Página 1 dos resultados de 20249 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

‣ Estratégia no desporto para todos: estudo das organizações desportivas da Região Autónoma da Madeira em 2001/2004

Santos, Rafael Gonçalo de Almeida
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.662993%
O presente estudo tem como objectivo compreender quais as estratégias das organizações desportivas da Região Autónoma da Madeira no desporto para todos, na obtenção de recursos financeiros para a organização das suas actividades desportivas. As organizações desportivas necessitam de recursos financeiros para sobreviverem e dada a dificuldade financeira que enfrentam, têm que ser muito financiadas. A luta pelos subsídios acaba por determinar a estratégia destas organizações. A amostra é constituída por 52 organizações desportivas que no ciclo de 2001 a 2004 organizaram actividades desportivas na Região e que se candidataram a apoio público para obterem recursos. O modelo de análise é composto por quatro dimensões que englobam as fontes de financiamento das organizações desportivas. Com base nos formulários relatórios das actividades desportivas desenvolvidas, avaliámos os montantes financiados e o efeito do financiamento nos diversos tipos de actividade. Avaliámos ainda a existência de variáveis externas que influenciassem os montantes financiados. A estratégia destas organizações desportivas assenta na obtenção de recursos através do Instituto de Desporto da Região Autónoma da Madeira por um lado e através da inscrição dos participantes por outro...

‣ A gestão nas organizações sem fins lucrativos : o caso das Instituições particulares de solidariedade social

Sebadelhe, Paula Alexandra Moutinho
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.662993%
O sector das Organizações Sem Fins Lucrativos tem cada vez mais importância e o seu crescimento tem sido assinalável nos países desenvolvidos desde a 2.ª Guerra Mundial. Nas economias modernas, o seu peso é crescente nos orçamentos dos Estados, assim como em diversas variáveis macroeconómicas, nomeadamente no emprego. Face o ambiente complexo que se experiencia, não só pela evolução da estrutura demográfica, mas também pelos desafios sociais que lhe são inerentes, o apelo a estas organizações intensificou-se. Fortemente dependentes do Estado ao nível de financiamentos, enfrentam agora um contexto caracterizado por “cortes” na despesa pública, pelo que se impõe repensar uma reestruturação organizacional alternativa. Das formas jurídicas de que se revestem estas organizações em Portugal, ressaltam as Instituições Particulares de Solidariedade Social, foco do presente trabalho. Segundo a Direcção Geral da Segurança Social estarão registadas cerca de cinco mil entidades com esta natureza. Uma das questões centrais do quotidiano destas organizações prende-se com a escassez de recursos. Num mundo concorrencial, a sua sustentabilidade passará forçosamente pela eficiência e eficácia das suas actividades...

‣ Institucionalizações, colapsos e reparações de sentido nas organizações

Andrade, Rogério de
Fonte: Edições Universitárias Lusófona Publicador: Edições Universitárias Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 48643 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.73593%
As organizações são responsáveis por uma significativa fatia das nossas experiências de vida e constituem um invólucro que raramente nos abandona, que atravessamos diariamente e nos deixa marcas, umas mais benévolas e gratificantes,outras aterradoras ou estigmatizantes. As organizações são tudo isto e ainda veículos, talvez dos mais importantes, que criámos para cooperar e, paradoxalmente, nos magnificarmos individual ou colectivamente. Neste nosso estudo procurámos descrever e interpretar o funcionamento das organizações, concentrando-nos em processos que consideramos hoje particularmente críticos: as institucionalizações de sentido. A nossa hipótese de partida levou-nos a sustentar que os processos de institucionalização e de auto-institucionalização desempenham um papel central nas sociedades actuais, submetidas mais do que nunca a brutais oscilações entre o orgânico e o inorgânico. A centralidade destes processos de auto-institucionalização tentada e, em alguns casos, consumada decorre do facto de se assistir a uma crescente impregnação do social e do pessoal pelo institucional como condição para uma maior eficácia quer dos indivíduos, quer das organizações. Institucionalizar significa encurvar a linha do tempo para fazer existir algo...

