Página 1 dos resultados de 5637 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

‣ "Jornalismo e políticas públicas. A imprensa de São Paulo esclarece a dinâmica da participação política quando cobre o discurso e a ação pública?" (1994-2004) ; Journalism and Public Policies,Brazil, Sao Paulo, (1994-2004)

Laurenza, Ana Maria de Abreu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.681475%
Esta tese Jornalismo e Políticas Públicas analisa uma amostra da cobertura da pauta Políticas Publicas pela imprensa de São Paulo, no período entre 1994/2004, dos jornais “Folha de S.Paulo” e “O Estado de S.Paulo” e das revistas semanais “Carta Capital” e “Veja” . Este estudo parte de um universo de 170 matérias e seleciona 18 textos para refletir se o jornalismo traz em si o potencial de estabelecer relações entre o discurso e a ação pública, comunicando ao leitor a interação que se dá entre Estado, governo e sociedade civil na implementação de uma política pública, no gasto do orçamento para a resolução dos problemas sociais do país. Desta forma, se observa se o jornalismo auxilia na dinâmica da participação política, que possa ser concretizada pela administração pública e o cidadão. A pesquisa reúne reflexões de autores de referência sobre democracia, poliarquia, espaço público, participação dos movimentos sociais, redimensionamento e questões do Estado, governabilidade, uso público da razão e da emoção, a natureza do espaço e do tempo na globalização acelerada, o estado da arte das políticas públicas no Brasil dos anos 90. A partir deste corpus teórico...

‣ Participação política: sentidos e significados atribuídos por membros do setor de educação de um assentamento rural; Politic participation: Senses and significances assigned by members of the educational sector of a rural settlement

Rosa, Leandro Amorim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.760654%
Os estudos situados no campo de intersecção entre a psicologia e a política têm contribuído de forma significativa para a investigação de diversos fenômenos ligados ao comportamento político. Entre os principais temas abordados nesse campo interdisciplinar, está presente a participação política. Os referenciais que abordam tal temática, via de regra, têm privilegiado os processos e os fatores implicados na participação política. A presente pesquisa teve como foco de interesse compreender esse fenômeno partindo das perspectivas dos sujeitos e das tensões por eles vivenciadas. A partir do referencial vigotskiano, em articulação com a teoria gramsciana, objetivou-se estudar os sentidos e os significados atribuídos à participação política por sujeitos do setor de educação de um assentamento rural vinculado ao MST. A práxis política, ação intencional que visa a intervenção no homem enquanto ser social, é a categoria central do trabalho. Ela é entendida aqui como imersa em uma realidade social e política gramsciana e orientada a partir de uma subjetividade vigotskiana. Segundo o referencial aqui adotado, a constituição do sujeito é perpassada a todo o momento pelas relações sociais nas quais ele está inserido...

‣ A influência das narrativas cotidianas como (des)estímulo para a participação política

Queiroz, Daniela de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.672134%
A questão da prática democrática e da efetiva participação política ainda é uma temática bastante polêmica na sociedade brasileira. Mesmo com uma constituição democrática e com uma série de instrumentos participativos instituídos, o Brasil ainda parece bastante distante de atingir uma democracia consolidada. Há muitas teorias que versam a respeito dos fatores que podem motivar ou desmotivar o envolvimento e a participação política, tais como a cultura, a confiança, o capital social e o reconhecimento. Na presente dissertação, busca-se entender quais os reais motivos que levam um cidadão a escolher se envolver ou não na política, adotando uma posição ativa e participante ou uma posição passiva em relação a estas questões. A proposta consistiu em realizar uma revisão das teorias sobre a motivação para participar, um levantamento da situação democrática do país, estudando o papel da história política e da memória coletiva no contexto da participação, bem como a influência das narrativas circulantes no mundo da política, com especial destaque para as narrativas cotidianas, que nada mais são do que aquelas que ocorrem na esfera íntima dos indivíduos, no seu dia a dia, com familiares, amigos e conhecidos. É neste contexto que a presente dissertação pretende acrescentar...

