Página 1 dos resultados de 37 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

‣ Controlo de populações de microalgas por plantas: que relevância em agroecologia?

Barros, Sandra; Geraldes, Ana Maria; Fernandes, Conceição
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
38.203438%
Muitos sistemas aquáticos apresentam desenvolvimento excessivo de fitoplâncton e algas filamentosas devido à eutrofização. Para mitigar os problemas ambientais e económicos resultantes, têm sido aplicados algicidas convencionais. Contudo, estes têm eficácia discutível, são tóxicos e persistentes no ambiente. Uma alternativa poderá ser a utilização de plantas e dos seus extractos como algicidas naturais. No presente trabalho foi investigado o potencial algicida/algistático de óleos essenciais e de decocções extraídos das seguintes plantas: alfazema (Lavandula sp), alecrim (Rosmarinus officinalis L.), loureiro (Laurus nobilis L), mendrasto (Mentha suavolens Ehrh.), freixo (Fraxinus angustifolia Vahl.), choupo (Populus sp.) e sabugueiro (Sambucus nigra L.). Para tal, culturas de Chlorella vulgaris Beijerinck (Chlorophyta) e Anabaena cylindrica Lemm (Cyanophyta) foram expostas a diferentes concentrações dos extractos mencionados. Os resultados obtidos sugerem que os óleos essenciais testados possuem propriedades algicidas e que apenas as decocções de alecrim e loureiro na concentração máxima testada terão efeito algistático nas culturas de Chlorella vulgaris e capacidade de diminuição da proliferação celular nas culturas de Anabaena cylindrica. A decocção de freixo também parece ter efeito algistático mas apenas na cultura de Anabaena cylindrica. No futuro...

‣ Controlo de populações de microlagas por plantas: que relevância em Agroecologia?

Barros, Sandra; Geraldes, Ana Maria; Fernandes, Conceição
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
38.203438%
Muitos sistemas aquáticos apresentam desenvolvimento excessivo de fitoplâncton e algas filamentosas devido à eutrofização. Para mitigar os problemas ambientais e económicos resultantes, têm sido aplicados algicidas convencionais. Contudo, estes têm eficácia discutível, são tóxicos e persistentes no ambiente. Uma alternativa poderá ser a utilização de plantas e dos seus extractos como algicidas naturais. No presente trabalho foi investigado o potencial algicida/algistático de óleos essenciais e de decocções extraídos das seguintes plantas: alfazema (Lavandula sp), alecrim (Rosmarinus officinalis L.), loureiro (Laurus nobilis L), mendrasto (Mentha suavolens Ehrh.), freixo (Fraxinus angustifolia Vahl.), choupo (Populus sp.) e sabugueiro (Sambucus nigra L.). Para tal, culturas de Chlorella vulgaris Beijerinck (Chlorophyta) e Anabaena cylindrica Lemm (Cyanophyta) foram expostas a diferentes concentrações dos extractos mencionados. Os resultados obtidos sugerem que os óleos essenciais testados possuem propriedades algicidas e que apenas as decocções de alecrim e loureiro na concentração máxima testada terão efeito algistático nas culturas de Chlorella vulgaris e capacidade de diminuição da proliferação celular nas culturas de Anabaena cylindrica. A decocção de freixo também parece ter efeito algistático mas apenas na cultura de Anabaena cylindrica. No futuro...

‣ Análise botânica, química e biológica comparativa entre flores das espécies sambucus nigra L. e sambucus australis cham. & Schltdt. e avaliação preliminar da estabilidade