‣ Modelos de gestão estratégica de cadeias de organizações: um estudo exploratório; Strategic organization chains model: an exploratory study

Almeida, Celio Mauro Placer Rodrigues de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.699343%
Com o crescimento do comércio global e a ampliação das relações de trocas em todo o mundo industrializado, muitas organizações estabeleceram relações com fornecedores e distribuidores globais, constituindo grupos de negócios denominados ?cadeias produtivas?. Assim, o gerenciamento dessas cadeias torna-se essencial e pode propiciar ganhos de escala e aumento da capacidade em atender diferentes mercados e segmentos, tornando-as como um todo mais ágil e flexível, promovendo a redução dos estoques e aumento dos fatores de produção em todas as organizações-chave das cadeias de organizações que delas participem. Existem muitas oportunidades de ampliação da qualidade e de redução de custos na cadeia de organizações e que pode aumentar substancialmente sua receita ou diminuir seus custos pelo gerenciamento eficaz. Acompanhar a evolução de cada organização no contexto da sua cadeia de organizações e dos seus detentores de interesses oferece uma visão muito mais completa, uma imagem holística das atividades, uma cadeia de capacidades e de know-how, de si própria e das aliadas. Como o ambiente circundante, essas capacidades e relacionamentos recíprocos se encontram em constante mutação e evolução. Por conseguinte...

‣ Educação ambiental e organizações da sociedade civil da bacia hidrográfica do córrego Água Quente (São Carlos/SP): compreendendo a incorporação da temática ambiental em suas ações sócio-educativas; Environmental education and civil society organizations on the Água Quente stream bay (Sao Carlos/SP): understanding the incorporation of the environmental theme on social and educational acts

Oliveira, Sara Monise de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.745117%
A importância em compreender e fortalecer espaços coletivos de construção de conhecimento e desenvolvimento de ações ambientais para a participação popular e exercício da cidadania, nos levou a escolher como tema de pesquisa as relações entre educação ambiental e organizações da sociedade civil no processo de discussão e ação no campo ambiental. O trabalho de investigação envolveu duas fases: uma aberta e uma focalizada. A fase aberta se deu durante minha inserção como pesquisadora-educadora em um projeto sócio-ambiental, o Água Quente. Este, desenvolve-se desde 2005, por duas associações civis junto a outras organizações da sociedade civil que atuam na bacia hidrográfica do córrego Água Quente, região sul da cidade de São Carlos. Os objetivos foram: fortalecimento de organizações comunitárias locais, formação e capacitação de agentes comunitários e recuperação ambiental. Nesta fase, foi realizada a observação participante e a consulta a materiais produzidos pelo projeto Água Quente, a fim de iniciar um processo de aproximação e compreensão do contexto da ação sócio-educativa, bem como formular perguntas de pesquisa. Consequentemente, a segunda fase buscou respostas para as seguintes indagações: Que questões estão relacionadas à apropriação da temática ambiental por organizações da sociedade civil? Qual o papel da educação ambiental na construção e no fortalecimento da atuação de organizações da sociedade civil em relação ao ambiente local? Os objetivos específicos da fase focalizada foram: conhecer e apresentar a atuação de diferentes organizações da sociedade civil da bacia hidrográfica do córrego Água Quente...

‣ Accountability de organizações do espaço público não-estatal : uma apreciação crítica da regulação brasileira

Larroudé, Elisa Rodrigues Alves
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.68279%
Esta dissertação examina as organizações do espaço público não-estatal e suas relações de accountability com o Estado e com outros atores da sociedade, com o propósito de avaliar as necessidades e possibilidades de regulação para a responsabilização de tais organizações no Brasil. A partir de parâmetros normativos e acadêmicos internacionais, a pesquisa busca apreciar em que medida a regulação brasileira das organizações do espaço público não-estatal assegura ― e o que é necessário para que assegure ― a accountability destas organizações perante o Estado e a sociedade, indicando os principais méritos e falhas do correspondente aparato regulatório e apresentando possibilidades para seu aprimoramento. Esta análise salienta que apesar de tais organizações terem numerosos deveres de demonstrar sua probidade administrativa e financeira e as atividades executadas, são pouquíssimas as obrigações de comprovar o cumprimento dos resultados pretendidos. Além disso, depreende-se que o Estado detém amplos poderes para fiscalizar tais organizações e aplicar-lhes sanções, mas a sociedade como um todo tem consideravelmente menos oportunidades de demandar sua accountability. Isto evidencia a importância de tais organizações ampliarem seus deveres de transparência e de assegurar a prevalência do interesse público...