‣ Terrítório e participação política: o colegiado territorial norte fluminense

Lopes, Jonathan Felix Ribeiro
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.735176%
Esta dissertação teve como objetivo identificar em que aspectos a implementação do Colegiado Territorial Norte Fluminense, proporcionou experiências de participação política em âmbito territorial. Para isso, buscou-se uma compreensão interdisciplinar da participação política. Além disso, a pesquisa empírica buscou identificar, por meio da análise de documentos oficiais do Programa Territórios da Cidadania, questionários e entrevistas qual o impacto da política sobre a participação política no espaço estudado. Foram percebidos avanços institucionais ao mesmo tempo da permanência de traços autoritários nas ações do Estado brasileiro.; This dissertation aims to identify ways in which the implementation of the Territorial Board Norte Fluminense, provided experiences of political participation in territorial scope. For this, we tought an interdisciplinary understanding of political participation. Moreover, empirical research sought to identify, through analysis of official documents of theTerritories of Citizenship Program, questionnaires and interviews which the impact of policy on political participation in the area studied. Institutional advances were perceived at the same time the persistence of authoritarian traits in the actions of the Brazilian state.

‣ Democracia e déficit de participação política no Brasil

Francisco, Michel Neil Trindade
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.71321%
Muito se tem discutido a respeito de uma suposta consolidação do regime democrático no Brasil. O que deve se ter em mente é que essa consolidação sempre será falaciosa se não forem levados em conta alguns obstáculos ainda não superados pela democracia no país. Tais obstáculos são formados não apenas por alguns aprimoramentos institucionais ainda necessários, mas principalmente pela demanda por inclusão de segmentos da sociedade que, atualmente, se encontram tolhidos da esfera política. Na linha de frente desses excluídos estão os cidadãos com baixa escolaridade e os que sofrem com os percalços da pobreza, que, juntos, são protagonistas de grande parte dos déficits de participação política no país. No Brasil, pobreza e baixa escolaridade estão longe de serem problemas residuais, atingindo parcela considerável de seus cidadãos. A participação política, entretanto, pode ser um dos primeiros passos para que o excluído se liberte dessa condição que resulta na sua alienação política. Impossível imaginar qualquer tipo de solução para sanar os déficits de participação política sem o estímulo ao desenvolvimento de uma cultura cívica. A participação gera a oferta de políticas direcionadas ao grupo politicamente ativo...

‣ Desigualdade e associativismo : um estudo comparativo sobre capital social e participação política com duas associações de moradores de Porto Alegre.

Zanata Júnior, Rui
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.735176%
Esta pesquisa visa investigar a relação entre desigualdade e associativismo na conformação da participação política de duas associações de moradores de Porto Alegre: uma situada numa vila popular e outra num bairro de classe média. Argumenta-se, então, que a posição social dos participantes das entidades (bem como das populações por elas representadas), que é caracterizada por uma significativa desigualdade, define a configuração das suas redes sociais e dos seus capitais sociais - agregados de recursos reais ou potenciais vinculados à posse de uma rede de relações relevante ao acesso de bens e serviços. Os capitais sociais, por sua vez, condicionariam os espaços procurados por esses grupos para reivindicarem e expressarem suas demandas e propostas - ou seja, sua participação política. O estudo comparativo é justificado pela importância de investigar o papel das desigualdades sobre o associativismo e, por conseguinte, sobre a participação política. Os objetivos são: compreender as diferenças e semelhanças entre o associativismo de bairro de classe média e o de classe popular; investigar se e como desigualdades socioeconômicas implicam em diferenças em termos dos capitais sociais aos quais os atores têm acesso...

‣ O lado invisível da participação política : gestão da informação dos mecanismos digitais de participação política nos parlamentos da America Latina, com uma analise do caso da Câmara dos Deputados do Brasil

Perna, Andrea Sampaio
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.70608%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, 2010.; Em um cenário de expansão democrática da América Latina, os olhares se voltam para iniciativas que impulsionam o aprimoramento da democracia. No eixo da participação surgem projetos para aproximar os cidadãos da esfera pública, entre os quais aqueles relacionados ao uso da Internet nas práticas democráticas em parlamentos. Esta pesquisa examina uma das dimensões dos mecanismos digitais de interação e participação política oferecidos por parlamentos para a sociedade — a gestão da informação. Primeiramente, mapeamos as formas de participação política empregadas nos portais legislativos da América Latina, com o objetivo de conhecer as informações que cercam as iniciativas e contextualizar o estudo de caso da Câmara dos Deputados do Brasil. Em seguida, procuramos entender como a Câmara dos Deputados do Brasil realiza a coleta, a organização, a distribuição, o armazenamento e o uso da informação concernente aos mecanismos de interação e participação política, de caráter multilateral, empregados em seu Portal. Concluímos que os parlamentos latino-americanos colocam à disposição da sociedade dezenas de canais digitais de interação e participação...

