Página 1 dos resultados de 9460 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

‣ Análise das alterações no metabolismo de nitrogênio em Canavalia ensiformes (L.) em resposta a variações na concentração de nitrato fornecida.; Analyses of alterations in nitrogen metabolism in Canavalia ensiformes (l.) in response to different concentrations of nitrate.

Camargos, Liliane Santos de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
O nitrogênio é o nutriente mineral essencial mais limitante ao crescimento das plantas. Apenas alguns microorganismos procariotos desenvolveram um mecanismo bioquímico que permite reduzir N2, abundante na atmosfera, a amônia, que pode ser assimilada pelas plantas. Muitos destes microorganismos conseguem associar-se simbioticamente com outros organismos, sendo a associação de bactérias do grupo Rhizobium com plantas do grupo das leguminosas a mais importante a nível econômico. Por outro lado, quando existe disponibilidade de nitrato no meio ambiente, a leguminosa abandona a fixação biológica absorvendo nitrato, que é reduzido a amônia pelas enzimas nitrato redutase (NR) e nitrito redutase (NiR) e, ao final, assimilada pelo sistema GS/GOGAT. Apesar de as duas vias terem amônia como produto final, em leguminosas tropicais, principalmente as pertencentes à tribo Phaseolae, quando a amônia provém de associação simbiótica a planta exporta, via xilema, preferencialmente ureídeos, enquanto quando a amônia provém da redução de nitrato, a planta exporta amidas, principalmente asparagina e glutamina. O objetivo do presente trabalho foi identificar, em Canavalia ensiformes (L.), as alterações metabólicas que ocorriam em função da concentração de nitrato fornecida à planta...

‣ Métodos de análise da rosiglitazona e pioglitazona e de seus principais metabólitos: aplicações em estudos de metabolismo in vitro; Methods for the analysis of rosiglitazone and pioglitazone and their metabolites: application to in vitro metabolism studies

Calixto, Leandro Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.930745%
Estudos de metabolismo in vitro possuem o intuito de caracterizar e quantificar possíveis metabólitos, elucidar as vias metabólicas e sugerir modelos a serem seguidos para a realização de estudos in vivo. Com o intuito de estudar o metabolismo in vitro não estereosseletivo da rosiglitazona (RSG) empregando fração microssomal de fígado de ratos,foi desenvolvida uma metodologia por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) com detecção UV em 245 nm, para analisar a RSG e seus principais metabólitos, p-hidroxi rosiglitazona (?-OH-R) e N-desmetil rosiglitazona (N-Dm-R). Os analitos foram separados em fase reversa, utilizando uma coluna X-Terra MS C-18 (partículas de 3,5 ?m) e fase móvel composta por água:acetonitrila:ácido acético (85:15:0,5, v/v/v), na vazão de 1 mL min-1. Matrizes biológicas contém um grande excesso de proteínas, lipídeos e outros materiais endógenos que interferem na análise de fármacos e metabólitos, tornando necessário um procedimento adequado de preparação das amostras antes da análise cromatográfica. A microextração em fase líquida com membrana cilíndrica oca (HF-LPME) é uma técnica promissora para a preparação de amostras em estudos de metabolismo in vitro, pois, além de promover o clean-up...

‣ O metabolismo de lipoproteínas e a sensibilidade à insulina são distintamente modulados em indivíduos saudáveis com concentração alta ou baixa de HDL-colesterol; Lipoprotein metabolism and insulin sensitivity are distinctly modulated in healthy subjects with high and low plasma HDL-cholesterol concentration

