Página 1 dos resultados de 2735 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

‣ Qualidade dos padrões do sono em pacientes internados em contexto médico-cirúrgico

Certo, Ana; Galvão, Ana Maria; Gomes, Maria José
Fonte: Instituto Politécnico de Leiria Publicador: Instituto Politécnico de Leiria
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
68.143247%
O sono é fundamental para o bem-estar e equilíbrio do indivíduo. Os distúrbios do sono têm particular relevância em pacientes internados afetando a sua qualidade de vida e recuperação. O sono de má qualidade é indicador de muitas doenças (Costa,S. V.; Ceolim, M. F., 2013). Este estudo teve como objetivo, identificar alguns fatores responsáveis pelos distúrbios do sono de pacientes em contexto médico-cirúrgico. Utilizamos a escala PICO, cujo acrónimo representa: Patient (utente), intervention (Intervenção), Comparation (Comparação) e Outcomes (resultados) para responder à questão “quais os fatores que interferem na qualidade do sono dos pacientes internados?” que necessita de pesquisa de evidência. Encontramos como evidências que os distúrbios do sono em pacientes internados são causados por fatores emocionais: preocupação por estar no hospital, partilha de quarto, casa, filho, incapacidade física e intervenções da equipe de saúde, (Zaros M.C.; Ceolim, M.F.O., 2008). Fatores ambientais: colchão, luz, cama, temperatura, movimento, ruídos, (Costa, S. V.; Ceolim M.F. 2011). Fatores patológicos: tosse, náusea, dor, mal-estar, cateterismo e fraqueza.

‣ Estudo de prevalência e caracterização do consumo de psicofármacos por pacientes internados em clínicas médica e cirúrgica de um hospital geral; Prevalence and characterization of psychotropic drug use by patients hospitalized in medical and surgical clinics of a general hospital

Shirama, Flavio Hiroshi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.99519%
Atualmente os psicofármacos têm apresentado altas prevalências de consumo pela população. Visando fornecer subsídios para formulação de estratégias de gerenciamento de segurança no uso destes fármacos, o presente estudo teve como objetivos: identificar, entre pacientes internados em clínicas médica e cirúrgica de um hospital geral, a prevalência do uso de psicofármacos e, analisar a relação do uso destes fármacos com as variáveis demográficas, socioeconômicas e farmacoterapêuticas, com o histórico de saúde e com o resultado da aplicação do instrumento SRQ-20. Foi realizado estudo de corte transversal, com desenho correlacional descritivo e abordagem quantitativa, com 93 pacientes das clínicas em estudo. Para coleta dos dados utilizou-se a entrevista norteada por um questionário envolvendo as variáveis em estudo e pelo instrumento SRQ-20 (Self-Reporting Questionnaire), para a detecção de transtornos mentais comuns. Em seguida, foi verificado o prontuário destes pacientes, buscando a presença de prescrição de psicofármacos. Para avaliar a influência das variáveis independentes sobre o consumo de psicofármacos, foram investigadas associações estatísticas usando o teste Qui-quadrado. Para estimar a Razão de prevalência foi utilizado o modelo de regressão log-binomial simples e múltiplo. O ajuste do modelo foi feito através do procedimento PROC GENMOD do software SAS versão 9.0. Observou-se a prevalência de 38...

‣ Prevalência do uso de profilaxia para sangramento digestivo relacionado ao estresse em pacientes internados em UTI pediátricas de cinco hospitais de Porto Alegre