Scopel, Marina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
80.65968%
Flores das espécies Sambucus nigra, de origem européia, e Sambucus australis, nativa da América do Sul (Caprifoliaceae), denominadas sabugueiro e sabugueirodo- brasil, respectivamente, são utilizadas popularmente sob forma de infusão, como antiinflamatórias, laxativas e para condições febris resultantes de afecções do trato respiratório. Estudos prévios para S. nigra indicam compostos fenólicos como principais constituintes químicos, sendo estes relacionados às principais atividades biológicas avaliadas. Objetivando comparar esta espécie com Sambucus australis, foram realizadas análises botânicas macro e microscópicas das flores, identificando as principais diferenças entre as espécies, tais como o número de lóculos no ovário e presença de idioblastos cristalíferos em algumas estruturas, e observando os possíveis contaminantes (pedicelos). Também foram determinados os parâmetros farmacopéicos: cinzas totais e perda por dessecação. Após a análise química, foi escolhido o flavonóide rutina como marcador das espécies, para realizar análises quantitativas nas 31 amostras adquiridas e / ou coletadas, utilizando método de CLAE previamente validado. Soluções hidroetanólicas apresentaram maior capacidade de extração do produto alvo. Os limites mínimos de rutina observados para ambas as espécies foram de aproximadamente 0...

‣ Caracterização farmacobotânica das espécies de sambucus (caprifoliaceae) utilizadas como medicinais no Brasil : parte II. Sambucus australis cham. & schltdl.; Pharmacobotany of Sambucus species (Caprifoliaceae), used in traditional medicine in Brazil: Part II. Sambucus australis Cham. & Schltdl

Nunes, Eliana Corissia Maduell; Scopel, Marina; Silva, Marcia Vignoli; Vendruscolo, Giovana Secretti; Henriques, Amelia Teresinha; Mentz, Lilian Auler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
60.064536%
Sambucus australis Cham. & Schltdl. (sabugueiro-do-rio-grande, Caprifoliaceae) é uma planta medicinal descrita apenas na primeira edição da Farmacopéia Brasileira. A espécie é nativa no Brasil, e suas fl ores são utilizadas na medicina popular, na forma de infusão ou decocção, como diuréticas, antipiréticas, antiinfl amatórias, laxativo leve e no tratamento de doenças do aparelho respiratório. Visando elaborar uma monografi a farmacopéica atualizada e comparativa com a de Sambucus nigra L., de origem européia, foram estabelecidos os caracteres botânicos macro e microscópicos, através da metodologia clássica utilizada em morfoanatomia vegetal. São características macroscópicas: fl ores morfologicamente monoclinas; corola de sete a dez milímetros de diâmetro; pétalas com cinco, raro quatro nervuras paralelas; estames curtos e longos; gineceu em regra com cinco lóculos. São características microscópicas: cutícula espessa e estriada; ausência de idioblastos de areia cristalina de oxalato de cálcio; estômatos anomocíticos; brácteas anfi estomáticas; sépalas hipoestomáticas; pétalas anfi -hipoestomáticas; células epidérmicas da face abaxial de sépalas e pétalas retilíneas a sinuosas; células epidérmicas do fi lete alongadas e de paredes retilíneas; tricomas tectores e glandulares de diferentes tipos; brácteas...

‣ Caracterização farmacobotânica das espécies de sambucus (caprifoliaceae) utilizadas como medicinais no Brasil : parte I. Sambucus nigra l.; Pharmacobotany characterization of Sambucus species (Caprifoliaceae), used in traditional medicine in Brazil. Part I. Sambucus nigra L

Scopel, Marina; Nunes, Eliana Corissia Maduell; Silva, Marcia Vignoli; Vendruscolo, Giovana Secretti; Henriques, Amelia Teresinha; Mentz, Lilian Auler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
90.60706%
O sabugueiro (Sambucus nigra L., Caprifoliaceae) é uma planta medicinal descrita em farmacopéias estrangeiras, não constando da Farmacopéia Brasileira. A espécie é de origem européia e suas fl ores são comercializadas in natura sob o nome farmacopéico Sambuci fl os, para uso na forma de infusão ou decocção, como diuréticas, antipiréticas, antiinfl amatórias, laxativo leve e no tratamento de doenças do aparelho respiratório. Visando elaborar uma monografi a farmacopéica atualizada, foram estabelecidos os caracteres botânicos macro e microscópicos, através da metodologia clássica utilizada em morfoanatomia vegetal. São características macroscópicas: flores monoclinas, iguais; corola de três a cinco milímetros de diâmetro; pétalas com três a quatro nervuras paralelas; estames iguais; gineceu em regra com três lóculos. São características microscópicas: cutícula espessa e estriada; presença de idioblastos de areia cristalina de oxalato de cálcio em brácteas, sépalas e pétalas; estômatos anomocíticos; brácteas hipoestomáticas; sépalas anfi estomáticas; pétalas anfi -hipoestomáticas; células epidérmicas da face abaxial de sépalas e pétalas muito sinuosas; células epidérmicas do fi lete alongadas e de paredes retilíneas; tricomas tectores e glandulares de diferentes tipos em todas as peças; brácteas...

