Página 1 dos resultados de 1717 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

‣ De senhoras a mulheres trabalhadoras rurais : a desordem no MSTTR

Pereira, Sonilda F. da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.457915%
Esta pesquisa tem como principal objeto a mulher trabalhadora rural e sua atuação no MSTTR, buscando dar visibilidade às suas lutas, avanços e potencialidades que são, na maioria das vezes, difíceis de serem mensurados. A pesquisa busca demonstrar a presença da mulher trabalhadora rural como “figura de desordem”, a qual, através de sua participação e ações estratégicas, interfere na estrutura do MSTTR, forçando as mudanças que vêm ocorrendo ao longo das últimas décadas, entre as quais a mudança de postura das lideranças sindicais em relação às questões de gênero. Os depoimentos das mulheres reafirmam a importância da profissional trabalhadora rural no contexto da agricultura familiar, mostrando as discriminações pelas quais passa, mas, acima de tudo, as suas estratégias e ações para superar essas barreiras, conquistando seu espaço de cidadã. Por um lado, observa-se que a nova posição da mulher trabalhadora rural está na sua atuação entre o público e o privado, tornando a divisão dessas duas esferas cada vez menos distinta. Nesse sentido, existem muitos pontos convergentes nas relações sociais entre homens e mulheres, sendo estes estratégicos para as mudanças necessárias. A constatação central é a de que houve avanços...

‣ No tecer dos fios : resistência no discurso das mulheres camponesas

Lassen, Dulce Beatriz Mendes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.788887%
Nesta Dissertação, analisamos diferentes fios discursivos que constituem o tecido do discurso do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC BRASIL). Nosso objetivo é compreender como se dá o funcionamento das práticas discursivas desse movimento social do campo: o que é (ou há de) repetição, paráfrase e saturação de discursos já sedimentados, e o que é (ou há de) deslocamento, polissemia e (re)significação?. Para isso, nesta pesquisa, filiada à Análise de Discurso pecheuxtiana, percorremos diferentes pontos do objeto em estudo, como, por exemplo, a simbolização de objetos físicos, que delimitam um imaginário de identidade para a mulher-militante, a relação entre o Movimento e o Aparelho (Repressivo) de Estado, e o questionamento ao modo como o Aparelho Ideológico Escolar oferece a educação aos camponeses. Observamos, por um lado, enunciados que são próprios à Formação Discursiva das Mulheres Trabalhadoras do Campo que regula o dizer desses sujeitos e, por outro, enunciados que devem ser negados, e, ainda, como se manifestam diferentes posicionamentos da mesma Formação Discursiva. A seguir, analisamos formulações em que dizeres retornam, pela repetição de enunciados, sob a forma de pré-construídos. Ao final da Dissertação...

‣ Quando eles as matam e quando elas os matam : uma análise dos julgamentos de homicídio pelo Tribunal do Júri

Fachinetto, Rochele Fellini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.820586%
Esta tese analisa julgamentos de homicídio de casos de homens que mataram mulheres e mulheres que mataram homens, realizados no Foro Central do Porto Alegre/RS. O foco da análise repousa nos discursos dos agentes, procurando compreender que aspectos das relações de gênero são trazidos à tona para fundamentar as teses de acusação e defesa, explicitando como o espaço do Tribunal do Júri também contribui para produzir sentidos de gênero. Através de observações sistemáticas das sessões de julgamento pelo Tribunal do Júri e do registro nos diários de campo, foi possível perceber uma multiplicidade de estratégias discursivas dos agentes jurídicos que disputam a verdade neste espaço do campo. A tese mostra que há uma distinção central nos discursos produzidos neste espaço que remetem os casos ou a um contexto dos “crimes do tráfico” ou dos “crimes da paixão”. Tal distinção produz crimes e sujeitos mais aceitáveis do que outros. Os discursos produzidos no júri assumem a forma das narrativas por oposição e retomam os papéis de gênero dos envolvidos, produzindo um deslocamento constante entre os papéis de réus/rés e vítimas. Os papéis de gênero utilizados nestes discursos constituem-se como importante recurso de poder nas lutas e disputas que se estabelecem nesse espaço do campo...

