Página 1 dos resultados de 56 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

‣ Potenciar oportunidades de negócios em rede: modelo conceptual para redes de cooperação inter-organizacionais

Mendonça, Vítor; Varajão, João; Oliveira, Paula
Fonte: AISTI Publicador: AISTI
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
58.88724%
Neste artigo apresenta-se um modelo conceptual de um novo sistema de informação que potencia a formação de redes de cooperação inter-organizacionais e cujo objectivo é a partilha de informação de oportunidades de negócio entre os membros de uma rede. Faz-se também um breve enquadramento da cooperação inter-organizacional como factor competitivo e do papel que as tecnologias da informação podem assumir no desenvolvimento de redes de cooperação.

‣ Associativismo migrante e participação cívica: dinâmicas organizativas das associações de imigrantes angolanos, guineenses e europeus de leste na Área Metropolitana de Lisboa

Pereira, Francisco Correia
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
39.735312%
Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta; Resumo - A presente dissertação inscreve-se no domínio temático do associativismo migrante e tem como objectivo principal analisar as dinâmicas organizativas das associações de imigrantes angolanos, guineenses e de europeus de leste na Área Metropolitana de Lisboa. Debruçámos a nossa análise mais especificamente sobre a estrutura organizacional dessas associações. Para tal, considerámos um conjunto de indicadores, tais como: o ano de fundação das organizações; o número de organizações; a natureza das actividades; a dimensão dos recursos humanos, materiais e económicos, bem como a capacidade de mobilização dessas organizações. Examinámos igualmente as densidades das suas redes organizacionais. Para o efeito, centrámos a nossa análise em três dimensões: redes inter-organizacionais (as relações das associações em estudo, com organizações e instituições não imigrantes); redes intra-organizacionais (relações dessas associações com outras organizações de imigrantes) e redes transnacionais (as relações das associações com organizações/instituições internacionais e com associações da mesma comunidade estabelecidas no estrangeiro e nos países de origem). Por último...

‣ O processo de transmissão de conhecimento em redes inter-organizacionais: a experiência do arranjo produtivo local de Birigüi (SP); The knowledge transmission process in inter-organizational networks: The Birigüi's (SP) Local Productive Arrangement experience

Cunha, Júlio Araújo Carneiro da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
78.935576%
Este estudo teve como objetivo analisar o processo de transmissão de conhecimentos em arranjos produtivos locais por intermédio da experiência do aglomerado inter-organizacional calçadista de Birigui (SP). Na estrutura teórico, foram abordados temas referentes à contextualização da formação de redes entre empresas, as concepções de alianças e parcerias, o capital social e a abordagem institucional. Através da formulação de um questionário que compreendeu os processos de transmissão de conhecimentos e abrangeu os elementos necessários para se impulsionar esta transferência, estabeleceu-se um roteiro de entrevista que foi utilizado em pesquisa de campo a fim de se estudar por meio de entrevistas em profundidade a experiência de Birigüi. Os principais resultados obtidos foram de que o caso de Birigüi carece de um aparato institucional capaz de respaldar um ambiente propício à transmissão de conhecimentos e que o tradicionalismo dos empresários da região atua como empecilho para geração de uma consciência de coletividade e de inovação, fatores estes fundamentais para uma transferência de conhecimentos eficiente.; This study has the objective to analyse the knowledge trasmission process in cluster arrangements through the Birigüi?s (SP) shoes arrangement experience. In thetheoretical framework...

‣ A difusão da produção mais limpa: o impacto do seis sigma no desempenho ambiental sob o recorte analítico de redes; The cleaner production diffusion: the six sigma impact on environmental performance in the networks analytical approach

Calia, Rogério Cerávolo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
59.1458%
A industrialização gerou riqueza, mas também gerou a poluição ambiental pondo em risco as condições de vida no planeta. A produção mais limpa é uma metodologia de gestão para a prevenção da poluição nas manufaturas. A fim de difundir essa metodologia, foram criadas redes inter-organizacionais em diversas regiões do mundo para promover e implementar a produção mais limpa. No entanto, a difusão da produção mais limpa se confronta com barreiras organizacionais persistentes na américa latina como a resistência à mudança, falta de liderança, falta de formação de competências práticas, falta de suporte interno, falta de priorização e falta do efeito multiplicador. Isso sugere que, atualmente, tais redes especializadas nos aspectos técnicos da gestão ambiental não devem estar suficientemente capacitadas na gestão das variáveis organizacionais para a difusão da produção mais limpa. Como um primeiro passo rumo à compreensão destas variáveis, essa tese analisa as redes internas, dentro de uma grande corporação multinacional norte americana. A implementação de uma estrutura matricial para a gestão de projetos pela metodologia seis sigma estimulou os fluxos de conhecimento dos relacionamentos pessoais nas redes internas para mobilizar e multiplicar os conhecimentos tácitos aptos a prevenir a poluição. Deste modo...

