Página 1 dos resultados de 1133 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ Incentivos e risco moral nos planos de saúde no Brasil.; Incentives and moral hazard in health insurance plans in Brazil.

Stancioli, Anderson Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2002 Português
Relevância na Pesquisa
68.408677%
A presente dissertação analisa como a ausência de incentivos adequados no seguro saúde ocasiona o surgimento do fenômeno conhecido como risco moral e suas conseqüências na determinação da demanda de serviços médicos. O trabalho envolve a revisão da literatura e a estimação de um modelo econométrico que avalia a efetividade dos mecanismos de regulação no controle do risco moral por parte do paciente. A principal conclusão é que o risco moral por parte do paciente é importante para os serviços ambulatoriais, mas não ocorre nos serviços hospitalares.; This dissertation analyses how the lack of appropriate incentives motivates the emergence of moral hazard in health insurance and its consequences in the determination of medical services demand. The involves the literature review and the estimation of a econometric model, which evaluates the effectiveness of rationing mechanisms in the control of moral hazard motivated by the patient. The main conclusion is that moral hazard motivated by the patient is significant for ambulatory care, but it does not occur for inpatient care.

‣ Essays on incentives, procurement and regulation

Rodrigues, Rafael Mourão dos Santos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.255264%
Esta tese é composta de três artigos. No primeiro artigo, "Simple Contracts under Simultaneous Adverse Selection and Moral Hazard", é considerado um problema de principal-agente sob a presença simultânea dos problemas de risco moral e seleção adversa, em que a dimensão de seleção adversa se dá sobre as distribuições de probabilidade condicionais as ações do agente. No segundo artigo, "Public-Private Partnerships in the Presence of Adverse Selection" é analisada a otimalidade de parcerias público-privadas sob a presença de seleção adversa. No terceiro artigo, "Regulation Under Stock Market Information Disclosure", por sua vez, é considerado o problema da regulação de firmas de capital aberto, onde as firmas possuem incentivos para mandar sinais opostos para o regulador e o mercado.; This thesis is composed of three articles. The first article, "Simple Contracts under Simultaneous Adverse Selection and Moral Hazard", considers a principal-agent problem under the simultaneous presence of both moral hazard and adverse selection, where the adverse selection dimension is given over the outcome conditional probabilities given the agents actions. The second article, "Public-Private Partnerships in the Presence of Adverse Selection" analyses the optimality of private-public partnerships under the presence of adverse selection. The third article...

‣ Renegociação de dívidas e moral hazard: uma análise do efeito da política de descontos no pagamento de dívidas de cartões de crédito

Sousa, Felipe Félix Soares de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.87025%
O Brasil vem vivenciando um aumento na demanda por cartões de crédito, principalmente nas classes baixas. Entretanto, a população de menor renda e menor qualificação representa maior riscos para a operação. Este fato é evidenciado pelas altas taxas de inadimplência. Exposto isso, empresas se utilizam de estratégias de renegociação de dívida na tentativa de recuperar parte do investimento realizado. Entretanto, poucos foram os estudos acerca da consequência no longo prazo destas estratégias. Utilizando os experimentos realizados por uma empresa de cartão de crédito, cujas campanhas de renegociação variavam mês a mês, este estudo, procurou evidências de que as ofertas de renegociação de dívidas podem afetar a reputação da firma, fazendo com que clientes da rede mesma rede social deste que recebeu a oferta de renegociação também fiquem inadimplentes. Concluímos que o aumento do desconto nas negociações tem um efeito significativo sobre o incentivo do cliente em honrar suas obrigações junto a empresa, ou seja, o aumento de 0,01 p.p. no desconto dado aos clientes aumenta em 0,05 sua probabilidade em atrasar sua fatura no próximo período.; Brazil has been experiencing an increase in demand for credit cards...