‣ Movimentos sociais do campo

Casagrande, Jacir Leonir
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.692256%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1991.; O Movimento de Mulheres Agricultoras de Santa Catarina surge num contexto de lutas do meio rural pela continuidade da reprodução da vida camponesa. Quadro este que se apresenta numa linha de agravamento gradativo das dificuldades para este modo de vida e de trabalho familiar. Este coletivo, constituído a partir da problemática vivida pela pequena produção, numa perspectiva de fortalecimento das lutas de classes, de somar forças com as demais organizações do campo, projeta-se por outro lado, numa luta específica por questões que denominamos de gênero. As mulheres agricultoras se percebem submissas e subordinadas dentro da unidade de produção familiar e na própria sociedade. É a conquista da identidade de "mulher agricultora" que lhe permite direitos para o exercício pleno da cidadania. Isto confere ao movimento um caráter específico. Neste sentido, ser "mulher agricultora" na unidade de produção familiar, bem como na sociedade, lhe possibilita um avanço, rumo à emancipação plena, como ser humano. O Movimento de Mulheres Agricultoras, como sujeito e ator social, é portador de um projeto utópico de transformação social...

‣ As contribuições da licenciatura em educação do campo na transformação das relações de gênero: um estudo de caso com as educandas do assentamento Virgilândia de Formosa/GO

Pereira, Maria de Lourdes Soares
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.973438%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014.; A Educação do Campo, como projeto alternativo de sociedade coadunado aos Movimentos Sociais, tem se empenhado na luta e na conquista de políticas públicas para o campo. Nesse sentido, a Licenciatura em Educação do Campo, com sua proposta diferenciada e específica, é parte dessas políticas públicas que visa em conjunto com os (as) camponeses (as) construir um modelo de educação contra hegemônico voltado para o respeito e as especificidades dos povos do campo. Assim este trabalho busca compreender as contribuições da Licenciatura em Educação do Campo nas rupturas das relações de gênero com as mulheres egressas e estagiárias de diversas turmas, oriundas do Assentamento Virgilândia, Formosa- Goiás. Pretendemos identificar os protagonismos vivenciados por elas com visibilidade às áreas política, social, econômica, bem como a convivência delas em família e na comunidade, rompendo uma estrutura histórica de dominação e exclusão que durante séculos a elas foi imposta de uma cultura patriarcal hegemônica. O referido trabalho situa-se no campo da pesquisa qualitativa em educação caracterizada pela história de vida...

‣ As vozes das mulheres trabalhadoras rurais no assentamento Herbert de Souza município de Paracatu/MG : aprendendo com as mulheres do campo

Souza, Eleusa Spagnuolo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
78.134385%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2015.; Este estudo está centrado na ecologia humana e intencionou produzir conhecimentos socioambientais com base em relatos de mulheres do assentamento Herbert de Souza, no município de Paracatu, Minas Gerais. O município passa por um processo de desertificação em decorrência do desenvolvimento da agroindústria e de mineradoras internacionais. A região continua a ser campo do latifúndio onde a reforma agrária tem relevância, pois a luta pela terra resultou na constituição de nove assentamentos, na contramão do sistema político reinante. A metodologia escolhida foi a pesquisa-ação; os procedimentos utilizados foram a observação participante, a entrevista, a oficina e a roda de conversa. No assentamento, cerca de 46% dos assentados tiveram de vender os lotes por ausência absoluta de condições de sobrevivência; nos 54% restantes, 20 famílias têm lotes sem nenhuma atividade produtiva — sobrevivem vendendo sua força de trabalhos para fazendeiros vizinhos. A educação do campo praticamente inexiste; os alunos frequentam escolas rurais e urbanas onde não vivenciam a realidade do campo. Deslocando-se em ônibus escolares...