Leança, Camila Canteiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
A síndrome metabólica (SM) e o diabete melito (DM) caracterizam-se por uma série de alterações no metabolismo de lipoproteínas, entre elas a hipertrigliceridemia e a redução nas concentrações de HDL-colesterol (HDL-C). Em estudo prévio demonstramos que indivíduos saudáveis, não obesos, com concentração de HDL-C abaixo de 40mg/dL, quando comparados àqueles com concentração de HDL-C acima de 60mg/dL, apresentam, no plasma, esteróis marcadores de absorção intestinal de colesterol alimentar diminuídos, e de síntese de colesterol aumentados. Achados semelhantes foram descritos por outros autores em portadores de SM e DM, sugerindo que a resistência à insulina participa na origem do distúrbio, embora não se saiba por quais mecanismos. Considerando nossos achados prévios, os objetivos deste estudo são investigar quais os mecanismos moleculares envolvidos nas alterações do metabolismo de colesterol presentes em indivíduos com concentrações alta (HIPERALFA, HDL-C > 60mg/dL, n = 36) ou baixa (HIPOALFA, HDL-C < 40mg/dL, n = 37) de HDL-C por meio de medida de: 1) conteúdo celular de colesterol e expressão gênica de enzimas e receptores críticos para a regulação intracelular de colesterol, tendo como modelo células linfomononucleares de sangue periférico; 2) parâmetros que regulam o metabolismo de lipoproteínas no plasma e que são influenciados pela insulina...

‣ Ciclooxigenase-2 modula in vivo a expressão de marcadores da osteoclastogênese e genes envolvidos no metabolismo ósseo em resposta ao lipopolissacarídeo bacteriano; Ciclooxygenase-2 modulates in vivo the expression of osteoclastiogenesis makers and genes involved in bone metabolism in response to bacterial lipopolysaccharide

Santos, Fernanda Regina Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
Durante a resposta inflamatória, diversos mediadores são liberados localmente com o objetivo de estimular a resposta imune celular e humoral. Por meio da ação das enzimas ciclooxigenases e lipoxigenases ocorrerão modificações estruturais na cadeia do ácido araquidônico levando a síntese de prostaglandinas ou leucotrienos e lipoxinas, respectivamente. Tais mediadores são responsáveis pela regulação da expressão dos genes RANK, RANKL e OPG, moduladores da osteoclastogênese. Dessa maneira, o objetivo deste estudo foi avaliar a expressão do RNA mensageiro (RNAm) para as enzimas envolvidas no metabolismo do ácido araquidônico, ciclooxigenase-2 (COX-2) e 5- lipoxigenase (5-LO), e para os mediadores da osteoclastogênese (RANK, RANKL e OPG) no tecido ósseo, após inoculação de lipopolissacarídeo bacteriano (LPS) nos canais radiculares de molares de camundongos. Posteriormente foi investigado o efeito do bloqueio farmacológico da via COX-2 induzida pelo LPS, na expressão de mediadores da osteoclastogênese e de genes envolvidos no metabolismo ósseo. Foram utilizados 144 camundongos C57BL/6, com 6 semanas de idade, pesando de 18 a 20 gramas, nos quais os canais radiculares dos primeiros molares foram inoculados com uma solução contendo lipopolissacarídeo bacteriano de E. coli (0...

‣ Avaliação de técnicas miniaturizadas de preparação de amostras na análise enantiosseletiva de fármacos quirais com diferentes características ácido-base em meio microssomal e aplicação em estudos de metabolismo in vitro; Evaluation of microextraction techniques for sample preparation for the enantioselective analysis of chiral drugs with different acid-base characteristics in microsomal medium and application to in vitro metabolism studies

Simões, Rodrigo Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
Neste trabalho, a microextração em fase líquida com membrana cilíndrica oca (HF-LPME), a microextração líquido-líquido dispersiva (DLLME) e a microextração em fase sólida na configuração de um filme delgado (SPME/TFME) foram empregadas como técnicas de microextração para a preparação de amostras microssomais no estudo de metabolismo in vitro de fármacos quirais com diferentes características ácido-base. Para análise empregou-se a cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) com detector por absorção no UV e a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas (LC-MS-MS). O fármaco neutro isradipina (ISR) foi o primeiro a ser abordado. Um método estereosseletivo empregando HFLPME- HPLC foi desenvolvido para a determinação dos enantiômeros da ISR e seu principal metabólito (um derivado piridínico da isradipina - PDI) em fração microssomal isolada de fígado de ratos. Os analitos foram extraídos de 1 mL de meio microssomal utilizando o procedimento HF-LPME na configuração duas fases, tendo o solvente acetato de hexila como fase aceptora. Pela primeira vez, o PDI e os enantiômeros da ISR foram resolvidos numa mesma corrida cromatográfica. Para esta separação foi utilizada uma coluna Chiralpak AD® e hexano:2-propanol:etanol (94/04/02...