‣ Teoria da agência e franchising: evidência empírica para o caso brasileiro

Rigoni, Ramon Frigi
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
48.38824%
O presente estudo tem um duplo objetivo: (i) analisar os determinantes da escolha das firmas por um modelo de franchising na estratégia de expansão de seus negócios, e (ii) analisar como os termos de um contrato de franchising podem potencialmente ser influenciados por questões relativas a compartilhamento de risco, problemas de incentivo relacionados ao risco moral (moral hazard) e restrições de recursos financeiros. Essa discussão se dará seguindo a abordagem empírica proposta por Lafontaine (1992). Os modelos são estimados a partir de dados para uma amostra de 350 redes de franquias brasileiras relativas ao ano de 2011. Os resultados sugerem que a definição do valor da taxa de royalties leva em conta os problemas decorrentes do risco moral por parte dos franqueados e do compartilhamento de risco. Em particular, nos negócios onde o esforço dos franqueados afeta significativamente a provisão dos serviços prestados, observa-se uma tendência de cobrança de menores taxas de royalties e uma relação positiva entre risco e incentivos, com a cobrança de menores taxas de royalties em setores de atividade com maior risco. Em relação ao percentual de unidades franqueadas, obteve-se resultados coerentes com a expectativa teórica para o problema de risco moral do franqueado...

‣ Regulamentação dos planos de saúde e risco moral : aplicação da regressão quantílica para dados de contagem

Godoy, Márcia Regina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.17229%
O setor de saúde suplementar brasileiro operou desde os anos de 1940 sem regulação. Em 1998, o governo estabeleceu a regulação deste setor. Na regulamentação das atividades foram estabelecidas a ilimitação do número de consultas médicas, proibição de seleção de risco, entre outras medidas. O objetivo deste trabalho é investigar se a regulação resultou em aumento do número de consultas médicas por parte dos subscritores de planos de saúde, ou seja se ocorreu aumento do risco moral ex-post. Além disto, analisar alterações nos determinantes da demanda por posse de plano de saúde antes e após a regulação visando encontrar indícios de seleção adversa. Para isto, foram utilizados quatro métodos econométricos: regressão de Poisson, regressão binomial negativa e regressão quantílica de dados de contagem e um modelo Probit. O estimador de diferenças-em-diferenças foi utilizado para estimar o impacto da regulação sobre o número de consultas médicas. O modelo de regressão Probit foi utilizado para analisar os determinantes da demanda por posse de plano de saúde. Os dados utilizados provêm da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios de 1998 (antes da regulação) e 2003 (depois da regulamentação). Os dados foram divididos por sexo e também pelo perfil epidemiológico...

‣ O problema do risco moral no mercado brasileiro de assistência médica suplementar

Andrade, Luciana Pinto de; Pôrto Júnior, Sabino da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.792017%
A assistência médica suplementar no Brasil teve uma forte expansão nos últimos dez anos e hoje atende a mais de 25% da população. Recentemente este setor foi alvo de importantes modificações no que diz respeito a sua regulamentação. O estudo das relações que existem entre os agentes que fazem parte deste mercado e as falhas de informação que surgem nestas relações é fundamental para se compreender o funcionamento da assistência médica suplementar neste ambiente. O objetivo deste trabalho é identificar como o problema de risco moral tem afetado o funcionamento do mercado brasileiro de assistência médica suplementar, antes e após o processo de regulamentação vivenciado pelo setor, destacando o comportamento das operadoras e seguradoras e a siia influência para os consumidores. A partir do estudo realizado, a principal constatação foi a de que as operadoras de planos e seguros de saúde estão utilizando diversos mecanismos de compartilhamento de risco, buscando inibir a sobreutilização dos serviços prestados, mesmo que isto acabe onerando os consumidores.; Supplemental medicai assistance in Brasil has expanded greatly over the last tem years. Today it serves, more than 25% of the population. To study the relationships that exist between the client and suppliers that make up this market and the lack of information which comes from these relationships...

