Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

‣ A teologia da proclamação e a preparação de sermões. 25/05/2009

Ramos, Luiz Carlos
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
27.654155%
Propor uma teoria geral da homilética ou, ainda, os aspectos teóricos que fundamentam uma teologia da proclamação com vistas à preparação de sermões. Link teleaula: http://metodistasp.eduead.com.br/eduead/mod/resource/view.php?inpopup=true&id=4723

‣ A teologia da proclamação e a preparação de sermões – parte 2. 01/06/2009

Ramos, Luiz Carlos
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
27.654155%
Propor uma teoria geral da homilética ou, ainda, os aspectos teóricos que fundamentam uma teologia da proclamação com vistas à preparação de sermões. Link teleaula: http://metodistasp.eduead.com.br/eduead/mod/resource/view.php?inpopup=true&id=4958

‣ Laboratório de Homilética: as partes constitutivas de um sermão I. 08/06/2009

Ramos, Luiz Carlos
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
27.654155%
Apresentar os elementos constitutivos essenciais da prédica e sua função na estrutura e na dinâmica do discurso. Link teleaula: http://metodistasp.eduead.com.br/eduead/mod/resource/view.php?inpopup=true&id=5223

‣ Laboratório de Homilética: as partes constitutivas do sermão – parte II. 15/06/2009

Ramos, Luiz Carlos
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
27.654155%
Apresentar os elementos constitutivos essenciais da prédica e sua função na estrutura e na dinâmica do discurso. Link teleaula: http://metodistasp.eduead.com.br/eduead/mod/resource/view.php?inpopup=true&id=5469

‣ Comunicação eficaz na celebração comunitária da fé

do Nascimento Cunha, Magali
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
Orientar os estudantes sobre princípios e técnicas para uma comunicação eficaz nos momentos de celebração comunitária da fé (liturgias); • Introduzir elementos básicos para a elaboração de uma liturgia e na pregação da Palavra (sermão) em momentos de celebração comunitária da fé com ênfase na comunicação oral.

‣ Culto e cultura da informação II

Ramos, Luiz Carlos
Fonte: Universidade Metodista de São Paulo Publicador: Universidade Metodista de São Paulo
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
• Identificar pontos de aproximação e de discrepância entre a sociedade do espetáculo e o culto, tanto quanto à sua forma, como quanto ao seu conteúdo; • Apontar pistas pastorais concretas com vistas à prática litúrgico-hinódico-homilética das comunidades de fé em relação à Sociedade do Espetáculo.

‣ Hagiografía y mentalidad popular en la pintura tardogótica barcelonesa (1450-1500)

Molina i Figueras, Joan
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1996 Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
En la medida que los retablos pictóricos también fueron concebidos como instrumentos de catequesis e instrucción, se tuvo siempre muy en cuenta «el ojo del espectador», es decir, la cultura y la mentalidad del público al que estaban dirigidos. Buena prueba de ello es el marcado relieve concedido a las escenas del martirio de los santos o la misma representación de ciertas tradiciones y creencias populares en programas de carácter hagiográfico. Es posible que en algún caso la integración de aspectos folklóricos no fuera ajena a la voluntad de normalizar perfiles de la cultura popular considerados poco ortodoxos por las autoridades religiosas. Sin embargo, creo que la razón principal de su recreación plástica fue la voluntad de captar la atención del fiel, de atraerlo al mensaje sagrado mediante una serie de resortes característicos de la cultura popular. En este sentido, bien podemos decir que los pintores hicieron uso de uno de los recursos más comunes en la homilética bajomedieval.; In so far as pictorial retables were also conceived as instruments for cathecism and instruction, the eye of the beholder was always taken into consideration; that is to say the culture and attitudes of the public the work was aimed at. Proof of this is the pronounced relief given to scenes of martyrdom of the saints or the representation of certain traditions and popular beliefs in works of a hagiographical nature. It is not unlikely that in some cases the integration of certain aspects of popular culture considered unorthodox by the religious authorities. However...