‣ Redes inter-organizacionais: estudo de políticas de cooperação em biotecnologia no Brasil; Inter-organizational nets: a study on biotechnology cooperation politics in Brazil

Prestes Junior, Norberto Honorato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
78.81983%
Esse trabalho tem como objetivo principal avaliar o atual cenário de biotecnologia no Brasil em termos econômicos, políticos e institucionais e, com base nessas informações, avaliar as condições pré-existentes que favorecem a implantação de uma rede inter-organizacional de empresas de biotecnologia no Brasil. Para que fosse possível tal avaliação foi realizada uma revisão bibliográfica que trouxe informações sobre: a biotecnologia enquanto oportunidade de negócio; os cenários nacional e internacional de biotecnologia; as características das empresas de base tecnológica e de biotecnologia no Brasil; os principais conceitos de rede de cooperação; o atual ambiente e as políticas para inovação e estímulo ao desenvolvimento da biotecnologia no Brasil. Para validar o quadro conceitual realizou-se pesquisa de campo com o estudo da recente experiência da BRBiotec - Rede Brasileira de Empresas de Biotecnologia, que, nasce com o propósito de dinamizar as várias cadeias produtivas que utilizam a biotecnologia no Brasil. Adotou-se, para coleta de informações de campo, sistematização e interpretação dos dados metodologia quantitativa e qualitativa combinadas, na forma de questionário eletrônico. Os resultados obtidos apontam para a necessidade de institucionalização de uma rede como instrumento essencial para a consolidação da biotecnologia no Brasil...

‣ Business support networks for social businesses: a study of the Brazilian ecosystem

Loureiro, Sara Maria do Carvalhal Roque
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
48.365737%
Negócios sociais, empresas autossuficientes com objetivos principalmente sociais estão a surgir e a mudar o cenário económico mundial. No Brasil, o campo de Empreendedorismo Social promete ajudar a resolver os vários problemas sociais do país, mas tal promessa depende do desenvolvimento de um ecossistema de suporte. No entanto, a pesquisa desenvolvida no tópico ainda é limitada, especialmente quando considerando pesquisa em contextos macro como estruturas de suporte ao negócio. O presente estudo explora o ecossistema de suporte aos negócios sociais no Brasil, oferecendo uma análise qualitativa preliminar da eficácia da rede de suporte existente para os negócios sociais, de acordo com as perceções de empreendedores sociais e prestadores de suporte. O estudo é desenvolvido baseando-se no modelo conceptual de Turrini et al. (2010) sobre os determinantes de eficácia de redes a fim de facilitar a captura de padrões. Desta forma, cada variável de eficácia de redes é desenvolvida no contexto da presente investigação e as principais conclusões relativas ao ecossistema de suporte para negócios sociais no Brasil são destacadas. Os resultados sugerem um rápido crescimento da disponibilidade de suporte para negócios sociais...

‣ Cooperação e capacidade competitiva em redes industriais : redes, projectos e díades na indústria têxtil e do vestuário

Areias, João Carlos de Sousa
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 18/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
49.098926%
Tese de doutoramento em Ciências Empresariais (área de conhecimento em Marketing e Gestão Estratégica); A relevância dos relacionamentos é uma realidade incontornável na existência de qualquer empresa todas as empresas criam, desenvolvem e gerem relacionamentos com outras empresas e organizações de forma mais ou menos rotineira. No entanto, as empresas nem sempre possuem a consciência das implicações que decorrem das redes inter-organizacionais e, ainda menos, das implicações que podem vir a existir. A investigação apresentada nesta tese analisa essas questões, estudando quatro casos desenvolvidos no âmbito da indústria têxtil e do vestuário portuguesa. Os casos são analisados com base em quatro unidades de análise: empresa, díade, projecto e rede de relacionamentos. A análise tem por base um modelo conceptual, designado por modelo de cooperação inter-organizacional, que deriva da revisão da literatura e incorpora os seguintes constructos: actividades, actores e recursos; cooperação interorganizacional; cooperação estratégica; e capacidade competitiva. A indústria têxtil e de vestuário possui uma elevada expressão ao nível nacional e atravessa um período de acentuada mudança, que está a originar a transição dos paradigmas que serviram de base ao tecido industrial. Recorrendo a dados qualitativos recolhidos através de 45 entrevistas e fontes documentais em 32 empresas...

