Página 1 dos resultados de 3651 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ O processo de enfrentamento vivido por pais de indivíduos com fissura labiopalatina, nas diferentes fases do desenvolvimento; The coping process experienced by parents of individuals with cleft lip and palate at the different stages of development

Minervino-Pereira, Ana Cristina Musa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
37.13788%
Objetivo: Descrever e analisar o processo de enfrentamento vivido por pais de indivíduos com fissura labiopalatina, nos seguintes períodos do desenvolvimento humano: por ocasião do nascimento, no início da educação formal e na adolescência. Modelo: estudo prospectivo que descreveu e comparou três grupos de pais de pacientes com fissura transforame em diferentes etapas do desenvolvimento. Local: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais – USP/Bauru. Participantes: 150 pais de pacientes com fissura transforame inciso divididos em três grupos: G1- 50 pais de pacientes com fissura transforame incisivo não operada na faixa etária de zero a dois anos; G2- 50 pais de pacientes com fissura transforame incisivo, na faixa etária de seis a oito anos; G3- 50 pais de pacientes com fissura transforame incisivo, na faixa etária de 12 à 15 anos. Intervenções: Protocolo de entrevista, abordando questões sobre a identificação dos participantes, os sentimentos experienciados, as atitudes de enfrentamento, redes de apoio utilizadas e a influência da presença do filho na família, nas relações conjugais e nos irmãos. Variáveis: Diferentes fases do desenvolvimento: ocasião do nascimento, período escolar e adolescência. Resultados/Conclusões: Os resultados obtidos nesse estudo mostram que há poucas diferenças nas formas de enfrentamento utilizadas por pais de crianças com fissuras transforame nos diferentes períodos de desenvolvimento estudados. Todavia...

‣ A efetividade jurídica das normas de inclusão das pessoas com fissura labiopalatina no mercado de trabalho; The juridical effectiveness of regulations for the inclusion of persons with cleft lip and palate in the job market

Campos, Claudia Berbert
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.13788%
Objetivos: Investigar o percentual de pessoas com fissura labiopalatina inseridas ou não no mercado de trabalho e identificar as dificuldades vivenciadas nesse processo. Método: Estudo descritivo em 519 indivíduos com idade entre 18 e 35 anos com fissura de lábio e/ou palato, das diferentes regiões do Brasil, em tratamento no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC/USP). O método baseou-se em abordagem quanti-qualitativa, utilizando como instrumento para a coleta de dados um formulário de entrevista com 30 questões divididas em domínios. O cálculo formal da amostra foi feito a partir de um universo de 9.109 indivíduos que se enquadravam nos critérios definidos para o presente trabalho, com uma margem de erro global de 4,2% e nível de confiança de 95%, chegando-se a uma amostra de 514 indivíduos a serem analisados que, ao final da pesquisa, totalizou 519 participantes. Os domínios levantados foram: perfil sócio-demográfico; situação profissional atual; experiências profissionais anteriores; conhecimento e acesso de direitos; dificuldades e facilidades para inserção social e mercado de trabalho. Resultados: Dados quantitativos aferidos a partir das respostas colhidas em cada um dos domínios do formulário de entrevista mostraram que um percentual significativo de indivíduos estudados não está sendo contemplado com a reserva de cotas no mercado de trabalho (89...

‣ Prevalência, causa e localização de fístula de palato em fissura transforame incisivo unilateral operada: estudo retrospectivo; Prevalence, cause and location of palatal fistula in operated complete unilateral cleft lip and palate: retrospective study

