Página 1 dos resultados de 111 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

‣ Cortesia e marcadores discursivos: contrastes entre discursos orais chilenos e espanhóis e as percepções de brasileiros; Politeness and discourse markers: contrasts between the chilean and spanish oral discourses and perceptions of brazilians

Andrade, Adriana Marcelle de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.75416%
Este estudo evidencia o modo como se organizam as estratégias de cortesia que se manifestam na ocorrência dos marcadores discursivos pues, ya e claro em intervenções orais de adolescentes de duas capitais, Madri e Santiago do Chile, presentes no Corpus de Lenguaje Adolescente (COLA). Considerando a diversidade sociocultural (Bravo, 2004) e que os marcadores discursivos sinalizam a direção em que se deve buscar a relevância dos enunciados (Escandell-Vidal, 1998), esta pesquisa também analisa se adolescentes brasileiros, estudantes de língua espanhola, da região de São Paulo, constroem uma interpretação adequada quanto à presença ou ausência da cortesia, ao entrar em contato com as conversações do material de análise. Como resultado, foram descritos os contrastes entre as amostras das variedades - a santiaguina e a madrilena - de língua espanhola quanto ao uso das partículas pues, ya e claro. Observou-se que essas diferenças se relacionam ao contexto de enunciação e ao processamento discursivo, semântico e pragmático desses marcadores, comprovando que a cortesia apresenta particularidades e possui um valor relativo de acordo com a interação verbal, os traços culturais e o tipo de relação social entre os interlocutores. Através da escuta de alguns diálogos extraídos do corpus e guiados por um questionário...

‣ Análise e exploração de marcadores discursivos no ensino de português-língua estrangeira (PLE) no Brasil; Analysis and exploration of discourse markers in the teaching of portuguese as a foreign language (PFL) in Brazil

Silva, Sérgio Duarte Julião da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
A conversação é fonte de grande parte de nossa noção de ordem social e, além disso, apresenta sua própria ordem e manifesta um senso próprio de estrutura. Ao interagirem através da conversação, as pessoas recorrem a procedimentos regulares através dos quais tornam explícitas as marcas de planejamento de seu discurso e as estratégias de gestão dos turnos de conversação, das relações estabelecidas e da interação verbal em si. A língua, portanto, não pode ser considerada simplesmente um código de comunicação, mas sim um meio através do qual atuam sujeitos que manifestam suas ideias sobre o mundo real e sobre seu próprio mundo interior, expressam seus papéis sociais e sua personalidade em um determinado contexto e, ainda, por mecanismos metalinguísticos, estabelecem relações de coesão e coerência nos seus próprios textos através dos vínculos que a linguagem verbal estabelece com ela mesma. Nesse processo, os marcadores discursivos (MD) exercem papel de extrema importância porque possibilitam e fazem funcionar mecanismos de atuação e manifestação dos sujeitos da enunciação. Entretanto, uma análise atenta dos materiais utilizados para o ensino de Português- Língua Estrangeira (PLE) no Brasil revelará que as situações de conversação a que são expostos os alunos pouco se utilizam desses elementos e processos típicos da interação verbal e acabam por prender-se à sintaxe do português culto escrito. Como resultado ao contrário de materiais didáticos de outros idiomas como o inglês...

‣ Imigração chinesa em São Paulo e seu português falado: interlíngua e marcadores discursivos; Chinese immigration in São Paulo and their spoken Portuguese: interlanguage and discourse markers

Yin, Bi Meng
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.61053%
Esta dissertação tem por objetivo discutir aspectos da imigração dos chineses em São Paulo e analisar a língua portuguesa falada pelos imigrantes. Com o desenvolvimento da comunicação e da sociedade, movimentos migratórios foram se tornando cada vez mais dinâmicos no palco mundial. A ampliação de políticas migratórias relativamente livres e o desenvolvimento acelerado tornaram o Brasil um dos destinos mais populares para os chineses. Os chineses, especialmente os do litoral, com tradição de emigrações, constituíram-se elementos atuantes na sociedade paulistana, em especial no comércio. Para os imigrantes mais antigos, os principais problemas enfrentados foram relativos à dificuldade em aprender o idioma. Como a maior parte faz negócios, é obrigatório comunicar-se com os clientes brasileiros, o que, depois de alguns anos no Brasil, favorece que se comuniquem sem grandes problemas no dia-a-dia. Os estudos de Fishman sobre as etapas de transição para um estado monolíngue indica que esse processo ocorre dentro de três gerações (FISHMAN, 1966,1988). Também há quatro etapas que conduz do bilinguismo ao monolinguismo, sendo este o do português (TARALLO e ALKMIN, 1987, p.67). Como é fato a expansão da imigração chinesa ao Brasil nas últimas décadas...