‣ Redes organizacionais e desenvolvimento de sistemas de informação

Simões, Dora; Soares, António Lucas
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
59.728306%
Este artigo faz uma revisão do estado-da-arte na aplicação de teorias de rede, em particular redes sociais, ao estudo e desenvolvimento de sistema inter-organizacionais. É feito um apanhado de aspectos relevantes ligados às redes organizacionais em termos de coordenação, colaboração e gestão doconhecimento, introduzindo-se em seguida teorias e metodologias para o estudo das redes organizacionais. Depois, faz-se uma síntese dacaracterização dos sistemas inter-organizacionais, principalmente do ponto de vista da coordenação e dependência inter-organizacional. Na últimasecção são apresentados três trabalhos exploratórios sobre a aplicação da abordagem de redes de actores sociais e da teoria actor-network aodesenvolvimento de sistemas de inter-organizacionais. Finalmente, sãotiradas algumas conclusões e apontadas direcções para novos trabalhos.

‣ Implementação de políticas públicas em quadro de public governance: colaboração inter-organizacional como factor-chave

Mota, Luís Filipe Oliveira
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
48.25127%
Dissertação de Mestrdao em Sociologia das Organizações e do Trabalho; Envolvidos num ambiente de crescente complexidade e perante uma crise de legitimidade de acção, os organismos estatais têm vindo, nas últimas décadas, a delegar responsabilidades de provisão de bens e serviços nos sectores privado e não lucrativo, desenvolvendo assim novos modelos de governação, de entre os quais o “Modelo de Redes”, que se caracteriza pela interdependência entre actores. Assim, carecem de análise as relações desenvolvidas entre actores, pelo que optámos pelo estudo da Iniciativas Novas Oportunidades enquanto política pública que segue este modelo de governação, nomeadamente através do estudo das relações que as estruturas locais de implementação (Centros Novas Oportunidades-CNOs) desenvolvem entre si. Através de processos de inquirição por questionário e entrevista aos coordenadores dos CNOs do distrito de Lisboa, concluímos que existe uma tendência para colaboração entre os CNOs, ainda que tal suceda, em muitos casos, de forma esporádica e como resposta às necessidades, mas registando-se também experiências de comunidades de partilha de práticas assinaláveis. Estas relações são influenciadas por factores inibidores...

‣ Cultura de rede e cooperação inter-organizacional em montados alentejanos

Alves, Telmo Alexandre Ferreira dos Santos Gomes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.137383%
Dissertação de Mestrado em Gestão de Recursos Humanos / JEL Classification System D85 (Network Formation and Analysis: Theory); O15 (Human Resources).; Se a Sociedade Industrial foi fortemente marcada pelos modos de governação organizacional da Hierarquia e do Mercado e por uma Organização Científica do Trabalho, a Sociedade do Conhecimento dos nossos dias patenteia profundas alterações a estes dois níveis, derivadas de sucessivas revoluções científicas que fizeram emergir um novo paradigma organizacional: a Rede. Compreendê-la requer caminharmos no sentido da Perspectiva Social, que colocou em causa uma visão estritamente económica das relações entre as organizações. Podendo uma rede ser analisada no seu nível intra-organizacional ou inter-organizacional, focámos a nossa atenção no segundo. Portugal integra o grupo de países com mais baixo nível de confiança entre não-familiares: sociedade civil e representantes da nação. Segundo Fukuyama, Portugal é uma Sociedade Familiarista com pouco Capital Social, algo que é fundamental para a constituição de redes inter-organizacionais. Mas também é o maior produtor mundial de cortiça, produzida unicamente em Montados. Fomos analisar a possibilidade de Constituição de uma rede entre quatro Montados. Os resultados demonstraram que todos eles têm Capital Social baixo...

