Página 1 dos resultados de 127 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

‣ O idoso do município de Arambaré-RS : um contexto rural de envelhecimento

Silva, João Luis Almeida da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.41977%
Este estudo insere-se em um Programa Interdisciplinar de Pesquisa (PROINTER), em que a temática geral é fundamentada na “Evolução e diferenciação da agricultura, transformação do meio natural e desenvolvimento sustentável em espaços rurais do sul do Brasil”. O PROINTER é um acordo de cooperação entre Universidades brasileiras (UFRGS e UFPR) e francesas (Bordeaux 2, Paris 7 e Paris 10), agregando pesquisadores de várias áreas do conhecimento com o intuito de inter-relacionar os diferentes olhares na busca de soluções para o desenvolvimento dos municípios da Metade Sul do Rio Grande do Sul. A área inicial de pesquisa é formada pelos municípios de Arambaré, Camaquã, Canguçu, Chuvisca, Cristal, Encruzilhada do Sul, Santana da Boa Vista e São Lourenço do Sul. A área da saúde, no contexto do PROINTER, fundamenta-se na perspectiva das Interfaces entre a Saúde Pública e a Antropologia em torno das Desigualdades Sociais no Meio Rural, priorizando segmentos mais fragilizados da população, como os idosos. O presente estudo, portanto, objetivou caracterizar através de um enfoque sociodemográfico e epidemiológico as condições de vida e saúde dos idosos do meio rural de Arambaré, bem como, as concepções que envolvem o envelhecimento e a qualidade de vida. A metodologia para alcançar os objetivos combina a análise quantitativa com a qualitativa...

‣ Causas e consequências da evasão de jovens da comunidade rural de São Vitor, município de Camargo/RS

Zótis, Tássia Scariot
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.344727%
Ao referir-se à agricultura familiar, vem à tona o assunto da sucessão familiar nos estabelecimentos agrícolas. Na atualidade as famílias das zonas rurais são cada vez menores e esse é um fator que eleva o êxodo rural. Esse fator influencia fortemente nos processos sucessórios no meio rural, pois conduz ao envelhecimento da população e à masculinização do referido meio, devido ao predomínio da migração feminina. Assim, torna-se importante pesquisar o motivo desta tendência, isto é, analisar as causas e as consequências da evasão de jovens no processo de sucessão familiar do meio rural. Para tanto se escolheu a comunidade de São Vitor, interior do município de Camargo/RS, para analisar tais processos. Buscou-se identificar se na localidade, vem ocorrendo evasão de jovens nas atividades agrícolas; identificar para onde vão os jovens que saem do meio rural e as possíveis causas dessa migração; identificar as relações e distinções de gênero no processo do êxodo rural e analisar os processos de envelhecimento e masculinização no meio rural. Como ferramentas metodológicas foram utilizadas o embasamento teórico, a aplicação de entrevistas e a análise da localidade. Os resultados apontam para uma disposição dos jovens...

‣ Mudanças nas relações de trabalho e gênero no turismo rural

Lunardi, Raquel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.69202%
O meio rural brasileiro está passando por ressignificações nas últimas décadas, o que tem provocado uma emergência de dinâmicas sócio-espaciais heterogêneas e multifuncionais. Em resposta a este ambiente de mudanças surgem novas formas de uso do espaço rural relacionadas ao consumo de novos produtos e serviços, o que tem permitido que o rural, que era somente produtor de matéria prima, passe a ser um prestador de serviços através de opções de lazer, diversificando suas formas produtivas. Esta diversificação tem alterado o ritmo de vida local e familiar, a estrutura da organização do trabalho familiar, bem como os valores sociais e culturais dos agentes envolvidos. Diante disso, propôs-se a seguinte problemática de investigação: o trabalho no turismo rural tem permitido a ocorrência de mudanças significativas na divisão sexual do trabalho, e isso resulta na desconstrução das formas de dominação/poder no meio rural? Para dar conta desta problemática, buscou-se, como objetivo geral, compreender a organização do trabalho em empreendimentos de turismo rural e seus reflexos sobre as relações de gênero em famílias rurais gaúchas. Objetivou-se, ainda, descrever a trajetória do processo de implantação do turismo rural nas propriedades...