‣ Efeito de factores microclimáticos e de fertilidade do solo nos teores fenólicos e de pigmentos do sabugueiro (Sambucus nigra L.)

Cerdeira, Ângela Maria Cardoso
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
69.739326%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Florestal; Desde há séculos que a cultura do sabugueiro (Sambucus nigra L.) tem assumido um papel importante na medicina tradicional, por combater gripes, resfriados e febre. No passado recente, pelos avanços que houve no conhecimento das propriedades fitoquímicas desta planta, em especial no que se refere aos seus conteúdos em certos compostos fenólicos, tem sido usada em múltiplos ensaios visando a cura de algumas doenças. Em Portugal, é na região do Vale do Varosa e Távora, a sul do rio Douro, que se encontra a maior expressão de cultivo do sabugueiro, com a finalidade de produção de baga para exportação, onde é aplicada nas indústrias alimentar e farmacêutica. Este trabalho teve a finalidade de identificar alguns dos componentes responsáveis por uma boa parte das propriedades fitoquímicas da planta – os compostos fenólicos e pigmentos das folhas, flores e frutos – procurando conotar efeitos de parâmetros fisiográficos e edafoclimáticos na expressão do teor naqueles compostos, a fim de melhor orientar os produtores no sentido da plena valorização da cultura. O estudo foi realizado durante a campanha de 2009, em 15 parcelas dispersas por toda a área de produção...

‣ Estudo morfo-anatómico de três espécies de plantas tintureiras

Martins, Maria Carpinteiro De Barros
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
39.297302%
Dissertação de Mestrado em Biologia e Geologia; No decurso da evolução, as espécies vegetais estiveram sob pressão de climas severos, solos desfavoráveis e agentes patogénicos, pelo que desenvolveram eficazes estratégias de sobrevivência ao nível dos órgãos vegetativos e reprodutivos. A riqueza potencial da diversidade das plantas, as suas diferenças morfo-anatómicas, bem como a sua capacidade adaptativa a diferentes condições ambientais foi a motivação para este estudo. Pretendeu-se com este trabalho fazer a caracterização morfo-anatómica de três espécies produtoras de corantes naturais: Phytolacca americana L. (fitolaca), Rhus coriaria L. (sumagre) e Sambucus nigra L. (sabugueiro) e adequa-la à prática lectiva no âmbito da disciplina de Biologia e Geologia do 10º ano do Ensino Secundário. Numa primeira parte, fez-se uma revisão da literatura sobre as três espécies em estudo tendo em conta a sua origem e distribuição geográfica, a taxonomia, caracterização botânica, as propriedades e respectivas aplicações. Foi ainda efectuada uma breve revisão sobre a formação dos tecidos e órgãos das plantas superiores e as principais características dos três sistemas de tecidos vegetais do corpo da Planta. Os capítulos 3 e 4 são relativos à parte experimental. Apresenta-se uma breve caracterização edafo-climática da região onde se realizou o estudo...

‣ Caracterização farmacobotânica das espécies de Sambucus (Caprifoliaceae) utilizadas como medicinais no Brasil. Parte I. Sambucus nigra L.