‣ Perigo moral na crise financeira de 2007-2008 : as agências de rating

Velazquez, Ricardo Lengler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.2862%
Este trabalho apresenta uma avaliação do impacto que as agências de rating norte-americanas – Moody´s, Fitch e Standard & Poor´s – tiveram no desenvolvimento e surgimento da crise financeira de 2007-2008. Ele usa a teoria da economia da informação para identificar falhas de mercado denominadas de perigo moral, que surgiram entre as relações de diversos agentes econômicos com essas agências. O estudo ateve-se aos agentes mais representativos da economia: órgãos reguladores, instituições financeiras de diversos fins e investidores em geral. A análise é focada no período imediatamente anterior à crise, contudo apresenta informações que remontam a outros períodos. Apresentamos brevemente a teoria da economia da informação e de perigo moral especificamente. Avaliamos as peculiaridades dessa crise em um contexto histórico. Identificamos uma série de situações de perigo moral que dificultam o trabalho e a divulgação para o mercado das avaliações feitas por empresas de classificação de risco. Tais problemas surgiram através de fatores que aumentavam a assimetria de informação no mercado de rating. Dentre alguns deles, citam-se: fraco marco regulatório, que não pune comportamentos trapaceiros; forte intervenção estatal...

‣ Ensaios sobre o seguro desemprego no Brasil : teorias e evidências

Teixeira, Gibran da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.332427%
A presente tese de doutorado estuda duas questões referentes ao programa brasileiro de Seguro Desemprego: o impacto do benefício sobre o salário de reinserção dos trabalhadores beneficiados, bem como sobre o tempo de procura por emprego. No primeiro ensaio são apresentados alguns fatos estilizados referente ao problema de pesquisa, entre os quais destacam-se: i) Descrição Jurídica e os principais objetivos do Programa brasileiro de Seguro Desemprego; ii) O Status Quo do Programa Seguro Desemprego; iii) O Perfil do Trabalhador Beneficiado pelo Programa; iv) Salário de reinserção de trabalhadores contemplados e não contemplados pelo programa (2006-2009) com tempo de permanência no trabalho anterior entre um mês e onze meses; e v) Procura por emprego de trabalhadores contemplados e não contemplados pelo programa (2006-2010) com tempo de permanência no trabalho anterior entre um mês e onze meses. No segundo ensaio, avalia-se o impacto do benefício Seguro Desemprego sobre o salário de reinserção de seu público alvo, utilizando-se as Teorias de Job Search e do Capital Humano. Na estratégia empírica, utilizaram-se informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio - PNAD no período de 2006 a 2009, bem como o método de regressão com descontinuidade. Os resultados indicaram que para o período avaliado...

‣ How Does Deposit Insurance Affect Bank Risk? Evidence from the Recent Crisis

Anginer, Deniz; Demirguc-Kunt, Asli; Zhu, Min
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
48.348623%
Deposit insurance is widely offered in a number of countries as part of a financial system safety net to promote stability. An unintended consequence of deposit insurance is the reduction in the incentive of depositors to monitor banks, which leads to excessive risk-taking. This paper examines the relation between deposit insurance and bank risk and systemic fragility in the years leading to and during the recent financial crisis. It finds that generous financial safety nets increase bank risk and systemic fragility in the years leading up to the global financial crisis. However, during the crisis, bank risk is lower and systemic stability is greater in countries with deposit insurance coverage. The findings suggest that the "moral hazard effect" of deposit insurance dominates in good times while the "stabilization effect" of deposit insurance dominates in turbulent times. Nevertheless, the overall effect of deposit insurance over the full sample remains negative since the destabilizing effect during normal times is greater in magnitude compared with the stabilizing effect during global turbulence. In addition...

‣ Does the Good Matter? Evidence on Moral Hazard and Adverse Selection from Consumer Credit Market

BICAKOVA, Alena
Fonte: European University Institute Publicador: European University Institute
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: 472889 bytes; application/pdf; digital
Português
Relevância na Pesquisa
67.87025%
Default rates on instalment loans vary with type of the good purchased. Using an Italian dataset of instalment loans between 1995-1999, we first show that the variation persists even after controlling for contract and individual-specific characteristics, and for the potential selection bias due to credit rationing. We explore whether the residual variation in the default rates across the different types of goods is due to unobserved individual heterogeneity (selection effect) or due to the effect of the specific characteristics of the good (good effect). We claim that the two effects may be interpreted as adverse selection and moral hazard. We exploit the data on multiple contracts per individual to disentangle the two effects, and find that most of the variation is explained by the selection effect. Individuals who buy motorcycles on credit are more likely to default on any loan, while those buying kitchen appliances, furniture and computers are more likely to repay, compared to average. We conclude that there is asymmetric information in the consumer credit market, mostly in the form of adverse selection.

