Página 1 dos resultados de 2929 itens digitais encontrados em 0.035 segundos

‣ Serviço Social e saúde mental: análise de artigos apresentados nos Encontros Nacionais de Pesquisadores em Serviço Social

Schutel, Tamara Alexandra Arias
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 101 f.
Português
Relevância na Pesquisa
98.93496%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Socioeconômico, Curso de serviço social.; O presente trabalho realiza análise da temática saúde mental nos Encontros Brasileiros de Pesquisadores em Serviço Social nos anos de 2006, 2008 e 2010. O objetivo da pesquisa foi evidenciar e problematizar modos da categoria profissional debater a saúde mental, a fim de identificar e analisar tanto os fundamentos profissionais quanto as estratégias adotadas para a atuação neste tema. O trabalho traz um resgate histórico da Reforma Psiquiátrica, situa o Serviço Social no campo da saúde mental e as contribuições da profissão nessa área. O estudo, então, se caracterizou como uma pesquisa exploratória, pautada em análise documental e bibliográfica. O universo da pesquisa consiste em documentos digitais (CD-ROM‟s) dos Encontros Nacionais de Pesquisadores em Serviço Social, identificando 28 trabalhos que contemplassem as palavras chaves serviço social e/ou saúde mental. Os resultados da pesquisa apontam para um crescente debate acerca da temática abordada, porém, ainda de forma incipiente. Constata-se isso quando no universo de 2.890 artigos apenas 50 deles estavam relacionados de alguma forma com a saúde mental...

‣ O serviço social no NASF: demandas, respostas e desafios profissionais

Medeiros, Larissa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 101 f.
Português
Relevância na Pesquisa
98.93889%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Socioeconômico, Curso de serviço social.; Este trabalho tem como objetivo conhecer a atuação do Serviço Social no NASF via as demandas, respostas e dinâmica da prática profissional. Considerando o fortalecimento e a importância da atenção primária pela expansão da Estratégia de Saúde da Família e seu conjunto de ações na saúde, há um redirecionamento exigido para o trabalho dos profissionais que se dedicam a esse setor, e dentre eles o Assistente Social. O Núcleo de Apoio à Saúde da Família - NASF criado em 2008 tem como perspectiva ampliar a abrangência das ações da atenção básica para torná-la mais resolutiva, apoiando as equipes de saúde da família, fortalecendo a Estratégia de Saúde da Família, e dentre os profissionais chamados para compor a equipe NASF está o Assistente Social. A atuação do Serviço Social é percebida com destaque no SUS, considerando os determinantes sociais na saúde explicitados no conceito ampliado de saúde. Entende-se que essa pesquisa se justifica para o Serviço Social, pois atualmente e desde a implantação do SUS tem-se exigido um profissional competente, qualificado não somente na esfera da execução...

‣ As profissões em saúde e o Serviço Social: desafios para a formação profissional

Lanza,Líria Maria Bettiol; Campanucci,Fabrício da Silva; Baldow,Letícia Orlandi
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
108.82404%
O objetivo deste estudo bibliográfico é compreender como o Serviço Social tem enfrentado o processo de revisão da formação profissional ofertada para o trabalho em saúde. Inicia pela compreensão do que vem a ser uma profissão em saúde, localizando o Serviço Social e sua vinculação com a área destacando o aspecto formativo. Dessa forma, verifica que é legítima a configuração do Serviço Social como profissão em saúde, tanto do ponto de vista conceitual como do ponto de vista prático, evidenciado pela vinculação histórica da profissão e por sua utilidade social nos serviços de saúde. Ainda, aponta para os desafios da atuação profissional no contexto conflituoso da política de saúde brasileira e suas implicações na formação profissional.