‣ La Imagen de la justicia divina la retribución del comportamiento humano en el más allá en el arte medieval de la Corona de Aragón /

Rodríguez Barral, Paulino
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
Consultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; Centrado en el ámbito geopolítico de la Corona de Aragón, este trabajo se plantea el estudio de la evolución, a lo largo de la Baja Edad Media, de la iconografía relativa a la retribución de las acciones humanas en el más allá. El papel que el juicio del alma post mortem y el Juicio Final desempeñan en la configuración visual de la retribución de las acciones morales se aborda a partir del análisis de la evolución de las concepciones acerca de la funcionalidad del más allá desde una perspectiva penal. Desde este punto de vista el camino que conduce de la bipolaridad penal románica (basada en la contraposición cielo/infierno) al más allá multifuncional que, a partir de la irrupción del purgatorio, se perfila con el gótico, se constituye en uno de sus ejes dominantes. Igualmente la caracterización de los lugares del más allá, particularmente purgatorio e infierno: su morfología, sistema penal, sociología de los condenados, etc… Todo ello en una perspectiva atenta a otros medios que como la homilética (exempla relacionados con los mecanismos de la salvación y la condenación; predicación de san Vicente Ferrer), las visiones del otro mundo...

‣ A Inveja em Curial e Guelfa e sua representação na arte do outono da Idade Média

Costa, Ricardo da; Santos, Armando Alexandre dos
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
Na novela anônima de cavalaria Curial e Guelfa (séc. XV), a Inveja, um dos sete pecados capitais do Setenário medieval, oferece um pano de fundo literário (mas também de cunho filosófico-moral) e alicerça tanto a teatralização do enredo quanto a construção poética dos personagens. Tema recorrente na Filosofia, na Teologia e na Homilética medieval, por isso, a Inveja também pode ser considerada como o leitmotiv da novela. A proposta deste trabalho é tecer algumas considerações iniciais desse tema em Curial e Guelfa e, principalmente, relacioná-lo com algumas representações artísticas da Inveja do período, como, por exemplo, o Afresco da Capela Arena (1306) de Giotto di Bondone (c. 1266-1337), o Giudizio Universale (c. 1393), de Taddeo di Bartolo (c. 1362-1422), além, naturalmente, da famosa representação iconográfica do tema de Hieronymus Bosch (c. 1450-1516): Os Sete Pecados Capitais (c. 1485). Para isso, valer-nos-emos, metodologicamente, do método narrativo-literário de Johan Huizinga (1872-1945) exposto em seu clássico O Outono da Idade Média (1919).; In the anonymous chivalric novel Curial and Guelfa (XVth century), the Envy, one of the seven capital sins of the Medieval Septenary, offers a literary background (but also a philosophical-moral one) and is the foundation of both the plot teatralization and the characters poetic construction. As a recurrent theme in Medieval Philosophy...

‣ Los entramados de la literatura homilética: algunos manuales para predicadores en uso hacia mediados del siglo XVIII

Godinas,Laurette
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Filológicas Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Filológicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.654155%
La literatura homilética ha experimentado, desde su primera teorización en san Agustín y su De doctrina christiana, una evolución constante vinculada con los fenómenos culturales y contextuales que subyacieron al empleo de la retórica para el fin específico de predicar a lo largo de los siglos. En este artículo se propone una revisión de los materiales específicos que circularon en el siglo XVIII en la ciudad de México para la formación de los predicadores.

‣ 'Preaching from the pews': A case study in vulnerable theological leadership

Nell,Ian A.
Fonte: Verbum et Ecclesia Publicador: Verbum et Ecclesia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
16.930295%
When explaining vulnerability as a theme for the conference of the Societas Homiletica, the organisers referred to two ways in which the concept can be interpreted. On the one hand, it can refer to preachers themselves as vulnerable people, subjected and accountable to other people. On the other hand, it can refer to the fact that preachers are often called to preach about difficult and challenging aspects of life and faith. In this sense, preachers speak on behalf of those who are vulnerable and in need of attention. In this contribution, both understandings are at play when the researcher takes a closer look at the sermons that were preached as part of a project known as the 'The sermon of the layperson' in Stellenbosch, South Africa, during September and October 2013. An analysis of the contents of these sermons, as an exercise in 'preaching from the pews', shows that they were preached on behalf of vulnerable people. In the process of analysis, it also became apparent that the preachers were themselves examples of vulnerable theological leadership in the sense that they were 'lay people' and therefore not in positions of official authority within faith communities. All of the preachers were however quite influential in their own areas of specialisation and professional life...