeito ao nível de bilirrubina sérica como um indicador da severidade do acometimento de hepatopatas. A presença de mutação no gene UGT1A1 em pacientes hepatopatas pode levar ao aumento da bilirrubina sérica, supervalorizando o acometimento hepático da condição patológica. O objetivo deste estudo foi verificar a frequência do alelo UGT1A1*28 em doadores de sangue da Fundação Pró-sangue Hemocentro de São Paulo HC-FMUSP e em pacientes portadores de hepatite crônica C atendidos no ambulatório de Gastroenterologia Clínica da FMUSP. Relacionar o genótipo TA7/7 com o aumento de bilirrubina sérica nos pacientes com hepatite crônica C e avaliar a técnica de análise de fragmento no rastreamento e genotipagem da Síndrome de Gilbert. A frequência encontrada para o genótipo TA7/7 no grupo doador foi de 9% (30/313) e no grupo de pacientes VHC...

‣ Esteato-hepatite não alcoólica e esteatose em hepatite crônica pelo vírus C: prevalência e relações entre dados demográficos e clínico-laboratoriais com parâmetros histopatológicos; Nonalcoholic steatohepatitis and steatosis in chronic hepatitis C: prevalence and the relationship between demographic, clinical and laboratory data with histopathological parameters

Costa, Marcia Ferreira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
A hepatite crônica pelo vírus C é a principal causa de doença hepática crônica progressiva e complicações relacionadas, como a cirrose hepática e o carcinoma hepatocelular. O estadiamento de fibrose e a graduação da atividade necroinflamatória são excelentes preditores de progressão da doença na hepatite crônica pelo vírus C (HCVC). A epidemia global de obesidade e diabetes mellitus é responsável pela crescente incidência da doença hepática gordurosa não alcoólica, caracterizada por achados histológicos que variam da esteatose pura até a esteato-hepatite não alcoólica (EHNA), com potencial risco de evolução para a cirrose hepática e suas complicações. Na HCVC, fatores virais e do hospedeiro podem contribuir para a associação com a doença hepática gordurosa não alcoólica. Não há consenso sobre a prevalência de esteatose e esteato-hepatite não alcoólica em pacientes com HCVC, com ampla variabilidade na dependência do genótipo viral, fatores metabólicos da população em estudo e variáveis histológicas utilizadas para a definição. Objetivos: a) Definir a prevalência de esteatose hepática e da esteato-hepatite não alcoólica em pacientes com hepatite crônica pelo vírus C; b) Avaliar a relação entre variáveis clínico-laboratoriais e diferentes graduações de parâmetros histopatológicos; c) Avaliar a influência da EHNA na progressão da fibrose; d) Determinar os fatores virais e do hospedeiro associados a diferentes grupos histológicos...

‣ Valor preditivo de marcadores laboratoriais não invasivos para o diagnóstico de fibrose hepática na recidiva da hepatite C crônica pós-transplante de fígado; Predictive value of simple non-invasive liver fibrosis tests in liver transplant recipients with recurrent hepatitis C

Schulz, Ricardo Teles
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
INTRODUÇÃO E OBJETIVO: Recidiva da hepatite C crônica com progressão acelerada, embora imprevisível, da fibrose é responsável por piora no prognóstico após o transplante de fígado (Tx). Biópsia hepática protocolar é considerada o padrão ouro para estadiamento da fibrose na recidiva da hepatite C pós-Tx. Para superar as limitações da biópsia, principalmente custo e complicações, marcadores simples e não invasivos de fibrose hepática têm sido propostos para pacientes imunocompetentes, porém com escassos estudos disponíveis no contexto pós-Tx. O objetivo desse estudo é avaliar o desempenho diagnóstico dos marcadores não-invasivos para estadiar fibrose hepática em pacientes pós-Tx. MÉTODOS: Pacientes consecutivos receptores de Tx com recidiva da hepatite C (n=45) que foram submetidos a 118 biópsias hepáticas foram incluídos. Variáveis laboratoriais dentro de trinta dias de cada biópsia foram consideradas. Índice da razão AST-plaqueta (APRI), razão AST/ALT, Escore discriminativo de Bonacini (EDB), Escore de Pohl e índice idade-plaqueta foram calculados para cada biópsia. Fibrose significante foi definida como estágio METAVIR 2. RESULTADO: A área sob a curva ROC (receiver operating characteristic) do Escore discriminativo de Bonacini para predizer fibrose significante foi 0...

