Página 1 dos resultados de 692 itens digitais encontrados em 0.463 segundos

‣ Manutenção da capacidade inovadora na externalização do desenvolvimento de produtos: o caso da indústria automobilística. ; Innovative capacity maintenance by automakers in a product development outsourcing scenario - the case of brazilian automotive industry.

Mello, Adriana Marotti de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
68.53014%
Mello, Adriana Marotti de - Manutenção da Capacidade Inovadora na Externalização do Desenvolvimento de Produtos: O Caso da Indústria Automobilística. 2006. Dissertação (Mestrado) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 2006. Com o objetivo de diversificar o portfolio de produtos e reduzir prazos e custos de desenvolvimento, cada vez mais as empresas externalizam o Desenvolvimento de Produtos (DP) para fornecedores. Se por um lado, o maior envolvimento de fornecedores garante acesso a novas tecnologias, por outro lado pode no longo prazo impactar negativamente na capacidade inovadora da empresa, através da dependência do conhecimento de seus fornecedores. Então, como poderia uma empresa manter sua capacidade inovadora mesmo com a externalização do DP? Este trabalho tem como objetivo discutir essa questão, analisando quais seriam as variáveis mais relevantes que interfeririam na manutenção da Capacidade Inovadora da empresa, quando esta externaliza o Desenvolvimento de Produtos. Através de pesquisa bibliográfica e empírica, conclui-se que a manutenção da Capacidade Inovadora, quando da externalização do DP, poderia ser afetada pela manutenção docontrole sobre Conhecimento de arquitetura do produto...

‣ Impactos da indústria automobilística nas cidades do Estado de São Paulo e sua transformação em função do processo industrial; Impacts of the automobile industry in cities of Sao Paulo´s State and his transformation in function of the industrial process

Correia, João Carlos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.700957%
Este trabalho tem por objetivo analisar o impacto da indústria automobilística nas cidades em que se instala, avaliando desde os impactos na estrutura urbana às implicações para a economia local e para os diferentes atores sociais. Para isto adota como exemplos as cidades de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, cidades inseridas na região do Grande ABC na Região Metropolitana de São Paulo contribuindo para uma análise a partir do modelo de produção fordista e as cidades de Indaiatuba e Sumaré, localizadas na Região Metropolitana de Campinas, analisadas pela ótica da produção flexível modelo toyotista. A indústria automobilística gera um mito de difícil tradução pela sua imponência física e econômica. É disputada por diversos municípios do Brasil talvez por significar um aditivo forte para a economia local. Sendo assim, os municípios procuram, nas suas mais diversas formas, oferecer a estas indústrias benefícios e incentivos, como doação de terrenos, infraestrutura básica e viária, alem da isenção de diversos impostos. O que se procura responder é se a implantação da indústria automobilística em uma cidade, alem de um aumento significativo no desenvolvimento da economia local, traduz-se também em melhor qualidade de vida para seus moradores.; This work have as objective to analize the impact of the Automobile Industry in cities where they have been installed...

‣ Inovações tecnológicas na indústria automobilística brasileira : um estudo de caso na Volkswagen do Brasil

Maluly, Carlos Vinícius
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.82432%
o trabalho visa acompanhar as tendências internacionais da indústria automobilística, desde a produção enxuta até as mais recentes inovações tecnológicas implementadas na Volkswagen do Brasil. A justificativa do trabalho esta amparada no senso comum que diz ser está empresa a que mais tem disseminado modernas e inovadoras técnicas de produção. A contribuição deste presente esforço dissertativo, consiste na objetividade do estudo realizado, possibilitando ao mesmo servir como subsídio para ampliar o debate.