‣ A (des)articulação das organizações da sociedade civil em ações de geração de trabalho e renda : o caso do bairro Jaguaré, município de São Paulo

Ferreira , Camila Cristina
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.68279%
A presente dissertação tem como objetivo compreender como é o relacionamento entre as organizações da sociedade civil, atuantes na área de geração de trabalho e renda, no Bairro do Jaguaré, Município de São Paulo, visando ao entendimento de suas implicações. A metodologia utilizada foi a de estudo de caso. Foram realizadas dez entrevistas semi-estruturadas com representantes das organizações pesquisadas. A partir das entrevistas, diversos temas puderam ser analisados: informações sobre as organizações, seus programas, projetos e ações; desafios enfrentados; parcerias; o papel desempenhado por algumas organizações específicas; o relacionamento entre as organizações da sociedade civil atuantes no Jaguaré; e o relacionamento entre as mesmas e o governo. As organizações pesquisadas retratam claramente a variedade de tipos de organizações da sociedade civil existentes, assim como apresentam diferentes missões, tamanhos, modos de funcionamento e impactos. Apesar do grande número de organizações da sociedade civil presentes no Bairro do Jaguaré, percebe-se que há uma ausência de trabalho em rede, de parcerias e de sinergias.

‣ Gestão por processo em organizações públicas : uma análise sobre obstrutores e facilitadores do mapeamento de processo em organizações públicas

Silva, Jorge Gonçalves
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.662993%
Essa dissertação analisa os pontos críticos alertados pela bibliografia e que causam obstruções ou que facilitam a implantar a gestão de BPM, verifica suas incidências nos casos estudados e as variantes que esses pontos sofreram por decorrência do cenário distinto do ambiente privado, visualizando a aplicação do estudo para projetos em organizações públicas e mistas. A análise foi efetuada através dos relatos extraídos das entrevistas com os gestores e consultores de três organizações que contrataram projetos de mapeamentos de processos pela FGV-Projetos: SEBRAE-RJ – Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas; FAETEC – Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro; e uma SECRETARIA MUNICIPAL. O foco dessa dissertação está limitado à fase de mapeamento do processo existente (AS-IS) o reflexo em outras fases. O estudo fornece um conjunto de comparações, que ora corrobora a incidência dos fatores e observações constantes na literatura técnica, e em outros casos, constata-se que na prática houve um comportamento diferente. As avaliações feitas nesse trabalho podem sofrer variantes decorrentes do quantitativo de ambientes pesquisados que representam três amostras de organizações onde tiveram respostas aos projetos realizados diferentes umas das outras...

‣ Os principais desafios da implantação e maturação de escritórios de projetos em organizações do governo brasileiro

Silva, Marcus Vinicius de Miranda
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.662993%
Os Escritórios de Gerenciamento de Projetos (EGPs) têm um papel cada vez mais relevante nas organizações, contribuindo para o sucesso dos projetos, no interesse dos objetivos organizacionais. A atuação dos EGPs, entrementes, transcorre repleta de percalços e desafios, que ocorrem desde a sua implantação nas organizações, percorrendo todo o seu ciclo de vida. Nas organizações públicas, alguns projetos apresentam uma complexa rede relacional, que afeta um grande número de stakeholders, em razão de sua exposição ao escrutínio público, tornando bastante difícil a coordenação e gestão de todos esses atores, o que pode afetar o sucesso dos projetos. Dessa forma, este estudo se propõe a responder ao seguinte problema de pesquisa: quais os principais desafios da implantação e maturação de escritórios de projetos em organizações do governo brasileiro? Para esse fim, foi realizada uma pesquisa qualitativa, com estudos de casos múltiplos, aplicada a dez representantes de oito organizações do governo brasileiro, por meio de entrevistas semiestruturadas. A partir dos resultados encontrados na pesquisa, foram identificados os códigos Burocracia, Capacitação, Comunicação, Cultura da Organização, Dedicação Parcial aos Projetos...