‣ Política de e-government e participação política nos municípios portugueses

Santos, Simone Monteiro dos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
67.87264%
Dissertação mestre em administração pública; A participação política tem sido um assunto de interesse para muitos académicos e governantes. A pergunta “quais os factores que ajudam a determinar ou a explicar a razão de alguns cidadãos votarem e outros não” é muito frequente na literatura sobre comportamento político. Baixos níveis de participação eleitoral e de outras formas de participação política assumem particular interesse quer para cientistas quer para profissionais da área. Actualmente as novas tecnologias de comunicação, nomeadamente a Internet, assumem um particular interesse no que diz respeito à participação política. Isto deve-se ao facto de poderem ser uma ajuda para os cidadãos que desejam participar. Este estudo procura descobrir se o recente investimento público em e- government conduziu de alguma forma ao aumento no nível de participação política em Portugal. Nós colocamos como questão se existe um efeito positivo do egovernment na participação política. Defendemos que esse efeito é dependente do nível de acesso e habilidade (capacidade) dos cidadãos para usar a Internet. Consideramos que o nível de educação é uma das característica que melhor representa o grau de habilidade dos cidadãos para usar a política de e- government...

‣ Jovens e política: o papel da socialização na participação política

Varela, Alexandre Manuel Rosa
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.80398%
Mestrado em Ciência Política; Considerado um elemento fundamental da democracia representativa, o sufrágio universal é o meio que os cidadãos têm ao dispor para intervir directamente na escolha dos seus representantes nas instituições democráticas e, assim, expressar o seu apoio ou desacordo com as propostas políticas em «concurso». O decréscimo dos níveis de participação eleitoral observado nos últimos anos, independentemente da fase de consolidação democrática, é fonte de naturais preocupações para a própria legitimidade da democracia. Em particular, o tradicional e elevado abstencionismo observado entre os mais jovens suscita dois tipos de inquietações. Em primeiro lugar, a desmobilização geracional, um arrefecimento geral na participação eleitoral observado de geração em geração. Em segundo lugar, as especificidades próprias de uma fase de vida em que a política não parece ser particularmente entusiasmante. As explicações do efeito geracional e do efeito dos ciclos de vida respondem muito bem a uma e outra inquietação, serenando alguns temores de crise: de um lado, a adesão a formas alternativas de participação política e, de outro, a convicção de a integração social com a entrada numa nova fase de vida [e o pacote de responsabilidades que a acompanha] favorecer um maior envolvimento político. Porém...

‣ Associativismo e participação política: o caso português (2006-2009)

Cancela, João Camacho Giestas
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.72833%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais; Orientador cientifico : Almeida, Pedro Tavares de; Desde há algum tempo que autores de diversos quadrantes teóricos têm argumentado que a sociedade civil é benéfica para a democracia. Um dos efeitos recorrentemente identificados pela literatura reside na maior propensão dos membros de associações para o exercício da participação política. A presente dissertação debruça-se sobre a relação entre as dinâmicas associativas e a participação política em Portugal. Para determinar os contornos desta relação, procedeu-se a uma análise quantitativa a dois níveis: o individual e o agregado. No primeiro nível recorremos aos dados de um estudo de opinião conduzido em 2006, procurando aferir se a natureza dos vínculos mantidos com as associações influencia a propensão dos indivíduos para participar politicamente. Tentamos também perceber de que forma o exercício do voto se distingue das demais modalidades de participação no que toca à influência do envolvimento associativo. No plano agregado, testamos se as dinâmicas locais da sociedade civil estão significativamente relacionadas com as taxas de participação eleitoral ao nível municipal. Para quantificar a dinâmica da sociedade civil recorreu-se a uma base dados ainda não testada...

