Página 1 dos resultados de 22 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ Construção e validação de escala de crenças sobre o sistema treinamento; Development and validation of a training system beliefs scale

Freitas, Isa Aparecida de; Borges-Andrade, Jairo Eduardo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.759316%
Este artigo aborda a construção e validação da escala de crenças sobre o sistema de treinamento. Os itens foram formulados a partir do Modelo MAIS (Borges-Andrade, 1982) aplicado à avaliação de treinamento, das escalas de cinismo organizacional (Tesluk, Farr, Mathieu, & Vance, 1995) e das crenças que as pessoas possuem sobre treinamento descritas na revisão de Rousseau (1997). Crenças são vistas como os aspectos cognitivos relacionados a um objeto (Ajzen & Fishbein, 1980). Foram criados 35 itens, que passaram por processo de validação semântica e estatística no Banco do Brasil. Na validação estatística, realizada com 327 casos, utilizou-se análise de componentes principais e análise fatorial (PAF, rotação oblíqua). Os resultados dessas análises indicaram a existência de três fatores, com índices psicométricos adequados e conteúdos consistentes com o modelo teórico adotado, o que sugere a validade interna do instrumento. Possibilidades de intervenção nas organizações com o uso dessa escala também são discutidas. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This paper focuses on the development and validation of a scale for measuring beliefs on the training system. The MAIS Model (Borges-Andrade...

‣ Stress ocupacional em profissionais de segurança pública : um estudo com militares da Guarda Nacional Republicana; Occupational stress in professionals of public security : a study with military agents of the Republican National Guard

Gomes, António Rui; Afonso, Jorge M. P.
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Curso de Pós-Graduação em Psicologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Curso de Pós-Graduação em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
28.924023%
Este trabalho analisa o “stress” ocupacional em 95 militares da Guarda Nacional Republicana Portuguesa. Para tal, utilizámos um protocolo de avaliação com medidas do “stress” global, “burnout”, “coping” proactivo, comprometimento organizacional, satisfação com a vida e satisfação/realização profissional. Os indicadores de fidelidade e validade dos instrumentos foram muito aceitáveis. Os resultados de “burnout” por dimensão apontaram níveis apreciáveis de exaustão emocional (12%), seguidos do cinismo (10%) e da baixa eficácia profissional (8%) (mas nenhum participante registou valores de “burnout” nas três dimensões, em simultâneo), observando-se também variáveis distintas na predição destas três áreas. A análise discriminante entre subgrupos da amostra permitiu verificar dois aspectos principais: i) menores níveis de comprometimento organizacional e maior utilização de “coping” proactivo nos militares mais novos e/ou inexperientes e ii) maior desejo de abandonar o emprego/trabalho bem como maior cinismo parecem identificar os profissionais mais velhos e/ou mais experientes. No final, os autores discutem a importância de a investigação futura analisar os efeitos da maior tendência para o cinismo com o aumento da idade dos participantes e os efeitos do menor comprometimento organizacional por parte dos mais novos em termos da sua eficácia profissional.; This work analyzes occupational stress in 95 Portuguese military agents of the Republican National Guard. We applied an evaluation protocol with measures of global stress...

‣ Atitudes face à mudança e Burnout : um estudo com docentes da Universidade do Minho

Briga, Didiana Cristina Correia Mendes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
28.513271%
Dissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos; As contantes mudanças no cenário atual incitam o indivíduo a criar novas formas de se adaptar às organizações. Esta realidade implica adaptações constantes no funcionamento físico e emocional do trabalhador. Na educação, assiste-se igualmente a estas mudanças que exigem novas alternativas nos sistemas educativos e que afetam diretamente o trabalho dos docentes. Com as reformas que têm sido introduzidas na última década, o ensino superior encontra-se hoje numa fase de grande turbulência. Os docentes universitários deparam-se com uma nova realidade que impõem constantes ajustamentos. Conciliar a multiplicidade de tarefas e de papéis torna-se um desafio diário gerando stresse e muitas das vezes estados de esgotamento (burnout). No campo de comportamento organizacional, as atitudes dos indivíduos mostram-se um importante fator de análise da predisposição de comportamentos, principalmente no que diz respeito à implantação de mudanças organizacionais. Foi partindo destes pressupostos que se entendeu pertinente levar a cabo o presente estudo, que procura aferir a existência de relação entre as atitudes dos docentes face à mudança e o estado de burnout. Para o efeito...