‣ Marcadores discursivos no processo de retextualizaçao de entrevistas

Rodrigues, Anita de Lima Simões
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 120 f.
Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; Este trabalho tem por objetivo descrever o comportamento de Marcadores Discursivos (MDs) no processo de retextualização de entrevistas jornalísticas, atentando para a forma como esses elementos atuam na organização do texto retextualizado. O conceito de retextualização adotado neste trabalho advém de Marcuschi (2001), que defende haver um processo consciente na passagem de um texto de uma modalidade a outra do uso da língua, no caso do presente trabalho, da modalidade oral para a escrita. Assim, quando uma entrevista oral é transformada em uma entrevista escrita, entram em ação diversas operações baseadas em regularização lingüística, reformulação, adaptação e compreensão. Para a realização deste trabalho, adotamos a abordagem teórica da perspectiva textual-interativa (JUBRAN, 2006a), que considera que os elementos pragmáticos presentes na ação verbal não são externos à produção textual, mas fazem parte da formulação interacional do texto e podem ocorrer na materialidade textual. Além disso, tal perspectiva centra-se no estudo de fenômenos lingüísticos que se manifestam nas diversas situações reais de comunicação e tem como unidade de análise o Tópico Discursivo...

‣ Funções textual-interativas dos marcadores discursivos

Guerra, Alessandra Regina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 233 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; O objetivo deste trabalho é, a partir de uma análise comparativa entre as principais abordagens teóricas do estudo de Marcadores Discursivos (MDs) e da identificação de princípios elementares comuns a essas abordagens, especificar, e, assim, precisar, a definição de MDs da Gramática Textual-Interativa (GTI). Especificamente, o objetivo é levantar, no corpus selecionado, todas as unidades que preenchem os traços de um núcleo piloto definidor de MDs e, então: (i) definir funções específicas predominantemente textuais dessas unidades, como forma de especificação da variável articulação de segmentos do discurso; (ii) definir funções específicas predominantemente interacionais, como forma de especificação da variável orientação da interação (JUBRAN & KOCH, 2006); e (iii) identificar as diferentes formas morfossintáticas que funcionam como MDs e, então, possíveis correlações sistemáticas entre as formas e as (sub)funções dos MDs. A investigação teórica preliminar permitiu constatar que diferentes abordagens de MDs compartilham algum tipo de função conectiva. Com base nesse princípio da conectividade...

‣ Algumas reflexões sobre a questão da gramaticalização de Marcadores Discursivos

Souza, Eduardo Penhavel de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 69-82
Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
In this paper, we present a discussion on the class of Discourse Markers (DMs), aiming at providing some specific contributions to studies on the grammaticalization of DMs. We highlight the fact that DMs do not constitute a grammatical class, and then we formulate a few insights on the adequacy of the notion of the “grammaticalization of DMs”.; Neste trabalho, apresentamos uma discussão sobre a classe dos Marcadores Discursivos (MDs), procurando oferecer algumas contribuições, especificamente, para estudos sobre a gramaticalização de MDs. Procuramos destacar o fato de que a classe dos MDs não constitui uma classe linguística de natureza gramatical e, a partir disso, apresentamos algumas reflexões sobre a adequação da ideia da “gramaticalização de MDs”.