‣ Estudos de metabolismo in vitro de produtos naturais: biotransformação microbiana da piplartina; In vitro metabolism studies of natural products: microbial biotransformation of piplartine

Silva Junior, Eduardo Afonso da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
A piplartina é um alcaloide natural conhecido por apresentar diversas atividades biológicas, onde se destaca a ação anticancerígena. Esse produto natural apresentou atividade seletiva frente a vários tipos de células cancerígenas, sendo assim considerado promissor para o desenvolvimento de fármacos. O conhecimento do metabolismo de produtos naturais bioativos é uma importante e necessária etapa para avaliar a eficácia e segurança dessas substâncias. Os micro-organismos são amplamente utilizados em estudos de metabolismo, uma vez que catalisam reações quimio-, régio-, e estereoespecíficas, que muitas vezes são semelhantes às catalisadas pelos seres humanos. Nesse contexto, esse trabalho teve o objetivo de estudar o metabolismo microbiano da piplartina pelos fungos endofíticos Papulaspora immersa SS13 e Penicillium crustosum VR4, de solo Mucor rouxii NRRL 1894, e de coleção comercial Cunninghamella echinulata ATCC 8688a e Beauveria bassiana ATCC 7159. Os experimentos de biotransformação foram monitorados por UPLC-DAD-MS e UPLC-DAD-MS/MS. Todos os fungos utilizados biotransformaram a piplartina, sendo que 14 substâncias majoritárias foram identificadas como produtos de biotransformação nos experimentos em pequena escala. A piplartina e seus derivados apresentaram fragmentações características em IES-EM/EM que foram explicadas utilizando cálculos computacionais. O estudo dessas fragmentações permitiu a identificação e proposição das alterações estruturais que ocorreram nos metabólitos formados. Os fungos P. crustosum VR4 e B. bassiana ATCC 7159 foram selecionados para realizar os experimentos de biotransformação em escala ampliada...

‣ Efeito da administração intraestriatal aguda de ácido quinolínico sobre metabolismo energético em ratos jovens

Ribeiro, César Augusto João
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
O ácido quinolínico (AQ) é um metabólito do metabolismo do triptofano produzido na via das quinureninas. Demonstrou-se ser um fraco agonista de receptores NMDA, porém capaz de produzir morte em neurônios susceptíveis via ativação à sua ação excitatória. O envolvimento do AQ tem sido sugerido como um mecanismo patológico em diversas doenças neurodegenerativas, incluindo-se as doenças de Huntington, Alzheimer e no complexo de demência induzida pela síndrome da imunodeficiência adquirida. As propriedades neurotóxicas do AQ têm sido atribuídas principalmente à excitotoxicidade e ao estresse oxidativo, enquanto muito pouco se sabe sobre seus efeitos sobre o metabolismo energético cerebral. Assim, no presente estudo investigamos o efeito da administração intraestriatal de AQ (150 nmol) em ratos de 30 dias de vida sobre as atividades de enzimas fundamentais do metabolismo energético, tais como os complexos IIV da cadeia respiratória, creatina quinase e citrato sintase, além da produção de 14CO2 a partir de [1-14C]acetato 3, 6 ou 12 horas após a injeção de AQ. Observamos que a injeção de AQ inibiu significativamente a atividade dos complexos II (50%), III (46%) e II-III (35%), bem como da enzima creatina quinase (27%)...

‣ Estudos comportamentais e do metabolismo energético em ratos submetidos a modelos de acidúria glutárica tipo I