‣ Serviço Social Audit Saúde no SUS/RN: projeto ético político profissional e de reforma sanitária

Medeiros, Aparecida Dantas de Almeida
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
99.02712%
Health policies in Brazil, the decentralization of SUS management responsibilities for the three spheres of government has driven the creation and regulation of the audits of health services in the National Audit Office, this is a trend of neoliberal policies imposed by international bodies like the World Bank and IMF to peripheral countries characterized by productive restructuring and reforming the state focuses on the presence of two competing projects in the area of health: Health Sector Reform Project which is based on the democratic rule of law with the assumption of health as social right and duty of the State in defending the extension of the conquest of rights and democratization of access to health care guaranteed through the public financing strategies and the effective decentralization of decisions pervaded by social control and privatized Health Project which is based on the state minimum, with a reduction in social spending or in partnerships and privatization, stronger nonprofit sector, subject to capitalist interests, is made effective through strategies targeting health policy and refilantropização actions. In this context, the present study is an analysis on the work of social audits of public health in infants from a qualitative and quantitative approach...

‣ O Serviço Social e a exclusão/inclusão social dos portadores de HIV/AIDS :demandas e desafios nos hospitais públicos

Santos, Regina Maria dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
108.90889%
This research presents the labors developed by the Social Service unto socially excluded HIV/Aids positives at public hospitals in Rio Grande do Norte (RN). It purposes to identify and to analyze the demands brought by the holder onto the Social Service professional as well as the challenges the latter face to minister to the former. It privileges, from the methodological viewpoint, the qualitative and quantitative analysis with the application of questionnaires, direct observation, semi-structured interviews and bibliographic references. Data were collected from 12 (twelve) social assistants who work at Giselda Trigueiro Hospital in Natal (7) and Rafael Fernandes Hospital in Mossoró (5). The central hypothesis that guided this study is that the social inclusion/exclusion process experienced by the HIV/Aids positive on society implies a demand for the Social Service that is inserted in the public health context (specially in HIV-referred public hospitals), whose agents, however, when attempting to answer those demands, meet obstacles due to both the precariousness of public health services and the social complexity that concerns the HIV/Aids epidemic. Results point out that, de facto, the HIV/Aids epidemic, because of the social exclusion/inclusion process to which the holder is subject results a demand for the social agents at hospitals. Demands rise principally from the patient s life condition...

‣ Participação e serviço social: experiência de formação do conselho local de saúde em Sobral/CE

Sousa, Roberta Menezes
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.93107%
O presente artigo tem como objetivo a reflexão e análise da experiência de intervenção do Serviço Social durante a Residência Multiprofissional em Saúde da Família (RMSF), no processo de formação de um Conselho Local de Desenvolvimento Social e de Saúde (CLDSS) para a formação do Conselho Local no território do Centro de Saúde da Família do Bairro Alto da Brasília. O Serviço Social realizou uma capacitação com (as) usuários (as) e profissionais de saúde para exercerem a função de conselheiros (as), objetivando estimular a comunidade para o efetivo exercício da democracia e participação social na saúde, através das discussões sobre a situação local de saúde, a organização política da comunidade e a abordagem de temas referentes à saúde. Por fim, destacamos a contribuição do trabalho do assistente social na organização e no fortalecimento das instâncias participativas e de controle social na saúde e os desafios postos para o exercício profissional no âmbito deste espaço sócio ocupacional. 

‣ Conciliação entre trabalho e vida familiar: um debate necessário

Moraes, Patricia Maccarini; Abrão, Kênia Cristina Lopes; Mioto, Regina Célia Tamaso
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.3331%
O avanço do capitalismo alterou as relações de trabalho e novas demandas foram colocadas às famílias. A participação das mulheres no mercado de trabalho e os debates propostos pelo feminismo conferiu relevância às políticas de conciliação entre trabalho e família. Este trabalho busca pontuar aspectos referentes ao desafio das famílias em equilibrar trabalho remunerado e não remunerado. Instigar esse debate no campo do Serviço Social é urgente, pois os assistentes sociais se defrontam com os conflitos gerados nas relações entre trabalho e família, inseridos no campo das políticas de seguridade social, que exaltam o papel da família na proteção de seus membros. 