‣ As mudanças da indústria automobilística brasileira a partir da década de 90 : as principais políticas setoriais e a nova distribuição geográfica do segmento

Ajimura, Renato Eiiti
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.592754%
Esta dissertação tem como objetivo analisar se determinadas políticas setoriais realizadas na indústria automobilística brasileira na década de 90 provocaram impacto na série de produção de veículos. Para tanto são aplicados o teste de Dickey-Fuller Aumentado, para verificar a presença de raiz unitária, e o teste de Zivot-Andrews, para verificar endogenamente a existência de quebra estrutural da série. Após a aplicação desses testes, observa-se a presença de quebra estrutural ao final de 1997, quando acontece alteração de intercepto na série, porém devido a fatores sem relação com as políticas adotadas. Também a partir de 1997 tem início um novo ciclo de investimentos na indústria montadora, sendo que se verifica que esses novos investimentos acontecem principalmente em locais que não possuíam tradição no segmento, como era o caso dos Estados de São Paulo e Minas Gerais na época. Após estudo da evolução das principais teorias de Geografia Econômica, o trabalho identifica e explora três importantes variáveis que impactaram a definição por essas novas regiões, sendo elas: mão-de-obra, custos de transporte e incentivos governamentais.

‣ O desenvolvimento da indústria automobilística e o transporte rodoviário no Brasil no século XX

Lopes, Nádia Lanny
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.82432%
Neste trabalho, o transporte é reconhecido como um bem econômico, e também como ferramenta que pode ser utilizada pelos governos a fim de promover o desenvolvimento e crescimento de regiões. Como mais da metade da matriz de transportes brasileira está concentrado no modal rodoviário, foram abordadas questões de infraestrutura e da indústria automobilística. Como a infraestrutura de transporte pode atuar de diferentes formas nas regiões que atende, foram abordados os efeitos que o provimento de infraestrutura de transportes pode ocasionar. Porém, sem pretender analisar todas as questões derivadas do transporte rodoviário, foi examinado, em particular, a indústria automobilística e como ela atingiu sua situação atual. Ao analisar a indústria automobilística, foram considerados contexto histórico, políticas governamentais que beneficiaram direta e indiretamente o setor, bem como seu estágio atual, e de que forma se relaciona com a economia do país. Este trabalho analisa, portanto, os impactos do provimento de infraestrutura de transporte e das políticas governamentais sobre o desenvolvimento da indústria automobilística e do transporte rodoviário no Brasil.; On this work, transportation is recognized as an economic asset...

‣ A estrutura e a dinâmica da indústria automobilística no Brasil

Frainer, Daniel Massen
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.93922%
Esta tese trata de uma análise da estrutura e a da dinâmica da mudança na indústria automobilística brasileira a partir de 1990. A hipótese é de que as mudanças na estrutura e na dinâmica da mudança é produto do contexto no qual a indústria esta inserida e do processo ininterrupto de introdução de inovações. Primeiramente foi analisado o contexto no qual a indústria surgiu no mundo e seu desenvolvimento posterior na economia brasileira. Os períodos de formação e consolidação da indústria automobilística estariam relacionados com as revoluções tecnológicas. Secundariamente, foram analisadas as abordagens da organização industrial que darão suporte as análises da indústria automobilística partindo do mainstream, passando pela abordagem institucionalista e neo-schumepeteriana. A combinação desses enfoques busca superar as limitações da abordagem do mainstream, para analisar os contextos fui utilizada a abordagem institucionalista e para analisar o processo de introdução de inovações foi utilizada a abordagem neo-schumpeteriana. Os resultados encontrados com a aplicação do estrutura-conduta-desempenho (mainstream), analisando dados da indústria automobilística brasileira a partir de 1990. Os resultados apontaram para uma redução na concentração da indústria...