Ferreira, Gustavo da Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
A acidemia glutárica tipo I (AG I) é um erro inato do metabolismo causado pela deficiência severa da atividade da enzima glutaril-CoA desidrogenase. Bioquimicamente, a AG I caracteriza-se por um aumento nas concentrações dos ácidos glutárico (AG) e 3-hidróxiglutárico (3HG) nos tecidos e líquidos corporais. Os pacientes afetados por essa doença apresentam macrocefalia ao nascimento e hipomielinização ou desmielinização progressiva do córtex cerebral. Crises de descompensação metabólica com encefalopatia aguda ocorrem principalmente entre 3 e 36 meses de vida, levando a uma marcada degeneração estriatal. Após as crises, os pacientes apresentam distonia e discinesia que progridem rapidamente até espasticidade. Apesar de diversos estudos apontarem para efeitos do AG e do 3HG induzindo disfunção energética, estresse oxidativo e excitotoxicidade, os mecanismos fisiopatológicos da AG I ainda são pouco conhecidos. Por outro lado, praticamente nada foi investigado sobre o comportamento de animais submetidos a modelos de AG I. Assim, os objetivos do presente trabalho foram estabelecer um modelo químico de AG I através de injeções subcutâneas de AG em ratos durante uma fase de intenso desenvolvimento do SNC, bem como investigar os efeitos deste modelo sobre o desempenho de ratos em tarefas comportamentais e sobre parâmetros de metabolismo energético em tecidos cerebrais (córtex cerebral e cérebro médio) e músculo esquelético. Observamos que esse tratamento não teve efeito sobre o peso corporal dos animais...

‣ Efeitos in vitro e ex vivo dos principais compostos acumulados nas acidemias isovalérica, 3-metilglutacônica e 3-hidroxi-3 metilglutárica sobre vários parâmetros do metabolismo energético em córtex cerebral de ratos jovens

Ribeiro, César Augusto João
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
As acidemias isovalérica (IVAcidemia), 3-metilglutacônica (MGTA) e 3- hidroxi-3-metilglutárica (HMGA) são doenças hereditárias neurometabólicas que afetam o catabolismo da leucina. Os pacientes afetados pela IVAcidemia apresentam acúmulo e excreção urinária aumentada dos ácidos isovalérico (IVA), 3- hidroxiisovalérico (3-OHIVA) e da isovalerilglicina, ao passo que a MGTA é bioquimicamente caracterizada pelo acúmulo e aumento na excreção urinária dos ácidos 3-metilglutacônico (MGT), 3-metilglutárico (MGA) e 3-OHIVA. Os indivíduos afetados pela HMGA apresentam acúmulo e elevada excreção dos ácidos 3-hidroxi-3- metilglutárico (HMG), MGA, MGT e 3-OHIVA. Os pacientes afetados por essas doenças apresentam sintomas predominantemente neurológicos cujos mecanismos fisiopatogênicos envolvidos no dano cerebral são pouco conhecidos. No presente estudo, investigamos os efeitos in vitro dos metabólitos acumulados na IVAcidemia (IVA, 3-OHIVA e IVG), bem como da administração intracerebroventricular de IVA sobre importantes parâmetros do metabolismo energético em córtex cerebral de ratos jovens. Observamos efeitos inibitórios do IVA sobre o ciclo do ácido cítrico (produção de CO2 e citrato sintase), bem como sobre a atividade da enzima Na+...

‣ Desempenho, metabolismo e níveis plasmáticos de colesterol e triglicerídeos em frangos de corte alimentados com óleo ácido e óleo de soja

Raber,Marcos Roberto; Ribeiro,Andréa Machado Leal; Kessler,Alexandre de Mello; Arnaiz,Valentino; Labres,Raquel Valim
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
Neste trabalho são relatados três experimentos (EXP) realizados, sendo dois de desempenho e um de metabolismo. O primeiro experimento de desempenho utilizou 384 pintos de corte machos, da linhagem Cobb 500, e foi conduzido com animais de um a 20 dias de idade. O segundo EXP de desempenho foi realizado com as mesmas aves, após homogeneização de todas elas, com 21 a 34 dias de idade, utilizando-se 256 frangos. O ensaio de metabolismo usou 32 frangos e foi realizado com animais de 21 a 34 dias de idade. Testou-se o óleo ácido de soja (OAS) e o óleo degomado de soja (ODS) incluídos na dieta em quatro níveis (2, 3, 4 e 5%), constituindo oito tratamentos com quatro repetições cada, dispostos em fatorial 2x4. Foram avaliados o desempenho e o metabolismo das aves e o coeficiente de metabolismo da matéria seca (CMMS), da gordura bruta (CMGB) e da energia bruta (CMEB) das dietas, além de teores de triglicerídios e colesterol sanguíneo no 34o dia de idade. Nenhuma interação foi observada entre os óleos e os níveis utilizados (P>0,05). Com o aumento do nível de óleo na dieta, observou-se maior peso final das aves (P<0,01) e melhor conversão alimentar (CA) (P<0,01). No EXP de desempenho com animais de um a 21 dias, ocorreu redução no consumo de ração (P<0...