‣ O êxodo e a masculinização no meio rural de Quaraí – Rio Grande do Sul : entraves ao desenvolvimento rural

Magalhães, Fábio Barreto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.61719%
O êxodo rural, fenômeno causador da baixa densidade populacional do município de Quaraí é uma realidade bastante nítida e de forma bastante vultuosa, causando assim inúmeros prejuízos ao meio rural, interferindo diretamente no aumento da produção das unidades familiares. Com a migração de pessoas ao meio urbano o rural, por sua vez vem apresentando desequilíbrios demográficos, econômicos, sociais e culturais, causados pela modernização constante das atividades agropecuárias produtivas. O meio rural de um município, que tem como função proporcionar aos moradores locais uma vida sustentável e digna com a preservação das suas características, mas o envelhecimento e a masculinização da população, podem comprometer o cenário rural. O abandono do campo não se trata de um acontecimento moderno e sim é um distinto e notório processo que aumenta consideravelmente com a industrialização e urbanização da sociedade atual. A modernização da agricultura é fator preponderante desta dinâmica, mesmo que sua origem e seu conteúdo possuam algumas particularidades características de tal fenômeno. Assim, neste trabalho, foram examinadas duas grandes tendências recentes internas do Rio Grande do Sul e mais especificamente no âmbito municipal...

‣ Violência familiar no meio rural de São Lourenço do Sul e políticas públicas de enfrentamento

Timm, Fernanda Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
78.52684%
Neste estudo abordou-se a questão da violência contra mulheres no meio rural de São Lourenço do Sul. O objetivo geral incluiu estudar índices de registros de ocorrências de agressão, especificamente de lesão corporal em mulheres que vivem no meio rural, no período compreendido entre os anos de 2006 a 2012. O foco da pesquisa foi voltado para o tema da violência familiar, além da análise e reflexão dos resultados relacionando-os com políticas públicas existentes e instituídas após a promulgação da Lei Maria da Penha, lei de n°11.340 no ano de 2006. A metodologia utilizada foi de cunho qualitativo e quantitativo, uma vez que realizou-se a coleta de dados e a leitura de bibliografias relacionadas ao tema. Com os resultados foi possível observar a diminuição dos casos oficiais de violência nos lares rurais do local de estudo.; This study addressed the issue of violence against women in rural São Lourenço do Sul. The overall objective indices included studying records of occurrences of aggression, specifically injury in women who live in rural areas, in the period between years 2006-2012. The focus of the research was focused on the issue of family violence, as well as analysis and reflection of results relating them to existing public policies and instituted after the enactment of the Maria da Penha Law...

‣ A participação da mulher na agroindústria familiar na perspectiva do desenvolvimento rural sustentável

Tonial, Magda Aparecida Limberger
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.114927%
O objetivo desse estudo é examinar a participação das mulheres nas dinâmicas de agroindustrialização da produção familiar, desde a gestão até a comercialização. A pesquisa foi feita no município de Rolante, localizado na Encosta da Serra, no Vale dos Sinos - Paranhana, próximo à região Metropolitana de Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul, que vem desenvolvendo uma política pública de produção e agroindustrialização e comercialização de alimentos, com a finalidade do abastecimento local e regional. Para tanto, se utilizou a análise qualitativa e a coleta de dados para verificar a realidade social, econômica e cultural em que estão inseridas as mulheres rurais, na política de agroindustrialização da produção de alimentos pela agricultura familiar. Constatou-se que as mulheres que têm acessado essa política estão em uma faixa etária social produtiva e possuem um nível de educação superior ao que se identificava, acenando uma nova realidade da escolarização no rural. Verificou-se ainda que mulheres rurais e os mediadores do desenvolvimento rural têm somado conhecimentos e uma força coesa na implantação e condução das agroindústrias familiares. A participação da mulher no espaço da agroindústria está relacionada à tomada de decisão pautada na garantia de sua autonomia e as interfaces de conhecimento...