‣ Fatores de administração que interferem na longevidade de organizações do setor de móveis da região metropolitana de Curitiba-PR

Ferreira, Claudio Cesar
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.68279%
Esta pesquisa procura identificar fatores, relacionados às práticas e ao estilo de gestão, que interferem na longevidade de organizações ligadas ao segmento do mobiliário que estão localizadas na região metropolitana de Curitiba-PR. A pesquisa é importante, tendo em vista o elevado índice de “mortalidade” de empresas nesse setor, pelo interesse do setor em melhorar a sua produtividade e competitividade, bem como pela falta de estudos nesta área e assunto. À luz de teorias como 3-D, Ecológica e do Ciclo de Vida de organizações, o estudo utiliza, como estrutura básica de investigação, o modelo de Likert de pesquisa e avaliação dos estilos de administração vigentes em empresas. Para tanto, agrupam-se variáveis de pesquisa de acordo com dimensões de pesquisa, enfocando os temas administrativos da liderança, motivação, comunicação, influência e interação, decisão, metas e diretrizes, controle, metas de desempenho e treinamento e características de desempenho. A pesquisa foi dividida em duas partes distintas: na primeira, de cunho qualitativo, buscou-se conhecer a opinião dos gestores de organizações quanto a fatores intervenientes no sucesso e insucesso de organizações do setor pesquisado, bem como obter indicações de exemplos de organizações merecedoras de estudo das suas práticas de gestão e estilo gerencial; na segunda...

‣ O relacionamento entre o Estado e organizações não-governamentais : a formulação e aprovação da Lei das Oscips (organizações da sociedade civil de interesse público)

Pires, Catharina Eugênia Gonzaga
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.662993%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação, 2006.; A presente dissertação aborda o relacionamento entre Estado e organizações não-governamentais, fazendo um estudo da formulação e da aprovação da chamada Lei das Oscips (organizações da sociedade civil de interesse público - Lei 9.790/1999). O debate internacional sobre a necessidade de regulamentar as relações entre Estado e organizações da sociedade civil sem fins lucrativos tem enfatizado o papel do Estado como ente que estimula e organiza o capital social, por meio de políticas públicas e/ou transferência de recursos dirigidas a entidades da sociedade civil. Esta dissertação tem a preocupação de, primeiramente, apresentar um marco teórico que proporcione subsídios para melhor compreensão do relacionamento Estado-organizações da sociedade civil sem fins lucrativos. Em segundo lugar, apresenta-se o contexto em que surgiram as organizações da sociedade civil sem fins lucrativos na história brasileira, bem como, o seu histórico de relacionamento com entes estatais. Numa terceira etapa, apresenta-se um estudo do processo de formulação e aprovação da Lei das Oscips como sendo a ferramenta que o Estado brasileiro encontrou para regulamentar e fomentar o relacionamento com tais entidades. Assim...

‣ O otimismo e a criatividade nas organizações: o caso do turismo

Pacheco, Lúcia Carla Morais Teixeira
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 06/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.725452%
Dissertação de Mestrado, Gestão de Empresas/MBA, 6 de Fevereiro 2014, Universidade dos Açores.; Na atualidade face à crescente competitividade do mercado global e ao contexto económico-social desfavorável, torna-se imperativo que as organizações repensem fatores relevantes na criação/desenvolvimento de um contexto laboral positivo, que permita a continuidade e o sucesso das mesmas. A positividade organizacional pode ser encarada como uma forma alternativa de gestão, que enaltece o capital humano, promovendo na organização um clima de excelência com resultados positivos para os indivíduos e permitido o crescimento e sucesso das organizações. Esta dissertação procurou abordar as organizações positivas relacionando-as com o Capital Psicológico Positivo com foco no otimismo e abordando uma temática de alguma forma recente nos estudos organizacionais positivos, a criatividade. O objetivo do estudo foi aferir a positividade das organizações do setor do Turismo e relacionar este aspeto com a autoavaliação dos colaboradores, identificar nas variáveis do Psycap, quais as que poderiam ter maior impacto na criatividade dos indivíduos e na compreensão das principais características organizacionais. O método de estudo foi o da investigação quantitativa. A criação de uma gestão positiva nas organizações proporciona a capacidade de solucionar problemas tornando as organizações mais humanas e aptas em contextos adversos. Esta mudança permite o crescimento sustentável de todos os intervenientes da organização e desenvolve a sociedade onde esta atua. Nesta perspetiva...