‣ Estudo do metabolismo energético de Leishmania spp utilizando cromatografia líquida de alta eficiência e ressonância magnética nuclear; Study of energy metabolism of Leishmania spp using high performance liquid chromatography and nuclear magnetic resonance

COSTA, Tatiane Luiza da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Medicina Tropical; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Medicina Tropical; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
Leishmaniasis is a disease of the endothelial reticulum system and is caused by protozoans form the Leishmania genus. The promastigote forms of Leishmania sp degradate carbohydrates through the glycolityc pathway and its first reaction occurs inside the glicosome. As they use as energy source glucose, aminoacids and lipids from the culture media the excreted/secreted (E/S) products may be useful as indicative of the energetic and metabolis profile of the parasite and of its biological disturbances. The biochemical analysis of Leishmania metabolism is important to upgrade the parasitological studies with techniques which are adequate to the evaluation of the biochemical profile of the host-parasite relationship towards a better understanding of how these organisms are able to survive in such diverse environments such as the digestory tract of the insect or inside vertebrate hosts tissues. The aim of this study was to perform a study of the energetic metabolism of species and isolates of Leishmania spp. Therefore the in vitro analysis of E/S metabolic products from the parasite within the culture media during logarithmic and stationary growth phases was performed through chromatographic (HPLC) methods. The spectrophometry was used to glucose measurement and the nuclear magnetic resonance (NMR) was implanted aiming the study of the parasite‟s metabolism. Through HPLC it was possible to verify a significant difference in the E/S of organic acids from the carbohydrates metabolism (pyruvate and lactate)...

‣ Nuevos aspectos de la regulación del metabolismo de acetato en Escherichia coli= New insights into the regulation of acetate metabolism in Escherichia coli

Castaño Cerezo, Sara
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.94434%
Objetivos: (i) caracterizar los mutantes delecionados en las rutas de consumo/producción de acetato y determinar las consecuencias de su deleción a distintos niveles celulares, (ii) estudiar la regulación in vivo del metabolismo de acetato por acetilación de proteínas en E. coli , (iii) describir el contexto genómico de los genes de las enzimas responsables de la acetilación de proteínas en E. coli (cobB y patZ) y estudiar su regulación transcripcional, (iv) discernir el papel de la acetilación de proteínas en las diferencias metabólicas observadas entre las cepas de E. coli K12 y BL21, (v) identificar los patrones de acetilación de proteínas en distintas condiciones y fondos genéticos en E. coli y (vi) caracterizar la funcionalidad de la acetilación de proteínas en el metabolismo del acetato y la regulación transcripcional. Metodología: durante esta Tesis se utilizaron la cepa de Escherichia coli BW25113 y sus mutantes delecionados en algunos genes de interés. Además se utilizaron técnicas para determinar expresión génica (RT-PCR, DNA-microarrays y vectores sonda de promotor), actividades enzimática en extractos crudos y enzimas purificadas, western blot, cuantificación de metabolitos por HPLC y espectrometría de masas de alta resolución para proteómica. Resultados. La deleción de la mayor vía de producción de acetato alteró el metabolismo central a distintos niveles...

‣ Estudos moleculares de Erros Inatos do Metabolismo- Contributo da Unidade de Rastreio Neonatal Metabolismo e Genética no diagnóstico das Doenças Raras