Passos, Vivian de Agostino Biella
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
Este trabalho objetivou avaliar a prevalência de fístula após cirurgia de palato em indivíduos com fissura transforame incisivo unilateral (FTIU) e verificar a localização e associação entre a prevalência dessas fístulas com possíveis fatores causais. Foi realizada análise retrospectiva em prontuários e fotografias pertencentes a 589 indivíduos matriculados no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC-USP), que foram submetidos à palatoplastia com idades entre 12 e 36 meses, por meio da técnica de von Langenbeck , em tempo único, pela equipe de cirurgiões plásticos, no período de janeiro de 2003 na julho de 2007. A amplitude da fissura foi classificada em estreita (E), regular (R) e ampla (A), visualmente, por meio de fotografias iniciais pré-cirúrgicas. Para a localização das fístulas foram consideradas as regiões: palato anterior, região média do palato, área de transição (junção entre palato duro e mole) e palato mole. A prevalência de fístula foi de 27%, com um maior número de fístulas localizadas na região do palato anterior (37,11%). O teste estatístico Qui-Quadrado (2) demonstrou associação estatística significativa (p0,05) entre a presença de fístula e a amplitude inicial da fissura (p=0...

‣ Investigação de alterações na região 22q11 em indivíduos com fissura de palato; Investigation of the alterations in the region 22q11 in individuals with cleft palate

Sandri, Rosana Maria Candido de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
Objetivo: Investigar a presença de alterações (deleção e/ou duplicação) na região 22q11 em indivíduos até 02 anos de idade com fissura de palato, com o intuito de realizar diagnóstico precoce da síndrome da deleção 22q11 (SD22q11). Local: Laboratório de Genética e Citogenética Humana, HRAC/USP, Bauru-SP. Casuística e metodologia: Foram selecionados 55 indivíduos, de ambos os sexos, com idade até 2 anos e com fissura de palato, cadastrados e em tratamento no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais/USP. Todos os indivíduos foram analisados utilizando citogenética convencional por bandamento G e pela técnica de MLPA. Resultados e discussão: Foram analisados 55 indivíduos, dos quais 46 apresentaram fissura de palato isolada, 6 apresentaram fissura de palato e cardiopatia, 1 fissura de palato e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, 1 caso apresentou fissura de palato submucosa e 1 caso com fissura de palato submucosa e atraso no desenvolvimento neuropsicomotor. Não foram observadas anomalias cromossômicas numéricas ou estruturais por meio da análise citogenética. Embora não tenhamos encontrado nenhuma alteração, a análise citogenética inicial foi importante para detectar possíveis alterações em outras regiões cromossômicas que pudessem resultar em um fenótipo semelhante ao da SD22q11. Também não foram detectadas deleção ou duplicação na região 22q11 pela técnica de MLPA...

‣ Desempenho motor oral na fissura labiopalatina; Oral motor performance in cleft lip and palate

Modolo, Daniela Jovel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.253892%
Objetivo: Estudar a habilidade motora do lábio e da língua em indivíduos com fissura isolada de palato e em indivíduos com fissura de palato associada à fissura labial, comparativamente a indivíduos sem fissura labiopalatina. Método: Participaram do estudo 88 crianças de ambos os sexos, com idade entre 9 e 12 anos, distribuídas em três grupos: 28 crianças com fissura pós-forame incisivo operada, 30 com fissura transforame incisivo unilateral operada e 30 sem fissura labiopalatina ou má oclusão que constituiu o grupo controle. Avaliou-se a mobilidade dos lábios e da língua, a partir de imagens gravadas de 12 movimentos dos lábios e 17 da língua; a atividade eletromiográfica do lábio superior obtida com eletrodos bipolares de superfície durante a protrusão dos lábios, considerada atividade máxima, e na produção da silaba pa, calculando-se a porcentagem da máxima atividade labial utilizada na emissão da sílaba; além do teste da DDC a partir da repetição das sílabas pa, ta, ca e da sequência pa-ta-ca, analisando-se para as sílabas os parâmetros fornecidos pelo programa Motor Speech Profile Advanced (MSP) da KayPENTAXTM, e para a sequência pataca a contagem do número de emissões por segundo. Resultados: Quanto à mobilidade...