‣ Relações de confiança na organização e no superior hierárquico : o seu impacto no empenhamento organizacional

Fernandes, Joana Rita Carvalho
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
29.405176%
Dissertação de mestrado em Estudos de Gestão; A confiança organizacional tem sido entendida pela literatura como um fator crítico do sucesso organizacional. A importância que a confiança no superior hierárquico e na organização tem assumido no bom funcionamento das organizações torna pertinente a compreensão da sua dinâmica no contexto organizacional. Tendo em conta o contexto atual, as organizações procuram obter maior eficiência, produtividade, bom desempenho/performance, competitividade, estabilidade e partilha de conhecimentos. Neste cenário, a confiança na organização e no superior hierárquico tornam-se em elementos fundamentais para o alcance desses resultados organizacionais, destacando o aumento do empenhamento organizacional e a diminuição do cinismo organizacional. A criação de um clima organizacional assente em níveis de confiança elevados, é possível através da existência de certos comportamentos tais como o suporte organizacional e a promoção de segurança no local de trabalho. O fortalecimento das relações de confiança com a organização e com os superiores hierárquicos surge quando os colaboradores se sentem valorizados, apoiados e tratados favoravelmente pela organização e quando percecionam que o seu emprego na organização está seguro. Nesse âmbito...

‣ Resistência à mudança e cinismo em relação à mudança : análise numa amostra de jovens

Nascimento, Vera Filipa Reis
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
38.959133%
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos; A mudança é um tema essencial para as organizações dos nossos dias. No entanto, várias iniciativas de mudança fracassam, encontrando-se a resistência à mudança e o cinismo dos colaboradores face à mudança entre as principais razões para esse fracasso. Este estudo analisa as relações que se estabelecem entre diferentes componentes da resistência à mudança e do cinismo face à mudança numa amostra de jovens. Vários autores têm defendido que as novas gerações têm uma visão diferente do trabalho, sendo mais flexíveis e aberto face à mudança. O estudo foi baseado num questionário e tem como participantes 123 indivíduos cuja média etária é 26 anos. Os resultados revelam que o cinismo e a resistência à mudança apresentam baixos níveis para os jovens, verificando-se uma associação entre os dois conceitos, embora com algumas excepções quando analisadas as suas dimensões. Mais especificamente, para o cinismo verifica-se que a dimensão de pessimismo (falta de crença na possibilidade de sucesso da mudança) está positivamente correlacionado com todas as dimensões de resistência à mudança, mas a dimensão de atribuições disposicionais (falta de crença nas capacidades ou motivação dos responsáveis pela mudança) não apresenta correlações significativas com as dimensões de resistência à mudança. Os resultados também revelaram que a resistência à mudança está negativamente correlacionada com o tempo de experiência profissional e que os níveis de cinismo mais elevados estão associados ao sector privado.; Change is a fundamental topic for the survival of organizations. However...