‣ Redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento: fatores organizacionais, influenciadores e desempenho

Barbeira, Marisa Regina Reduto Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
70.10143%
Na atual envolvente, a formação de redes inter-organizacionais pode representar uma estratégia adequada para aumentar a competitividade das partes/atores envolvidas. Assim, a partilha do conhecimento inter-organizacional permite a criação e a transferência do conhecimento, sendo-se este último visto como um dos recursos mais valiosos para qualquer tipo de organização. No entanto, deve haver uma gestão eficaz e eficiente para incentivar este fenómeno, especialmente, dentro do setor da saúde que está sujeito às crescentes pressões de económicas e de responsabilidade social. Por conseguinte, torna-se necessário uma compreensão mais aprofundada das redes inter-organizacionais como um mecanismo facilitador para a partilha do conhecimento. Apesar da vasta literatura existente sobre redes do conhecimento, poucos são os estudos que têm demonstrado a sua importância no setor da saúde. Neste contexto, a presente investigação teve como principal objetivo estudar as redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento. Mais concretamente, pretendeu-se avaliar a partilha do conhecimento em redes de organizações hospitalares e de ensino superior politécnico, através de um grupo de profissionais de saúde que são os Técnicos de Análises Clínicas e de Saúde Pública (TACSP). Para alcançar os objetivos definidos e validar as hipóteses formuladas...

‣ As unidades de cuidados continuados como redes inter-organizacionais: factores facilitadores e obstáculos

Duarte, Pedro Ferreira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.81983%
O paradigma de funcionamento em rede inter-organizacional alicerçado na nova e emergente rede de cuidados continuados incorpora um conceito marcadamente inovador e ainda pouco estudado, daí a importância premente desta investigação. A questão de investigação primária que está na base deste trabalho é o conhecimento e a compreensão das unidades de cuidados continuados como redes inter-organizacionais, aprofundando especialmente os factores facilitadores e obstáculos caracterizadores desse funcionamento. Assim, delimitou-se a área de investigação ao Distrito de Castelo Branco e procedeu-se à realização de um estudo de carácter qualitativo na vertente fenomenológica abordado às três entidades prestadoras de cuidados continuados deste distrito, pela voz de três representantes de cada uma delas. A informação foi obtida através de entrevistas semiestruturadas. Desta forma, baseado num modelo de análise interpretativa de informação, definiram-se as seguintes unidades de significado: definição de rede inter-organizacional; definição da rede de cuidados continuados integrados; utilidade; desenvolvimento do funcionamento inter-organizacional; expectativas futuras;comunicação, cooperação e coordenação na rede; factores facilitadores do funcionamento inter- organizacional; organigrama; circuitos e ligações entre os elos da rede; processo de referenciação; definição do papel da entidade coordenadora local; angústias e obstáculos ao funcionamento em rede. As principais inferências e conclusões do estudo insurgiram-se na importância que os cuidados continuados assumem no sector da saúde e apoio social que...

‣ Gestão do conhecimento na formação e dissolução de redes inter-organizacionais: revisão e requisitos de alto-nível

Simões, Dora; Soares, António Lucas
Fonte: Associação Portuguesa de Sistemas de Informação Publicador: Associação Portuguesa de Sistemas de Informação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
57.949165%
This paper reviews relevant aspects of the formation and dissolution of inter-organizational networks (ION) aiming to define requirements for knowledge management systems (KMS) in collaborative networks. Firstly, the concept of networking and virtual organizing is reviewed. Then a major work on formation of ION is analysed and some conclusions are drawn regarding the design of ION. Finally, the requirements for KMS in the formation and dissolution of ION are discussed.

‣ As parcerias inter-organizacionais nos processos de governação do território:o caso das redes urbanas para a competividade e inovação

Monteiro, Susana Isabel Magalhães
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
48.718486%
Tese de mestrado em Urbanização e Ordenamento do Território apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008; Os Estados-nação ocidentais actuam, hoje, num contexto societal manifestamente diverso daquele em que nasceram e se consolidaram, o que os tem forçado a repensar o seu modus operandi e o seu papel na sociedade e na economia. Este reequacionar do papel do estado tem-se vindo a traduzir, desde há algum tempo a esta parte, em processos de deslocalização de poder e competências para níveis supra e infra nacionais, bem como para o sector privado e solidário. No contexto português, os governos locais têm vindo a assumir um crescente protagonismo nos processos de desenvolvimento dos seus territórios, materializado num aumento gradual das suas competências nas mais diversas áreas. Também as organizações da sociedade civil e as empresas têm assumido novos protagonismos, desempenhando funções-charneira nos processos de desenvolvimento territorial. É neste cenário de fragmentação e complexificação social que ganha relevo e pertinência o estudo de novos modelos de governança urbana, nos quais se enquadram as estruturas de rede e parceria, nomeadamente, de parceria público-privado (PPP). Não obstante o historial que estas construções inter-organizacionais apresentam nos mais diversos contextos de actuação...