‣ Estudo da ocorrência da hepatite C no ambulatório de hepatites virais do Hospital das Clínicas da FMRP-USP; Study of the Occurrence of Hepatitis C in the Ambulatory of Viral Hepatitis of the Clinics Hospital of The School of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

Soares, Raquel Mancini de Moraes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Foram estudados 151 doadores de sangue encaminhados pelo Hemocentro de Ribeirão Preto ao Ambulatório de Hepatites do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em função de terem apresentado resultados foram positivos para hepatite C nos testes de triagem pré-doação, entre 2001 e 2010. Todos tiveram confirmação diagnóstica mediante uso de técnicas de biologia molecular. No momento de chegada ao Hospital foram entrevistados por uma assistente social ligada ao Núcleo Hospitalar de Epidemiologia, com o objetivo de caracterizá-los segundo variáveis sociodemográficas, estudar fatores de risco presentes e genótipos encontrados. Houve predominância de indivíduos do sexo masculino, com baixos níveis de escolaridade e de estratos sociais menos favorecidos, com idade mediana de 36 anos. Observou-se uma tendência decrescente de infectados ao longo dos anos estudados. O genótipo mais prevalente foi o 1 com percentual de 68,8%, seguido do genótipo 3 (27,0%). Os potenciais fatores de risco mais prevalentes foram história pregressa de hospitalização sem e com cirurgia, multiplicidade de parceiros sexuais no passado, convivência com usuários de drogas, contato com sangue em atendimentos a terceiros...

‣ Validação de um questionário para a avaliação da adesão ao tratamento antiviral em pacientes portadores de hepatite B crônica; Questionnaire validation for adherence antiviral therapy assessment in chronic hepatitis B patients

Abreu, Rodrigo Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
Introdução: As evidências mostram que com o tratamento da infecção crônica pelo vírus da hepatite B (VHB) conseguimos suprimir a carga viral, a qual deve ser mantida o mais baixo possível. Entre os fatores ligados diretamente ao sucesso terapêutico, encontra-se a adesão ao tratamento. Diversos instrumentos de avaliação da adesão estão disponíveis, porém não existe nenhum validado para uso na hepatite B crônica. Esse estudo incluiu a adaptação do CEAT-VIH (Remor, 2002) para pacientes portadores de hepatite B crônica, avaliou a confiabilidade e as evidências de validade do questionário adaptado (denominado CEAT-VHB). Métodos: Trata-se de um estudo transversal e foram avaliados 183 pacientes com diagnóstico de infecção crônica pelo VHB, em tratamento há pelo menos três meses com adefovir, entecavir, lamivudina e/ou tenofovir. Foram coletadas informações sócio-demográficas e aplicados o questionário adaptado ("Questionário para avaliação da adesão ao tratamento antiviral em pacientes portadores de hepatite B crônica", CEAT-VHB) e o Teste de Morisky. A carga viral de VHB foi compilada diretamente do prontuário. A avaliação da confiabilidade (consistência interna) do CEAT-VHB foi testada por meio do valor de alfa de Cronbach. As evidências de validade do questionário adaptado foram estabelecidas através das validades de critério e constructo. As validades de critério e do constructo do tipo convergente do instrumento proposto foram testadas pelas correlações das medidas obtidas com os resultados do Teste de Morisky e do nível de carga viral plasmática de VHB. Resultados: O CEAT-VHB mostrou-se com boa aceitabilidade no formato de entrevista estruturada dirigida. A confiabilidade do CEAT-VHB demonstrou uma consistência interna adequada no escore global do questionário (alfa de Cronbach = 0...

‣ População de células T CD8+ e Foxp3+ no líquen plano oral associado à infecção crônica de hepatite C; Subset of CD8(+) and Foxp3(+) T Cells in Oral Lichen Planus Associated with Chronic Hepatitis C virus Infection

Camargo, Alessandra Rodrigues de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
347.10812%
A experiência adquirida na realização de estudos epidemiológicos sobre o líquen plano oral associado à infecção crônica de hepatite C nos faz acreditar que as lesões atróficas/erosivas associadas ao vírus C tendem a apresentar características clínicas atípicas, por vezes exacerbadas e com resposta piorada à terapêutica proposta. Acreditando que existiria uma contrapartida histopatológica que justificasse o comportamento clinico evidenciado, o presente estudo propôs-se a estudar as populações de células T CD8+ e Foxp3+ no líquen plano oral associado à infecção crônica de hepatite C e compará-las com as populações do líquen plano oral idiopático. Foram selecionados 11 blocos de líquen plano oral associado à infecção crônica de hepatite C (Grupo 1) e 19 blocos parafinados de líquen plano oral idiopático (Grupo 2) dos arquivos do Laboratório de Patologia Cirúrgica da Disciplina de Patologia Bucal da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo e do Laboratório de Patologia Bucal, do Departamento de Patologia, da Universidade Federal de Santa Catarina. Para ambos os grupos foram realizados ensaios imunohistoquímicos com marcação dos anticorpos anti-CD8 e anti-Foxp3. As células marcadas foram contabilizadas e os resultados tratados estatisticamente. No Grupo 1...

