Página 1 dos resultados de 216 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

‣ AFNP - Análise funcional dos nervos periféricos: desenvolvimento de um software flexível no estudo de regeneração nervosa periférica; AFNP - Functional analysis of the peripheral nerves: development of a flexible software in the study of the recovery of nervous lesions peripherals

Yamasita, Alexandre Calura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
49.19417%
O estudo da recuperação de lesões nervosas periféricas do isquiático, fibular e tibial, com base nos métodos (De Medinaceli; Freed; Wyatt, 1982), (De Medinaceli; Derenzo; Hunter, 1984), (Carlton; Goldberg, 1986) e (Bain; Mackinnon; Hunter, 1989), obtidos por meio da análise motora, é considerado um bom critério de avaliação para a quantificação do grau de avaliação nervosa. Elas podem ser estudadas através de uma ampla variedade de técnicas que incluem a eletrofisiologia muscular e a morfologia. Porém nem mesmo em condições experimentais controladas, uma correlação da regeneração dos nervos periféricos é completa, porque não provêem informações precisas do estado funcional do nervo. A avaliação da função sensorial é imprecisa e usualmente indireta devido a causas de enervações sobrepostas. Sendo assim, há explicação para os diferentes métodos de avaliação funcional propostos com os avanços tecnológicos, e o aprimoramento dos métodos de captação, armazenamento e processamento dos dados obtidos. O sistema de análise funcional dos nervos periféricos - AFNP, nome dado ao software devido a sua funcionalidade que é de análise funcional de nervos periféricos, apresenta uma interface de fácil interação...

‣ Avaliação da sensibilidade cutânea em pacientes com lesões agudas de nervos periféricos de membros superiores; Assessment the cutaneous sensibility in acute peripheral upper limb nerve trauma

Aguilera, Nelio Watanabe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2010 Português
Relevância na Pesquisa
69.29976%
A mão humana desempenha a função de um órgão sensorial de percepção, localização e discriminação `a estimulação cutânea. A injúria de nervos periféricos em membros superiores é uma condição com repercurssões funcionais e sociais graves pois, uma mão sem sensibilidade é usualmente uma mão sem função. O objetivo deste estudo é descrever a utilização do PSSD (Pressure- specified sensory device ) como auxiliar ao seguimento dos índices de recuperação da sensibilidade cutânea em pacientes submetidos a reconstruções microcirúrgicas de lesões traumáticas de nervos periféricos de membros superiores. O PSSD consiste de um aparelho que incorpora um transdutor de pressão com duas extremidades rombas e com regulagem de distância entre elas, acoplado a um computador capaz de determinar os limiares cutâneos de pressão para os parâmetros de 1 ponto estático, 1 ponto dinâmico e respectivos 2 pontos. No estudo, os pacientes foram divididos em três grupos: pacientes com lesões de n. mediano e/ou n. ulnar em nível do antebraço, punho e dedos. O teste estatístico utilizado para análise das comparações, tanto entre os grupos quanto para os diferentes momentos considerados de 1, 3, 6 e 12 meses foi a Análise de Variância (ANOVA) com Medidas Repetidas. Os resultados demonstraram haver interação entre os grupos onde...

‣ Manifestações músculoesqueléticas e auto-anticorpos em crianças e adolescentes com hanseníase; Musculoskeletal manifestations and autoantibodies in children and adolescents with leprosy

Neder, Luciana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
48.89459%
Introdução: A hanseníase é uma doença infecciosa crônica causada pelo Mycobacterium leprae. É considerada um dos maiores problemas de saúde pública nos países em desenvolvimento. Os principais sinais clínicos são manchas de pele com perda de sensibilidade e envolvimento de nervos periféricos. Manifestações musculoesqueléticas são descritas em adultos, mas este envolvimento é raramente descrito na população pediátrica. Objetivo: Avaliar envolvimento musculoesquelético e auto-anticorpos em pacientes pediátricos com hanseníase. Métodos: Foram avaliados 50 pacientes com hanseníase e 47 crianças e adolescentes saudáveis de acordo com manifestações musculoesqueléticas (artralgia, artrite e mialgia), síndromes dolorosas musculoesqueléticas (fibromialgia juvenil, síndrome de hipermobilidade articular benigna, síndrome miofascial e tendinite) e painel de auto-anticorpos e crioglobulinas. Escores de avaliação de saúde e tratamento foram realizados nos pacientes com hanseníase. Resultados: A frequência de manifestações musculoesqueléticas foi maior em pacientes com hanseníase comparada aos controles (14% vs. 0%, p=0,0012). Cinco pacientes com hanseníase tinham poliartrite assimétrica das pequenas articulações das mãos (10% vs. 0%...

