Página 1 dos resultados de 270 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

‣ A gestão da marca nas micro, pequenas e médias empresas: um estudo exploratório; The brand management in micro, small and medium-sized enterprises: an exploratory study

Alves, Beatriz Sofia Pinto Tomás
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
1518.1581%
Dissertação de mestrado em Marketing e Estratégia; A marca cumpre um duplo papel de identificação e diferenciação que pode contribuir para a lealdade comportamental e emocional dos consumidores. Tal pode produzir mais-valias para o consumidor e para a empresa. Qualquer empresa, independentemente da dimensão, pode alcançar essa série de benefícios, como a vantagem competitiva, se criar e trabalhar a marca. Esta ideia também se aplica às micro, pequenas e médias empresas (PME) que, em Portugal e na União Europeia, constituem o pilar da económica nacional e europeia, ao serem responsáveis por mais de 90% dos postos de trabalho. A investigação que versa o estudo da gestão da marca nas PME é relativamente recente, e sobretudo escassa a nível nacional. Porém, estudos anteriores demonstram que a gestão da marca não é uma preocupação das PME. Neste sentido, a presente investigação propõe conhecer a posição das PME relativamente à gestão das suas marcas. Para tal, selecionou-se o design da investigação exploratório e o método de pesquisa qualitativo. A estratégia de pesquisa é o estudo de caso que tem 11 PME como amostra. Os resultados demonstram que nas PME a marca é da responsabilidade do gestor da empresa que...

‣ A relevância do sistema de gestão da qualidade e o papel da contabilidade nas pequenas e médias empresas portuguesas

Ferreira, Osvaldo; Saraiva, Margarida; Novas, Jorge Casas
Fonte: Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ) Publicador: Associação Portuguesa para a Qualidade (APQ)
Tipo: Aula
Português
Relevância na Pesquisa
1509.6066%
O presente trabalho de investigação trata de dois aspetos da maior importância para a gestão eficiente das organizações: qualidade e contabilidade. Perante a crescente escassez de recursos e o aumento da concorrência à escala global, as pequenas e médias empresas (PME), representando mais de 99% das empresas portuguesas, têm que ser cada vez mais eficientes, medindo e aperfeiçoando o seu desempenho, sob pena de deixarem de ser competitivas. Nas organizações, um sistema de gestão da qualidade (SGQ) orientado para a melhoria contínua dos processos e um sistema de contabilidade que, além de garantir o cumprimento das exigências legais, tenha aptidão para gerar informação relevante e oportuna para apoiar a gestão pela qualidade e o processo de decisão, podem fazer a diferença entre a descontinuação e o progresso das PME. Neste contexto, esta investigação tem como objetivo estudar o posicionamento das PME relativamente ao SGQ e investigar a utilização que fazem da contabilidade. Os dados, tratados com recurso a técnicas de estatística descritiva, foram recolhidos através de um inquérito por questionário, enviado a mil PME. Os resultados evidenciam que, apesar dos participantes reconhecerem a importância da gestão da qualidade e do papel da contabilidade na administração das suas empresas...

‣ A relevância do sistema de gestão da qualidade e o papel da contabilidade nas pequenas e médias empresas portuguesas

Ferreira, Osvaldo; Saraiva, Margarida; Novas, Jorge
Fonte: Publicações Qualidade Publicador: Publicações Qualidade
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
1509.6066%
O presente trabalho de investigação trata de dois aspetos da maior importância para a gestão eficiente das organizações: qualidade e contabilidade. Perante a crescente escassez de recursos e o aumento da concorrência à escala global, as pequenas e médias empresas (PME), representando mais de 99% das empresas portuguesas, têm que ser cada vez mais eficientes, medindo e aperfeiçoando o seu desempenho, sob pena de deixarem de ser competitivas. Nas organizações, um sistema de gestão da qualidade (SGQ) orientado para a melhoria contínua dos processos e um sistema de contabilidade que, além de garantir o cumprimento das exigências legais, tenha aptidão para gerar informação relevante e oportuna para apoiar a gestão pela qualidade e o processo de decisão, podem fazer a diferença entre a descontinuação e o progresso das PME. Neste contexto, esta investigação tem como objetivo estudar o posicionamento das PME relativamente ao SGQ e investigar a utilização que fazem da contabilidade. Os dados, tratados com recurso a técnicas de estatística descritiva, foram recolhidos através de um inquérito por questionário, enviado a mil PME. Os resultados evidenciam que, apesar dos participantes reconhecerem a importância da gestão da qualidade e do papel da contabilidade na administração das suas empresas...

