Página 2 dos resultados de 1181 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ A importância do crédito bancário para as PME e os programas de incentivo ao investimento em Portugal

Mendes, Ivo Tiago Barbosa
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.136553%
O objetivo deste relatório é apresentar o Banco Santander Totta, S.A. e descrever as tarefas desenvolvidas na Direção Comercial de Empresas em Coimbra durante o Estágio Curricular, procedendo ainda à avaliação crítica do mesmo. As tarefas desenvolvidas durante o Estágio relacionaram-se essencialmente com os procedimentos de concessão de crédito às PME no âmbito de programas de incentivo ao investimento. Assim sendo, é ainda apresentado um resumo da literatura referente à assimetria de informação e opacidade informacional das PME bem como dos fatores que interferem na concessão de crédito; Relatório de estágio do mestrado em Economia (Economia Industrial), apresentado à Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, sob a orientação de Fátima Sol e Rui Ferreira.

‣ A estrutura de capital das PME: evidência no mercado Português

Vieira, Elisabete F. Simões; Novo, António João
Fonte: ISCA-UA Publicador: ISCA-UA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
A estrutura de capital das empresas tem constituído, nas últimas décadas, um dos temas de maior interesse na área financeira. Fruto deste interesse surgem, desde o artigo publicado por Modiglianni e Miller (1958), vários estudos e várias teorias aplicadas a este domínio, inicialmente generalizadas às empresas de grande dimensão, e entretanto também aplicadas ao universo das PME. O presente trabalho tem como objectivo investigar a estrutura de capital das PME portuguesas, além de verificar se as práticas empresariais permitem validar os argumentos propostos pelas teorias financeiras explicativas da estrutura de capital. Baseados numa amostra de dados painel balanceada, para o período compreendido entre 2000 e 2005, os nossos resultados indicam que a teoria que melhor explica o comportamento das PME no que diz respeito à sua estrutura de capital, é a Teoria da Pecking Order, que nos indica que as empresas preferem financiar-se, em primeiro lugar, com autofinanciamento, e só depois recorrem a financiamento externo, através de capital alheio. Em última instância, será equacionada a questão dos aumentos de capital.

‣ Estratégias comunicativas nas PME : o impacto do inglês na comunicação da empresa

Casqueira, Dinis Miguel Ribau
Fonte: Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
O tecido empresarial português é formado na sua esmagadora maioria por PME. Neste momento uma percentagem considerável destas organizações pretende internacionalizar-se, contando, neste processo, com a utilizaçao da língua inglesa. Este trabalho tem como propósito avaliar a utilização e a importância do inglês na estratégia de comunicação das PME exportadoras. Através da análise dos conteúdos de comunicação digital de um grupo de PME, aprofundada por um estudo de caso, pretende-se retirar ilações sobre o desenvolvimento e implementação da comunicação dentro e fora da organização, procurando, simultaneamente, observar a contribuição do departamento de marketing nesta matéria.; The majority of portuguese companies fall into the SME category. Currently, a considerable percentage of these organizations is striving to succeed in international markets, and this process is supported by the use of the English language. This study aims at assessing the use and importance of English in the communication strategy of exporting SME. Through the analysis of the digital communication content of a group of SME and with the further support of a case study, the study attempts to reach conclusions concerning the development and implementation of communication inside and outside the company while simultaneously observing the contribution of the marketing department in this effort.; Mestrado em Marketing

‣ A internacionalização das PME no período 2008/2010

Rebocho, Paulo
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
Mestrado em Controlo e Gestão das Instituições Financeiras; O crescente número de pequenas e médias empresas, a nível nacional e europeu, fez com que durante a crise económica e financeira de 2008/2010, fossem encaradas como solução para o problema, e como forma de superar o déficit externo português. A integração das PME no mercado internacional, levanta muitas questões e teorias, sendo que muitas deles não encontram aplicabilidade na prática. O estudo centra-se em teorias, fases e etapas, formas e estratégias defendidas por teóricos nacionais e internacionais, que tentam explicar a forma de entrada das PME nos mercados externos, maioritariamente por exportações, mas em outros casos através de investimento directo no estrangeiro. Sendo muitas destas empresas de cariz familiar, procurou-se chegar perto dos administradores e tomadores de decisão, e perceber se por norma obedecem a algum critério de integração à entrada em novos mercados, com economias atractivas ou considerados emergentes, em particular os Estados Unidos da América (EUA), Rússia, China, Turquia, Brasil e Angola, e se teorias e fundamentos defendidos estão comprovados. Foram estudadas seis empresas dos mais diversos ramos, produtos agrícolas...