‣ Marcadores discursivos e sequências textuais : uma análise das ações de textualização em programas midiáticos; Discourse markers and textual sequences in media discourse

Rafaela Defendi Mariano
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.62006%
Na presente pesquisa, procuramos investigar em que medida os recursos do nível textual são formatados e, de certa forma, formatam as situações de uso. Para tanto, analisamos as ações de textualização empreendidas pelos participantes do programa midiático "Manos e Minas", veiculado pela TV Cultura. Em função de um de nossos objetivos específicos ser o de demonstrar como um olhar para as ações de textualização empreendidas pelos participantes desse programa midiático pode nos auxiliar na percepção da estruturação composicional dos textos analisados, selecionamos os marcadores discursivos e as sequências textuais como unidades de análise. Para proceder, então, à análise dessas unidades, assumimos a noção de marcadores discursivos (doravante, MDs) da perspectiva textual-interativa e a noção de sequência textual proposta por Adam (2008). O corpus selecionado para análise é composto de três amostras do programa de auditório "Manos e Minas". Esse programa midiático pode ser considerado como lugar estratégico na televisão brasileira, uma vez que "Manos e Minas" se coloca como um programa de representação e de valorização de um campo de não-prestígio social e cultural: a periferia. A partir de nossas análises...

‣ (Inter)subjetivização de marcadores discursivos de base verbal: instâncias de gramaticalização

Snichelotto,Cláudia Andrea Rost; Görski,Edair Maria
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.62006%
Este artigo objetiva apresentar, numa perspectiva pancrônica, uma descrição da multifuncionalidade dos marcadores discursivos olha e vê¹ em amostras de escrita e de fala catarinense. A análise é sustentada por uma abordagem funcionalista da gramaticalização, com ênfase na mudança semântico-pragmática e categorial dos itens, considerando a questão da (inter)subjetividade e (inter)subjetivização e sua relação com as funções da linguagem no processo de mudança. As ocorrências examinadas evidenciam que (i) das práticas comunicativas emergem polissemias pragmáticas, que sinalizam, em graus variáveis, o envolvimento do falante com o ouvinte, bem como um incremento de significados vinculados à atitude do falante a respeito do que é dito, além de tímida função dos itens no âmbito textual; (ii) os diferentes contextos de atuação discursiva de olha e vê são atestados a partir de frequências de uso que apontam tanto para situações de variação como para contextos de restrição de uso; (iii) há indícios de gramaticalização desses marcadores discursivos, estando olha num processo mais adiantado do que vê.

‣ UMA DESCRIÇÃO SISTÊMICO-FUNCIONAL DOS MARCADORES DISCURSIVOS AVALIATIVOS EM PORTUGUÊS BRASILEIRO: A GRAMÁTICA DAS PARTÍCULAS MODAIS

FIGUEREDO,Giacomo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.62006%
Este artigo parte das descrições funcionais dos marcadores discursivos e delimita como objeto o subconjunto interpessoal destes, pertencente à orientação da avaliação – realizado pelas Partículas Modais em português brasileiro. Motivado pela organização gramatical da interação, este trabalho se pauta pelas abordagens do modelo funcionalista, em particular daquele de organização sistêmica, e objetiva descrever o sistema gramatical de VALIDAÇÃO, o qual é realizado pelas Partículas Modais que compõem parte dos marcadores discursivos interpessoais. Para tanto, analisou-se um corpus monolíngue compilado com base na tipologia da língua no contexto de cultura. As Partículas Modais foram descritas segundo sua manifestação na interação, buscando-se as relações sistêmicas da VALIDAÇÃO, incluindo a complementariedade com o MODO e a MODALIDADE. Os resultados indicam que a VALIDAÇÃO é uma continuidade do MODO, separando as Partículas Modais em classes distintas conforme as opções Imperativo e Indicativo. A VALIDAÇÃO é, ainda, complementar à MODALIDADE...

‣ Repetição e marcadores discursivos na produção textual de alunos: uma apropriação discursiva da escrita

Armando de Andrade, José; Saito Monteiro de Barros, Kazue (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
68.62006%
Este trabalho tem por objetivo investigar como o discurso e as práticas do professor interferem na produção textual de seus alunos. O foco recai sobre dois fenômenos bastante recorrentes na fala: a repetição e os marcadores discursivos. Foram comparadas trinta redações de alunos de segunda e quarta séries produzidas como atividade escolar e em contexto fora da sala de aula. Teoricamente, parte dos pressupostos do Sociointeracionismo Discursivo e Cognitivista e considera a perspectiva da relação entre a fala e a escrita. As análises evidenciam, primeiro, que o discurso do professor em sala de aula influencia diretamente os textos dos alunos ali produzidos e, segundo, que a produção textual varia de acordo com o contexto situacional de produção, a saber, em sala de aula e fora dela. Em ambos os casos, os resultados refletem-se nas formas de ocorrência da repetição e dos marcadores discursivos. O estudo aponta para a necessidade da escola adotar e praticar a noção de gênero textual no ensino da produção textual, visto que os alunos se apropriam de maneira pragmática das estratégias discursivas que só a noção de gênero textual permite discriminar; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

