Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ Recursos educativos digitais no apoio à aprendizagem de estudantes do ensino superior

Morais, Carlos; Miranda, Luísa; Alves, Paulo
Fonte: Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental Publicador: Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
90.97803%
Com este artigo apreciou-se a importância atribuída à utilização de recursos educativos digitais, bem como a frequência de utilização desses recursos a partir de dados obtidos por questionário, numa amostra de estudantes do ensino superior. Aprofundou-se o conceito de recurso educativo digital e apresentaram-se os resultados da avaliação da importância dos recursos educativos digitais no apoio à aprendizagem de estudantes de licenciatura, em aspetos associados a estratégias de aprendizagem, motivação e tarefas de aprendizagem. Concluiu-se que a maioria dos sujeitos da amostra atribuiu grande importância a todos os aspetos apreciados, tendo-se verificado diferenças significativas entre os estudantes de 1.º ano e os de 2.º ano, relativamente ao item estudar individualmente, tendo-lhe atribuído maior importância os de 2.º ano. A frequência de utilização dos recursos educativos digitais foi analisada relativamente a diversos recursos, sendo os mais utilizados, muitas vezes ou sempre, por mais de metade dos sujeitos da amostra, motores de pesquisa, redes sociais e sites de vídeo. Comparando os resultados por grupos de estudantes há diferenças significativas, entre os grupos de 1.º ano e de 2.º ano...

‣ Recursos educativos abertos na aprendizagem da matemática no ensino básico

Morais, Carlos; Miranda, Luísa
Fonte: Associação para a Educação Matemática Elementar Publicador: Associação para a Educação Matemática Elementar
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
80.098633%
A aprendizagem da matemática no ensino básico exige a procura de estratégias suportadas por tecnologias e recursos atuais e inovadores que façam parte da época em que vivemos e do mundo tecnológico em que os alunos se encontram. Neste artigo defendemos a aprendizagem da matemática nos diversos contextos de aprendizagem, contextos informais, não formais e formais, admitindo que a matemática aprendida em cada contexto de aprendizagem pode contribuir para a melhoria das aprendizagens nos outros contextos. Consideramos que a utilização de recursos educativos abertos (REA) nos vários contextos de aprendizagem constitui um elemento fundamental para apoiar a aprendizagem da matemática. Apresentamos exemplos de repositórios e de sites com recursos educativos digitais e a exploração de um REA no âmbito da matemática, ao nível do ensino básico.

‣ A biblioteca escolar e a organização de repositórios digitais : proposta modelar para uma escola do ensino básico e secundário

Aparício, João Carlos Coelho
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
90.56377%
Dissertação de Mestrado em Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares apresentada à Universidade Aberta; O objetivo deste trabalho é apresentar uma proposta de modelo de repositório digital de recursos educativos, no contexto de uma biblioteca escolar do ensino básico e secundário. Seguindo uma abordagem metodológica de investigação-ação, analisamos o processo de criação e organização de um protótipo de repositório digital, integrado no conjunto de outros serviços de informação da biblioteca, como o catálogo bibliográfico em linha e ferramentas da Web 2.0. Para além de se contextualizarem os procedimentos envolvidos, desde a fase de instalação e parametrização da plataforma DSpace até à definição de políticas de validação e controlo da qualidade dos conteúdos depositados, são também caracterizados os hábitos e perceções de professores e alunos quanto ao acesso e uso de tecnologias digitais e recursos de informação nas atividades de ensino e aprendizagem. Com os resultados desta investigação, os serviços de informação da biblioteca escolar são reequacionados no sentido de melhor corresponderem à necessidade de captura, organização e preservação de objetos em formato digital...

‣ Análise técnica e pedagógica de metadados para objetos de aprendizagem

Silva, Julia Marques Carvalho da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
60.235625%
O processo de ensino-aprendizagem visa que sujeitos-professores promovam o ensino a alunos, com o objetivo que eles adquiram um conhecimento. Entretanto, este processo é influenciado por diversas variáveis: estrutura curricular, perfil dos alunos, direção e coordenação pedagógica, corpo docente, comunidade onde estão inseridos, duração e planejamento das aulas, recursos disponíveis, etc. O planejamento permite que o professor organize e estabeleça como as aulas ocorrerão, bem como o tempo necessário, a fim de garantir a aprendizagem. Neste processo, o professor faz uso de recursos didáticos, como mediadores. Dentre as diversas possibilidades de recursos educativos, encontram-se os objetos de aprendizagem. Eles consistem em recursos físicos ou digitais, que tem como diferencial, o uso de um conjunto de metadados com informações relacionadas ao objeto de aprendizagem. Os metadados são arquivos padronizados que seguem especificações que orientam como estes devem estar descritos, de forma a permitir a indexação e recuperação em repositórios. Dentre as especificações para metadados, destacam-se: a Dublin Core, IEEE LOM e OBAA. O Dublin Core é a especificação mais utilizada por repositórios, entretanto, foi desenvolvida para descrever qualquer recurso...