Araújo, Taisa Elena de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.14161%
Introdução: A úlcera de estresse é uma complicação importante que pode ocorrer nos pacientes criticamente doentes, necessitando de cuidados intensivos. Apesar de ser pouco frequente, está associada com o aumento da morbidade e mortalidade em Unidades de Terapia Intensiva. É necessária uma avaliação precisa dos pacientes que estão em risco de desenvolverem úlcera de estresse para a indicação adequada de medicamento profilático. Objetivo: Avaliar a utilização de medicamentos profiláticos para úlcera de estresse nos pacientes internados de cinco Unidades de Terapia Intensivas Pediátricas (UTIP) de Porto Alegre. Métodos: Foi realizado um estudo multicêntrico, prospectivo, transversal, observacional, em cinco UTIPs de Porto Alegre. Foram avaliados os prontuários de todos os pacientes internados nestas unidades, em dia definido aleatoriamente para a visitação, no período de abril de 2006 a fevereiro de 2007. Foram excluídos os pacientes já avaliados em visitas anteriores e aqueles com hemorragia digestiva alta na admissão. Foram avaliados idade, sexo, diagnóstico na admissão, gravidade da doença, uso de medicamentos profiláticos para sangramento digestivo, justificativa do uso de profilaxia, medicamento profilático utilizado como primeira escolha. Resultados: Foram avaliados 398 pacientes...

‣ Efeito terapêutico do exercício físico em pacientes internados com depressão grave

Schuch, Felipe Barreto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
68.254146%
Introdução: O exercício físico vem sendo amplamente estudado como uma opção terapêutica para o tratamento do transtorno depressivo maior, já podendo ser considerado eficaz em depressões de intensidades leve à moderada. Entretanto, não se conhecem os efeitos do exercício físico na QV de pacientes deprimidos, bem como nenhum estudo avaliou a eficácia do exercício físico como um tratamento complementar para pacientes internados com transtorno depressivo maior grave. Objetivos: Este estudo tem os objetivos de: 1) revisar a literatura referente a exercício físico, depressão e qualidade de vida de forma sistemática; 2) estudar a eficácia do exercício físico como um tratamento complementar em pacientes internados com depressão grave, bem como avaliar os efeitos do exercício na Qualidade de Vida desta população (QV). Método: Foi realizada uma revisão sistemática, na qual se realizou uma ampla busca na literatura, por artigos na língua inglesa, através das bases PubMed, psycINFO e Sportdiscuss, combinando de diversas formas os termos “Major Depression, Mood Depression, Depressive Disorder, Depression, Exercise, Physical Activity, Quality of Life. Também foi realizado um ensaio clínico randomizado, “add-on” no qual o grupo controle (tratamento usual) foi comparado a um grupo exercício (tratamento usual + exercício físico). Os pacientes do grupo exercício se exercitaram com uma “dose” de 16...

‣ Eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital universitário

Louro,Estela; Romano-Lieber,Nicolina Silvana; Ribeiro,Eliane
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.054478%
OBJETIVO: Antibióticos são os medicamentos que mais causam eventos adversos, gerando problemas aos pacientes e custos adicionais ao sistema de saúde. Assim, objetivou-se analisar a ocorrência de eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital. MÉTODOS: Realizou-se monitoramento intensivo do uso de antibióticos em pacientes adultos internados no município de Maringá, Paraná, de setembro de 2002 a fevereiro de 2003. Foram pesquisadas variáveis relativas aos medicamentos em uso, em particular aos antibióticos e aos eventos adversos. Com base em critérios para a avaliação do uso correto dos antibióticos, os eventos observados foram classificados como reações adversas, erros de medicação e "quase erros". Para relação de causalidade entre a administração do fármaco e o surgimento dos eventos utilizou-se o algoritmo de Naranjo. RESULTADOS: Foram acompanhados 87 pacientes e identificados 91 eventos adversos, sendo três deles (3,3%) reações adversas a medicamentos, sete (7,7%) erros de medicação, e 81 (89,0%) "quase erros". As reações a medicamentos ocorreram devido ao uso de quinolonas e foram consideradas "prováveis" utilizando-se o algoritmo de Naranjo. Os sete erros de medicação ocorreram devido a quatro prescrições incorretas de dose e três interações medicamentosas. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a falta de conhecimento do medicamento ou a falta de informação sobre o paciente no momento da prescrição tenham sido os principais fatores envolvidos na ocorrência das reações a medicamentos.

