Página 1 dos resultados de 436 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Avaliação da qualidade ecológica de rios portugueses (Projecto AQUARIPORT): síntese dos resultados referentes à análise das comunidades de macroinvertebrados bentónicos

Teixeira, Amílcar; Geraldes, Ana Maria; Oliveira, João M.; Bochechas, Jorge; Ferreira, Maria T.
Fonte: Associação Portuguesa de Recursos Hídricos Publicador: Associação Portuguesa de Recursos Hídricos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
O projecto AQUARIPORT serve de base ao Programa Nacional de Monitorização de sistemas aquáticos e tem como objectivos (1) a recolha de informação base de suporte ao ordenamento dos recursos piscícolas nacionais; (2) o desenvolvimento e a implementação de índices bióticos, baseados na ictiofauna e nos macroinvertebrados bentónicos, que permitam a avaliação da qualidade ecológica de rios no enquadramento nos princípios da Directiva Quadro da Água. Neste âmbito, avalia-se, com base nas comunidades de macroinvertebrados, a integridade ecológica de 107 pontos localizados nas bacias hidrográficas dos rios Douro, Minho, Lima, Mondego, Vouga, Tejo, Sado, Mira e Guadiana das Ribeiras do Oeste e do Algarve. Complementarmente às amostragens de macroinvertebrados também se avalia a condição ambiental de cada ponto amostrado (e.g., estrutura da zona ripícola, substrato do leito, largura do rio, perturbações antropogénicas, condutividade, temperatura, oxigénio dissolvido). Com base nas famílias de macroinvertebrados presentes foram determinados para cada ponto os valores do índice biótico IBMWP. Verificou-se que em 62,3% dos pontos amostrados predominam grupos mais intolerantes à degradação ambiental o que indica que estes locais possuem boa qualidade ambiental (Classes I e II). 24...

‣ Comunidades de macroinvertebrados da bacia hidrográfica do Rio Sabor (Bacia do Douro): análise da variabilidade espacial e temporal

Ramos, P.; Teixeira, Amílcar; Nogueira, Mónica Sofia Reis; Ascenção, Tiago Emanuel Correia Ferreira; Parada, Maria; Fonseca, Telmo; George, Catherine
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
As comunidades de macroinvertebrados bentónicos constituem uma fonte de informação importante na avaliação da integridade ecológica de ecossistemas lóticos. A bacia hidrográfica do Sabor, situada no Nordeste de Portugal, possui uma heterogeneidade edafo-climática assinalável associada a diferentes usos do solo e demais actividades antrópicas que induzem perturbações no meio aquático. Na actualidade, está em fase de construção a barragem do Baixo Sabor (AHBS) que irá regularizar extensão aproximada de 50 km do rio. No estudo apresentado é feita a caracterização das comunidades de macroinvertebrados em 30 locais distribuídos pelo curso de água principal (Rio Sabor) e afluentes (Rios Igrejas, Onor, Maçãs, Angueira, Penacal, Azibo e Ribeiras das Andorinhas, Aveleda, Vale de Moinhos, Zacarias, Vilariça). A amostragem das comunidades de macroinvertebrados obedeceu ao protocolo definido pela Directiva Quadro da Água. Paralelamente foram recolhidos dados referentes à qualidade da água e do habitat aquático e ribeirinho. Foram calculadas diferentes métricas relacionadas com a composição faunística, grupos funcionais e índices bióticos, caso do IBMWP e do Índice Português dos Invertebrados do Norte (IPtIN). A variabilidade espacial e temporal foi analisada para o ano de 2009 e contrastada com a mesma informação recolhida em 1999. Foram aplicadas diversas ferramentas estatísticas (e.g. análises univariadas e multivariadas) aos dados abióticos e bióticos obtidos que permitiram identificar uma heterogeneidade espacial e temporal assinalável associada às comunidades de macroinvertebrados. De facto...

