Página 1 dos resultados de 26 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ O impacto do trabalho infantil no setor agrícola sobre a saúde

NICOLELLA, Alexandre Chibebe; KASSOUF, Ana Lúcia; BARROS, Alexandre Lahóz Mendonça de
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
68.040503%
O objetivo desse artigo é verificar se o trabalho infantil no setor agrícola produz impacto negativo sobre a saúde. Para a análise foram utilizadas as PNADs (Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios) de 1998 e 2003, que trazem suplemento especial sobre saúde, empregando a técnica econométrica de pseudo-painel. Assim, foram consideradas as crianças de 5 a 15 anos em 1998 e de 10 a 20 anos em 2003. Os resultados mostram que, para os indivíduos economicamente ativos, a atividade no setor agrícola e o trabalho de risco no setor agrícola não diferem dos outros setores, ou seja, trabalhar no setor agrícola não impõe um maior desgaste à saúde em relação aos outros setores da economia. Se considerados todos os indivíduos economicamente ativos, os resultados mostram que o trabalho agrícola não afeta a saúde e que o trabalho não-agrícola tem impacto negativo. Dessa forma, acredita-se que a atuação do governo deve ser setorial, visando uma melhoria no acesso ao sistema de saúde, bem como aos medicamentos, e a promoção da educação materna com relação à saúde.; The aim of this dissertation is to identify the causal relation between rural child labour and health. The analysis utilized the PNAD, a Brazilian household survey...

‣ A relação entre o desempenho escolar e os salários no Brasil ; The relation between school performance and wages in Brazil

Curi, Andréa Zaitune
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
47.647827%
O objetivo desse trabalho é analisar a relação entre o desempenho escolar e os salários dos jovens brasileiros. Examinamos se a qualidade do ensino, mensurada pelas notas obtidas por uma geração nos exames de proficiência realizados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira, o INEP, em seu Estado ao término do ensino médio, afeta os salários a serem recebidos por esta geração quando ela estiver no mercado de trabalho, cinco e seis anos depois, respectivamente com dados do Censo Demográfico de 2000 e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a PNAD, de 2001. A partir de um modelo de pseudo-painel, corrigimos os problemas de viés de seleção gerados pelas migrações e pelo alto nível educacional da amostra selecionada, através do modelo de Roy (1951) aplicado em Dahl (2001). Os determinantes da proficiência escolar, tais como “background” familiar, a infra-estrutura escolar e o perfil de docentes e diretores também foram analisados. A partir da estimação do modelo em dois estágios, os resultados do primeiro estágio mostram que o desempenho dos alunos em exames de proficiência é positivamente relacionado aos investimentos em educação, como melhor remuneração a professores e diretores...

‣ Evidências da sofisticação do padrão de consumo dos domicílios brasileiros: uma análise de cestas de produtos de consumo doméstico; Evidence of the sophistication of consumption patterns of Brazilian households: an analysis of household consumption product baskets

Luppe, Marcos Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.977134%
A economia brasileira passa por um momento positivo em sua história, devido principalmente a fatores gerados pela estabilidade econômica advinda com o Plano Real. O conjunto de dados apresentados neste trabalho evidencia uma melhora das condições socioeconômicas de grande parte da população, o que levou a um aumento da renda dos indivíduos e um fortalecimento do poder de consumo dos brasileiros. Nesse contexto, esta tese teve como objetivo a busca de evidências que indicassem uma mudança e possível sofisticação do padrão de consumo dos domicílios brasileiros. Além disso, procurou-se verificar em quais níveis socioeconômicos e em quais regiões as mudanças do padrão de consumo foram mais significativas. Os dados utilizados neste trabalho derivam de um painel de consumidores (Homescan) e foram analisadas informações de dez categorias de produtos de consumo doméstico para os anos de 2007, 2008 e 2009, considerando-se as áreas geográficas auditadas pela Nielsen e os níveis socioeconômicos dos domicílios. Nas análises dos dados, utilizaram-se modelos de equações de estimação generalizadas (EEG), além de análises estatísticas descritivas para avaliar a evolução das variáveis não-contempladas nesses modelos. Além disso...