‣ Aspectos histoquimicos e ultra-estruturais de enxertos autologos de nervos estocados em diferentes soluções conservadoras

Jose Eduardo Scabora
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
59.056416%
Os efeitos de soluções conservadoras de órgãos (SC) sobre a estrutura e a viabilidade de enxertos de nervos periféricos são pouco conhecidos. Neste estudo investigamos a organização histológica e ultra-estrutural de enxertos após sua manutenção em dois tipos de SC e após transplante autólogo. Ratos Wistar machos foram agrupados para obtenção de nervos ciáticos normais (NN), transplantados a fresco (NF), conservados em solução de Wisconsin/Belzer ou solução de Collins, por 24 ou 72 horas a 4°C (W1,W3;C1,C3), e conservados e transplantados (W1-T,W3-T;C1-T,C3-T). Após os períodos de conservação ou transplante, os espécimes foram processados para análise ao microscópio óptico e eletrônico. A morfologia dos segmentos de nervos conservados apresentou alterações na sua estrutura comparativamente aos segmentos de nervos frescos. Foi observada redução da basofilia tecidual em todos os segmentos conservados quando comparados ao nervo normal. Esta redução foi mais acentuada no grupo C3. Os grupos W1 e W3 apresentaram aspectos semelhantes entre si. Em todos os grupos não foram observadas alterações quanto à distribuição e organização das fibras colágenas. Após 50 dias de transplante a basofilia tecidual e a celularidade foram semelhantes entre os grupos W1-T...

‣ Avaliação in vivo da degradação de proteses tubulares de poli (L-acido-latico) empregadas no reparo cirurgico do nervo ciatico de ratos

Anibal de Araujo Morais
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2003 Português
Relevância na Pesquisa
49.28996%
O reparo de nervos periféricos usando próteses tubulares é uma técnica alternativa que pode produzir resultados similares ou melhores que outras técnicas cirúrgicas utilizadas. Entretanto, sua eficiência depende essencialmente da biocompatibilidade e das propriedades estruturais do material do tubo. Nesse trabalho foi avaliado a degradação in vivo de tubos (lOmm) de poli(ácido lático) PLLA adicionado 10% de plastificante tri-etil-citrato. Dezesseis ratos machos da linhagem Wistar, foram submetidos a tubulização e divididos em quatro grupos experimentais (n=4) segundo tempos de sobrevida de 30, 90, 180 e 430 dias após a intervenção cirúrgica. Todas as cirurgias foram precedidas de anestesia profunda com pentobarbital sódico (60mg/kg). O nervo ciático esquerdo foi exposto e seccionado na porção média da coxa. Os cotos proximal e distal foram introduzidos no tubo, deixando-se uma distância de 5mm entre eles, sendo ancorados à parede deste através de um ponto de sutura epineural. Após os tempos de sobrevida de 30, 90, 180 e 430 dias, os animais foram novamente anestesiados e o nervos tubulizado e contralateral foram fixados in situ, por um período de 20 minutos, com uma solução de glutaraldeído 5% (tampão fosfato 0...

‣ Estudo do efeito do gangliosideo GM1 sobre os nervos perifericos do camundongo NOD (Non Obese Diabetic); Effect of GM1 ganglioside in the sciatic nerves of the NOD (non obse diabetic)