‣ Teleducação interativa: intercâmbio técnico-científico entre profissionais atuantes com fissura labiopalatina; Interactive teleducation: Technical-Scientific exchange between professionals who work with cleft palate

Zambonato, Ticiana Cristina de Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
Devido a intensa relação entre a fissura labiopalatina e a deficiência auditiva, este trabalho teve como objetivo desenvolver e analisar a eficácia de um ambiente virtual de transmissão de informações sobre fissura labiopalatina e deficiência auditiva para profissionais, com a utilização da Teleducação Interativa. Como metodologia, foi desenvolvido um ambiente de aprendizagem no formato de um blog contendo informações sobre fissura labiopalatina e deficiência auditiva, englobando conteúdo específico direcionado a incidência, etiologia e tipos de fissura; deficiência auditiva; adaptação e seleção de AASI, funcionamento da tuba auditiva, otite média, etiologia da alteração de orelha média nos indivíduos com fissura labiopalatina, influência da otite no desenvolvimento da linguagem; tratamento para otite média: intervenção cirúrgica e acompanhamento sistemático e adaptação de AASI. Este blog foi disponibilizado na internet, sendo realizada a avaliação, por meio de dois questionários, o primeiro é o Emory (Emory University Rollins School of Public Health 1998), traduzido para o português (Bastos 2011), e o segundo questionário corresponde à avaliação específica do conteúdo do blog. A avaliação foi realizada por 75 profissionais do HRAC-USP...

‣ Avaliação dos arcos dentários com e sem fissuras labiopalatinas em crianças de 3 a 9 meses; Evaluation of dental arches with and without cleft lip and palate in children aged 3 to 9 months

Fernandes, Viviane Mendes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.184612%
O propósito deste trabalho foi mensurar as dimensões dos arcos dentários de crianças com fissuras labiopalatinas, de 3 a 9 meses, antes das cirurgias primárias, e comparar com crianças sem fissura labiopalatina. A amostra foi composta de 223 crianças, divididas em grupos: sem deformidades craniofaciais (G1), fissura pré-forame incompleta (G2), fissura pré-forame completa (G3), fissura transforame unilateral (G4) e fissura transforame bilateral (5). Para avaliação, os arcos dentários superiores das crianças foram moldados com silicona de condensação. Os modelos passaram por um processo de digitalização, por meio de escâner 3D e as medidas utilizadas para a correlação entre os grupos foram realizadas diretamente nas imagens escaneadas. Nas imagens, foram determinados pontos de referência, necessários para a realização das medidas de avaliação. Os resultados mostraram diferença estatisticamente significativa na distância intercaninos (DIC) entre G1-G4 (p= 0,000), G1-G5 (p= 0,007), G2-G4 (p= 0,000), G2-G5 (p= 0,000), e G3-G4 (p= 0,008). Para distância intertuberosidades (DIT) foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre: G1-G4 (p= 0,000), G1-G5 (p= 0,000), G2-G4 (p= 0,000), G2-G5 (p= 0...

‣ Pode a audição periférica justificar as alterações de fala presentes em sujeitos com fissura labiopalatina operados?; Can peripheral hearing justify the speech disorders in subject with operated cleft palate?

Cerom, Jaqueline Lourenço
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.13788%
Partindo de estudos científicos que relatam que a fissura labiopalatina é uma das malformações congênitas mais comuns na raça humana e que esta população quando comparada a sujeitos sem fissura labiopalatina apresenta maior ocorrência de perdas auditivas, complicações otológicas, disfunção velofaríngea e distúrbios articulatórios compensatórios na fala, os quais são indicadores de risco para o desenvolvimento do processo auditivo, da linguagem, da fala e de aprendizagem, este trabalho tem como objetivo verificar a associação entre a disfunção velofaríngea, o articulação compensatória compensatório e a perda auditiva periférica em sujeitos com fissura labiopalatina operados, visando averiguar se as alterações de fala ainda presentes em pacientes com fissura labiopalatina já operados podem ser justificadas pela perda da acuidade auditiva. Nesta pesquisa foi realizado um estudo retrospectivo de dados da avaliação da audição e de fala constante em prontuários de 60 pacientes, matriculados no HRAC-USP, com fissura transforame incisivo unilateral esquerda operada, com idade nas avaliações entre 4 e 5 anos. A escolha dos prontuários foi aleatória. Foram compostos 4 grupos, cada um com 15 pacientes...