‣ O papel do comprometimento profissional na relação entre o cinismo organizacional e o comprometimento organizacional

Assis, Dirce de Jesus Pinheiro Fonseca Monteiro da Silva
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
29.569167%
Dissertação de Mestrado em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos; RESUMO Ao longo dos últimos anos têm sido realizados muitos estudos sobre o comportamento em contexto de trabalho, com uma grande incidência na análise do comprometimento, em particular do comprometimento organizacional. Contudo, são raros os estudos que relacionam os diferentes focos de comprometimento, nomeadamente o organizacional e o profissional. As atuais práticas de gestão, muitas vezes dão origem a um fenómeno recentemente identificado, o cinismo organizacional. Alguns estudos têm apontado o cinismo organizacional como antecedente do comprometimento organizacional, mas desconhece-se estudos que relacionem o cinismo com o comprometimento profissional. No presente estudo é proposto um modelo que pretende estabelecer uma relação entre o cinismo organizacional e o comprometimento organizacional mediada pelo comprometimento profissional. Através de uma amostra de 302 trabalhadores e com base numa investigação quantitativa com recurso a um questionário constituído por três escalas e seis subescalas pretendeu-se avaliar a relação entre os constructos. O modelo proposto foi estimado através de modelos de equações estruturais...

‣ Perceção do suporte organizacional e desempenho dos trabalhadores dos call center: o relevo do bem-estar

Folgado, Vanessa Susana Correia Vinagre
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
28.0106%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Gestão de Recursos Humanos; O propósito deste estudo foi aferir a Perceção do Suporte Organizacional (POS) por parte dos trabalhadores temporários que operam em call centers e estudar, em primeiro lugar, a relação direta entre a POS e o Bem-Estar e, em segundo lugar, a relação entre a POS e o Desempenho bem como o papel do Bem-Estar como mediador nesta relação. Os resultados obtidos foram de encontro ao teoricamente esperado, demonstrando uma relação positiva entre a POS e o Bem-Estar dos trabalhadores. Permitiram ainda concluir a existência de uma correlação positiva significativa entre a POS e o Desempenho, mas que esta é enfraquecida quando o Bem-Estar é introduzido no modelo, existindo uma mediação total. Contudo, esta relação apenas foi observada para a POS por parte da empresa cliente e para as variáveis da Dedicação e Cinismo, ou seja, com o Eixo-Motivacional do bem-estar, mostrando o seu relevo para explicar o Desempenho dos trabalhadores de call center.; The purpose of this study was to measure the Perceived Organizational Support (POS) by temporary agency workers operating in call centers and study, first, the relationship between POS and Well-Being...

‣ Efeito do clima de comunicação na identificação organizacional, na voz e no cinismo

Belo, Sofia Teresa Fragulha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
29.569167%
Mestrado em Psicologia Social e das Organizações. / Classificação nas categorias definidas pela American Psychological Association (PsycINFO Classification Categories and Codes): 3600 Industrial & Organizational Psychology; 3650 Personal Attitudes & Job Satisfaction; 3660 Organizational Behavior.; O clima organizacional tem sido descrito como um determinante crítico no comportamento dos indivíduos nas organizações. Os estudos indicam que esta variável tem influência quer na motivação e comportamento dos indivíduos, quer na produtividade organizacional. Apesar de existirem alguns estudos sobre clima de comunicação enquanto clima específico, ainda não foram aprofundados os seus efeitos nos comportamentos dos indivíduos. Neste estudo tentou perceber-se quais os efeitos que o clima de comunicação tem nos comportamentos de voz e cinismo, tendo como variável mediadora a identificação organizacional. Assim, esperava-se que o clima de comunicação se encontrasse positiva e significativamente relacionado com a identificação organizacional e com a voz, e por outro lado, que apresentasse uma relação negativa com o cinismo. Os dados foram recolhidos numa empresa multinacional portuguesa, utilizando um questionário aplicado a 334 indivíduos. Os resultados indicaram que o clima de comunicação contribui para mais comportamentos de voz...