‣ Efeitos diretos, indiretos e tardios: trajetórias da transmissão intergeracional da participação política

Fuks,Mario
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.672134%
O artigo propõe um modelo para explicar o processo mediante o qual os jovens se tornam cidadãos participativos. Veremos que este ocorre de duas formas complementares. A primeira é a transmissão imediata, embora, em grande medida, estimulada por efeitos indiretos, das rotinas participativas. A segunda depende de um processo de longa duração, gerando a participação como efeito tardio. O estudo mostra que a participação política dos pais é a forma mais eficaz de se "ensinar" participação política aos filhos. Em relação às condições socioeconômicas da família, embora não transmitam participação aos filhos, são elas que criam condições mais ou menos favoráveis para o envolvimento dos pais em atividades participativas. No conjunto, os dados apontam associação entre a reprodução intergeracional da desigualdade social e da desigualdade política.

‣ Práticas discursivas sobre participação política juvenil: entre os prazeres, orgulho e sacrifícios

de Sousa Mendonça, Érika; Medrado-Dantas, Benedito (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
67.6949%
Este estudo focaliza a construção de sentidos sobre participação política juvenil, a partir de exercícios discursivos e corporais com um grupo de jovens que atua em movimentos sociais. Compartilha uma inquietação acerca do tratamento destinado ao jovem denunciado pela literatura crítica especializada, que aponta uma polissemia de definições de juventude, muitas vezes subsumida por perspectivas adultocêntricas . Jovens são, assim, situados entre dois pólos: por um lado, problema social e parcela da população alheia a questões políticas e voltadas apenas aos próprios interesses; por outro, aparecem referenciados em suas possibilidades de atuar e intervir em questões políticas, capazes de transformar realidades sociais. No conjunto desta literatura, especialmente a partir da década de 1990, emergem estudos e pesquisas que associam juventude à participação em movimentos sociais. Na aproximação com esta literatura, desenvolvem-se duas questões norteadoras desta pesquisa: em primeiro lugar, como jovens engajados em grupos e organizações que integram movimentos sociais produzem sentidos sobre juventude? Uma pergunta complementar é: como esses jovens se posicionam neste contexto e que versões sobre participação política produzem? Adotou-se...

‣ O lado invisível da participação política : gestão da informação dos mecanismos digitais de participação política nos parlamentos da América Latina, com uma análise do caso da Câmara dos Deputados do Brasil

Perna, Andrea Sampaio
Fonte: Câmara dos Deputados do Brasil Publicador: Câmara dos Deputados do Brasil
Tipo: monografia, dissertação, tese Formato: 269 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
67.735176%
Examina uma das dimensões dos mecanismos digitais de interação e participação política oferecidos por parlamentos para a sociedade - a gestão da informação. São mapeadas as formas de participação política empregadas nos portais legislativos da América Latina, com o objetivo de conhecer as informações que cercam as iniciativas e contextualizar o estudo de caso da Câmara dos Deputados do Brasil. Procura-se entender como a Câmara dos Deputados do Brasil realiza a coleta, a organização, a distribuição, o armazenamento e o uso da informação concernente aos mecanismos de interação e participação política, de caráter multilateral, empregados em seu Portal. Conclui-se que os parlamentos latino-americanos colocam à disposição da sociedade dezenas de canais digitais de interação e participação, como uma tendência irreversível das democracias modernas, mas a gestão da informação inerente às experiências ainda é um desafio a ser alcançado.; This study focuses on information management, one of the dimensions of digital mechanisms for interaction and political participation offered by parliaments to society. First, the types of political participation used in Latin American legislative websites were mapped in order to know the kind of information that encompasses each initiative and to better place the case study of the Brazilian Chamber of Deputies. Then...