‣ Perspectivas sociais e dominação simbólica: a presença política das mulheres entre Iris Marion Young e Pierre Bourdieu

Miguel,Luis Felipe
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
57.70716%
O artigo trata da participação política das mulheres e de sua presença no poder político. Nessa temática, discute a tensão entre o potencial emancipacionista prometido pela incorporação de múltiplas perspectivas ao debate político e a ação reprodutora do campo. Partindo das causas que, a nosso ver, são responsáveis pela relativa ausência de mulheres dos círculos decisórios e por seu "desinteresse" pela política, discutimos as perspectivas orientadas, de uma forma ou de outra, para a solução (melhoramento) dessa situação. O artigo organiza-se em três seções. Na primeira, defende-se a posição de que a via mais promissora para justificar a necessidade de presença das mulheres passa pelo entendimento de que os espaços de deliberação devem abrigar uma pluralidade de perspectivas sociais relevantes - um conceito associado, sobretudo, à obra da teórica estadunidense Iris Marion Young. Na segunda, discute-se alguns problemas desse conceito, em especial, certa ingenuidade que marca um ideal dele derivado: a geração de um espaço plural de discussão e de tomada de decisão em função da adoção de cotas eleitorais. Utiliza-se o conceito de "campo", extraído da obra de Pierre Bourdieu, para depurar as idéias de Young dessa ingenuidade. Na terceira seção...

‣ Mulheres na ciência: vozes, tempos, lugares e trajetórias

Silva, Fabiane Ferreira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.710347%
Nesta tese investigo a inserção e a participação das mulheres no campo da ciência moderna buscando problematizar alguns dos discursos e práticas sociais implicados na constituição de mulheres cientistas. A pesquisa foi orientada pelas teorias dos Estudos Feministas da Ciência e Estudos de Gênero, bem como utilizou alguns conceitos de Michel Foucault. Neste estudo, tomo a ciência e o gênero como construções sociais, culturais, históricas e discursivas em meio a relações de poder/saber. Esta tese ancora-se metodologicamente na investigação narrativa a partir dos pressupostos de Jorge Larrosa e de Michel Connelly e Jean Clandinin. Orientada por esses autores, entendo a narrativa tanto como uma metodologia investigativa como uma prática social que constitui os sujeitos. Para compor meu corpus de pesquisa optei pela realização de entrevistas narrativas produzidas com seis mulheres cientistas atuantes em universidades públicas e numa instituição de pesquisa do Rio Grande do Sul, sendo uma da área da Farmácia, duas de Ciências Biológicas, duas da Física e a outra da Engenharia de Computação. Desse modo, busquei conhecer a trajetória acadêmica e profissional dessas mulheres, as motivações para a escolha da profissão...

‣ A dimensao de construçao social nas noçoes de "trabalho feminino" : um estudo de caso sobre o processo histórico de entrada das mulheres no chao de fábrica da Electrolux do Brasil S/A

Carlo, Juliana de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.98037%
Resumo: Este trabalho investiga as noções de "feminino" e "masculino" bem como a atribuição de funções às mulheres e aos homens que permeiam as narrativas de atores organizacionais responsáveis, direta ou indiretamente, pela entrada histórica de mulheres no chão de fábrica da Electrolux do Brasil S/A. A partir de uma revisão bibliográfica da temática da relação da mulher & trabalho e organização no campo dos estudos da organização e da psicologia social, constrói-se um referencial teórico de análise. Ou seja, parte-se do pressuposto de que concepções do que é "ser homem" e "ser mulher" e, por conseqüência, o que é "trabalho masculino" e "trabalho feminino", refletem e reforçam dimensões sócio-históricas, culturais e ideológicas na sociedade. Justifica-se esta perspectiva adotada na medida em que se entende que noções de gênero permeiam todas as práticas organizacionais e influenciam tomadas de decisões nas organizações. Coerente com o entendimento da natureza social do fenômeno sob análise, o delineamento metodológico configura-se como estudo de caso de natureza descritivo-qualitativa. Toma-se como material empírico as narrativas dos responsáveis pela contratação das mulheres, analisando-o segundo o referencial teórico adotado. Pôde-se constatar...