‣ Burnout in Veterans Health Administration Mental Health Providers in Posttraumatic Stress Clinics

Garcia, Hector A.; McGeary, Cindy A.; McGeary, Donald D.; Finley, Erin P.; Peterson, Alan L.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
18.513271%
The purpose of this study was to conduct the first assessment of burnout among Veterans Health Administration (VHA) mental health clinicians providing evidence-based posttraumatic stress disorder (PTSD) care. This study consisted of 138 participants and the sample was mostly female (67%), Caucasian (non-Hispanic; 81%), and married (70%) with a mean age of 44.3 years (SD = 11.2). Recruitment was directed through VHA PTSD Clinical Teams (PCT) throughout the United States based on a nationwide mailing list of PCT Clinic Directors. Participants completed an electronic survey that assessed demographics, organizational work factors, absenteeism, and burnout (assessed through the Maslach Burnout Inventory-General Survey, MBI-GS). Twelve percent of the sample reported low Professional Efficacy, 50% reported high levels of Exhaustion, and 47% reported high levels of Cynicism as determined by the MBI-GS cut-off scores. Only workplace characteristics were significantly associated with provider scores on all 3 scales. Exhaustion and Cynicism were most impacted by perceptions of organizational politics/bureaucracy, increased clinical workload and control over how work is done. Organizational factors were also significantly associated with provider absenteeism and intent to leave his/her job. Findings suggest that providers in VHA specialty PTSD care settings may benefit from programs or supports aimed at preventing and/or ameliorating burnout.

‣ Edward Heath, the Declaration of Perth and the Scottish Conservative and Unionist Party, 1966-70

Pentland, Gordon
Fonte: Oxford University Press Publicador: Oxford University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Português
Relevância na Pesquisa
17.429438%
Edward Heath’s ‘Declaration of Perth’ in May 1968 and the work of the Constitutional Committee that followed it committed the Conservative Party to establish a devolved Scottish Assembly in Edinburgh. This apparent new departure has been characterized in two principal ways. First, as a tactical and opportunistic attempt to play the ‘Scottish card’ in the context of declining electoral fortunes north of the border and the threat posed by the Scottish National Party. Second, as the logical terminus of both a long-standing Conservative engagement with ideas around decentralization and the devolution of power and of a policy of ‘administrative devolution’ in Scotland. This article offers a close analysis of the genesis and reception of the Declaration of Perth with two related aims. First, it provides a more nuanced account of the interaction between ‘short-term’ tactical and ‘long-term’ ideological explanations for Conservative policy on Scotland at this crucial moment. Second, it places the Declaration and its reception within additional contexts ignored in existing accounts. Both a more general cynicism surrounding formal politics and organizational changes and leadership attempts aimed at restoring Conservative fortunes in Scotland help to provide a more convincing explanation for the failure of the Conservative approach to devolution in the late 1960s.

‣ La perception du rôle et les attitudes de cynisme et de désengagement chez le technicien ambulancier paramédic québécois dans le contexte des interventions non urgentes

Bourdon, Emmanuelle
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
18.0106%
Problématique : Le rôle des paramédics se transforme partout dans le monde. Les besoins des aînés et des malades chroniques entraînent une forte proportion d’interventions préhospitalières non urgentes. La confrontation entre la perception et l’expérience du rôle peut entraîner un conflit correspondant à un stress organisationnel modéré et chronique chez ces travailleurs. Pour y faire face, différentes stratégies d’adaptation peuvent être adoptées. Objectifs : Cette étude vise à dépeindre la réalité des interventions préhospitalières non urgentes des paramédics québécois et à explorer son influence sur leur perception du rôle et les manifestations de cynisme et de désengagement. Méthode : Les données qualitatives obtenues en entrevues semi-structurées ont été codifiées et analysées à partir d’un modèle adapté des théories en psychosociologie du travail et d’administration de la santé (n=13, 3 régions, intervenants de - de 3 à + de 20 ans de carrière). Résultats : Les paramédics reconnaissent vivre un conflit de rôle alors que la formation et la définition de leur pratique se rapportent exclusivement à l’urgence, au contraire de leur expérience. Ils manifestent des attitudes de cynisme et de désengagement affectant la qualité des services...

‣ Liderança transformacional/transacional: que impacto no cinismo organizacional?