‣ Outsourcing dos sistemas de informação e tecnologias de informação nas pequenas e médias empresas em Portugal

Marques, Bruno Miguel Godinho de Oliveira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
1511.9342%
O aumento da necessidade dos Sistemas de Informação e Tecnologias de Informação (SI/TI) nas micro, pequenas e médias empresas (PME) tem levado estas empresas a recorrer a entidades externas que disponibilizem um conjunto de serviços, com o intuito de ajustar e melhorar os seus resultados ao nível económico e/ou financeiro, tecnológico, de negócio e político. Este trabalho pretende caracterizar o outsourcing no domínio dos SI/TI realizado pelas PME portuguesas. Foi efetuada uma abordagem geral do tema, transmitindo uma perspetiva histórica e estratégica, bem como as motivações para a sua adoção e os riscos que estão associados ao outsourcing. Foi construído um questionário online direcionado às melhores PME em Portugal que utilizam o outsourcing no domínio dos SI/TI, como forma de se conseguir identificar e avaliar o grau de satisfação dos principais serviços contratados; identificar os contributos que estão associados, os fatores que levam as empresas a recorrer ao outsourcing no domínio dos SI/TI e, por fim, caracterizar os contratos. As principais conclusões revelam que as motivações tecnológicas e as económico-financeiras são as que estimulam as PME pela opção do outsourcing dos SI/TI, contribuindo para uma satisfação global das empresas quando recorrem a este tipo de contratação para os diversos serviços apresentados. Foi detetado que algumas motivações...

‣ A relevância do sistema de gestão da qualidade e o papel da contabilidade nas pequenas e médias empresas portuguesas

Ferreira, Osvaldo Manuel Serrão
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
1504.6042%
A existência de um sistema de gestão da qualidade (SGQ) e de um sistema de contabilidade orientado para a gestão podem ser duas fontes de vantagem competitiva ao alcance das pequenas e médias empresas (PME) portuguesas. Neste contexto, esta investigação foi desenvolvida com o objetivo de estudar o posicionamento das PME portuguesas relativamente ao SGQ e investigar a utilização que fazem do sistema de informação contabilística, através de um questionário enviado a 1000 PME portuguesas. Os resultados obtidos evidenciam que as PME portuguesas, apesar de reconhecerem a importância da gestão da qualidade e do papel da contabilidade no processo de decisão, devem explorar mais o seu potencial, utilizando técnicas mais avançadas e menos tradicionais, que acrescentem valor ao sistema de informação e sirvam de suporte à estratégia de gestão pela qualidade; ABSTRACT:The existence of a quality management system (QMS) and an accounting system oriented management can be two sources of competitive advantage within the reach of Portuguese small and medium enterprises (SMEs). In this context, this research was developed to study the positioning of Portuguese SMEs for the QMS and to investigate their use of accounting information system...

‣ Modelos de previsão de falências das pequenas e médias empresas em Portugal

Nobre, Ana Maria Botelho Daniel
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
1614.6436%
Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais.; Numa altura em que o cenário nacional e internacional é marcado por uma crise económica e financeira, e em época de recessão do mercado e dificuldades económicas, o reflexo das Pequenas e Médias empresas (PME) em Portugal é imediato e como consequência atinge todos a que dela dependem, direta ou indiretamente. Diante desta realidade, é necessário precaver as empresas viáveis mas que estão com dificuldades económicas e financeiras. Esta dissertação tem como objetivo identificar, com antecedência as empresas mais propensas a se tornarem insolventes, propiciando a implementação de medidas corretivas em tempo hábil e uma alocação de recursos disponíveis para o seu acompanhamento direto. Visando alertar os empresários acerca dos indicadores económicos financeiros suscitáveis de insolvência como forma de possibilitar a preservação da atividade, quando esta se demonstrar técnica e economicamente viável. O estudo desenvolve um modelo estatístico (SARIMA) para a previsão de possíveis insolvências, assenta nos pilares de desempenho, competitividade e atratividade. Recorrendo a dados obtidos na página da internet do Banco de Portugal, a pesquisa é efetuada através de observações mensais PME portuguesa...