Thiago Rossi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.89459%
A linhagem de camundongos NOD (non obese diabetic) desenvolve espontaneamente diabetes mellitus tipo 1 (DM-1) com marcante similaridade ao observado em humanos, que se estabelece entre 12ª e 24ª semana de vida. Os gangliosideos são glicoesfingolipídeos de membrana que contém ácido siálico em sua composição e estão presentes na maioria das células dos vertebrados sendo particularmente abundantes no sistema nervoso. Gangliosídeos exógenos são capazes de acelerar a regeneração de nervos periféricos danificados, porém tem sido relacionados com síndromes neuropáticas periféricas como a síndrome de Guilláin Barret onde os pacientes apresentam anticorpos anti-gangliosídeos especificamente contra o gangliosídeo GM1. Entretanto os mecanismos ainda permanecem controversos. Nossos resultados sugerem que administração de GM1 na dose de 100mg/kg/dia em camundongos NOD e Balb/C fêmeas a partir da 4ª semana de vida não é capaz de provocar neuropatia clínica e que animais diabéticos apresentaram maior imunoreatividade para GM1 nos nervos periféricos com presença de marcação para NGF somente em camundongos Balb/C. Os animais diabéticos tratados com GM1 demonstraram queda na atividade nervosa, em contraste os camundongos Balb/C tratados com GM1 apresentaram aumento significativo na atividade nervosa.; The strain of NOD mice (non obese diabetic) spontaneously develops diabetes mellitus type 1 (DM-1) similarity to the observed in humans. In this model...

‣ Estimulador automático de nervos em auxílio à realização de bloqueios de plexos nervosos; Automatic nerve stimulator for assistance on nerve plexus blockades

Carlos Alexandre Ferri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
59.050454%
Nas últimas décadas, o uso de estimuladores de nervos periféricos tem sido disseminado entre os médicos anestesiologistas. Esses equipamentos ajudam a posicionar a agulha com maior precisão em bloqueios periféricos, reduzindo o risco de lesões nos nervos, melhorando a qualidade dos bloqueios e minimizar a necessidade de doses complementares de anestésico. Contudo, os equipamentos atuais necessitam que o usuário ajuste manualmente a intensidade do estímulo. Deste modo, na maior parte das vezes, o médico necessita da ajuda de outro profissional. Este trabalho objetiva avaliar a aplicabilidade clínica de um estimulador automatizado de nervo periférico, dando total autonomia ao anestesiologista, possibilitando que, mesmo sozinho, possa realizar todos os procedimentos, com auxílio do estimulador, sem dificuldade. O aparelho desenvolvido ajusta automaticamente os níveis de corrente através de um sistema realimentado via acelerometria, permitindo que o anestesiologista se preocupe apenas com a introdução da agulha. Para facilitar o uso pelo médico, as informações em relação à identificação de resposta motora são fornecidas via display LCD e avisos sonoros. Os testes foram realizados em duas etapas: na primeira, o equipamento foi testado em malha aberta (controlado manualmente...

‣ Reparo de nervos periféricos com a utilização de PCL e nanoestruturas de carbono; Repair of peripheral nerves with the use of PCL and carbon nanostructures

Kyl Assaf
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
69.156045%
Lesões traumáticas de nervos periféricos podem gerar separação de seus cotos, impossibilitando a neurorrafia término-terminal. Nesses casos, os enxertos autólogos são muito utilizados, mas apresentam algumas desvantagens, como disponibilidade do tecido doador, formação de neuromas dolorosos na área doadora, entre outras. A técnica de tubulização, na qual são empregados tubos para orientar e proteger o nervo durante a regeneração, oferece vantagens como preservação da área doadora e possibilidade de manipulação do ambiente interno do tubo. Muitos aspectos do tubo a ser utilizado para regeneração nervosa devem ser considerados, como sua biocompatibilidade, biodegradabilidade, tempo de degradação, etc. A poli(?-caprolactona) (PCL) é um material que possui tais propriedades. Os nanotubos de carbono (NT1) e o grafeno (NTN) também possuem características que os tornam excelentes dispositivos para implantes neurais e para compor compósitos poliméricos. Neste trabalho, nervos isquiáticos de ratos Lewis foram transeccionados e tubulizados com PCL, PCL com nanotubos de carbono, PCL com óxido de grafeno e PCL com ambas as nanoestruturas. A caracterização dos nanocompósitos mostrou que as nanoestruturas tem boa dispersão...