‣ Decomposição foliar e macroinvertebrados aquáticos em um sistema lótico neotropical

Barbosa, André Frainer
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
O aporte de material foliar em sistemas lóticos de pequeno e médio porte é responsável pela maior parte da energia e matéria que entra nesses ambientes. Esse material passa por um processo de decomposição natural, o qual é afetado por diversos fatores, como pela presença de microorganismos decompositores, macroinvertebrados fragmentadores ou devido às condições físicas e químicas da água. Porém, enquanto que em regiões temperadas os organismos retalhadores são reconhecidamente importantes para o processamento do material foliar, em regões tropicais e sub-tropicais esses organismos parecem não participar tão ativamente da decomposição foliar. Nesse trabalho, estudamos áreas influenciadas por diferentes graus de antropização, objetivando verificar a influência de atividades agrícolas na decomposição foliar, bem como a relação dos invertebrados retalhadores neste processo de decomposição. Procuramos, também, avaliar a validade do uso de índices biológicos já existentes para países da América Latina na detecção de impacto ambiental na bacia hidrográfica em estudo. Os experimentos de decomposição foram realizados na Bacia Hidrográfica Lajeado Grande, noroeste do Rio Grande do Sul. Nessa bacia hidrográfica...

‣ Estrutura da comunidade de macroinvertebrados bentônicos na bacia hidrográfica do Rio Forqueta (RS, BRASIL) em múltiplas escalas espaciais

Strohschoen, Andreia Aparecida Guimarães
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.726985%
Os macroinvertebrados bentônicos constituem uma importante comunidade em riachos, pois participam do fluxo de energia, sendo um importante recurso alimentar para níveis tróficos adjacentes e superiores. Formam uma fauna bastante diversificada e a estrutura desta comunidade pode ser influenciada por diversos fatores ambientais, os quais variam no tempo, no espaço e na escala analisada. O presente estudo objetivou: a) analisar a estrutura da comunidade de macroinvertebrados bentônicos em uma bacia hidrográfica gaúcha, a saber bacia do rio Forqueta (RS, Brasil) em nível taxonômico e de grupos funcionais; b) investigar a variação sazonal (verão e inverno) e a variação espacial da estrutura da comunidade em função de diferenças espaciais nas características morfo-fisiográficas dos trechos amostrados; c) identificar a variabilidade da comunidade de macroinvertebrados bentônicos em três escalas espaciais (rio, segmento de rio e mesohábitat), enfatizando quais escalas espaciais melhor explicam a estrutura da comunidade nesta bacia; d) investigar quais os descritores ambientais mensurados influenciam na estrutura da comunidade e e) qual a porcentagem da variabilidade na riqueza de organismos pode ser explicada pelos descritores ambientais locais mensurados. Realizou-se amostragens de macroinvertebrados bentônicos e descritores ambientais nos períodos de inverno de 2007 e verão de 2008 em oito sítios de amostragem na bacia do rio Forqueta (RS...

‣ Classificação de rios e sua relação com a comunidade de macroinvertebrados em riachos

Vasconcelos, Márlon de Castro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.687463%
Nesta tese avaliei a relação entre a classificação de riachos em tipos de rios baseados nas suas características abióticas com a comunidade de macroinvertebrados. Especificamente, avaliei as seguintes questões: 1) Como as escalas de trecho de rio (local) e de bacia hidrográfica (regional) influenciam as comunidades? 2) As classificações de rios baseadas em variáveis abióticas são concordantes com aquelas baseadas em macroinvertebrados? 3) As respostas das comunidades de macroinvertebrados são similares quando diferentes abordagens de classificação são usadas? Por fim, 4) De que forma a resolução taxonômica e o tratamento dos dados influenciam as perguntas 2 e 3? Este estudo foi realizado em 38 riachos, numa área de 282 mil km2 no Rio Grande do Sul. As distâncias entre os riachos variaram entre 15 a 670 km. As variáveis físicas e químicas dos rios foram obtidas em trechos de 50 metros de extensão. A bacia hidrográfica de cada trecho foi delimitada e o uso da terra, tipo de solo e o relevo foram obtidos por meio de SIG. A tese traz uma “Apresentação geral” como Introdução. O capítulo 1 cobre a revisão da literatura e foi publicado na revista Ciência e Ambiente. O capítulo 2 apresenta a relação das variáveis ambientais e do espaço (distância geográfica) com a comunidade de macroinvertebrados. Como principal resultado...