Fonseca, Helena; Sousa, Carmen; Marcão, Ana; Nogueira, Célia; Lopes, Altina; Ferreira, Filipa; Neiva, Raquel; Pereira, Cristina; Almeida, Ligia; Vilarinho, Laura
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 17/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
A designação “erros inatos do metabolismo” (EIM) surge pela primeira vez no início do século XX, em 1908, por Archibold Garrod, usando o termo para se referir a algumas situações clínicas. Nos seus estudos sobre a Alcaptonúria, constatou que todos os doentes excretavam grande quantidade de ácido homogentísico na urina e que a transmissão da patologia podia ser explicada recorrendo às leis de Mendel. Mais tarde, postulou que certas doenças surgem devido à ausência de uma enzima que catalisa um passo específico de uma via metabólica, introduzindo assim novos conceitos como via metabólica, bloqueio metabólico e erro inato do metabolismo. A partir destas definições foram feitas várias classificações para os EIM, sendo a mais utilizada a que os divide em três grupos principais: Grupo 1 - Defeito da síntese ou degradação de moléculas complexas, Grupo 2 - Defeito do metabolismo intermediário, Grupo 3 - Defeito na produção ou utilização de energia. As Doenças Hereditárias do Metabolismo (DHM) são doenças raras de natureza genética em que a metabolização de um determinado composto se encontra comprometida. Na sua origem está uma deficiência enzimática específica (envolvida na sintese-anabolismo...

‣ Efeito do tempo de conservação de polimorfonucleares do sangue de bezerros sobre o metabolismo oxidativo e a atividade de fagocitose de Escherichia coli; Effect of conservation time on bovine polymorphonuclear leukocytes in calves blood on oxidative burst and Escherichia coli phagocytosis activity

BOHLAND, Elizabeth; SÁ-ROCHA, Vanessa de Moura; CYRILLO, Fernanda Cavallini; BENESI, Fernando José
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
Foram avaliados os efeitos do tempo sobre o metabolismo oxidativo e a fagocitose de Escherichia coli, em amostras de polimorfonucleares (PMN) do sangue, de cinco bezerros hígidos, conservadas em banho de gelo por duas (t2), quatro (t4), seis (t6), 12 (t12) e 24 (t24) horas. O metabolismo oxidativo foi avaliado utilizando o Diacetato 2' 7' Diclorofluoresceína (DCFH-DA) e a E. coli, como estímulo. Para a fagocitose a mesma bactéria foi utilizada. As amostras foram analisadas por citometria de fluxo. O metabolismo oxidativo basal dos PMN do sangue de bezerros foi maior nos tempos t4, t6 e t12, do que em t2 (p<0,05). A intensidade de fluorescência do metabolismo oxidativo induzido pela bactéria foi maior nos tempos t4 e t6 do que em t2 (p<0,05). A comparação entre o metabolismo basal e induzido pela bactéria, em cada um dos tempos, mostrou que a maior diferença ocorreu em t2, com valores da média geométrica e desvios padrão respectivos de 18,3 ± 4,4 e 26,7 ± 1,8 (p< 0,05). A atividade de fagocitose, medida pela intensidade de fluorescência, foi maior para as amostras mantidas em gelo por 6 horas do que para t2, t4 e t12 (p<0,05). O percentual de fagocitose não diferiu entre os tempos. O tempo ideal para análise do metabolismo oxidativo foi o de duas horas. Maiores estudos são necessários para se verificar a influência do tempo de conservação na fagocitose de E. coli por PMN do sangue de bovinos; The time effect on oxidative burst and phagocytosis of Escherichia coli by polymorphonuclear leukocytes of 5 healthy calve blood samples were evaluated. Samples were kept on ice bath for two (t2)...

‣ Efeitos do fluor no metabolismo glicolitico do germe dental de rato

Adriana Maria Bruno Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/1997 Português
Relevância na Pesquisa
36.8468%
o flúor foi identificado como um ativador da adenilciclase, fato que levou à. formulação do presente trabalho. Este, teve como objetivo, analisar os efeitos do flúor no metabolismo glicolítico do germe dental de ratos, o qual está relacionado com a atividade da adenilciclase. Para tanto foram utilizados germes dentais de ratos de oito dias, os quais foram submetidos aos tratamentos com fluoreto de sódio (NaF), monofluorfosfato de sódio (MFP Na) e fluoraluminato (AIF4 -). Esses experimentos foram conduzidos in vitro e in vivo. Um grupo experimental complementar foi formado com o intuito de avaliar a ação do flúor na ausência do alumínio. Para tanto, foi acrescentado às soluções, o EDT A que age quelando o íon alumínio. Essa etapa do trabalho foi conduzida in vitro. O metabolismo glicolítico foi avaliado através da produção de ácido láctico. Os resultados mostraram que o flúor diminuiu a produção de ácido láctico, ou seja, inibiu o metabolismo glicolítico. O composto que melhor caracterizou esta inibição foi o AIF4 -. O MFP Na não alterou a produção de lactato. A adição de EDTA aboliu o efeito inibitório do flúor no metabolismo glicolítico; Fluoride was identified as an activator of adenylate cyclase. The aim of the present work was to verify its effects on glicolitic metabolism of rat tooth germ...