‣ Diagnosticando depressão em pacientes internados com doenças hematológicas: prevalência e sintomas associados

Furlanetto,Letícia M.; Del Moral,Joanita Ângela Gonzaga; Gonçalves,Ana Heloísa B.; Rodrigues,Kenia; Jacomino,Maria Eduarda M. L. Polli
Fonte: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
68.143247%
INTRODUÇÃO: Não encontramos estudos avaliando o diagnóstico e a prevalência de depressão em pacientes hematológicos aqui no Brasil. OBJETIVO: Verificar a prevalência dos sintomas depressivos e quais deles mais se associam à depressão em pacientes internados com doenças hematológicas. MÉTODOS: Num estudo transversal, 104 pacientes consecutivamente internados nos leitos da hematologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC) foram avaliados. Foram preenchidos questionários de variáveis sociodemográficas e de história psiquiátrica. O índice Charlson de co-morbidade (IC) foi usado para medir gravidade física. Foi aplicado, também, o inventário Beck de depressão (BDI). Aqueles que tiveram pontuação acima de 9 na soma dos 13 primeiros itens do BDI (BDI-13) foram considerados deprimidos. Também foi verificada a freqüência caso fosse utilizada a escala completa com 21 itens (BDI-21), com ponto de corte 16/17. RESULTADOS: As prevalências foram: BDI-13 = 25% e BDI-21 = 32,7%. Após controle para fatores de confusão, os sintomas que permaneceram no modelo da regressão logística, indicando que melhor detectavam os deprimidos, foram sensação de fracasso, anedonia, culpa e fadiga. CONCLUSÃO: Cerca de um quarto a um terço dos pacientes internados com doenças hematológicas tinham sintomas depressivos significativos...

‣ Ideação suicida em pacientes internados em enfermarias de clínica médica: prevalência e sintomas depressivos

Stefanello,Bianca; Furlanetto,Letícia Maria
Fonte: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.015127%
OBJETIVO: Verificar a frequência de ideação suicida e os sintomas depressivos associados a ela nos pacientes internados em enfermarias de clínica médica. MÉTODOS: Todos os adultos consecutivamente admitidos nas enfermarias de clínica médica de um hospital universitário foram randomizados e avaliados durante a primeira semana de internação. Coletaram-se dados sociodemográficos e aplicaram-se: o Patient Health Questionnaire (a pergunta sobre ideação suicida), o Inventário Beck de Depressão e o índice Charlson de comorbidade física. Utilizaram-se os testes t de Student, do qui-quadrado e a regressão logística. RESULTADOS: Dos 1.092 sujeitos, 79 (7,2%) apresentaram ideação suicida. Na análise multivariada, foram capazes de discriminar esses pacientes, após controlar para sexo, idade, comorbidade física e presença de uma síndrome depressiva, os seguintes sintomas, quando presentes em intensidade moderada a grave: tristeza [RR: 3,18; IC 95% = 1,78-5,65; p < 0,001], sensação de fracasso [RR: 2,01; IC 95% = 1,09-3,72; p = 0,03], perda do interesse nas pessoas [RR: 2,69; IC 95% = 1,47-4,94; p = 0,001] e insônia [RR: 1,74; IC 95% = 1,05-2,89; p = 0,03]. CONCLUSÃO: Os pacientes internados no hospital geral em enfermarias clínicas apresentaram prevalência de 7...