‣ Quebra foliar e colonização de macroinvertebrados em riachos do bioma pampa

Nin, Cecília Schüler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
Dois estudos envolvendo processos ecológicos de decomposição foliar e colonização por macroinvertebrados foram realizados em três nascentes do bioma Pampa. O primeiro deles questionou se as folhas podem ter processos diferenciados quando estão misturadas, ou seja, se há efeito aditivo de uma folha sobre as outras e se a fauna decompositora seleciona recursos na forma desse composto heterogêneo. Para tanto, quatro espécies mais comuns da mata de galeria desses riachos foram coletadas e incubadas em bolsas-de-folhiço. A taxa de decomposição das folhas quando misturadas não é diferente da média de todas as espécies isoladas, indicando que não existe efeito de uma espécie sobre as outras. A colonização de macroinvertebrados não respondeu a diferenças dos detritos, tanto para abundância quanto para composição da fauna, indicando que as morfoespécies não têm preferência por tipos de folhas. Em relação aos grupos tróficos funcionais, não existe seleção entre os diferentes detritos - mesmo quando misturados - mas sim um forte padrão de sucessão no tempo. Herbívoros e omnívoros possuem maior freqüência nas primeiras etapas do processo, seguidos de detritívoros e carnívoros mais nas etapas finais. Já o segundo estudo se propõe a investigar se a presença de folhas de Eucalyptus saligna (exótica) junto às de nativas tem efeito na taxa de decomposição total da mistura em resposta as suas diferentes pressões de seleção...

‣ Diversidade e variação espaço-temporal da comunidade de macroinvertebrados bentônicos em uma lagoa costeira subtropical no sul do Brasil

Silva, Aurea Luiza Lemes da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 108 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2010; Visando entender a estrutura da comunidade de macroinvertebrados aquáticos presente em uma lagoa costeira subtropical, foi desenvolvido um estudo envolvendo dois aspectos apresentados nesta dissertação em forma de capítulos, sendo os objetivos do capítulo 1: Identificar a estrutura da comunidade de macroinvertebrados aquáticos com base na composição, abundância, riqueza e preferência de habitat das espécies; investigar a distribuição espaço-temporal e relacionar o padrão de distribuição da comunidade de macroinvertebrados aquáticos com as variáveis ambientais e, do capítulo 2: Identificar os itens alimentares predominantes no conteúdo digestório das larvas de Chironomidae; verificar se ocorrem modificações sazonais quanto ao alimento ingerido e discutir como interações biológicas e/ou características ambientais interferem na organização espacial e nos padrão de co-ocorrência das guildas tróficas identificadas. Para a realização deste estudo, cinco regiões com diferentes características espaciais foram amostradas com o auxílio de uma draga Eckman-Birge. Procedimentos padrão de triagem e identificação dos organismos coletados foram realizados em laboratório. No geral...

‣ Riqueza e densidade de macroinvertebrados aquáticos associados às macrófitas aquáticas nos lagos de várzea Janauacá (AM) e grande de Curuai (PA) da Amazonia central brasileira