Agostinho, Andreia Marina Neves
Fonte: Escola Superior de Comunicação Social Publicador: Escola Superior de Comunicação Social
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
49.66044%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Gestão Estratégica das Relações Públicas.; Face à conjuntura actual pode dizer-se que estamos perante uma geração de trabalhadores que escondem por detrás de reacções de aparente ingenuidade e conformidade quanto aos objectivos um relativo interesse pessoal, oportunismo e até mesmo resistência à mudança. Para Dean et al., (1998) o cinismo é a atitude que capta com maior perspicácia e profundidade a essência da frustração e negatividade que os indivíduos vivenciam nos seus locais de trabalho. A figura do líder assume aqui um papel claramente determinante, uma vez que são os principais responsáveis por toda a organização já que cabe-lhes a função de combinar e ajustar de um modo harmonioso e eficaz a estratégia, a estrutura e os mecanismos internos, atingindo a totalidade da lógica operativa, afetação de recursos e funcionamento da organização. Para Mirvis e Kanter (1991) os líderes organizacionais estão situados no epicentro do fenómeno, sendo que o cinismo começa e acaba com as atitudes e os comportamentos dos mesmos. Na presente investigação são identificados os comportamentos (consideração individualizada...

‣ The effects of stress management interventions among police officers and recruits

Patterson, George T.; Chung, Irene W.; Swan, Philip G.
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: Aufsatz; info:eu-repo/semantics/article
Português
Relevância na Pesquisa
17.429438%
Law enforcement organizations began to take notice of officer stress during the late 1970s. Stress has been found to not only affect the officers’ job performance, but their personal lives and relationships as well. Because police officers are first responders to potentially stressful situations, their ability to successfully manage stress is critical not only to their own mental health but to the safety of society as a whole. Research has found that police officers who have difficulties coping with stress exhibit maladaptive behavior and personality traits such as aloofness, authoritarianism, cynicism, depersonalization, emotional detachment, suspiciousness, and excessive use of alcohol. High levels of stress can lead to serious physiological (headaches, stomachaches, backaches, ulcers, heart attacks) and psychological (anxiety, depression, flashbacks, and panic attacks) symptoms. Stress among police officers has also been connected to police misconduct and can also have a negative effect on the law enforcement organization due to lawsuits resulting from officers’ performance. Other organizational effects include impaired officer performance, lower productivity, poor morale, poor public relations, labor-management problems, tardiness and missed work...

‣ Organizational cynicism at the United States Naval Academy: an exploratory study

Pitre, Leighton J.
Fonte: Monterey, California. Naval Postgraduate School Publicador: Monterey, California. Naval Postgraduate School
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiv, 53 p.
Português
Relevância na Pesquisa
69.736504%
Approved for public release; distribution is unlimited; Organizational cynicism is an attitude, characterized by frustration and negatively valenced beliefs, resulting primarily from unmet expectations, which is capable of being directed towards an organization in general and/or more specific facets of the organizational environment (Brockway, Carlson, Jones, & Bryant, 2002). This thesis presents an exploratory study into the causes of organizational cynicism at the United States Naval Academy. The study is based on focus groups involving 30 first class midshipmen (i.e., seniors). Gaps in expectations versus students' reality emerged as a cause of organizational cynicism. Themes such as (1) constraints on decision-making discretion, (2) disappointment in peers' actions, (3) organizational inconsistencies, and (4) emphasis on outside interests versus midshipmen's interests emerged as the strongest precursors to the development of cynicism. The effects of organizational cynicism were reported as (1) lack of organizational commitment and citizenship and (2) deficiencies in decision-making and risk taking skills.; Lieutenant, United States Navy