‣ Estudo em tempo real e in vivo da regulação do metabolismo da Saccharomyces cerevisiae pelo H2O2

Bento, Rafael Nogueira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.930745%
Tese de mestrado em Bioquímica, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015; A microcalorimetria deteta o fluxo de calor associado à amostra analisada, sendo uma técnica com uma elevada sensibilidade e capaz de acompanhar o metabolismo celular em tempo real e em condições não-invasivas. Os resultados das experiências calorimétricas, regra geral, são apresentados sob a forma de curvas de fluxo de calor vs tempo (∆φ-t) ou de potência dissipada vs tempo (curvas P-t). A curva P-t associada ao crescimento de vários microrganismos, como a Saccharomyces cerevisiae, geralmente, com a glucose como fonte de carbono e energia já foi alvo de diversos estudos. É possível associar singularidades observadas na curva P-t a fenómenos biológicos específicos (ex: transição diáuxica) e analisar a resposta metabólica a vários stresses, como o efeito de antibióticos sobre vários microrganismos. Apesar de existirem evidências que sugerem que o metabolismo celular é altamente dinâmico e que a potência dissipada por célula varia ao longo do crescimento, este assunto tem sido ignorado. Aliás, é muito comum assumir que cada fase de crescimento tem uma potência dissipada por célula constante. O peróxido de hidrogénio (H2O2) é uma molécula biológica ubíqua que atua como sinalizador intracelular a doses baixas...

‣ Metabolismo de gordura durante o exercício físico: mecanismos de regulação; Fat metabolism during exercise: mechanisms of regulation

Lima-Silva, Adriano Eduardo; UDESC; Adami, Fernando; Laboratório de Pesquisa Morfo – Funcional. Centro de Educação Física e Des; Nakamura, Fábio Yuzo; Grupo de Estudo e Pesquisa em Metabolismo, Nutrição e Exercício. Centro de Ed; de-Oliveira, Fe
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares","Artigo Solicitado"; "Avaliado por Pares", "Artigo Solicitado"; Bibliográfica Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 19/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.633706%
Os lipídios são considerados importantes fontes energéticas para a realização de exercícios físicos. Entretanto, os mecanismos de regulação do consumo desse substrato durante o exercício não estão totalmente esclarecidos. O objetivo principal da presente revisão foi abordar mecanismos fisiológicos de controle da mobilização, transporte e utilização de gordura durante o exercício. Os trabalhos indexados no banco de dados Pubmed e Lilacs sobre metabolismo de gordura, foram analisados e os clássicos e recentes foram preferencialmente utilizados. A partir dos dados recentes da literatura, especula-se que o transporte de ácidos graxos do meio extracelular para o meio intracelular pode constituir um dos principais mecanismos limitantes no consumo desse substrato. Estudos sobre o consumo de lipídios durante o exercício devem ser focados sobre esse mecanismo. Em exercício intenso, o menor fl uxo de sangue para o tecido adiposo e a maior taxa de reesterifi cação dos ácidos graxos causa um menor consumo de lipídios durante o exercício. Suplementação de TG tem sido utilizada, mas a quantidade ideal e as formas de evitar desconfortos gastrintestinais não foram determinadas. Os estoques de TG intramuscular podem ser mais efi cientes do ponto de vista biológico...