‣ Análise da internacionalização e da competitividade da indústria automobilística alemã no período 1990-2010

Spohr, Rodrigo Neujahr
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.63797%
Este trabalho visa à análise da internacionalização e da competitividade da indústria automobilística alemã entre 1990 e 2010, no contexto da globalização e no acirramento da competição internacional. A hipótese é que a decisão estratégica de expansão internacional das montadoras, por meio do investimento direto externo (IDE), abertura de subsidiárias no exterior, fusões, aquisições, joint-ventures e parcerias, e a adaptação aos novos padrões de concorrência setorial teriam sido fundamentais para a manutenção da competitividade internacional desta indústria. Para isto, serão investigados o contexto em que a indústria se encontrava no início dos anos 1990, os desdobramentos da indústria automobilística mundial, além de analisar, especificamente, o caso de três empresas (Volkswagen, BMW e Daimler) e os resultados alcançados por elas.; This paper aims to analyze the internationalization and competitiveness of the German automotive industry in the time frame between 1990 and 2010, in the context of globalization and the intensification of international competitiveness. The hypothesis is that the German carmakers’ strategic decision of international expansion through foreign direct investment (FDI), the opening of subsidiaries abroad...

‣ Indústria automobilística brasileira entre os anos 90 e os 2000: uma análise acerca da estratégia de plataformas

Dip, Bruno Rechi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
68.592754%
Este trabalho faz um estudo comparativo sobre a estratégia de plataformas na indústria automobilística brasileira entre os anos 90 e 2000. Para tanto, definiu-se o conceito de plataformas na indústria automobilística, a intensificação dos estudos sobre sua eficiência ao longo do tempo e o impacto da reutilização e adaptação de plataformas na redução de custos. Os resultados do estudo colaboraram no entendimento dos projetos de desenvolvimento de produto na indústria automotiva nacional, colaborando para a comparação entre a evolução do cenário brasileiro com a de outros cenários como Reino Unido e os BRICs

‣ Globalização e estrategias competitivas na industria automobilistica : uma abordagem a partir das principais montadoras instaladas no Brasi

Eneas Gonçalves de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
68.63797%
Este trabalho trata inicialmente do processo de globalização da indústria automobilística internacional, abordando as suas características gerais e também alguns aspectos selecionados dos processos de internacionalização das montadoras ocidentais e japonesas – como, por exemplo, a ainda relativamente restrita internacionalização da P & D nesta indústria. Nele também discutem-se as características do processo de reestruturação do setor, a sua evolução recente (a partir dos anos 90), bem como o importante papel da tecnologia nesta indústria. Em relação a este último tema são enfocados ainda, além das características básicas da tecnologia, as relevantes questões da mudança tecnológica e da modularização. Também são examinadas as mudanças recentes e as principais tendências nas estratégias competitivas –particularmente de globalização, de produtos e de P & D-- implementadas por algumas das mais importantes montadoras da indústria automobilística internacional (GM, Ford, VW, Fiat e Toyota). Neste último caso são abordados tanto o plano internacional como o mercado doméstico brasileiro.; Not informed.

‣ Globalização da indústria automobilística e a inserção do Brasil

Holbold, Juciane Pereira
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 43 f.
Português
Relevância na Pesquisa
68.592754%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Esse estudo teve como objetivo analisar a inserção do Brasil no processo de internacionalização da indústria automobilística. Para tanto foi descrita a trajetória da indústria automobilística mundial e sua relação com a globalização, demonstrando que desde 1960 vem ocorrendo uma mudança na configuração dos principais países produtores de automóveis, passando da concentração na América do Norte para a predominância Asiática. Além disso, apresentou-se a movimentação do setor na direção de novos mercados, em especial para os países emergentes. Bem como foi descrita a inserção do Brasil no processo de internacionalização desta indústria, identificando seu desempenho comercial com países em desenvolvimento e países desenvolvidos. Por meio da análise de dados estatísticos foi constatado que o Brasil tem acesso restrito à demanda internacional, concentrando suas exportações de automóveis para os países em desenvolvimento. Pelo lado das importações automotivas brasileiras, os resultados mostraram a tendência de importação de automóveis de países em desenvolvimento e de autopeças originárias dos países desenvolvidos.