‣ A Implementação de CRM nas Pequenas e Médias Empresas: Um estudo de caso múltiplo em empresas Portuguesas

Monteiro, Pedro Miguel Real Ivens
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
1617.2884%
Mestrado em Ciências Empresariais; Actualmente, percebe-se que os clientes não procuram apenas um produto, pretendem um atendimento personalizado de acordo com as suas necessidades. O Customer Relationship Management (CRM) surge como resposta às organizações que decidem adoptar estratégias de marketing de relacionamento. Os elevados investimentos na compra de sistemas tecnológicos e na adaptação dos procedimentos internos à nova realidade da empresa, fez com que as Pequenas e Médias Empresas (PME) se mantivessem num circuito mais tradicional, ao contrário das grandes empresas. No entanto, o aumento da concorrência, a globalização dos mercados, o desenvolvimento tecnológico e a efemeridade das preferências dos clientes tem levado a que muitas PME repensem o seu negócio. Neste contexto, a questão de investigação definida foi: como é efectuada a adopção de CRM nas PME? Portanto, o objectivo foi: propor uma metodologia de implementação de CRM adaptada às necessidades das PME. Para que isso fosse possível a presente investigação seguiu o método de estudo de casos múltiplos, em duas empresas portuguesas. Como fonte de recolha de dados realizaram-se entrevistas e análise de documentos secundários. O principal contributo da tese é a proposta de uma metodologia de implementação de CRM capaz de responder às necessidades específicas das PME. Pelo facto de estas empresas deterem um peso importante no tecido empresarial Português e pelas poucas investigações realizadas neste âmbito...

‣ Crise económico-financeira e o financiamento bancário às pequenas e médias empresas: o caso do sector da construção

Fernandes, Tiago José Francisco
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
1607.4584%
Mestrado em Finanças; A presente investigação tem como intuito analisar o impacto das recentes crises económicofinanceiras no financiamento bancário às pequenas e médias empresas (PME), focando-se maioritariamente no sector da construção. Procede-se à explicação da génese da crise financeira mundial, também denominada de crise do subprime, bem como da crise da dívida soberana dos países da Zona Euro. É efectuado, de forma sintética, um enquadramento macro-económico e incluem-se projecções para o futuro, perspectivando-se novos desafios. Depois de analisada a importância das PME para a economia portuguesa, apresentam-se as suas principais fragilidades, destacando-se a respectiva estrutura de capital e as dificuldades evidenciadas no recurso ao financiamento bancário. São também dissecadas as respostas obtidas a um questionário remetido ao conjunto de bancos e instituições financeiras de crédito que concedem crédito ao universo de empresas em estudo. Por último, procura-se aferir em que medida um conjunto de rácios e indicadores financeiros poderão explicar o peso do crédito bancário no financiamento da actividade das PME do sector da construção. Para o efeito, apresenta-se um modelo de regressão linear múltipla...

‣ Os determinantes da estrutura de capital das pequenas e médias empresas do setor da hotelaria

Abrantes, Cátia Alexandra Mendes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
1508.9717%
A estrutura de capital (EC) tem sido um tema extensamente abordado nos últimos anos, tendo ganho mais enfâse no início da década de 50 com o artigo desenvolvido por Modigliani e Miller (MM). Assim, este trabalho tem como principal objetivo estudar a importância das diferentes teorias como determinantes e as relações existentes entre o nível de endividamento, que explicam a estrutura de capital das pequenas e médias empresas (PME) no setor da Hotelaria. Para se dar resposta a este objetivo, foi utilizada como metodologia de investigação o modelo de dados em painel, recorrendo a uma amostra de 177 PME, para um período de análise entre 2000 a 2009. De acordo com a literatura e para levar a cabo este estudo recorremos a análise de alguns determinantes da estrutura de capital: rendibilidade, dimensão, tangibilidade, oportunidades de crescimento, benefícios para além da dívida, taxa efetiva de imposto e risco. Para as variáveis dependentes selecionamos a variável endividamento total das empresas. Os resultados empíricos obtidos permitem-nos concluir que as decisões de estrutura de capitais das PME se aproximam dos princípios da teoria da Pecking Order, não deixando de ter um comportamento financeiro em conformidade com as assunções da teoria do Trade–Off. Os resultados indicam também que as insuficiências de financiamento interno são relevantes na explicação das variações no endividamento das PME. Estas empresas financiam-se em primeiro lugar...