‣ Second-degree moral hazard in a real-world credence goods market

BALAFOUTAS, Loukas; KERSCHBAMER, Rudolf; SUTTER, Matthias
Fonte: Instituto Universitário Europeu Publicador: Instituto Universitário Europeu
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf; digital
Português
Relevância na Pesquisa
68.4303%
Empirical literature on moral hazard focuses exclusively on the direct impact of asymmetric information on market outcomes, thus ignoring possible repercussions. We present a field experiment in which we consider a phenomenon that we call second-degree moral hazard – the tendency of the supply side in a market to react to anticipated moral hazard on the demand side by increasing the extent or the price of the service. In the market for taxi rides, our moral hazard manipulation consists of some passengers explicitly stating that their expenses will be reimbursed by their employer. This has an economically important and statistically significant positive effect on the likelihood of overcharging, with passengers in that treatment being about 13% more likely to pay higher-than-justified prices for a given ride. This indicates that second-degree moral hazard may have a substantial impact on service provision in a credence goods market.

‣ Moral hazard and the demand for health services: A matching estimator approach

Pita-Barros, Pedro; Machado, Matilde P.; Sanz-de-Galdeano, Anna
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: info:eu-repo/semantics/acceptedVersion; info:eu-repo/semantics/article Formato: application/pdf
Publicado em /07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
67.87025%
We estimate the impact of extra health insurance coverage beyond a National Health System on the demand for several health services. Traditionally, the literature has tried to deal with the endogeneity of the private (extra) insurance decision by finding instrumental variables. Since a priori instrumental variables are hard to find we take a different approach. We focus on the most common health insurance plan in Portugal, ADSE, which is given to all civil servants and their dependents. We argue that this insurance is exogenous, i.e., not correlated with the beneficiaries’ health status. This identifying assumption allows us to estimate the impact of having ADSE coverage on the demand for three different health services using a matching estimator technique. The health services used are number of visits, number of blood and urine tests, and the probability of visiting a dentist. Results show large positive effects of ADSE coverage for number of visits and tests among the young (18–30 years old) but only the latter is statistically significantly different from zero. The effects represent 21.8% and 30% of the average number of visits and tests for the young. On the contrary, we find no evidence of moral hazard on the probability of visiting a dentist.

‣ Moral hazard and the demand for health services: a matching estimator approach

Pita-Barros, Pedro; Machado, Matilde P.; Sanz-de-Galdeano, Anna
Fonte: Centre for Economic Policy Research Publicador: Centre for Economic Policy Research
Tipo: info:eu-repo/semantics/draft; info:eu-repo/semantics/workingPaper Formato: application/pdf
Publicado em /02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
67.87025%
We estimate the impact of health insurance coverage beyond National Health Insurance on the demand for several health services. Traditionally, the literature has tried to deal with the endogeneity of the private (extra) insurance decision by finding instrumental variables. Since a priori instrumental variables are hard to find we take a different approach. We focus on the most common health insurance plan in Portugal, ADSE, which is given to all civil servants and their dependants. We argue this insurance is exogenous i.e. not correlated with beneficiaries’ health status. This identifying assumption allows us to estimate the impact of having ADSE coverage on three different health services using a matching estimator technique. The health services used are: number of visits, number of blood and urine tests, and the probability of visiting a dentist. Results show large positive effects of ADSE for number of visits and tests among the young (18 to 30 years old) but only the latter is statistically significantly different from zero. The effects represent 21.8 and 30% of the average number of visits and tests for the young. On the contrary, we find no evidence of moral hazard on the probability of visiting a dentist.