‣ Serviço social e interdisciplinaridade na atenção básica à saúde

Silva, Marta Maria da; Lima, Telma Cristiane Sasso de
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.85113%
Trata-se do relato de experiência sobre o Serviço Social e a intervenção em equipe multiprofissional na Atenção Básica à Saúde. Apresentam-se o estudo empreendido e as aproximações crítico reflexivas realizadas a partir da participação no grupo tutorial PET Saúde da Família 2010-2011 que levaram à apreensão teórico-prática da interdisciplinaridade e da sua importância para a formação do assistente social. Assume-se como pressuposto que o exercício interdisciplinar está inscrito na Política de Saúde brasileira desde 1988, exigindo um perfil profissional de caráter generalista, envolvido com a prevenção e promoção da saúde, no contexto do SUS. Os resultados obtidos permitem pensar a interdisciplinaridade como categoria determinada pela dinâmica da realidade social, exigindo das equipes profissionais monitoramento constante de suas ações e atitude propositiva e inovadora na organização dos serviços públicos de saúde. A interdisciplinaridade tende a impulsionar a apreensão da realidade como totalidade, no conhecimento do processo saúde-doença e das demandas/necessidades dos usuários, considerados como copartícipes do processo que constrói as ações profissionais e institucionais direcionadas à concretização de uma atenção integral...

‣ Serviço Social do Hospital das Clinicas da Unicamp: uma trajetória histórica de legitimidade

Camilo, Maria Virgínia Righetti Fernandes; Terra, Sandra Regina de Angelis Monteiro
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.71112%
Este artigo discute a trajetória histórica do Serviço Social do Hospital de Clínicas da UNICAMP pontuando os grupos e sujeitos que articularam, nos diferentes momentos, respostas frente às questões sociais que permeiam a instituição e a sociedade. Neste sentido, faz um resgate articulando as diretrizes da Política Nacional de Saúde e os momentos de inflexão que marcam o espaço institucional, onde se insere o Serviço Social no decorrer dos 35 anos: Das origens; Transição Democrática; Período Pós Constitucional e Perspectivas para o Novo Milênio. 

‣ Formação em serviço social: articulação entre expressões da “questão social”, políticas sociais e território

Joazeiro, Edna Maria Goulart; Mariosa, Duarcides Ferreira
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.58312%
O artigo, de maneira reflexiva, apoiado na bibliografia sobre o tema e na experiência docente no ensino superior, aponta para a diversidade de elementos que concorre para que, tanto no âmbito da formação, quanto na esfera da intervenção do Serviço Social, as vivências e experiências de estudantes estagiários em campo de estágio, sejam acompanhadas de uma leitura crítica com vistas à intervenção pertinente que busque, antes de tudo, compreender os nexos e os sentidos das relações sociais materializadas no território. A discussão é apresentada em três partes. No primeiro momento, discute-se o território como espaço de relações, portanto, além de seus limites puramente espaciais, naturais ou geográficos. Em seguida, aponta-se para alguns dos elementos contraditórios que emergem quando o território vivido separa ou é separado do território administrativo-legal. Por fim, discute-se como o processo da busca de compreensão do território impacta no processo de formação e, portanto, está intimamente relacionado ao processo de intervenção no campo do Serviço Social. Conclui-se afirmando que a complexidade que envolve a realidade social está presente de modo inelutável nas demandas da atualidade; e que esse encontro com fragilidades e potências explicitam as riquezas do processo formativo da e na profissão na contemporaneidade.