‣ Fabricação de dispositivos de policaprolactona/fármacos por extrusão aplicáveis na regeneração de nervos periféricos

Paggi, Rodrigo Acácio
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 250 p. | il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
69.156045%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica, Florianópolis, 2014; A regeneração de nervos do sistema nervoso periférico é uma característica intrínseca dos organismos vivos. Contudo, alguns eventos decorrentes geralmente de traumas ocasionam lesões de maior intensidade impedindo que o organismo por si só consiga restaurar sua estrutura original. Neste sentido surgem as técnicas cirúrgicas desenvolvidas para auxiliar estes eventos e uma das mais usuais consiste na tubulização. Por meio desta, um tubo de pequeno diâmetro é inserido no espaço vazio gerado entre os nervos rompidos e tem suas extremidades suturadas ao próprio nervo. O presente trabalho procurou inovar no sentido de avaliar com maior profundidade a fabricação de tubos em polímero bioreabsorvível policaprolactona (PCL) pela técnica de extrusão, com a incorporação de dois fármacos de comportamento térmico distinto, o antibiótico Sulfadiazina de Prata (SAg) e o antiinflamatório Ibuprofeno (IBP). Buscou-se uma melhor compreensão do processamento dos tubos por extrusão utilizando métodos estatísticos como ferramenta. As amostras foram construídas seguindo um projeto estatístico fatorial completo com 3 e 2 diferentes níveis...

‣ Elaboração de questionário para avaliação funcional das mãos nas lesões de nervos periféricos

Ferreira, Telma Leonel
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
69.2323%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.; A lesão dos nervos periféricos nos membros superiores pode provocar comprometimento da motricidade e da sensibilidade nas mãos, causando limitações nas atividades manuais, que alteram a realização das atividades de vida diária. Essas limitações podem ser avaliadas e quantificadas com o uso de questionários, verificando-se, na literatura, o uso crescente deste instrumento na avaliação funcional dos segmentos corporais. Observou-se que os questionários disponíveis na literatura mundial não avaliam, de forma adequada, a função das mãos nas lesões dos nervos ulnar, mediano e radial. O objetivo deste estudo foi identificar as principais dificuldades que os portadores de lesão isolada ou associada dos nervos ulnar, mediano e radial apresentam nas atividades de vida diária e elaborar um questionário de avaliação funcional capaz de detectar e quantificar estas limitações ou ncapacidades. A pesquisa foi dividida em três etapas. A primeira foi realizada com a entrevista de 50 pacientes adultos, portadores de lesão dos nervos ulnar, mediano e radial para identificar as principais dificuldades manuais apresentadas nas atividades de vida diária. Na segunda etapa...

‣ Tumor maligno da bainha de nervo periférico em cães: relato de três casos

Silva,C.M.O.; Caldeira,F.M.C.; Melo,E.G.; Ocarino,N.M.; Silva,A.E.; Guedes,R.M.C.; Lavalle,G.E.; Serakides,R.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.89459%
Descrevem-se os achados anatomoclínicos e imunoistoquímicos dos tumores da bainha de nervos periféricos em três cães atendidos em hospital. Os animais apresentavam sintomatologia variável de acordo com a localização do tumor. À microscopia, as neoplasias eram invasivas e constituídas por células pleomórficas e anaplásicas que variavam de poligonais a fusiformes, arranjadas em padrão sólido difuso, por vezes em paliçada. Foi firmado o diagnóstico de tumor da bainha de nervos periféricos nos três casos.

‣ Regeneração de nervos periféricos: terapia celular e fatores neurotróficos

Sebben,Alessandra Deise; Lichtenfels,Martina; Silva,Jefferson Luis Braga da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
49.39712%
Traumatismos em nervos periféricos resultam na perda de função do órgão inervado e raramente apresentam recuperação sem a intervenção cirúrgica. Diversas técnicas cirúrgicas são passíveis de serem empregadas para o reparo nervoso. Dentre elas, ressalta-se o uso da técnica de tubulização, podendo ser acrescentados fatores com capacidade regenerativa na câmara. A terapia celular e engenharia de tecidos surgem como uma alternativa para estimular e auxiliar a regeneração de nervos periféricos. Portanto, o objetivo desta revisão é fornecer um levantamento e uma análise de estudos experimentais e clínicos, quanto aos resultados obtidos, que utilizam a terapia celular e engenharia de tecidos como ferramentas para otimizar o processo de regeneração. Os artigos utilizados são oriundos de bases de dados científicas LILACS e Medline, através de pesquisas realizadas no PubMed e SciELO. Artigos sobre o uso de células-tronco, células de Schwann, fatores de crescimento, colágeno, laminina e plasma rico em plaquetas no reparo de nervos periféricos foram sintetizados ao longo da revisão. Com base nos diversos estudos pode-se concluir que a utilização de células-tronco derivadas de diferentes fontes apresentam resultados promissores na regeneração nervosa...