Salcedo, Ana Karina Moreyra
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
37.687463%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2011; As planícies de inundação do rio Amazonas são hábitats para as mais diversas comunidades de macrófitas aquáticas e os macroinvertebrados destacam-se como um dos principais constituintes da sua fauna associada. O objetivo do presente trabalho foi caracterizar as comunidades de macroinvertebrados aquáticos associadas às macrófitas herbáceas em termos de densidade e riqueza de grupos taxonômicos e grupos funcionais tróficos em lagos de várzea da Amazônia Central. O estudo foi realizado no lago Janauacá proximo à cidade de Manaus (AM) e no lago Grande de Curuai próximo à cidade de Santarém (PA). Estes lagos recebem influencia direta do Rio Solimões e Amazonas, respetivamente. O estudo foi conduzido no período de cheia de 2008 e 2009. Foram realizadas as amostragens de macroinvertebrados com auxilio de um amostrador circular com rede de 250 µm de malha em estandes de macrofitas com dominância de plantas herbáceas na região litorânea dos lagos e também, medições de superfície de parâmetros físico-quimicos da água em ambos lagos e no rio Solimões e Amazonas. Os resultados obtidos em 2008 na comparação dos lagos Janauacá e Curuai apresentaram diferença siginificativa para as concentrações de calcio...

‣ Macroinvertebrate traits as biomonitoring tools in agricultural scenarios; Atributos de macroinvertebrados para biomonitorização em cenários agrícolas

Neves, Salomé Menezes Lacerda
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.726985%
Os ecossistemas de água doce – responsáveis por funções ambientais importantes e pelo fornecimento de bens e serviços insubstituíveis – têm vindo a ser severamente afectados por perturbações antropogénicas. A conversão de floresta em terreno agrícola afecta os sistemas aquáticos através de uma série de mecanismos: sedimentação; excesso de nutrientes; contaminação; alterações hidrológicas; e remoção de vegetação ripícola. As comunidades de macroinvertebrados de água doce – devido à sua diversidade, ubiquidade e sensibilidade às perturbações ambientais – revelam-se como particularmente adequadas para estudos de avaliação da integridade ecológica destes sistemas expostos simultaneamente a múltiplos factores de impacto. O uso sistemático de respostas biológicas para avaliação de mudanças ambientais – ou biomonitorização – pode ser levado a cabo através de diversas metodologias, que, de uma forma geral, não consideram aspectos funcionais das comunidades biológicas e têm aplicabilidade geograficamente restrita. A biomonitorização através de atributos biológicos (características que reflectem a adaptação das espécies ao seu meio ambiente) revela-se como uma ferramenta promissora na resolução dos problemas referidos...

‣ Combined assessment of streams based on diatoms and macroinvertebrates; Avaliação integrada de rios baseada em diatomáceas e macroinvertebrados

Mendes, Tânia Marisa Neves
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
As diatomáceas e os macroinvertebrados fornecem informação complementar na avaliação da qualidade da água. No entanto, os métodos utilizados para esse fim têm sido desenvolvidos separadamente para as duas comunidades. O objetivo deste estudo foi verificar se um modelo preditivo baseado nos dois elementos biológicos produz uma avaliação mais simplista e simultaneamente mais holística e robusta da qualidade dos ecossistemas face aos métodos individuais, os quais necessitam de ser combinados posteriormente, usualmente com base na abordagem “one-out al-out”. Para tal, foram utilizados dois métodos, RIVPACS e BEAST, devido às suas diferentes características, especialmente porque o RIVPACS utiliza dados de presença/ausência enquanto o BEAST utiliza dados de abundância. Foram construídos 6 modelos preditivos para o território português: dois para as diatomáceas, dois para os macroinvertebrados e dois integrando as duas comunidades. Nas primaveras de 2004 e 2005 foram simultaneamente amostradas diatomáceas e macroinvertebrados de 143 locais minimamente perturbados. Foram selecionados 23 locais afetados por contaminação orgânica, efluentes industriais e minas do centro de Portugal para serem utilizados como locais teste. O modelo RIV INV+DIAT atribuiu a mesma classe de qualidade do que o método “one-out all-out” a cerca de 70% dos locais teste...