‣ Da invisibilidade ao reconhecimento

Herrera, Karolyna Marin
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132 p.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
78.963364%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2015; Esta dissertação pretende problematizar a situação de invisibilidade e falta de reconhecimento da mulher no meio rural, através da reflexão das possibilidades de superação de sua condição aos olhos da sociedade e da própria família rural. Para tanto, foi proposta a adoção de uma nova perspectiva analítica dentro do âmbito da sociologia rural que pudesse priorizar os aspectos multifuncionais da agricultura, com o objetivo de ir além das abordagens de orientação meramente produtivista, oriundas da visão econômica dominante. Os efeitos diretamente percebidos da invisibilidade das mulheres estão relacionados com a caracterização das agricultoras como "ajudantes" na produção agrícola. Assim, também, pela absoluta falta de reconhecimento das tarefas realizadas no âmbito privado, relacionadas aos trabalhos doméstico e de care e de suas atuações na produção para autoconsumo - que englobam os trabalhos com as casas, hortas, pomares e quintais - que apesar de serem essenciais para a manutenção da vida, para a reprodução biológica e social e para o bem-estar...

‣ Desenvolvimento rural, mulheres e terra – Um olhar sobre Timor- Leste

Narciso, Vanda Margarida; Henriques, Pedro Damião de Sousa
Fonte: Anais do XLVI Congresso da SOBER Publicador: Anais do XLVI Congresso da SOBER
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
79.10606%
O caminho percorrido para que as questões do género e do desenvolvimento e em especial a sua interligação sejam assuntos importantes e alvo de atenção tanto académica como política, foi longo. Várias áreas do conhecimento, como a sociologia, a antropologia e a economia, contribuem para a construção do conhecimento neste domínio, a par de outras mais recentes como os estudos feministas e os estudos póscoloniais. Como resultado, as teorias e os conceitos sobre a relação das mulheres com o desenvolvimento e os efeitos deste sobre as mulheres têm sido vários. O objectivo deste trabalho foi em primeiro lugar caracterizar o papel da mulher no desenvolvimento rural, identificando as suas funções, as principais abordagens utilizadas e a sua situação perante o enquadramento jurídico internacional. Em segundo lugar fazemos uma análise da situação da mulher em Timor-Leste, abarcando aspectos sociais, nomeadamente os papéis de género, da família, e o acesso aos recursos naturais. Faz-se igualmente uma leitura da situação da mulher perante o direito positivo e o sistema costumeiro. A análise recorreu a informação documental e a observações e dados recolhidos no local em 2000 e 2003. Os contributos que as mulheres de Timor-Leste poderão dar ao desenvolvimento do seu país está bastante condicionado pelas desigualdades de género presentes no direito consuetudinário...

‣ O acesso à água e o desenvolvimento em África

Branco, Manuel Couret; Henriques, Pedro Damião; Carvalho, Maria Leonor da Silva
Fonte: Universidade de Évora / Comissão Executiva do 2.º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural / Universidade Metodista de Angola Publicador: Universidade de Évora / Comissão Executiva do 2.º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural / Universidade Metodista de Angola
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.037227%
Se se quiser melhorar o nível de vida das populações em África, a oferta de água é um dos serviços que deve ser fornecido nas próximas décadas. Tendo em conta o papel que a recolha e distribuição de água tem no desenvolvimento, o primeiro aspecto a ser tratado neste artigo diz respeito ao processo pelo qual a água tem vindo a ser transformada em mercadoria. Desta mercantilização da água resulta não só que o seu consumo pode ser desigualmente distribuído entre as pessoas mas também a possibilidade de alguns seres humanos se- rem excluídos do acesso à água. Como consequência deste facto, a Organização Mundial de Saúde acredita que mais do que mil milhões de pessoas são pri- vadas do acesso básico à água. Estima ainda que cerca de 2,3 mil milhões de pessoas sofrem de doenças relacionadas com a água, tanto no que respeita à sua escassez como à sua pobre qualidade. Este será o segundo aspecto a ser examinado como um bom exemplo de restrição ao desenvolvimento. Na verdade, o Relatório do Desenvolvimento Humano de 2006 a+rma que os custos directos e indirectos de manutenção do de cit corrente de provisão de água potável em países em vias de desenvolvimento representam nove vezes o custo de fornecer uma cobertura universal...