‣ Fatores que interferem na qualidade do sono de pacientes internados

Costa,Shíntia Viana da; Ceolim,Maria Filomena
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.96064%
Este estudo objetivou identificar fatores que interferem na qualidade do sono de pacientes internados em hospital universitário do interior de São Paulo. Trata-se de estudo exploratório, de corte transversal, com amostragem não probabilística. Participaram 117 pacientes (59% homens, idade média de 48 anos, desvio padrão 16,9) internados há pelo menos 72 horas, em condições clínicas estáveis. Os instrumentos utilizados foram: questionário de identificação e Fatores Intervenientes na Qualidade do Sono (FIQS). O tratamento dos dados foi feito com estatística descritiva e cada item do FIQS foi submetido a teste e reteste. Os fatores apontados com maior frequência foram: acordar cedo (55,6%), sono interrompido (52,1%), iluminação excessiva (34,2%), recebimento de cuidados pela equipe de enfermagem (33,3%) e distúrbios orgânicos como dor e fadiga (26,5%). Sugere-se que os enfermeiros planejem intervenções buscando modificar fatores que propiciam ruídos e iluminação intensos à noite, visando reduzir interrupções e, consequentemente, a privação de sono.

‣ Diagnósticos de enfermagem de pacientes internados em enfermaria de Moléstias Infecciosas

Neves,Jamile Fujishima; Paixão,Fábio Ricardo Consorti; Lima,Tiago Cristiano de; Ceolim,Maria Filomena
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.96064%
OBJETIVOS: Identificar os diagnósticos de enfermagem de pacientes internados na Unidade de Moléstias Infecciosas e Parasitárias (MI) de um hospital universitário; e analisar título, fator relacionado e características definidoras dos diagnósticos e sua adequação à Taxonomia NANDA 2008. MÉTODOS: Estudo descritivo, transversal e retrospectivo abrangendo 50 prontuários de pacientes internados em julho de 2008. Os diagnósticos foram comparados aos propostos pela Taxonomia NANDA 2008. RESULTADOS: Foram encontrados 105 diagnósticos reais e 18 de risco; 12 diagnósticos (10%) correspondiam totalmente à taxonomia. Os títulos atribuídos com mais frequência foram: "Risco de infecção" (100%) e "Ansiedade" (32%). Títulos, fatores relacionados e características definidoras estavam, de acordo com a taxonomia em, respectivamente, 76%, 27% e 23% dos diagnósticos reais; títulos e fatores de risco eram adequados em 83% e 72% dos diagnósticos de risco. CONCLUSÃO: A principal dificuldade observada na construção dos diagnósticos de enfermagem foi a escolha apropriada de fatores relacionados e características definidoras. Os autores sugerem discussão dos conceitos e revisão da prática adotada na unidade.

‣ Colonização nasal por Staphylococcus sp. em pacientes internados

Almeida,Gilmara Celli Maia de; Lima,Nara Grazieli Martins; Santos,Marquiony Marques dos; Melo,Maria Celeste Nunes de; Lima,Kenio Costa de
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
68.054478%
Objetivo Analisar a colonização nasal por Staphylococcus sp., sua resistência à meticilina e fatores associados em pacientes internados.Métodos Foram realizados coleta de amostra nasal, testes de susceptibilidade antimicrobiana e análise de prontuários médicos de pacientes internados (n=71), e foi aplicado um questionário. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial usando os testes c2, t de Student e Mann-Whitney (α=5%).Resultados Cerca de metade (44,4%) dos pacientes, significativamente associados ao tratamento antibiótico prolongado (p=0,02) estavam infectados por Staphylococcus sp resistentes à meticilina. Observou-se uma associação significativa entre pacientes com cepas sensíveis e ausência de tratamento com antibiótico antes da coleta (p=0,02) ou ausência de feridas (p=0,003).Conclusão Foram encontradas cepas de Staphylococcus sp. resistentes à meticilina e não houve diferença significativa entre a espécie S. aureus e os grupos de estafilococos coagulase negativos, o que indica o grau de disseminação da resistência à meticilina entre diferentes espécies de Staphylococcus.