‣ Correlación entre osteocalcina, insulinorresistencia, insulinosensibilidad y metabolismo de la glucosa en adultos mayores con síndrome metabólico

Musso,C; Mingote,E; Durante,C; Brenta,G; Gurfinkiel,M; Fossati,MP; Martínez,M; Nepote,A; Fretes,O; Schurman,L; Sedlinsky,C; Faingold,C
Fonte: Revista argentina de endocrinología y metabolismo Publicador: Revista argentina de endocrinología y metabolismo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
46.71276%
Introducción: Recientemente han surgido nuevas evidencias que relacionan el metabolismo óseo con el energético. La osteocalcina es una proteína de la matriz ósea no colágena, sintetizada por los osteoblastos que modula localmente la mineralización ósea, tradicionalmente usada como marcador de formación ósea. Se ha demostrado tanto en modelos "in vitro" como en animales de experimentación que la osteocalcina tiene acción hormonal. Esta proteína tiene la propiedad de regular la insulinosensibilidad, la insulinosecreción y la proliferación de las células beta pancreáticas. Objetivo: Evaluar la existencia de correlación entre los niveles de osteocalcina sérica y marcadores de insulinorresistencia (IR) e insulinosensibilidad en una población de adultos mayores con síndrome metabólico. Material y métodos: En nuestro estudio prospectivo se incluyeron 88 pacientes (68 % mujeres, 32 % hombres, media de edad 73 ± 6 y 74 ± 6 años respectivamente) que concurrieron a los consultorios externos del servicio de Endocrinología y Metabolismo del hospital Dr. César Milstein. Todos cumplían con los criterios diagnósticos de síndrome metabólico del año 2009 de la Federación Internacional de Diabetes (IDF). Se midieron: osteocalcina sérica...

‣ Regulación endocrina del metabolismo energético a través del hueso

González-Rozas,M.; Pérez Castrillón,J.L.
Fonte: Revista de Osteoporosis y Metabolismo Mineral Publicador: Revista de Osteoporosis y Metabolismo Mineral
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.71276%
Las funciones clásicas del hueso son el mantenimiento de la homeostasis fosfo-cálcica, la reparación de los daños así como un efecto estructural que permite la locomoción y protege los órganos vitales. Los recientes descubrimientos de las nuevas funciones del hueso en la regulación del metabolismo energético sugieren que el hueso puede ser un órgano endocrino. En la última década, en diferentes estudios genéticos y moleculares realizados en ratones, han determinado que la osteocalcina aumenta la secreción de insulina y la sensibilidad a ésta, a través de la elevación de la secreción de adiponectina, estimula la proliferación y el mejor funcionamiento de las células beta, promueve la reducción de masa grasa y el incremento del consumo de energía. Estos hallazgos demuestran la existencia de una regulación recíproca entre el hueso y el metabolismo energético, mediada por la osteocalcina. El reconocimiento del papel metabólico de la osteocalcina, supone un descubrimiento importante en el campo de la Osteología y la Endocrinología posibilitando nuevas terapias en la prevención y tratamiento de enfermedades metabólicas como la diabetes mellitus, la sarcopenia, la obesidad y la osteoporosis.

‣ Tomografía por emisión de positrones (PET): Una herramienta útil para el estudio del metabolismo cardiaco

Alexánderson,Erick; Gómez-Martín,Diana; Benito,Israel; Ruíz-Ramírez,Leonel; Ricalde,Alejandro; Meave,Aloha
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.87396%
En condiciones normales el metabolismo energético del corazón se basa en la oxidación de ácidos grasos y en menor proporción de carbohidratos. La función cardiaca depende del suplemento adecuado de trifosfato de adenosina (ATP) proveniente de dichos sustratos. Sin embargo, la fuente principal de energía está sujeta a modificación porfactorestanto fisiológicos (ejercicio) como patológicos (isquemia-reperfusión). Recientemente, se ha puesto gran atención al papel de la carnitina como regulador del metabolismo de ácidos grasos y carbohidratos mediante la modulación de la relación intramitocondrial de acetil-CoA/CoA. Las alteraciones en el metabolismo de carbohidratos y ácidos grasos a nivel miocárdico se han asociado al desarrollo de diversas patologías cardiovasculares (cardiopatía isquémica, hipertrofia ventricular, y miocardiopatía dilatada) por lo cual el estudio del metabolismo cardiaco cobra gran relevancia para el diagnóstico, y pronóstico de estas patologías. Dentro de la práctica clínica, la tomografía por emisión de positrones (PET) es una de las técnicas más empleadas para la evaluación del metabolismo cardiaco. Los radiotrazadores más ampliamente empleados en imagen PET son "C-palmitato, "C-acetato y 18Fluoro-2-desoxiglucosa (FDG)...