‣ Pr?ticas dial?gicas e cidadania no ensino de ci?ncias: uma experi?ncia educativa com mulheres e homens do campo em Curupaiti - Viseu/PA

SOUSA, Jos? de Moraes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.82244%
O presente trabalho, intitulado Pr?ticas Dial?gicas e Cidadania no ensino de ci?ncias: uma experi?ncia educativa com mulheres e homens do campo em Curupaiti ? Viseu,/PA, foi desenvolvido com uma turma de 2? etapa de Educa??o de Jovens e Adultos ? mulheres e homens do campo. Tem como objeto de estudo pr?ticas pedag?gicas de Educa??o em Ci?ncias que consideram como ponto de partida para a constru??o de conhecimentos as realidades dos educandos, visando uma educa??o dial?gica e interdisciplinar em prol de sua forma??o cidad?. Objetiva investigar se tais pr?ticas pedag?gicas contribuem para uma educa??o dial?gica e interdisciplinar em prol de sua forma??o cidad?. A quest?o de pesquisa ? expressa do seguinte modo: Em que termos pr?ticas pedag?gicas que consideram as realidades de alunos do campo na modalidade de Educa??o de Jovens e Adultos contribuem para uma educa??o dial?gica e interdisciplinar na educa??o em ci?ncias, como media??o para a forma??o para a cidadania? Trata-se de uma pesquisa qualitativa na abordagem pesquisa-a??o, de natureza narrativa. As a??es pedag?gicas desenvolvidas foram relacionadas ? alimenta??o humana, ao plantio de feij?o como atividade econ?mica e a projetos de agricultura familiar na perspectiva da agroecologia. Os instrumentos de pesquisa utilizados foram di?rios e entrevistas n?o estruturadas. S?o analisadas tr?s pr?ticas pedag?gicas desenvolvidas com a turma...

‣ G?nero, saber e poder: mulheres nas engenharias da Universidade Federal do Par?

CORR?A, Raimunda de Nazar? Fernandes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.8641%
O objetivo geral desta pesquisa ? compreender e explicar as quest?es de g?nero e suas implica??es, envolvendo saber especializado e poder, com leitura nas rela??es desiguais entre homens e mulheres no campo das engenharias. Com recorte na Universidade Federal do Par? (UFPA), mais precisamente nos cursos de Engenharia Civil e Engenharia de Minas e meio Ambiente, evidenciados neste estudo pelo fato de aglomerarem o maior e o menor contingente feminino respectivamente. Por se tratar de um campo que historicamente tem sido ocupado majoritariamente pelos homens, h? de se considerar que mulheres ao fazerem essa op??o profissional enfrentam desafios sociais e culturais que permeiam as rela??es entre sexos. Deste modo, busca-se tamb?m compreender as motiva??es e as influ?ncias que as levam escolher a ?rea das engenharias, bem como as dificuldades que enfrentam, as estrat?gias que utilizam para se manterem neste campo, e suas perspectivas quanto ? profiss?o. A investiga??o adotada para a pesquisa combinou levantamento bibliogr?fico, estat?stico, documental e fotogr?fico, com a realiza??o de entrevistas semiestruturadas abordando discentes e docentes femininas dos dois cursos de engenharia selecionados, as quais, atrav?s da hist?ria oral, puderam relatar suas experi?ncias vividas no cotidiano acad?mico e profissional. Os resultados desta investiga??o associados ? teoria pertinente revelou que embora tenha aumentado a inser??o de mulheres nos cursos de engenharias da UFPA...