‣ O exame neurológico inicial na hanseníase multibacilar: correlação entre a presença de nervos afetados com incapacidades presentes no diagnóstico e com a ocorrência de neurites francas

Pimentel,Maria Inês Fernandes; Borges,Esther; Sarno,Euzenir Nunes; Nery,José Augusto da Costa; Gonçalves,Rosângela Rolo
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
59.473374%
FUNDAMENTOS: As incapacidades constituem o principal problema decorrente da hanseníase. É importante identificar os fatores de risco envolvidos, de modo a acompanhar os pacientes mais propensos com maior atenção. OBJETIVOS: Determinar se a presença de nervos periféricos espessados e/ou dolorosos no momento do diagnóstico se correlaciona com a ocorrência de incapacidades físicas no exame inicial, bem como com episódios posteriores de neurite, em pacientes multibacilares, durante e após a poliquimioterapia. MÉTODOS: Foram estudados 103 pacientes portadores de formas multibacilares de hanseníase, sendo anotados a presença de nervos periféricos acometidos no momento o diagnóstico, o grau de incapacidade antes do tratamento (GIAT), e a ocorrência de episódios de neurites durante e após a poliquimioterapia para multibacilares. RESULTADOS: A detecção de nervos periféricos acometidos à época do diagnóstico correlacionou-se estatisticamente (p< 0,005) com a ocorrência de incapacidades físicas (GIAT > 0). Do mesmo modo, correlacionou-se significativamente (p < 0,05) com a ocorrência de neurites, durante a poliquimioterapia e no acompanhamento subseqüente (período médio de seguimento dos pacientes de 64,6 meses...

‣ Neuregulinas 1-alfa e 1-beta na regeneração de nervos periféricos

Souza,Fabiano Inácio de; Zumiotti,Arnaldo Valdir; Silva,Ciro Ferreira da
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.816914%
OBJETIVO: Avaliar o efeito das neuregulinas 1-alfa e 1-beta na regeneração de nervos ciáticos de camundongos C57BL/6J, adultos, machos, através da técnica de tubulização. MÉTODOS: Utilizaram-se 18 animais, divididos em 3 grupos, implantando-se prótese de polietileno em falhas de 4,0 mm no nervo ciático esquerdo: grupo 1 contendo apenas colágeno purificado (Vitrogen®); grupo 2, colágeno associado a neuregulina 1-alfa; grupo 3 com colágeno e neuregulina 1-beta. O grupo controle foi formado por 6 segmentos de nervos ciáticos direitos. Após 4 semanas, os animais foram sacrificados; extraiu-se segmento do ponto médio do nervo regenerado no interior das próteses, padronizaram-se cortes histológicos e confecção das lâminas para análise histomorfométrica. Confrontaram-se os resultados estatisticamente. RESULTADOS: Os animais tratados com neuregulinas tiveram maior número de axônios mielinizados, com diferença estatisticamente significante quando comparados ao grupo colágeno. Não houve diferença estatística entre os grupos de neuregulinas 1-alfa e 1-beta. CONCLUSÃO: a adição de neuregulinas proporcionou aumento significativo do número de fibras mielinizadas.

‣ Tratamento da dor neuropática crônica pós-trauma com o uso do bloqueio periférico: relato de caso