‣ The effects of wildfire on lotic macroinvertebrate communities in Portugal; Os efeitos dos fogos florestais nas comunidades de macroinvertebrados lóticos em Portugal

Machado, Ana Luísa Felgueiras de Brito
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.687463%
The effects of wildfires in Mediterranean lotic communities are still poorly documented. Despite some progress in recent years, the published data refer mainly to studies conducted in North America, with little information on European rivers. Given the importance of regional geographic context, both on the effects of fire and on the resilience of the communities, the gap in the biogeographical knowledge represent a limitation to the implementation of appropriate management measures. This thesis consists in a systematic study of the effects of fire on the macroinvertebrate communities of streams of North and Central Portugal. A chronosequence survey was conducted in order to analyze long-term effects of wildfires (1-18 years) and provide chronological information on the ecological recovery of macroinvertebrate communities. The results indicated that the macroinvertebrate communities recover in abundance and taxa richness and in terms of community structure about two years after the fire impact. A short-term survey was also carried out, where the initial response of macroinvertebrates to fire disturbance was documented, in streams recently affected by wildfires. The parameters analyzed were compared with reference sites without fire impact for the last 20 years. In all sampling periods...

‣ Ecologia e qualidade ecológica de comunidades de macroinvertebrados bentónicos em zonas costeiras e estuarinas:abordagem comparativa

Pinto, Vanessa Caetano
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
Tese de mestrado, Biologia (Ecologia Marinha), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências; As comunidades de macroinvertebrados bentónicos são extremamente importantes na estrutura e funcionamento dos ecossistemas aquáticos, constituindo a base de diversas cadeias tróficas. Além disso, são igualmente determinantes no estudo dos ecossistemas em que habitam, pela capacidade de integrar e reflectir as condições do meio. Devido a estas características têm sido amplamente utilizadas em monitorização e avaliação de qualidade ambiental. O presente estudo teve como principais objectivos comparar a composição das comunidades de diferentes zonas, em termos temporais e espaciais, e avaliar quais os factores que poderão condicionar essas comunidades. Pretendeu-se ainda avaliar a qualidade ecológica desses locais utilizando diversos índices e inferir sobre qual o melhor índice(s) e época para amostragem a utilizar em avaliação ambiental. Para tal, foram comparadas quatro zonas em Portugal Continental: duas zonas costeiras, Aguçadoura e Frente Atlântica de Almada; e dois estuários, Mondego e Mira. Verificou-se a existência de diferenças significativas nas comunidades de macroinvertebrados bentónicos entre zonas costeiras...

‣ Macroinvertebrados como bioindicadores da qualidade da água em rios do sul de Portugal

Silva, Marta Tomé Fèteira da Costa e, 1978-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2012; Este estudo constitui uma análise preliminar do desempenho dos macroinvertebrados bentónicos na avaliação da qualidade ecológica da água em rios mediterrânicos. O trabalho foi desenvolvido na Bacia Hidrográfica da Ribeira de Odelouca (Algarve), em Maio de 2011. Os macroinvertebrados foram recolhidos em 13 locais, usando o método padronizado de “Kick netting” e identificados até à familia. Os locais selecionados apresentaram reduzida perturbação humana, e cobriram os três tipos de rios existentes na bacia. Para cada local, quantificaram-se a profundidade, largura máxima do troço, velocidade de corrente, percentagem de pedras, cascalho e areia, percentagem de macrófitos e limos, ensombramento, área de drenagem, e distância à foz. Na avaliação da qualidade da água utilizaram-se métricas de riqueza clássicas (número e densidade de taxa, diversidade de Shannon-Weanner, equitabilidade, número de famílias de Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera), índices de qualidade clássicos (IBMWP e IASPT), e dois índices multimétricos recentemente desenvolvidos para os rios portugueses (IPtIN e IPtIS). A estrutura das comunidades de macroinvertebrados foi analisada através de Análise em Componentes Principais (PCA). A associação entre as métricas e com as variáveis de habitat foi avaliada utilizando o coeficiente de correlação de Pearson. No total foram amostrados 9183 indivíduos de 38 taxa. A estrutura das comunidades de macroinvertebrados variou espacialmente...