‣ Estudo de associação entre polimorfismo genético e os fenótipos fissura labiopalatina e agenesia dentária não sindrômicas; Study of association between a genetic polymorphism in nonsyndromic cleft lip and palate and tooth agenesis phenotypes.

Lancia, Melissa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.184612%
A fissura labiopalatina é a anomalia craniofacial mais comum nos seres humanos e em relação à cavidade bucal a agenesia dentária se apresenta mais prevalente em indivíduos com fissuras labiopalatinas do que na população em geral. Esses fenótipos têm sido considerados decorrentes de alterações do desenvolvimento embrionário e ocorrem como resultado da interação de fatores genéticos e ambientais, caracterizando uma etiologia multifatorial. Tem sido apontado que a função anormal de alguns genes que possuem papel na formação craniofacial e dentária poderia estar relacionada à etiologia desses fenótipos. Dentre os genes candidatos para esses fenótipos têm se destacado o MSX1 entre outros. Dessa forma, o objetivo do trabalho foi avaliar a associação entre o polimorfismo no gene MSX1 (rs12532) com os fenótipos fissura labiopalatina e agenesia dentária não sindrômicos isolados ou em associação. A amostra foi composta por 222 indivíduos divididos em 4 grupos: grupo 1, indivíduos com fissura e agenesia dentária; grupo 2, indivíduos com fissura sem agenesia dentária; grupo 3, indivíduos com agenesia dentária sem fissura e grupo 4, controle (sem agenesia e sem fissura). Foi realizada a extração do DNA genômico a partir da saliva coletada dos indivíduos. O polimorfismo no gene MSX1 (rs12532) foi estudado por meio de Reação em cadeia da Polimerase em tempo real (PCR Real Time) utilizando o ensaio Taqman (Applied Biosystems). O teste do qui-quadrado (p<0...

‣ Analysis of the maxillary dental arch after rapid maxillary expansion in patients with unilateral complete cleft lip and palate; Analysis of the maxillary dental arch after rapid maxillary expansion in patients with unilateral complete cleft lip and palate

Ayub, Priscila Vaz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
Objective: The aim of this study was to evaluate the dentoalveolar effects of rapid maxillary expansion in children with unilateral complete cleft lip and palate in comparison with non-cleft patients. Methods: The experimental group (EG) was composed of 25 patients with unilateral and complete cleft lip and palate (9 males and 15 females) with a mean age of 10.6 years. The control group (CG) comprised of 27 patients without cleft lip and palate (14 males and 13 females) with a mean age of 9.1 years. Dental models of the maxillary dental arch were obtained immediately preexpansion (T1) and 6 months post-expansion (T2) at the time of appliance removal. Digital dental models were obtained using the 3Shape R700 3D laser scanner (3Shape A/S, Copenhagen, Denmark). Transversal widths, arch perimeter, arch length, palatal depth, palatal volume, canine and posterior tooth inclination were digitally measured. Paired t-test was used to perform interphase comparisons and independent t-test to perform intergroup comparisons (p<0.05). Results: In the experimental group, the expansion produced a ignificant increase of all maxillary transverse measurements, palatal volume, arch perimeter and palatal depth while decreased the arch length. RME caused a buccal tip of posterior teeth in patients with UCLP. No differences were observed between experimental and control groups for all the measurements performed except for the intermolar distance (6-6)...