‣ Polímeros e a indústria automobilística

Hemais,Carlos A.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
68.88527%
Gradativamente, devido a razões econômicas e tecnológicas, nos últimos trinta anos, os plásticos passaram a ocupar um lugar de destaque como um dos materiais mais utilizados pela indústria automobilística. Este trabalho tem por objetivo identificar a intensidade do uso de polímeros pela indústria automobilística brasileira. Inicialmente é apresentada uma classificação dos polímeros, de acordo com suas características técnicas e econômicas. Em seguida, é feita uma breve explanação sobre a indústria de polímeros no Brasil, bem como sobre a indústria automobilística, com seu grande potencial de atrair inovações tecnológicas. São apresentados, também, os principais polímeros com aplicação no automóvel. Por último, é discutida a questão da inovação tecnológica na indústria brasileira de polímeros, tendo como fator catalisador a indústria automobilística.

‣ Globalização e estratégias competitivas na indústria automobilística: uma abordagem a partir das principais montadoras instaladas no Brasil

Carvalho,Enéas Gonçalves de
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
68.74617%
O presente artigo primeiramente trata do processo de globalização da indústria automobilística internacional. Da mesma forma, o importante papel desempenhado pela introdução de novas tecnologias nessa indústria é também considerado. As mudanças recentes e principais tendências das estratégias competitivas - em particular no tocante à globalização e aos produtos - implementadas por algumas das principais montadoras da indústria automobilística mundial (GM, Ford, Toyota, VW, Fiat) são também examinadas. Por fim, são considerados os planos internacionais e o mercado interno brasileiro.

‣ Relação entre montadoras e fornecedores: modelos teóricos e estudos de caso na indústria automobilística Brasileira

Vanalle,Rosangela Maria; Salles,José Antonio Arantes
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.592754%
Novas formas de relacionamento e de operação entre empresas participantes de uma mesma cadeia de suprimentos vêm sendo praticadas com o intuito de melhorar as condições competitivas da cadeia. A indústria automobilística é um exemplo marcante de uma indústria na qual as relações entre as empresas têm se renovado profundamente, motivadas principalmente pela influência das montadoras nos fornecedores primários, que por sua vez atuam junto a seus próprios fornecedores, formando uma aliança competitiva a partir das visões de negócio das montadoras. Este artigo tem como objetivo estudar as relações entre montadoras e fornecedores do parque industrial automobilístico brasileiro, por meio de estudos de caso, com a finalidade de se constatar a possibilidade de haver uma tendência à formação de uma nova tipologia relacional entre esses atores. Foram realizadas visitas técnicas em 14 empresas fornecedoras de montadoras, para levantamento de informações acerca das principais características estruturais e da relação entre montadora e fornecedor na indústria automobilística brasileira. As entrevistas foram realizadas com profissionais em nível gerencial ou de diretoria das áreas de produção, logística e suprimentos...

‣ O processo inovativo na indústria automobilística: um estudo de caso em empresas automobilísticas da região do ABC

PAGANOTTI, José Antonio
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Tese ou dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
68.592754%
A indústria automobilística tem oferecido lições e modelos de organização industrial e de formação de modelo de negócios desde o seu nascedouro. Essa indústria surgiu baseada em inovação tecnológica e, para atender em quantidade e qualidade o seu mercado consumidor, vem, ao longo das décadas, promovendo sucessivas inovações em seu modelo de negócios e no desenvolvimento de produto, funcionalidades e serviços, oferecendo contínuas oportunidades de investigação científica. Dada a extensa cadeia produtiva mobilizada pela indústria automobilística, esta pesquisa tem como objetivo descrever o processo inovativo na cadeia produtiva automotiva da Região do ABC. Para tanto, optou-se por um estudo de caráter descritivo, envolvendo várias empresas e delineado por um estudo de caso em uma empresa de São Bernardo do Campo, e apoiado por pesquisa documental em fontes secundárias e por entrevistas nas fontes primárias, mediante aplicação de roteiro semiestruturado, dirigido aos profissionais das áreas de Pesquisa e Desenvolvimento Industrial, Engenharia de Produtos e de Processos, Produção e Comercialização, e de Recursos Humanos, das empresas montadoras da Região do ABC, com estudo de caso detalhado em uma dessas empresas e de participantes da cadeia produtiva. Os resultados apontados pela pesquisa documental...