‣ A importância do Spread e das garantias na concessão de crédito às pequenas e médias empresas

Fortunato, Carlos Jorge Chasqueira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
1511.7534%
A grande maioria das pequenas e médias empresas (PME) depende dos bancos comerciais para obterem financiamento bancário. Como os custos de transacção, o custo de funding e as garantias exigidas pelos bancos limitam o fornecimento de crédito às PME, este estudo analisa os determinantes do custo do financiamento, isto é, do spread aplicado aos empréstimos e das garantias particulares solicitadas aos mutuários no processo de concessão de crédito. Para tal recolheu-se informação relativamente a 18.687 empréstimos concedidos a PME, por um dos maiores bancos portugueses. Os resultados obtidos com base no modelo OLS e com referência aos determinantes do spread indicam que: i) o valor do spread cobrado aumenta sempre que sejam exigidas garantias aos sócios e/ou gerentes; ii) com referência às garantias prestadas pela empresa e pelas SGM obtém-se um efeito contrário, isto é, um decréscimo do valor do spread; iii) para empréstimos de longo prazo e de montantes mais elevados o valor do spread diminui, efeito explicado pela redução dos custos de monitorização dos contratos de crédito; iv) quanto às características do mutuário, as empresas que tenham decréscimos no seu volume de negócios ou que apresentem incumprimentos após a concessão do empréstimo provocam aumentos no spread...

‣ Atualização tecnológica em pequenas e médias empresas: proposta de roteiro para aquisição de sistemas integrados de gestão (ERP)

Mendes,Juliana Veiga; Escrivão Filho,Edmundo
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
1509.4152%
O objetivo principal do artigo é apresentar os resultados de uma pesquisa realizada na elaboração e validação de um roteiro ideal para a aquisição de sistemas integrados de gestão (ERP) adequados às características das pequenas e médias empresas (PME). O roteiro oferece uma visão geral das etapas a seguir na adoção do ERP e orienta não na escolha do sistema ou fornecedor, mas na necessidade de avaliar as adequações e impactos na mudança da organização. Essas mudanças não são secundárias ou periféricas à adoção do ERP; na verdade irão definir a potencialidade de operação do sistema e, conseqüentemente, a eficácia da aquisição. O trabalho de campo foi realizado em duas etapas: na primeira etapa foram investigadas dez empresas, e aconteceu após a revisão bibliográfica sobre modelos de adoção de tecnologia da informação; esta etapa foi útil para ajustar os conceitos teóricos à realidade das PME. A segunda etapa aconteceu após a elaboração do roteiro ideal e teve o propósito de validá-lo em duas empresas. A pesquisa realizada tem limitações, porém os resultados são relevantes diante da escassez de literatura apropriada referente à adoção de ERP por PME. O modelo elaborado mostrou-se mais detalhado do que os procedimentos empresariais usados e...

‣ Condução de ações em saúde e segurança do trabalho em pequenas e médias empresas: análise de três casos

Costa,Denise da Conceição da; Menegon,Nilton Luiz
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
1713.283%
Construir ações relacionadas à saúde e segurança nas Pequenas e Médias Empresas (PME) não é tarefa fácil, uma vez que essas empresas precisam lidar com o provimento deficitário de informações, poucos recursos disponíveis e metodologias de ação desenvolvidas de acordo com as características das empresas de grande porte. Partindo de estudos de caso e de metodologia qualitativa, o presente estudo teve como objetivo investigar, em três PME do setor industrial, a maneira como ações de saúde e segurança são conduzidas - inclusive ações ergonômicas -, bem como as justificativas para sua forma de condução, utilizando, para tanto, entrevistas e questionários. A investigação comprovou que aspectos, tais como poucos recursos financeiros, pouco acesso à informação, cultura e o modelo gerencial assumido, exercem grande influência sobre a forma como as ações em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) serão conduzidas, sendo que a Ergonomia, quando houver, será caracterizada pela condução perceptiva e informal das mudanças no local de trabalho. Concluiu-se que algumas normas e leis, assim como ferramentas ergonômicas, deveriam ser desenvolvidas e adaptadas às PME. Moldar as ações segundo as necessidades e limitações de cada empresa poderia facilitar sua utilização e assim promover uma melhora das condições de saúde e segurança nas PME.