‣ Características faciais, palatinas e erupção dentária em crianças pré-termo com idades entre 12 e 24 meses que receberam assistência respiratória; Facial and palate characteristics and tooth eruption in preterm children aged 12-24 months who have received mechanical ventilation

Costa, Soraya Carvalho da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.202666%
INTRODUÇÃO: As crianças pré-termo, principalmente aquelas de muito baixo peso (MBP) podem apresentar alterações no seu padrão craniofacial, no desenvolvimento da cavidade bucal e no padrão eruptivo dental. Este estudo teve como objetivos descrever as características faciais, palatinas e a erupção dentária em crianças pré-termo que receberam assistência respiratória; comparar os efeitos da ventilação mecânica invasiva (VMI) e do CPAP sobre as mesmas variáveis; observar o impacto do aleitamento, uso de chupeta e presença de displasia brocopulmonar em crianças pré-termo com idades entre 12 e 24 meses. MÉTODOS: Participaram deste estudo crianças pré-termo, procedentes do Ambulatório de Seguimento de Recém- Nascidos Pré-Termo do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo e do Ambulatório de Seguimento dos Prematuros A5 RN 002 do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com peso ao nascimento inferior a 2000g. Foram constituídos dois grupos a partir dos dados sociodemográficos coletados dos prontuários de internação neonatal das crianças participantes. O Grupo 1 (G1) constituise de 34 crianças pré-termo que receberam VMI por intubação orotraqueal (IOT) por um período igual ou maior que 7 dias...

‣ Processamento auditivo temporal em crianças com fissura labiopalatina : revisão sistemática de literatura; Temporal auditory processing in children with cleft lip and palate : systematic literature review

Lisboa, Patrícia Vargas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
Introdução: Crianças com fissura labiopalatina podem apresentar privação auditiva devido a episódios recorrentes de otite média. Este é um indicador de risco para distúrbios do processamento auditivo, o qual impacta no desenvolvimento da criança. Objetivo: Verificar a existência de associação entre distúrbios de processamento auditivo temporal e fissura labiopalatina. Método: Foi realizada revisão sistemática de literatura, considerando-se artigos, monografias, dissertações e teses em português, inglês e espanhol, publicados entre 2000 e 2013. Foi realizada busca eletrônica, nas bases de dados PubMed, Ebsco, Embase, Scielo, CINAHL, Cochrane e periódicos CAPES. Os descritores foram: “processamento auditivo temporal”, percepção auditiva”, “criança” e “fissura labiopalatina”. Para localização dos artigos referentes ao assunto “processamento auditivo temporal em crianças portadoras de fissura labiopalatina” realizou-se a associação destes descritores: (cleft palate OR cleft lip OR palatine fissure) AND (auditory perception OR auditory recognition) AND (temporal resolution OR temporal processing OR auditory processing). Os resumos e títulos de manuscritos de estudos potencialmente relevantes para a pesquisa foram selecionados e analisados de acordo com os critérios de inclusão: (1) criança não sindrômica portadora de fissura labiopalatina...

‣ Evaluation of the intercanine distance in newborns with cleft lip and palate using 3D digital casts

Mello,Bianca Zeponi Fernandes; Fernandes,Viviane Mendes; Carrara,Cleide Felicio Carvalho; Machado,Maria Aparecida Andrade Moreira; Garib,Daniela Gamba; Oliveira,Thais Marchini
Fonte: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP Publicador: Faculdade De Odontologia De Bauru - USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.184612%
OBJECTIVE: The purpose of this present study was to compare, by means of 3D digital casts, the anterior transverse dimension of the dental arch of newborns with and without cleft lip and palate. MATERIAL AND METHODS: The sample was composed of ninety-four children aged from 3 to 9 months divided into three study groups: Group I - children without craniofacial deformities (control group); Group II - children with unilateral cleft lip and palate; Group III - children with bilateral cleft lip and palate. Impressions were executed before lip and palate repair in patients with clefts. Dental casts were digitized using a 3D scanner linked to a computer. Measurements of the intercanine distance were measured on the digital casts. Intergroup comparisons were performed using ANOVA (p<0.05). RESULTS: The results showed a mean of 36.5 mm for unilateral cleft lip and palate group, 34.8 mm for bilateral cleft lip and palate group and 27.52 mm for the control group. There was a statistically significant difference between the control group and both groups of patients with cleft lip and palate. There was no statistically significant difference between complete unilateral and bilateral cleft lip and palate groups. CONCLUSIONS: Patients with complete cleft lip and palate were born with an increased anterior dimension of the maxillary dental arch compared to non cleft patients.