‣ A Rentabilidade Financeira como Alavanca da Competitividade das PME em Portugal

Alarcão, Ana Sofia
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 03/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
O tecido empresarial português é constituído maioritariamente por Pequenas e Médias Empresas (PME). O estudo procura identificar as estratégias a adotar por parte das empresas para serem mais competitivas no mercado nacional e internacional. Assim, realizou-se uma breve caracterização do tecido empresarial português, onde foram referidos temas como a estrutura das PME, a Competitividade e as PME em Portugal. Posteriormente foi feita uma análise sobre o efeito patamar como alavanca da competitividade das empresas em Portugal.

‣ Práticas de Gestão de Recursos Humanos nas PME: um estudo multi-caso no concelho de Alcácer do Sal

Felisardo, Alexandra Sofia dos Santos
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências Empresariais - Ramo gestão de PME; Num contexto cada vez mais competitivo, a gestão de recursos de recursos humanos assume um papel cada vez mais importante na criação de vantagem competitiva sustentável, uma vez que os trabalhadores são a base de qualquer empresa. No entanto, nem todas as empresas, principalmente as pequenas e médias empresas (PME), compreendem a sua importância, ou têm capacidade de implementar as práticas de gestão de recursos humanos mais adequadas ao desenvolvimento da sua força de trabalho. A presente investigação tem como principal objetivo perceber quais são as práticas de gestão de recursos humanos implementadas pelas PME. Desta forma, optamos pela metodologia multi-caso e realizamos 4 entrevistas semidiretivas a responsáveis por empresas de diferentes setores de atividade do concelho de Alcácer do Sal, fundamentalmente para perceber quais as práticas de gestão de recursos humanos implementadas por estas. De acordo com os resultados obtidos nesta investigação, verificamos que as práticas de gestão de recursos humanos mais utilizadas pelas PME são o recrutamento e seleção...

‣ Determinantes do acesso a financiamento bancário para as PME da zona Euro : comparando os casos português e alemão

Serras, Sara Isabel Garrido
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Mestrado em Economia Internacional e Estudos Europeus; Considerada por muitos um factor de agravamento do fosso entre os países periféricos e os do núcleo da ZE, vários autores têm-se debruçado sobre as repercussões da crise financeira global no acesso das PME a financiamento externo. Através duma análise comparativa incidente nos casos português e alemão, o presente TFM aborda esta questão, analisando a evolução dos empréstimos bancários para as PME destes dois países, e tenta descortinar quais as determinantes que podem justificar as diferenças observadas nos dois momentos temporais identificados na investigação, nomeadamente em 2008/2009 e em 2011/2012. Os dados secundários utilizados sugerem que a evolução do nível de actividade económica é a variável que melhor parece explicar a evolução dos empréstimos em ambos os países. Contudo, verifica-se alguma restrição do lado da oferta de empréstimos para as PME portuguesas, não observável na Alemanha. Esta constatação evidencia a maior dificuldade de PME portuguesas viáveis se financiarem a condições favoráveis à recuperação económica e crescimento sustentável deste país.; Considered by many a contributing factor to the widening of the gap between peripheral countries and the ones from the EA core...