‣ Redes inter-organizacionais e criação de valor: participação e apropriação de resultados

Henriques, Rita Raminhos Coelho Fuentes
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
99.29815%
Esta dissertação propõe-se investigar o comportamento das empresas inseridas em redes inter-organizacionais, em termos da captação de resultados individuais. O argumento principal deste estudo centra-se na importância da complementaridade entre a posição estrutural na Rede e o conteúdo do portfólio de relações para a identificação dos resuiltados que cada empresa consegue apropriar quando inserida numa rede interorganizacional. Essa apropriação será ainda explicada endogenamente pelos atributos das empresas e pela sua participação na actividade operacional e estratégica da Rede. Este modelo é testado numa Rede de Inovação de PMEs portuguesas. Clarifica-se a forma como as trocas diferenciadas de recursos e os objectivos distintos dos actores fazem emergir na Rede diferentes estruturas interactivas que se comportam como sub-redes autónomas com características próprias. Evidencia-se as empresas líder em cada sub-rede, realçando o papel que desempenham e a sua actuação em subgrupos coesos de actores. Foram utilizadas diferentes lentes teóricas e metodológicas capazes de explorar os contornos específicos do estudo e induzir os faxtores que determinam a participação das empresas na Rede, a obtenção de resultados por parte dessas organizações e o efeito de diferentes estruturas e conteúdos relacionais presentes numa rede de inovação. Concluiu-se que a participação na Rede é parcialmente explicada por um perfil de parceria mais interactivo por parte da empresa...

‣ Redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento: fatores organizacionais, influenciadores e desempenho

Barbeira, Marisa Regina Reduto Santos
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
70.10143%
Na atual envolvente, a formação de redes inter-organizacionais pode representar uma estratégia adequada para aumentar a competitividade das partes/atores envolvidas. Assim, a partilha do conhecimento inter-organizacional permite a criação e a transferência do conhecimento, sendo-se este último visto como um dos recursos mais valiosos para qualquer tipo de organização. No entanto, deve haver uma gestão eficaz e eficiente para incentivar este fenómeno, especialmente, dentro do setor da saúde que está sujeito às crescentes pressões de económicas e de responsabilidade social. Por conseguinte, torna-se necessário uma compreensão mais aprofundada das redes inter-organizacionais como um mecanismo facilitador para a partilha do conhecimento. Apesar da vasta literatura existente sobre redes do conhecimento, poucos são os estudos que têm demonstrado a sua importância no setor da saúde. Neste contexto, a presente investigação teve como principal objetivo estudar as redes inter-organizacionais como um mecanismo para a partilha do conhecimento. Mais concretamente, pretendeu-se avaliar a partilha do conhecimento em redes de organizações hospitalares e de ensino superior politécnico, através de um grupo de profissionais de saúde que são os Técnicos de Análises Clínicas e de Saúde Pública (TACSP). Para alcançar os objetivos definidos e validar as hipóteses formuladas...

‣ As unidades de cuidados continuados como redes inter-organizacionais: factores facilitadores e obstáculos

Duarte, Pedro Ferreira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
68.81983%
O paradigma de funcionamento em rede inter-organizacional alicerçado na nova e emergente rede de cuidados continuados incorpora um conceito marcadamente inovador e ainda pouco estudado, daí a importância premente desta investigação. A questão de investigação primária que está na base deste trabalho é o conhecimento e a compreensão das unidades de cuidados continuados como redes inter-organizacionais, aprofundando especialmente os factores facilitadores e obstáculos caracterizadores desse funcionamento. Assim, delimitou-se a área de investigação ao Distrito de Castelo Branco e procedeu-se à realização de um estudo de carácter qualitativo na vertente fenomenológica abordado às três entidades prestadoras de cuidados continuados deste distrito, pela voz de três representantes de cada uma delas. A informação foi obtida através de entrevistas semiestruturadas. Desta forma, baseado num modelo de análise interpretativa de informação, definiram-se as seguintes unidades de significado: definição de rede inter-organizacional; definição da rede de cuidados continuados integrados; utilidade; desenvolvimento do funcionamento inter-organizacional; expectativas futuras;comunicação, cooperação e coordenação na rede; factores facilitadores do funcionamento inter- organizacional; organigrama; circuitos e ligações entre os elos da rede; processo de referenciação; definição do papel da entidade coordenadora local; angústias e obstáculos ao funcionamento em rede. As principais inferências e conclusões do estudo insurgiram-se na importância que os cuidados continuados assumem no sector da saúde e apoio social que...