‣ Caracterização dos pacientes internados nas unidades médicas e cirúrgicas do HCFMRP-USP, segundo o grau de dependência em relação ao cuidado de enfermagem

Laus,Ana Maria; Anselmi,Maria Luiza
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
67.95319%
O presente estudo caracterizou o grau de dependência em relação ao cuidado de enfermagem dos pacientes internados nas unidades de internação médicas e cirúrgicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, no período de abril a junho de 2002, e identificou a taxa média de ocupação de leitos nas unidades estudadas. Utilizou o Sistema de Classificação de Pacientes de Perroca (2000). Foram classificados 9719 pacientes/dia nas unidades médicas e 8667 pacientes/dia nas unidades cirúrgicas. Tanto nas unidades de internação médicas como cirúrgicas encontrou-se predominância de pacientes classificados no grau mínimo de cuidado de enfermagem, 70,3 e 66,9%, respectivamente. A taxa média de ocupação de leitos variou de 54,3 a 93,1% nas unidades médicas e de 43,4 a 60,2% nas unidades cirúrgicas. O estudo permitiu conhecer a clientela quanto à demanda de cuidado de enfermagem e posteriormente, desenvolver o dimensionamento de pessoal de enfermagem.

‣ Baciloscopia de escarro em pacientes internados nos hospitais de tuberculose do Estado de São Paulo

Nogueira,Péricles Alves; Abrahão,Regina Maura Cabral de Melo; Malucelli,Maria Ivette Carboni
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.103896%
Foram averiguadas as fichas preenchidas com informações de pacientes, internados em hospitais especializados de tuberculose, com prévia autorização da equipe da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, entre 1984 e 1997. Realizou-se um estudo retrospectivo e descritivo, visando analisar as associações da baciloscopia com as variáveis: sexo, faixa etária, Unidade de Saúde, exame radiológico de tórax, motivo clínico ou social da internação, tempo da internação e o tipo de saída do hospital, para subsídio deste e de outros estudos. Entre os internados, 35.510 (95,5%) apresentavam a forma pulmonar da doença, e 25.477 (71,8%) haviam realizado a baciloscopia de escarro. Observou-se que em 79.4% o resultado foi positivo, sendo 79.6% do sexo masculino. Os pacientes do sexo masculino, com baciloscopia positiva, foram predominantes em quase todas as faixas etárias, exceto na de 5 a 14 anos. Os encaminhados pelo Centro de Saúde e pelo Hospital Geral, foram os que tiveram o maior percentual de baciloscopia positiva (85,4% e 83,7%, respectivamente). Os internados por falência de tratamento, foram os que tiveram uma maior positividade (91,2%). Em relação ao tempo de internação, quanto maior a permanência, maior a positividade da baciloscopia. Quanto ao tipo de saída...

‣ Tabagismo em pacientes internados em um hospital universitário

Ferreira,Ângela Santos; Campos,Antonio Carlos Ferreira; Santos,Isabela Pereira Arraes dos; Beserra,Mariana Roque; Silva,Eduardo Nani; Fonseca,Vilma Aparecida da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.29449%
OBJETIVO: Determinar a prevalência e as características de tabagismo em pacientes internados em um hospital universitário e investigar sua motivação, interesse e necessidade de ajuda para parar de fumar. MÉTODOS: Estudo prospectivo de pacientes internados nas enfermarias de cardiologia do Hospital Universitário Antonio Pedro, localizado em Niterói (RJ), entre maio de 2008 e abril de 2009. Foi administrado um questionário contendo perguntas sobre dados demográficos, motivo de internação e sua condição em relação ao hábito tabágico. Os pacientes tabagistas responderam perguntas adicionais sobre o hábito de fumar. A avaliação da dependência de nicotina foi realizada com o Teste Fagerström para Dependência de Nicotina. RESULTADOS: Dos 136 pacientes internados que participaram do estudo, 68 (50,0%) eram do sexo masculino, com média de idade de 60,7 anos. A prevalência de tabagismo foi de 13,2%. Dos 49 pacientes internados com diagnóstico de doença coronariana, 36 (73,5%) eram fumantes ou ex-fumantes. A maioria dos pacientes apresentou elevado grau de dependência à nicotina e relatou sintomas de abstinência durante a internação. Apesar de estarem motivados para parar de fumar, os pacientes relataram necessidade de ajuda para abandonar o tabagismo. CONCLUSÕES: Devido à restrição do ato de fumar em ambiente hospitalar e à elevada motivação dos pacientes...