‣ A estrutura de capitais das PME europeias : análise da base de dados Bach

Carvalho, Tiago Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Mestrado em Ciências Empresariais; É costume dizer que as PME portuguesas estão descapitalizadas e necessitam cada vez mais de crédito para fazer face às suas necessidades de financiamento. Este trabalho tentará validar esta afirmação através da análise da base de dados BACH (Bank for the Accounts of Companies Harmonized). Esta base contém dados agregados das rubricas de balanço e rácios financeiros de empresas de dez países da União Europeia, para o período de 2000 até 2012. Vai-se utilizar variáveis e medidas de posição e dispersão de estatística descritiva para comparar os dados entre os países em cada setor de atividade económica da UE. Assim, será possível verificar, se as PME portuguesas encontram-se verdadeiramente com níveis de endividamento mais elevados, em relação aos outros países da UE. Vai-se também analisar, se existe ou não, convergência nos níveis de endividamento entre as PME dos vários países, em cada setor. E que tendência, os níveis de endividamento, apresentam em cada setor, durante o período observado. No final, constata-se que as PME portuguesas encontram-se com um dos maiores níveis de endividamento, variabilidade e com menor homogeneidade entre os valores.; It is a costume to say that portuguese SME are undercapitalized and increasingly need of credit to meet their financial needs. This paper attempts to validate this sentence by examining the database of BACH (Bank for the Accounts of Companies Harmonised). This database contains aggregate data of balance sheet items and financial ratios of companies belonging to ten EU countries...

‣ Fusões e aquisições no seio das PME portuguesas

Guimarães, José Pedro Rocha
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Mestrado em Finanças; As Fusões e Aquisições (F&A) constituem um instrumento de reestruturação de empresas, que correspondem normalmente a ações de combinações entre empresas. A sua ocorrência apesar de comum entre grandes empresas vem a revelar-se arredada das opções da generalidade dos empresários de pequenas e médias empresas (PME) portuguesas. No atual ambiente de negócios, a concentração de empresas poderá revelar-se um veículo crucial para as empresas adquirirem massa crítica por forma a alcançarem uma capacidade exportadora, que se pode revelar crítica para o seu crescimento e mesmo sobrevivência. A aquisição de massa crítica constitui assim uma das fortes motivações para a realização de operações de F&A no seio das PME. As PME nacionais, que se caracterizam pela sua reduzida dimensão e fraca abertura ao exterior, apresentam desde logo atributos favoráveis à realização de operações de F&A. Um dos grandes desafios que se coloca atualmente às PME consiste nos problemas de sucessão, em que dada a idade avançada de muitos dos empresários e falta de sucessores aparentes, a continuidade da empresa fica seriamente posta em causa. As condições económicas e de mercado constituem outra das forças impulsionadoras para a realização de operações...

‣ Inovação tecnológica nas PME e dinâmica regional em Portugal

Fernandes, Silvia Brito
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Tese de dout., Economia (Economia da Informação), Faculdade de Economia, Univ. do Algarve, 2004; A globalização tem estimulado novas relações espaciais e temporais que ganham uma dimensão crescente com o contributo das tecnologias de informação e comunicação. Estas transformações globais, por sua vez, repercutem-se nos sistemas locais de produção requerendo destes maiores níveis de competitividade. É fundamental aqui o papel das PME (Pequenas e Médias Empresas) pela sua flexibilidade e integração no meio local. Trata-se de um factor decisivo na propensão para instituir sistemas regionais de inovação que, utilizando as complementaridades locais, contribuem para o desenvolvimento das regiões. Em Portugal, as assimetrias regionais têm a ver, entre outros aspectos, com as variações de produtividade dos vários sectores. O presente trabalho procura analisar como tais variações se relacionam com a performance inovadora das PME. Assim, são comparados subsectores do comércio/serviços com a indústria, entre os mais dinâmicos, usando indicadores de produtividade regional a fim de relacionar o grau de inovação das suas PME com a dinâmica sectorial do contexto regional em que actuam. Derivam-se clusters compostos por empresas com determinados comportamentos inovadores...

‣ Inovação PME : instrumentos da competitividade

Nabais, Vitor Manuel Albuquerque
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
O essencial deste trabalho consiste em apresentar um conjunto de casos de empresas e de práticas de gestão que possam mostrar como se constroem resultados positivos, com recurso essencialmente a meios próprios e a objectivos claros e construídos com perseverança. Os exemplos referidos são complementados com a apresentação de ferramentas de gestão que podem melhorar a forma de trabalhar, pela monitorização dos resultados e aplicação de medidas adequadas às diferentes situações de gestão. O conceito base é pois o de que as ferramentas normalmente utilizadas nas organizações de maior dimensão ou complexidade de gestão podem ser aplicadas, com o devido ajustamento, a empresas PME, melhorando a qualidade da gestão, orientando as decisões para objectivos partilhados, envolvendo os colaboradores nos resultados, quantitativos e qualitativos, criando também um ambiente mais participativo, valorizando todas as funções da empresa, trazendo cada colaborador para o centro do processo de gestão. Igualmente se procura valorizar a inovação como factor de competitividade, inovação que é, desde logo, a atitude criadora para melhorar um processo ou um modo de fazer, um material mais adequado, uma ferramenta...