Scopel,Marina; Nunes,Eliana; Vignoli-Silva,Márcia; Vendruscolo,Giovana S.; Henriques,Amélia T.; Mentz,Lilian A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 Português
Relevância na Pesquisa
89.86311%
O sabugueiro (Sambucus nigra L., Caprifoliaceae) é uma planta medicinal descrita em farmacopéias estrangeiras, não constando da Farmacopéia Brasileira. A espécie é de origem européia e suas flores são comercializadas in natura sob o nome farmacopéico Sambuci flos, para uso na forma de infusão ou decocção, como diuréticas, antipiréticas, antiinflamatórias, laxativo leve e no tratamento de doenças do aparelho respiratório. Visando elaborar uma monografia farmacopéica atualizada, foram estabelecidos os caracteres botânicos macro e microscópicos, através da metodologia clássica utilizada em morfoanatomia vegetal. São características macroscópicas: flores monoclinas, iguais; corola de três a cinco milímetros de diâmetro; pétalas com três a quatro nervuras paralelas; estames iguais; gineceu em regra com três lóculos. São características microscópicas: cutícula espessa e estriada; presença de idioblastos de areia cristalina de oxalato de cálcio em brácteas, sépalas e pétalas; estômatos anomocíticos; brácteas hipoestomáticas; sépalas anfiestomáticas; pétalas anfi-hipoestomáticas; células epidérmicas da face abaxial de sépalas e pétalas muito sinuosas; células epidérmicas do filete alongadas e de paredes retilíneas; tricomas tectores e glandulares de diferentes tipos em todas as peças; brácteas...

‣ Caracterização farmacobotânica das espécies de Sambucus (Caprifoliaceae) utilizadas como medicinais no Brasil: Parte II. Sambucus australis Cham. & Schltdl.

Nunes,Eliana; Scopel,Marina; Vignoli-Silva,Márcia; Vendruscolo,Giovana S.; Henriques,Amélia T.; Mentz,Lilian A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Farmacognosia Publicador: Sociedade Brasileira de Farmacognosia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
59.221494%
Sambucus australis Cham. & Schltdl. (sabugueiro-do-rio-grande, Caprifoliaceae) é uma planta medicinal descrita apenas na primeira edição da Farmacopéia Brasileira. A espécie é nativa no Brasil, e suas flores são utilizadas na medicina popular, na forma de infusão ou decocção, como diuréticas, antipiréticas, antiinflamatórias, laxativo leve e no tratamento de doenças do aparelho respiratório. Visando elaborar uma monografia farmacopéica atualizada e comparativa com a de Sambucus nigra L., de origem européia, foram estabelecidos os caracteres botânicos macro e microscópicos, através da metodologia clássica utilizada em morfoanatomia vegetal. São características macroscópicas: flores morfologicamente monoclinas; corola de sete a dez milímetros de diâmetro; pétalas com cinco, raro quatro nervuras paralelas; estames curtos e longos; gineceu em regra com cinco lóculos. São características microscópicas: cutícula espessa e estriada; ausência de idioblastos de areia cristalina de oxalato de cálcio; estômatos anomocíticos; brácteas anfiestomáticas; sépalas hipoestomáticas; pétalas anfi-hipoestomáticas; células epidérmicas da face abaxial de sépalas e pétalas retilíneas a sinuosas; células epidérmicas do filete alongadas e de paredes retilíneas; tricomas tectores e glandulares de diferentes tipos; brácteas...

‣ The 70-kilodalton pertussis toxin-binding protein in Jurkat cells.

Armstrong, G D; Clark, C G; Heerze, L D
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/1994 Português
Relevância na Pesquisa
38.562964%
125I-ASD photoaffinity-labeling derivatives of pertussis toxin (125I-ASD-PT) or lipopolysaccharide (125I-ASD-LPS) labeled similar 70-kDa proteins in Jurkat cells, a cell line derived from human CD4+ T lymphocytes. Labeling of this 70-kDa protein by 125I-ASD-PT was inhibited by underivatized PT but not by underivatized LPS. However, an immunoglobulin M monoclonal antibody with specificity for the p73 LPS receptor in murine splenocytes (S. W. Bright, T.-Y. Chen, L. M. Flebbe, M.-G. Lei, and D. C. Morrison, J. Immunol. 145:1-7, 1990) inhibited 125I-ASD-PT labeling of the 70-kDa species in Jurkat cells. Our results suggested that PT may bind to the same 70-kDa protein as LPS does in Jurkat cells but that PT and LPS bind to different sites on this receptor candidate. 125I-ASD-PT photoaffinity labeling of the 70-kDa protein was also inhibited by underivatized glycoproteins to which PT has been shown to bind, and this inhibition correlated with the relative binding affinities of the glycoproteins for PT. 125I-ASD derivatives of two sialic acid-specific plant lectins, Maackia amurensis leukoagglutinin and Sambucus nigra agglutinin, with oligosaccharide binding specificities similar to those of PT also labeled a 70-kDa protein in Jurkat cells. This suggests that the 70-kDa PT receptor candidate in Jurkat cells likely contains sialooligosaccharide sequences to which PT...