‣ Estudos sobre repositórios institucionais e repositórios de recursos educativos: metodologias, resultados e recomendações

Cardoso, Elisabete P. C.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
121.65819%
Dissertação de mestrado em Sistemas de Informação; O potencial dos repositórios digitais online direccionados para o ensino/aprendizagem é vasto, especialmente o daqueles em que os conteúdos são disponibilizados livremente e sem custos de utilização, como meio de promoção da educação e aprendizagem ao longo da vida. No entanto, a sua utilização está muito aquém do esperado e desejado. Colocar um repositório à disposição não faz, necessariamente, com que os autores o utilizem. Aliás, a contribuição de materiais para um repositório, e o re-uso dos materiais desse repositório, é um reconhecido problema na área de repositórios digitais. Poderá o conhecimento existente sobre a utilização de repositórios institucionais ser usado para melhorar a utilização dos repositórios de recursos educativos? Esta é a questão a que nos propomos responder neste trabalho. Seguimos uma abordagem metodológica em que, a partir da análise de estudos sobre RIs e da análise de estudos sobre RREs, estudos esses descritos na literatura científica, investigamos de que modo o conhecimento existente sobre os RI, pode ser usado para melhorar a utilização dos RRE. Em particular, o âmbito da nossa pesquisa centrou-se em repositórios de acesso livre...

‣ Recursos educativos abertos na aprendizagem da matemática no ensino básico

Morais, Carlos; Miranda, Luisa
Fonte: Associação para a Educação Matemática Elementar (AEME) Publicador: Associação para a Educação Matemática Elementar (AEME)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
80.102705%
A aprendizagem da matemática no ensino básico exige a procura de estratégias suportadas por tecnologias e recursos atuais e inovadores que façam parte da época em que vivemos e do mundo tecnológico em que os alunos se encontram. Neste artigo defendemos a aprendizagem da matemática nos diversos contextos de aprendizagem, contextos informais, não formais e formais, admitindo que a matemática aprendida em cada contexto de aprendizagem pode contribuir para a melhoria das aprendizagens nos outros contextos. Consideramos que a utilização de recursos educativos abertos (REA) nos vários contextos de aprendizagem constitui um elemento fundamental para apoiar a aprendizagem da matemática. Apresentamos exemplos de repositórios e de sites com recursos educativos digitais e a exploração de um REA no âmbito da matemática, ao nível do ensino básico.; CIEC - Centro de Investigação em Estudos da Criança, UM (UI 317 da FCT)

‣ Recursos educativos digitais: reflexões sobre a prática

Ramos, José
Fonte: Ministério da Educação e Ciência/DGIDC Publicador: Ministério da Educação e Ciência/DGIDC
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
80.78764%
O texto propõe uma reflexão acerca da ligação entre a existência de software e de recursos educativos digitais de qualidade e os processos efetivos de integração das tecnologias na escola, no currículo e na sala de aula. Esta ligação é o ponto de partida para uma incursão no território conceptual e prático no campo do software e dos recursos educativos digitais, abordando aspetos como o estado atual do conceito e a necessidade de o reinventar, a quantidade e qualidade de recursos, as metodologias de conceção e desenvolvimento, os repositórios e a organização dos recursos e, finalmente, propondo uma reflexão sobre as práticas de criação de recursos educativos digitais.

‣ Desafios metodológicos à prática docente : dossier pedagógico digital

Moreira, Paulo; Duarte, Elisabete
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
49.56956%
Este trabalho investigação - acção provém da necessidade essencial da próxima concepção de pedagogos interagir mais com o meio informático, pois quem não o tentar fazer, vai ficar à orla dos próprios educandos, uma vez que eles surgiram na época da tecnologia. Assim sendo, é reivindicado ao professor um preparo e actualização duráveis, com o fim de proporcionar os instrumentos fundamentais para cativar o aluno e ajudá-lo na estruturação do saber. A ligação com o “novo” estende o horizonte dos educadores e antevê novas oportunidades pedagógicas. A iniciativa de desenvolver um recurso digital para o professor emanou de uma necessidade primordial: a de criar situações para que seja o educador a pretender os recursos tecnológicos, sem a necessidade de obrigações estabelecidas. Ambiciona-se com este esboço tornar motivador o trabalho que o mesmo destina aos discípulos. Perspectiva-se, nomeadamente, que este utensílio auxilie o serviço laboral do utilizador, mas que, simultaneamente, seja atraente e, por sua vez, mais rentável. A rentabilidade é um ponto fulcral da era tecnológica. Mas o seu juízo e o seu domínio envolvem aprendizagem, preparação e criatividade. Cabe ao agente motivação estimular a procura. Como consequência...