‣ Protagonismo feminino e consciência política: uma análise do papel da economia solidária na ação política da União Popular de Mulheres de Campo Limpo e Adjacências; Women's protagonist role and political consciousness: an analysis of the role of solidarity economy in the political action of the União Popular de Mulheres de Campo Limpo e adjacências

Pudenzi, Ana Gabriela Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.03525%
As diversas formas de ação coletiva promovidas pelas mulheres ao longo da história têm sido capazes de oferecer respostas concretas para a superação de sua condição de subordinação dentro da sociedade. Nesse ínterim, o trabalho remunerado e a participação política têm se constituído enquanto processos que contribuem para a construção de sua autonomia econômica, política e social. Este trabalho buscou pesquisar um movimento popular organizado por mulheres que surgiu na década de 1970, na periferia sul da cidade de São Paulo, a União Popular de Mulheres de Campo Limpo e Adjacências (UPM). Por meio de seis entrevistas realizadas com pessoas atuantes no período de fundação da entidade e de pessoas que trabalham nela atualmente foi possível desenhar a trajetória histórica dessa organização, e construir reflexões observando os diferentes papéis dos sujeitos envolvidos, bem como a peculiaridade de cada período histórico. Com a análise da consciência política das atrizes e atores envolvidos na UPM, na perspectiva da Psicologia Política, buscamos nos debruçar sobre as construções e desconstruções desse coletivo acerca do protagonismo feminino e do desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária...

‣ Mulheres em Movimento...: Os limites do espaço e do gênero em face do movimento de mulheres trabalhadoras rurais no Tocantins; Women on the move...: The limits of space and gender in the face of the movement of rural women workers in Tocantins

Santos, Gleys Ially Ramos dos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.92143%
Social relations on the land in the State of Tocantins accompanies the national scene and are full of conflict and violence . Are present in Tocantins , various social movements including the MST and the MAB , which brings a particular articulated by Via Campesina in Brazil - joint and coordinated actions throughout the state, occupying places representative to get the visibility and social state . These are actions that arose objectives of this thesis. By Via Campesina , MST and MAB , women within their movements initiated an action agenda against landlordism , poverty and social neglect , the invasions of the government and the consortium of energy and land reform . The particularity expressed , not only in unified agenda , but the guys who are making these actions and potential struggles - women farmers and rural workers of various social groups ( social movements , trade unions , NGOs , church, etc.) . Therefore , this research aims to understand the spatial distribution of the Women's Movement Field in Tocantins in their different positions and scales of action . For elaboration of the idea of a women's movement , we use the currents of thoughts that discuss space (Geography) , Gender (Feminist critics) and social movements , but we had more affinity with the scientific analysis poststructuralist and postcolonial ...

‣ Somos todas margaridas : um estudo sobre o processo de constituição das mulheres do campo e da floresta como sujeito político; We are all Daisies : a study on the process of constitution of the women from the country and from the forest as political subject

Vilenia Venancio Porto Aguiar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
78.031675%
A tese problematiza, de um modo específico, a constituição do sujeito político. De modo específico, porque situado no espaço e no tempo: a análise parte de uma etnografia da Marcha das Margaridas 2011, aqui considerada um movimento que se expressa numa manifestação pública, assumindo a forma de uma marcha que ocorre a cada quatro anos na capital federal, Brasília. Ao mesmo tempo que procura estabelecer processos de diálogo e negociação com o Estado, a Marcha busca dar visibilidade às mulheres do campo e da floresta, categoria negociada no processo de construção da Marcha que abarca uma pluralidade e uma diversidade de mulheres, agricultoras familiares, trabalhadoras rurais, assentadas, quebradeiras de coco, seringueiras, extrativistas, ribeirinhas, pescadoras, quilombolas, mulheres do campo, das águas e das florestas. A tese discute a constituição desse sujeito político em termos de pluralidade, diversidade e de busca de uma linguagem e de uma identificação que agregue os seus diversos interesses, sem, contudo, desconsiderar as diferenças e as subjetividades. Ou, mais especificamente, reflete sobre como, considerando a sua diversidade, elas ganham existência pública como mulheres do campo e da floresta, categoria que nomeia o sujeito político da Marcha. Esta tese analisa este processo e acompanha o encadeamento da construção da Marcha das Margaridas 2011 até a caminhada...