‣ Prevalence of dental anomalies of number in different subphenotypes of isolated cleft palate

Schwartz,João Paulo; Somensi,Daniele Salazar; Yoshizaki,Priscila; Reis,Luciana Laís Savero; Lauris,Rita de Cássia Moura Carvalho; Silva Filho,Omar Gabriel da; Dalbén,Gisele; Garib,Daniela Gamba
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.184612%
OBJECTIVE: This study aimed at carrying out a radiographic analysis on the prevalence of dental anomalies of number (agenesis and supernumerary teeth) in permanent dentition, in different subphenotypes of isolated cleft palate pre-adolescent patients. METHODS: Panoramic radiographs of 300 patients aged between 9 and 12 years, with cleft palate and enrolled in a single treatment center, were retrospectively analyzed. The sample was divided into two groups according to the extension/severity of the cleft palate: complete and incomplete . The chi-square test was used for intergroup comparison regarding the prevalence of the investigated dental anomalies (P < 0.05). RESULTS: Agenesis was found in 34.14% of patients with complete cleft palate and in 30.27% of patients with incomplete cleft palate. Supernumerary teeth were found in 2.43% of patients with complete cleft palate and in 0.91% of patients with incomplete cleft palate. No statistically significant difference was found between groups with regard to the prevalence of agenesis and supernumerary teeth. There was no difference in cleft prevalence between genders within each study group. CONCLUSION: The prevalence of dental anomalies of number in pre-adolescents with cleft palate was higher than that reported for the general population. The severity of cleft palate did not seem to be associated with the prevalence of dental anomalies of number.

‣ Base of the skull morphology and Class III malocclusion in patients with unilateral cleft lip and palate

Tinano,Mariana Maciel; Martins,Milene Aparecida Torres Saar; Bendo,Cristiane Baccin; Mazzieiro,Ênio
Fonte: Dental Press International Publicador: Dental Press International
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.163333%
OBJECTIVE: The aim of the present study was to determine the morphological differences in the base of the skull of individuals with cleft lip and palate and Class III malocclusion in comparison to control groups with Class I and Class III malocclusion. METHODS: A total of 89 individuals (males and females) aged between 5 and 27 years old (Class I, n = 32; Class III, n = 29; and Class III individuals with unilateral cleft lip and palate, n = 28) attending PUC-MG Dental Center and Cleft Lip/Palate Care Center of Baleia Hospital and PUC-MG (CENTRARE) were selected. Linear and angular measurements of the base of the skull, maxilla and mandible were performed and assessed by a single calibrated examiner by means of cephalometric radiographs. Statistical analysis involved ANCOVA and Bonferroni correction. RESULTS: No significant differences with regard to the base of the skull were found between the control group (Class I) and individuals with cleft lip and palate (P > 0.017). The cleft lip/palate group differed from the Class III group only with regard to CI.Sp.Ba (P = 0.015). Individuals with cleft lip and palate had a significantly shorter maxillary length (Co-A) in comparison to the control group (P < 0.001). No significant differences were found in the mandible (Co-Gn) of the control group and individuals with cleft lip and palate (P = 1.000). CONCLUSION: The present findings suggest that there are no significant differences in the base of the skull of individuals Class I or Class III and individuals with cleft lip and palate and Class III malocclusion.

