Página 1 dos resultados de 2248 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Estratégias para desenvolvimento de pessoas

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
Português
Relevância na Pesquisa
57.818438%
Esta obra apresenta a importância dos Projetos Mapeamento de Competência e Gestão do Desempenho desenvolvidos pela Dides em torno de mapeamento de competências e avaliação de desempenho, os quais viabilizam uma visão sistêmica e contínua da atuação tanto individual do servidor quanto institucional do Ipea. O desenvolvimento do projeto se deu em quatro fases: i) definição das competências essenciais para o Ipea; ii) mapeamento das competências requeridas e definição dos perfis ocupacionais; iii) mapeamento das competências dos servidores do Ipea; e iv) construção de política de gestão de pessoas. O conjunto destas etapas gerou os produtos cujo desenvolvimento é apresentado no decorrer desta publicação: políticas de gestão de pessoas; competências essenciais; trilhas de aprendizagem; e plano de capacitação. Este Projeto visa proporcionar ao instituto a prática de planejamento, captação, desenvolvimento e avaliação do ambiente organizacional, com foco nos objetivos institucionais, e teve como escopo identificar os gaps ou lacunas de competências dos servidores, ou seja, a discrepância entre as competências necessárias para concretizar a estratégia corporativa e as competências existentes na organização.; 67 p. : il.

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 47, maio. 2011

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.642124%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 47, 53 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 1 arquivo pdf

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 46, fev. 2011

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.642124%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 46, 61 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos pdf

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 43, maio 2010

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.70767%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 43, 57 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos pdf

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 42, fev. 2010

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.70767%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 42, 70 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos pdf

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 41, nov. 2009

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.70767%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 41, 64 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos pdf

‣ PNAD 2008 : primeiras análises - o setor rural; Comunicados do Ipea 42 : PNAD 2008 : primeiras análises - o setor rural

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
67.55927%
Este Comunicado apresenta algumas características dos domicílios rurais, das formas de ocupação e das fontes de renda de seus moradores. Iniciando pela descrição dos dados gerais sobre a população rural – sua proporção relativamente à população total e sua distribuição pelas regiões do País –, o texto procura oferecer um quadro das condições de vida nas áreas rurais a partir de alguns indicadores sociais e de desenvolvimento humano, analisados sempre em perspectiva comparativa com a população urbana. Em seguida, são estudadas as diferenças entre os trabalhos agrícola e não agrícola, em especial quanto ao grau de formalização e aos valores médios de rendimento, sem entretanto deixar de levar em conta algumas particularidades do meio rural, como a sazonalidade da produção – cuja expressão direta é o significativo percentual de empregados temporários –, e como a existência de um grande contingente de mão de obra ocupada em atividades não remuneradas, composto sobretudo pelos trabalhadores de unidades produtivas familiares e pelos trabalhadores na produção para consumo próprio. A renda dos domicílios rurais – sua distribuição, evolução e composição – é também objeto de uma seção própria deste Comunicado. Sua última parte propõe determinar...

‣ Plano de Trabalho Ipea: 2012; Ipea´s 2012 Action Plan

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Assessoria de Planejamento e Articulação Institucional de Projetos e Pesquisas (ASPLA); Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Desenvolvimento Institucional (Dides
Fonte: Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Plano de Trabalho Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
57.94839%
O Ipea traz a conhecimento de seus servidores, do governo e do público em geral seu Plano de Trabalho 2012. As orientações estratégicas adotadas para a elaboração do Plano de Trabalho anual buscam cobrir o tema do desenvolvimento brasileiro sob o amplo leque de interesse de pesquisa das diretorias (Dides, Diest, Dinte, Disoc, Dimac, Diset e Dirur), das assessorias ligadas à Presidência (Ascom, Aspla e Astec), bem como da Ouvidoria e do Gabinete Jurídico. Com a preocupação de ser estratégico e ao mesmo tempo com forte conteúdo cooperativo entre diretorias, o atual Plano de Trabalho está mais sintético: com um número menor de pesquisas individuais e um número maior de pesquisas devotadas a temas estratégicos definidos pela Diretoria Colegiada. Uma ideia geral da dimensão a que se chegou em termos de trabalho na instituição pode ser inferida pelo volume de projetos a serem realizados no corrente ano, somando 322 projetos – entre novos e antigos –, com previsão de publicação de 48 livros e cerca de 160 Textos para Discussão.; 515 p.; Ipea´s 2012 Action Plan is now made available to its employees, government official and other stakeholders. The theme of Brazilian development as viewed by Ipea´s Research Departments (Dides...