‣ Nontypeable Haemophilus influenzae Strain 2019 Produces a Biofilm Containing N-Acetylneuraminic Acid That May Mimic Sialylated O-Linked Glycans

Greiner, L. L.; Watanabe, H.; Phillips, N. J.; Shao, J.; Morgan, A.; Zaleski, A.; Gibson, B. W.; Apicella, M. A.
Fonte: American Society for Microbiology Publicador: American Society for Microbiology
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2004 Português
Relevância na Pesquisa
38.785051%
Previous studies suggested that nontypeable Haemophilus influenzae (NTHI) can form biofilms during human and chinchilla middle ear infections. Microscopic analysis of a 5-day biofilm of NTHI strain 2019 grown in a continuous-flow chamber revealed that the biofilm had a diffuse matrix interlaced with multiple water channels. Our studies showed that biofilm production was significantly decreased when a chemically defined medium lacking N-acetylneuraminic acid (sialic acid) was used. Based on these observations, we examined mutations in seven NTHI strain 2019 genes involved in carbohydrate and lipooligosaccharide biosynthesis. NTHI strain 2019 with mutations in the genes encoding CMP-N-acetylneuraminic acid synthetase (siaB), one of the three NTHI sialyltransferases (siaA), and the undecaprenyl-phosphate α-N-acetylglucosaminyltransferase homolog (wecA) produced significantly smaller amounts of biofilm. NTHI strain 2019 with mutations in genes encoding phosphoglucomutase (pgm), UDP-galactose-4-epimerase, and two other NTHI sialyltransferases (lic3A and lsgB) produced biofilms that were equivalent to or larger than the biofilms produced by the parent strain. The biofilm formed by the NTHI strain 2019pgm mutant was studied with Maackia amurensis fluorescein isothiocyanate (FITC)-conjugated and Sambucus nigra tetramethyl rhodamine isocyanate (TRITC)-conjugated lectins. S. nigra TRITC-conjugated lectin bound to this biofilm...

‣ A lectin from elder (Sambucus nigra L.) bark.

Broekaert, W F; Nsimba-Lubaki, M; Peeters, B; Peumans, W J
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/07/1984 Português
Relevância na Pesquisa
59.02386%
A lectin was isolated from elder (Sambucus nigra) bark by affinity chromatography on fetuin-agarose. It is a tetrameric molecule (Mr 140000) composed of two different subunits of Mr 34500 and 37500 respectively, held together by intramolecular disulphide bridges. The lectin is a glycoprotein and is especially rich in asparagine/aspartic acid, glutamine/glutamic acid, valine and leucine. It is also the first lectin isolated from a species belonging to the plant family Caprifoliaceae.

‣ Purification and partial characterization of a novel lectin from elder (Sambucus nigra L.) fruit.

Mach, L; Scherf, W; Ammann, M; Poetsch, J; Bertsch, W; März, L; Glössl, J
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 15/09/1991 Português
Relevância na Pesquisa
69.739326%
A previously unknown haemagglutinin, named Sambucus nigra agglutinin-III (SNA-III), has been purified from the fruit of the elder (Sambucus nigra). Whereas elder bark agglutinin I (SNA-I) is highly specific for terminal alpha 2,6-linked sialic acid residues, SNA-III displays a high affinity for oligosaccharides containing exposed N-acetylgalactosamine and galactose residues. Different N-terminal sequences and the amino acid composition distinguish the fruit lectin from elder bark agglutinin II (SNA-II), which shows a similar carbohydrate specificity. The 40-fold higher affinity of SNA-III for asialofetuin than for human asialo-alpha 1-acid glycoprotein and human asialotransferrin respectively suggests a preference for O-linked glycans. SNA-III occurs mainly as a monomeric glycoprotein, but tends to form di- and oligo-meric aggregates. This aggregation seems to mediate the multivalent interaction, leading to agglutination. SDS/PAGE revealed two major polypeptides with apparent molecular masses of 32 and 33 kDa respectively. This heterogeneity is probably a result of proteolysis in the C-terminal region. Binding to concanavalin A and susceptibility to peptide: N-glycosidase F indicated the presence of N-glycosidically linked oligosaccharides.