‣ A arte de cuidar : a formação do campo profissional

Maria Jose dos Santos Rossi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
58.19374%
Esta tese discute algumas questões sobre a formação do campo da Arte de Cuidar, do ponto de vista de uma nativa do campo, nele socializada, como uma enfermeira profissional. Procuro localizar e explicitar de onde estou falando, discutir a minha participação no campo da enfermagem e a metodologia utilizada para realizá-lo. Sem pretender estabelecer linearidade histórica, procuro desvelar as descontinuidades que compuseram a conformação do campo. Caminho desde a vigência do que chamei "paradigma mágico-religioso", em que as idéias hegemônicas eram as religiosas, até o advento das idéias científicas mais voltadas para o corpo, aparecendo como um complexo que denominamos "paradigma biológico-cientificista", na segunda metade do século XIX. O trabalho foi concebido em três capítulos, cada um com uma subdivisão pertinente. No primeiro, trato da Arte de Cuidar na Europa, a partir dos tipos surgidos registrados pela História, como a mulher sábia, a bruxa, a irmã de caridade, a enfermeira profana, chegando a Florence Nightingale, como o mito de origem da enfermagem moderna. Aqui busco o elo da tradição e os nexos sociais entre a Arte de Cuidar e a mulher da Era vitoriana na Inglaterra. O saber da mulher como arte de cuidar da vida...

‣ O impacto social do turismo rural no papel das mulheres campesinas

Carvalho, Maysa Sena de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
58.083237%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, 2013.; A dissertação investiga as relações entre as práticas do turismo rural e seus impactos sociais sobre os papéis das mulheres no espaço rural. Tais papéis foram apreendidos a partir da reflexão teórica e da pesquisa de campo realizada em três roteiros turísticos, nos municípios representativos do objeto de investigação, que têm como recorte espacial unidades de produção pertencentes aos programas do Ministério do Turismo, especificamente do projeto denominado Talentos do Brasil Rural: Turismo e Agricultura Familiar a Caminho dos Mesmos Destinos. As questões de pesquisa que nortearam este trabalho foram: desvelar como estão sendo impactados os papéis das mulheres rurais pela produção associada ao turismo nas famílias participantes dos roteiros; mostrar os impactos causados nas relações familiares a partir da mudança dos papéis das mulheres no espaço rural, no processo de hospitalidade turística; e identificar as alterações nas posições de poder e na autoestima das mulheres no espaço rural inseridas nos roteiros. A perspectiva teórico-conceitual utilizada permitiu abordar o tema relacionando com as categorias de agricultura familiar...

‣ Mulheres na agricultura familiar do semiárido norte-mineiro : divisão social do trabalho e gênero no Projeto Jaíba

Neta Barbosa, Ana Alves
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.781484%
Este estudo aborda a situação de vida e trabalho das mulheres na agricultura familiar no semiárido norte-mineiro, com foco na divisão social do trabalho e gênero no Projeto Jaíba. Nesse contexto elegeu-se a Etapa I, na área A: NS1 e NS2 como locus desta tese desenvolvendo os seguintes objetivos: analisar dinâmicas de vida e de trabalho feminino e gênero na agricultura familiar no Projeto Jaíba; caracterizar e analisar a sociodemografia e o trabalho das mulheres do Perímetro do Projeto Jaíba; analisar trabalho e renda das mulheres na agricultura familiar do PJ, considerando os fatores de inclusão/exclusão vinculados ao gênero; analisar dinâmicas de gênero, divisão social e sexual do trabalho na família, na atividade agrícola e a situação de vida e trabalho das mulheres do PJ e, por fim; discutir políticas públicas e gênero na agricultura familiar do PJ, na perspectiva do empoderamento feminino e do desenvolvimento rural. O estudo, de cunho qualitativo, contou com a participação de mulheres agricultoras, agentes de mediação, membros da família e presidentes de associações. Foram totalizadas entrevistas com vinte e duas (22) mulheres da Área A, seis (6) agentes de mediação e seis (6) membros da família...