‣ Os professores como autores e editores de recursos educativos digitais:uma investigação-ação na escola

Campos, Fernando Rui Pinheiro, 1962-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
90.81274%
Tese de doutoramento, Educação (Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013; O presente estudo consiste numa investigação aos processos de uso e criação de recursos educativos digitais (RED) na escola, com o objetivo de compreender a forma da integração de RED nas práticas educativas e o papel dos professores enquanto autores e editores desses recursos. A metodologia geral do estudo adotada foi a investigação-ação, realizada no contexto de um agrupamento de escolas e implicou o recurso a intervenções formativas de carácter reflexivo e sistemático, combinando os ciclos de formação com os processos de recolha de dados. Foram usados diversos instrumentos de recolha de dados tais como questionários, a escala LORI (Learning Object Review Instrument), entrevistas focus-group, entrevistas individuais, notas de investigação e a técnica de “Think aloud”. Os resultados obtidos mostraram que os professores combinam recursos tradicionais com recursos digitais no seu modo de trabalho educativo e, quando usam recursos digitais, não alteram significativamente a sua estratégia pedagógica. Os dados revelam que é escasso o conhecimento dos professores sobre recursos educativos existentes e disponíveis em repositórios digitais e que são ainda significativas as necessidades de formação neste domínio. O estudo permitiu ainda identificar fatores que os professores levam em consideração durante os processos de criação dos seus próprios recursos e apresenta evidências acerca das dificuldades sentidas pelos professores enquanto autores e editores de recursos educativos digitais...

‣ Compartilhamento e colaboração de práticas educacionais abertas : recuperação de conteúdo informacional fílmico

Tobias Martínez, Miguel Ángel
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 182f. : il. algumas color., grafs., maps., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
49.33046%
Orientadora : Profª. Drª. Maria do Carmo Duarte Freitas; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Ciência, Gestão e Tecnologia da Informação. Defesa: Curitiba, 10/12/2014; Inclui referências; Área de concentração: Informação, conhecimento e estratégia; Resumo: As Tecnologias da Informação e da Comunicação - TICs - provocaram uma revolução nos modelos educativos e de ensino-aprendizagem, influindo diretamente nas Práticas de Educacionais Abertas (PEAs). No entanto, o uso adequado das mídias carece de espaços virtuais que orientem e ajudem aos profissionais a usarem corretamente esses recursos em sala de aula. O desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem (OAs) e dos Recursos Educacionais Abertos (REAs) baseados nas TICs tem crescido. O objetivo desta investigação é apresentar um modelo de Compartilhamento e Colaboração de PEAs com foco no vídeo como recurso didático, com o propósito do fomento e criação de conhecimento entre os profissionais no processo ensino-aprendizagem. Para a avaliação deste modelo, é desenvolvido um repositório digital, o Projeto de Recuperação de Conteúdo Informacional em Filmes (RECIF). A metodologia utilizada consiste em uma pesquisa aplicada antecedida de uma pesquisa exploratória. A utilização do vídeo como recurso didático que requer o reconhecimento da possibilidade de uso como REA...

‣ Repositórios de Recursos Educativos Digitais em Portugal no Ensino Básico e Secundário: que caminho a percorrer?

Castro, Cornélia; Ferreira, Sérgio André; Andrade, António
Fonte: AISTI Associação Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação Publicador: AISTI Associação Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
91.38942%
A temática dos Recursos Educativos Digitais (RED)e dos repositórios electrónicos institucionais assume-se como uma tendência emergente na Educação em Portugal, ao nível do ensino básico e secundário. A grande variedade de conteúdo aberto, proveniente de diversas fontes tem originado a concepção e o desenvolvimento de repositórios, nos quais se sistematizam os RED. Deste modo, é facilitada a sua disponibilização e disseminação pela comunidade educativa, simplificando-se a actividade dos professores perante a existência de um amplo conjunto de recursos relevantes à sua disposição. Apresenta-se neste artigo uma caracterização e avaliação de três repositórios com visibilidade em Portugal, ao nível do ensino básico e secundário, por recurso às principais dimensões que interferem na qualidade dos mesmos. Indica-se nas conclusões, os factores que poderão contribuir para a melhoria de algumas das características dos repositórios nacionais objecto deste estudo.