‣ Cleft palate pathogenesis in mutant mouse models

Liu, Han (1978 - ); Jiang, Rulang
Fonte: Universidade de Rochester Publicador: Universidade de Rochester
Tipo: Tese de Doutorado Formato: Number of Pages:xii, 142 leaves
Português
Relevância na Pesquisa
37.2715%
Thesis (Ph. D.)--University of Rochester. Dept. of Biology, 2009.; Craniofacial malformations, including cleft lip and cleft palate, are among the most common birth defects in humans, affecting 1 in 500 to 2500 live births worldwide. Both genetic and environmental factors may contribute to these defects. Extensive studies have been carried out to investigate the mechanisms of normal craniofacial development and to explore the pathogenesis of craniofacial malformations. For my Ph.D. thesis work, I have chosen the Twirler mutant mouse as a model system to study the genetic and molecular mechanisms of cleft palate. Twirler (Tw) is a spontaneous mutation that caused cleft lip with cleft palate (CL/P) or cleft palate only (CP) in homozygous mutant mice. Histological analyses revealed obviously smaller palate shelves in the Tw mutant mice during early palate growth, and failure of palate shelf elevation at later stages. Significantly reduced cell proliferation was detected within the palatal mesenchyme of the mutant palate shelves, which may contribute to the growth defect of the palate shelves observed. Tw was originally mapped to mouse Chromosome 18 (Lyon 1958; 1975; Lane et al., 1981; Griffith et al., 1996). By using an inter-sub specific genetic mapping strategy...

‣ A three-dimensional computed tomographic analysis of the cervical spine in unoperated infants with cleft lip and palate

Rajion, Z.; Townsend, G.; Netherway, D.; Anderson, P.; Yusof, A.; Hughes, T.; Ibrahim, S.; Halim, A.; Samsudin, A.; David, D.
Fonte: Amer Cleft Palate-Craniofacial Assoc Publicador: Amer Cleft Palate-Craniofacial Assoc
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
47.18461%
OBJECTIVE: To investigate anatomical variations and abnormalities of cervical spine morphology in unoperated infants with cleft lip and palate. DESIGN: Retrospective cross-sectional investigation of infants born with nonsyndromic cleft lip and palate using computed tomography scans acquired for investigation of a spectrum of clinical conditions. SETTING: Computed tomography scan data were obtained from 29 unoperated cleft lip and palate infants and 12 noncleft infants of Malay origin, ages 0 to 12 months. METHODS: Observational study of cervical spine computed tomography scans. Heights of cervical vertebral bodies (C2-C7) and intervertebral spaces were measured from landmarks identified from computed tomography reformats and three-dimensional computed tomography reconstructions. Linear modeling of heights and spaces, with age as a covariate, was undertaken to identify differences between the samples. RESULTS: Anomalous features observed in the cleft lip and palate sample included short posterior arch of C1 (2/29), abnormal development of the anterior arch of C1 (2/29), and fusions of the posterior arch of C2 and C3 (2/29). No anomalies of the cervical spine were observed in the noncleft sample. Although the heights of three cervical vertebral bodies were significantly smaller and two intervertebral spaces were significantly larger in infants with cleft lip and palate compared with noncleft infants (p < .05)...