‣ Funções de liderança nas PME portuguesas

Campos, Carina Monteiro dos Santos Soares de
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 05/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos; O interesse pela utilização das equipas em contexto organizacional conduziu a um aumento da investigação sobre os factores que contribuem para a sua eficácia. Vários autores têm procurado identificar os preditores da eficácia do trabalho em equipa, clarificando as razões pelas quais algumas equipas são mais eficazes do que outras. Os modelos mais recentes apontam para a importância que a liderança das equipas pode ter nestes processos. Contudo, apesar da existência de algumas propostas teóricas, o número de estudos empíricos que investigam directamente o processo de liderança de equipas é ainda reduzido. O presente estudo visa identificar as funções de liderança de equipas que promovem a eficácia do trabalho em equipa tendo como referente a gestão de topo das PME nacionais. Procuramos igualmente investigar em que medida existem diferenças nas funções de liderança de acordo com as características das PME Portuguesas. A amostra deste estudo foi constituída por 276 participantes, que responderam ao questionário Team Leadership Questionnaire, desenvolvido por Morgeson et al., (2009). Os resultados finais da análise de componentes principais permitiram distinguir as seguintes sete das quinze funções propostas: Encorajar a auto-gestão das equipas; Estabelecer Objectivos; Desempenhar as tarefas das equipas; Identificar e interpretar acontecimentos; Definir a missão; Dar suporte social e Gerir as fronteiras das equipas. Quanto aos resultados da análise de variância univariada (ANOVA)...

‣ Avaliar o impacto de um website/plataforma web sobre a gestão de uma pme na área de hotelaria: estudo de caso Hotel Passagem do Sol

Oliveira, José Eduardo Branquinho
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Nesta investigação, tendo em conta a natureza do problema, escolhemos um paradigma de investigação interpretativo, numa abordagem mista, recorrendo a dados qualitativos e quantitativos. A opção de utilizar metodologias de índole qualitativa e quantitativa contribui para valorizar o estudo realizado, de forma a conhecer a situação e compreender a complexidade, construindo novas perspetivas e abrindo caminho para futuros estudos. O objetivo deste estudo é compreender e avaliar a importância da Internet para a gestão de uma PME, avaliar a Importação do Website/plataforma Web para a gestão da PME, estudo do Website como ferramenta de e-Marketing, avaliar o impacto do grafismo da plataforma no cliente, avaliar o comportamento dos clientes através do Website e a forma como a empresa aproveita esses dados e analisar em que vertentes da gestão de PME o uso da plataforma tem implicações. De acordo com o problema apresentado, classificamos o estudo, como um estudo de caso. Neste tipo de investigação duas das principais vantagens são, possuirmos o método ideal para caracterizar e aprender acerca de um indivíduo em particular e o facto de poder-se, a qualquer momento, alterar os métodos da recolha de dados e estruturar novas questões de investigação. Os resultados deste estudo foram extremamente elucidativos para a importância de uma plataforma web na gestão de um negócio...

‣ Estrutura de capital das PME do Vinho Verde.

Pereira, Hélder José Fernandes
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
Dissertação de Mestrado em Gestão.; Este trabalho tem como principal objetivo estudar os determinantes da estrutura de capital das PME do vinho verde e a forma como podem ter influência no seu nível de endividamento. Para a concretização do estudo estimou-se, através da metodologia dos modelos de regressão linear múltipla, o comportamento dos determinantes da estrutura de capital no período entre 2003 a 2012, considerando uma amostra de 13 PME do vinho verde obtida através da base de dados do SABI. Este estudo procurou analisar o nível de endividamento à luz das duas principais teorias que versam sobre o assunto, a teoria Trade-Off e a teoria Pecking Order. A teoria Trade-Off considera a existência de uma estrutura de capital ótima, uma combinação de capital próprio e capital alheio, capaz de maximizar o valor da empresa. Enquanto a teoria Pecking Order sugere a existência de uma hierarquia no uso das fontes de financiamento. Os resultados obtidos sugerem que a rendibilidade, a tangibilidade do ativo, a dimensão, a liquidez geral, os outros benefícios fiscais além da dívida e o risco são os determinantes que melhor explicam a estrutura de capital das PME estudadas. Os resultados do estudo permite concluírem que a teoria Trade-Off e a teoria Pecking Order não devem ser consideradas isoladamente para explicar a estrutura de capital das PME do vinho verde.; This study has as main objective...