‣ Arranjos produtivos locais da indústria automobilística no estado de Goiás, Brasil

Araújo, Vanessa Marzano
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
69.097485%
A tese tem como objetivo estudar os Arranjos Produtivos Locais – APL’s da Indústria Automobilística no Estado de Goiás, bem como sua contribuição para o desenvolvimento regional. A hipótese adotada no trabalho é que, após a instalação da indústria automobilística em Goiás, houve alteração na dinâmica econômica dos municípios que fazem parte de seus APL’s com atração e fixação de outras empresas, apesar da Mitsubishi Motors Corporation do Brasil – MMCB e da Hyundai Caoa Montadora apenas montarem veículos com grande parte dos insumos importados. O fato de essas empresas atuarem em setores de montagem complexa induz, em graus variados, a formação de arranjos, principalmente por meio da instalação de empresas do setor de autopeças e de prestadoras de serviços especializados que podem contribuir para o desenvolvimento regional. A tese foi estruturada em cinco capítulos. O primeiro capítulo apresenta a revisão de literatura que compõe o referencial teórico-analítico, sendo abordados temas relacionados ao desenvolvimento regional, território e à construção do conceito de APL; foram apresentadas também as principais tipologias utilizadas para sua classificação. O segundo capítulo versa sobre a evolução da indústria automobilística no Brasil...

‣ Estratégias competitivas e desempenho econômico : o caso da indústria automobilística brasileira de 1986 a 2007

Costa, Rodrigo Morem da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.700957%
A partir dos anos de 1990, a indústria automobilística brasileira vem experimentando um intenso processo de reestruturação induzida pela intensificação da concorrência no mercado de automóveis em âmbito mundial, expansão da produção para as economias emergentes e mudanças institucionais na economia do país em decorrência da abertura comercial, da estabilização e da alteração do regime cambial. Partindo da hipótese de que as estratégias empresariais devem se adequar ao ambiente de concorrência, o objetivo da dissertação foi o de estudar como ocorreu a adaptação das estratégias das montadoras da indústria automobilística no Brasil e o seu desempenho econômico resultante. Para alcançar o objetivo foi estudada a indústria automobilística em âmbitos mundial e nacional, assim como as mudanças institucionais ocorridas no Brasil, no período 1986-2007. O referencial teórico utilizado para fundamentar a análise está baseado na Teoria Evolucionista, no Paradigma Eclético e em diferentes visões sobre Economia Institucional. Os dados utilizados na análise foram obtidos através das estatísticas publicadas por diversas fontes e em estudos realizados por diferentes autores. Pela análise efetuada foi possível concluir que a adaptação das estratégias ao padrão de concorrência é fundamental para o desempenho econômico. No Brasil...

‣ A indústria automobilística e a política econômica do governo Geisel: tensão em uma parceria histórica (1974 - 1978)

Roehe, Nara Simone
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
68.78036%
O estabelecimento da indústria automobilística multinacional deu-se na década de 1950, não somente através do esforço, mas também da disposição e da estratégia do Estado brasileiro. Seguindo o modelo desenvolvimentista, a criação do GEIA, em 1956, destacou-se como sendo a primeira legislação específica para o setor automotivo que estabeleceu as regras, assim como a concessão de estímulos e desestímulos para a instalação e atuação daquela indústria no país. No entanto, com as implicações políticas posteriormente ocorridas, o GEIA foi desmembrado e sua atuação, como instrumento legal, levada à inexpressividade. Por outro lado, após sua maturação no país hospedeiro, entre os anos de 1968 e 1973, a indústria automobilística se apresentou como um dos segmentos líderes e principais pilares da expansão econômica brasileira, contribuindo de forma significativa para o crescimento do PIB nacional, cuja variação percentual no período consagrou o milagre econômico. Mas, frente à exaustão do crescimento interno acelerado e à crise internacional do petróleo, a partir de 1974, o governo Geisel adotou medidas restritivas preconizando a busca do saneamento econômico. Estas diretrizes do Estado, ao serem aplicadas...