‣ A participação política dos atores coletivos do campo popular no movimento de reforma na saúde no Rio Grande do Sul

David, Clarete Teresinha Nespolo de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
67.855063%
Esta tese trata da construção do direito à saúde com participação e ênfase na leitura dialética da história das políticas públicas de saúde no Brasil a partir da concepção do movimento sanitário, em um contexto de reformas do Estado e de construção do projeto democrático popular. Ela tem a finalidade de analisar como se materializa o debate do SUS, enquanto modelo de atenção universal, nos espaços públicos a partir da participação política dos atores coletivos do campo popular no movimento de reformas. Assim, os indicadores que orientaram a análise são: que participação política pode ter produzido a saúde como direito social? e como se conformam os espaços públicos no desenho institucional na saúde no RS? Isso foi feito a partir da análise documental das Resoluções do CES/RS, dos Relatórios das Conferências e dos Planos Estaduais de Saúde, que orientou o caminho histórico. Ademais, quatorze atores coletivos indicados a partir da técnica da “bola de neve”, via narrativa oral temática, contribuíram explicitando as principais estratégias, as articulações, as mobilizações e a educação política nesse processo. Esses atores estão identificados com o movimento sindical (Fetag/RS, o Departamento Rural da CUT –Fetraf/Sul)...

‣ A participação política, entre o debate e a visibilidade: um estudo de mídia e cidadania, a partir de Hannah Arendt e Habermas; Political participation, betwen debate and visibility: a study of media and citizenship, from Hannah Arendt and Habermas

BOARATTI, André
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Comunicação; Ciências Sociais Aplicadas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Comunicação; Ciências Sociais Aplicadas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.75795%
The issue of political participation, usually used in Political Science, acquires a new approach from the Social Comunication point of view. Its important to point that the theoretical reference used in the study, were the contributions of Habermas and Arendt concepts about public sphere. According to this sense, political participation is located in the communicative action in public spaces of speaks for free and equal citizens. The agents start to became equal in the moment that all arguments are provided, so it can be say that citizenship is a dialogical process of construction of public spaces, that the main function is not only the social function of pressing the representative power, but mainly to serve as a basis for democratic institutions. The concept of power according to Arendt replaces the importance of political participation as a sufficient condition for democracy. The question now is to know what is the real paper of the media in the build process of democracy guided by citizen participation. First its important to mention that the term "means" of communication had been replaced by the term "communication institutions" because they do not behave as mere transmitters of content, but they are actors in social relations...

‣ Determinantes de sustentabilidade ambiental e participação política em assentamentos rurais do Distrito Federal e Entorno

Silva, Luciano Pereira da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.7802%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, 2014.; As novas concepções acerca do termo desenvolvimento passaram a interpretá-lo como um processo multidimensional, envolvendo uma verdadeira transformação de sistemas econômicos e sociais, na qual se exige uma maior participação política da sociedade civil nos processos decisórios, principalmente os locais, como também melhores práticas ambientais e sustentáveis. Essa participação ocorreu fortemente no Brasil por meio de movimentos e representações sociais, como foi o caso das lutas do campo em que surgiram diversos acampamentos e posteriormente assentamentos rurais. Nesse contexto, a presente pesquisa tem como objetivo avaliar a sustentabilidade ambiental e a participação política nos assentamentos beneficiados pelo programa de reforma agrária no Distrito Federal e Entorno, região essa que é definida por lei como uma Região Integrada de Desenvolvimento Econômico, e que gerou e ainda gera diversas lutas sociais de acesso à terra e outros direitos coletivos. No intuito de determinar as correlações entre a Participação Política e a Sustentabilidade Ambiental nesses assentamentos e ao mesmo tempo avaliar a influência dos movimentos sociais nesse processo...

‣ Confiança nas instituições políticas e participação política no Brasil

Vasconcelos, Camila de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.728247%
No contexto político da América Latina, principalmente no Brasil, constituíram-se democracias de caráter institucional representativo, negligenciando, consequentemente, a dimensão social, comprometendo uma melhor qualidade de vida para a população. Desta forma, a qualidade destas democracias tem sido influenciada de forma negativa, uma vez que se verifica baixos índices de participação política e, no Brasil, o histórico de uma estrutura política patrimonialista tem produzido instabilidade política e falta de credibilidade das instituições democráticas perante os cidadãos. Nesse contexto, as pesquisas de opinião pública sobre a cultura política da população brasileira revelam crescente desconfiança nas instituições e o desinteresse pela participação política. O objetivo deste trabalho é identificar se a confiança que a população brasileira tem em suas instituições políticas tende a fomentar a participação política dos mesmos. Para alcançar este objetivo, utiliza-se a análise de trajetória, como técnica de análise quantitativa. Os dados utilizados neste trabalho são provenientes de pesquisas tipo survey realizadas pelo World Value Survey, que medem a confiança dos brasileiros na democracia e nas suas instituições e a participação política dos mesmos nas dimensões convencionais e não-convencionais (passeatas...