‣ O balanced scorecard na monitorização do desempenho estratégico de uma PME (aplicação a uma empresa de distribuição de produtos farmacêuticos)

Mogrão, Sónia dos Santos Fernandes
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
O contexto macroeconómico cada vez mais agressivo, exigente e instável determina a necessidade de compilar esforços e conhecimento que permita às PME tornarem-se competitivas. A sobrevivência de muitas empresas, em especial as PME, dependerá do seu desempenho, competitividade, e do facto de terem ou não uma visão estratégica para o futuro. Deste modo, no sentido de auxiliar uma PME do sector da distribuição por grosso de produtos farmacêuticos, a analisar o seu desempenho competitivo no mercado em que actua, pretendeu-se criar um modelo de monitorização do seu desempenho estratégico tendo por base o modelo de Balanced Scorecard. O desenvolvimento do modelo partiu da definição do posicionamento competitivo da empresa objecto de estudo, tendo por base alguns instrumentos de gestão, nomeadamente a Matriz BCG, a Matriz de McKinsey e a análise SWOT. Os resultados obtidos permitiram chegar a duas conclusões, a primeira verificar o posicionamento competitivo da empresa e a definição de uma estratégia para o médio e longo prazo apoiada na diversificação do portfólio de negócios e na internacionalização da actividade, no sentido de garantir valor económico e sustentabilidade. A segunda conclusão centra-se na adequação do modelo de Balanced Scorecard proposto e do seu alinhamento com os objectivos e orientações estratégicas da empresa objecto de estudo. As relações causa-efeito definidas no mapa estratégico proposto determinam uma coerência perfeita entre os objectivos definidos nas várias perspectivas do Balanced Scorecard. Os objectivos da perspectiva da aprendizagem e crescimento estão na base do desempenho na perspectiva dos processos internos e dos clientes. Do desempenho destas resulta o desempenho da perspectiva financeira e o perdurar no tempo da missão da empresa. The macroeconomic context increasingly aggressive...

‣ Implementação de um modelo de gestão flexível numa PME familiar; Implementing a flexible management model in a family SME

Ferreira, Juliana Sofia da Silva
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
Dissertação de mestrado em Estudos de Gestão; As empresas familiares e PMEs desempenham um papel fundamental na economia em todos os setores e constituem pilares essenciais para a estabilidade do conjunto empresarial. Segundo o INE em 2011 em Portugal estavam em atividade 1.136.697 unidades empresariais, 97.8% do setor não financeiro, 67,7% eram empresas individuais e 99,9% das empresas correspondiam a micro, pequenas e médias empresas (PME). Os modelos de gestão que as mesmas praticam, assim como o seu desempenho, têm vindo a enfrentar desafios devido às mudanças de mercado e à crescente competitividade. Nesse sentido, este projeto centra-se na análise e implementação de um modelo de gestão flexível numa PME. Devido à constante mudança tecnológica, à globalização, à produção em massa, à instabilidade da procura e à concorrência surgiram novas abordagens de gestão para melhorar a competitividade. E para responder às exigências do mercado e dos clientes as empresas têm necessidade de se adaptar e intensificar a sua flexibilidade. Uma organização flexível deve ter como principal objetivo a gestão por processos, de forma a aumentar o controlo substituindo a hierarquia tradicional e obtendo uma estrutura transversal através da colaboração horizontal...