‣ O processo (intra) empreendedor nas organizações de saúde: o caso dos Serviços de Medicina Física e Reabilitação e Unidades de Fisioterapia

Lages, Marisa Filipa dos Santos
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.68279%
Tese de Doutoramento em Gestão; Nos últimos tempos, a temática do intra-empreendedorismo tem vindo a ser conotada com uma cada vez maior importância, não só no meio académico, mas também no seio das organizações, dada a sua relevância para a revitalização do seu desempenho, face à atual conjuntura económica onde a competitividade assumiu uma enorme preponderância. Através da revisão da literatura, constatamos a existência de uma lacuna principal, quer ao nível nacional, quer internacional, relacionada com a inexistência de estudos científicos sobre o intra-empreendedorismo no setor da saúde, e também por isso, este estudo teve a pretensão de contribuir -numa época em que grassa uma crise profunda desde 2008 que obrigou o país a uma reestruturação de todos os seus serviços, nomeadamente na saúde, que encontra nos setores não públicos, se não um rival, pelo menos um parceiro complementar de peso que vem suscitando o apetite de organizações estrangeiras poderosas, e que dessa forma reconhecem a excelência das organizações de saúde em Portugal- quer na perspetiva académica quer no setor da gestão da saúde, para a compreensão, pioneira, reforçamos, do comportamento e perfil (intra) empreendedor dos profissionais de saúde...

‣ A essência da liderança em organizações inovadoras: Análise de cinco estudos de caso exemplares

Piteira, Maria Margarida Croca
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.713386%
Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional; A presente análise pretende fornecer algumas evidências empíricas, por um lado, acerca do modo como o vaticano da gestão, designadamente a Harvard Business School e o INSEAD, comunica o sucesso na criação de organizações inovadoras, e por outro, delimitar a essência da liderança nestas organizações através dos seus determinantes críticos de sucesso. Em simetria com estes objectivos, o campo empírico tem como base cinco estudos de caso referentes a grandes organizações inovadoras com sucesso, a saber: General Electric, IKEA, Virgin, Microsoft e SMH / Swatch. Estes casos foram elaborados, comercializados e difundidos como modelos organizacionais pelas escolas de gestão acima mencionadas. A metodologia usada circunscreve-se às análises inter-casos e de conteúdo dos textos, utilizando-se paralelamente outras técnicas, nomeadamente o agrupamento semiótico, a análise de estrutura, forma e retórica. Este procedimento teve a intenção de estabelecer relações que facilitassem a interpretação dos dados e proporcionassem uma maior objectividade na sua inferência. Os critérios de selecção dos casos tiveram em conta a natureza das suas temáticas e o reconhecimento científico conferido pelos docentes e instituições onde foram elaborados. O estudo aborda o papel da liderança na criação de organizações inovadoras...

‣ Liderança e estratégia em contexto de inovação nas organizações de saúde : estudos de caso

Morais, Luís Manuel Dias Fialho de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.699343%
RESUMO - A presente investigação procura descrever e compreender como a estratégia influencia a liderança e como esta por sua vez interage nos processos de inovação e mudança, em organizações de saúde. Desconhecem-se estudos anteriores, em Portugal, sobre este problema de investigação e da respectiva problemática teórica. Trata-se de um estudo exploratório e descritivo que envolveu 5 organizações de saúde, 4 portuguesas e 1 espanhola, 4 hospitais (dois privados e uma unidade local de saúde). Utilizou-se uma abordagem mista de investigação (qualitativa e quantitativa), que permitiu compreender, através do estudo de caso, como se articulam a estratégia, a liderança e a inovação nessas cinco organizações de saúde. Os resultados do estudo empírico foram provenientes da recolha de dados efectuada através de observação directa e estruturada, entrevistas com actores-chave, documentos em suporte de papel e digital, e ainda inquérito por questionário de auto-resposta a uma amostra (n=165) de actores do line e do staff (Administradores, Directores de Serviço/Departamento, Enfermeiros Chefe e Técnicos Coordenadores) das cinco organizações de saúde. Tanto o modelo de Miles & Snow (estratégia organizacional)...