‣ Precarização da educação e os rebatimentos no serviço social

Caputi, Lesliane; Oliveira, Cirlene Aparecida Hilário da Silva
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.53271%
A defesa da formação profissional é uma das principais frentes de luta do Serviço Social brasileiro nesse momento histórico de expansão desenfreada e desmesurada da educação superior sem qualidade, com fins lucrativos e a distância, ainda que não exclusivamente. É neste interregno, marcado pela precarização da educação superior que rebate também no Serviço Social, que debruçamos as reflexões neste ensaio, considerando que a história da sociedade é até nos dias atuais (e porque não dizer de modo até mais acirrado nos dias atuais!) história da luta de classes (Marx e Engels).

‣ O serviço social e a questão social

Furlan, Amabile
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.41102%
Este artigo apresenta uma reflexão sobre Serviço Social e questão social, tomando por base as idéias e analises veiculada na produção teórica de cientistas sociais e de professores e profissionais do Serviço Social a partir de 1996 até neste início de milênio. Procura relacionar o entendimento que se tem sobre a questão social e o posicionamento da profissão do Serviço Social diante dela. O serviço Social toma a questão social como eixo central, tanto sobre o ponto de vista teórico, quanto sobre a sua prática. O que requer tornar vivo o debate sobre esta relação, onde também comparecem as categorias: trabalho, proteção social e Estado. Este último, como regulador das relações que se estabelece neste campo. 

‣ Editorial

Revista, Serviço Social & Saúde
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
108.2938%
Editorial da Revista Serviço Social e Saúde

‣ Serviço social e saúde: espaços de atuação a partir do SUS

Krüger, Tânia Regina
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.86015%
Na saúde o Serviço Social tem espaços próprios e tradicionais de atuação, mas com o SUS se abriu muitos espaços interdisciplinares e intersetoriais no âmbito da gestão, planejamento da política, controle social, educação e promoção da saúde nos quais o assistente social pode desenvolver ações não exclusivas da profissão. Assim, este texto procura refletir sobre as possibilidades e novos espaços de atuação que os princípios do SUS, o conceito ampliado de saúde e os determinantes sociais da saúde estão colocando para as várias profissões, entre elas o Serviço Social. O pressuposto desta reflexão para identificar as potencialidades de atuação do assistente social na saúde está pautado nas semelhanças de fundamentos que possui o projeto ético-político da profissão com os princípios do SUS.

‣ A dimensão educativa no estágio supervisionado em serviço social: a perspectiva do supervisor de campo

Giaqueto, Adriana
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
118.60563%
Este artigo, resultado parcial de pesquisa desenvolvida na UNESP/Franca, aborda a visão dos supervisores de campo em relação à dimensão educativa inerente à supervisão de campo em Serviço Social. A matéria-prima da supervisão em Serviço Social é o agir profissional, que na perspectiva da totalidade, compreende não só a estratégia de ação, os instrumentos, mas todo o processo de ensino-aprendizagem, análise da realidade, fundamentos teórico-metodológicos, ético-políticos e técnico-operativos; configura-se como um espaço fecundo de construção de mediações. Considerando o Serviço Social como um trabalho social, político, histórico, cuja ação profissional cotidiana é direcionada para a construção de uma sociedade efetivamente justa e democrática, podemos compreender o significado do estágio, pois é através dele que o estudante tem a primeira oportunidade de adentrar neste universo. O estágio supervisionado configura-se como um dos componentes fundamentais no processo de formação profissional do assistente social, pois é através dele que se viabiliza o exercício da práxis, a vivência refletida do conteúdo apreendido no meio acadêmico, a articulação da teoria com a prática. Ao atuar enquanto supervisor de campo...

‣ Serviço social e o cuidado em saúde

Silva, Alaide Maria Morita Fernandes da; Rodrigues, Maria Lucia
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
118.72763%
Este artigo tem como objetivo refletir sobre a relação do serviço social com o cuidado em saúde tendo como pressuposto que sua atuação se vincula aos eixos teórico-práticos da política de saúde do SUS/Sistema Único de Saúde. A reflexão articula o trabalho do assistente social com o cuidado em saúde na perspectiva de elevar a qualidade do serviço prestado, assim como seu papel mediador diante dos fatores que produzem sofrimentos aos usuários.