‣ Gestão social e ambiental em pequenas e médias empresas: influência e poder dos stakeholders

Moysés Filho,José Edson; Rodrigues,Andrea Leite; Moretti,Sérgio Luiz do Amaral
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
1510.8434%
O objetivo deste trabalho foi analisar como grandes empresas influenciam seus fornecedores, nesse caso Pequenas e Médias Empresas PME , em prol da adoção de práticas de gestão sociais e ambientais responsáveis. Utilizou-se para esse propósito a perspectiva da Responsabilidade Social Empresarial RSE que, embora careça de uma unidade teórica consistente, revelou-se mais adequada ao caso. A relevância do estudo se justifica pelo número restrito de trabalhos sobre a RSE em PME e a influência que os stakeholders - conceito usado neste caso no sentido de grupos de interesse - exercem sobre essa relação. O estudo foi realizado dentro do âmbito do Programa Tear - Tecendo Redes Sustentáveis -, que teve como objetivo mobilizar, por meio de grandes empresas ou âncoras, a adoção de práticas de gestão sociais e ambientais responsáveis por seus fornecedores. Utilizou-se a metodologia do estudo múltiplo de casos com o propósito de analisar tais impactos por meio de três empresas-âncoras e seis PME. Pelos resultados auferidos, pode-se verificar que a influência dos stakeholders acentua a importância e acelera a adoção das práticas de RSE, contudo carece de força para garantir incremento no desempenho, competitividade e oportunidades de mercado. Tal descoberta contraria o objetivo inicial do Programa Tear...

‣ Convergência de fato ou de direito? A influência do sistema jurídico na aceitação das normas internacionais para pequenas e médias empresas

Carmo,Carlos Henrique Silva do; Ribeiro,Alex Mussoi; Carvalho,Luiz Nelson Guedes de
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
1579.7592%
Para uma norma contábil ser eficaz no cumprimento do seu objetivo ela deve ser aceita no meio social. Esta pesquisa investiga o impacto do sistema jurídico na aceitação das normas internacionais, objetivando verificar se o ambiente jurídico (Common Law e Code Law) influencia a opinião das partes interessadas no processo contábil em relação à norma para Pequenas e Médias Empresas (PME). A utilização da norma para PMEs ressalta, ainda mais, a relevância dos resultados obtidos, pois ela irá afetar a rotina contábil da maioria das empresas existentes nos países que estão adotando ou pretendem adotar as normas internacionais e não apenas as grandes corporações de capital aberto. Os dados foram coletados das opiniões sobre 4 perguntas utilizadas pelo IASB no seu Discussion Paper de criação da norma para PMEs. Os respondentes foram classificados de acordo com o sistema jurídico dos seus países de origem e conforme a entidade ou classe que representavam. Os achados da pesquisa indicam que não existem diferenças significativas entre as respostas aos questionamentos do IASB com base no sistema jurídico de origem do respondente e nem diferenças significativas nas respostas levando em conta diferentes categorias de respondentes. A inferência que pode ser tirada desta pesquisa é que...