‣ Trabalho infantil no Brasil : determinantes da redução entre 2003 e 2011 e efeitos sobre a escolaridade e o rendimento na vida adulta

Paiva, James Souza de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
57.59202%
The hypothesis that child labor impacts future income generation negatively, for it harms the formal acquisition of education, is widely accepted by the existing literature on this issue. However, some researchers agree that labor might be beneficial to teenagers once they can develop skills, acquire job experience, or even help them to afford their own education acquisition. Thus, the main goal of this study is to assess if there is an age which the negative impact of the early access to the labor market over income and the conclusion of high school, during the adulthood of Brazilian people, becomes positive. To do so, PNADs (Pesquisas Nacionais de Amostra de Domicílios), a National Census of Household Samples, issues 1992 to 2011, were utilized plus the employment of an econometric technique called pseudo-panel. For this analysis, generations of people born between 1982 and 1991 were observed from the ages 10 to 17 (child labor) and from the ages 20 to 29 (conclusion of high-school & income). The results show that starting at the age of 15, the negative effect of an early access to the labor market over income, between ages 20-29, becomes positive. As per high-school, it was observed that accessing the labor market before the age 15 diminishes the probability for an individual to conclude high school before the age 21. From this age on...

‣ Estudo sobre os fatores que explicam e influenciam a taxa de natalidadade no Brasil

Ferreira, Eduardo dos Santos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
47.647827%
O movimento de controle de natalidade mundial já ocorreu em diversos países desde os séculos passados, principalmente naqueles considerados do primeiro mundo. Os dados obtidos no Brasil demonstram a redução sensível dessa taxa de natalidade, porém de maneira distinta comparada aos dos países tidos como desenvolvidos. Dessa forma, estudou-se a taxa de natalidade brasileira e suas variações ao longo dos anos, no período de 1940 a 2000, tendo em vista as mudanças de fatores no âmbito econômico, social, político e cultural. Esse estudo se fundamentou numa base bibliográfica em que as atividades desenvolvidas foram pautadas na metodologia científica. Os dados de crescimento populacional foram analisados à luz das Teorias Demográficas Malthusiana, Neomalthusiana e Reformistas ou Marxistas, fazendo um comparativo com a Teoria da Transição Demográfica de Thompson. Além disso, o estudo fez uso da pesquisa quantitativa para compreender o seu objeto de interesse, pois os dados e as evidências coletados foram quantificados, organizados, tabulados e preparados para serem submetidos a análises estatísticas e econométricas. Para o estudo foram utilizados dados obtidos no IPEADATA, nos anos de 1991 e 2000, explicados por meio de uma regressão...

‣ Ensaios sobre economia e trabalho

Uhr, Daniel de Abreu Pereira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
48.318745%
Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2011.; Esta tese apresenta três objetivos básicos. O primeiro objetivo é testar o modelo de salário eficiência para versão shirking model no caso da indústria da construção civil brasileira. A lógica da teoria de salário eficiência (versão shirking) sugere um trade-off entre salários e supervisão. A investigação empírica esta centrada sobre as variáveis: (i) razão supervisores/supervisionados e (ii) tamanho da firma como proxies para a intensidade de supervisão. Utilizamos dados da pesquisa nacional por amostra de domicílios (PNAD) para o período de 2001 a 2008. Utilizamos diferentes metodologias para análise, e em todas se constata que a teoria é corroborada. O segundo objetivo é testar o modelo de salário eficiência para a versão labor turnover, ou seja, testamos (i) os determinantes da rotatividade do emprego (quit rate), principalmente a influência do nível salarial sobre a decisão de demissão, e, também, (ii) a hipótese de efeito negativo da rotatividade da mão-de-obra (labor turnover) sobre os salários dos trabalhadores. Utilizamos dados da PNAD para o período de 2002 a 2005. Foram utilizadas diferentes metodologias de análise...

‣ O impacto do trabalho infantil no setor agrícola sobre a saúde

Nicolella,Alexandre Chibebe; Kassouf,Ana Lúcia; Barros,Alexandre Lahóz Mendonça de
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
58.036436%
O objetivo desse artigo é verificar se o trabalho infantil no setor agrícola produz impacto negativo sobre a saúde. Para a análise foram utilizadas as PNADs (Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios) de 1998 e 2003, que trazem suplemento especial sobre saúde, empregando a técnica econométrica de pseudo-painel. Assim, foram consideradas as crianças de 5 a 15 anos em 1998 e de 10 a 20 anos em 2003. Os resultados mostram que, para os indivíduos economicamente ativos, a atividade no setor agrícola e o trabalho de risco no setor agrícola não diferem dos outros setores, ou seja, trabalhar no setor agrícola não impõe um maior desgaste à saúde em relação aos outros setores da economia. Se considerados todos os indivíduos economicamente ativos, os resultados mostram que o trabalho agrícola não afeta a saúde e que o trabalho não-agrícola tem impacto negativo. Dessa forma, acredita-se que a atuação do governo deve ser setorial, visando uma melhoria no acesso ao sistema de saúde, bem como aos medicamentos, e a promoção da educação materna com relação à saúde.