‣ Redução de mortalidade em pacientes internados por doenças respiratórias após a implementação de unidade de cuidados intensivos em hospital secundário do interior do Brasil

Diogo,Luciano Passamani; Bahlis,Laura Fuchs; Wajner,André; Waldemar,Fernando Starosta
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.054478%
RESUMOObjetivo:Avaliar relação entre a mortalidade intra-hospitalar de pacientes internados por doenças respiratórias e a disponibilidade de unidades de terapia intensiva.Métodos:Foi realizada coorte retrospectiva do banco de dados em um serviço de medicina hospitalar. Selecionaram- se pacientes internados por doenças respiratórias não terminais. Características clínicas, fatores de risco associado à mortalidade, como o escore de Charlson, e tempo de internação foram coletados. Foram realizados: análise univariada com estratificação simples por Mantel Haenszel, e testes qui quadrado, t de Student e Mann-Whitney, além de regressão logística.Resultados:Foram selecionados 313 pacientes, 98 (31,3%) antes da instalação da unidade de terapia intensiva e 215 (68,7%) após a disponibilização de unidade de terapia intensiva. Quando comparados quanto a características clínicas, antropométricas e fatores de risco, não houve diferença significativa. A mortalidade antes da disponibilidade da unidade de terapia intensiva foi de 18/95 (18,9%) e, após, de 21/206 (10,2%). Na regressão logística, a chance de morte após implantação da unidade de terapia intensiva diminuiu em 58% (OR: 0,42; IC95% 0,205 - 0,879; p = 0...

‣ Fatores que interferem na qualidade do sono de pacientes internados; Factores que interfieren en la calidad del sueño de pacientes internados; Factors that affect inpatients' quality of sleep

Costa, Shíntia Viana da; Ceolim, Maria Filomena
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
68.30887%
Este estudo objetivou identificar fatores que interferem na qualidade do sono de pacientes internados em hospital universitário do interior de São Paulo. Trata-se de estudo exploratório, de corte transversal, com amostragem não probabilística. Participaram 117 pacientes (59% homens, idade média de 48 anos, desvio padrão 16,9) internados há pelo menos 72 horas, em condições clínicas estáveis. Os instrumentos utilizados foram: questionário de identificação e Fatores Intervenientes na Qualidade do Sono (FIQS). O tratamento dos dados foi feito com estatística descritiva e cada item do FIQS foi submetido a teste e reteste. Os fatores apontados com maior frequência foram: acordar cedo (55,6%), sono interrompido (52,1%), iluminação excessiva (34,2%), recebimento de cuidados pela equipe de enfermagem (33,3%) e distúrbios orgânicos como dor e fadiga (26,5%). Sugere-se que os enfermeiros planejem intervenções buscando modificar fatores que propiciam ruídos e iluminação intensos à noite, visando reduzir interrupções e, consequentemente, a privação de sono.; Se objetivó identificar factores que interfieren en la calidad del sueño de pacientes internados en un hospital universitario del interior de São Paulo. Estudio exploratorio...

‣ Adverse events to antibiotics in inpatients of a university hospital; Eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital universitário