‣ Desemprego e desigualdade no Brasil metropolitano; Comunicados do Ipea 76 : Desemprego e desigualdade no Brasil metropolitano

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
Português
Relevância na Pesquisa
67.70506%
O presente Comunicado do Ipea trata da problemática da desigualdade no desemprego no conjunto das seis principais regiões metropolitanas do país (Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife). Não obstante os sinais positivos no comportamento do mercado de trabalho, favoráveis à ampliação da ocupação e, por consequência, à redução sensível do desemprego, constata-se, a seguir, a presença de importante desigualdade entre aqueles que seguem sem uma ocupação. Por conta disso, este Comunicado se constitui de quatro partes, a saber: 1. Queda do desemprego e impacto no rendimento dos ocupados; 2. Desigualdade do desemprego segundo a distribuição pessoal dos rendimentos; 3. Desigualdade do desemprego segundo a condição do trabalhador pobre e não pobre: e 4. Tempo de procura por trabalho. Os dados primários do IBGE (Pesquisa Mensal de Emprego - PME) foram sistematizados com o objetivo de melhor permitir o entendimento acerca da evolução da desigualdade entre os desempregados. Com isso, espera-se poder contribuir com uma melhor consideração a respeito das políticas públicas de atenção à pobreza e à desigualdade de renda no Brasil.; 11 p. : il.

‣ Mercado de trabalho: Conjuntura e Análise: n. 45, nov. 2010

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.8194%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 45, 53 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos pdf

‣ Avanços na Agenda Nacional do Trabalho Decente

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.56353%
A promoção do trabalho decente é considerada uma prioridade política do governo brasileiro, assim como dos demais governos do continente americano. Esta prioridade foi discutida e definida em 11 conferências e reuniões internacionais de grande relevância, realizadas entre setembro de 2003 e novembro de 2005. No Brasil, a promoção do trabalho decente passou, efetivamente, a ser um compromisso assumido pelo governo brasileiro a partir de junho de 2003, quando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Juan Somavia, assinaram o memorando de entendimento que prevê o estabelecimento de um programa especial de cooperação técnica para a promoção de uma Agenda Nacional de Trabalho Decente (ANTD). Como resultado dessa iniciativa, o governo brasileiro, em consulta às organizações de empregadores e de trabalhadores e com a participação da OIT, elaborou a ANTD, lançada em maio de 2006 pelo ministro do Trabalho e Emprego durante a XVI Reunião Regional Americana da OIT, realizada em Brasília.; p. 27-34 : il.

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.642124%
A área de trabalho e renda desta edição está organizada em duas partes. Na primeira discute-se a conjuntura recente do mercado de trabalho a partir da evolução de alguns dos seus principais indicadores-guia. Na segunda parte, propõe-se, de um lado, um debate sobre os programas de geração de emprego e renda financiados com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), seguido de algumas proposições de racionalização desses programas; e de outro, uma discussão sobre alcances e limites da inclusão financeira, a qual tem seus motores fundamentais em uma nova legislação nascente e no crescimento de programas e de entidades de microfinanças.; p. 98-116 : il.

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.515034%
A área de Trabalho e Renda deste periódico está organizada, para esta edição, em três grandes blocos temáticos. Na parte de análise da conjuntura do mercado de trabalho e do ambiente institucional das políticas de trabalho, emprego e renda, procedeu-se, em primeiro lugar, a uma breve recuperação dos fatos que marcaram a evolução positiva do mercado de trabalho nacional ao longo de 2004; em segundo lugar, é apresentado um resumo comentado do Projeto de Lei de inclusão parcial do setor informal da economia; e, por fim, foram tecidas algumas considerações acerca do Projeto de Reforma Sindical encaminhado pelo governo ao Congresso Nacional neste início de 2005.; p. 110-129 : il.