‣ Desenvolvimento sustentável com perspectiva de gênero - Brasil, México e Cuba: mulheres protagonistas no meio rural

Lisboa,Teresa Kleba; Lusa,Mailiz Garibotti
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.857446%
Este artigo traz para o debate as concepções de alguns autores sobre desenvolvimento sustentável e, a partir de uma pesquisa realizada em três países (Brasil, México e Cuba), ressaltamos o protagonismo das mulheres camponesas junto à produção de alimentos e ao manejo de recursos naturais; a força dos movimentos de mulheres camponesas na conquista de direitos; e a decisiva participação das mulheres na definição e propostas de políticas públicas que garantam a equidade de gênero no meio rural. Uma breve análise comparativa nos leva a deduzir que o modelo de desenvolvimento, nos três países, ainda prioriza a figura masculina no espaço agrícola, no que se refere à titularidade da terra, ao acesso à crédito e à aquisição de equipamentos ou outros recursos materiais. Sugere-se que, tanto em Cuba, um país socialista, como no México e Brasil, países capitalistas, os pressupostos das políticas sociais direcionadas para as trabalhadoras rurais devem levar em conta as necessidades básicas das mulheres camponesas para garantir um desenvolvimento mais humano e sustentável

‣ UMA FONTE DE ÁGUA VIVA: A participação das mulheres no assentamento Arizona São Miguel do Gostoso-RN

Silva, Marialda Moura da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.860054%
Cette étude cherche á comprendre la signification sociale de La participation des féminine dans le contexte de l organisation des périmétres de réforme agraire. Elle est construite autour de la mise en évidence des effets de cette participation dans la vie des femmes et dans les relations qu elles établissent avec leurs familles et avec la communauté du périmétre. Les données ont été obtenues á partir d observations participatives, entretiens et discussions. Elles ont permis d identifier les relations de genre et de pouvoir, construites autour du processus d organisation du périmétre de Arizona, dans la préfecture de São Miguel do Gostoso, Rio Grande do Norte, région de l étude. L analyse s est concentrée sur lês dynamiques liées á la lutte pour l accés á la terre, pour identifier différentes formes de participation de femmes et d hommes, en recherche d alternatives pour s installer dans ce contexte. On constate la participation des femmes á diverses formes d activités inhérentes á l organisation du quotidien en milieu rural, principalement pour la recherche d améliorations des conditions de vies, pour elles et leurs familles. Pour cela elles tissent des liens de solidarité et d amitié, occupent les espaces politiques et de décision...

‣ Desenvolvimento e autonomia das mulheres: uma avaliação do POPMR na região oeste potiguar - 2008/2012

Bezerra, Maria da Conceição Dantas Moura
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
79.3787%
The dissertation evaluates about Rural Women s Productive Organization Program effectiveness of Western Rio Grande do Norte(2008-2012). Specifically, it has aimed to: 1) Describe about Rural Women s Productive Organization Program characteristics in Western Potiguar Region; 2) Investigate which social economic changes the program has caused in Rural Women s lives from Western Potiguar Region; 3) Evaluate whether women s participation in the feminist social movement has contributed in order to facilitate access to the program; 4) evaluate whether rural women s participation from western Potiguar region in POPMR has provoked some questions in relation to labor sexual division in policy all female users or whether it has amplified their capacities for their economical autonomy conquest. The evaluation has been as reference the development concept as freedom according to Amartya Sen (2000) and labor sex division sustained by separation and hierarchy activities performed by men and women according to Kergoat (2009). The qualitative character investigation was made up by a bibliographical and documental research, semi-structured interviews and focal group. The interviews with female mediator agents and female public managers have demonstrated the paths how to create the program by explaining the difficulties and possibilities. The research was concluded with focal groups that had accessed POPMR in western region. With the methodological instruments used...