‣ Diferenciais salariais para o setor cultural e ocupações artísticas no Brasil

Ferreira Neto,Amir Borges; Freguglia,Ricardo da Silva; Fajardo,Bernardo de Abreu Guelber
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
57.645107%
Este artigo analisa o diferencial de salários dos trabalhadores do setor cultural e dos artistas no Brasil usando dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2002 a 2007. Para identificar os fatores que mais contribuem para as diferenças de remuneração foi utilizado o estimador de efeitos fixos em um modelo de pseudo painel de coortes, considerando a correção de viés de seleção através do procedimento de Heckman. Em geral, trabalhadores do setor cultural e artistas são melhores remunerados que os demais trabalhadores, notando-se a importância da correção do viés e dos controles de efeitos fixos de gerações. Por meio da decomposição de Oaxaca, o fator que mais contribui para as diferenças salariais é o de características setoriais.

‣ Lealdade à marca e sensibilidade ao preço: um estudo da escolha da marca pelo consumidor

Botelho,Delane; Urdan,André Torres
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
48.314175%
Este artigo empírico usa dados escaneados em painel de domicílios para estimar e analisar a elasticidade-preço da escolha da marca em dois grupos de clientes: os leais e os não leais à marca de uma categoria de bem de consumo. O objetivo principal é verificar diferenças de sensibilidade ao preço entre os grupos de consumidores na escolha da marca. O método usado para a análise dos dados é o da Máxima Verossimilhança, com a abordagem da maximização da utilidade, empregando-se o modelo logit misto, com dois tipos de vetores de parâmetros: o de características dos domicílios e o de atributos das marcas. Os resultados indicam que a diferença de sensibilidade ao preço entre os consumidores varia de acordo com as marcas. Com isto, conclui-se que profissionais de marketing podem tomar decisões mais efetivas de apreçamento levando em conta as características dos domicílios e os atributos das marcas. Considerando que a disponibilidade de dados escaneados no Brasil aumentou consideravelmente desde o início da década de 1990, esta ferramenta de análise pode ser útil ao setor varejista brasileiro.

‣ Governança corporativa aplicada ao setor público: uma análise do desempenho educacional no brasil e em minas gerais a partir da pnad – pesquisa nacional por amostra de domicílios

Lacerda, Leonardo Paula de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
78.093623%
O processo de participação democrática no âmbito privado e público tem gerado decisões que ora beneficiam a coletividade, e ora atuam de modo a atender interesses particulares. Ao se tratar de espaço coletivo esta relação entre o público e o privado deve possuir mecanismos que protejam o interesse primordial em uma sociedade: o público, principalmente em meio à questão da desigualdade social nos países em desenvolvimento, em que pese ainda a distância de oportunidades entre ricos e pobres. Esta distância pode ser diminuída a partir de amplo acesso à educação aumentando-se os investimentos públicos, conforme preceituam agências internacionais como o Banco Mundial e a UNESCO. Acredita-se que o estabelecimento do processo de Governança Corporativa no Setor Público possa tornar as relações externas e principalmente internas entre os atores (Governo, Sociedade e Empresas) mais justas e produtivas, em especial ao serem aplicados ao setor público com foco no controle por resultados. Neste sentido, considerando o processo de reforma do aparelho do estado, a teoria da Nova Gestão Pública, bem como o redimensionamento do papel de organizações sociais e privadas e os impactos na Governança Corporativa aplicada ao Setor Público...