‣ Violências contra as mulheres do campo: (des) caminhos nas trajetórias de lutas e de vidas

Carissimi, Fabrícia Santina de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
88.11499%
As violências contra as mulheres têm sido “objeto” de pesquisa em vários domínios do saber, o que demonstra a amplitude e a complexidade dessa problemática na sociedade brasileira. Para as mulheres do campo, que vivem em diferentes contextos rurais, como, Acampamentos, Assentamentos, Quilombos e outros, é uma realidade pouco explorada pelos/as pesquisadores/as. Diante disso, esta investigação tem por objetivo estudar o fenômeno das violências contra as mulheres nos espaços rurais para, assim, refletir sobre as relações de gênero, além de discutir sobre as políticas públicas direcionadas a esse grupo social, bem como a participação dos movimentos sociais no contexto de efetivação de estratégias ante as situações de violências no campo, considerando suas especificidades e particularidades. O recorte temporal delimitado situa-se entre os anos 2006 e 2012, caracterizando o que se denomina como História do Tempo Presente, partindo de uma realidade social: o Assentamento Geraldo Garcia, localizado, no município de Sidrolândia, Estado de Mato Grosso do Sul. As análises de abordagem quantitativa e qualitativa centraram-se na perspectiva de gênero, do patriarcado e feminista, com a utilização de diferentes técnicas e fontes de pesquisa...

‣ A alternância como elo articulador na formação de educadores e educadoras do campo; Alternation in the rural educators training process

Trindade, Domingos Rodrigues da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.024814%
Este trabalho é um recorte da pesquisa de mestrado realizada na Faculdade de Educação/UnB, junto à linha de pesquisa Ecologia Humana e Práxis Pedagógica, na área de concentração Educação e Ecologia Humana, eixo Educação do Campo, cujo título é "O potencial da Licenciatura em Educação do Campo da UnB para a produção de ações contra-hegemônicas: um estudo de caso no Assentamento Itaúna em Planaltina de Goiás". Realizou-se um trabalho de campo no qual as técnicas de grupo focal, entrevista semi-estruturada, observação e análise documental constituíram os principais instrumentos de coletas de dados. Os sujeitos desta pesquisa foram oito estudantes da segunda turma da Licenciatura em Educação do Campo/UnB, que residem no Assentamento Itaúna (três homens e cinco mulheres); quatro docentes do referido curso que orientam e acompanham a Inserção Orientada na Escola do Campo e na comunidade (uma mulher e três homens); uma diretora, uma coordenadora pedagógica, cinco docentes (quatro mulheres e um homem), doze educandos(as) (nove homens e três mulheres) da escola de inserção e quatro pessoas do Assentamento Itaúna. Neste texto, apresenta-se uma reflexão sobre a compreensão de Alternância no processo de formação de educadores e educadoras do campo. Os resultados da pesquisa apontam que...

‣ A organização das mulheres extrativistas na região Sudoeste mato-grossense, Brasil

Mendes, Maurício Ferreira; Universidade Federal de Goiás (UFG); Neves, Sandra Mara Alves da Silva; Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT); Neves, Ronaldo José; Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT); Silva, Tânia Paula da; Universidade
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
57.69168%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2014000100005Culturalmente a região Sudoeste mato-grossense é diversa, podendo ser atribuída à existência de populações migrantes e às comunidades tradicionais. Objetivou-se discutir a organização das mulheres do campo na região Sudoeste mato-grossense, que obtêm sua remuneração e contribuem para o aumento da renda familiar através do extrativismo sustentável de frutos nativos do Cerrado (Savana). O delineamento utilizado foi o estudo de caso. Os recursos financeiros obtidos pelas mulheres são expressivos e têm contribuído de maneira significativapara a sobrevivência do grupo familiar, como também para o reconhecimento de sua força de trabalho e na conquista de cidadania. Entretanto, as políticas públicas precisam ser ajustadas de modo a valorizar o trabalho das mulheres para a produção e reprodução familiar no campo e sua contribuição social no desenvolvimento regional.