Setta,Helton José Bastos; Gonçalves,Odiléa Rangel; Telles,Carlos; Verçosa,Nubia
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
49.038306%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As dores neuropáticas podem apresentar sinais inequívocos, mas, podem ser de difícil diagnóstico e o tratamento é difícil. O objetivo deste estudo foi relatar o caso de um paciente com dor crônica pós-traumática, com baixa adesão ao tratamento farmacológico e que foi tratado com bloqueios periféricos e adjuvantes. RELATO DO CASO: Paciente do gênero masculino, 42 anos, sofreu acidente automobilístico com trauma no quadril e na região lombar direita. Foi submetido à laparotomia exploradora com nefrectomia direita, osteossíntese de fêmur direito e de semilunar direito. Evoluiu com dor na região lombar direita que não melhorava com as medicações prescritas e com baixa adesão ao esquema terapêutico proposto, devido a sua difícil situação socioeconômica. Optou-se pelos bloqueios de nervos periféricos, em cinco sessões, realizados em regime ambulatorial. CONCLUSÃO: O tratamento com os bloqueios de nervos periféricos na região lombar foi eficaz e reduziu as sintomatologias da dor neuropática em até 60%, permanecendo com intensidade entre 3 e 4 pela escala analógica visual e ausência de dor ao toque da cicatriz.

‣ Estimulação de nervos periféricos no tratamento das síndromes dolorosas crônicas

Freitas,Tiago da Silva; Paiva,Alessandra Vasconcelos da Silva; Ogliari,Kátia Crys Moura; Godoy,Lucas Garcia de Souza; Valente,Fernanda Albernaz
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
49.19417%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O uso da estimulação elétrica de nervos periféricos para o tratamento da dor crônica constitui um armamentário neurocirúrgico utilizado há bastante tempo, sendo uma modalidade indicada no tratamento das síndromes dolorosas de caráter neuropático, juntamente com outras formas de neuroestimulação: estimulação elétrica da coluna dorsal e a estimulação cerebral profunda. O objetivo deste estudo foi analisar a relevância da estimulação nervosa periférica no tratamento das síndromes dolorosas crônicas. CONTEÚDO: A principal indicação é a dor neuropática crônica, intensa, refratária ao tratamento conservador. Apresenta, contudo, necessidade de a área acometida ter uma distribuição anatômica definida e relacionada ao nervo periférico no qual se deseja realizar a estimulação. Deve-se perceber também sinais de comprometimentoobjetivo do nervo. É necessária a realização de teste de neuroestimulação entre 7 e 10 dias previamente ao implante definitivo e deve-se obter melhora de pelo menos 50% da dor em escalas de avaliação específicas. Existem duas formas de implante de eletrodo em nervos periféricos: abordagem cirúrgica direta e técnica percutânea. Após o teste ser completado...

‣ Reparação microcirúrgica de nervo periférico por meio de sutura, cola de fibrina ou Biofill¿ em ratos Wistar

Torres, Maria Fernanda Pioli
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
49.29976%
Resumo: Tendo em vista a alta freqiiência com que ocorrem traumatismos com transecções ou esmagamentos de nervos periféricos, e que, na prática veterinária, geralmente resultam em amputação, muitos estudos vêm sendo realizados com o objetivo de desenvolver uma técnica capaz de promover a regeneração satisfatória das fibras nervosas. A sutura foi adotada como técnica convencional para o reparo de nervos periféricos. No entanto, a função normal do nervo suturado difícilmente é restabelecida. Neste estudo foram comparadas três técnicas, das quais duas, sutura e cola de fibrina, são amplamente discutidas na literatura, enquanto a outra, formação de bainha de BioFill® ao redor da área de anastomose, não apresenta relato até o presente momento sobre a sua eficiência na cicatrização de nervo periférico. Foram seccionados os nervos isquiáticos do membro pélvico direito de 54 ratos fêmeas da raça Wistar. Os três tratamentos foram empregados em 3 grupos constituídos por 18 animais cada um, sendo que cada grupo foi subdividido em 3 subgrupos representados por 6 animais. Os subgrupos foram diferenciados de acordo com a data determinada para necropsia; 45, 90 e 120 dias. Nos três métodos foi realizado um ponto de sutura com fio mononylon 10-0 no epineuro...