Louro, Estela; Romano-Lieber, Nicolina Silvana; Ribeiro, Eliane
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.054478%
OBJETIVO: Antibióticos são os medicamentos que mais causam eventos adversos, gerando problemas aos pacientes e custos adicionais ao sistema de saúde. Assim, objetivou-se analisar a ocorrência de eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital. MÉTODOS: Realizou-se monitoramento intensivo do uso de antibióticos em pacientes adultos internados no município de Maringá, Paraná, de setembro de 2002 a fevereiro de 2003. Foram pesquisadas variáveis relativas aos medicamentos em uso, em particular aos antibióticos e aos eventos adversos. Com base em critérios para a avaliação do uso correto dos antibióticos, os eventos observados foram classificados como reações adversas, erros de medicação e "quase erros". Para relação de causalidade entre a administração do fármaco e o surgimento dos eventos utilizou-se o algoritmo de Naranjo. RESULTADOS: Foram acompanhados 87 pacientes e identificados 91 eventos adversos, sendo três deles (3,3%) reações adversas a medicamentos, sete (7,7%) erros de medicação, e 81 (89,0%) "quase erros". As reações a medicamentos ocorreram devido ao uso de quinolonas e foram consideradas "prováveis" utilizando-se o algoritmo de Naranjo. Os sete erros de medicação ocorreram devido a quatro prescrições incorretas de dose e três interações medicamentosas. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a falta de conhecimento do medicamento ou a falta de informação sobre o paciente no momento da prescrição tenham sido os principais fatores envolvidos na ocorrência das reações a medicamentos.; OBJECTIVE: Antibiotics are the most common drugs causing adverse events and they lead to problems to patients and additional costs of the health system. The aim of the study was to evaluate the occurrence of adverse events to antibiotics in inpatients of a hospital. METHODS: An extensive drug monitoring was conducted in adult inpatients taking antibiotics in the city of Maringá...

‣ Caracterização dos pacientes internados nas unidades médicas e cirúrgicas do HCFMRP-USP, segundo o grau de dependência em relação ao cuidado de enfermagem; Caracterización de los pacientes internados en las unidades médicas y quirúrgicas del HCFMRP-USP, según el grado de dependencia en relación al cuidado de enfermería; Characterization of inpatients at the medical and surgical units of the University of São Paulo at Ribeirão Preto Medical School Hospital, according to the level of dependence on nursing care

Laus, Ana Maria; Anselmi, Maria Luiza
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.271655%
O presente estudo caracterizou o grau de dependência em relação ao cuidado de enfermagem dos pacientes internados nas unidades de internação médicas e cirúrgicas do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, no período de abril a junho de 2002, e identificou a taxa média de ocupação de leitos nas unidades estudadas. Utilizou o Sistema de Classificação de Pacientes de Perroca (2000). Foram classificados 9719 pacientes/dia nas unidades médicas e 8667 pacientes/dia nas unidades cirúrgicas. Tanto nas unidades de internação médicas como cirúrgicas encontrou-se predominância de pacientes classificados no grau mínimo de cuidado de enfermagem, 70,3 e 66,9%, respectivamente. A taxa média de ocupação de leitos variou de 54,3 a 93,1% nas unidades médicas e de 43,4 a 60,2% nas unidades cirúrgicas. O estudo permitiu conhecer a clientela quanto à demanda de cuidado de enfermagem e posteriormente, desenvolver o dimensionamento de pessoal de enfermagem.; Este estudio caracterizó el grado de dependencia en relación al cuidado de enfermería de los pacientes internados en las unidades de internación médica y quirúrgica del Hospital das Clínicas de la Facultad de Medicina de Ribeirão Preto de la Universidad de São Paulo...

‣ Intervención mínima en tabaquismo a pacientes internados: Experiencia en un hospital de Mendoza

Lisanti,Raúl; Gatica,David; Delaballe,Elena; Moreno,Gonzalo; González,Luís; Videla,Héctor; Grañana,Mónica
Fonte: Revista americana de medicina respiratoria Publicador: Revista americana de medicina respiratoria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.08423%
Objetivos: El médico cumple un importante papel en el control del tabaquismo, una manera de objetivarlo es mediante la intervención mínima realizada durante la internación de pacientes fumadores en un Servicio de Clínica Médica. Material y método: Se realiza una encuesta en pacientes internados en el Servicio de Clínica Médica del Hospital del Carmen, horas previas al alta hospitalaria, en un periodo de 30 días, donde se incluyen datos epidemiológicos, anamnesis, consejo antitabaco y derivación a cesación. Se realizan comparaciones estadísticas de ?². Resultados: De los 173 pacientes encuestados, el 100% había sido consultado sobre su condición de fumador y constaba en la historia clínica, el 19.1% correspondían a fumador actual, el 34.1% a ex fumador y el 46.8% a no fumador. Durante la internación se realizó intervención minina en el 33% de los fumadores y del total de fumadores fueron derivados a consultorios de cesación el 18.1%. Estos pacientes refieren haber recibido consejo médico para dejar de fumar en atenciones médicas previas a la internación en el 57.5%. Conclusiones: Si bien se destaca que en su totalidad los pacientes internados fueron consultados sobre su condición tabáquica, sólo uno de cada tres recibió intervención mínima...