‣ A mensuração da educação nas PNADS da década de 1990; Texto para Discussão (TD) 928: A mensuração da educação nas PNADS da década de 1990; The measurement of education in the National Household Survey 1990

Soares, Sergei; Lima, Adriana Fernandes
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
68.056274%
Este texto documenta as principais mudanças no bloco de perguntas relativas à educação nas Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios (PNAD). O texto discute a evolução das perguntas, do seu fluxo e aponta para pequenas mudanças nos resultados observados nas PNADs de 1988, 1990, 1992 e 1995. As mudanças além do erro amostral se concentram no grupo com menos que a quarta série. O texto também mostra, rapidamente, a evolução dos resultados educacionais para a população brasileira e mostra que não houve alterações que justifiquem mudanças drásticas nas perguntas feitas pela PNAD. Finalmente, discutimos algumas modificações no questionário e chegamos à conclusão que a única mudança que se mostra realmente desejável é incluir na PNAD um painel rotativo de três anos.; 12 p. : il.

‣ Direitos de propriedade e bem-estar: avaliação do impacto do programa de regularização fundiária na Quinta do Caju

Andrade, Maria Isabel de Toledo; Pero, Valeria Lucia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
48.310156%
Este trabalho analisa a relação entre direitos de propriedade e bem-estar. Considerando-se a relevância das instituições na economia, supõe-se que, se os direitos de propriedade dos imóveis em comunidades de baixa renda forem mais bem definidos, atribuídos e garantidos, menores serão os custos de transação e, consequentemente, maior será o valor do ativo e da renda dos proprietários destes ativos. Além disso, com os direitos de propriedade definidos e assegurados, os moradores de comunidades de baixa renda são incluídos na cidade formal e passam a ter mais acesso a diversos mercados. O presente estudo oferece uma avaliação de impacto do Programa de Regularização Fundiária implementado pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro na comunidade da Quinta do Caju, que concedeu título de propriedade, registrado em cartório, aos domicílios beneficiados pelo programa. A partir do painel construído com informações socioeconômicas dos mesmos domicílios da comunidade da Quinta do Caju antes e depois do programa, observam-se os efeitos do programa no bem-estar dos moradores. Em particular, por meio do método de propensity score matching, constata-se que o programa tem um impacto positivo e estatisticamente significativo na renda domiciliar per capita dos domicílios beneficiados pelo programa.; p. 29-69 : il.

‣ A imputação da renda do não trabalho na pesquisa mensal de emprego

Ribas, Rafael Perez; Machado, Ana Flávia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
57.638335%
O painel da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é uma das bases de dados mais ricas do Brasil para investigações de fenômenos relativos ao mercado de trabalho. Entretanto, seu questionário traz apenas informações relativas à renda do trabalho. Este artigo propõe uma nova forma de imputar a renda do não trabalho utilizando um sistema de equações estimado com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), também do IBGE. Além de descrever o modelo de imputação e sua consistência, o artigo levanta alguns fatos estilizados sobre pobreza e desigualdade em regiões metropolitanas (RMs) brasileiras. Os resultados contemplam basicamente os seguintes pontos: sazonalidade e tendência da pobreza e da desigualdade; taxas de transição para fora e para dentro da pobreza; e comparação entre as incidências de pobreza crônica e pobreza observada.; p. 265-395 : il.

‣ Convergência de salários entre as regiões metropolitanas brasileiras : custo de vida e aspectos de demanda e oferta de trabalho

Menezes, Tatiane A.; Azzoni, Carlos R.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
68.087617%
A desigualdade salarial entre as pessoas de diferentes regiões pode ser explicada por três fatores. Do ponto de vista da oferta de trabalho, níveis salariais maiores em uma região podem ocorrer devido a seus habitantes terem maior instrução e, por conseguinte, melhor inserção no mercado de trabalho. Pelo lado da demanda, as desigualdades salariais podem dever-se a diferenças na estrutura produtiva, nas instituições e no acesso à tecnologia. A terceira linha de raciocínio argumenta que as diferenças salariais entre regiões buscam compensar diferenciais de custo de vida e amenidades. Neste trabalho, esses três fatores são considerados na análise da dinâmica da desigualdade salarial entre as regiões metropolitanas (RMs) brasileiras. Utiliza-se uma estrutura de dados em painel a partir dos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), agregados por faixas de idade para as nove RMs. Estima-se um modelo de convergência controlando por efeito fixo. Conclui-se que o diferencial de custo de vida, embora relevante, não é capaz, individualmente, de explicar os diferenciais de renda salarial. No que diz respeito às demais fontes, encontra-se que aspectos relacionados à demanda (características regionais) e à oferta de trabalho (capital humano) apresentam papel acentuado na dinâmica das desigualdades regionais.; p. 449-470 : il