‣ Burnout and Coping Strategies Utilized by Occupational Therapists in Ontario

GUPTA, SANGEETA
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
17.429438%
Introduction: Burnout is a familiar term for today’s health care professionals with emotional, psychological, physical, and social consequences for those who experience it. It leads to job dissatisfaction, low organizational commitment, absenteeism, as well as inter personal conflict in teams and patient care. Objectives: This mixed methods study has 3 objectives: 1. To determine the levels of burnout being experienced by a sample of occupational therapists practicing in Ontario. 2. To describe the practice issues faced by participants in their day-to-day work and 3. To describe the coping strategies participants employ to maintain their practice. Methods: A concurrent embedded mixed methods research design was used. The mixed methods design collected quantitative and qualitative data. In the first phase, 63 participants completed a survey, which collected demographic information, responses on Maslach Burnout Inventory-General Survey and Areas of Worklife Survey, and their use of coping strategies. In the second phase, focus groups and interviews with 7 occupational therapists were conducted to learn about practice issues, and coping strategies used to address the identified demands. Results: 34.8% of the participants reported high levels of emotional exhaustion...

‣ Les déterminants de l'épuisement professionnel et des troubles musculosquelettiques et leur cooccurrence chez les policiers

Drolet, Marie-Ève
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
28.619604%
Ce mémoire est rédigé dans le cadre d’une recherche multidisciplinaire visant à développer de meilleurs outils d’intervention et politiques en santé mentale au travail. L’objectif principal de cette étude était de cibler les déterminants de l’épuisement professionnel et des troubles musculosquelettiques et leur cooccurrence chez une population policière. Un échantillon de 410 policiers du Service de Police de Montréal (SPVM) a été sondé à l’aide d’un questionnaire basé sur des outils standardisés en santé mentale au travail. Les conditions organisationnelles, variables indépendantes de cette étude, ont été identifiées à partir de modèles théoriques validés. L’analyse segmentée de chacun des grands concepts (latitude décisionnelle, soutien social au travail, demandes, justice distributive et sur engagement) révèle que l’effet des conditions organisationnelles ne se manifeste pas également sur chacune des trois dimensions de l’épuisement professionnel (l’épuisement émotionnel, le cynisme et l’efficacité professionnelle). De plus, on observe que les trois formes de récompenses de justice distributive tirées du modèle « Déséquilibre-Efforts-Récompenses » (Siegrist, 1996) ne sont pas distribuées également selon les dimensions de l’épuisement professionnel. Selon nos données...

‣ L'influence de la culture organisationnelle sur l'épuisement professionnel ; étude comparative entre cols blancs et policiers d'un service de police urbain.

Chevalier Bonin, Jean-Philippe
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
28.038445%
Ce mémoire élaboré dans le cadre d'une étude plus vaste sur la santé mentale au travail étudie l'effet de la culture organisationnelle ainsi que certains facteurs du travail comme la supervision abusive, la latitude décisionnelle, l'utilisation des compétences, l'autorité décisionnelle, les demandes psychologiques, le soutien social ainsi que l'horaire de travail sur l'épuisement professionnel et ses trois dimensions. Ces facteurs, à l'exception de la culture organisationnelle ont fait l'objet d'études approfondies dans le passé. Ce mémoire se base sur un modèle connu et régulièrement utilisé mesurant l'effet de ces facteurs du travail sur la santé mentale. Ce modèle est communément appelé le modèle demandes-contrôle de Karasek. L'échantillon à l'étude est constitué de 384 policiers et travailleurs cols blancs travaillant pour le service de police de la Ville de Montréal. La récolte des données à été effectuée en 2008 et 2009. Ce mémoire confirme en partie les résultats fréquemment observés dans les études sur le sujet. La supervision abusive, les demandes psychologiques et certains types de culture augmentent le niveau d'épuisement professionnel. D'autres variables comme la latitude décisionnelle et certains autres types de culture organisationnelle réduisent le niveau d'épuisement professionnel.; This thesis is part of a vast study on mental health at work started by the Équipe de Recherche sur le Travail et la Santé Mentale. It more specifically focus on the effect of organizational culture and some work concepts like abusive supervision...