‣ Programa de documenta????o da trabalhadora rural

Brasil. Minist??rio do Desenvolvimento Agr??rio (MDA). Assessoria Especial de G??nero, Ra??a e Etnia
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
Português
Relevância na Pesquisa
68.780225%
No Brasil, h?? uma escassez de informa????es estat??sticas sobre a aus??ncia de documenta????o civil e trabalhista, al??m de outros problemas relacionados a esse tema, como dispers??o de ??rg??os emissores, aus??ncia de recursos da popula????o pobre para custear a emiss??o dos documentos,desinforma????o sobre os pr??-requisitos para a sua obten????o, falta de reconhecimento da cidadania plena das mulheres. Por reivindica????o dos movimentos sociais, o governo federal, por meio do Minist??rio do Desenvolvimento Agr??rio (MDA) e do Instituto Nacional de Coloniza????o e Reforma Agr??ria (Incra), implantou, em 2004, o Programa Nacional de Documenta????o da Trabalhadora Rural (PNDTR). O programa j?? atendeu mais de 275 mil mulheres com a emiss??o de 561 mil documentos e incrementou a participa????o delas nas pol??ticas de desenvolvimento rural. A iniciativa envolve diversos ??rg??os governamentais e a representa????o da sociedade civil, por meio de comit??s gestores; N??mero de p??ginas: 09 p.; Pol??ticas Setoriais. Pol??ticas Intersetoriais; Inova????o; Iniciativa premiada no 13?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Andrea Lorena Butto Zarzar. A????es premiadas no 13?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal ??? 2008; ??reas tem??ticas: Arranjos institucionais para coordena????o e/ou implementa????o de pol??ticas p??blicas; Arranjos institucionais e articula????o de parcerias; Arranjos institucionais para coordena????o e implementa????o de parcerias; Articula????o de Parcerias; Articula????o de parcerias e Gest??o Participativa; Sociedade e Cidadania

‣ Mulher, desenvolvimento e meio ambiente: a experiência da Associação Mãos Mineiras

Filippo, Mana Margarida Santos di
Fonte: Mestrado em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia Publicador: Mestrado em Administração; UFLA; brasil; Departamento de Administração e Economia
Tipo: Dissertação
Publicado em 04/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
69.16494%
This work discusses the issue ofwoman, development and environment. It is aimed to identify the development strategies under a gender perspective and to verify woman's contribution in the rural development. The methodology of the research is based on a qualitative approach through the case study of Associação Mãos Mineiras (Mãos Mineiras Association), located in the town of Lima Duarte, Zona da Mata, Minas Gerais. For data collection, the interview was used, on the basis of semi-structured questionnaires and the focusedinterview. As a pioneering experience in that region, started in 1988, the intention ofthe Association was to contribute to the generation ofincome of the rural population. The associated women produce feeding complements and handicraft done from reutilizable material. The developmental strategies ofthe Association involve, in an articulate way, the economical activity, with emphasis on solidaristic socioeconomics, the sustainabihty of environment, the valorization of the local knowledge and the improvement of the condition ofthe woman's life. The developmental strategy under a gender perspective has been addressed to woman's emancipation through work. It still includes the participation as an organization and empowering and the access warranty to a pubhc space of sociability and social leaming. The women presente a close relationship with the survival and the cares of the family. They recognize that the social and human aspects are fundamental to an authentic developmental process. The associative experience has been collaborating for the flexibleness of the relationships of gender of that group...