‣ Sobre o painel da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE; Texto para Discussão (TD) 1348: Sobre o painel da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do IBGE; About the panel's Monthly Employment Survey (PME) from IBGE

Ribas, Rafael Perez; Soares, Sergei Suarez Dillon
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
89.12534%
O objetivo deste texto é fornecer as informações necessárias para que pesquisadores possam utilizar a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) e, em particular, o painel de domicílios. O painel da PME é um instrumento extremamente útil de análise que, no entanto, tem sido subutilizado devido a uma série de dificuldades práticas, principalmente na sua (re)construção. Escrevemos este texto para fornecer a outros pesquisadores alguns instrumentos para lidar com estas dificuldades. O texto tem três partes. A primeira trata da leitura e identificação do painel da PME, inclusive o esquema de rotação da pesquisa. Até esta tarefa relativamente simples torna-se complexa devido a algumas peculiaridades de como a PME é organizada. Na segunda parte, fornecemos alguns procedimentos para aumentar a taxa de identificação no painel de pessoas. A hipótese por trás destes procedimentos é que o erro na declaração de informações individuais dificulta a reconstituição mais precisa deste painel. Finalmente, na última parte, apontamos qual é a implicação de uma reconstituição menos precisa do painel de pessoas sobre os resultados de um exemplo de análise do mercado de trabalho.; 35 p. : il.

‣ A imputação da renda não-trabalho na Pesquisa Mensal de Emprego (PME/IBGE) e seu proveito em análises dinâmicas de pobreza e desigualdade; Texto para Discussão (TD) 1363: A imputação da renda não-trabalho na Pesquisa Mensal de Emprego (PME/IBGE) e seu proveito em análises dinâmicas de pobreza e desigualdade; Imputation of non-labor income in the Monthly Employment Survey (PME / IBGE) and its advantage in dynamic analysis of poverty and inequality

Ribas, Rafael Perez; Machado, Ana Flávia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
67.649297%
O painel da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é, sem dúvida alguma, uma das bases de dados mais ricas do Brasil para investigações de fenômenos relativos ao mercado de trabalho. Isso devido a sua natureza longitudinal. Entretanto, por enfatizar apenas o mercado de trabalho, seu questionário traz apenas informações relativas a esta fonte de renda, não considerando outros tipos de rendimentos, como pensões, aposentadorias, transferências sociais etc. Dada esta limitação, este artigo apresenta uma proposta para aumentar a utilidade da atual PME. Esta proposta consiste em imputar a renda não-trabalho, utilizando um sistema de equações estimado com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), também conduzida pelo IBGE. Além de descrever o modelo de imputação e sua consistência em termos de reprodução na PME dos mesmos indicadores da Pnad, o artigo levanta alguns fatos estilizados sobre pobreza e desigualdade em Regiões Metropolitanas (RMs) brasileiras. A natureza dinâmica desses fatos estilizados os impossibilita de serem levantados com o uso de outra base de dados no Brasil que não seja a própria PME imputada. Os resultados contemplam basicamente os seguintes pontos: sazonalidade e tendência da pobreza e da desigualdade; taxas de transição para fora e para dentro da pobreza; e comparação entre as incidências de pobreza crônica e pobreza observada.; 28 p. : il.

‣ Renda per capita, desigualdades de renda e educacional, e participação política no Brasil; Texto para Discussão (TD) 827: Renda per capita, desigualdades de renda e educacional, e participação política no Brasil; Per capita income, income and educational inequalities, and political participation in Brazil

Oliveira, João Barbosa de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
67.647827%
Esta dissertação realiza investigação empírica sobre a validade das principais relações testáveis, derivadas em modelo teórico desenvolvido por Ferreira (2001), a respeito da interação entre desigualdades de renda e educacional, e de poder político, bem como da influência dessas formas de desigualdade sobre a renda per capita de uma economia. A análise é feita aplicando-se técnicas de estimação de dados em painel, para uma amostra de municípios brasileiros de grande porte ou pertencentes a regiões metropolitanas, chamados de auto-representativos na composição da amostra da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Foram utilizados dados das PNADs de 1988, 1992, 1996 e 1999. As principais conclusões obtidas são: a) desigualdades de renda e educacional têm correlação negativa com a renda per capita; b) maior grau de participação política está associado a maior nível de renda e a menor desigualdade de renda; e c) desigualdades de renda e educacional são positivamente correlacionadas. Além disso, observa-se que as características específicas dos municípios, captadas via efeitos fixos, são importantes na explicação das relações estudadas, e que só foi possível captar os efeitos da participação política quando se utiliza variável que reflete mais diretamente a disposição dos agentes de influir no processo de decisão política.; 62 p.