‣ A Dinâmica e o funcionamento da cadeia global de valor da indústria automobilística na economia mundial; Texto para Discussão (TD) 2065 : A Dinâmica e o funcionamento da cadeia global de valor da indústria automobilística na economia mundial

Lima, Uallace Moreira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
68.63797%
As novas estratégias de internacionalização da produção residem no fato de muitas indústrias saírem da condição de entidades delimitadas nacionalmente para a condição de redes de negócios fragmentadas, em termos organizacionais e globalmente distribuídas, levando as empresas a se envolverem na produção de um bem ou serviço desde a sua concepção até o consumo final. Esta nova estratégia – que ganha força principalmente a partir dos anos 1990, com a globalização produtiva – é mais conhecida como cadeia global de valor (CGV). A indústria automotiva mundial, como muitas outras, está no meio deste processo de transição profunda. Desde meados da década de 1980, há um processo de transição de indústrias nacionais localizadas em um número limitado de países para uma indústria global mais integrada. Fatores como saturação do mercado, altos níveis de motorização e pressões políticas sobre montadoras para produzir onde se vendem têm incentivado a dispersão da montagem final, fazendo que a produção aconteça em mais lugares que há trinta anos. Portanto, o objetivo deste TD é analisar o funcionamento da CGV da indústria automobilística, sua dinâmica e tendência, levando em consideração a organização do processo produtivo na economia mundial e seu comércio exterior.; 66 p. : il.

‣ Estrutura de inovações na indústria automobilística brasileira; Texto para Discussão (TD) 1472: Estrutura de inovações na indústria automobilística brasileira; Structure of innovations in the Brazilian automotive industry

Bahia, Luiz Dias; Domingues, Edson Paulo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
68.7791%
Neste trabalho apresenta-se inicialmente a estrutura setorial da cadeia produtiva da indústria automobilística brasileira, com seus efeitos de encadeamento para frente e para trás – concluindo-se ser tal cadeia importante e decisiva para o crescimento da indústria. Em seguida, investiga-se a recente reestruturação da cadeia automobilística no mundo e no Brasil, concluindo-se, no último caso, ser sua estrutura de desenvolvimento de produtos e inovação de jusante para montante da cadeia.; 23 p. : il.

‣ A Cadeia Global de Valor da indústria automobilística: dinâmica de produção e comércio exterior; The Global Automotive Industry value chain: production and trade dynamics

Lima, Uallace Moreira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Economia e Política Internacional
Português
Relevância na Pesquisa
68.72043%
As novas estratégias de internacionalização da produção residem no fato de muitas indústrias saírem da condição de entidades delimitadas nacionalmente para a condição de redes de negócios fragmentadas, em termos organizacionais e globalmente distribuídas, levando as empresas a se envolverem na produção de um bem ou serviço, desde a sua concepção até o consumo final. Essa nova estratégia, que ganha força principalmente a partir dos anos 1990 com a globalização produtiva, é mais conhecida como Cadeias Globais de Valor (CGVs). A indústria automotiva mundial, como muitas outras, está no meio desse processo de transição profunda. Desde meados da década de 1980, há um processo de transição de indústrias nacionais localizadas em um número limitado de países para uma indústria global mais integrada. Fatores como saturação do mercado, altos níveis de motorização e pressões políticas sobre montadoras para produzir onde vendem têm incentivado a dispersão da montagem final, fazendo com que a produção aconteça em muitos mais lugares do que há trinta anos. Portanto, o objetivo deste artigo é analisar o funcionamento da Cadeia Global de Valor da indústria automobilística, sua dinâmica e tendência...