‣ Confecção de estruturas tubulares permeáveis de PLGA

Schardosim, Mariane Giacomini
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
48.89459%
Danos a nervos periféricos são formas comuns de lesões que podem causar perda de mobilidade e diminuir a qualidade de vida. Apesar dos avanços no campo biomédico, existem poucos casos em que há recuperação funcional completa de um nervo danificado. A aplicação de polímeros biodegradáveis tais como PLGA, apresenta uma alternativa viável no tratamento de lesões de nervos periféricos por possuir resistência mecânica, biocompatibilidade e degradação controlada. Uma matriz de PLGA deve apresentar poros na ordem de micrômetros e nanômetros, oferecendo a possibilidade de inclusão de fatores de crescimento e possivelmente promovendo uma libertação constante destas estruturas biológicas. O objetivo desta pesquisa é produzir matrizes porosas de PLGA. Isto foi realizado através da dissolução do polímero em clorofórmio, seguida da adição de um composto porogênico. Uma haste de titânio com 2mm de diâmetro foi imersa na suspensão obtida e quando retirada, foi seca em capela, obtendo uma camada de PLGA/agente porogênico na superfície da haste. Na sequência, a haste foi imersa em uma solução de PLGA com clorofórmio. Após seca durante 2h em capela, as hastes de titânio foram submersas em água deionizada durante 48h...

‣ Neuregulinas 1-alfa e 1-beta na regeneração de nervos periféricos; Neuregulins 1-alpha and 1-beta on the regeneration the peripheral nerves

SOUZA, Fabiano Inácio de; ZUMIOTTI, Arnaldo Valdir; SILVA, Ciro Ferreira da
Fonte: Atha Comunicação & Editora Publicador: Atha Comunicação & Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.816914%
OBJETIVO: Avaliar o efeito das neuregulinas 1-alfa e 1-beta na regeneração de nervos ciáticos de camundongos C57BL/6J, adultos, machos, através da técnica de tubulização. MÉTODOS: Utilizaram-se 18 animais, divididos em 3 grupos, implantando-se prótese de polietileno em falhas de 4,0 mm no nervo ciático esquerdo: grupo 1 contendo apenas colágeno purificado (Vitrogen®); grupo 2, colágeno associado a neuregulina 1-alfa; grupo 3 com colágeno e neuregulina 1-beta. O grupo controle foi formado por 6 segmentos de nervos ciáticos direitos. Após 4 semanas, os animais foram sacrificados; extraiu-se segmento do ponto médio do nervo regenerado no interior das próteses, padronizaram-se cortes histológicos e confecção das lâminas para análise histomorfométrica. Confrontaram-se os resultados estatisticamente. RESULTADOS: Os animais tratados com neuregulinas tiveram maior número de axônios mielinizados, com diferença estatisticamente significante quando comparados ao grupo colágeno. Não houve diferença estatística entre os grupos de neuregulinas 1-alfa e 1-beta. CONCLUSÃO: a adição de neuregulinas proporcionou aumento significativo do número de fibras mielinizadas.; OBJECTIVE: to evaluate the effect of the neuregulins 1-alpha and 1-beta on the regeneration the sciatic nerves of male adult C57BL/6J mice...

‣ Avaliação ultrassonográfica de nervos periféricos em pacientes com hanseníase, antes e após o tratamento específico; Sonographic evaluation of peripheral nerves in leprosy patients before and after treatment.

Lugão, Helena Barbosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
69.376016%
As consequências mais graves da hanseníase resultam do acometimento neurológico. Recentemente a ultrassonografia (US) têm ganhado importância na avaliação da neuropatia hansênica. O objetivo deste trabalho foi avaliar por US nervos periféricos de pacientes com hanseníase antes e após o tratamento. Buscou-se caracterizar alterações ao diagnóstico e evolução da doença, controlando os efeitos de fatores confundidores e investigando fatores de risco para progressão das alterações (classificação, episódios reacionais, sexo, tempo de evolução). Foram sistematicamente examinados por US os nervos ulnares (regiões pré-túnel cubital UPT e túnel UT), medianos e fibulares comuns bilateralmente para mensuração das áreas de secção transversa (CSA) e cálculo das medidas de assimetria delta CSA (diferença absoluta entre CSAs dos lados direito e esquerdo de cada nervo) e delta Utpt (diferença absoluta entre CSAs de UPT e UT ipsilaterais); também foram analisadas alterações qualitativas (ecogenicidade e Doppler). Foram avaliados 100 pacientes antes do tratamento, sendo 14 paucibacilares (3 indeterminados, 11 tuberculoides) e 86 multibacilares (31 dimorfo-tuberculoides, 34 dimorfo-dimorfos, 13 dimorfo-virchowianos...