‣ A auditoria das Pequenas e Médias Empresas em Portugal: presente e futuro

Branco, Neuza Cristiana Faustino
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
1520.1073%
Dissertação de Mestrado apresentado ao Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto para a obtenção do grau de Mestre em Auditoria sob orientação de Adalmiro Álvaro Malheiro de Castro Andrade Pereira; A Comissão Europeia (CE) publica o “Livro Verde: Política de auditoria: as lições da crise”, no ano de 2010, onde são tratados alguns pontos importantes para a auditoria, no que respeita ao papel do auditor, a supervisão, a simplificação de Pequenas e Médias Empresas (PME) e de Pequenas e Médias Sociedades de Auditoria (SMP) entre outros. Após a publicação da CE, a certificação legal das contas para PME foi colocada em causa. Desta forma, a CE propõe três caminhos a seguir, no que toca, ao desencorajamento da revisão legal de contas às PME, a criação de um novo tipo de revisão legal tendo em conta as características das PME e a criação de um “porto seguro”. Assim, as auditorias às PME passariam a ser na vertente de “auditoria limitada”, para que os revisores executassem procedimentos limitados. Neste trabalho apresenta-se um estudo de caso, sobre a influência da auditoria na viabilidade das PME em Portugal, com uma amostra de 62 empresas, sociedades anónimas, do setor comércio...

‣ A importância do Spread e das garantias na concessão de crédito às pequenas e médias empresas

Fortunato, Carlos Jorge Chasqueira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
1511.7534%
A grande maioria das pequenas e médias empresas (PME) depende dos bancos comerciais para obterem financiamento bancário. Como os custos de transacção, o custo de funding e as garantias exigidas pelos bancos limitam o fornecimento de crédito às PME, este estudo analisa os determinantes do custo do financiamento, isto é, do spread aplicado aos empréstimos e das garantias particulares solicitadas aos mutuários no processo de concessão de crédito. Para tal recolheu-se informação relativamente a 18.687 empréstimos concedidos a PME, por um dos maiores bancos portugueses. Os resultados obtidos com base no modelo OLS e com referência aos determinantes do spread indicam que: i) o valor do spread cobrado aumenta sempre que sejam exigidas garantias aos sócios e/ou gerentes; ii) com referência às garantias prestadas pela empresa e pelas SGM obtém-se um efeito contrário, isto é, um decréscimo do valor do spread; iii) para empréstimos de longo prazo e de montantes mais elevados o valor do spread diminui, efeito explicado pela redução dos custos de monitorização dos contratos de crédito; iv) quanto às características do mutuário, as empresas que tenham decréscimos no seu volume de negócios ou que apresentem incumprimentos após a concessão do empréstimo provocam aumentos no spread...

‣ Os determinantes da estrutura de capital das pequenas e médias empresas do setor da hotelaria

Abrantes, Cátia Alexandra Mendes
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
1508.9717%
A estrutura de capital (EC) tem sido um tema extensamente abordado nos últimos anos, tendo ganho mais enfâse no início da década de 50 com o artigo desenvolvido por Modigliani e Miller (MM). Assim, este trabalho tem como principal objetivo estudar a importância das diferentes teorias como determinantes e as relações existentes entre o nível de endividamento, que explicam a estrutura de capital das pequenas e médias empresas (PME) no setor da Hotelaria. Para se dar resposta a este objetivo, foi utilizada como metodologia de investigação o modelo de dados em painel, recorrendo a uma amostra de 177 PME, para um período de análise entre 2000 a 2009. De acordo com a literatura e para levar a cabo este estudo recorremos a análise de alguns determinantes da estrutura de capital: rendibilidade, dimensão, tangibilidade, oportunidades de crescimento, benefícios para além da dívida, taxa efetiva de imposto e risco. Para as variáveis dependentes selecionamos a variável endividamento total das empresas. Os resultados empíricos obtidos permitem-nos concluir que as decisões de estrutura de capitais das PME se aproximam dos princípios da teoria da Pecking Order, não deixando de ter um comportamento financeiro em conformidade com as assunções da teoria do Trade–Off. Os resultados indicam também que as insuficiências de financiamento interno são relevantes na explicação das variações no endividamento das PME. Estas empresas financiam-se em primeiro lugar...