‣ The amino acid sequences of cytochrome c from four plant sources

Brown, Richard H.; Boulter, Donald
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /01/1974 Português
Relevância na Pesquisa
38.2431%
Proposed amino acid sequences of cytochrome c from nasturtium (Tropaeolum majus L.), box-elder (Acer negundo L.), elder (Sambucus nigra L.) and parsnip (Pastinaca sativa L.) are presented. Because of the very limited amounts of cytochrome available from some plant sources, peptides derived from the cytochromes c have been sequenced by the semi-quantitative dansyl–Edman technique (Gray & Hartley, 1963) without supporting quantitative amino acid analyses. Because of the qualitative nature of the work, the sequences proposed must be regarded as tentative. Considerations of homology, although useful as a guide, have been kept to a minimum in the construction of sequences. Only the nasturtium sequence relies on considerations of homology for a complete ordering of the peptides. Where material permitted, each residue of a proposed sequence was determined at least once from both a tryptic and a chymotryptic peptide.

‣ Elder (Sambucus nigra L.)-fruit lectin (SNA-IV) occurs in monomeric, dimeric and oligomeric isoforms.

Mach, L; Kerschbaumer, R; Schwihla, H; Glössl, J
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/05/1996 Português
Relevância na Pesquisa
48.138984%

‣ SAMBUCUS NIGRA LINN., A NEW RECORD FROM VALLEY OF FLOWERS

Vikramaditya, ; Sharma, Kedar Nath
Fonte: Medknow Publications & Media Pvt Ltd Publicador: Medknow Publications & Media Pvt Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1999 Português
Relevância na Pesquisa
60.064224%
Under the present paper, authors have reposted finding of Sambucus nigra L. as new introduction in medicinal plans in the flora of “Valley of flowers’. Sambucus nigra L. Originally is an European plant and is very important for its medicinal potential, being used in various systems of medicine to cure number of ailments. In natural order Sambucus nigra L. belongs to family caprifoliaceae.

‣ Plantas indicadas como diuréticas no Brasil desde Martius, 1843

Neida Gomes Madeira da Silva, Francisca; de Castro Chaves, Carmen (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
38.783308%
Cerca de 80% da população mundial utilizam plantas medicinais. Aproximadamente 50% das plantas do Brasil são medicinais, porém apenas 1% delas foi estudada. A procura mundial por plantas medicinais, inclusive as diuréticas, vem crescendo nas últimas décadas. O presente trabalho objetivou conhecer e informar as plantas medicinais mais citadas no Brasil desde Martius em 1843, nas palavras-chaves diuréticas e para tratar anasarca, edema e hidropisia, bem como as partes utilizadas, as formas de uso, vias de administração, doses mais comuns bem como os efeitos colaterais mais freqüentes. A pesquisa foi realizada em 61 monografias, em sete resumos e nove artigos de 65 documentos de evento e em 12 artigos de nove publicações periódicas, totalizando 89 fontes bibliográficas. O material foi pesquisado em 24 bibliotecas de vários Estados do Brasil e na rede mundial de computadores. Os nomes científicos das plantas citadas, com as respectivas famílias botânicas e os nomes populares foram listados para cada fonte bibliográfica. Foi elaborada uma planilha eletrônica para obter a freqüência de citação das plantas citadas nas 89 fontes bibliográficas que resultou em 1.420 plantas citadas. As 13 plantas que obtiveram as sete colocações iniciais de citação foram: Phyllanthus niruri L. (45...