‣ Mudanças no mercado de trabalho retiram famílias da pobreza?: determinantes domiciliares e agregados para a saída da pobreza nas regiões metropolitanas do Brasil; Texto para Discussão (TD) 1336: Mudanças no mercado de trabalho retiram famílias da pobreza?: determinantes domiciliares e agregados para a saída da pobreza nas regiões metropolitanas do Brasil

Machado, Ana Flávia; Ribas, Rafael Perez
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
48.505894%
O objetivo do artigo é estimar a probabilidade de famílias saírem da pobreza, assim como os seus determinantes, considerando o tempo de permanência nesta situação. Interesse particular reside em avaliar se mudanças de curto prazo no mercado de trabalho afetam a probabilidade de famílias permanecerem na pobreza. Assumindo que as transições de pobreza ocorrem com mais freqüência em intervalos de tempo menores, dados organizados em periodicidade mensal são melhores que aqueles organizados por intervalos anuais, e por isso utilizamos o painel da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), de março de 2002 a maio de 2007. A PME é o único painel disponível no Brasil que permite análise sobre duração. Entretanto, em se tratando de pobreza, informações sobre renda não-trabalho são imprescindíveis e, dado que a PME não dispõe destes dados, imputamos a renda não-trabalho para sanar a questão. Tendo em vista que este estudo possui um período curto de acompanhamento dos domicílios, adotamos técnicas de estimação que controlam tanto a censura à direita como à esquerda. Entre os resultados, podemos destacar: quanto mais tempo a família fica na pobreza, maiores são suas chances de permanecer nela; entre as características domiciliares...

‣ The effects of conditional cash transfer programmes on adult labour supply: an empirical analysis using a time-series-cross-section sample of brazilian municipalities

Foguel, Miguel Nathan; Barros, Ricardo Paes de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.496265%
In this paper, we estimate the effects of the Conditional Cash Transfer (CCT) programmes in Brazil on the labour supply of adult males and females. We employ the panel of municipalities that are continuously investigated by the Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE) over the years 2001-2005. The effects of the Brazilian CCT programmes are estimated both on the participation rate and the mean number of hours worked. Since PNAD does not ask directly surveyed families about CCT programme participation, we use an indirect procedure to identify beneficiary families. Our results indicate that the effects of interest are not significant both on statistical grounds and in terms of magnitude.; Neste trabalho, estimamos os efeitos dos Programas Condicionais de Transferência de Renda (PCTR), no Brasil, sobre a oferta de trabalho de mulheres e homens adultos. Para tanto, utilizamos o painel de municípios que são continuamente cobertos pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE) durante o período entre 2001 e 2005. Os efeitos dos PCTR brasileiros são estimados tanto sobre a taxa de participação quanto sobre o número médio de horas trabalhadas. Como a PNAD não investiga diretamente a participação das famílias em PCTR...

‣ Diferenciais salariais para o setor cultural e ocupações artísticas no Brasil

Ferreira Neto, Amir Borges; Freguglia, Ricardo da Silva; Fajardo, Bernardo de Abreu Guelber
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
57.645107%
This paper analyses the wage differentials among workers from the cultural sector and the artists in Brazil using data from PNAD - a household survey conducted by the Brazilian Statistics Bureau (IBGE) - from 2002 to 2007. In order to identify the features that contribute to the differences we use the fixed effects estimator in a cohort pseudo panel model, paying attention to the correction of the selection bias using the Heckman's approach. In general, workers from the cultural sector and artists have higher wages than other workers. After correcting the selection bias and fixed effects, these differences are even higher. By the Oaxaca decomposition analysis, the cultural sector characteristics are the most important factor that generates these wage differences.; Este artigo analisa o diferencial de salários dos trabalhadores do setor cultural e dos artistas no Brasil usando dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2002 a 2007. Para identificar os fatores que mais contribuem para as diferenças de remuneração foi utilizado o estimador de efeitos fixos em um modelo de pseudo painel de coortes, considerando a correção de viés de seleção através do procedimento de Heckman. Em geral, trabalhadores do setor cultural e artistas são melhores remunerados que os demais trabalhadores...