‣ O lock-in estratégico em relacionamentos inter-organizacionais: o caso da Dataprev

Tinoco,Joao Paulo Vieira; Macedo-Soares,T. Diana L. van Aduard de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
47.99886%
Alianças e redes estratégicas ganharam destaque na administração, sendo vistas como um meio para as empresas adquirirem recursos que lhes proporcionem uma vantagem competitiva sustentável. Neste ambiente, a competição não ocorre apenas entre empresas diferentes, mas também entre as diferentes redes de alianças estratégicas. Entretanto, o compromisso com a própria rede também pode trazer problemas para uma empresa. Isto se dá quando os relacionamentos causam restrições a um processo de mudança e impedem a empresa de fazer negócios, o que mantém a empresa focal presa a uma situação denominada 'lock-in'. Neste artigo, descreve-se o caso da Dataprev, uma empresa pública de serviços de tecnologia da informação, que toma a decisão de mudar sua estratégia em relação à sua parceria com um fornecedor. A nova orientação estratégica não é implementada no tempo desejado, em virtude de este relacionamento ter criado uma situação de lock-in. A pesquisa foi realizada por meio da análise de documentos e entrevistas com gerentes da empresa nos meses de maio e junho de 2007. Devido ao lock-in, ficou evidenciada a dificuldade de implementação da nova estratégia, o que fornece lições para empresas que se encontram neste tipo de situação.

‣ O impacto da europeização nos padrões de governança em Portugal: uma análise de redes sociais

Rodrigues, Miguel
Fonte: Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas Publicador: Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
48.110107%
Comunicação apresentação no XI Congresso Luso Afro Brasileiro de Ciências Sociais, Salvador, Agosto de 2011.

‣ Internacionalização de Empresas Participantes de Clusters : condicionantes e práticas relacionais

Bulgacov, Sergio; Kindl Cunha, Sieglin de; Bulgacov, Yara; Cunha, João Carlos; Balbinot, Zandra
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
58.5069%
Este trabalho tem como objetivo identificar os condicionantes endógenos e exógenos dos processos relacionais para a internacionalização de empresas participantes de cinco Clusters do Paraná, Brasil. O referencial teórico se concentra nas práticas de redes inter-organizacionais e no processo de internacionalização de empresas. A pesquisa tem como referência a metodologia do estudo de casos múltiplos, com abordagem qualitativa e finalidade descritiva. Os dados foram coletados por meio de trinta e nove entrevistas, por observação não participante e por análises documentais com a utilização de relatórios, atas de reuniões, atos de constituição e normatizações existentes nas governanças de cada um dos Clusters. Quanto aos resultados obtidos, identifica-se que os efeitos dos condicionantes endógenos e exógenos são simultâneos e correlacionados, dificultando o estabelecimento da exata influência de um fator isolado sobre os resultados das ações coletivas. Constata-se também que diferentes contextos e configurações das relações determinam a forma, os condicionantes e a influência específica no processo de internacionalização pretendido. Os resultados das análises das relações interorganizacionais permitiram identificar alguns subsídios qualitativos para compreensão dos fenômenos estudados que devem ser considerados como sugestões de estudos futuros.; Este estudio tiene como objetivo identificar los determinantes endógenos y exógenos de los procesos relacionales para la internacionalización de las empresas participantes en cinco Clusters de Paraná - Brasil. El marco teórico se centra en la práctica de redes organizacionales y en el proceso de internacionalización de las empresas. La encuesta tiene en referencia a la metodología de estudio de casos múltiples con una finalidad cualitativa y descriptiva. Los datos fueron recolectados a través de treinta y nueve entrevistas...