‣ The hyoid bone in Malay infants with cleft lip and palate

Rajion, Z.; Townsend, G.; Netherway, D.; Anderson, P.; Hughes, T.; Ibrahim, S.; Halim, A.; Samsudin, A.; McLean, N.; David, D.
Fonte: Amer Cleft Palate-Craniofacial Assoc Publicador: Amer Cleft Palate-Craniofacial Assoc
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.95398%
OBJECTIVE: To compare morphological and positional variations of the hyoid bone in unoperated infants with cleft lip and palate (CL/P) with those in noncleft infants. DESIGN: Retrospective, cross sectional. PATIENTS AND METHODS: Three-dimensional computed tomography scans were obtained from 29 unoperated CL/P infants of Malay origin aged between 0 and 12 months and from 12 noncleft infants in the same age range. Observations were made and measurements were obtained with a software package developed at the Australian Craniofacial Unit. The sizes of the hyoid bones and the position of the hyoid body and epiglottis in relation to the cervical spine were measured. Anatomical anomalies of the hyoid and prevalence of aspiration pneumonia were also documented. RESULTS: The hyoid bones and epiglottis were found to be located more inferiorly in CL/P infants compared with the noncleft infants. Also, 17% (5/29) of the CL/P infants had nonossified hyoid bodies. CONCLUSION: The results suggest that there are differences in the location and genesis of the hyoid bone in infants with CL/P that warrant further investigation.; Zainul A. Rajion, Grant C. Townsend, David J. Netherway, Peter J. Anderson, Toby Hughes, Ibrahim L. Shuaib, Ahmad Sukari Halim...

‣ A 3D CT analysis of Malay cleft lip and palate infants.; A three-dimension CT analysis of Malay cleft lip and palate infants.

Rajion, Zainul Ahmad
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1614343 bytes; 2066942 bytes; 3198248 bytes; 125862 bytes; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.253892%
This thesis describes the three-dimensional (3D) assessment of craniofacial structures in cleft lip and palate patients pre-operatively. The study subjects were 29 cleft lip and palate (CLP) infants of Malay origin aged between 0-12 months and 12 non-cleft (NC) infants matched for age. CT scans were obtained using a GE Lightspeed Plus Scanner. The cranio-cervical facial morphology of cleft lip and palate has been analysed using computer programs based on cephalometric landmark points in three-dimensions. Analysis of selected craniofacial and cervical regions has included: - Measurement of the position of the hyoid bone in relation to the cervical vertebrae and cranial base - Measurement of the length of the cervical spine and intervertebral spaces - Measurement of the nasopharyngeal complex - Measurement of the cranial base - Measurement of the width of spheno-occipital synchondrosis. These findings have also been associated with related clinical problems, such as aspiration pneumonia. A statistical comparison of individual cranio-cervical facial bones of cleft lip and palate infants with age-matched adjusted for the effect of sex non-cleft infants revealed areas of significant variation from normal. Very few of the study variables displayed significant differences between males and females in either the CLP or NC group. From the analyses of these areas...

‣ A comparative study on the effects of bfluorouracll on glycosaminoglycan synthesis during palate development in quail and hamster

Young, A.V.; Hehn, B.M.; Cheng, K. M.; Shah, R.M.
Fonte: Murcia : F. Hernández Publicador: Murcia : F. Hernández
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.218179%
A comparative study was undertaken to investigate the effects of 5-fluorouracil (FU) on glycosaminoglycans (GAG) synthesis during morphogenesis of the secondary palate in birds (where, unlike mammals, palate morphogenesis begins in a horizontal direction ad initpm and lacks mammalian-type shelf reorientation) and mammal. Previous studies have shown that FU induces cleft palate in both birds and mammals. Air sacs of quail eggs were injected with 100 pg FU in 0.1 m1 saline or 0.1 m1 saline only. Hamsters were given intramuscular injection of 81 mg/kg FU in 1 m1 saline or 1 ml saline only. Total GAG synthesis was measured by incorporation of 3~-glucosamineS. ulfated and non-sulfated GAGs were identified by Alcian Blue histochemistry combined with the use of GAGdegrading enzymes. The results indicated that a continuous synthesis of GAG at a steady rate was associated with normal palate morphogenesis in both quail and hamster. The amount of GAG synthesized in hamster palate was four-fold higher than in quail palate. In contrast to the developing hamster palate where the predominant GAG was hyaluronate, the major GAGs present during quail palate development were sulfated and were concentrated on the nasal side. FU treatment did not affect the rate of GAG synthesis in the developing palate of quail. In contrast...