‣ A Note on Walrasian Equilibria with Moral Hazard and Aggregate Uncertainty

Gottardi, P.; Jerez, Belén
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
58.163438%
In a fundamental contribution, Prescott and Townsend (1984) [PT] have shown that the existence and efficiency properties of Walrasian equilibria extend to economies with moral hazard, when agents' trades are observable (exclusive contracts can be implemented). More recently, Bennardo and Chiappori (2003) [BC] have argued that Walrasian equilibria may (robustly) fail to exist when the class of moral hazard economies considered by Prescott and Townsend is generalized to allow for the presence of aggregate, in addition to idiosyncratic, uncertainty and for preferences which are nonseparable in consumption and effort. We re-examine here the existence and efficiency properties of Walrasian equilibria in the moral hazard economy considered by Bennardo and Chiappori. We show that Walrasian equilibria always exist in such economy and are incentive efficient, so the results of Prescott and Townsend continue to hold in the more general set-up considered by Bennardo and Chiappori.

‣ Corporate governance, moral hazard and conflict of interest in Italian universal banking, 1914-1933

Battilossi, Stefano
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Publicado em /02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
48.348623%
Universal banking is widely held to enjoy comparative advantages in corporate finance. Recent theories of financial intermediation argue that 'insider systems' are better suited to effectively deal with long-term growth and moral hazard problems. However, little attention (if any) is usually paid to corporate governance problems that are specific to universal banking. How can banks' ownership structure and agency problems influence their ability to address longterm growth and moral hazard problems? Under which institutional arrangements, incentives and constraints can universal banking effectively realize its potential? The paper looks at such issues through the experience of interwar Italy. The evolution of universal banking in the 1920s emerges as heavily exposed to potentially serious problems of moral hazard and conflicts of interest, due to inefficient corporate governance, lack of external controls and a moral-hazard-enhancing institutional set-up. These factors may distort bank managers' incentives, affect strategic trade-offs and lead to unsound banking. The findings are consistent with that part of corporate governance literature which points to the potential for moral hazard and conflicts of interest inherent to universal banking and emphasise the conditional and historically-specific nature of its alleged benefits.

‣ Market structure, scrappage, and moral hazard

Esteban, Susanna; Llobet, Gerard
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: info:eu-repo/semantics/acceptedVersion; info:eu-repo/semantics/article
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.87025%
In the presence of moral hazard, the optimal contract for a durable-goods monopolist is a lease with an option to buy. This contract is optimal regardless of the monopolist's ability to commit and creates inefficient scrappage.

‣ Moral hazard in the doctor's prescription in Portugal; Risco moral na prescrição médica em Portugal

Kolyban, Alla
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
48.2862%
Este trabalho mostra evidência empírica sobre a existência de risco moral na prescrição de medicamentos em Portugal. A questão é abordada numa situação onde os copagamentos de alguns pacientes são muito baixos. Assim, o principal objetivo é testar se os pacientes, que são abrangidos pelo escalão de comparticipação superior, consomem menos genéricos prescritos por médicos do que os pacientes com maior copagamento. O modelo econométrico estimado pelo Método dos Mínimos Quadrados; métodos dos Efeitos Fixos e Efeitos Aleatórios e pelo método “Equação de Estimação Generalizada” a partir de um painel de vendas dos medicamentos de Sistema Nacional de Saúde e os dados de despesas de Sistema Nacional de Saúde por mês para o período de 2004 a 2009. Os dados abrangem 38 subgrupos farmacêuticos. Os resultados mostram que quando o nível de comparticipação aumenta (ou a parte do custo que Sistema Nacional de Saúde paga) o rácio do consumo entre medicamentos genéricos e de marca diminui. É encontrada assim evidência empírica da existência de risco moral na prescrição médica. No entanto, quando é considerada a diferença de preço entre medicamentos de marca e genéricos a existência de risco moral é parcial.; This work provides evidence on the existence of moral hazard in the prescription of drugs in Portugal. The question is addressed in a setting where co-payments of some patients are very low. So the main aim is to test if patients...