‣ RELAÇÕES DOS DIRIGENTES E GESTÃO ESTRATÉGICA DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DOI: 10.5585/rai.v4i2.118; MANAGER’S RELATIONS AND STRATEGIC MANAGEMENT OF SMALL AND MEDIUM ENTERPRISES

Lima, Edmilson de Oliveira; Knoll Zoschke, Ana Cláudia
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
1613.6955%
This paper characterizes the role of interpersonal relations of managers in strategic management of small and medium enterprises (SME), particularly relating to formation, evolution and implementation of their strategic vision. Different authors highlight that this concept is essential to understand strategic management of SME. The empirical research presented in this paper is a multi-case, exploratory and qualitative study. The data was collected mainly through in-depth semi-structured interviews and was processed intra and inter-site qualitative analysis. The sample is composed of eight SME from different sectors. They were chosen by convenience using the technique of theoretical sampling, but respecting some pre-defined criteria. Results corroborate a conceptual model from literature and offer contributions that can provide orientations for new efforts in practice and research about SME. One contribution is the recognition and the description of the strategic conversation process, essential to the development of shared vision in the context of SME directed by management teams. The paper's conclusion presents some future research requirements and some implications of the results on practice.; Este artigo caracteriza a participação das relações interpessoais dos dirigentes de pequenas e médias empresas (PME) em sua gestão estratégica...

‣ CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT Y LAS PEQUEÑAS Y MEDIANAS EMPRESAS: UN ESTUDIO DE MÚLTIPLOS CASOS EN EMPRESAS PORTUGUESAS; CUSTOMER RELATIONSHIP MANAGEMENT E AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS: UM ESTUDO DE MÚLTIPLOS CASOS EM EMPRESAS PORTUGUESAS

Pedron, Cristiane Drebes; Monteiro, Pedro; Marques, Telma
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
1634.2953%
El Customer Relationship Management (CRM) surge como respuesta a las organizaciones que decidenadoptar estrategias de marketing relacional para ofrecer a sus clientes una atención más personalizada. Lanecesidad de inversiones significativas en la compra de sistemas tecnológicos y  en la adaptación de losprocedimientos internos hizo con que las Pequeñas y Medianas Empresas (PME) se mantuvieran en uncircuito más tradicional, al contrario de las grandes empresas. Sin embargo, el aumento de la competencia,la globalización de los mercados, el desarrollo tecnológico y lo efímero de las preferencias de los clienteshan llevado muchas PME a repensar su negocio. Este artículo  procura responder la pregunta “Cómo seefectúa la adopción del CRM en las PME?, teniendo como objetivo analizar los factores críticos de suceso para la adopción del CRM en las PME. Para tanto, fueron realizados estudios de casos  en tres empresasportuguesas. Como fuente de colecta de datos, se realizaron entrevistas y análisis de documentossecundarios. Como principal contribución, un análisis de los factores críticos de suceso más pertinentespara la adopción del CRM, que deben ser considerados por las PME. En conclusión, se obtuvo que lasempresas estudiadas atribuyeron mayor importancia...

‣ Convergência de fato ou de direito? A influência do sistema jurídico na aceitação das normas internacionais para pequenas e médias empresas; Convergence de facto ou de jure? The influence of the legal system on the acceptance of international financial reporting standards for small and medium-sized entities

Carmo, Carlos Henrique Silva do; Ribeiro, Alex Mussoi; Carvalho, Luiz Nelson Guedes de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
1579.6378%
Para uma norma contábil ser eficaz no cumprimento do seu objetivo ela deve ser aceita no meio social. Esta pesquisa investiga o impacto do sistema jurídico na aceitação das normas internacionais, objetivando verificar se o ambiente jurídico (Common Law e Code Law) influencia a opinião das partes interessadas no processo contábil em relação à norma para Pequenas e Médias Empresas (PME). A utilização da norma para PMEs ressalta, ainda mais, a relevância dos resultados obtidos, pois ela irá afetar a rotina contábil da maioria das empresas existentes nos países que estão adotando ou pretendem adotar as normas internacionais e não apenas as grandes corporações de capital aberto. Os dados foram coletados das opiniões sobre 4 perguntas utilizadas pelo IASB no seu Discussion Paper de criação da norma para PMEs. Os respondentes foram classificados de acordo com o sistema jurídico dos seus países de origem e conforme a entidade ou classe que representavam. Os achados da pesquisa indicam que não existem diferenças significativas entre as respostas aos questionamentos do IASB com base no sistema jurídico de origem do respondente e nem diferenças significativas nas respostas levando em conta diferentes categorias de respondentes. A inferência que pode ser tirada desta pesquisa é que...