‣ Evaluación del impacto de los programas de vacunación masiva: la experiencia de la hepatitis A en Cataluña

Oviedo,Manuel; Muñoz,Pilar; Domínguez,Ángela; Carmona,Gloria; Batalla,Joan; Borras,Eva; Jansà,Josep Maria
Fonte: Ministerio de Sanidad y Consumo Publicador: Ministerio de Sanidad y Consumo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
348.2571%
Fundamento: El programa de vacunación de la hepatitis A + B en preadolescentes se introdujo en 1998 en Cataluña. Durante los siguientes años uno de los objetivos principales ha sido cuantificar la reducción en la incidencia de hepatitis A producida por el programa de vacunación. Métodos: Se realizó un análisis retrospectivo mediante el estadístico scan espacio-temporal para la tasa de incidencia notificada por hepatitis A en las comarcas de Cataluña desde 1992 hasta 2007. Se calcularon los riesgos relativos (RR) y la autocorrelación espacial se estimó mediante el estadístico I de Moran. Resultados: Seis de los 7 clústers espacio-temporales identificados por la metodología scan se produjeron en el período prevacunal (1992-1998) y sólo uno en el periodo postvacunal (1999-2007). En las 10 primeras cuadrisemanas del periodo postvacunal (1999-2005) hubo un descenso significativo en de incidencia de hepatitis A en Cataluña respecto al periodo prevacunal (1992-1998) (p<0,01). Conclusiones. El estadístico I de Moran no mostró ningún patrón de dependencia espacial global, y sí fue útil para detectar los clústers a nivel local. Estos resultados corroboran resultados previos que atribuían la mayor parte del descenso en la incidencia de hepatitis A en Cataluña debido al efecto de la vacunación.

‣ Universal vaccination of children against hepatitis a in Chile: a cost-effectiveness study

Quezada,Arnoldo; Baron-Papillon,Florence; Coudeville,Laurent; Maggi,Leonardo
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2008 Português
Relevância na Pesquisa
348.2571%
OBJECTIVE: To evaluate the healthcare and economic impact of routine hepatitis A vaccination of toddlers in Chile. METHODS: We used a dynamic model of hepatitis A infection to evaluate the impact of a two-dose vaccination program, administered at ages 12 and 18 months. The model incorporated the changing epidemiology of hepatitis A in Chile and the development of vaccine-induced herd immunity. Our analysis was conducted from the public payer perspective, and an estimation of the societal perspective was performed. Costs are expressed in 2005 U.S. dollars. RESULTS: Vaccination of toddlers rapidly reduced the healthcare burden of hepatitis A. In the base case (95% vaccination coverage, 100-year time horizon, 1% annual decrease in force of infection), the average number of infections fell by 76.6% annually, and associated deaths fell by 59.7%. Even at 50% coverage, the program reduced infection rates substantially. Routine vaccination of toddlers had economic as well as health benefits, saving $4 984 per life-year gained (base case scenario). The program became cost saving after 6 years, and its overall cost-effectiveness per life-year gained was largely unaffected by changes in disease-related costs, herd immunity, coverage rate, and annual decrease in force of infection. CONCLUSIONS: Routine vaccination of toddlers will reduce the rates of symptomatic hepatitis A and associated mortality. The two-dose schedule evaluated here will be less expensive than disease-related costs in the absence of vaccination from the sixth year of its implementation. These findings support the establishment of a routine vaccination program for toddlers in Chile.

‣ Compliance with and response to hepatitis B vaccination in remaining quilombo communities in Central Brazil

Motta-Castro,Ana Rita C.; Gomes,Selma A.; Yoshida,Clara F. T.; Miguel,Juliana C.; Teles,Sheila A.; Martins,Regina M. B.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
348.2571%
Compliance with and responses to the hepatitis B vaccine were evaluated in remaining quilombo communities in Central Brazil. A total of 708 individuals who were susceptible to hepatitis B virus infection were invited to participate in the hepatitis B vaccination program in eight communities. Although 567 (80%) individuals received the first dose, only 198 (28%) complied with the full vaccination scheme. Of 148 subjects who agreed to be tested for anti-HBs, 123 (83.1%; 95%CI: 75.9-88.6) responded to the vaccine. A geometric mean titer of 512mIU/mL (95%CI: 342.5-765.3) was found. Male sex and older age were independently associated with non-response. Additional health education programs and alternative hepatitis B vaccine schedules are needed to improve the vaccination coverage in these communities in Central Brazil.

‣ Improving hepatitis B immunization among high-risk adolescents: a low-cost intervention on the Mexico-United States border

O'Rourke,Kathleen M.; Redlinger,Thomas E.; Steege,Andrea M.
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
348.2571%
Objective. To analyze factors associated with hepatitis B immunization adherence among adolescents attending a sexually transmitted disease (STD) clinic in El Paso, a city in Texas that is on the border between Mexico and the United States of America. Methods. In this cohort study with 248 adolescents we obtained data on demographics and health beliefs through personal interviews and medical record abstraction. We monitored each of the individuals for 8 months to determine whether the adolescents received a first, second, and third dose of the hepatitis B vaccine. Results. Overall, 32% of the adolescents received the first immunization, 9% the second, and 2% the third. The strongest predictor of receiving either one or two doses was providing the vaccine at the STD clinic as opposed to referring adolescents to a separate vaccination clinic (relative risk (RR) for receiving the first immunization = 7.3; RR for receiving the second immunization = 3.8). Several health beliefs were also associated with receiving vaccinations. Conclusions. The results of our study indicate that hepatitis B vaccination programs can be improved through such steps as providing vaccinations at a convenient site, educating adolescents about hepatitis B risk factors...