‣ Marcadores discursivos e articulação topica; Discourse markers and topic articulation

Eduardo Penhavel de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
O presente trabalho compreende, numa primeira parte, uma análise do atual estado da arte no que se refere a pesquisas sobre Marcadores Discursivos (MDs) e, numa segunda parte, uma análise específica de MDs particularmente no âmbito da Perspectiva Textual-Interativa (Jubran e Koch, 2006). Na primeira parte, apresentamos uma proposta de classificação de abordagens de MDs, baseada em Fischer (2006a), segundo a qual podem ser distinguidos três tipos básicos de abordagens: (i) as que analisam como MDs expressões integradas a um enunciado matriz, com função de conexão e que se referem a um aspecto desse enunciado; (ii) aquelas que tomam como MDs expressões constituindo um enunciado independente, com função de gerenciamento da conversação e que se referem a planos de referência; (iii) as que consideram como MDs ambos os tipos de expressões. Em seguida, focalizamos a questão da pluralidade desordenada de abordagens particulares, típica do cenário atual de estudos sobre MDs, e argumentamos que essa situação deve-se, em parte, à natureza processual das expressões estudadas e, em parte, à diversidade desarticulada de modelos de análise que caracteriza a própria área de estudos linguísticos atualmente. Na segunda parte da tese...

‣ Os marcadores discursivos no latim : considerações pragmaticas e textuais sobre as preposições, interjenções e conjunções latinas em Donato e Prisciano; The latim discourse markers : pragmatic and textual considerations on the prepositions, interjections and conjunctions in Donatus and Priscian

Fabio da Silva Fortes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.361484%
Os marcadores discursivos (MDs) podem ser definidos, de forma geral, como um grupo bastante amplo de mecanismos verbais (vocábulos, pequenas cláusulas, expressões cristalizadas etc.) que atuam no nível pragmático, inscrevendo a enunciação no discurso, e textual, organizando coesivamente partes do texto (cf. Schiffrin, 1996; Risso et al., 1996). Realizam-se, freqüentemente, por usos não prototípicos de conjunções, preposições e interjeições. Suas propriedades têm sido encontradas em ocorrências discursivas análogas no latim. Caroline Kroon (1995, 1998) destacou um grupo de vocábulos latinos que pareciam conjugar as funções textuais-discursivas supramencionadas: nam, enim, igitur, ergo, autem, vero e at, desenvolvendo extensa pesquisa de seu funcionamento no texto. O objetivo central de nossa pesquisa é verificar nos textos de Donato (séc. IV d.C.) - nas seções De coniunctione, De praepositione e De interiectione, contidos na sua Ars maior - e Prisciano (séc. VI d.C.) - nos livros XIV, parte do XV e XVI, de suas Institutiones grammaticae -, a maneira como são neles tratadas as propriedades hoje consideradas 'textuais' e 'pragmáticas', que permitem uma aproximação entre as antigas preposições, conjunções e interjeições latinas e o atual conceito de MDs; Discourse markers (DMs) can be defined as a very wide range of verbal mechanisms (words...

‣ Estratificación social del empleo de los marcadores discursivos en el habla de Santiago de Chile

Becerra Lubies, Rukmini; Molina Vargas, Daniela; Rojas Gallardo, Darío; Vergara Donoso, María Antonieta
Fonte: Universidad de Chile; Universidad de Chile. Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Universidad de Chile. Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
68.96425%
En los últimos años, los marcadores discursivos han sido objeto de un creciente interés, de manera concomitante al papel protagónico que han mostrado el análisis del discurso y la pragmática en la lingüística del último cuarto del siglo XX. Los artículos y monografías dedicados a su estudio, realizados desde diversas perspectivas, conforman una extensa bibliografía, pese a lo cual aún existen discusiones y vacíos en su descripción y explicación. En la lingüística hispánica, su estudio ha encontrado una favorable acogida y ha dado origen a numerosos artículos, capítulos de libros e, incluso, obras dedicadas por completo a este tema. En el estudio y descripción del español hablado en Chile, se verifica un interés similar. No obstante, como ya señalamos, aún quedan perspectivas por explotar en el estudio de su uso en nuestra modalidad del español. Una de las formas en que no se ha abordado su estudio es considerando la influencia que pueden tener en su empleo factores sociales como la edad, el sexo y el grupo socioeconómico al que pertenezcan los hablantes. En este estudio nos proponemos realizar un análisis sociolingüístico variacionista del empleo de los marcadores discursivos registrados en un corpus del español actual de Santiago de Chile...