‣ Desenvolvimento e território

Dalfovo, Wladson
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.42326%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2009; O presente estudo analisa a construção dos saberes acerca do desenvolvimento a partir dos processos de Territorialização-Desterritorialização-Reterritorialização (T-D-R) no Assentamento Contestado, localizado no município de Fraiburgo, meio oeste catarinense. Os sujeitos investigados vivem e trabalham em uma agrovila, composta por cinco famílias, ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra - MST, integrantes de uma Cooperativa de Produção Agrícola - CPA. Esse modelo de desenvolvimento rural adotado pelo MST está baseado num sistema de produção coletivizada no campo, concebida como um "sistema de cooperação integral", pois além da produção, as demais atividades associativas são realizadas coletivamente e a terra tem um uso comum. Através de uma bibliografia especializada, é apresentada uma ideia geral sobre o desenvolvimento e confrontada com os processos de T-D-R, sendo possível observar a existência de um saber singular entre os agricultores acerca deste tema. Há uma interação com outras formas de saberes, que emergem dos vários territórios que perpassam o espaço social...

‣ Pluriatividade e relações de gênero na agricultura familiar do Rio Grande do Sul

Silva, Carolina Braz de Castilho e
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.63414%
Esta dissertação aborda as consequências da pluriatividade para as relações de gênero em famílias de agricultores de dois municípios do Rio Grande do Sul, a saber, Veranópolis, localizado na região serrana e Salvador das Missões, situado na região missioneira. Apesar dos estudos de gênero abarcarem as mais diversas áreas de conhecimento, poucos são relativos ao meio rural, e mais raros os estudos que buscaram perceber a pluriatividade como fator de mudança para os papéis sociais de homens e mulheres no meio rural. O estudo apresenta dados quantitativos (disponibilizados pela pesquisa AFDLP, realizada em 2003) e qualitativos (obtidos entre 2008 e 2009), baseando-se principalmente nas contribuições de Bourdieu e na sua definição de dominação masculina (forma específica de violência simbólica) e nos papéis sociais de gênero. As análises e observações em campo indicaram que os papéis sociais feminino e masculino tendem a se manter no meio rural, embora as mulheres estejam, aos poucos, transformando suas práticas.; This dissertation addresses the consequences of pluriactivity for relations of gender in families of farmers in two municipalities of Rio Grande do Sul, namely Veranópolis, located in the mountain region and Salvador das Missões...

‣ A educação ambiental e gênero como instrumentos do desenvolvimento rural em municípios do RS

Pisoni, Estela Maris
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.742046%
Este trabalho buscou identificar e analisar porque a presença e a participação de agricultores familiares são inferiores às de agricultoras familiares nos processos de Educação Ambiental, no meio rural e a partir disto discutir as implicações desta disparidade na eficácia dos mesmos. Para tal, foi realizada pesquisa de campo em dois municípios do estado do RS que tinham trabalhos de Educação Ambiental com agricultores e agricultoras familiares. O método principal utilizado para realizar a pesquisa de campo foi a entrevista semiestruturada, seguida da análise e síntese dos conteúdos obtidos a partir de quadros, tabelas e resumos das entrevistas, associando-os aos aportes teóricos baseados em estudo de Gênero, Educação Ambiental, Desenvolvimento Rural, Agricultura Familiar e Sustentabilidade e ao contexto de vida dos sujeitos entrevistados. As constatações da pesquisa apontaram que a presença de agricultores do sexo masculino é reduzida em atividades de Educação Ambiental, porque na percepção destes a Educação Ambiental não trata de questões técnicas, produtivas e econômicas, indispensáveis para a sobrevivência das famílias. O interesse masculino volta-se para questões técnico/produtivas e os estudos sobre diferenças de gênero no meio rural mostraram que a técnica e a tecnologia reforçam valores masculinos...