‣ Investigating the cell growth inhibitory effect of flower extracts of Sambucus nigra L. in human tumour cell lines

Lima, M. João; Pereira, Joana; Lima, Raquel T.; Carvalho, Ana Maria; Ferreira, Isabel C.F.R.; Vasconcelos, M. Helena
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
69.570117%
Sambucus nigra L. (elder) is widely used in traditional medicine, especially for its diuretic, antiinflammatory, diaphoretic and expectorant properties. Its rich flavonoids and ascorbic acid contents makes S. nigra flowers a good source of antioxidant compounds [1]. Nonetheless, the tumor cell growth inhibitory activity of such plant material has never been studied. Therefore, the aim of this ongoing project is to investigate if the flower extracts of S. nigra have cell growth inhibitory activity in various human tumor cell lines. The flower extracts were obtained by infusion, methanol extraction, methanol:water (80:20, v:v) extraction or by decoction. These specimens were processed in order to be lyophilized and extracted. Stock solutions of all extracts were prepared in DMSO at a maximum concentration of 100 mg/mL and further stored at -20 ºC. Such extracts were screened for tumor cell growth inhibitory activity in three human tumor cell lines: NCI-H460 (non-small cell lung cancer), A375-C5 (melanoma) and MCF-7 (breast adenocarcinoma). The cell growth assay performed was the Sulforhodamine B assay, during which cells were treated for 48 hours with 100 μL of six serial dilutions of each extract, ranging from 25 μg/mL to 400 μg/mL. Doxorubicin was used as a positive control of tumor cell growth inhibition...

‣ Efeitos de antocianinas monoméricas de Sambucus nigra L. sobre modelo de colite ulcerativa induzida por TNBS; Effects of Sambucus nigra L. monomeric anthocyanins on TNBS induced ulcerative colitis

Eduardo Augusto Rabelo Socca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
100.59993%
Retocolite ulcerativa idiopática e doença de Crohn são doenças inflamatórias intestinais caracterizadas por inflamação crônica da mucosa, resultando em diarréia, fezes sanguinolentas, dores abdominais, anemia, febre, fadiga e perda de peso, tanto em homens quanto em mulheres. Acredita-se que essas manifestações sejam resultado de uma interação multifatorial envolvendo indivíduos geneticamente susceptíveis, condições ambientais específicas, desbalanço na microflora intestinal e desajuste da resposta imune. Drogas derivadas do acido 5-aminossalicilico (sulfassalazina, mesalamina), corticosteroides e agentes imunomoduladores são utilizadas, em conjunto no tratamento dessas patologias. No entanto tais drogas apresentam efeitos adversos importantes, o que acaba por motivar pesquisas envolvendo produtos naturais como alternativas de tratamento. Neste contexto, este trabalho avaliou os efeitos de antocianinas presentes nos frutos de Sambucus nigra L. (sabugueiro), espécie arbustiva pertencente a família Adoxaceae, em modelo de colite ulcerativa induzida pelo acido 2,4,6-trinitrobenzeno sulfônico (TNBS). Os frutos do sabugueiro apresentam grandes concentrações de metabolitos secundários como antocianinas, alem de outros compostos fenólicos...

‣ Caracterización fármaco-toxicológica de la planta medicinal Sambucus nigra subsp. canadensis (L). R. Bolli

Clapé Laffita,Oneyda; Alfonso Castillo,Alfredo
Fonte: Revista Cubana de Farmacia Publicador: Revista Cubana de Farmacia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
49.14691%
El objetivo de la monografía consistió en la caracterización fármaco-toxicológica de Sambucus nigra subsp. canadensis (L). R. Bolli, planta tradicional cubana con actividad antiinflamatoria, entre otras. Se presentan aspectos farmacológicos como composición fitoquímica, propiedades atribuidas popularmente y comprobadas científicamente, posología, reacciones adversas, advertencias, interacciones, toxicidad, precauciones y contraindicaciones. Se concluye que con la monografía fármaco-toxicológica de esta planta medicinal, se dispone de una completa información, como documentación indispensable para actualizar las bases de datos nacionales e internacionales al respecto, con vistas a desarrollar nuevos fitofármacos, en especial antiinflamatorios con bajo potencial de efectos adversos.