‣ Nyse alternext : financiamento de PME através do mercado de capitais

Almeida, Pedro Ferreira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
Os últimos anos da economia mundial foram pautados por uma recessão económica, consequência das recentes crises do subprime e da dívida soberana. Neste contexto, muito contribuíram as instituições financeiras que, suportadas pelos governos para sobreviverem às crises, congelaram a concessão de crédito. Não ficando indiferente a este panorama, a economia nacional acompanhou a tendência negativa, refletindo-se numa enorme dificuldade do tecido empresarial (maioritariamente composto por PME) em conseguir financiar as suas atividades para sustentar um crescimento contínuo, que, seguindo o paradigma europeu, assentava essencialmente no crédito bancário, levando-as a uma forte descapitalização. Urge, neste sentido, a necessidade em adotar uma política de financiamento que privilegie fontes de capital próprio, surgindo o mercado de capitais como uma solução, em especial, o segmento de mercado da bolsa criado especificamente para PME, o NYSE Alternext. Este trabalho apresenta um enquadramento das PME em Portugal e o impacto da crise na estrutura de financiamento destas. Alerta, ainda, para a importância do capital de risco no desenvolvimento do mercado de capitais dando um enfoque especial ao NYSE Alternext. Sendo um dos motes deste trabalho o objetivo do Grupo HM Consultores tornar-se Listing Sponsor no NYSE Alternext Lisbon...

‣ Outsourcing das actividades de marketing digital nas PME

Medeiros, Adelino José Dias
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
Dissertação de Mestrado Apresentado ao Instituto de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Marketing Digital, sob orientação de Professor Doutor Freitas Santos; Tecnologias e processos digitais obrigaram o marketing a procurar novas estratégias e formas de identificar e de comunicar com os clientes actuais e potenciais fazendo assim evoluir o marketing tradicional para o marketing digital. Este utiliza os recursos digitais disponíveis na internet tais como: Web sites, comunicação, correio electrónico, redes sociais entre outros. Este tipo de marketing tem como grande vantagem a rapidez de implementação das acções de marketing e a maior capacidade de segmentação com a possibilidade de personalizar a comunicação e apresenta custos mais baixos em relação ao marketing tradicional. No que concerne o outsourcing das actividades de marketing digital, a sua grande vantagem para as PME é a empresa focar-se apenas no seu core business, sem a necessidade de possuir recursos humanos especializados e com conhecimentos actualizados o que, dados os orçamentos limitados destas empresas, é uma forma de ter acesso a este tipo de marketing. O objectivo do presente estudo é perceber se as pequenas e médias empresas utilizam as actividades de marketing digital como estratégia de negócio e se recorrem ao outsourcing para as implementar. Para tal foi enviado um questionário online a uma amostra de 2400 PME. Os resultados mostram que a maioria das PME...

‣ Inovação PME : instrumentos da competitividade

Nabais, Vitor Manuel Albuquerque
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.3146%
O essencial deste trabalho consiste em apresentar um conjunto de casos de empresas e de práticas de gestão que possam mostrar como se constroem resultados positivos, com recurso essencialmente a meios próprios e a objectivos claros e construídos com perseverança. Os exemplos referidos são complementados com a apresentação de ferramentas de gestão que podem melhorar a forma de trabalhar, pela monitorização dos resultados e aplicação de medidas adequadas às diferentes situações de gestão. O conceito base é pois o de que as ferramentas normalmente utilizadas nas organizações de maior dimensão ou complexidade de gestão podem ser aplicadas, com o devido ajustamento, a empresas PME, melhorando a qualidade da gestão, orientando as decisões para objectivos partilhados, envolvendo os colaboradores nos resultados, quantitativos e qualitativos, criando também um ambiente mais participativo, valorizando todas as funções da empresa, trazendo cada colaborador para o centro do processo de gestão. Igualmente se procura valorizar a inovação como factor de competitividade, inovação que é, desde logo, a atitude criadora para melhorar um processo ou um modo de fazer, um material mais adequado, uma ferramenta...

‣ O relacionamento bancário e o financiamento das PME: Uma revisão da literatura

Matias,Miguel Neves
Fonte: INDEG-IUL - ISCTE Executive Education Publicador: INDEG-IUL - ISCTE Executive Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.239934%
Dadas as conhecidas insuficiências da informação contabilística nas Pequenas e Médias Empresas (PME), e, em particular, nas Micro e Pequenas Empresas (MPE), o relacionamento bancário tem vindo a assumir um papel primordial no processo de avaliação do risco de crédito bancário. No entanto, apesar de se reconhecer, de uma forma geral, a importância do relacionamento bancário no crédito às PME, a investigação realizada não é consensual quanto aos seus verdadeiros efeitos em termos de viabilidade e condições das operações de financiamento para as PME.