‣ Um olhar sobre a educação não formal e os grupos de mulheres rurais

Stein, Teresinha Lunkes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
59.33133%
O presente trabalho trata da organização de Grupos de Mulheres Rurais, no município de São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul, direcionando a atenção ao problema relacionado à Educação no campo – educação Não Formal das mulheres rurais, desenvolvida pela Empresa de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Sul / Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural, a EMATER-RS / ASCAR. A monografia teve como objetivo, entre outros, analisar a forma de organização experimentada pelos grupos de mulheres, focando as atividades realizadas, as dificuldades e as sugestões. O planejamento da pesquisa deu-se a partir da preocupação da discente, que atua como Extensionista Social Rural, através da Extensão Rural Pública - EMATER, no município supracitado. Esse estudo pretende chamar atenção sobre a importância da educação não-formal no meio rural, sobretudo quando se discute desenvolvimento rural. Aplicou-se um questionário entre mulheres participantes de todos os grupos do município e dessa investigação registraram-se os resultados através de um “censo” maior. No entanto, aprofundou-se a análise sobre a organização de um dos grupos e seus resultados discutidos e relacionados à percepção dos demais grupos. O estudo empírico...

‣ Impactos da migração residencial da zona rural para a urbana em Ilópolis / RS

Ferreira, Diovane Cardoso
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.24439%
Este estudo foi realizado no município de Ilópolis/RS, na região do Alto Vale do Taquari, no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Município este que tem como base econômica a cultura da erva mate, sendo esta produzida predominantemente em propriedades rurais familiares. A pesquisa surgiu pelo fato de que, nos últimos anos, várias famílias optaram por manter as atividades agrícolas em suas propriedades rurais, mas passaram a residir na área urbana do município. Sendo assim, o estudo possui como objetivo entender as motivações e impactos desta migração residencial do rural para o urbano, que vem marcando a distribuição territorial da população ilopolitana nos últimos anos. Teve como metodologia o embasamento teórico a partir de literaturas sobre migração e Êxodo Rural, mas, principalmente, através de pesquisa qualitativa baseada em uma entrevista informal, mas com questões norteadoras previamente formuladas (entrevista semiestruturada). Os principais resultados desta pesquisa apontam como motivações para a migração residencial aspectos não econômicos, como a busca por melhor qualidade de vida para a família, não levando em consideração emprego e renda. Além disso, percebe-se que a migração residencial também está vinculada a questões de gênero e geracionais...

‣ DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM PERSPECTIVA DE GÊNERO – BRASIL, MÉXICO E CUBA: MULHERES PROTAGONISTAS NO MEIO RURAL; Sustainable Development from a Gender Perspective – Brazil, Mexico, and Cuba: Women as Protagonists in Rural Areas

Lisboa, Teresa Kleba; Universidade Federal de Santa Catarina; Lusa, Mailiz Gariboti; Universidade Federal de Alagoas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
59.25358%
http://dx.doi.org/10.1590/S0104-026X2010000300013Este artigo traz para o debate as concepções de alguns autores sobre desenvolvimento sustentável e, a partir de uma pesquisa realizada em três países (Brasil, México e Cuba), ressaltamos o protagonismo das mulheres camponesas junto à produção de alimentos e ao manejo de recursos naturais; a força dos movimentos de mulheres camponesas na conquista de direitos; e a decisiva participação das mulheres na definição e propostas de políticas públicas que garantam a equidade de gênero no meio rural. Uma breve análise comparativa nos leva a deduzir que o modelo de desenvolvimento, nos três países, ainda prioriza a figura masculina no espaço agrícola, no que se refere à titularidade da terra, ao acesso à crédito e à aquisição de equipamentos ou outros recursos materiais. Sugere-se que, tanto em Cuba, um país socialista, como no México e Brasil, países capitalistas, os pressupostos das políticas sociais direcionadas para as trabalhadoras rurais devem levar em conta as necessidades básicas das mulheres camponesas para garantir um desenvolvimento mais humano e sustentável.; This article discusses different views about sustainable development, emphasizing – on the basis of a survey conducted in Brazil...