‣ Avaliação de desempenho de sustentabilidade de organizações públicas pelas partes interessadas

Coutinho, Vera Sofia Oliveira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.68279%
A avaliação de sustentabilidade de organizações tem ganho relevância nos últimos anos, tendo sido visível o seu crescente reconhecimento no setor público. Cada vez mais há a necessidade de comunicar a sustentabilidade do setor, avaliando o seu desempenho económico-financeiro, ambiental e social. Neste âmbito, os instrumentos de avaliação de desempenho pretendem contribuir para o apoio à gestão e à tomada de decisão, fomentando a melhoria contínua e a comunicação com as partes interessadas (stakeholders), e potenciando a existência de benchmarking entre organizações do mesmo tipo. Os modelos de avaliação de desempenho de sustentabilidade para organizações do setor público constituem assim uma ferramenta de particular importância para a gestão, assumindo também um papel fundamental no envolvimento das organizações com as partes interessadas. A comunicação do desempenho de sustentabilidade a todos os interessados contribui igualmente para a transparência, credibilidade e reputação das organizações do setor. Apesar de existirem vários trabalhos sobre a importância do envolvimento das partes interessadas em processos de avaliação e gestão de desempenho de organizações, a integração ativa das partes interessadas em processos relacionados com a sustentabilidade organizacional tem sido pouco explorada...

‣ Reforma do Estado e terceiro setor: as organizações sociais e os desvirtuamentos dos modelos de implantação na Administração Pública brasileira

Fernandes, Luciana de Medeiros
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.699343%
O estudo tem por objeto as organizações sociais também denominadas organizações públicas (voltadas ao interesse geral) não-estatais (situadas fora do firmamento do Estado) , que integram o denominado terceiro setor no Brasil, e, mais precisamente, as organizações sociais, instituídas pela Lei nº 9.637, de 15.05.1998, e as organizações da sociedade civil de interesse público, desenhadas na Lei nº 9.790, de 23.03.1999. Não se trata, contudo, de uma análise que se resuma à averiguação da natureza, da estrutura, da dinâmica, do funcionamento, do regime, das formas de controle e dos procedimentos típicos das instituições nomeadas conquanto essas particularidades constituam etapa relevante e inafastável da investigação, à medida que serão contribuintes da construção da proposição científica. Trata-se, de modo mais ampliado, de examinar, pormenorizadamente, os conceitos essenciais associados como os de subsidiariedade, de parceria e de sociedade civil , o panorama nacional e internacional, político, econômico e jurídico no qual as organizações sociais foram concebidas, os tipos predecessores, os modelos que lhes serviram à gestação, os escopos que seu estabelecimento pretendeu realizar segundo as vozes dos teóricos...

‣ Capital social e organizações do terceiro setor em Porto Alegre

Costa, Beatriz Morem da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.699343%
Esta tese tem como objeto o estudo de organizações do terceiro setor que atuam em Porto Alegre em suas relações com os órgãos governamentais e as empresas. A crise do Estado experimentada nas últimas décadas e as dificuldades em atender as necessidades sociais da população têm incentivado a ação pública dessas organizações. O objetivo central do estudo, ao tomar como unidade de análise as próprias organizações sociais, foi avaliar em maior profundidade um aspecto ainda pouco investigado pela sociologia: as tensões e potencialidades presentes nas parcerias estabelecidas entre as organizações do terceiro setor, instituições governamentais e empresas. Para responder as questões formuladas foi realizada uma pesquisa empírica nos meses de maio a agosto de 2003, abrangendo um total de trinta organizações. Na coleta de dados primários utilizou-se um questionário com questões fechadas e abertas e entrevistas semi-estruturadas com dirigentes das instituições. Recorreu-se, também, a fontes secundárias de informação como artigos em jornais, estudos nacionais e internacionais, bem como informativos e materiais de divulgação produzidos pelas próprias organizações e instituições representativas do setor. Os resultados encontrados na pesquisa apontam para alguns pontos que merecem ser destacados. Observou-se que existem restrições por parte da maioria das organizações sociais à sua denominação como "terceiro setor". O desconforto é atribuído a um caráter ideológico e de modismo que aquela expressão carregaria. Constatou-se...