‣ Eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital universitário

Louro,Estela; Romano-Lieber,Nicolina Silvana; Ribeiro,Eliane
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
68.054478%
OBJETIVO: Antibióticos são os medicamentos que mais causam eventos adversos, gerando problemas aos pacientes e custos adicionais ao sistema de saúde. Assim, objetivou-se analisar a ocorrência de eventos adversos a antibióticos em pacientes internados em um hospital. MÉTODOS: Realizou-se monitoramento intensivo do uso de antibióticos em pacientes adultos internados no município de Maringá, Paraná, de setembro de 2002 a fevereiro de 2003. Foram pesquisadas variáveis relativas aos medicamentos em uso, em particular aos antibióticos e aos eventos adversos. Com base em critérios para a avaliação do uso correto dos antibióticos, os eventos observados foram classificados como reações adversas, erros de medicação e "quase erros". Para relação de causalidade entre a administração do fármaco e o surgimento dos eventos utilizou-se o algoritmo de Naranjo. RESULTADOS: Foram acompanhados 87 pacientes e identificados 91 eventos adversos, sendo três deles (3,3%) reações adversas a medicamentos, sete (7,7%) erros de medicação, e 81 (89,0%) "quase erros". As reações a medicamentos ocorreram devido ao uso de quinolonas e foram consideradas "prováveis" utilizando-se o algoritmo de Naranjo. Os sete erros de medicação ocorreram devido a quatro prescrições incorretas de dose e três interações medicamentosas. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que a falta de conhecimento do medicamento ou a falta de informação sobre o paciente no momento da prescrição tenham sido os principais fatores envolvidos na ocorrência das reações a medicamentos.

‣ Baciloscopia de escarro em pacientes internados nos hospitais de tuberculose do Estado de São Paulo

Nogueira,Péricles Alves; Abrahão,Regina Maura Cabral de Melo; Malucelli,Maria Ivette Carboni
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
68.103896%
Foram averiguadas as fichas preenchidas com informações de pacientes, internados em hospitais especializados de tuberculose, com prévia autorização da equipe da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, entre 1984 e 1997. Realizou-se um estudo retrospectivo e descritivo, visando analisar as associações da baciloscopia com as variáveis: sexo, faixa etária, Unidade de Saúde, exame radiológico de tórax, motivo clínico ou social da internação, tempo da internação e o tipo de saída do hospital, para subsídio deste e de outros estudos. Entre os internados, 35.510 (95,5%) apresentavam a forma pulmonar da doença, e 25.477 (71,8%) haviam realizado a baciloscopia de escarro. Observou-se que em 79.4% o resultado foi positivo, sendo 79.6% do sexo masculino. Os pacientes do sexo masculino, com baciloscopia positiva, foram predominantes em quase todas as faixas etárias, exceto na de 5 a 14 anos. Os encaminhados pelo Centro de Saúde e pelo Hospital Geral, foram os que tiveram o maior percentual de baciloscopia positiva (85,4% e 83,7%, respectivamente). Os internados por falência de tratamento, foram os que tiveram uma maior positividade (91,2%). Em relação ao tempo de internação, quanto maior a permanência, maior a positividade da baciloscopia. Quanto ao tipo de saída...