‣ Possibilidades da pesquisa para o serviço social na área da saúde

Moraes, Carlos Antonio de Souza
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.82104%
O artigo constrói reflexões referentes à pesquisa para o Serviço Social direcionado a área da saúde. No primeiro momento, trabalha com as categorias desigualdade social e saúde, problematiza as mediações do processo saúde – doença e constrói uma definição ampliada de saúde. Em seguida, analisa possibilidades e apresenta indicações para a pesquisa no Serviço Social a partir da discussão anterior. Por fim, indica que a pesquisa pode se tornar instrumento estratégico para atuação profissional, sugerindo a necessidade de romper os marcos do academicismo e até mesmo trabalhando em uma perspectiva multidisciplinar. 

‣ Serviço social e supervisão de vigilância em saúde (SUVIS): construção de identidades

Souza, Bianca Ribeiro de; Pezoti, Rosangela Helena
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.54548%
O presente artigo pontua as principais reflexões apreendidas a partir de pesquisa qualitativa realizada com assistentes sociais inseridos nas Supervisões de Vigilância em Saúde (SUVIS’s) de uma dada região da cidade de São Paulo. Tal estudo aborda como se deu a inserção dos profissionais neste espaço, quais são os trabalhos desenvolvidos, bem como discute a construção histórica da identidade profissional do Serviço Social e como esta se delineia no campo de trabalho específico da SUVIS.

‣ Afinal, o que faz o serviço social na saúde mental?

Rosa, Lucia Cristina dos Santos; Lustosa, Amanda Furtado Mascarenhas
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.73803%
Este ensaio tem por objetivo sistematizar algumas reflexões suscitadas pela crescente indagação, sobretudo de estudantes de Serviço Social, acerca do fazer do assistente social na saúde mental. Tece alguns comentários sobre aspectos que são pertinentes à agenda do Serviço Social no campo da Saúde Mental e promove algumas reflexões pontuais e que merecem maior visibilidade para ganhar melhores investimentos. Tem por base a experiência das autoras no campo da Saúde Mental, no contexto nordestino, sobretudo no contexto piauiense e interlocuções com profissionais de outras regiões.

‣ Serviço social e humanização: experiência da residência em saúde - Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM

Rodrigues, Andreia Cristina; Silva, Ivone Aparecida Vieira da; Aguiar, Karen Costa; Farinelli, Marta Regina; Rezende, Regina Maura; Martins, Rosane Aparecida de Sousa; Melo, Suely Aparecida Alberto; Conti, Verena; Santos, Zilda Cristina dos
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2015 Português
Relevância na Pesquisa
108.93848%
A humanização tem sido associada a diferentes e complexas categorias relacionadas à produção e gestão de cuidados em saúde, tais como: integralidade, satisfação do usuário, necessidades de saúde, qualidade da assistência, gestão participativa, protagonismo dos sujeitos, além de uma assistência capaz de prover acolhimento, resolutividade, e ainda, visar à melhoria da qualidade de vida dos sujeitos. Discutir o trabalho do assistente social na área da saúde com enfoque na Política de Humanização nos remete a algumas características que desvendam a particularidade desse complexo processo de trabalho, no qual o Serviço Social é historicamente e culturalmente identificado como uma das profissões da saúde que tem se dedicado às questões relativas à humanização do atendimento. Este artigo propõe a reflexão acerca da experiência do Serviço Social na Residência Multiprofissional em Saúde tendo como premissa o compromisso com o reconhecimento da saúde como resultante das condições de vida, derivadas das condições econômicas, políticas, sociais e culturais da população. A partir desta experiência videnciou-se a relevância do Serviço Social paraequipe multiprofissional no sentido de contribuir para a articulação...