‣ Gestão ambiental em organizações goianas: as representações dos trabalhadores; Environmental management in goianas organizations: the workers’ representations

Macêdo, Kátia Barbosa; UCG - Goiânia - GO; Santos, Elise Alves dos; Siqueira, Ana Tereza Elias; Paula, Daiany Georges de; Reis, Jamaile de Souza; Farias, Keila Mara de Oliveira; Medeiros, Luiza Ferreira Rezende de
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
46.60891%
A presente pesquisa teve como objetivo levantar dados a respeito de organizações goianas que desenvolviam ações de Gestão Ambiental, enfocando a implantação dessas ações a partir das representações dos trabalhadores sobre os programas desenvolvidos pelas organizações onde atuavam. Para que o SGA (Sistema de Gestão Ambiental) seja efetivo, ele deve: estar integrado ao planejamento global da organização; ter envolvimento dos setores e pessoas responsáveis por sua implantação; refletir a política ambiental; e submeter-se a uma revisão periódica. Algumas organizações que implantam os SGA buscam apenas reconhecimento externo, e a questão ambiental assume papel secundário. Trata-se de um estudo de casos, de caráter descritivo e exploratório, realizado em parceria com a FIEG (Federação das Indústrias do Estado de Goiás) e a Agência Ambiental do Estado de Goiás. Foram coletados dados em 10 organizações goianas, e foram utilizadas a análise documental, a entrevista semi-estruturada e a análise gráfica do discurso. As representações dos trabalhadores indicaram motivos distintos para a implantação das ações e focalizaram as abordagens diferenciadas utilizadas para conscientizar ou sensibilizar os trabalhadores. Alguns afirmaram que conheciam o programa e que as atividades desenvolvidas eram adequadas; outros declararam que as ações priorizavam o cumprimento da legislação...

‣ A gestão ambiental nas organizações como nova variável estratégica; Environmental management in organizations as new strategic variable

Oliveira, Alberto de; UCG - Goiânia - GO; Mâcedo, Kátia Barbosa; Universidade Católica de Goiás
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
46.63889%
O presente artigo tem como objetivo discutir a Gestão Ambiental como uma variável importante a ser inserida no planejamento estratégico das organizações, tendo em vista o contexto globalizado, que inclui o movimento ecológico, a mudança no perfil dos consumidores e as pressões dos movimentos sociais por uma melhor performance das organizações. Está dividido em cinco partes, sendo que a primeira aborda a importância do movimento ambientalista como resultado de um processo de construção histórica; a segunda, aborda como a questão ambiental impactou nas organizações; a terceira aborda as formas de reações das organizações frente à questão ambiental; a quarta explica como implantar um sistema de gestão ambiental nas organizações e a quinta discute como o psicólogo pode contribuir com a implantação, por meio da sensibilização, desenvolvimento de gestores, formação de pessoal e facilitador de mudança cultural.; This article was made to discuss the insertion of the environmental management as an important variable to configure in a strategic planning for the organizations, considering that the global context includes the ecological movement, the consumers and stakeholders’ changes and the pressure of social movements seeking for better performances for organizations. It is composed by five sections: the first one discuss the ecological movement as a result of a historical process; the second one discuss about the insertion of this variable into the organizations; the third one presents the reactions of the organizations to this movement; the fourth one presents the steps to implant environmental programs in organizations and the fifth one discuss how the organizational psychologist can work with this variable in organizations...