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.515034%
O processo de retomada do crescimento econômico, que começou no segundo semestre de 2003, consolidou-se no primeiro semestre de 2004 e passou a afetar de forma positiva o mercado de trabalho. No tocante à conjuntura das políticas na área de Trabalho, cabe destacar a aprovação do relatório da reforma sindical pelo Fórum Nacional do Trabalho.; p. 79-88

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.46732%
Na área de Emprego e Renda, o panorama que se configurou ao longo do segundo semestre não alterou as trajetórias que os principais indicadores de mercado de trabalho vinham apresentando desde o começo de 2003. Os esforços empreendidos, principalmente ao longo do primeiro semestre, para criar um ambiente macroeconômico estável – notadamente, a política monetária restritiva e a elevação da meta de superávit fiscal – impuseram grandes sacrifícios aos trabalhadores já inseridos ou que buscavam inserção no mercado de trabalho. Dessa forma, as tendências que se consolidaram para o primeiro ano de governo Lula foram de taxas de desemprego em patamares elevados, de informalidade crescente e de contínua queda do rendimento real dos trabalhadores.; p. 79-88

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 31, out. 2006

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.70767%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional; n. 31, 31 p.; Material adicional: Indicadores e previsões Ipea, em 6 arquivos pdf

‣ Mercado de Trabalho: Conjuntura e Análise: n. 58, abr. 2015

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise
Português
Relevância na Pesquisa
67.621577%
O boletim Mercado de trabalho: conjuntura e análise tem periodicidade semestral e traz uma análise conjuntural do Mercado de trabalho, acompanhada de indicadores e seções temáticas que abordam tanto considerações mais técnicas como questões de cunho político-institucional.; n. 58, 100 p.; Material adicional: indicadores e previsões Ipea, em 7 arquivos xls

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.67113%
Nesta edição, o capítulo de “Trabalho e renda” está organizado da seguinte maneira: a seção 2 resume os principais acontecimentos do mercado de trabalho em 2006, nas seis Regiões Metropolitanas. A seção 3, por sua vez, realiza o acompanhamento e a análise da execução física e financeira dos principais programas finalísticos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Na nova seção 4, elege-se o seguro-desemprego como Tema em destaque a ser melhor aprofundado nesta edição, este que é o principal programa do MTE. A seção 5 resume o conteúdo e tece considerações prospectivas sobre esta área de trabalho e renda para o futuro imediato.; p. 137-159 : il.

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.681743%
Para esta edição especial, o trajeto aqui percorrido espelha, portanto, o esforço acumulado desses seis anos de existência do periódico, estando assim dividido: na seção 2, é apresentado um panorama geral do mercado de trabalho nacional entre 1995 e 2005. Na seção seguinte, confronta-se a situação social do mercado de trabalho com o quadro institucional montado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para tentar fazer frente aos principais problemas antes identificados. Na seção 4, produz-se uma espécie de balanço da política de Trabalho e Renda à luz de seus principais programas finalísticos. Depois, na seção 5, são analisados aspectos relevantes do esquema de financiamento centrado no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Por fim, na seção 6 recuperam-se os principais argumentos desenvolvidos ao longo do texto e apresentam-se alguns dos principais desafios postos à prova das novas gestões que se seguirão no MTE.; p. 193-227 : il.

‣ Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
67.621577%
Nesta edição, o capítulo sobre trabalho e renda foi dividido em três partes. A primeira seção, sobre a conjuntura recente da área de trabalho e renda, está composta por dois assuntos principais. A seção sobre acompanhamento da política e programas, em vez de detalhar informações relativas a cada um dos principais programas em execução no âmbito do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Por fim, a seção sobre financiamento e gastos traz um balanço da execução orçamentária dos principais programas do MTE, tanto sob a ótica das fontes financeiras de cada programa como da perspectiva do gasto efetivamente executado em cada rubrica.; p. 112-131 : il.