‣ Macroinvertebrados bentônicos e parâmetros físico-químicos como indicadores da qualidade da água de microbacias utilizadas para o abastecimento público da região metropolitana de Goiânia; Benthic macroinvertebrates and physico-chemical parameters as indicators of water quality of the microbasins used for public supply in the metropolitan region of Goiânia

Santos, Karina Pinheiro dos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Engenharia do Meio Ambiente (EEC); Escola de Engenharia Civil - EEC (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Engenharia do Meio Ambiente (EEC); Escola de Engenharia Civil - EEC (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.759448%
Maintaining quality of fresh water, sanitary and environmental aspects, is essential. Once the environmental degradation caused by human activities is more intense. In this direction, the main objective of this study was to evaluate the water quality and environmental conditions of stretches of watershed located in watersheds that are used for public water supply of the cities of Trindade (Bacia Hidrográfica do Ribeirão Arrozal), Goianápolis (Bacia Hidrográfica do Ribeirão Sozinha), Terezópolis (Bacia Hidrográfica do Córrego dos Macacos) and Nerópolis (Bacia Hidrográfica do Córrego Água Branca), cities that compose the Metropolitan Region of Goiânia. To this end this research was organized in articles divided into three chapters. The first chapter corresponds to characterize the environmental conditions of the Bacia Hidrográfica do Ribeirão Sozinha. This chapter have been identified and related the main impacts in the watershed and in rivers, furthermore, were verifying the use and occupation of the soil that could cause potential impacts on water resources with the objective to evaluate the combined use of three methodologies the survey of the environmental status of this basin. The second chapter corresponds to functional trophic categorization community of aquatic macroinvertebrates and characterization of ecological conditions of river reaches that compose the four watersheds listed above. The third chapter discusses the evaluation of water quality and assessment of environmental conditions...

‣ Velocidade da água e a distribuição de larvas e pupas de Chirostilbia pertinax (Kollar) (Diptera, Simuliidae) e macroinvertebrados associados

Santos Jr,José Eloy dos; Strieder,Milton Norberto; Fiorentin,Gelson Luiz; Neiss,Ulisses Gaspar
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
O presente trabalho objetivou investigar a relação entre a velocidade da água e a distribuição dos estágios imaturos de Chirostilbia pertinax (Kollar, 1832) e os macroinvertebrados bentônicos associados. As coletas foram realizadas em cinco pontos, no trecho superior do Rio dos Sinos, no Estado do Rio Grande do Sul. A fauna bentônica foi amostrada com substratos artificiais, que permaneceram instalados nos locais de maior corenteza d'água por períodos de 14 dias. Antes do recolhimento dos substratos foram realizadas medidas de velocidade d'água no local da sua instalação. Essas medidas foram agrupadas em três classes: baixa (0,20 a 0,63 m/s), média (0,64 a 1,07 m/s) e alta (1,08 a 1,50 m/s) para posterior relação com a distribuição da fauna coletada. Para avaliar a influência da velocidade de água sobre a distribuição dos macroinvertebrados e a abundância de C. pertinax foi realizada uma regressão múltipla. As coletas resultaram em 39.598 indivíduos, sendo 33.418 simulídeos e 6.180 macroinvertebrados associados. Entre os simulídeos 5.704 espécimes correspondem a larvas do último ínstar e pupas, dos quais 828 são de C. pertinax. Quanto à distribuição dessa espécie, 30,8% ocorreram na classe de baixa velocidade d'água...