‣ Endogenous Formation Of Partnerships With Moral Hazard

Espinosa, María Paz; Macho-Stadler, Inés
Fonte: Conselho Superior de Investigações Científicas Publicador: Conselho Superior de Investigações Científicas
Tipo: Documento de trabajo
Português
Relevância na Pesquisa
68.49422%
We analyze the formation of partnerships as a sequential game with moral hazard within coalitions; once formed, partnerships compete a la Cournot in the marketplace. When moral hazard within coalitions is very severe, no partnership will form. However, we show that when moral hazard is not too severe the coalition structure will be either similar to or more concentrated than it is without moral hazard. Concerning industry profits, without moral hazard too many coalitions are formed in equilibrium as compared to the efficient outcome, but moral hazard may be responsible for an inefficiency of opposite sign.; Financial support from UPV (035.321-HB021/96), Gobierno Vasco (PI-1998-86), DGES (PB 97-0603) and Generalitat (SGR 98-62) is gratefully acknowledged.

‣ O SEGURO-DEPÓSITO INDUZ RISCO MORAL? UM ESTUDO EMPÍRICO COM AS COOPERATIVAS DE CRÉDITO DO ESTADO DE MINAS GERAIS; DOES DEPOSIT INSURANCE INDUCE MORAL HAZARD? AN EMPIRICAL STUDY WITH CREDIT UNIONS FROM THE STATE OF MINAS GERAIS

Bressan, Valéria Gama Fully; Braga, Marcelo José; Resende Filho, Moisés de Andrade; Bressan, Aureliano Angel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
68.38824%
O mecanismo de seguro-depósito objetiva criar segurança e liquidez no sistema financeiro, mas,paradoxalmente, pode gerar instabilidade ao sistema, por conta  do problema de risco moral.  Os interesses conflitantes  das partes, aliados ao monitoramento imperfeito, podem induzir asinstituições financeiras sob a égide do  seguro-depósito  a expor-se a um risco  maior do que opreconizado pelo fundo gestor do fundo. Sob essa perspectiva, o presente estudo testou a hipótesede que o Fundo Garantidor de Depósitos (FGD) não induz ao risco moral, de acordo com um painel composto  de 62% das cooperativas de crédito do Estado de Minas Gerais, filiadas ao sistemaSicoob-Crediminas de janeiro de 1995 a maio de 2008. Foram testadas diversas especificações demodelos em painel utilizando-se seis proxies para a mensuração do grau de exposição ao risco das cooperativas, em conformidade com a literatura internacional. Com base nos resultados obtidos, o melhor ajuste se deu para modelos de efeitos fixos estimados por Mínimos  Quadrados Generalizados  Factíveis. Com base nos resultados das estimações dos modelos, não foi possível rejeitar a hipótese de que o FGD não induziu ao risco moral.; The deposit insurance mechanism is aimed at the security and liquidity of the financial system. But...

‣ Moral Hazard na relação contratual entre cooperativa e cooperado; Moral Hazard on the contract relation between cooperative and its members

Costa, Davi Rogério de Moura
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
68.4191%
O presente trabalho apresenta os conceitos teóricos e doutrinários que regem uma cooperativa agropecuária, as definições de Moral Hazard e faz ainda uma descrição de como o risco moral ocorre empiricamente numa cooperativa agropecuária. A partir daí é averiguado se existem mecanismos previstos nas instituições formais que regem as cooperativas brasileiras para reduzir sua presença. A lei, os estatutos, os princípios e os valores do cooperativismo estabelecem que é possível adotar mecanismos de monitoramento, incentivo e punição. Entretanto, os gestores da cooperativa estudada têm utilizado somente parte dos mecanismos de monitoramento e incentivo e não têm usado os de punição, com a justificativa de que os princípios e valores que regem o cooperativismo não permitem algumas dessas ações; This paper presents the theoretic and doctrinal concepts that rule agriculture and farming, the definitions of Moral Hazard and describes how the moral risk empirically happens in agricultural cooperatives and verifies whether there are mechanisms in Brazilian institutions to reduce the presence of these organizations. The law, the statutes, the principles and the cooperatives values establish that it is possible to adopt monitoring...