‣ Aspectos de pragmaticalização de marcadores discursivos no alemão e no português; Aspectos de pragmaticalização de marcadores discursivos no alemão e no português

Simões, José da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.697925%
Neste artigo, discute-se o papel discursivo, semântico e sintático dos marcadores discursivos de origem conjuncional do alemão e do português ( wobei, weil e obwohl; porque e que) e enumeram-se algumas evidências a respeito do processo de gramaticalização/pragmaticalização desses marcadores em ambas as lí nguas. O estudo faz parte de um projeto de análise contrastiva dos processos de gramaticalização das sentenças complexas do alemão e do português e toma como base uma perspectiva teórica cognitivo-discursiva.; In this article, I discuss the syntactic, semantic and discursive roles of conjunctions as discourse markers in German and Portuguese (wobei, weil  and obwohl; porque and que). I also provide some evidence for the process of grammaticalization/ pragmaticalization in which these markers are involved. This study is part of a broader contrastive-analysis project which aims to investigate the grammaticalization process of  complex sentences in German and Portuguese from a cognitive-discursive perspective. 

‣ Vocatives and discourse markers in textualinteractive grammar; Vocativos e marcadores discursivos na gramática textual-interativa

Penhavel, Eduardo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.71736%
In this paper, we discuss the class of Vocatives and the class of Discourse Markers as proposed within Textualinteractive Grammar, and we try to demonstrate that Vocatives can work as Discourse Markers.; Neste trabalho, discutimos a classe dos Vocativos e a classe dos Marcadores Discursivos, conforme concebida no âmbito da Gramática Textual-interativa, procurando demonstrar que Vocativos podem funcionar como Marcadores Discursivos.

‣ Marcadores discursivos e enunciação: uma possibilidade de debate sobre a elaboração discursiva da imagem de si e do Outro.

Silva Fernandes, Ivani Cristina
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.75416%
O presente trabalho visa discutir a importância e as especificidades da atividade analítica e didática sobre os marcadores discursivos em português como língua materna e em espanhol como língua estrangeira para brasileiros. Para esta finalidade, pretendemos analisar um corpus composto por textos do gênero jornalístico, de tendência argumentativa, de alguns dos mais importantes jornais do Brasil, Espanha e Argentina. Baseados nessa análise, esperamos identificar os principais desafios ao enfocar os marcadores discursivos como eixo para refletir sobre questões tais como a construção do ethos e da alteridade em língua materna e estrangeira e as estratégias de persuasão a partir da retórica contrastiva, entre outras. Fundamentados na Linguística da Enunciação, área que reúne as principais teorias a partir das quais os pesquisadores refletem sobre fenômenos relacionados à enunciação, como nos trabalhos de Benveniste; e nos estudos pragmáticos e enunciativos sobre os Marcadores do Discurso, representados especialmente por Martín Zorraquino e Portolés, almejamos comentar o papel dos marcadores como guias de determinados efeitos de sentido que influenciam diretamente na construção do ethos e na percepção da alteridade no discurso. Tais construções e percepções podem seguir distintos percursos em língua materna e estrangeira...