‣ Macroinvertebrados acuáticos como indicadores de la calidad del agua en la cuenca media del Río Cali, municipio de Santiago de Cali (Colombia)

Fonte: Universidad Autónoma de Occidente; Administración del Medio Ambiente y de los Recursos Naturales Publicador: Universidad Autónoma de Occidente; Administración del Medio Ambiente y de los Recursos Naturales
Tipo: Bachelor Thesis; Trabajo de Grado Formato: PDF
Português
Relevância na Pesquisa
37.575486%
Entre los meses de Enero y Junio de 2006, se realizó un estudio limnológico en la cuenca media del río Cali entre los 1100 m.s.n.m y los 1160 m.s.n.m. aproximadamente. El propósito principal fue evaluar la calidad ecológica de un tramo de río en el que se presenta una serie de eventos de tensión sobre el ecosistema acuático como lo son la bocatoma de la planta de tratamiento de agua potable de San Antonio y dos centrales hidroeléctricas. Para el monitoreo del río se ubicaron tres estaciones. La primera se ubicó antes de la entrega de aguas de la hidroeléctrica Río Cali 2, la segunda después de la entrega de aguas de esta central y la tercera a la altura del Jardín Botánico de Cali. Se tomaron muestras de macroinvertebrados y se midieron parámetros físicos, químicos y microbiológicos. De igual forma se registraron parámetros hidrológicos para complementar el análisis de calidad ecológica. Con los macroinvertebrados colectados se calculó el índice biótico BMWP/Col., el cual reflejó que el estado del río en la estación mas alta no enseña indicios importantes de contaminación (Clase I), sin embargo la calidad disminuye aguas abajo presentando una calidad aceptable (clase II) en las dos estaciones siguientes...

‣ Análisis de la materia orgánica alóctona y organización funcional de macroinvertebrados en relación con el tipo de hábitat en ríos de montaña de Patagonia

Velásquez,Stella M; Miserendino,M Laura
Fonte: Ecología austral Publicador: Ecología austral
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
El propósito de este trabajo fue examinar la composición, estructura y los grupos funcionales de macroinvertebrados en distintos tipos de hábitat de ríos de montaña en Patagonia. Los ríos estudiados fueron Blanco, Baguilt, Los Rifleros y Nant y Fall; en cada de uno de ellos se seleccionó un sector representativo que se muestreó en aguas altas y en aguas bajas. Se tomaron muestras de macroinvertebrados y de materia orgánica particulada gruesa y fina en siete tipos de hábitat: bloque, guijón, guijarro y grava (en áreas de rápidos), y arena, paquetes de hojas y macrófitas (en pozas). En cada hábitat se colectaron tres muestras de macroinvertebrados, en cada río y en cada fecha. Los hábitats en rápidos presentaron mayor densidad y biomasa de macroinvertebrados respecto a los hábitats en pozas. El grupo funcional dominante fue el de colectores-recolectores, seguido por los colectores-filtradores. Los desmenuzadores presentaron mayor densidad en bloques y gravas durante todo el estudio. Los filtradores exhibieron mayor dominancia en macrófitas y gravas, y su biomasa fue mayor en bloques, macrófitas, guijones y guijarros. Los raspadores dominaron en bloques, guijarros y guijones, aunque su biomasa fue mayor en gravas. En los paquetes de hojas co-dominaron los desmenuzadores y los colectores-recolectores...

‣ Estudios sobre macroinvertebrados acuáticos en América Latina: avances recientes y direcciones futuras

Ramírez,Alonso; Gutiérrez-Fonseca,Pablo E.
Fonte: Revista de Biología Tropical Publicador: Revista de Biología Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
América Latina es una región bastante activa en cuanto a la investigación científica, en particular con respecto al estudio de macroinvertebrados de agua dulce. La presente es una introducción al número especial que incluye proyectos recientes en América Latina. Como parte de esta introducción, realizamos un análisis de la literatura publicada en los últimos 14 años, la cual tiene un aumento continuo en las publicaciones sobre macroinvertebrados. La mayoría de los estudios en el periodo 2000-2013 fueron realizados en Brasil, Colombia, Argentina, y Costa Rica; y se enfocaron en la taxonomía y temas relacionados con la biodiversidad y la distribución. Se observó una tendencia a publicar en revistas de bajo impacto, pero también se encontraron publicaciones de alto impacto. El número especial incluye 18 trabajos de ocho países. Los temas principales fueron ecología e historia natural de los macroinvertebrados acuáticos y su uso en la evaluación de impactos antropogénicos sobre los ecosistemas acuáticos. Usando la revisión y las publicaciones de este suplemento discutimos algunas necesidades de investigación para la región, principalmente: (1) continuar con los estudios taxonómicos, (2) determinar los mecanismos responsables por los cambios en biodiversidad...