‣ La comorbidité de l'épuisement professionnel et de la consommation de substances psychoactives.

Dansereau, Véronique
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
27.429438%
L’objectif principal du présent mémoire réside dans l’exploration des liens concomitants existant entre les trois dimensions de l’épuisement professionnel telles que définies par Maslach (1981) et la consommation de substances psychoactives, plus précisément au niveau de la consommation épisodique excessive et hebdomadaire à risque d’alcool et de la consommation de médicaments psychotropes. À partir d’un échantillon composé de 1809 travailleurs provenant de 83 milieux de travail québécois, des profils-types correspondant à des formes particulières de comorbidité de santé mentale au travail sont identifiés grâce à la méthode d’analyse en classes latentes. Ainsi quatre profils-types sont dégagés: un premier regroupant les individus dits «sains», dont les scores aux différentes dimensions de l’épuisement professionnel sont faibles et dont la consommation de substances psychoactives est modérée; deux autres correspondant à des formes intermédiaires de risques; et un quatrième rassemblant des travailleurs dits «fragiles» dont les scores pour chacune des dimensions de l’épuisement professionnel se situent dans le quintile le plus élevé et dont les probabilités de consommation de substances psychoactives sont grandes. De plus...

‣ Les déterminants organisationnels et sociaux des trois dimensions de l'épuisement professionnel

Addison, Julie
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
28.0106%
Réalisée à partir d’un échantillon de 410 travailleurs civils et policiers du Service de Police de la Ville de Montréal (SPVM) atteint en février 2009, cette recherche vise à approfondir les connaissances relatives à l’influence de l’utilisation des compétences, de l’autorité décisionnelle, du soutien social au travail, de la supervision abusive et du soutien social hors travail sur les trois dimensions du syndrome d’épuisement professionnel (épuisement émotionnel, cynisme, efficacité professionnelle). Cette recherche vise également à déterminer si les relations qui unissent ces facteurs organisationnels et sociaux aux trois dimensions d’épuisement professionnel varient selon que les travailleurs appartiennent à la main-d’œuvre policière ou civile. Les résultats des analyses multivariées témoignent de l’influence distinctive des variables explicatives sur les trois dimensions d’épuisement professionnel et supportent la conceptualisation tridimensionnelle du syndrome d’épuisement professionnel. Les résultats appuient également la distinction des concepts d’utilisation des compétences et d’autorité décisionnelle et permettent d’approfondir les connaissances relatives à l’influence de la supervision abusive...

‣ Impacto da satisfação no trabalho e da percepção de suporte organizacional sobre a Síndrome de Burnout em trabalhadores de enfermagem de um Hospital Universitário

Neves, Vanessa Faria
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
28.257368%
A síndrome de Burnout tem sido apontada como um problema social de relevância e vem sendo investigada em diversos países, uma vez que se encontra vinculada à custos organizacionais O Burnout é definido como uma síndrome psicológica decorrente da tensão emocional crônica vivenciada no trabalho, sendo constituída pelas dimensões exaustão emocional, desumanização ou cinismo, e decepção no trabalho, denominada também diminuição da realização pessoal ou ineficácia. Este estudo propõe-se a investigar um modelo no qual as variáveis satisfação no trabalho e percepção de suporte organizacional consistem em preditoras da Síndrome de Burnout em profissionais de enfermagem. A amostra do estudo foi composta por 339 trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário (36,6% técnicos de enfermagem, 31,9% enfermeiros e 31,6% auxiliares de enfermagem), sendo 81,1% do sexo feminino, com idade média de 38,7 anos e tempo médio de 14,4 anos de formação. Os participantes responderam a um instrumento composto por dados sóciodemográficos e pelas escalas validadas de Satisfação no Trabalho, Percepção de Suporte Organizacional (EPSO) e Escala de Caracterização do Burnout (ECB). Os dados foram analisados com auxílio do programa SPSS...