‣ The discourse markers in basic education: a need for systematization in textbooks; Los marcadores del discurso en la educación básica: necesidad de la sistematización en los libros de texto; Os marcadores discursivos na educação básica: necessidade de sistematização a partir do livro didático

Bomjardim da Silva Carmo, Bougleux; Universidade Estadual de Santa Cruz; Alomba Ribeiro, Maria D´Ajuda; Universidade Estadual de Santa Cruz
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; revisão bibliográfica; proposição de abordagem Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.68633%
In this article, we will discuss the need for a systematization of discourse markers in Basic Education. This proposal emerges from the following ongoing research: “The systematization of contrastive connectors when devising textbooks”, which departs from the pragmatic theories by Portolés (1998), Alomba Ribeiro (2005), and others. Markers are linguistic units with a prominent role in the functioning of language use. However, it is known that textbooks do not show the pragmatic function of certain traditional grammatical categories. So, we selected one out of the textbook collections approved by PNLD 2014, namely, the Perspective: Portuguese collection by Discini and Teixeira (2012) to verify these premises. As a result of the description and analysis we present a illustrative source activity with the discourse marker “but” and its uses in written texts.  ; RESUMEN: En este artículo vamos a discutir la necesidad de sistematización de los marcadores del discurso en la Educación Básica. Esta propuesta surge de la investigación en curso: "La sistematización de los conectores contra-argumentativos en el diseño del material didáctico", a partir de la teoría pragmática Portolés (1998), Alomba Ribeiro (2005), entre otros. Los marcadores son unidades lingüísticas con papel prominente en el funcionamiento del lenguaje...

‣ Contributo para o estudo sincrónico dos marcadores discursivos ‘quer dizer’, ‘ou seja’ e ‘isto é’ no português europeu contemporâneo

Lopes,Ana Cristina Macário
Fonte: Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho Publicador: Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.554297%
O objetivo deste estudo é descrever as funções que os marcadores discursivos ‘quer dizer’, ‘ou seja’ e ‘isto é’ assumem no Português europeu contemporâneo, a partir de dados reais recolhidos no Corpus de Referência do Português Contemporâneo (sub-corpus oral e sub-corpus escrito). As perguntas de investigação que guiam o estudo são as seguintes: (i) os três marcadores são intersubstituíveis em todos os contextos? (ii) para além da função discursiva de marcação de reformulação, há outros valores que podem ser sinalizados pelos três marcadores em apreço?

‣ Marcadores discursivos en hablantes sanos y afásicos: El caso especial de y

Pietrosemoli,Lourdes; Vera,Marianelly; González Valera,Sandra; Coutín Churchman,Pedro
Fonte: FACES - UCV Publicador: FACES - UCV
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2005 Português
Relevância na Pesquisa
68.697925%
En este estudio se presenta una comparación del uso de los marcadores discursivos empleados por 20 personas sanas, 25 pacientes con daño cerebral izquierdo y 10 pacientes con daño cerebral derecho. El análisis de varianza (ANOVA) muestra que, a pesar de la diferencia entre el número total de marcadores en el habla de los tres grupos examinados, no hay diferencia entre la cantidad relativa empleada por cada grupo. Se encuentra también un predominio de la partícula y como marcador en todos los grupos de hablantes. La frecuencia de y es alrededor del doble del marcador más próximo. Se propone que y tiene características que le permiten convertirse en el m marcador por omisión. Por otra arcador parte, se plantea que los marcadores discursivos, a pesar de ser unidades fonética y semánticamente de poco peso, son tan importantes en la organización del discurso que su uso se preserva en la afasia.

‣ Análisis de marcadores discursivos en ensayos escritos por estudiantes universitarios

García Romero,Marisol
Fonte: Universidad Pedagógica Experimental Libertador Publicador: Universidad Pedagógica Experimental Libertador
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
68.75416%
En este trabajo nos proponemos mostrar, desde una perspectiva discursiva, cómo los estudiantes universitarios utilizan los marcadores discursivos, los cuales constituyen uno de los recursos empleados para establecer la interacción escritor - lector. El análisis fue realizado con una muestra de doce ensayos elaborados por alumnos del primer año de la carrera de Comunicación Social de la Universidad de Los Andes-Táchira. Para la clasificación de los marcadores hemos aplicado la presentada por Calsamiglia y Tusón (1999). Los datos analizados revelan claramente que, en general, los marcadores se utilizan poco y, específicamente, los metatextuales son casi inexistentes. Por esta razón, los textos son menos interactivos con el lector. Nos parece que este resultado debería ser tomado en cuenta por quienes enseñan composición escrita en la universidad, pues creemos que los estudiantes requieren ser entrenados sobre el uso de los marcadores discursivos; en caso contrario, no los adquirirán o lo harán de manera más lenta y tardía.