‣ Patrones de variación espacial y temporal de los macroinvertebrados acuáticos en la Laguna de Tecocomulco, Hidalgo (México)

Rico-Sánchez,Axel Eduardo; Rodríguez-Romero,Alexis Joseph; López-López,Eugenia; Sedeño-Díaz,Jacinto Elías
Fonte: Revista de Biología Tropical Publicador: Revista de Biología Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.687463%
La Laguna de Tecocomulco (Hidalgo) es un relicto de los antiguos Lagos del Anáhuac con suma importancia para la conservación de aves acuáticas. No obstante, se desconoce su composición de macroinvertebrados. En el presente estudio se analizaron las variaciones espaciales y temporales de los macroinvertebrados acuáticos de la laguna. Se realizaron cuatro campañas de monitoreo (lluvias y estiaje). Se estudiaron seis sitios (litorales y en interior de la laguna), se registraron factores ambientales, se determinaron parámetros de calidad del agua y se recolectaron macroinvertebrados acuáticos. Se obtuvo la riqueza de familias y se calculó su Índice de Valor de Importancia. Se realizaron análisis multivariados de ordenación por componentes principales (ACP) con base en sus características físicas y químicas y de similitud entre sitios y familias con los índices de Jaccard y Bray-Curtis. Tambien se hizo un análisis de correspondencias canónicas (ACC) de factores ambientales y macroinvertebrados acuáticos y macrófitas. El ACP mostró la variación estacional, con el período cálido (mayo y agosto) y el periodo frío (noviembre y enero) mostrando altos valores de conductividad, alcalinidad, dureza, sulfatos y macronutrientes (N y P). Se encontraron 26 familias de macroinvertebrados...

‣ Integridad biótica de la microcuenca del Río Chiquito, Morelia, Michoacán, México, basada en la comunidad de macroinvertebrados acuáticos

Piñón Flores,Miguel Aurelio; Pérez Munguía,Ricardo Miguel; Torres García,Ulises; Pineda López,Raúl
Fonte: Revista de Biología Tropical Publicador: Revista de Biología Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.6383%
La microcuenca del Río Chiquito abastece el 30% de agua potable para la ciudad de Morelia, Michoacán, México. Por ello es necesario el monitoreo constante de sus aguas, utilizando mediciones que evalúen el deterioro ambiental y la comunidad de macroinvertebrados acuáticos. Para el presente estudio se utilizó el Índice de Integridad Biótica para las Asociaciones de Macroinvertebrados Acuáticos (IIBAMA). Además de la Valoración de la Calidad Ambiental Visual y el estado más probable del cauce, en seis sitios dentro de la microcuenca y un séptimo fuera de la misma, como referencia. Se identificaron un total de 51 474 organismos: 69 familias distribuidas en cuatro filos, ocho clases, ocho subclases, y 18 órdenes. Los sitios mejor conservados se encuentran en la cabecera de la microcuenca. La zona intermedia se encuentra afectada en la condición hidráulica, calidad ambiental y en su integridad biótica. En la zona baja de la microcuenca, se observó la capacidad “resiliente” del río al restablecerse las comunidades de macroinvertebrados y los parámetros ambientales. Los resultados muestran que la calidad ambiental y el IIBAMA se encuentran correlacionados (r=0.82, p<0.01). El uso de los macroinvertebrados en combinación con los parámetros ambientales demuestran que antes de entrar a la ciudad de Morelia la microcuenca del río Chiquito es un sistema estable...