‣ O lado invisível da participação política: gestão da informação dos mecanismos digitais de participação política nos parlamentos da America Latina, com uma analise do caso da Câmara dos Deputados do Brasil

Perna, Andrea Sampaio; Universidade de Brasília - UnB
Fonte: Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação Publicador: Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 02/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.70608%
Em um cenário de expansão democrática da América Latina, os olhares se voltam para iniciativas que impulsionam o aprimoramento da democracia. No eixo da participação surgem projetos para aproximar os cidadãos da esfera pública, entre os quais aqueles relacionados ao uso da Internet nas práticas democráticas em parlamentos. Esta pesquisa examina uma das dimensões dos mecanismos digitais de interação e participação política oferecidas por parlamentos para a sociedade, a gestão da informação. Primeiramente, mapeamos as formas de participação política empregadas nos portais legislativos da América Latina, com o objetivo de conhecer as informações que cercam as iniciativas e contextualizar o estudo de caso da Câmara dos Deputados do Brasil. Em seguida, procuramos entender como a Câmara dos Deputados do Brasil realiza a coleta, a organização, a distribuição, o armazenamento e o uso da informação concernente aos mecanismos de interação e participação política, de caráter multilateral, empregados em seu Portal. Concluímos que os parlamentos latino-americanos colocam à disposição da sociedade dezenas de canais digitais de interação e participação, como uma tendência irreversível das democracias modernas...

‣ O Direito Humano à Participação Política

Rigoti dos Anjos, Vitor Luiz
Fonte: Universidade Federal da Paraíba -UFPB Publicador: Universidade Federal da Paraíba -UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Filosofia Política Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.763613%
Em desenvolvimentos recentes em filosofia política e legal, há uma tendência de endossar listas minimalistas de direitos humanos que não incluem um direito à participação política. Contra tais tendências, argumentarei que o direito à participação política, entendido como distinto de um direito à democracia, deveria ter um lugar mesmo em listas minimalistas. Além disso, defenderei a necessidade de estender o direito à participação política para incluir a participação não apenas em processos nacionais de governança, mas também nos processos internacionais e globais. O argumento será baseado em uma concepção cosmopolita de legitimidade política e em uma concepção política de direitos humanos que é normativamente ancorada na legitimidade. A afirmação central do meu artigo é que um direito à participação política é necessária – embora insuficiente – para a legitimidade política no âmbito global. [doi:http://dx.doi.org/10.7443/problemata.v5i1.18049]

‣ A participação política e os seus determinantes socioeconômicos: as regiões metropolitanas brasileiras: 1988-1996

Ferreira, Marcelo Costa
Fonte: CESOP/UNICAMP Publicador: CESOP/UNICAMP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Pesquisa qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.6949%
O objetivo deste artigo é apresentar uma análise comparada dos dados oriundos do suplemento de participação política aplicado na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 1988 e na Pesquisa Mensal de Emprego de Abril de 1996, utilizando modelos de regressão logística com variáveis-respostas relativas à adesão a algumas modalidades de participação política com variáveis independentes socioeconômicas. O artigo mostra o teste de duas hipóteses: 1) O declínio da escolaridade como variável previsora da participação política (pedido, reclamação e reivindicação a político; associação de bairro, filantrópica/religiosa e esportiva/cultural), e 2) O fraco poder explicativo dos modelos socioeconômicos como previsores da participação política. Abstract The purpose of this article is to present a comparative analysis of data concerning to the addictional questionnaire of political participation PNAD. 1988, Brazilian Household Survey of 1988 and PME, Brazilian Monthly Research Employment of April, 1996, from IBGE (Brasilian Institute of Geography and Statistics). Data analysis concerning logistic regression models, with dependent variables related to memberships in some kinds of political participation with socioeconomic variables as independent ones...